Você está na página 1de 86

Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

TÓPICO - 01 1.2 1ª LEI – PRINCÍPIO DA INÉRCIA


INTRODUÇÃO A DINÂMICA

1.1 Contexto histórico

Aristóteles acreditava que uma O princípio da Inércia pode ser


força era necessária para manter um observado nos casos abaixo.
objeto movimentando-se ao longo de
um plano horizontal, e quanto maior a
força maior seria a velocidade atingida
pelo corpo.

Cerca de 2000 anos mais tarde,


Galileu realizou várias experiências
para analisar o movimento dos corpos,
e constatou que a tendência natural dos
corpos, livres da ação de forças, é
permanecer em repouso ou realizar
movimento retilíneo uniforme.

Assim, se a força resultante for nula, ou


ele estará em repouso ou em
movimento em linha reta com
velocidade constante.

1.3 2ª LEI – PRINCÍPIO


Isaac Newton aceitou e FUNDAMENTAL DA DINÂMICA
desenvolveu as ideias de Galileu e, em
sua obra Princípios Matemáticos da Newton também percebeu que a força
Filosofia Natural, enunciou as três leis necessária para que um objeto
fundamentais do movimento; aumentasse (aceleração) ou
conhecidas hoje como leis de Newton. diminuísse de velocidade
(desaceleração) dependia de duas
Chamamos de Dinâmica a parte coisas:
da Mecânica que estuda os movimentos
em função de suas causas. Seu estudo
é fundamentado em três princípios
laborados por Isaac Newton, aos quais
chamamos de Leis de Newton.

APOSTILA 2020 Página 1


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

• Se o objeto for muito “pesado” (o Exemplo (entendendo como aplicar).


correto é dizer: se tiver muita massa),
muita força será necessária para alterar O Sr. Burro disse o seguinte: “Se ao
seu movimento. tentar puxar uma carroça, a carroça me
• Se quisermos alterar o movimento puxa com a mesma força em sentido
muito rapidamente (alta aceleração), oposto, então não adianta nem tentar
muita força será necessária também. porque não vou sair do lugar, nem eu
nem a carroça”. Explique onde o Sr.
Portanto, a força F é DIRETAMENTE Burro está certo e onde está errado.
PROPORCIONAL à massa m e à
aceleração a. Ou seja, quanto maior a
massa, maior a força necessária para
dar uma aceleração; e quanto maior
essa aceleração, maior deverá ser a
força também. Traduzindo essa frase
para “matematiquês”:

FR = m.a Resposta:
O Sr. Burro está certo ao dizer
que ao puxar a carroça para frente com
Devido às operações vetoriais, uma certa força (ação), a carroça vai
podemos assegurar que os vetores FR puxá-lo para trás com a mesma força
e a terão sempre a mesma direção e o (reação). Esta é a 3a lei de Newton.
mesmo sentido. Está errado ao dizer que por isso
não vai sair do lugar, pois a carroça não
Essa é a 2a lei de Newton. possui tanto atrito para se resistir à
força do burro (para isso servem suas
Na fórmula, a massa é dada em kg, a rodas). Mas o atrito das patas do burro
aceleração em m/s² e a força em é grande o suficiente para não permitir
Newtons (N); que a força da carroça o arraste para
trás. Por isso a carroça vai para frente,
mas o burro não vai para trás.
1.3 3ª LEI – PRINCÍPIO DA AÇÃO E
REAÇÃO Vamos fixar

Toda força de ação tem uma força de 1. (PUC RS) No estudo das leis do
reação de mesma intensidade e mesma movimento, ao tentar identificar pares
direção, mas em sentido oposto. de forças de ação-reação, são feitas as
seguintes afirmações:
Portanto uma força nunca está só: se I. Ação: A Terra atrai a Lua.
existe uma força em um corpo, Reação: A Lua atrai a Terra.
certamente vai existir uma outra força II. Ação: O pulso do boxeador golpeia o
igual e oposta em outro corpo, quer adversário.
esteja em contato ou não. Um exemplo Reação: O adversário cai.
de pares de força ação/reação que não III. Ação: O pé chuta a bola.
exigem o contato dos corpos é a força Reação: A bola adquire velocidade.
magnética, ou a força da gravidade. IV. Ação: Sentados numa cadeira,
empurramos o acento para baixo.
APOSTILA 2020 Página 2
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Reação: O acento nos empurra para avião se move para frente. Esse
cima. fenômeno é explicado pelo(a):
O princípio da ação-reação é A) 1ª lei de Newton.
corretamente aplicado: B) 2ª lei de Newton.
A) somente na afirmativa I. C) 3ª lei de Newton.
B) somente na afirmativa II. D) princípio de conservação de energia.
C) somente nas afirmativas I, II e III. E) princípio da relatividade do
D) somente nas afirmativas I e IV. movimento.
E) nas afirmativas I, II, III e IV.
5. (UECE) Suponha que o padrão de
2. (UECE) Sobre a segunda lei de metro do Sistema Internacional de
Newton, é correto afirmar que Unidades seja redefinido para a
A) a força entre duas massas metade do comprimento atualmente em
puntiformes é proporcional à distância uso. Assim, o valor da aceleração da
entre elas. gravidade na superfície da Terra seria
B) a força resultante em uma massa aproximadamente, em m/s2,
puntiforme é proporcional a sua A) 9,8. B) 4,9.
aceleração. C) 19,6. D) 2,5.
C) a força resultante em uma massa
puntiforme é inversamente proporcional 6. (UEL) Os blocos A e B têm massas
a sua aceleração. mA = 5,0kg e mB = 2,0kg e estão
D) a força entre duas massas apoiados num plano horizontal
puntiformes é proporcional ao quadrado perfeitamente liso. Aplica- se ao corpo
da distância entre elas. A uma força horizontal F, de módulo
21N.
3. (UECE) Duas únicas forças, uma de
3N e outra de 4N, atuam sobre uma
massa puntiforme. Sobre o módulo da
aceleração dessa massa, é correto
afirmar- se que
A força de contato entre os blocos A e B
A) é o menor possível se os dois
tem módulo, em newtons:
vetores força forem perpendiculares
A) 21 B) 11,5
entre si.
C) 9,0 D) 7,0
B) é o maior possível se os dois vetores
E) 6,0
força tiverem mesma direção e mesmo
sentido.
7. (Uece 2019) Suponha que uma
C) é o maior possível se os dois vetores
esfera de aço desce deslizando, sem
força tiverem mesma direção e sentidos
atrito, um plano inclinado. Pode-se
contrários.
afirmar corretamente que, em relação
D) é o menor possível se os dois
ao movimento da esfera, sua
vetores força tiverem mesma direção e
aceleração
mesmo sentido.
A) aumenta e sua velocidade diminui.
B) e velocidade aumentam.
4. O uso de hélices para propulsão de
C) é constante e sua velocidade
aviões ainda é muito frequente. Quando
aumenta.
em movimento, essas hélices
D) e velocidade permanecem
empurram o ar para trás; por isso, o
constantes.

APOSTILA 2020 Página 3


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

8. (Uece 2019) Desde o início de 2019,


testemunhamos dois acidentes aéreos
fatais para celebridades no Brasil. Para
que haja voo em segurança, são
necessárias várias condições referentes
às forças que atuam em um avião. Por
exemplo, em uma situação de voo
horizontal, em que a velocidade da
aeronave se mantenha constante,
A) a soma de todas as forças externas Qual modelo de cinto oferece menor
que atuam na aeronave é não nula. risco de lesão interna ao motorista?
B) a soma de todas as forças externas A) 1
que atuam na aeronave é maior que B) 2
seu peso. C) 3
C) a força de sustentação é maior que D) 4
seu peso. E) 5
D) a soma de todas as forças externas
que atuam na aeronave é nula. 10. (Uece 2017) Dois carros que
transportam areia se deslocam sem
9. (Enem 2017) Em uma colisão frontal atrito na horizontal e sob a ação de
entre dois automóveis, a força que o duas forças constantes e iguais. Ao
cinto de segurança exerce sobre o tórax longo do deslocamento, há vazamento
e abdômen do motorista pode causar do material transportado por um furo em
lesões graves nos órgãos internos. um dos carros, reduzindo sua massa
Pensando na segurança do seu total.
produto, um fabricante de automóveis
realizou testes em cinco modelos Considerando que ambos partiram do
diferentes de cinto. Os testes simularam repouso e percorrem trajetórias
uma colisão de 0,30 segundo de paralelas e retas, é correto afirmar que
duração, e os bonecos que após um intervalo de tempo igual para
representavam os ocupantes foram os dois, a velocidade do carro furado,
equipados com acelerômetros. Esse se comparada à do outro carro,
equipamento registra o módulo da A) é menor e o carro furado tem maior
desaceleração do boneco em função do aceleração.
tempo. Os parâmetros como massa dos B) é maior e o carro furado tem menor
bonecos, dimensões dos cintos e aceleração.
velocidade imediatamente antes e após C) é menor e o carro furado tem menor
o impacto foram os mesmos para todos aceleração.
os testes. O resultado final obtido está D) é maior e o carro furado tem maior
no gráfico de aceleração por tempo. aceleração.

11. (Uece 2017) Considere uma caixa


com tijolos sendo erguida do solo ao
último andar de um prédio em
construção. A carga é erguida por uma
corda vertical acoplada a uma polia no

APOSTILA 2020 Página 4


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

ponto mais alto da construção. Suponha 14. (Uerj 2018) Em um experimento, os


que o módulo da velocidade da caixa blocos I e II, de massas iguais a 10 kg e
aumente linearmente com o tempo a 6 kg, respectivamente, estão
dentro de um intervalo de observação. interligados por um fio ideal. Em um
Caso os atritos possam ser primeiro momento, uma força de
desprezados, é correto afirmar que, intensidade F igual a 64 N é aplicada no
durante esse intervalo, a tensão na bloco I, gerando no fio uma tração TA .
corda é
Em seguida, uma força de mesma
A) proporcional ao quadrado do tempo.
intensidade F é aplicada no bloco II,
B) proporcional ao tempo.
C) constante. produzindo a tração TB . Observe os
D) zero. esquemas:

12. (Uece 2015) Um trem, durante os


primeiros minutos de sua partida, tem o
módulo de sua velocidade dado por
v = 2t, onde t é o tempo em segundos e
v a velocidade, em m s. Considerando
que um dos vagões pese 3  103 kg, qual o
módulo da força resultante sobre esse
vagão, em newtons? Desconsiderando os atritos entre os
A) 3000. blocos e a superfície S, a razão entre as
B) 6000. trações TA corresponde a:
TB
C) 1500.
9
D) 30000. A)
10
4
13. (Enem PPL 2018) Com um dedo, B)
7
um garoto pressiona contra a parede C) 3
duas moedas, de R$ 0,10 e R$ 1,00, uma 5
8
sobre a outra, mantendo-as paradas. D)
13
Em contato com o dedo estás a moeda
de R$ 0,10 e contra a parede está a de 15. (Enem PPL 2012) Durante uma
R$ 1,00. O peso da moeda de R$ 0,10 é faxina, a mãe pediu que o filho a
0,05 N e o da de R$ 1,00 é 0,09 N. A força ajudasse, deslocando um móvel para
de atrito exercida pela parece é mudá-lo de lugar. Para escapar da
suficiente para impedir que as moedas tarefa, o filho disse ter aprendido na
caiam. escola que não poderia puxar o móvel,
pois a Terceira Lei de Newton define
Qual é a força de atrito entre a parede e que se puxar o móvel, o móvel o puxará
a moeda de R$ 1,00? igualmente de volta, e assim não
A) 0,04 N conseguirá exercer uma força que
B) 0,05 N possa colocá-lo em movimento.
C) 0,07 N
Qual argumento a mãe utilizará para
D) 0,09 N
apontar o erro de interpretação do
E) 0,14 N garoto?

APOSTILA 2020 Página 5


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

A) A força de ação é aquela exercida b) forças horizontais é nula e a das


pelo garoto. verticais, não nula.
B) A força resultante sobre o móvel é c) forças horizontais e verticais é nula.
sempre nula. d) forças positivas é nula.
C) As forças que o chão exerce sobre o e) forças negativas é nula.
garoto se anulam.
D) A força de ação é um pouco maior
que a força de reação. De olho no Enem
E) O par de forças de ação e reação
não atua em um mesmo corpo. 1. (ENEM 2012 ) Durante uma faxina, a
mãe pediu que o filho a ajudasse,
16. (Fatec 2014) Os aviões voam deslocando um móvel para mudá-lo de
porque o perfil aerodinâmico de suas lugar. Para escapar da tarefa, o filho
asas faz com que o ar que passa por disse ter aprendido na escola que não
cima e por baixo delas ocasione uma poderia puxar o móvel, pois a terceira
diferença de pressão que gera o Lei de Newton define que se puxá-lo, o
empuxo. móvel o puxará igualmente de volta, e
assim não conseguirá exercer uma
força que possa colocá-lo em
movimento. Qual argumento a mãe
utilizará para apontar o erro de
interpretação do garoto?
A) A força de ação é aquela exercida
pelo garoto.
B) A força resultante sobre o móvel é
sempre nula.
C) As forças que o chão exerce sobre o
Esta força de empuxo é que permite ao
garoto se anulam.
avião se sustentar no ar. Logo, para
D) A força de ação é um pouco maior
que o avião voe, as hélices ou turbinas
que a força de reação.
do avião é que empurram o ar para trás,
E) O par de forças de ação e reação
e o ar reage impulsionando a aeronave
não atua em um mesmo corpo.
para a frente. Desta forma, podemos
dizer que o avião se sustenta no ar sob
2. Em 1543, Nicolau Copérnico publicou
a ação de 4 forças:
um livro revolucionário em que
propunha a Terra girando em torno do
- a motora ou propulsão;
seu próprio eixo e rodando em torno do
- de resistência do ar ou arrasto;
Sol. Isso contraria a concepção
- a peso;
aristotélica, que acredita que a Terra é
- a de empuxo ou sustentação.
o centro do universo. Para os
aristotélicos, se a Terra gira do oeste
Caso um avião voe em velocidade
para o leste, coisas como nuvens e
constante e permaneça à mesma
pássaros, que não estão presas à
altitude, é correto afirmar que o
Terra, pareceriam estar sempre se
somatório das
movendo do leste para o oeste,
a) forças verticais é nula e a das
justamente como o Sol.
horizontais, não nula.
Mas foi Galileu Galilei que em 1632,
baseando-se em experiências, rebateu
APOSTILA 2020 Página 6
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

a crítica aristotélica, confirmando assim


o sistema de Copérnico. Seu
argumento, adaptado para a nossa
época, é: se uma pessoa, dentro de um
vagão de trem em repouso, solta uma
bola, ela cai junto a seus pés.
Mas se o vagão estiver se movendo
com velocidade constante, a bola
também cai junto a seus pés. Isto
porque a bola, enquanto cai, continua a A análise sequencial da tirinha e,
compartilhar do movimento do vagão. especialmente, a do quadro final, nos
O princípio físico usado por Galileu para leva imediatamente ao (à)
rebater o argumento aristotélico foi: A) Princípio da Conservação da Energia
A) a lei da inércia. Mecânica.
B) ação e reação. B) propriedade geral da matéria,
C) a Segunda Lei de Newton. denominada inércia.
D) a conservação da energia. C) Princípio da Conservação da
E) o princípio da equivalência. Quantidade de Movimento.
D) Segunda Lei de Newton.
3. (PUC – RJ) Você é passageiro num E) Princípio da Independência dos
carro e, imprudentemente, não está Movimentos.
usando cinto de segurança. Sem variar
o módulo da velocidade, o carro faz 5. (UFRN 2011) Considere um grande
uma curva fechada para a esquerda e navio, tipo transatlântico, movendo-se
você se choca contra a portado lado em linha reta e com velocidade
direito do carro. Considere as seguintes constante (velocidade de cruzeiro). Em
análises da situação: seu interior, existe um salão de jogos
I. Antes e depois da colisão com a climatizado e nele uma mesa de
porta, há uma força para a direita pingue-pongue orientada paralelamente
empurrando você contra a porta. ao comprimento do navio. Dois jovens
II. Por causa da lei da inércia, você tem resolvem jogar pingue-pongue, mas
a tendência de continuar em linha reta, discordam sobre quem deve ficar de
e modo que a porta, que está fazendo frente ou de costas para o sentido do
uma curva para a esquerda, exerce deslocamento do navio. Segundo um
uma força sobre você para a esquerda, deles, tal escolha influenciaria no
no momento da colisão. resultado do jogo, pois o movimento do
III. Por causa da curva, sua tendência é navio afetaria o movimento relativo da
cair para a esquerda. bolinha de pingue-pongue.
Assinale a resposta correta: Nesse contexto, de acordo com as Leis
da Física, pode-se afirmar que :
A) Nenhuma das análises é verdadeira. A) a discussão não é pertinente, pois,
B) As análises II e III são verdadeiras. no caso, o navio se comporta como um
C) Somente a análise I é verdadeira. referencial não inercial, não afetando o
D) Somente a análise II é verdadeira. movimento da bola.
E) Somente a análise III é verdadeira. B) a discussão é pertinente, pois, no
caso, o navio se comporta como um
4. (Unirio-RJ) referencial não inercial, não afetando o
movimento da bola.
APOSTILA 2020 Página 7
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

C) a discussão é pertinente, pois, no 1. De acordo com a 3a Lei de Newton,


caso, o navio se comporta como um esta interação é mútua, ou seja, o corpo
referencial inercial, afetando o também atrai a Terra (para cima).
movimento da bola. 2. O módulo da aceleração da
D) a discussão não é pertinente, pois, gravidade (g) varia de um corpo celeste
no caso, o navio se comporta como um para outro.
referencial inercial, não afetando o 3. O seu valor nos pontos próximos à
movimento da bola. superfície terrestre é aproximadamente
9,8 m/s2, mas por praticidade
GABARITO geralmente arredondamos para 10
Vamos Fixar m/s2.
1 2 3 4 5 6 7 8

9 10 11 12 13 14 15 16

De olho no Enem
1 2 3 4 5 2.2 FORÇA DE REAÇÃO NORMAL (N)

Quando um corpo está em contato com


alguma superfície, ele exerce uma força
sobre a superfície, o que provoca o
TÓPICO - 02 aparecimento de uma reação (N), de
AS FORÇAS DINÂMICAS acordo com a 3a Lei de Newton.
Não existe uma fórmula para
calcularmos o módulo da força normal,
No estudo da Dinâmica lidamos com pois este vai depender da situação a
seis diferentes forças: peso, normal, que o corpo é submetido.
tração, força elástica, força de atrito e Por exemplo, quando você está dentro
força de resistência do ar. Como força é de um elevador, independente do tipo
uma grandeza vetorial, para de movimento deste o seu peso terá o
caracterizarmos cada uma delas mesmo valor (P = m · g), mas a normal
precisamos determinar o seu módulo, a não.
sua direção e o seu sentido.

2.1 FORÇA PESO

É uma força de natureza gravitacional Observe nos exemplos abaixo que a


que age num corpo quando este se força de reação normal é sempre
encontra nas proximidades de um corpo perpendicular à superfície de contato.
celeste, a Terra, por exemplo, tendo as
seguintes características. Exemplo 1: Corpo apoiado numa
superfície horizontal.
módulo: P = m g
P direção: vertical
sentido: para baixo

APOSTILA 2020 Página 8


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Exemplo 2: Corpo apoiado num plano


inclinado.

2.3 TRAÇÃO OU TENSÃO (T)

É a força que é exercida em um corpo


mediante um fio esticado, que tende a
Exemplo 3: Corpo se deslocando numa puxá-lo.
superfície curva. Neste caso, a normal Caso o fio seja considerado ideal
será perpendicular à tangente à curva. (flexível, inextensível e de massa
desprezível) as trações exercidas nas
suas extremidades terão a mesma
intensidade.
Tal qual a força normal, não há uma
fórmula que nos permita calcular o
módulo da tração, pois este dependerá
de como são e quais são as outras
forças atuantes no corpo.
Se por exemplo puxarmos um bloco
verticalmente com ajuda de um fio, o
Verifique que neste caso a força normal módulo da tração poderá ser igual,
estará apoiada sobre o raio, pois este é maior ou menor que o módulo do peso
perpendicular à tangente à do bloco, dependendo do movimento
circunferência. deste.
A direção e o sentido desta força
OBS: A força peso e a força normal não podem ser definidos da seguinte forma:
são um par ação-reação. Observe o
exemplo ao lado onde um bloco está
apoiado sobre uma mesa e esta por sua
vez está apoiada na Terra (desenhada
2.4 FORÇA ELÁSTICA (FE)
fora de escala).
A reação da força peso (P), conforme
Consideremos uma mola de
vimos no item 2.1, é a força com que o
comprimento natural L0.
bloco puxa a Terra para cima (–P ).
Conforme a figura abaixo, podemos
A força normal (N) é reação da força
deformar esta mola comprimindo-a ou
que o bloco exerce na mesa (F ).
distendendo-a.

APOSTILA 2020 Página 9


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Em ambos os casos, chamaremos de


força elástica à força que a mola
exercerá sobre o agente deformador. II. Associação em paralelo:
Esta força possui as seguintes
características.

OBS: 1. A constante elástica da mola


está associada à sua rigidez, ou seja,
quanto maior for o valor de “k” maior
deverá ser o valor da força, para que a
mola deforme o mesmo tanto.
2. No Sistema Internacional, a
constante elástica (k) é dada por:

2.5 FORÇA DE ATRITO (Fat )

Quando duas superfícies deslizam ou


tendem a deslizar uma sobre a outra,
3. Se o corpo estiver ligado a um atua uma força de atrito. Quando se
conjunto de molas, podemos ter duas aplica uma força a um objeto,
formas de associação: em série ou em geralmente uma força de atrito reduz a
paralelo. força resultante agindo sobre ele e,
consequentemente sua aceleração. O
A constante elástica equivalente pode atrito é causado pelas irregularidades
ser calculada pelas fórmulas abaixo: nas superfícies em contato mútuo, e
depende dos tipos de materiais e de
como eles são pressionados
mutuamente. Mesmo as superfícies que
aparentam ser muito lisas têm
I. Associação em série: irregularidades microscópicas que
obstruem o movimento.

APOSTILA 2020 Página 10


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

contato são consideradas perfeitamente


lisas (µ = 0) por simplicidade.
III – deve haver, pelo menos, uma
tendência de movimento relativo entre
as superfícies.

O sentido da força de atrito é sempre


oposto à tendência de
escorregamento relativo entre as
duas superfícies. Um objeto
escorregando para baixo numa rampa
experimenta um atrito que aponta
rampa acima; um objeto que escorrega
para a direita experimenta um atrito 2.5.1 Forças de atrito estático e cinético
direcionado para a esquerda.
A) Força de Atrito cinético: força que
se opõe ao movimento relativo entre as
duas superfícies em contato.
(Derrapando!)

Quando um carro se desloca, é


interessante perceber como a força de
atrito trocada na interação entre pneu e
o solo atua de forma a proporcionar o
movimento do veículo.
- É de natureza eletromagnética.
-Sua intensidade (FA) depende
diretamente da intensidade Força
Normal(N) entre as superfícies
.
- Depende dos tipos de superfícies em
contato e do polimento delas.
Para que haja atrito entre duas - Não depende da (aparente) área de
superfícies, são necessárias três contato.
condições básicas:
FC =µC.N
I – deve haver contanto entre as
superfícies;
II - o contanto deve ser àspero. Na
prática, toda superfície é áspera na
escala microscópica. Entretanto, μc - Coeficiente de Atrito Cinético.
algumas vezes admitimos situações
idealizadas onde as superfícies de

APOSTILA 2020 Página 11


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

B) Força de Atrito estático: força que


se opõe ao movimento relativo que
aconteceria entre as duas superfícies
em contato caso não houvesse atrito
(sem deslizamento!).

- É de natureza eletromagnética.
- Seu valor máximo depende
diretamente da intensidade da Força
Normal entre as superfícies.
Vamos fixar
- Depende dos tipos de superfícies em
contato e do polimento delas. 1. (UECE) Um objeto de 1 kg, preso ao
- Não depende da (aparente) área de teto por um fio muito leve e inextensível,
contato. balança como um pêndulo.
No que diz respeito à oscilação, é
FE =µE.N correto afirmar que
A) a força de tração no fio é
OBS: responsável pelo torque que faz o
objeto oscilar.
B) a componente da força peso na
direção da tração no fio é responsável
pelo torque que faz o objeto oscilar.
C) a força peso é responsável pelo
torque que faz o objeto oscilar.
D) a soma da tração no fio com a
componente da força peso na direção
do fio é a força resultante responsável
pelo torque que faz o objeto oscilar.

2. (UNESP) Algumas embalagens


trazem, impressas em sua superfície
externa, informações sobre a
quantidade máxima de caixas iguais a
ela que podem ser empilhadas, sem
que haja risco de danificar a
embalagem ou os produtos contidos na
primeira caixa da pilha, de baixo para
cima. Considere a situação em que três
caixas iguais estejam empilhadas
dentro de um elevador e que, em cada
uma delas, esteja impressa uma
imagem que indica que, no máximo,
seis caixas iguais a ela podem ser
empilhadas.

APOSTILA 2020 Página 12


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

4. Ao subir de elevador num edifício


nota-se, na arrancada, que as pernas
suportam um "peso" maior. Adote g =
10 m/s2. Imagine um menino de 40 kg
de massa, parado sobre uma balança
graduada em N (newtons), dentro do
elevador. O peso que a balança
registra, se o elevador subir com
aceleração de 2 m/s2, é:
A) 480 N B) 400 N
C) 320 N D) 240 N
Suponha que esse elevador esteja E) 80 N
parado no andar térreo de um edifício e
que passe a descrever um movimento
uniformemente acelerado para cima. 5. (IFPE) O sistema da figura é formado
Adotando g = 10 m/s2, é correto afirmar por um bloco de 80 kg e duas molas de
que a maior aceleração vertical que massas desprezíveis associadas em
esse elevador pode experimentar, de paralelo, de mesma constante elástica.
modo que a caixa em contato com o A força horizontal F mantém o corpo em
piso receba desse, no máximo, a equilíbrio estático, a deformação
mesma força que receberia se o elástica do sistema de molas é 20 cm e
elevador estivesse parado e, na pilha, a aceleração da gravidade local tem
houvesse seis caixas, é igual a módulo 10 m/s2. Então, é correto
A) 4 m/s2. B) 8 m/s2. afirmar que a constante elástica de
C)10 m/s2. D) 6 m/s2. cada mola vale, em N/cm:
E) 2 m/s2. A) 10
B) 20
3. No asfalto seco de nossas estradas o C) 40
coeficiente de atrito estático entre o D) 60
chão e os pneus novos de um carro E) 80
vale 0,80. Considere um carro com
tração apenas nas rodas dianteiras.
Para este carro em movimento, em uma
estrada plana e horizontal, 60% do peso
total (carro + passageiros) está 6. (christus med) O atrito estático é
distribuído nas rodas dianteiras. Sendo muitas vezes essencial, como é o caso
g = 10m/s2 e não considerando o efeito da alpinista na figura abaixo.
do ar, a máxima aceleração que a força
de atrito pode proporcionar ao carro é
de:

A) 10 m/s2 B) 8,0 m/s2


C) 6,0 m/s2 D) 4,8 m/s2
E) 0,48 m/s2

APOSTILA 2020 Página 13


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Ela pressiona para fora, contra as D) proporcional à velocidade linear do


paredes da formação rochosa com as carro.
mãos e os pés para criar forças normais
suficientemente grandes, de modo que 9. (Uece 2019) Suponha que duas
as forças de atrito estático possam pessoas muito parecidas (com mesma
segurar o seu peso. Sabendo que as massa e demais características físicas)
forças normais que os pés exercem nas estejam sobre um colchão de molas,
paredes têm o dobro das exercidas posicionando-se uma delas de pé e a
pelas mãos e, considerando que o outra deitada. Supondo que as molas
coeficiente de atrito estático entre as desse colchão sejam todas helicoidais e
mãos e a rocha é μ = 0,40, e entre os com o eixo da hélice sempre vertical, do
tênis e a rocha vale μ = 1,2, a mínima ponto de vista de associação de molas,
força normal que cada um dos pés deve é correto afirmar que a pessoa que está
exercer sobre a rocha para manter a de pé deforma
alpinista de massa m = 56 kg sem risco A) mais o colchão, em virtude de ser
de escorregamento vale (Considere o g sustentada por um menor número de
= 10 m/s2). molas associadas em paralelo, se
A) 100 N. B) 200 N. comparada à pessoa deitada.
C) 300 N. D) 400 N. B) mais o colchão, em virtude de ser
E) 500 N. sustentada por um menor número de
molas associadas em série, se
7. (Uece 2019) Suponha que uma comparada à pessoa deitada.
esfera de aço desce deslizando, sem C) menos o colchão, em virtude de ser
atrito, um plano inclinado. Pode-se sustentada por um menor número de
afirmar corretamente que, em relação molas associadas em paralelo, se
ao movimento da esfera, sua comparada à pessoa deitada.
aceleração D) menos o colchão, em virtude de ser
A) aumenta e sua velocidade diminui. sustentada por um menor número de
B) e velocidade aumentam. molas associadas em série, se
C) é constante e sua velocidade comparada à pessoa deitada.
aumenta.
E) e velocidade permanecem TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
constantes. Leia a charge a seguir e responda à(s)
questão(ões).
8. (Uece 2019) Considere um carro que
se desloque em linha reta de modo que 10. (Uel 2018) Com base na figura e
um de seus pneus execute um nos conhecimentos sobre o atrito e as
movimento circular uniforme em relação Leis de Newton, assinale a alternativa
ao seu eixo. Suponha que o pneu não correta.
desliza em relação ao solo. Considere A) Quando um corpo se movimenta em
as porções do pneu que estão com a relação a outro, a força de atrito
estrada. No exato instante desse aparece sempre no sentido direto à
contato, a velocidade relativa dessas tendência de movimento.
porções em relação ao solo é B) No final da caminhada (figura), a
A) proporcional à velocidade angular do pessoa que está na frente fica parada
pneu. sem escorregar, pois a e portanto
B) igual à velocidade do centro da roda. D) Se por algum motivo (na figura),
C) zero. quem está atrás puxasse quem está na
APOSTILA 2020 Página 14
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

frente, a estaria no mesmo sentido do de atrito exercida pela parece é


“puxão” para quem aplicou a força. suficiente para impedir que as moedas
D) Podemos afirmar que a força de caiam.
atrito é proporcional à força normal e
independente da área de contato. Qual é a força de atrito entre a parede e
E) No final da caminhada, a pessoa que a moeda de R$ 1,00?
está na frente está sujeita a uma e, A) 0,04N
para que esta seja máxima, devemos B) 0,05N
ter C) 0,07N
D) 0,09N
11. (Uece 2017) Um automóvel E) 0,14N
percorre uma pista circular horizontal e
plana em um autódromo. Em um dado 2. (Enem PPL 2018) Um carrinho de
instante, as rodas travam (param de brinquedo funciona por fricção. Ao ser
girar) completamente, e o carro passa a forçado a girar suas rodas para trás,
deslizar sob a ação da gravidade, da contra uma superfície rugosa, uma mola
normal e da força de atrito dinâmica. acumula energia potencial elástica. Ao
Suponha que o raio da pista seja soltar o brinquedo, ele se movimenta
suficientemente grande para que o sozinho para frente e sem deslizar.
carro possa ser tratado como uma
massa puntiforme. Quando o carrinho se movimenta
sozinho, sem deslizar, a energia
Pode-se afirmar corretamente que, potencial elástica é convertida em
imediatamente após o travamento das energia cinética pela ação da força de
rodas, o vetor força de atrito sobre o atrito
carro tem A) dinâmico na roda, devido ao eixo.
A) a mesma direção e o mesmo sentido B) estático na roda, devido à superfície
que o vetor velocidade do carro. rugosa.
B) direção perpendicular à trajetória C) estático na superfície rugosa, devido
circular do autódromo e aponta para o à roda.
centro. D) dinâmico na superfície rugosa,
C) direção perpendicular à trajetória devido à roda.
circular do autódromo e normal à E) dinâmico na roda, devido à superfície
superfície da pista. rugosa.
D) a mesma direção e sentido contrário
ao vetor velocidade do carro.
3. (Enem (Libras) 2017) Em dias de
De olho no Enem chuva ocorrem muitos acidentes no
trânsito, e uma das causas é a
1. (Enem PPL 2018) Com um dedo, um aquaplanagem, ou seja, a perda de
garoto pressiona contra a parede duas contato do veículo com o solo pela
moedas, de R$ 0,10 e R$ 1,00, uma sobre a existência de uma camada de água
outra, mantendo-as paradas. Em entre o pneu e o solo, deixando o
contato com o dedo estás a moeda de veículo incontrolável.
R$ 0,10 e contra a parede está a de
R$ 1,00. O peso da moeda de R$ 0,10 é Nesta situação, a perda do controle do
0,05 N e o da de R$ 1,00 é 0,09 N. A força carro está relacionada com redução de
qual força?
APOSTILA 2020 Página 15
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

A) Atrito. A) 3
B) Tração. B) 6
C) Normal. C) 7
D) Centrípeta. D) 8
E) Gravitacional. E) 10

4. (Enem 2016) Uma invenção que 5. Freios ABS otimizam a frenagem,


significou um grande avanço tornando-a mais segura
tecnológico na Antiguidade, a polia A maioria das pessoas acredita que,
composta ou a associação de polias, é para parar o carro mais rapidamente, o
atribuída a Arquimedes (287 a.C. a 212 melhor a fazer é travar as rodas.
a.C.). O aparato consiste em associar Com as rodas rolando sem deslizar, o
uma série de polias móveis a uma polia atrito entre os pneus e a pista é
fixa. A figura exemplifica um arranjo estático, e com as rodas travadas,
possível para esse aparato. É relatado deslizando na pista, é cinético.
que Arquimedes teria demonstrado para
ABEID, Leonardo. As forças de atrito e freios ABS numa perspectiva de Ensino
o rei Hierão um outro arranjo desse Médio. Rio de Janeiro, 2010. Dissertação de mestrado, Universidade Federal
do Rio de Janeiro, 2010.
aparato, movendo sozinho, sobre a
areia da praia, um navio repleto de A imagem a seguir compara a frenagem
passageiros e cargas, algo que seria de um carro com freios ABS a outro
impossível sem a participação de carro com freios comuns.
muitos homens. Suponha que a massa
do navio era de 3.000 kg, que o
coeficiente de atrito estático entre o
navio e a areia era de 0,8 e que
Arquimedes tenha puxado o navio com
uma força F, paralela à direção do
movimento e de módulo igual a 400 N.

Reprodução
Considere os fios e as polias ideais, a
aceleração da gravidade igual a 10m s2 Os freios ABS, em relação aos freios
comuns, reduzem a distância de
e que a superfície da praia é
frenagem pois
perfeitamente horizontal.
A) travam as rodas, o que provoca
maior atrito nos pneus.
B) travam as rodas, o que provoca
menor atrito nos pneus.
C) evitam o travamento das rodas, o
que provoca maior atrito nos pneus.
D) evitam o travamento das rodas, o
que provoca menor atrito nos pneus.
E) evitam o travamento das rodas, o
O número mínimo de polias móveis que provoca o mesmo atrito nos pneus.
usadas, nessa situação, por
Arquimedes foi

APOSTILA 2020 Página 16


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

GABARITO Desprezando os atritos e considerando


Vamos Fixar que o seu movimento seja circular e
1 2 3 4 5 6 uniforme, temos:
Direção y: não há movimento, logo:
7 8 9 10 11 12 N=P

De olho no Enem
1 2 3 4 5 3.2 MOVIMENTO CIRCULAR NUM
PLANO VERTICAL
Considere um corpo preso a um
barbante que descreve uma
TÓPICO - 03 circunferência num plano vertical,
conforme a figura abaixo, que ilustra o
DINÂMICA DO CURVILÍNEO diagrama de forças, desprezando-se a
resistência do ar.
Trataremos neste tópico de situações
clássicas de aplicação da segunda lei
de Newton nas quais a força resultante
deve-se exclusivamente à presença da
componente centrípeta Fcp, ou seja, o
móvel descreve movimento circular
uniforme.

Vale salientar que, caso o movimento


seja circular variado, haverá as duas
componentes da força resultante, ou
seja, Fres = FT+ Fcp . Neste caso, o movimento da partícula é
circular variado, sendo acelerado no
trecho ABC e retardado no trecho CDA.
3.1 MOVIMENTO CIRCULAR NUM Observe que nos pontos B e D a
PLANO HORIZONTAL componente tangencial é representada
pelo próprio peso da partícula e que
Considere a situação ilustrada pela esta componente está a favor do
figura abaixo, em que uma partícula movimento na posição B (movimento
descreve uma trajetória circular sobre acelerado) e contra o movimento na
uma mesa cuja superfície se encontra posição D (movimento retardado).
na horizontal. Com relação à componente centrípeta
da força resultante, temos:

APOSTILA 2020 Página 17


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Considere uma borracha apoiada sobre


um disco que gira num plano horizontal,
tal qual um disco de uma radiola. Neste
caso, para que ela descreva trajetória
circular se faz necessária a presença do
atrito, para desempenhar o papel da
componente centrípeta, e que isto
impõe um limite de velocidade à
borracha, para que ela não deslize.

Direção y: como não há movimento,


temos: N = P
3.3 “ESPALHA BRASA”

A figura abaixo ilustra um instantâneo


de um brinquedo de parque de
diversões conhecido por espalha brasa,
e as respectivas forças atuantes na
pessoa situada na extremidade direita
da figura. Neste caso, estamos
considerando desprezível a resistência
do ar.

3.5 CURVA EM DEPRESSÃO

Considere um automóvel que descreve


uma trajetória circular num plano
vertical. Ao passar pelo ponto mais
baixo de sua trajetória, podemos
verificar que a força normal não pode se
anular com o peso, pois há a
Decompondo a tração encontramos o necessidade da presença da
diagrama ao lado. componente centrípeta.
Direção y: como não há movimento,
temos: Ty = P

3.4 CORPO GIRANDO SOLIDÁRIO A


UM DISCO

APOSTILA 2020 Página 18


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Pela mesma razão, quando o carro


passa por esta posição, os passageiros
sofrem do assento uma força normal
cujo módulo é superior ao módulo do
seu peso.

3.6 CURVA EM ELEVAÇÃO

Pela mesma razão, quando um carro


passa sobre um viaduto, as forças
normal e peso não podem se anular. Assim, quando o carrinho passa no
Conforme o exposto. ponto mais alto do loop, aplicando a
segunda lei de Newton, à componente
centrípeta, temos:

Para calcularmos a velocidade mínima


para que isto ocorra basta fazermos na
expressão anterior a normal tender a
zero.

3.7 MONTANHA RUSSA O raciocínio aplicado neste exemplo


também é válido para a interpretação
A figura abaixo ilustra um brinquedo de do espetáculo circense conhecido por
parque de diversões conhecido por “Globo da Morte”. Logo, a equação
montanha russa. Uma situação acima também nos dá a velocidade
bastante intrigante é o fato do carrinho, mínima que a moto deve ter no ponto
ao descrever um loop, passar de mais alto do globo, para não cair.
cabeça para baixo no ponto mais alto
do loop e não cair.
Observe no diagrama de forças
ilustrado que neste ponto as duas
forças atuantes no carrinho (peso e
normal) estão orientadas para baixo.

APOSTILA 2020 Página 19


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

3.8 CURVA NUM PLANO para dar maior segurança aos


HORIZONTAL motoristas, elevando-se a parte externa
da curva em relação à parte interna, as
Considere um automóvel descrevendo chamadas curvas sobrelevadas.
uma curva numa pista horizontal. Como Neste caso, dentro de certos limites, o
as forças peso e normal se anulam, ele carro pode fazer a curva, mesmo sem
depende do atrito para fazer o papel da atrito, graças ao fato de uma
componente centrípeta, conforme o componente da força normal
diagrama abaixo. desempenhar o papel de força
centrípeta, conforme se vê no diagrama
abaixo.

Direção y: como não há movimento,


Direção y: como não há movimento: N ·
temos: N = P
cos ɵ = P

Como existe um valor máximo que a


força de atrito pode assumir, existirá um
valor máximo que a velocidade pode ter
para que o carro não derrape.
2.10 ROTOR
A figura abaixo representa um
brinquedo de parque de diversão
conhecido por rotor.

2.9 CURVA SOBRELEVADA

Como no caso anterior a velocidade


máxima que o carro pode ter para fazer
a curva depende do coeficiente de atrito À medida que se aumenta a frequência
entre os pneus e o asfalto, e este valor de rotação do cilindro, o aumento da
pode diminuir sensivelmente se o pneu força normal (componente centrípeta)
passar, por exemplo, sobre uma faz crescer o valor da força de atrito.
mancha de óleo, nas estradas de alta Assim, a partir de certa frequência,
velocidade costuma-se usar um recurso pode-se retirar o piso do cilindro, que as

APOSTILA 2020 Página 20


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

pessoas não cairão, conforme o III - Entre os pontos A e B da trajetória


exposto. descrita pelo avião não há impulso
Direção y: como não há movimento, devido à ação da f orça centrípeta.
temos: P = Fat Somente está correto o que se lê em
Se o corpo estiver na iminência de A) I B) II C) III
escorregar, temos: D) II e III E) I e II

2. Um corpo de massa m = 0,2kg está


apoiado sobre um plano horizontal sem
atrito e preso, por meio de um fio de
comprimento 0,50m, a um ponto fixo 0.
Se o corpo é colocado para se
movimentar, de modo a percorrer uma
trajetória circular, com uma frequência
OBS: Esta é a menor velocidade constante de 600rpm, determinar a
tangencial que a pessoa pode ter para força de tração no fio.
não cair, se o piso for retirado.

Vamos fixar

1. Durante uma apresentação da A) 600 N B) 500 N


Esquadrilha da Fumaça, um dos aviões C) 400 N D) 300 N
descreve a trajetória circular da E) 250 N
figura, mantendo o módulo de sua
velocidade linear sempre constante. 3. (Uff) Uma criança se balança em um
balanço, como representado
esquematicamente na figura a seguir.
Assinale a alternativa que melhor
representa a aceleração a da criança no
instante em que ela passa pelo ponto
mais baixo de sua trajetória.

Sobre o descrito são feitas as seguintes


afirmações:
I - A força com a qual o piloto
comprime o assento do avião varia
enquanto ele percorre a trajetória
descrita. 4. Em um show de patinação no gelo,
II - O trabalho realizado pela força duas garotas de massas iguais giram
centrípeta que age sobre o avião é em movimento circular uniforme em
nulo em qualquer ponto da trajetória torno de uma haste vertical fixa,
descrita. perpendicular ao plano horizontal. Duas
fitas, F1 e F2, inextensíveis, de massas
APOSTILA 2020 Página 21
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

desprezíveis e mantidas na horizontal,


ligam uma garota à outra, e uma delas
à haste.
Enquanto as garotas patinam, as fitas, a
haste e os centros de massa das
garotas mantêm-se num mesmo plano Sendo v a velocidade instantânea e a a
perpendicular ao piso plano e horizontal aceleração centrípeta da esfera, o
esquema que melhor representa estes
dois vetores no ponto mais alto da
trajetória no interior do círculo é:

Considerando as informações indicadas


na figura, que o módulo da força de
tração na fita F1 é igual a 120 N e
desprezando o atrito e a resistência do
ar, é correto afirmar que o módulo da
força de tração, em newtons, na fita F2 7. Um caminhão transporta em sua
é igual a carroceria uma carga de 2 toneladas.
A) 120. B) 240. Considerando g = 10 m/s2, a
C) 60. D) 210. intensidade da força exercida pela
E) 180. carga sobre o piso da carroceria,
quando o veículo passa pelo ponto mais
5. Um carro percorre uma pista curva baixo de uma depressão com 300 m de
super elevada (tg Ɵ = 0,2) de 200 m de raio a uma velocidade de 30 m/s vale:
raio. (Dado: g = 10 m/s2.) Desprezando A) 6.000 N.
o atrito, qual é a velocidade máxima B) 14.000 N.
sem risco de derrapagem? C) 20.000 N.
D) 26.000 N.
A) 40 km/h. E) 32.000 N.
B) 48 km/h.
C) 60 km/h. 8. Na situação esquematizada na figura,
D) 72 km/h. a mesa é plana, horizontal e
E) 80 km/h. perfeitamente polida. A mola tem massa
desprezível, constante elástica igual a
2,0 · 102 N/m e comprimento natural
6. (UDESC) Considere o “looping” (sem deformação) de 80 cm.
mostrado na Figura, constituído por um
trilho inclinado seguido de um círculo.
Quando uma pequena esfera é
abandonada no trecho inclinado do
trilho, a partir de determinada altura,
percorrerá toda a trajetória curva do
trilho, sempre em contato com ele.
APOSTILA 2020 Página 22
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Se a esfera (massa de 2,0 kg) descreve


movimento circular e uniforme, qual o A força que atua sobre o peso e produz
módulo da sua velocidade tangencial? o deslocamento vertical da garrafa é a
força:
A) 1 m/s B) 2 m/s A) de inércia. B) gravitacional.
C) 3 m/s D) 4 m/s C) de empuxo. D) centrípeta.
E) 5 m/s E) elástica.

De olho no enem 3. A lombada de uma rodovia apresenta


raio de 2,5 m, conforme a figura abaixo:
1. As pistas para corridas de motos e de
bicicletas costumam ser sobrelevada
para que as curvas possam ser feitas
com maior segurança, não dependendo
apenas do atrito.
Imagine, que durante as olimpíadas de
Athenas 2004 , um atleta compete em
uma prova de ciclismo em pista oval
sobrelevada. Considerando o raio da
curva R, a inclinação da pista θ,
gravidade local g e desprezando o A velocidade máxima que um ônibus
atrito. Podemos afirmar que a pode ter para passar na lombada sem
velocidade da moto no momento da perder contato com o solo é:
curva é: A) 18 km/h. B) 36 km/h.
C) 40 km/h. D) 54 km/h.
E) 72 km/h.

4. Um dos fatores que influem no


desempenho de um carro de Fórmula 1
é o “efeito asa”. Esse efeito, que pode
ser mais ou menos acentuado, surge na
interação do ar com a geometria do
carro. Quando se altera o ângulo de
inclinação dos aerofólios, surge uma
força vertical para baixo, de forma que o
carro fica mais preso ao solo.
Considerando-se um carro com “efeito
asa” igual ao seu peso, coeficiente de
2. (ENEM) Observe o fenômeno atrito estático μe = 1,25 entre pneus e
indicado na tirinha a seguir. asfalto e g = 10 m/s2, esse carro pode
fazer uma curva plana horizontal de raio
de curvatura 100 m, sem deslizar, com
velocidade escalar máxima de:
A) 90 km/h. B) 144 km/h.
C) 180 km/h. D) 216 km/h.
E) 252 km/h.

APOSTILA 2020 Página 23


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

5. Um carrinho, apenas apoiado sobre pela força F e o deslocamento d,


um trilho, desloca-se para a direita com conforme a figura abaixo.
velocidade escalar constante, conforme
representa a figura abaixo. O trilho
pertence a um plano vertical e o trecho
que contém o ponto A é horizontal. Os
raios de curvatura nos pontos B e C são
iguais.

Seja Ft a componente tangencial da


força F , ou seja, sua componente na
direção do movimento, no caso
horizontal. O trabalho (W) realizado
pela força F é dado pelo produto da
componente Ft pelo deslocamento do
corpo, ou seja:
Sendo FA, FB e FC, respectivamente, as
intensidades das forças de reação
normal do trilho sobre o carrinho nos
pontos A, B e C, podemos concluir que:
A) FA = FB = FC; D) FA > FB > FC; No SI a unidade destas grandezas é
B) FC > FA > FB; E) FC > FB > FA. denominada joule (J), em homenagem
C) FB > FA > FC; ao físico britânico James Prescott Joule,
que conseguiu experimentalmente
GABARITO comprovar a equivalência entre calor e
Vamos Fixar trabalho mecânico. A unidade joule (J)
1 2 3 4 5 6 7 8 corresponde a:

joule (J) = newton (N) . metro (m)


De olho no Enem
1 2 3 4 5 Além da unidade do SI, há duas outras
unidades de energia que são
comumente utilizadas: a caloria (cal),
geralmente usada para expressar a
TÓPICO - 04 energia térmica transferida entre dois
TRABALHO DE UMA FORÇA
corpos e o quilowatt-hora (kWh),
comumente usado para expressar a
2.1 TRABALHO REALIZADO POR energia elétrica consumida por um
UMA FORÇA CONSTANTE aparelho, onde:

Consideremos uma criança que puxa 1 cal ≈ 4,2 J e 1 kWh = 3,6 · 106 J
um carrinho de brinquedo, apoiado
numa superfície horizontal, com o Como o trabalho é uma grandeza física
auxílio de um cordão que transmite ao escalar, ele fica esclarecido por um
carrinho uma força F constante, ao simples valor numérico (positivo ou
longo de um deslocamento d. negativo) acompanhado de sua
Considere ɵ como o ângulo formado respectiva unidade.

APOSTILA 2020 Página 24


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

No Sistema Internacional de unidades próprio peso, portanto a força peso


(SI), a unidade de trabalho é o joule (J), realiza trabalho.
que corresponde à expressão N · m.
Considere as três situações retratadas
pelas figuras a seguir, nas quais ɵ é o
ângulo formado pela força aplicada ao
corpo e o deslocamento que este sofre.

Sabemos que o trabalho realizado por


uma força deve-se exclusivamente à
ação de sua componente tangencial, o
que nos permite deduzir a fórmula que
Sabemos que o trabalho (W) é expressa o trabalho realizado pela força
realizado exclusivamente pela peso, conforme se vê no exemplo
componente da força na direção do abaixo.
movimento, denominada força
tangencial (Ft). As forças tangenciais
existentes estão representadas nos
diagramas a seguir.

2.2 TRABALHO REALIZADO POR


UMA FORÇA CUJA COMPONENTE
TANGENCIAL É VARIÁVEL
Caso a componente tangencial da força
seja variável, o trabalho realizado pela
força pode ser calculado pela área sob Convém lembrar que trabalho é uma
o gráfico que a relaciona com o grandeza física escalar e que o seu
deslocamento. valor pode ser positivo ou negativo.
Como o sinal é positivo quando a
componente tangencial é favorável ao
movimento e negativo quando ela é
contrária ao movimento, concluímos
que:

2.3 TRABALHO REALIZADO PELA


FORÇA PESO
Quando um skatista desce em uma
megarrampa, a força responsável pelo
seu ganho de velocidade é o seu

APOSTILA 2020 Página 25


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

2.4 TRABALHO REALIZADO PELA


FORÇA ELÁSTICA

Quando você utiliza uma baladeira –


também conhecida como estilingue –
para arremessar uma pedra, a energia
transferida de você para a pedra é fruto
de dois processos consecutivos de
transferência de energia. Num primeiro
momento, a força que você aplicou para
esticar a baladeira transferiu energia
sua para a borracha, portanto esta força
realizou trabalho.

Neste caso, o trabalho realizado pela


força elástica é positivo, pois esta tem o
mesmo sentido do movimento, mas
este trabalho pode ser negativo, se a
força elástica estiver contrária ao
deslocamento.
Posteriormente, quando você liberou a
borracha esticada, esta, ao retornar
espontaneamente ao seu comprimento
natural, aplicou uma força na pedra: a
força elástica. Como esta força
transferiu energia da borracha para a 2.5 Forças Conservativas e Dissipativas
pedra: colocando-a em movimento, esta
força realizou trabalho. São denominadas forças conservativas
Demonstraremos a seguir a expressão aquelas cujo trabalho realizado ao
matemática que indica o valor deste longo de uma trajetória fechada é nulo.
trabalho, comparando a borracha da Caso contrário, a força é chamada
baladeira a uma mola. dissipativa. As forças peso, elástica e
elétrica são conservativas, enquanto as
forças de atrito e de resistência do ar
são dissipativas. Veremos adiante que
o acúmulo de energia potencial deve-se
ao trabalho de uma força conservativa.
Daí, haver a energia potencial
gravitacional, associada ao trabalho da
força peso, e as energias potencial
elástica e elétrica, associadas,
respectivamente, ao trabalho da força
Como a força elástica (Fe ) é tangente à elástica e ao da força elétrica. Por esta
trajetória, a sua componente tangencial razão, a energia potencial gravitacional
é ela própria. (EPG) e a energia potencial elástica
(EPE) são definidas como:

APOSTILA 2020 Página 26


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

OBS:

2.6 POTÊNCIA

Definimos como potência de uma


máquina a grandeza que mede a
rapidez com que esta máquina realiza
trabalho. Assim, expressamos
matematicamente a potência de um
sistema como a razão entre o trabalho
que ele realiza e o intervalo de tempo
necessário para fazê-lo.
2.7 Rendimento de uma Máquina (ŋ)

O rendimento de uma máquina pode


ser dado pela relação entre a potência
que esta utiliza e a potência que ela
recebe, conforme o diagrama a seguir.
Caso a força seja paralela ao
deslocamento, podemos calcular a
potência desenvolvida pela equação
deduzida a seguir.

Vamos Fixar

1. Durante a Olimpíada de 2000, em


Sidney, um atleta de salto em altura,
Se aplicarmos a fórmula acima à de 60 kg, atingiu a altura máxima
velocidade instantânea, estaremos de 2,10 m, aterrizando a 3 m do seu
calculando a potência instantânea, e se ponto inicial. Qual o trabalho realizado
aplicarmos à velocidade média, pelo peso durante a sua descida? (g =
calcularemos a potência média. 10 m/s2)
A) 1.800 J B) 1.260 J
UNIDADES USUAIS C) 300 J D) 180 J
E) 21 J
watt (W) = joule (J)/segundo (s)
2. Uma cachoeira tem uma vazão
No entanto, há duas outras unidades média de 15 m3 por segundo. A
que são comumente utilizadas, densidade da água é 103kg/m3 e g = 10
principalmente para expressar a m/s2. Se a altura da cachoeira é 12
potência das máquinas térmicas, o m, então a potência média que pode
cavalo vapor (CV) e o horse power ser aproveitada dessa queda - d’água é:
(HP). A) 3,0 · 103kW B) 1,8 · 103kW

APOSTILA 2020 Página 27


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

C) 3,0 · 105Kw D) 1,5 · 106kW D) 20% E) 25%


E) zero
5. (Uece ) Uma bola está inicialmente
3. O monumento de Stonehenge, na presa ao teto no interior de um vagão
Inglaterra, é uma construção que de trem que se move em linha reta na
impressiona pela sua grandiosidade, horizontal e com velocidade constante.
sobretudo por ter sido construído por Em um dado instante, a bola se solta e
volta de 2800 a. C. A maior pedra em cai sob a ação da gravidade. Para um
Stonehenge mede cerca de 10 m e tem observador no interior do vagão, a bola
massa de 50 000 kg, tendo sido retirada descreve uma trajetória vertical durante
de uma pedreira a 30 km de distância a queda, e para um observador parado
do local. Uma das hipóteses a respeito fora do vagão, a trajetória é um arco de
de como um povo tão primitivo teria parábola. Assim, o trabalho realizado
sido capaz de realizar tamanha façanha pela força peso durante a descida da
supõe que a pedra teria sido arrastada bola é
em algum tipo de trenó primitivo por A) maior para o observador no solo.
sobre a neve. Considerando um B) diferente de zero e com mesmo valor
coeficiente de atrito cinético de 0,2 e para ambos os observadores.
que 500 pessoas teriam participado do C) maior para o observador no vagão.
arraste da enorme pedra de 50 000 kg, D) zero para ambos os observadores.
realizado na horizontal e a velocidade
constante, ao longo dos 30 km, e 6. (UNIFESP) A figura representa o
adotando g = 10 m/s2, pode- se afirmar gráfico do módulo F de uma força que
que o valor médio para o trabalho atua sobre um corpo em função do seu
realizado por cada indivíduo seria de deslocamento x. Sabe-se que a força
atua sempre na mesma direção e
sentido do deslocamento.

A) 2 000 kJ. B) 5 000 kJ.


C) 5 500 kJ. D) 6 000 kJ.
E) 6 500 kJ.
Pode-se afirmar que o trabalho dessa
4. (Fuvest ) No sistema cardiovascular força no trecho representado pelo
de um ser humano, o coração funciona gráfico é, em joules:
como uma bomba, com potência média A) 0. B) 2,5. C) 5,0.
de 10 W, responsável pela circulação D) 7,5. E) 10.
sanguínea. Se uma pessoa fizer uma
dieta alimentar de 2500 kcal diárias, a 7. (UFPE) Um homem usa uma bomba
porcentagem dessa energia utilizada manual para extrair água de um poço
para manter sua circulação sanguínea subterrâneo a 60 m de profundidade.
será, aproximadamente, igual a Calcule o volume de água, em litros,
Note e adote: 1 cal = 4 J. que ele conseguirá bombear, caso
A) 1% B) 4% C) 9% trabalhe a uma potência constante de

APOSTILA 2020 Página 28


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

50 watts durante 10 minutos. (Despreze - os passageiros no bonde, que se


as perdas devido ao atrito na bomba.) encontra no alto do monte, somam a
A) 20 B) 50 C) 100 massa de 600 kg;
D) 150 E) 200 - os passageiros no bonde, que se
encontra ao pé do monte, somam a
8. Em uma competição de salto em massa de 1 000 kg;
distância, um atleta de 70 kg tem, - a aceleração da gravidade tem valor
imediatamente antes do salto, uma 10 m/s2;
velocidade na direção horizontal de - cada bonde se move com velocidade
módulo 10 m/s. Ao saltar, o atleta usa constante.
seus músculos para empurrar o chão na Conclui- se corretamente que a energia
direção vertical, produzindo uma empregada pelo motor, que movimenta
energia de 500 J, sendo 70% desse o sistema funicular para levar os
valor na forma de energia cinética. passageiros a seus destinos, deve ser,
Imediatamente após se separar do em joules,
chão, o módulo da velocidade do atleta Para responder a essa questão, lembre
é mais próximo de -se de que a energia potencial
A) 10,0 m/s B) 10,5 m/s gravitacional é calculada pela relação:
C) 12,2 m/s D) 13,2 m/s
E) 13,8 m/s E pot = m . g .h
De olho no Enem
A) 40 000. B) 150 000.
1. Um atrativo da cidade de Santos é C) 600 000. D) 900 000.
subir de bondinho até o topo do Monte E) 1 000 000.
Serrat, que se localiza
aproximadamente 150 m do nível do 2. Oscarito e Ankito, operários de
mar. O funicular é um sistema construção civil, recebem a tarefa de
engenhoso de transporte de pessoas erguer, cada um deles, um balde cheio
que liga dois bondinhos idênticos por de concreto, desde o solo até o topo de
meio de um único cabo, fazendo com dois edifícios de mesma altura,
que o peso do bonde que desce o conforme ilustra a figura abaixo. Ambos
monte auxilie a subida do outro bonde. os baldes têm a mesma massa.
Nesse sistema, se os atritos forem Oscarito usa um sistema com uma polia
desprezíveis, o esforço da máquina que fixa e outra móvel e Ankito um sistema
movimenta o cabo se resumirá apenas com apenas uma polia fixa.
ao esforço de transportar passageiros. Considere que o atrito, as massas das
polias e as massas das cordas são
desprezíveis e que cada balde sobe
com velocidade constante.

Considere que, em uma viagem,

APOSTILA 2020 Página 29


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

zigue-zague, Dona Maria, procura


economizar:
A) tempo. B) deslocamento.
C) trabalho. D) energia.
E) potência.

4. (UNICAMP) Era uma vez um povo


que morava numa montanha onde
havia muitas quedas-d’água. O trabalho
Nessas condições, para erguer seu era árduo e o grão era moído em pilões.
balde, o trabalho realizado pela força [...] Um dia, quando um jovem suava ao
exercida por Oscarito é: pilão, seus olhos bateram na queda-
A) menor do que o trabalho que a força d’água onde se banhava diariamente.
exercida por Ankito realiza, e a força [...] Conhecia a força da água, mais
mínima que ele deve exercer é menor poderosa que o braço de muitos
que a força mínima que Ankito exerce. homens. [...] Uma faísca lhe iluminou a
B) igual ao trabalho que a força mente: não seria possível domesticá-la,
exercida por Ankito realiza, e a força ligando-a ao pilão?
ALVES, Rubens. Filosofia da Ciência: Introdução
mínima que ele deve exercer é maior ao jogo e suas regras. São Paulo, Brasiliense,
que a força mínima que Ankito exerce. 1987.
C) menor do que o trabalho que a força Essa história ilustra a invenção do pilão
exercida por Ankito realiza, e a força d‘água (monjolo).
mínima que ele deve exercer é maior Podemos comparar o trabalho realizado
que a força mínima que Ankito exerce. por um monjolo de massa igual a 30 kg
D) igual ao trabalho que a força com aquele realizado por um pilão
exercida por Ankito realiza, e a força manual de massa igual a 5,0 kg. Nessa
mínima que ele deve exercer é menor comparação desconsidere as perdas e
que a força mínima que Ankito exerce. considere g = 10 m/s2.
E) igual ao trabalho que a força Um trabalhador ergue o pilão manual e
exercida por Ankito realiza, e a força deixa-o cair de uma altura de 60 cm. O
mínima que ele deve exercer é igual à monjolo cai sobre grãos de uma altura
força mínima que Ankito exerce. de 2 m. O pilão é batido a cada 2 s, e o
monjolo a cada 4 s.
3. A casa de dona Maria fica no alto de Quantas pessoas seriam necessárias
uma ladeira. O desnível entre sua casa para realizar o trabalho do monjolo num
e a rua que passa no pé da ladeira é de mesmo tempo?
20 metros. Dona Maria tem 60 kg e A) 2 B) 4 C) 6
sobe a rua com velocidade constante. D) 8 E) 10
Quando ela sobe a ladeira trazendo
sacolas de compras, sua velocidade é 5. O teste Margaria de corrida em
menor. E seu coração, quando ele escada é um meio rápido de medida de
chega à casa, está batendo mais potência anaeróbica de uma pessoa.
rápido. Por esse motivo, quando as Consiste em fazê-la subir uma escada
sacolas de compras estão pesadas, de dois em dois degraus, cada um com
Dona Maria sobe a ladeira em zigue- 18 cm de altura, partindo com
zague. Ao fazer esse percurso em velocidade máxima e constante de uma
distância de alguns metros da escada.

APOSTILA 2020 Página 30


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Quando pisa no 8º degrau, a pessoa


aciona um cronômetro, que se desliga
quando pisa no 12º degrau. Se o
intervalo de tempo registrado para uma
pessoa de 70 kg foi de 2,8 s e
considerando a aceleração da
2
gravidade igual a 10 m/s , a potência
média avaliada por esse método foi de
A) 180 W. B) 220 W. C) 432 W.
E = m . V2
D) 500 W. E) 644 W. 2
5.1.1 Teorema do trabalho - energia
GABARITO
Cinética
Vamos Fixar
1 2 3 4 5 6 7 8 9
Sob ação de uma força resultante
constante, de mesma direção que a
velocidade, como mostra a figura a
De olho no Enem
seguir:
1 2 3 4 5

TÓPICO - 05
ENERGIAS MECÂNICAS

Sabemos que existem várias formas Demonstração:


através das quais a energia se
manifesta, tais como: energia química, 1. Para a expressão de Torricelli,
energia térmica, energia mecânica, temos:
energia solar, energia nuclear etc.
Neste tópico, estudaremos um tipo
especial de energia, a energia 2. multiplicar membro da equação por
mecânica, que está associada ao membro por m/2.
movimento ou à possibilidade de
movimento de um corpo.

5.1 Energia Cinética (Ec) 3. realizando as devidas simplificações.

Para determinar o modo como se


calcula o valor da energia cinética de
um corpo, considere um corpo de 4. resultando na seguinte equação:
massa m que se move com velocidade
inicial de módulo v0, matematicamente
como:
O trabalho da resultante das forças
aplicadas em um corpo é igual à
variação de sua energia cinética.

APOSTILA 2020 Página 31


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

necessário exercer uma força, à qual


está atrelado um deslocamento.

5.2 Energia potencial gravitacional

Outra forma de energia que comumente


aparece em exercícios e em situações
cotidianas é a energia potencial
gravitacional. Ela está associada à
posição que um corpo ocupa em um
campo gravitacional, e sua variação
entre dois pontos, A e B, pode ser
definida pelo trabalho que a força peso
Como a força elástica (Fe ) é tangente à
executa no deslocamento entre esses
trajetória, a sua componente tangencial
dois pontos. Considerando o campo
é ela própria.
gravitacional constante entre
A e B, teremos:
Ft variável WFe = área (Fe x d)

5.3 Energia potencial elástica (Epe)

Enquanto a energia potencial é uma


energia latente. Assim, a energia
mecânica é aquela que está direta ou
indiretamente associada aos
movimentos dos corpos, sendo
subdividida em três formas de energia:
a energia potencial gravitacional (EPG),
Ao puxarmos um arco (utilizado em a energia potencial elástica (EPE) e a
arco e flecha), um elástico ou energia cinética (EC).
distendermos uma mola, estamos
realizando trabalho sobre um sistema.
Para que tais eventos ocorram, é

APOSTILA 2020 Página 32


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Exemplo 2: Comprime-se uma mola de


constante elástica k de uma distância x,
com a ajuda de uma esfera de massa
m. Quando esta é solta, a energia
potencial elástica da mola é transferida
para a bolinha, que adquire energia
cinética. Assim, a bolinha sobe a rampa
até uma certa altura máxima h, que se
deseja calcular.
5.4 Conservação da energia mecânica

SISTEMAS CONSERVATIVOS

Dado um sistema em que


somente forças conservativas realizam
trabalho, podemos afirmar que a sua
energia mecânica permanece
constante.

Observe os exemplos clássicos de


sistemas conservativos ilustrados a Exemplo 3: Abandona-se uma esfera
seguir. Em todos eles há realização de da extremidade esquerda de uma taça
trabalho apenas pelas forças semiesférica de raio R e deseja-se
conservativas, a força peso e a força saber com qual velocidade esta chega
elástica; o atrito e a força de resistência ao ponto mais baixo da trajetória.
do ar são desprezíveis.

Exemplo 1: No exemplo ilustrado pela


figura abaixo, um carrinho parte do
repouso de determinada posição e
desliza por um trilho onde o atrito pode
ser desprezado até passar em outro
ponto com certa velocidade, que se
deseja calcular.

Exemplo 4: Considere um pêndulo de


comprimento R e massa m que é
abandonado de uma posição em que o
fio se apresenta na horizontal e deseja-
se saber qual o valor do módulo da
tração atuante na esfera quando ela
passa pelo ponto mais baixo da
trajetória.

APOSTILA 2020 Página 33


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Inicialmente, a corda elástica atada aos


seus tornozelos está totalmente sem
tensão (energia potencial elástica nula).
O estudante cai, a partir do repouso,
uma distância vertical máxima de 40 m,
Exemplo 5: Na figura abaixo, deseja-se em relação ao seu ponto de partida.
saber com que velocidade mínima a Desprezando-se as variações de
esfera deve ser lançada a partir da energia cinética e potencial da corda
posição indicada, para que ela possa elástica ideal, bem como as perdas de
descrever o loop sem cair. energia por dissipação, qual a energia
potencial elástica armazenada na corda
É óbvio que a velocidade inicial mínima, quando o estudante se encontra no
para que seja descrito o loop é aquela ponto mais baixo da sua trajetória?
que faz com que a esfera passe pelo A) 12.000 J. B) 24.000 J.
ponto P com a velocidade mínima C) 120.000 J. D) 240.000 J.
permitida. Por analogia com o loop da E) 1.200.000 J.
montanha russa, discutido no capítulo
anterior, a velocidade mínima que a 2. O Beach Park, localizado em
esfera deve ter, ao passar pelo ponto P, Fortaleza – CE, é o maior parque
aquático da América Latina situado na
deve ser dada por beira do mar. Uma de suas principais
atrações é um toboágua chamado
“Insano”. Descendo esse toboágua,
uma pessoa atinge sua parte mais
baixa com velocidade de módulo 28
m/s. Considerando-se a aceleração da
gravidade com módulo g = 9,8 m/s2 e
desprezando-se os atritos, conclui-se
que a altura do toboágua, em metros, é
de:
A) 40. B) 38. C) 37.
Vamos fixar D) 32. E) 28.

1. (UFAL) Um estudante de peso 600 N 3. Um skatista brinca numa rampa de


salta de “bungee jumping” de uma skate conhecida por “half pipe”. Essa
ponte a uma distância considerável do pista tem como corte transversal uma
solo. semicircunferência de raio 3 metros,
conforme mostra a figura. O atleta,
saindo do extremo A da pista com

APOSTILA 2020 Página 34


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

velocidade de 4 m/s, atinge um ponto B 10m/s2, pode-se afirmar que a pessoa


de altura máxima h. atinge o ponto C com uma velocidade,
em m/s, de módulo igual a
A) 8. B) 10. C) 6
D) 12. E) 4.

5. Um carrinho de montanha russa tem


velocidade igual a zero na posição 1,
indicada na figura abaixo, e desliza no
trilho, sem atrito, completando o círculo
Desconsiderando a ação de forças até a posição 3.
dissipativas e adotando a aceleração da
gravidade g = 10 m/s2, o valor de h, em
metros, é de
A)0,8. B) 1,0. C) 1,2.
D) 1,4. E) 1,6.

4. A figura ilustra um brinquedo


oferecido por alguns parques,
conhecido por tirolesa, no qual uma A menor altura h, em metros, para o
pessoa desce de determinada altura carro iniciar o movimento sem que
segurando-se em uma roldana apoiada venha a sair do trilho na posição 2 é
numa corda tensionada. Em A) 36. B) 48. C) 60.
determinado ponto do percurso, a D) 72. E) 84.
pessoa se solta e cai na água de um
lago. 5.

A figura representa o processo mais


Considere que uma pessoa de 50kg usado nas hidrelétricas para obtenção
parta do repouso no ponto A e desça de energia elétrica no Brasil. As
até o ponto B segurando-se na roldana, transformações de energia nas
e que nesse trajeto tenha havido perda posições I→II e II→III da figura são,
de 36% da energia mecânica do respectivamente,
sistema, devido ao atrito entre a roldana A) energia cinética → energia elétrica e
e a corda. No ponto B ela se solta energia potencial → energia cinética.
atingindo o ponto C na superfície da B) energia cinética → energia potencial
água. Em seu movimento, o centro de e energia cinética → energia elétrica.
massa da pessoa sofre o desnível C) energia potencial → energia cinética
vertical de 5m mostrado na figura. e energia cinética → energia elétrica.
Desprezando-se a resistência do ar e a D) energia potencial → energia elétrica
massa da roldana, e adotando g = e energia potencial → energia cinética.
APOSTILA 2020 Página 35
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

E) energia potencial → energia elétrica aceleração da gravidade é 10 m/s2 ,


e energia cinética → energia elétrica. qual a velocidade (em m/s) do
personagem no ponto mais baixo da
6. Arlindo é um trabalhador dedicado. trajetória?
Passa grande parte do tempo de seu A) 30. B) 200.
dia subindo e descendo escadas, pois C) 20. D) 300.
trabalha fazendo manutenção em
edifícios, muitas vezes no alto. Com 8. (UECE) O período atual de estiagem
velocidade escalar constante. no Ceará tem tornado bastante comum
o uso do popularmente conhecido poço
profundo. Considere um poço desse
tipo com uma profundidade de 80 m
abaixo da superfície. Suponha também
que o nível do espelho d’água esteja a
10 m do fundo. Assuma que o nível
referência para cálculo da energia
potencial seja a superfície onde se
Nesse movimento, pode-se afirmar que, localiza a parte superior do poço, ou
em relação ao nível horizontal do solo, seja, massas localizadas na superfície
o centro de massa do corpo de Arlindo: têm energia potencial gravitacional
A) perdeu energia cinética. zero. Durante o bombeamento, a
B) ganhou energia cinética. energia potencial gravitacional da água
C) perdeu energia potencial desde o fundo do poço até chegar ao
gravitacional. nível do solo
D) ganhou energia potencial A) diminui.
gravitacional. B) é constante e positiva.
E) perdeu energia mecânica. C) aumenta.
D) é constante e negativa
7. (UECE-14.2) Uma história em
quadrinhos fala de um personagem que De olho no Enem
salta de uma altura de 30 m acima do
solo, preso por um fio esticado e 1. (Enem) Observe a situação descrita
inextensível de 20 m de comprimento, na tirinha a seguir.
realizando uma trajetória circular
conforme a figura a seguir.

O ponto de fixação do fio também está


Assim que o menino lança a flecha, há
a 30 m do solo. Despreze as forças de
transformação de um tipo de energia
atrito. Considerando que o módulo da

APOSTILA 2020 Página 36


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

em outra. A transformação, nesse caso,


é de energia 3. O Ceará é hoje um dos principais
A) potencial elástica em energia destinos turísticos do país e uma das
gravitacional. suas atrações é o Beach Park, um
B) gravitacional em energia potencial. parque temático de águas. O toboágua,
C) potencial elástica em energia um dos maiores da América Latina, é
cinética. uma das atrações preferidas e mais
D) cinética em energia potencial radicais, com uma altura de 41m.
elástica. Considere uma criança deslizando
E) gravitacional em energia cinética. desta altura e despreze o atrito.

2. Uma pessoa, com 80 kg de massa,


gasta para realizar determinada
atividade física a mesma quantidade de
energia que gastaria se subisse
diversos degraus de uma escada,
equivalente a uma distância de 450 m
na vertical, com velocidade constante,
num local onde g = 10 m/s2.
A tabela a seguir mostra a quantidade
de energia, em joules, contida em
porções de massas iguais de alguns Analise as afirmações:
alimentos. I. Quanto maior for o peso da criança,
maior a velocidade final alcançada.
II. A energia cinética da criança, na
chegada, depende da altura do
toboágua.
III. O tempo de queda não depende da
altura do toboágua.
IV. Se a descida fosse em linha reta, a
velocidade final seria a mesma.
Marque a opção verdadeira:
Considerando que o rendimento A) Somente a afirmativa II é correta.
mecânico do corpo humano seja da B) As afirmativas II e III são corretas.
ordem de 25%, ou seja, que um quarto C) As afirmativas I e IV são corretas.
da energia química ingerida na forma D) As afirmativas II e IV são corretas.
de alimentos seja utilizada para realizar E) Somente a afirmativa IV é correta.
um trabalho mecânico externo por meio
da contração e expansão de músculos, 4. Um bungee jumper de 2 m de altura
para repor exatamente a quantidade de e 100 kg de massa pula de uma ponte
energia gasta por essa pessoa em sua usando uma bunggecord, de 18 m de
atividade física, ela deverá ingerir 4 comprimento quando não alongada,
porções de constante elástica de 200 N/m e massa
A) castanha de caju. desprezível, amarrada aos seus pés.
B) batata frita. Na sua descida, a partir da superfície
C) chocolate. da ponte, a corda atinge a extensão
D) pizza de mussarela. máxima sem que ele toque nas rochas
E) espaguete. embaixo. Das opções abaixo, a menor
APOSTILA 2020 Página 37
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

distância entre a superfície da ponte e


as rochas, para que o bunge jumper
não quebre o pescoço, é:
A) 26 m.
B) 31 m.
C) 36 m.
D) 41 m.
Desprezando as perdas de energia e o
E) 46 m.
peso do esqueite, o número mínimo de
idas e vindas que o atleta deve realizar
para atingir uma altura (h) de 3 m acima
5. No “salto com vara”, um atleta corre do topo da rampa é:
segurando uma vara e, com perícia e A) 2. B) 3. C) 4.
treino, consegue projetar seu corpo por D) 6. E) 8.
cima de uma barra. Para uma
estimativa da altura alcançada nesses
saltos, é possível considerar que a vara GABARITO
sirva apenas para converter o Vamos Fixar
movimento horizontal do atleta (corrida) 1 2 3 4 5 6 7 8
em movimento vertical, sem perdas ou
acréscimos de energia. Na análise de
um desses saltos, foi obtida a De olho no Enem
sequência de imagens reproduzida a 1 2 3 4 5 6
seguir. Nesse caso, é possível estimar
que a velocidade máxima atingida pelo
atleta, antes do salto, foi de
aproximadamente:
TÓPICO - 06
IMPULSO E QUANTIDADE DE
MOVIMENTO

6.1 Impulso de uma força

A) 4 m/s. B) 6 m/s. C) 7 m/s. É a grandeza física vetorial associada


D) 8 m/s. E) 9 m/s. ao produto de uma força pelo seu
intervalo de tempo de ação.
6. Uma das competições dos X-games
são as manobras dos esqueitistas em
uma rampa em U. Um atleta parte do
repouso do topo da rampa e através do
movimento do seu corpo, de peso 800 - módulo: I = F. ∆t, se o módulo da
N, consegue ganhar 600 J a cada ida e força for constante.
vinda na rampa, conforme ilustração a - direção: a mesma da força.
seguir. - sentido: o mesmo da força.

APOSTILA 2020 Página 38


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

OBS:
Se o módulo da força for variável, o
módulo do Impulso é calculado pela
área sob o gráfico da força em função
6.4 Conservação da quantidade de
do tempo.
movimento

I ≈ Área da figura Se a força resultante de um sistema é


nula, a sua quantidade de movimento
permanece constante.
6.2 Quantidade de Movimento (Q)

Chamamos de quantidade de
movimento de um corpo à grandeza
vetorial dada pelo produto de sua
massa por sua velocidade.
Vamos Fixar

- módulo: Q = m.v 1. Um canhão de artilharia horizontal de


- direção: a mesma da velocidade 1t dispara uma bala de 2Kg que sai da
- sentido: o mesmo da velocidade peça com velocidade de 300m/s.
Admita a velocidade da bala constante
OBS: no interior do canhão. Qual a
velocidade de recuo da peça do
As unidades de impulso e quantidade canhão?
de movimento são iguais.
comprovaremos esta igualdade 0,2 m/s
comparando as unidades do SI. 0,4 m/s
0,6 m/s
Unidade SI (Q) = kg .m/s 0,8 m/s
6.3 Teorema do impulso 10 m/s

O impulso da força resultante aplicada a


um corpo é igual à variação de sua 2. Um peixe de 8,6 Kg, nadando para
quantidade de movimento. direita a 1m/s, engole um peixinho de
0,4 Kg, que nada na sua direção a 3,5
m/s, como indicado na figura.

APOSTILA 2020 Página 39


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Qual o módulo da velocidade do peixe


maior imediatamente após engolir o
menor?
0,2 m/s.
0,4 m/s.
0,6 m/s.
0,8 m/s.
10 m/s.
Quando o menino salta do carrinho em
3. Uma bola de massa 0,50 kg foi
repouso, com velocidade horizontal de
chutada diretamente para o gol,
2 m/s, o carrinho vai para trás com
chegando ao goleiro com velocidade de
velocidade de 3 m/s. Deste modo,
40 m/s. Este consegue espalmá - la
podemos afirmar que a massa do
para a lateral e a bola deixa as mãos
menino é de:
do goleiro com velocidade de 30 m/s,
12 kg. 24 kg. 36 kg.
perpendicularmente à direção inicial de
48 kg. 54 kg.
seu Movimento. O impulso que o
goleiro imprime à bola tem módulo, em
6. (UFPE) Uma menina de 40 kg é
unidades do Sistema Internacional:
transportada na garupa de uma bicicleta
50
de 10 kg, a uma velocidade constante
25
de módulo 2,0 m/s, por seu irmão de 50
20
kg. Em dado instante, a menina salta
15
para trás com velocidade de módulo 2,5
10
m/s em relação ao solo. Após o salto, o
irmão continua na bicicleta, afastando-
4. Em plena feira, enfurecida com a
se da menina. Qual o módulo da
cantada que havia recebido, a mocinha,
velocidade da bicicleta, em relação ao
armada com um tomate de 120 g,
solo, imediatamente após o salto?
lança-o em direção ao atrevido feirante,
Admita que durante o salto o sistema
atingindo-lhe a cabeça com velocidade
formado pelos irmãos e pela bicicleta
de 6 m/s. Se o choque do tomate foi
seja isolado de forças externas.
perfeitamente inelástico e a interação
trocada pelo tomate e a cabeça do
rapaz demorou 0,01 s, a intensidade da
força média associada à interação foi
de:
20 N.
36 N.
48 N.
72 N.
94 N.
3,0 m/s 4,0 m/s 5,0 m/s
5. Na figura, o menino e o carrinho têm 3,5 m/s 4,5 m/s
juntos 60 kg.
7. Uma bola de massa igual a 40 g, ao
chegar ao local em que se encontra um
APOSTILA 2020 Página 40
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

tenista, tem velocidade horizontal de De olho no Enem


módulo 12 m/s. A bola é golpeada pela
raquete do atleta, com a qual interage 1. (UECE) Em dois disparos de uma
durante 2,0 · 10–2 s, retornando arma de fogo, as balas colidem
horizontalmente em sentido oposto ao perpendicularmente à superfície de
do movimento inicial. Supondo que a duas placas de aço verticais idênticas, e
bola abandone a raquete com diretamente no seu centro geométrico.
velocidade de módulo 8,0 m/s, calcule a O projétil do segundo disparo tem
intensidade média da força que a massa maior que o do primeiro e em
raquete exerce sobre a bola. ambos as balas saem com a mesma
velocidade inicial. Apenas no segundo
disparo a placa foi derrubada.
Desprezando - se o atrito do ar, a
explicação mais plausível para que a
placa tenha sido derrubada é:
o momento linear do projétil antes da
colisão foi menor no segundo disparo.
no segundo disparo, a energia
20 N 30 N 40 N potencial gravitacional antes da colisão
60 N 80 N do projétil foi maior.
no segundo disparo, a energia
8. Um homem de massa 70 kg, sentado potencial gravitacional antes da colisão
em uma cadeira de rodas inicialmente do projétil foi menor.
em repouso sobre o solo plano e o momento linear do projétil antes da
horizontal, lança horizontalmente um colisão foi maior no segundo disparo.
pacote de massa 2,0 kg com velocidade
de intensidade 10 m/s. Sabendo que, 2. (Ueg 2017) Na olimpíada, o remador
imediatamente após o lançamento, a Isaquias Queiroz, ao se aproximar da
velocidade do conjunto homem-cadeira linha de chegada com o seu barco,
de rodas tem intensidade igual a 0,25 lançou seu corpo para trás. Os analistas
m/s, calcule a massa da cadeira de do esporte a remo disseram que esse
rodas. ato é comum nessas competições, ao
se cruzar a linha de chegada.
40 Kg 30 Kg 20 Kg
10 Kg 5 Kg Em física, o tema que explica a ação do
remador é
9. (UECE) No instante em que uma o lançamento oblíquo na superfície
bola de 0,5 kg atinge o ponto mais alto, terrestre.
após ter sido lançada verticalmente a conservação da quantidade de
para cima com velocidade inicial de 10 movimento.
m/s, seu momento linear tem módulo o processo de colisão elástica
0,5. 10. unidimensional.
0. 5. o princípio fundamental da dinâmica
de Newton.
a grandeza viscosidade no princípio
de Arquimedes.

APOSTILA 2020 Página 41


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

3. (Fac. Pequeno Príncipe - Medici Saúde vem fazendo junto com outros
2016) O pêndulo balístico, inventado órgãos do governo”, destacou o Ministro
no século XIX, é um dispositivo da Saúde, Arthur Chioro.
bastante preciso na determinação da
velocidade de projéteis e é constituído Estudo da Associação Brasileira de
por um bloco, geralmente de madeira, Medicina de Tráfego (Abramet) mostra
suspenso por dois fios de massas que o cinto de segurança no banco da
desprezíveis e inextensíveis, conforme frente reduz o risco de morte em 45% e,
mostrado a seguir. Para o pêndulo da no banco traseiro, em até 75%. Em
figura, considere que o projétil tenha 2013, um levantamento da Rede Sarah
massa de 50 g e o bloco de 5 kg e que, apontou que 80% dos passageiros do
após ser atingido pelo projétil, o bloco banco da frente deixariam de morrer, se
alcança uma altura h = 20 cm. Determine os cintos do banco de trás fossem
a velocidade do projétil no instante em usados com regularidade.
que atinge o bloco. (Faça g = 10 m s2 ). Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/ultimas-
noticias/1596-metade-dos-brasileiros-nao-usa-cinto-de-
seguranca-no-banco-detras
Acesso em: 12 de julho de 2015.

Em uma colisão frontal, um passageiro


sem cinto de segurança é arremessado
para a frente. Esse movimento coloca
em risco a vida dos ocupantes do
veículo. Vamos supor que um carro
popular com lotação máxima sofra uma
colisão na qual as velocidades inicial e
final do veículo sejam iguais a 72 km h e
202 m s.
zero, respectivamente. Se o passageiro
212 m s.
do banco de trás do veículo tem massa
222 m s.
igual a 80 kg e é arremessado contra o
242 m s.
banco da frente, em uma colisão de
252 m s.
400 ms de duração, a força média
sentida por esse passageiro é igual ao
4. (Upe-ssa 1 2016) “Ao utilizar o cinto peso de
de segurança no banco de trás, o 360 kg na superfície terrestre.
passageiro também está protegendo o
400 kg na superfície terrestre.
motorista e o carona, as pessoas que
1440 kg na superfície terrestre.
estão na frente do carro. O uso do cinto
de segurança no banco da frente e, 2540 kg na superfície terrestre.
principalmente, no banco de trás pode 2720 kg na superfície terrestre.
evitar muitas mortes. Milhares de GABARITO
pessoas perdem suas vidas no trânsito, Vamos Fixar
e o uso dos itens de segurança pode 1 2 3 4 5 6 7 8 9
reduzir essa estatística. O Brasil
também está buscando, cada vez mais,
fortalecer a nossa ação no campo da De olho no Enem
prevenção e do monitoramento. Essa é 1 2 3 4
uma discussão que o Ministério da

APOSTILA 2020 Página 42


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Q antes = QA +QB = mA.vA + mB.vB


TÓPICO - 07
Q antes = 4.(+9) + 2.(-12) = 12 Kg.m/s
COLISÕES

7.1 Coeficiente de restituição numa


colisão

O coeficiente de restituição (e) de uma


colisão é o fator de avalia o grau de Q depois = (mA + mB). v = (4 + 2). v
elasticidade de uma colisão. Uma
colisão 100 % elástica tem coeficiente Q antes = Q depois
e= 1, ao passo que uma colisão
inelástica tem coeficiente e= 0. 12 = (4 + 2). v v = 2 m/s
Matematicamente, esse coeficiente é
definido pela razão: 7.3 Colisão elástica (e = 1)

A colisão elástica é a colisão perfeita,


que conhece sem perda de energia
mecânica.

Exemplo 1: A figura mostra duas caixas


A e B, de massas M e 3M, que se
movem com velocidades 15 m/s e 2
m/s. Determine a velocidade adquirida
pelas caixas A e B após sofrerem uma
colisão elástica.

7.2. Colisão inelástica (e = 0)

Uma colisão é considerada inelástica


quando os corpos que se chocam
permanecem unidos, grudados após o
contato.

Exemplo 1: A figura mostra duas caixas


A e B, de massas 4 kg e 2 Kg, que se Q antes = Q após
movem com velocidades 9 m/s e 12
m/s, em sentidos opostos até se M.vA + 3M.vB = m.(-v´A) + 3M.v´B
chocarem inelásticamente.
vA + 3.vB = - v´A + 3.v´B
VA VB
3.v´B - v´A = 12 + 3.2 = 18 (I)

v´A + v´B = 10 (II)


APOSTILA 2020 Página 43
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Resolvendo o sistema das equações I e Resolvendo o sistema das equações I e


II temos: II temos:

v´A = 3 m/s e v´B = 7 m/s v´A = -6 m/s e v´B = 8 m/s

7.4 colisão parcialmente elástica Vamos fixar


(0 < e < 1)
Como o próprio o nome sugere, essa 1. Uma esfera de massa de modelar,
modalidade de colisão é intermediária de 100 gramas, é abandonada de
entre a colisão elástica (perfeita) e a determinada altura e cai em queda
colisão inelástica. livre durante 0,40 segundo, atingindo
o solo sem pular, num choque
Apesar de haver conservação da perfeitamente inelástico. Admitindo-
quantidade de movimento durante o se g = 10 m/s2, pode- se afirmar
impacto, uma parte da energia que o módulo da variação da
mecânica do sistema será perdida, quantidade de movimento dessa
sendo geralmente convertida em esfera, ocorrida no choque com o
energia térmica (calor). solo foi, em kg · m/s, de:

Exemplo 1: A figura mostra duas caixas zero 0,20 0,40


A e B, de massas M e 3M, que se 0,60 0,80
movem com velocidades 15 m/s e 5
m/s. Determine a velocidade adquirida 2. Um pequeno vagão de massa m
pelas caixas A e B após sofrerem uma e velocidade v movendo - se sobre
colisão elástica. trilhos, na horizontal e em linha reta,
atinge outro vagão de massa 3m,
que está em repouso sem estar
freado, ficando engatado neste.
Imediatamente após o impacto, os
vagões movem - se com velocidade:
3v 2v 1v
v/3 v/4

3. Considere duas esferas de mesmo


raio, deslocando- se sobre uma
Q antes = Q após superfície plana e horizontal e que
vão colidir frontalmente. Os valores
M.vA + 3M.vB = m.(-v´A) + 3M.v´B de suas massas e respectivas
velocidades são apresentados no
vA + 3.vB = - v´A + 3.v´B esquema abaixo. Notando- se que,
após o choque, as esferas
3.v´B - v´A = 12 + 3.5 = 30 (I) seguiram grupadas uma à outra,
qual a velocidade adquirida pelo
sistema das duas esferas?

v´A + v´B = 2 (II)


APOSTILA 2020 Página 44
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

depois do choque. Qual a velocidade


do projétil encravado imediatamente
após a colisão em relação à sua
velocidade inicial?
O dobro. A metade.
A mesma. O triplo.
2,4m/s 3,6m/s 4,8m/s
5,2m/s 6,0m/s
7. (UECE) Por transportar uma carga
4. Um automóvel a 30m/s choca-se extremamente pesada, um certo
caminhão trafega a uma velocidade de
contra a traseira de outro de igual
10 m/s. Um rapaz à beira da estrada
massa que segue no mesmo sentido a
brinca com uma bola de tênis.
20m/s. Se os dois ficam unidos, a
Quando o caminhão passa, ele resolve
velocidade comum imediatamente após
jogar a bola na traseira do mesmo.
a colisão será, em m/s, de:
Sabendo-se que a bola atinge a traseira
15 25 20 do caminhão perpendicularmente, com
30 50 velocidade de 20 m/s, em relação ao
solo, qual a velocidade horizontal final
5. Duas bolas de bilhar colidiram de da bola após o choque? considere um
forma completamente elástica. Então, choque perfeitamente elástico.
em relação à situação anterior à 10 m/s.
colisão, 20 m/s.
suas energias cinéticas individuais 30 m/s.
permaneceram iguais. Zero.
suas quantidades de movimento
8. (Uece 2016) Em um dado jogo de
individuais permaneceram iguais.
sinuca, duas das bolas se chocam uma
a energia cinética total e a
contra a outra. Considere que o choque
quantidade de movimento total do
é elástico, a colisão é frontal, sem
sistema permaneceram iguais.
rolamento, e despreze os atritos. No
as bolas de bilhar se movem, ambas,
com a mesma velocidade final. sistema composto pelas duas bolas há
conservação de
apenas a quantidade de movimento
momento linear e força.
total permanece igual.
energia cinética e força.
momento linear e energia cinética.
6. (UECE) Um projétil disparado
calor e momento linear.
horizontalmente de uma arma de fogo
atinge um pedaço de madeira e fica
encravado nele de modo que após o 9. (Pucrj 2015) Uma massa de 10 g e
choque os dois se deslocam com velocidade inicial de 5,0 m / s colide, de
mesma velocidade. Suponha que essa modo totalmente inelástico, com outra
madeira tenha a mesma massa do massa de 15 g que se encontra
projétil e esteja inicialmente em inicialmente em repouso.
repouso sobre uma mesa sem atrito. A O módulo da velocidade das massas,
soma do momento linear do projétil e em m/s, após a colisão é:
da madeira imediatamente antes da
colisão é igual à soma imediatamente

APOSTILA 2020 Página 45


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

0,20
1,5
3,3
2,0
5,0

10. (Imed 2015) Dois carros de mesma


massa sofrem uma colisão frontal.
Imediatamente, antes da colisão, o
primeiro carro viajava a 72 km h no
sentido norte de uma estrada retilínea,
enquanto o segundo carro viajava na
contramão da mesma estrada com
velocidade igual a 36 km h, no sentido
sul. Considere que a colisão foi
perfeitamente inelástica. Qual é a
velocidade final dos carros
imediatamente após essa colisão?
5m/s para o norte.
5m/s para o sul. 2. (Pucsp 2017)
10m/s para o norte.
10m/s para o sul.
30m/s para o norte.

De olho no Enem

1.(ENEM) O pêndulo de Newton pode


ser constituído por cinco pêndulos
idênticos suspensos em um mesmo
suporte. Em um dado instante, as
esferas de três pêndulos são
deslocadas para a esquerda e
liberadas, deslocando-se para a direita
A figura mostra uma colisão envolvendo
e colidindo elasticamente com as outras
um trem de carga e uma camionete.
duas esferas, que inicialmente estavam
Segundo testemunhas, o condutor da
paradas.
camionete teria ignorado o sinal sonoro
e avançou a cancela da passagem de
nível.

Após a colisão contra a lateral do


veículo, o carro foi arrastado pelo trem
por cerca de 300 metros. Supondo a
O movimento dos pêndulos após a massa total do trem de 120 toneladas e
primeira colisão está representado em: a da camionete de 3 toneladas,
podemos afirmar que, no momento da
colisão, a intensidade da força que

APOSTILA 2020 Página 46


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

o trem aplicou na camionete foi 40


vezes maior do que a intensidade da
força que a camionete aplicou no trem e
a colisão foi parcialmente elástica.
o trem aplicou na camionete foi 40
vezes maior do que a intensidade da
força que a camionete aplicou no trem e
a colisão foi inelástica.
a camionete aplicou no trem foi igual
à intensidade da força que o trem
aplicou na camionete e a colisão foi
parcialmente elástica.
8.2 A UNIVERSALIDADE DAS LEIS DE
a camionete aplicou no trem foi igual
KEPLER
à intensidade da força que o trem
As três leis de Kepler que serão
aplicou na camionete e a colisão foi
apresentadas são universais, isto é,
inelástica.
valem para o nosso sistema Solar e
também para qualquer outro sistema do
GABARITO
Universo em que exista uma grande
Vamos Fixar
massa central em torno da qual
1 2 3 4 5 6 7
gravitem massas menores.

a) 1ª LEI DE KEPLER OU LEI DAS


De olho no Enem
ÓRBITAS
1 2 3 4 5 6
A trajetória dos planetas em torno do
Sol é elíptica sendo que o Sol ocupa um
dos focos da elipse.
TÓPICO - 08
LEIS DE KEPLER

8.1. INTRODUÇÃO
Os gregos foram os primeiros a
imaginar um modelo para o nosso
sistema e por simples observação
chegaram a conclusão que o Sol girava
em torno da Terra, já que nascia a leste b) 2ª LEI DE KEPLER OU LEI DAS
e sumia a oeste. Muitos físicos ÁREAS
defenderam a Terra como o centro do
nosso sistema, entre eles podemos citar O raio vetor (linha imaginária que vai do
o astrônomo egípcio Cláudio Ptolomeu. Sol até a Terra) varre áreas
A igreja católica e seus seguidores por proporcionais aos tempos, ou seja,
acreditarem que o homem é criação quanto maior a área varrida pelo raio
divina, diziam que a Terra era o centro vetor, maior será o intervalo de tempo
do universo, pois o homem foi criado gasto.
por Deus para viver no centro das
atenções.

APOSTILA 2020 Página 47


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Observação 3:

Quando se tratarem de corpos em


Observação 1:
movimento em torno da Terra, há os
instantes em que esses corpos (Lua,
Satelétes) ficam mais próximos e mais
distantes da Terra.

Observação 2:
c) 3ª LEI DE KEPLER OU LEI DOS
No periélio, o planeta tem velocidade de PERÍODOS
translação com intensidade máxima,
enquanto no afélio ele tem velocidade O período do planeta elevado ao
de translação com intensidade mínima. quadrado é diretamente proporcional ao
O movimento dos planetas não é raio da órbita elevado ao cubo.
uniforme. Simplificadamente é possível dizer:
quanto mais distante um planeta estiver
do Sol, maior será seu período.

A explicação para esse mecanismo está CALCULANDO O PERÍODO DE UM


na força de atração gravitacional que o PLANETA
sol exerce no planeta. Essa força, que Podemos calcular o período de uma
está dirigida para o centro de massa do planeta através do período da Terra e
Sol, foi descrita por Newton. Observe usando a equação:
na figura que do afélio para o periélio, a
força gravitacional admite uma
componente tangencial no sentido da
velocidade, ocorrendo o contrário do
periélio para o afélio.
APOSTILA 2020 Página 48
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Analise as afirmativas a seguir:


I. Essas órbitas são elípticas, estando o
Sol em um dos focos dessas elipses.
II. Os três astros representados
executam movimento uniforme em torno
do Sol, cada um com um valor de
velocidade diferente da dos outros.
III. Dentre os astros representados,
quem gasta menos tempo para
completar uma volta em torno do Sol é
Urano.
Vamos Fixar Assinale:
A) se todas as afirmativas são corretas.
1. Os planetas descrevem órbitas B) se todas as afirmativas são falsas
elípticas em torno do Sol e seus C) se apenas as afirmativas I e II são
movimentos são regidos pelas leis de corretas.
Kepler segundo as quais nos levam a D) se apenas as afirmativas I e III são
crer que: corretas.
A) o sol não ocupa um dos focos da
elipse descrita por um planeta. 3. A segunda lei de Kepler permite
B) o Sol ocupa o centro da elipse. concluir que:
C) as áreas descritas pelo segmento A) o movimento de um planeta é
que une o centro do Sol e o centro do acelerado quando ele se desloca do
planeta são diretamente proporcionais afélio ao periélio.
aos quadrados dos temos gasto em B) o movimento de um planeta é
varrê-las. acelerado quando ele se desloca do
D) todos os planetas do Sistema Solar periélio ao afélio.
têm mesma velocidade angular. C) a energia cinética de um planeta é
E) o ano de Mercúrio é menor que o da constante em toda sua órbita.
Terra. D) quanto mais afastado o planeta
estiver do Sol, maior será sua
2. A figura abaixo representa o Sol, três velocidade de translação.
astros celestes e suas respectivas E) a velocidade de translação de um
órbitas em torno do Sol: Urano, Netuno planeta é mínima no ponto mais
e o objeto recentemente descoberto de próximo do Sol.
nome 1996 TL66.
4. Assinale a proposição correta:
A) Cada planeta se move numa
trajetória elíptica, tendo o Sol como o
centro.
B) a linha que liga o Sol ao planeta
descreve áreas iguais em tempos
diferentes.
C) A linha que liga o Sol ao planeta
descreve, no mesmo tempo, áreas
diferentes.
D) a velocidade areolar de um planeta é
constante.
APOSTILA 2020 Página 49
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

E) O período de revolução de cada Mercúrio, respectivamente, vale


planeta é diretamente proporcional ao aproximadamente:
semi-eixo maior da correspondente A) T1 / T2 = 1/2
elipse. B) T1 / T2 = 2
C) T1 / T2 = 4
5. (UNIFESP-SP) A Massa da Terra é D) T1 / T2 = 8
aproximadamente 80 vezes a massa da
Lua e a distância entre os centros de GABARITO
massa desses astros é Vamos Fixar
aproximadamente 60 vezes o raio da 1 2 3 4 5 6 7
Terra. A respeito do sistema Terra-Lua
pode-se afirmar que

A) a Lua gira em torno da Terra com TÓPICO - 09


órbita elíptica e em um dos focos dessa
órbita está o centro de massa da Terra GRAVITAÇÃO UNIVERSAL
B) a Lua gira em torno da Terra com
órbita circular e o centro de massa da 9.1 Introdução
Terra está no centro dessa órbita
C) a Terra e a Lua giram em torno de Examinando as leis de Kepler, Newton
um ponto comum, o centro de massa do chegou à lei da gravitação universal,
sistema Terra-Lua, localizado no interior que é a seguinte:
da Terra.
D) a Terra e a Lua giram em torno de A força gravitacional entre dois
um ponto comum, o centro de massa do corpos tem intensidade diretamente
sistema Terra=Lua,, localizado no meio proporcional ao produto de suas
da distância entre os centros de massa massas e inversamente
da Terra e da Lua. proporcional ao quadrado da
E) a Terra e a Lua giram em torno de distância que separa seus centros
um ponto comum, o centro de massa do de massa.
sistema Terra-Lua, localizado no interior
da Lua.
LEI DA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL
6. (ENEM) As leis de Kepler definem o
movimento da Terra em torno do Sol. Matéria atrai matéria na razão direta do
Qual é, aproximadamente, o tempo produto das massas e inversa do
gasto, em meses, pela Terra para quadrado da distância.
percorrer uma área igual a um quarto
da área total da elipse?
A) 9 B) 6 C) 4
D) 3 E) 1

7. O raio médio da órbita de Marte em


torno do Sol é aproximadamente quatro
vezes maior do que o raio médio da
órbita de Mercúrio em torno do Sol.
Assim, a razão entre os períodos de
revolução, T1 e T2, de Marte e de
APOSTILA 2020 Página 50
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

G = 6,67. 10-11 N.m2/kg2 (constante de


gravitação universal).

O FENÔMENO DAS MARES

MARÉS MAIS ALTAS


(LUAS CHEIA E NOVA)

A força exercida pela Lua e pelo Sol


atrai a água dos oceanos (e também Observação:
dos continentes!) provocando o
fenômeno das marés. Mas, apesar da
imensa massa do Sol, 27 milhões de
vezes maior que a da Lua, o fato desta
se encontrar mais próxima da Terra faz
com que a influência da Lua seja mais
de o dobro da do Sol. São as variações
das posições do Sol e da Lua que
comandam o ciclo das marés.

9.3 Energia Potencial Gravitacional

Adotando-se o nível zero (referencial no


infinito), demonstra-se que a energia
9.2 ACELERAÇÃO DA GRAVIDADE potencial gravitacional de um corpo, a
uma distância d da Terra em relação ao
centro de gravitacional da Terra, é:

APOSTILA 2020 Página 51


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

O sinal negativo indica que, em todos


os pontos do campo da gravidade, a
energia potencial gravitacional é menor
que no infinito.

9.4 Velocidade de Escape • Podemos observar que a velocidade


de um corpo em órbita na Terra
É a menor velocidade com que se deve independe de sua massa, e que corpos
lançar um corpo da superfície terrestre a mesma altura possuem mesma
para que este se livre da atração da velocidade.
Terra, isto é, chegue ao infinito com • Corpos em altitudes maiores possuem
velocidade nula. velocidades menores, ou seja, quanto
mais distante estiver um corpo em
relação a Terra mais lento será seu
movimento.
• Satélites geoestacionários são
aqueles que ficam sempre acima de um
mesmo ponto da superfície terrestre
R: raio da terra (estacionários em relação à Terra),
M: massa da terra portanto possuem o mesmo período da
Terra (24h) e a mesma velocidade
9.5 Corpos em Orbita angular.
• Satélites geoestacionários são
Num corpo (satélite) em órbita circular utilizados em telecomunicação.
de raio r, em torno de um planeta, a
força gravitacional sobre ele é a Vamos Fixar
resultante centrípeta. Fcp = FG
1. Um astronauta observou que o
período de um pêndulo simples, em um
dos polos do planeta Alfa, era duas
vezes maior que o período deste
pêndulo, quando medido nos polos da
Terra. Sabendo-se que o dia desse
planeta é 3 vezes menor que o dia
Na Terra a velocidade de escape é terrestre, e a aceleração centrípeta é 18
11,23 Km/s vezes maior do que a aceleração
centrípeta na Terra, medidas no
Equador dos dois planetas, podemos

APOSTILA 2020 Página 52


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

afirmar sobre a massa do planeta Alfa alteração, a distância entre a Terra e o


(ma) em relação à massa da Terra (mT): Sol deveria se tornar
A) ma = 4mT C) ma = mT
B) ma = 2mT D) ma = 0,5mT A) 4 vezes maior.
B) 2 vezes maior.
2. Júpiter, o maior planeta do Sistema C) 8 vezes maior.
Solar, tem diâmetro 11 vezes maior do D) 3 vezes maior.
que a Terra e massa 320 vezes maior
que a terrestre. Qual será, na superfície 5. (UFMG) O Pequeno Príncipe, do livro
de Júpiter, o peso de uma astronauta e de mesmo nome, de Antoine de Saint-
seu equipamento cujo peso total na Exupéry, vive em um asteroide pouco
Terra é 1 200 N? maior que esse personagem, que tem a
A) 1 200 N C) 2 400 N E) 3 500 N altura de uma criança terrestre. Em
B) 1 800 N D) 3 200 N certo ponto desse asteroide, existe uma
rosa, como ilustrado nesta figura:
3. Três satélites – I, II e III – movem-se
em órbitas circulares ao redor da Terra.
O satélite I tem massa m e os satélites
II e III têm, cada um, massa 2m.
Os satélites I e II estão em uma mesma
órbita de raio r e o raio da órbita do
satélite III é r/2. Nesta figura
(fora de escala), está representada a
posição de cada um desses três
satélites: Após observar essa figura, Júlia formula
as seguintes hipóteses:
I. O Pequeno Príncipe não pode ficar de
pé ao lado da rosa, porque o módulo da
força gravitacional é menor que o
módulo do peso do personagem.
II. Se a massa desse asteroide for igual
à da Terra, uma pedra solta pelo
Pequeno Príncipe chegará ao solo
antes de uma que é solta na Terra, da
Sejam FI, FII e FIII os módulos das mesma altura.
forças gravitacionais da Terra sobre, Analisando-se essas hipóteses, pode-
respectivamente, os satélites I, II e III. se concluir que
Considerando-se essas informações, é A) apenas a I está correta.
CORRETO afirmar que B) apenas a II está correta.
C) as duas estão corretas.
A) FI = FII < FIII. C) FI < FII < FIII. D) nenhuma das duas está correta.
B) FI = FII > FIII. D) FI < FII = FIII.
6. (FUVEST-SP) Satélites utilizados
4. Imagine que a massa do Sol se para telecomunicações são colocados
tornasse subitamente 4 vezes maior do em órbitas geoestacionárias ao redor da
que é. Para que a força de atração do Terra, ou seja, de tal forma que
Sol sobre a Terra não sofresse permaneçam sempre acima de um
mesmo ponto da superfície da Terra.
APOSTILA 2020 Página 53
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Considere algumas condições que De olho no Enem


poderiam corresponder a esses
satélites: 1. No poema “O que se afasta”, o eu
I. Ter o mesmo período, de cerca de 24 poético de Sísifo desce a montanha
horas. afirma, por comparação, que as coisas
II. Ter aproximadamente a mesma perdem seu peso e gravidade,
massa. percepção que está relacionada ao
III. Estar aproximadamente à mesma envelhecimento do homem:
altitude.
IV. Manter-se num plano que contenha “De repente você começa a se despedir
o círculo do das pessoas, paisagens e objetos
Equador terrestre. como se um trem
O conjunto de todas as condições a que — fosse se afastando (...)”.
satélites em órbita geoestacionária
devem, necessariamente, obedecer Aproveitando o ensejo literário, imagine
corresponde a um objeto próximo à superfície da Terra
A) I e III. C) I, III e IV. E) II, IV. e uma situação hipotética, porém sem
B) I, II, III. D) II e III. abrir mão de seus importantes
conhecimentos de Física.
7. A notícia “Satélite brasileiro cai na
Terra após lançamento falhar”, Supondo a possibilidade de haver
veiculada pelo jornal O Estado de S. alteração no raio e/ou na massa da
Paulo de 10/12/2013, relata que o Terra, assinale a opção que traz uma
satélite CBERS-3, desenvolvido em hipótese que justificaria a diminuição do
parceria entre Brasil e China, foi peso desse objeto, que se mantém
lançado no espaço a uma altitude de próximo à superfície do Planeta:
720 km (menor do que a planejada) e A) diminuição do raio da Terra e
com uma velocidade abaixo da manutenção de sua massa.
necessária para colocá-lo em órbita em B) aumento da massa da Terra e
torno da Terra. Para que o satélite manutenção de seu raio.
pudesse ser colocado em órbita circular C) aumento do raio da Terra e
na altitude de 720 km, o módulo de sua diminuição de sua massa, na mesma
velocidade (com direção tangente à proporção.
órbita) deveria ser de, D) diminuição do raio da Terra e
aproximadamente, aumento de sua massa, na mesma
proporção.
Note e adote:
- raio da Terra = 6  103 km 2. (G1 - cps 2012) A maçã, alimento
- massa da Terra = 6  1024 kg tão apreciado, faz parte de uma famosa
lenda ligada à biografia de Sir Isaac
- constante da gravitação universal
Newton. Ele, já tendo em mente suas
(
G = 6,7  10−11 m3 / s2kg ) Leis do Movimento, teria elaborado a
A) 61km / s Lei da Gravitação Universal no
B) 25 km / s momento em que, segundo a lenda,
C) 11km / s estando Newton ao pé de uma
D) 7,7 km / s macieira, uma maçã lhe teria caído
sobre sua cabeça.
E) 3,3 km / s

APOSTILA 2020 Página 54


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Pensando nisso, analise as afirmações: Nesse contexto, considere um satélite


de comunicação que descreve uma
I. Uma maçã pendurada em seu galho órbita circular em torno da Terra com
permanece em repouso, enquanto um período de revolução de 8 x104 s.
duas forças de mesma intensidade, o
seu peso e a força de tração do Com base nessas informações e
cabinho que a prende ao galho, atuam desprezando o movimento da Terra, é
na mesma direção e em sentidos correto afirmar que esse satélite gira em
opostos, gerando sobre a maçã uma torno da Terra com uma velocidade
força resultante de intensidade nula. orbital de:
II. Uma maçã em queda cai mais rápido A) 1000 m/s B) 1500 m/s
quanto maior for a sua massa já que a C) 2000 m/s D) 3000 m/s
força resultante, nesse caso chamada E) 3500 m/s
de peso da maçã, é calculada pelo
produto de sua massa pela 4. (Udesc) Na figura a seguir, o sul-
aceleração da gravidade. africano Mark Shuttleworth, que entrou
III. A maçã em queda sofre uma ação para história como o segundo turista
do planeta Terra, denominada força espacial, depois do empresário norte-
peso, que tem direção vertical e o americano Dennis Tito, "flutua" a bordo
sentido para baixo, e a maçã, por sua da Estação Espacial Internacional que
vez, atrai a Terra com uma força de se encontra em órbita baixa (entre 350
mesma intensidade e direção, km e 460 km da Terra).
contudo o sentido é para cima. Sobre Mark, é correto afirmar:

É correto o que se afirma em


A) I, apenas.
B) II, apenas.
C) I e III, apenas.
D) II e III, apenas.
E) I, II e III.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:


Nesta prova, quando necessário, adote
os seguintes valores:
A) tem a mesma aceleração da Estação
Aceleração da gravidade: g = 10 m/s2 .
Espacial Internacional.
Constante da gravitação universal: G =
6 x 10−11 N m2 / kg2 . B) não tem peso nessa órbita.
Velocidade do som no ar: v = 340 m/s . C) tem o poder da levitação.
Massa da Terra: M = 6 x 1024 kg. D) permanece flutuando devido à
Constante π = 3. inércia.
E) tem velocidade menor que a da
3. Os satélites artificiais são uma Estação Espacial Internacional.
conquista da tecnologia moderna e os
seus propósitos são variados. Existem
satélites com fins militares, de
comunicação, de monitoramento etc. e
todo satélite tem uma órbita e uma
velocidade orbital bem determinadas.
APOSTILA 2020 Página 55
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

GABARITO SISTEMA ASSIMÉTRICO


Vamos Fixar
1 2 3 4 5 6 7 Dada uma distribuição assimétrica
de massas, as coordenadas do seu
centro de massa podem ser calculadas
De olho no Enem por uma média ponderada das
1 2 3 4 coordenadas de cada uma das partes,
onde o fator de ponderação é a massa
de cada uma, conforme o exemplo a
seguir.

TÓPICO - 10
ESTATICA DOS SOLIDOS

10.1 Centro de massa

Chamamos de centro de Massa


de um sistema o ponto no qual
podemos supor que toda a sua massa
esteja concentrada, se quisermos tratá-
lo como ponto material.

10.2 Sistema Isolado de Forças


SISTEMA SIMÉTRICO Externas

Um sistema é considerado Se a força resultante de um


simétrico quando admite pelo menos sistema é nula, o seu centro de massa
dois eixos de simetria. Neste caso, o estará em equilíbrio. Vale ressaltar que
seu centro de Massa (CM) estará na isso não implica que as partes
interseção dos respectivos eixos de constituintes do sistema também
simetria. estejam em equilíbrio.

Tomemos como exemplo um sistema formado por dois


skatistas apoiados numa superfície horizontal cujo
atrito é desprezível, interligados por meio de uma
corda.

APOSTILA 2020 Página 56


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

10.4 Estática do ponto material


10.3 Tipos de Equilíbrios
Sabemos que quando um ponto
As diferentes situações de material está em equilíbrio,
equilíbrio em que um corpo pode se relativamente a determinado referencial,
encontrar podem ser classificadas em ele possui velocidade vetorial
três tipos básicos (a tabela 1 ilustra constante, com aceleração e força
essas três possibilidades): resultante nulas.

• Equilíbrio estável – Situação em que Ponto material em equilíbrio:


qualquer pequeno deslocamento
(angular
ou linear) sofrido pelo corpo resulta em
tendência de retorno à posição de
equilíbrio inicial.
• Equilíbrio instável – Nessa situação,
qualquer pequeno deslocamento resulta
em tendência de continuar tombando ou
se afastando dessa posição.
• Equilíbrio indiferente – Situação em
que qualquer pequeno deslocamento
resulta em uma nova situação também
de equilíbrio.

Tabela:1
Equilíbrio estático: o ponto material
está em repouso.
Equilíbrio dinâmico: o ponto material
está em movimento constante.

10.4 Momento de uma Força

Chamamos de momento (M) ou


torque (T) de uma força à grandeza
física associada à capacidade que esta
força possui de provocar a um corpo um
movimento de rotação, em torno de um
determinado eixo tomado como
referência.

APOSTILA 2020 Página 57


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

a) Alavanca interfixa

O operador equilibra o corpo de


peso P com o uso de uma alavanca de
peso desprezível.

Exemplos:
Nessa expressão, F é a
intensidade da força e d é a distância
da linha de ação da força ao eixo de
rotação. A distância d recebe o nome
de braço da força.
b) Alavanca inter-resistente
10.5 Equilíbrio de um corpo extenso
A força resistente está em um ponto
Para que um corpo extenso esteja intermediário. O pivô está em uma das
em equilíbrio é necessário que além de extremidades e o operador age na
sua força resultante seja nula, seu extremidade oposta.
momento resultante também seja nulo.

10.6 Alavancas Exemplos:

De modo bem abrangente,


qualquer objeto que nos auxilie na
realização das tarefas em geral pode
ser considerado uma máquina. Sob
esse ponto de vista, nossos braços ou
nossas pernas também são máquinas.

Para a classificação das alavancas,


observamos qual é a ação em seu
ponto intermediário – o pivô –, a força
potente ou a força resistente. Por essa
razão, o nome de cada uma das três
classes começa sempre com “inter”.

APOSTILA 2020 Página 58


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

c) Alavanca interpotente sustentação em uma direção


perpendicular ao solo.
O operador aplica a força potente Um ima, ao ser aproximado do sistema,
entre os extremos da alavanca. exerce uma forca horizontal sobre a
esfera, e o pêndulo alcança um novo
estado de equilíbrio, com o fio de
sustentação formando um angulo de
45o com a direção inicial. Admitindo a
aceleração da gravidade igual a 10 m ⋅
s-2, a magnitude dessa forca, em
newtons, e igual a:
A) 0,1.
B) 0,2.
Exemplos: C) 1,0.
D) 2,0.

3. Na figura, um corpo de peso 120 N


encontra -se em equilíbrio, suspenso
por um conjunto de três fios ideais A, B
e C. Calcule as intensidades das
trações TA, TB e TC, respectivamente
nos fios A, B e C.
Vamos Fixar
sen Ɵ = 0,60 e cos Ɵ = 0,80
1. Considere um retângulo de base 14
cm e altura 10 cm. Em seus vértices, A) 120,60 e 200
estão localizados corpúsculos, sendo B) 120,160 e 200
um de 1,0 g no vértice inferior C) 100,160 e 200
esquerdo, um de 2,0 g no vértice D) 120,160 e 160
inferior direito, um de 3,0 g no vértice E) 100,140 e 200
superior direito e um de 4,0 g no vértice
superior esquerdo.
Quais a coordenadas do centro de
4. A figura seguinte ilustra um alicate no
massa do sistema, em relação a um
qual uma pessoa aplica as forças de
sistema de eixos (x; y) com origem no
mesma intensidade FC = 200 N nos
vértice esquerdo inferior do retângulo?
pontos dos cabos assinalados, tentando
A) (5, 7) cm.
cortar um fio.
B) (7, 5) cm.
C) (7, 7) cm.
D) (10, 14) cm.
E) (14, 10) cm.

2. (UERJ) Em um pêndulo, um fio de


massa desprezível sustenta uma
pequena esfera magnetizada de massa
igual a 0,01. O sistema encontra-se em No fio que o operador está tentando
estado de equilíbrio, com o fio de cortar, as forças que agem têm
intensidade FP.
APOSTILA 2020 Página 59
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Determine Em relação à articulação do


alicate (ponto O) qual é a intensidade
do torque da força FC e a intensidade
da força FP que age no fio,
respectivamente:
A) 25 kg
A) 18 N.m e 600 N B) 30 kg
B) 16 N.m e 300 N C) 40 kg
C) 20 N.m e 800 N D) 60 kg
D) 16 N.m e 800 N
7. Um ornamento de peso 80 N está
5. Um atleta, cujo peso é 600 N, está suspenso por um cordel, como indica a
fazendo flexões apoiado no solo. No figura:
instante considerado na figura (sem
escala), ele está em repouso e tanto a
força do solo sobre seus pés, de
módulo FP, quanto a força do solo sobre
suas mãos, de módulo FM, são verticais.
Suponha que o peso P do atleta atue
em seu centro de massa, com linha de
ação a 90 cm de distância de seus pés,
e que suas mãos estejam a 120 cm de
seus pés, como indica a figura.

No equilíbrio, qual a intensidade da


tração no cordel.
A) 70N
B) 80N
C) 90N
D) 120N
Na situação apresentada, quais são as
intensidades das forças FP e FM? 8. Em um experimento, um professor
levou para a sala de aula um saco de
A) 160N e 180N arroz, um pedaço de madeira triangular
B) 200N e 130N e uma barra de ferro cilíndrica e
C) 150N e 450N homogênea. Ele propõe que fizessem a
D) 120N e 300N medição da massa da barra utilizando
E) 120N e 600N esses objetos. Para isso, os alunos
fizeram marcações na barra, dividindo-a
6. (UFV-MG) Um menino e uma menina em oito partes iguais, e em seguida
estão brincando sobre uma prancha apoiaram-na sobre a base triangular,
homogênea, conforme ilustra a figura. A com o saco de arroz pendurado em
posição das crianças estabelece uma uma de suas extremidades, até atingir a
condição de equilíbrio. Qual a massa do situação de equilíbrio. Em um
menino? experimento, um professor levou para a
sala de aula um saco de arroz, um
pedaço de madeira triangular e uma
APOSTILA 2020 Página 60
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

barra de ferro cilíndrica e homogênea. 10.


Ele propõe que fizessem a medição da
massa da barra utilizando esses
objetos. Para isso, os alunos fizeram
marcações na barra, dividindo-a em oito
parles iguais, e em seguida apoiaram-
na sobre a base triangular, com o saco
de arroz pendurado em uma de suas
extremidades, ale atingir a situação de
equilíbrio. É muito comum em oficinas mecânicas
que trabalham com reparos de motores
a utilização de miniguindastes, como o
representado acima. Para isso, ele é
suspenso por três cabos, a fim de
permitir que o mecânico trabalhe em
todos os seus ângulos e detalhes.
Sabe-se que o referido motor tem
Nessa situação, qual foi a massa da massa de 250 kg. Nessas condições,
barra obtida pelos alunos? determine o módulo da tração no cabo
A) 3,00 Kg. AB, em N, para que ele permaneça em
B) 3,75 Kg. equilíbrio. Considere a gravidade local
C) 5,00 Kg. igual a 10 m/s2.
D) 6,00 Kg. A) 500 N
E) 15,00 kg. B) 1000 N
C) 2000 N
9. (Ita 2012/Adaptado). O arranjo de D) 3000 N
polias da figura é preso ao teto para E) 5000 N
erguer uma massa de 24 kg, sendo os
fios inextensíveis, e desprezíveis as De olho no Enem
massas das polias e dos fios.
Desprezando os atritos, determine: 1. Por volta do ano 5.000 A.C. os
egípcios inventaram a balança pela
necessidade de pesar o ouro, que
sempre foi o metal mais precioso da
terra. A balança é muito representada
em papiros da história do Egito. No
Livro dos Mortos, é contada a versão
egípcia do \"Julgamento Final\". Na
narração, depois que morriam, os
mortos iam para uma sala chamada de
O valor do módulo da força necessário Sala das Duas Verdades para serem
para equilibrar o sistema. F julgados. Nesta sala, Anubis (deus
A) 40N egípcio dos mortos) colocava o coração
B) 60N do morto (que para eles representava a
C) 80N essência do ser humano) em um dos
D) 100N pratos da balança usando como
E) 120N contrapeso a pluma da deusa Maat
(personalização da verdade, justiça e

APOSTILA 2020 Página 61


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

ordem universal). Anubis verificava qual


dos dois pesava mais e dependendo do
resultado da pesagem, o espírito do
morto seguia para o \"paraíso\" ou para
o \"inferno\".
Fonte: http://www.ramuza.com.br/blog/origem-historia-e-
curiosidades-sobre-a-balanca/
Para o correto funcionamento da
balança de pratos, é preciso que os
"braços" da balança sejam idênticos e
Admitindo que, no instante
utilizando um objeto de massa
representado, as cordas estejam na
conhecida, afere-se a massa do objeto
vertical, o que garante a perfeita
ou material que desejar. Uma balança,
simetria do corpo do atleta em relação
por um defeito em sua fabricação, está
às argolas?
com um dos braços menor do que o
A) A intensidade da força que cada
outro, conforme a figura abaixo. Se um
argola suporta corresponde ao valor do
objeto de 5 kg é colocado no menor
peso do atleta.
braço, a diferença, em gramas, entre o
B) A intensidade da força que cada
valor que deveria ser medido (caso os
argola suporta corresponde ao valor da
braços fossem iguais) e o valor obtido é
metade do peso do atleta.
igual a?
C) A rotação que a força peso exerce
no corpo do atleta é equilibrada pela
força que o atleta faz nas argolas.
D) No instante representado, o
somatório dos vetores momento sobre o
corpo do atleta não é nulo.
E) A força que o atleta faz em cada
argola é vertical e para cima.

3. Qual a melhor chave de fenda?


Essa dúvida deve pairar sobre a cabeça
Dados: g = 10 m/s2 ; a massa do braço de muita gente que não faz uso
da balança é de 500 g. contínuo dessa ferramenta. Qual é a
A) 500 g melhor opção? Uma chave de fenda
B) 255 g com cabo fino, cabo grosso, corpo
C) 600 g grande, corpo pequeno?
D) 750 g
E) 900 g

2. A imagem a seguir retrata um atleta


participando de uma competição de
argolas, modalidade olímpica que alia
força e equilíbrio. Na fotografia, é
possível observar o desafio à atração
gravitacional.
Nas figuras 1 e 2, temos dois tipos de
chave de fenda. Levando-se em
consideração que a fenda (local onde

APOSTILA 2020 Página 62


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

será feito o encaixe) na situação a ser


analisada seja a mesma, e as
dimensões dadas, podemos afirmar que
ao se fazer uma força de intensidade F,
A) o torque produzido na chave de
fenda da figura 1 é menor por ela ter um
menor comprimento.
B) o torque produzido na chave de Suponha que uma TV de tubo junto
fenda da figura 2 é maior por ela ter um com o suporte de fixação tenha uma
maior comprimento. massa total de 20 kg, e que o ponto de
C) o torque produzido na chave de aplicação da força peso até o apoio a
fenda da figura 1 é maior por ela ter um distância seja de 30 cm, considerando
maior diâmetro do cabo. ainda que o módulo da gravidade seja
D) o torque produzido na chave de dado por g = 10 m/s2, calcule o valor do
fenda da figura 2 é maior, mesmo ela momento (torque) que o aparelho
tendo um menor diâmetro do cabo. provoca em relação ao apoio na
E) é possível produzir o mesmo torque, parede, em N ∙ m.
pois não há nenhuma relação com o A) 0,6
diâmetro do cabo. B) 6
C) 60
4. Com o advento das televisões D) 600
ultrafinas, os aparelhos de tubo de E) 6 000
imagem, com seus aspectos robustos
(tamanho, aparência, consumo, preço 5.
etc.), foram perdendo espaço. Na figura
a seguir, vemos uma dessas televisões
e o suporte que era usado para sua
fixação em paredes. Quando do projeto,
a maior preocupação era que a
estrutura do suporte aguentasse o
\"peso\" da TV, bem como a tentativa de
rotação provocada (em linguagem mais
técnica: uma preocupação com o
momento – torque − que o peso do
aparelho provocaria). Para um leigo,
pode até não fazer muito sentido, mas o
comprimento da barra horizontal é um
entrave de projeto. Sabendo que a força
que provoca a rotação e a distância até
o apoio são inversamente
proporcionais, nunca se deve usar uma
Observando a imagem, apesar de
barra muito grande, pois ela limitaria
todo o lado cômico embutido, e
muito o peso a ser sustentado, bem
guardando os devidos exageros, muitas
como provocaria a necessidade de
pessoas fazem o uso indevido do
utilização de parafusos muito robustos
conceito de bagageiro no teto do carro.
para a fixação.

APOSTILA 2020 Página 63


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

Analisando fisicamente a situação A) 25.


representada, tem-se que o grande B) 50.
perigo para o carro está no fato de que C) 20.
A) nas retas, mesmo a baixas D) 40.
velocidades, a instabilidade provocada E) 10.
pelo aumento de massa pode provocar
o tombamento lateral. 7. (Enem 2018) Visando a melhoria
B) nas curvas, a estabilidade estética de um veículo, o vendedor de
provocada pelo aumento de massa uma loja sugere ao consumidor que ele
ajudará a impedir o tombamento, troque as rodas de seu automóvel de
mesmo a altas velocidades. aro 15 polegadas para aro 17
C) nas retas, mesmo a baixas polegadas, o que corresponde a um
velocidades, a possibilidade de diâmetro maior do conjunto roda e
tombamento frontal é certo, devido ao pneu.
aumento da massa.
D) nas curvas, a elevação do centro de Duas consequências provocadas por
massa será um fator importante para essa troca de aro são:
um possível tombamento lateral. A) Elevar a posição do centro de massa
E) nas curvas, o abaixamento do do veículo tornando-o mais instável e
centro massa devido às bagagens, será aumentar a velocidade do automóvel
um fator importante para um possível em relação à indicada no velocímetro.
tombamento lateral. B) Abaixar a posição do centro de
massa do veículo tornando-o mais
6. Fruto da nogueira (árvore que vive instável e diminuir a velocidade do
até 400 anos), a noz é originária da automóvel em relação à indicada no
Ásia e chegou à Europa por volta do velocímetro.
século IV, trazida pelos romanos. Uma C) Elevar a posição do centro de massa
característica da noz é a rigidez de sua do veículo tornando-o mais estável e
casca. Para quebrá-la, usa-se um aumentar a velocidade do automóvel
quebra-nozes. A figura abaixo mostra em relação à indicada no velocímetro.
um quebra-nozes, de massa D) Abaixar a posição do centro de
desprezível, fácil de ser construído. massa do veículo tornando-o mais
estável e diminuir a velocidade do
automóvel em relação à indicada no
velocímetro.
E) Elevar a posição do centro de massa
do veículo tornando-o mais estável e
diminuir a velocidade do automóvel em
relação à indicada no velocímetro.
GABARITO
Vamos Fixar
Certa noz suporta, sem quebrar, uma 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
força de módulo igual a 2 000 N. É C A B D C A B E B E
correto afirmar que, para quebrá-la, a De olho no Enem
distância mínima da articulação, d, em 1 2 3 4 5 6 7
cm, onde se deve aplicar uma força , de A B C C D D A
módulo igual a 250 N, é

APOSTILA 2020 Página 64


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

TÓPICO - 11 Tomemos como exemplo um navio,


apesar do seu casco ser de ferro ele
HIDROSTÁTICA flutua na água, porque a sua densidade
Ao contrário dos sólidos, os gases e os é menor que a da água, devido aos
líquidos não têm forma própria, o que imensos porões vazios existentes no
possibilita a sua fluidez. Por esta razão, seu interior.
chamamos de fluidos aos sistemas
líquidos ou gasosos. Neste capítulo 11.2 Pressão
estudaremos os fenômenos físicos
relacionados ao equilíbrio dos fluidos e
para isso precisaremos definir duas
novas grandezas: a densidade e a
pressão.

11.1 Densidade (d) e Massa Específica


(ρ )
Chamamos de densidade de um corpo
à razão entre a sua massa e o seu Considere uma força que é aplicada
volume. numa superfície de área A.
Chamamos de pressão p à relação
entre o módulo da componente normal
da força (Fn) e a área em que esta é
A massa específica de uma substância aplicada, ou seja:
é também expressa pela relação entre a
massa da amostra e o seu volume.

Naturalmente que, se a força é


perpendicular à superfície em que é
A massa específica da água vale 1 aplicada, não há necessidade de
g/cm3= 1 kg/L = 1000 kg/m3, podendo decompormos a força, pois a sua
ser associada à massa de água que componente normal é ela própria.
ocupa o volume de cubos de 1 cm, 1
dm e 1 m de aresta, ou seja: A unidade de pressão do Sistema
Internacional é o pascal (Pa), que
corresponde a N/m2.

IMPORTANTE – É ÚTIL AUMENTAR A


PRESSÃO
Uma mesma força poderá produzir
pressões diferentes, dependendo da
Apesar das fórmulas serem
área sobre a qual ela atuar.
semelhantes, a densidade de um corpo
Pressão e área são grandezas
só é igual à massa específica do
inversamente proporcionais, ou seja,
material que o constitui se este corpo é
quanto menor a área, maior será a
maciço e homogêneo. Se um corpo é
pressão exercida sobre ela.
oco, a sua densidade é inferior à massa
específica do material que o constitui.

APOSTILA 2020 Página 65


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

11.4 Pressão hidrostática

É a pressão exercida por uma coluna


líquida sobre uma superfície. A pressão
hidrostática depende da altura da
coluna líquida (h), da aceleração da
gravidade (g) e da densidade do líquido
(d).

11.5 Pressão Absoluta


Objetos cortantes (faca, tesoura,
Quando um indivíduo se encontra
enxada etc.) devem ser bem afiados e
totalmente imerso na água, ele é
os objetos de perfuração (prego, broca,
submetido a duas pressões; a pressão
fuso etc. pontiagudos
atmosférica e a pressão hidrostática. A
pressão absoluta é a soma das
11.3 Pressão atmosférica
pressões atmosférica e hidrostática.
É a pressão exercida pela massa
gasosa que envolve a Terra
(atmosfera). Essa massa gasosa possui
100 km de altura e distribuída sobre a
Terra.

A pressão atmosférica (po) : 105 N/m2


= 1 atm

APOSTILA 2020 Página 66


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

11.6 PRINCÍPIO DE PASCAL Como a pressão se transmite


integralmente, podemos igualar as
Descoberto em 1653, pelo cientista pressões:
francês Pascal, o princípio que leva seu
nome tem o seguinte enunciado:
“ O acréscimo de pressão, em um ponto
de um líquido em equilíbrio, se transmite
integralmente a todos os pontos”.
FREIO HIDRÁULICO
Se injetarmos água com uma seringa
em uma bola de pingue- pongue, na O mesmo princípio da máquina
qual foram feitos vários orifícios, a água hidráulica é também empregado nos
jorrará, com a mesma pressão, por elevadores de automóvel (nos postos
todos os orifícios. A pressão exercida de gasolina), nas cadeiras de dentistas
na água pelo êmbolo da seringa se e barbeiros e nos freios hidráulicos.
transmite integralmente em todas as
direções, comprovando o princípio de
Pascal.

11.7 Empuxo
PRENSA HIDRÁULICA – APLICAÇÃO
DO PRINCÍPIO DE PASCAL
É um dispositivo largamente utilizado
com finalidade principal de multiplicador
de forças. Em sua versão mais
elementar, a prensa hidráulica é um
tubo em U, cujos ramos têm áreas da
secção transversal diferentes.
O tubo é preenchido com um líquido
viscoso (em geral, óleo), aprisionado O empuxo é uma força vertical, dirigida
por dois pistões.
para cima e que os líquidos exercem
sobre os corpos mergulhados. Você já
deve ter notado que é mais fácil
carregar alguém que esteja dentro da
água do que quando a pessoa está no
ar. Pois é, essa facilidade se deve ao
fato do empuxo que atua na direção
vertical e de baixo para cima, ajudá-lo a
carregar alguma coisa dentro da água.

APOSTILA 2020 Página 67


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

POR QUE OCORRE O EMPUXO? material é uma mistura complexa de


sólidos com diâmetro reduzido. Em
O empuxo ocorre porque a pressão geral, o MP é classificado de acordo
aumenta com a profundidade e, com o diâmetro das partículas, devido à
consequentemente na parte inferior do relação existente entre diâmetro e
corpo mergulhado num recipiente, as possibilidade de penetração no trato
forças exercidas pelo líquido são respiratório, podendo ser danoso à
maiores do que as forças exercidas na saúde. Supondo-se que, em uma dada
parte superior. A resultante dessas medição, identificou-se que há uma
forças está dirigida para cima. Essa concentração de 150  10−6 g de MP por
resultante representa o empuxo. cada 1 m3 de ar em uma grande avenida.

Assumindo-se que a densidade dessas


partículas (MP) é igual à densidade da
água (103 kg m3 ), pode-se afirmar
corretamente que o volume de material
particulado presente em 1 m3 de ar é
A) 1,50  10−3 L.
B) 1,50  10−4 L.
Todo corpo totalmente ou parcialmente C) 1,50  10−3 mL.
imerso num fluido fica sujeito à ação de D) 1,50  10−4 mL.
uma força que atua na direção vertical,
de baixo para cima e denominada de

EMPUXO. 2. (Uece 2019) O município de


Fortaleza experimentou, nos primeiros
meses de 2019, uma intensa quadra
chuvosa. Em abril, por exemplo, dados
de uma instituição de meteorologia
revelaram que a média de chuva no
mês inteiro, no município, foi
aproximadamente 500 mm. Supondo que
a densidade da água seja 103 kg m3 ,
considerando que o município de
Fortaleza tenha uma área de
2
aproximadamente 314 km , e que a
NÃO ESQUECER!
chuva tenha se distribuído
O EMPUXO É IGUAL AO PESO DO
uniformemente em toda a área, é
FLUIDO DESLOCADO
correto estimar que a massa total de
chuva foi
Vamos fixar
A) 500  109 kg.
1. (Uece 2019) A UECE realiza
sistematicamente monitoramento da B) 157  109 kg.
qualidade do ar na entrada de um de C) 157  109 toneladas.
seus campi. Um dos dados que se pode D) 500  109 toneladas.
monitorar é a concentração de material
particulado (MP) suspenso no ar. Esse
APOSTILA 2020 Página 68
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

3. (Uece 2019) Projetos de edifícios extremidades, uma dada quantidade de


esbeltos e com alturas que podem um líquido não miscível em água.
chegar até 150 metros têm gerado um Considere a densidade da água igual a
novo tipo de demanda para os centros 1 g cm3 .
de pesquisa e universidades que fazem
ensaios aerodinâmicos. Nesses A figura abaixo mostra a forma como
ensaios, uma versão em escala ficaram distribuídos a água e o líquido
reduzida do edifício é construída e (em cinza) após o equilíbrio.
submetida a condições de vento
controladas em um equipamento de
laboratório chamado túnel de vento, tal
como o túnel de vento que existe na
UECE. Considere que, em um desses
ensaios, uma dada superfície do prédio
(edifício em escala reduzida) é
submetida a uma pressão, pela ação do
vento, de 0,1N m2 . Caso essa superfície
tenha área de 100,0 cm2, a força total
devido ao vento nessa área é, em N, Qual é, aproximadamente, o valor da
igual a densidade do líquido, em g cm3 ?
A) 1,5.
A) 10. B) 1,0.
B) 10-3. C) 0,9.
C) 1. D) 0,7.
D) 10-2. E) 0,5.

4. (Uece 2019) Considere uma 6. (G1 - cps 2019) É surpreendente


situação em que uma pessoa segura como a vida pode ocorrer mesmo em
um prego metálico com os dedos, de locais inóspitos como, por exemplo, nas
modo que a ponta desse prego fique fossas das Marianas, grande depressão
pressionada pelo polegar e a cabeça oceânica localizada na fronteira entre
pelo indicador. Assumindo que a haste as placas tectônicas do Pacífico e das
do prego esteja em uma direção normal Filipinas. Nesse local, o leito oceânico
às superfícies de contato entre os atinge cerca de 11.000 metros de
dedos e o prego, é correto afirmar que profundidade. A pressão é tão grande
A) a força que atua na ponta do prego é que os seres que lá habitam tiveram de
maior que a atuante na cabeça. desenvolver condições especiais para
B) a pressão do metal sobre o indicador sua sobrevivência, o que torna
é maior que sobre o polegar. impossível trazê-los vivos para a
C) a pressão do metal sobre o indicador superfície.
é menor que sobre o polegar.
D) a força que atua na ponta do prego é Considerando que para cada 10 metros
menor que a atuante na cabeça. de profundidade sob a água, a pressão
é acrescida de 1atm, é correto afirmar
5. (Ufrgs 2019) Em um tubo que a pressão total suportada pelos
transparente em forma de U contendo seres que vivem no fundo das fossas
água, verteu-se, em uma de suas das Marianas equivale a

APOSTILA 2020 Página 69


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

D) O peso do peixe menos o dobro do


Lembre-se de que a pressão exercida peso da boia.
pelo ar atmosférico, quando se está ao
nível do mar, é de uma atmosfera (1atm). 8. A imagem abaixo representa um
A) 110 atm. bebedouro composto por uma base que
B) 111 atm. contém uma torneira e acima um
C) 1.100 atm. garrafão com água e ar.
D) 1.101atm.
E) 1.110 atm.

7. (Unicamp 2019) Em uma pescaria é


utilizada uma linha com boia e anzol.
Inicialmente, na posição de espera, a
linha acima da boia mantém-se frouxa e
a boia flutua, ficando com 1 3 do seu
A pressão exercida pela água sobre a
volume submerso (figura 1). Quando o torneira, quando ela está fechada,
peixe é fisgado, a boia é puxada, depende diretamente da(o)
ficando totalmente submersa e A) diâmetro do cano da torneira.
momentaneamente parada; B) massa de água contida no garrafão.
simultaneamente, a linha que a une ao C) altura de água em relação à
anzol fica esticada verticalmente (figura torneira.
2). A parte superior da linha, acima da D) volume de água contido no garrafão.
boia, mantém-se frouxa.
9. (Eear 2018) Uma barra de 6 m de
comprimento e de massa desprezível é
montada sobre um ponto de apoio (O),
conforme pode ser visto na figura. Um
recipiente cúbico de paredes finas e de
massa desprezível com 20 cm de aresta
é completamente cheio de água e, em
seguida, é colocado preso a um fio na
outra extremidade.
Nessa situação, quanto vale o módulo
da tensão da linha que une a boia ao A intensidade da força F, em N, aplicada
anzol? Despreze as massas da linha e na extremidade da barra para manter
do anzol, bem como o atrito viscoso em equilíbrio todo o conjunto (barra,
com a água. recipiente cúbico e ponto de apoio) é

Dados: Se necessário, use aceleração


da gravidade g = 10 m s2 , aproxime π = 3,0
e 1 atm = 105 Pa.
A) O peso da boia.
B) O dobro do peso da boia.
C) O peso do peixe menos o peso da Adote:
boia. 1. o módulo da aceleração da gravidade
no local igual a 10 m s2 ;
APOSTILA 2020 Página 70
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

2. densidade da água igual a 1,0 g cm3 ; e C) Aumentando o seu volume e


3. o fio, que prende o recipiente cúbico, diminuindo a sua densidade média.
ideal e de massa desprezível. D) Aumentando o seu volume e
A) 40 mantendo sua densidade média
B) 80 E) Diminuindo o seu volume e
C) 120 aumentando sua densidade média.
D) 160
2. A mudança de fase de uma
10. (Unicamp 2015) Considerando o substância é um fenômeno natural que
diâmetro d2 do segundo pistão duas ocorre, por exemplo, quando a água
vezes maior que o diâmetro d1 do líquida se vaporiza ao ferver. Sobre
primeiro, qual a razão entre a força esse conteúdo, um professor de Física
aplicada ao pedal de freio pelo pé do propôs a seguinte questão a seus
motorista e a força aplicada à pastilha alunos:
de freio?
A) 1/4. Medir a temperatura da água fervente
B) 1/2. em dois recipientes idênticos de metal –
C) 2. ambos com o mesmo volume de água e
D) 4. a mesma temperatura inicial – que se
encontram sobre fogões de cozinha que
fornecem a mesma quantidade de calor
por unidade de tempo; um deles no
nível do mar e o outro no alto do Pico
De olho no Enem da Neblina.

1. A revista "Scientific american", de


novembro de 1999, anuncia a volta dos
balões dirigíveis. O conforto, o silêncio,
a visão panorâmica e a dirigibilidade
apreciados no tempo dos Zepeelins,
agora estão de volta com alta
tecnologia e segurança, para atrair o
mercado de turismo. Considere que o
Zeppilin deve subir verticalmente, isto
pode ser feito. Como resultado do exercício proposto,
tem-se que a temperatura da água
fervente é:
A) menor no recipiente que se
encontra no Pico da Neblina.
B) menor no recipiente que se
encontra no nível do mar.
C) menor do que 100 °C,
independentemente do local.
A) Mantendo o seu volume e D) sempre 100 °C, independentemente
aumentado sua densidade média. do local.
B) Diminuindo o seu volume e E) maior no recipiente no qual a
mantendo sua densidade média. fervura iniciou em menos tempo.

APOSTILA 2020 Página 71


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

3. A imagem abaixo representa um D) 4000.


bebedouro composto por uma base que E) 8000.
contém uma torneira e acima um
garrafão com água e ar. 5. Autoridades debatem acesso de
deficientes nos estádios da Copa

As ações de acessibilidade aos


portadores de deficiência aos estádios
que sediarão os jogos da Copa do
Mundo de 2014 foram debatidas na
reunião do Conselho Nacional dos
Direitos da Pessoa com Deficiência
A pressão exercida pela água sobre a (Conade), em Brasília (DF). Os
torneira, quando ela está fechada, conselheiros estaduais e do Distrito
depende diretamente da(o) Federal apontaram uma série de
A) diâmetro do cano da torneira. medidas positivas adotadas durante a
B) massa de água contida no Copa das Confederações e outras que
garrafão. precisam melhorar para o Mundial de
C) altura de água em relação à 2014. Das cidades que sediaram os
torneira. jogos da Copa das Confederações
D) volume de água contido no estava o representante da Secretaria
garrafão. Extraordinária da Copa (Secopa) de
Belo Horizonte (MG), Otávio Góes. Ele
4. A figura representa uma cisterna com destacou que o Estádio Mineirão tem
a forma de um cilindro circular reto de dez elevadores especificamente para
4 m de altura instalada sob uma laje de transportar essas pessoas. “A ideia é
concreto. atender cada vez melhor tanto a essas
pessoas quanto a população em geral”,
disse.

Disponível em:
http://www.portal2014.org.br/noticias/11952/AUT
ORIDADES+DEBATEM+ACESSO+DE+DEFICI
ENTES+NOS+ESTADIOS+DA+COPA.html

Considere o elevador hidráulico do


Considere que apenas 20% do volume estádio Mineirão cuja área da base do
dessa cisterna esteja ocupado por pistão de elevação seja quatro vezes
água. Sabendo que a densidade da maior do que a área do pistão da
água é igual a 1000 kg / m3, adotando bomba de injeção de óleo.
g = 10 m / s2 e supondo o sistema em Desprezando as forças dissipativas,
equilíbrio, é correto afirmar que, nessa deseja-se elevar um cadeirante de
situação, a pressão exercida apenas (massa da pessoa + cadeira de rodas)
pela água no fundo horizontal da sobre uma plataforma de apoiada
cisterna, em Pa, é igual a sobre o pistão maior, onde ficará o
cadeirante. Qual deve ser a força
A) 2000.
exercida pelo motor de injeção da
B) 16000.
bomba sobre o fluido, para que o
C) 1000.
cadeirante seja elevado às
APOSTILA 2020 Página 72
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

arquibancadas com velocidade E) Todo corpo mergulhado em um


constante? fluido recebe um empuxo vertical, de
A) 88 N baixo para cima, cuja intensidade é
B) 110N igual ao peso do fluido deslocado.
C) 275N
D) 550N 7. (Enem 2018) Talvez você já tenha
E) 1100N bebido suco usando dois canudinhos
iguais. Entretanto, pode-se verificar
6. (Usf 2018) Um manual de instruções que, se colocar um canudo imerso no
de um aparelho medidor de pressão suco e outro do lado de fora do líquido,
(esfigmomanômetro) traz as seguintes fazendo a sucção simultaneamente em
informações para o uso correto do ambos, você terá dificuldade em bebê-
aparelho: lo.

- Sente-se em uma cadeira que tenha Essa dificuldade ocorre porque o(a)
encosto. A) força necessária para a sucção do
- Coloque seu braço sobre uma mesa ar e do suco simultaneamente dobra de
de modo que a braçadeira esteja no valor.
mesmo nível que seu coração. B) densidade do ar é menor que a do
- Coloque os dois pés no chão. suco, portanto, o volume de ar aspirado
é muito maior que o volume de suco.
C) velocidade com que o suco sobe
deve ser constante nos dois canudos, o
que é impossível com um dos canudos
de fora.
D) peso da coluna de suco é
consideravelmente maior que o peso da
coluna de ar, o que dificulta a sucção do
líquido.
Das alternativas a seguir, assinale a
E) pressão no interior da boca
que apresenta o princípio físico que tem
assume praticamente o mesmo valor
relação direta com a posição correta da
daquela que atua sobre o suco.
braçadeira.
A) Se um corpo está em equilíbrio
8. (Unicamp 2018) Em junho de 2017
sob a ação exclusiva de três forças não
uma intensa onda de calor atingiu os
paralelas, então elas deverão ser
EUA, acarretando uma série de
concorrentes.
cancelamentos de voos do aeroporto de
B) Pontos de um mesmo líquido em
Phoenix no Arizona. A razão é que o ar
equilíbrio situados em um mesmo plano
atmosférico se torna muito rarefeito
horizontal recebem pressões iguais.
quando a temperatura sobe muito, o
C) As alturas alcançadas por dois
que diminui a força de sustentação da
líquidos imiscíveis em um par de vasos
aeronave em voo. Essa força, vertical
comunicantes são inversamente
de baixo para cima, está associada à
proporcionais às suas massas
diferença de pressão ΔP entre as partes
específicas.
inferior e superior do avião.
D) Um líquido confinado transmite
integralmente, a todos os seus pontos,
Considere um avião de massa total
os acréscimos de pressão que recebe.
m = 3  105 kg em voo horizontal. Sendo a

APOSTILA 2020 Página 73


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

área efetiva de sustentação do avião uma altitude de aproximadamente


A = 500 m2 , na situação de voo horizontal 4.000 m. É correto afirmar que, nesse
ΔP vale movimento de subida,
A) 5  103 N m2 . A) o volume do bolão diminui.
B) 6  103 N m2 . B) a pressão no interior do balão
C) 1,5  106 N m2 . aumenta.
D) 1,5  108 N m2 . C) o volume do balão aumenta.
D) a pressão externa ao balão não se
altera.
E) a massa de gás contida no interior
9. (Enem PPL 2017) Um estudante
do balão diminui.
construiu um densímetro,
esquematizado na figura, utilizando um
GABARITO
canudinho e massa de modelar. O
Vamos Fixar
instrumento foi calibrado com duas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
marcas de flutuação, utilizando água
(marca A) e etanol (marca B) como
referências. De olho no Enem
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Em seguida, o densímetro foi usado


para avaliar cinco amostras: vinagre,
leite integral, gasolina (sem álcool
anidro), soro fisiológico e álcool
comercial (92,8 GL).

Que amostra apresentará marca de


flutuação entre os limites A e B?

A) Vinagre.
B) Gasolina.
C) Leite integral.
D) Soro fisiológico.
E) Álcool comercial.

10. (Upf 2017) Em uma festa de


aniversário infantil, um balão cheio de
gás Hélio é solto por uma criança e
imediatamente começa a subir,
afastando-se da superfície da Terra até

APOSTILA 2020 Página 74


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

investigando a ação de arrasto de um


TÓPICO - 12 suposto “éter”.
TEORIA DA RELATIVIDA ESPECIAL

12.1 INTRODUÇÃO

Próximo ao final do século XIX


parecia que toda a ciência estava sob a
influência da corrente filosófica
denominada determinismo. Nessa
época, os avanços do conhecimento
científico foram muito significativos, e
reinava a impressão de que a
humanidade deixara para trás sua
ignorância em relação ao Universo e
estava às portas do saber absoluto.

Felizmente, existem os que


sempre veem a ciência como uma obra
O experimento foi repetido
inacabada. E foi graças ao
exaustivamente, em vários locais, com
questionamento desses espíritos
vários experimentadores e com o
críticos que a natureza revelou novos e
máximo de precisão alcançável. Todos
inesperados aspectos. Estes, de tão
os experimentos deram resultado
surpreendentes, foram enquadrados no
negativo, ou seja: a velocidade da luz
que se convencionou chamar de Física
não é afetada pela presença de
moderna.
nenhum meio material.
Ao falhar no experimento,
A Física do século XX,
Michelson e Morley descobriram que o
denominada Física moderna, tem como
éter não existia. Isso mostra que, na
alicerces a relatividade, que fornece a
Ciência, errar também é importante.
estrutura teórica para a compreensão
do Universo em escala macroscópica
Em 1905, quando Albert Einstein
(estrelas, galáxias, etc.), e a Mecânica
tinha 25 anos de idade e era um
quântica, que fornece a estrutura
funcionário desconhecido do
teórica para a compreensão do
departamento de patentes da Suíça,
Universo em escala microscópica
publicou quatro artigos de extraordinária
(partículas elementares, átomos, etc.).
importância. Um deles era a análise do
movimento browniano; o segundo (o
que lhe garantiu o Prêmio Nobel)
versava sobre o efeito fotoelétrico. Nos
O experimento de Michelson e Morley
últimos dois, Einstein introduziu sua
teoria especial da relatividade,
O experimento de Michelson e
propondo uma drástica revisão dos
Morley foi levado a cabo em fins do
conceitos newtonianos de espaço e
século XIX para determinar a
tempo.
velocidade da luz em diversas direções,

APOSTILA 2020 Página 75


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

12.2 OS POSTULADOS DE EINSTEIN

Einstein construiu a Teoria da


Relatividade Restrita (TRR) a partir de
dois postulados.

POSTULADO 1: As leis da Física


são as mesmas em todos os
referenciais inerciais. Não existe um
sistema de referência inercial
privilegiado.
12.4 Dilatação Temporal
POSTULADO 2: A velocidade da luz no
vácuo é a mesma em todas as Uma das consequências dos
direções e todos os referenciais postulados da teoria da relatividade
inerciais. especial é que o tempo é relativo, ou
seja, dois observadores, em movimento
relativo, podem obter valores diferentes
para a duração de um mesmo evento.
FIGURA 1
A rapidez da luz é medida como sendo a mesma em
todos os sistemas de referência.

Um ponto importante na teoria da


relatividade especial é que a
simultaneidade de um evento é um
conceito relativo, que depende da
velocidade relativa entre os
observadores.

12.3 Impossibilidade da
simultaneidade

Dois eventos que são simultâneos


em um sistema de referência não
necessariamente devem ser
simultâneos em um sistema que se
move em relação ao primeiro.
APOSTILA 2020 Página 76
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

12.5 Contração do Espaço

Considere um objeto de
comprimento L’ quando em repouso em
relação a um observador. Outro
resultado obtido por Einstein foi que, ao
se mover com velocidade v (em relação
a esse mesmo observador) e na mesma
direção em que foi medido o
A distância maior ao longo da comprimento, o objeto tem um
diagonal deve ser dividida por um comprimento L menor do que L’, isto é,
intervalo de tempo L < L’.
correspondentemente maior para
resultar num valor invariante para a
rapidez da luz. Esse alongamento do
tempo é chamado de dilatação
temporal.

Observe, na figura, que o


comprimento h não se modifica. Esse
efeito de diminuição do comprimento é
chamada de contração de comprimento.
A equação que relaciona os
Esse resultado permite afirmar comprimentos L’ e L é:
que o relógio em repouso em relação a
um determinado observador anda mais
rapidamente que o outro idêntico que
ele observa em movimento.

Corpos em movimento sofrem


Paradoxo dos gêmeos uma contração de tamanho na direção
desse movimento em relação ao
tamanho que têm quando medidos em
repouso.

O gêmeo viajante não envelhece tão


rápido quanto o gêmeo que fica em
casa.

APOSTILA 2020 Página 77


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

12.6 Relatividade da Velocidade 12.7 Relatividade da massa

A maneira de compor a Em consequência dos postulados


velocidade na TRR e bem diferente da da Relatividade Especial, a Física
relatividade newtoniana. Moderna fornece uma expressão para o
cálculo da massa relativística (m), que
varia de acordo com a velocidade (v) do
corpo em movimento:

Os valores de m e de m0 são
medidos em relação a um mesmo
referencial inercial, em que m0 = massa
U= velocidade da bala em relação a de repouso do corpo.
Terra Note que massa não é quantidade
U’ = velocidade da bala em relação ao de matéria. Portanto, o que aumenta
trem com a velocidade não é a quantidade
V = Velocidade do trem em relação a de matéria, mas a massa que mede a
Terra inércia do corpo.

1) Formula quando v < 0,1c (caso não


relativista o nosso dia a dia, a Fisica 12.8 Energia de Repouso
clássica)
U = U’ + V Einstein ligou não apenas o
espaço e o tempo, mas também massa
2) Formula relativista que e valida em com energia. Um pedaço de matéria,
qualquer velocidade (caso relativístico) mesmo estando em repouso e não
interagindo com qualquer coisa, possui
uma “energia de existência”. Ela é
chamada de energia de repouso.
Einstein concluiu que é necessário
energia para haver massa, e que ocorre
liberação de energia se desaparecer
massa. A quantidade de energia E está
relacionada à quantidade de massa m
Casos especiais pela mais famosa equação do século
XX:
Caso 1 U’ = c
Caso 2 V=c

APOSTILA 2020 Página 78


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

12.9 Quantidade de Movimento


Por exemplo, se fosse possível Relativista
aniquilar uma pedra de massa de
repouso de 1g, transformando-a Em Mecânica newtoniana
totalmente em energia, obteremos: aprendemos que a quantidade de
movimento “Q” e uma grandeza vetorial
E = m0,c2 = (1.10-3).(3.108)2 = 9.1013J igual ao produto da massa por sua
velocidade.
Essa energia seria suficiente para Q = m0.V
manter acesas 1000 lâmpadas de 100
W por quase 30 anos. Portanto, uma Em altas velocidades, próximas a
pequeníssima massa equivale a uma da luz ela assumi a forma relativista:
enorme quantidade de energia.

12.8.1 Energia total ou energia


relativista

Considere um corpo se
movimentando com velocidade v em
OBS: Relação entre energia total e
relação a um determinado referencial.
quantidade de movimento
Por definição, a energia total E desse
corpo e a soma da sua energia de
repouso E0 com sua energia cinética Ec.

12.8.2 Energia Cinetica relativista Vamos Fixar

1. Um elétron possui uma energia


cinética relativista de 9x10-9 J, quando
está se movendo com velocidade de
. Determinar sua massa
relativista.

2. Um astronauta parte da sua nave


no “cabo canaveral” para um planeta
alfa que se encontra a 20 anos luz da
terra, se a viajem é realizada com
velocidade média de 1,8x108m/s. Qual
o tempo de viagem para o piloto ?

APOSTILA 2020 Página 79


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

3. Qual das afirmações a seguir é A) 0,60 M


correta para a teoria da relatividade de B) 1,0 M
Einstein? C) 1,25 M
A) No vácuo, a velocidade da luz D) 1,4 M
depende do movimento da fonte de luz E) 1,5 M
e tem igual valor em todas as direções.
B) Elétrons são expulsos de uma 6. Um trem de comprimento igual a
superfície quando ocorre a incidência 100 m viaja a uma velocidade de 0,8 c,
de uma radiação eletromagnética (luz). onde c é a velocidade da luz, quando
C) Em determinados fenômenos, a luz atravessa um túnel de comprimento
apresenta natureza de partícula e, em igual a 70 m.
outros, natureza ondulatória.
D) Na natureza, não podem ocorrer
interações de velocidades superiores à
velocidade da luz c.

4. Em relação a um sistema de
referência em repouso, dois elétrons
movem-se em sentidos opostos, ao
Quando visto por um observador
parado ao lado dos trilhos, é CORRETO
afirmar que o trem
A) Não chega a ficar totalmente dentro
do túnel, restando um espaço de 12
m fora do túnel.
B) Fica totalmente dentro do túnel e
longo da mesma reta, com
sobra um espaço de 10 m.
velocidades de módulos iguais a c/2.
C) Fica totalmente dentro do túnel e
Determine a velocidade relativa de
sobra um espaço de 15 m.
aproximação entre os elétrons. Em
D) Não chega a ficar totalmente dentro
seguida, assinale a alternativa que
do túnel, restando um espaço de 5 m
apresenta corretamente essa
fora do túnel.
velocidade.
E) Fica totalmente dentro do túnel e
A) c / 2
não resta nenhum espaço.
B) 3c / 4
C) 3c / 5
7. Com base na Teoria da
D) 4c / 5
Relatividade de Albert Einstein,
E) c
publicada em 1905, analise as
afirmações:

5. Uma partícula, cuja massa de


repouso é M, é acelerada a partir do
repouso até atingir 60% da velocidade I.O tempo dilata, isto é, um mesmo
de propagação da luz no vácuo. Na evento pode transcorrer em intervalos
situação final, a massa da partícula de tempo diferentes quando medido
será igual a por dois observadores, um em
APOSTILA 2020 Página 80
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

repouso e o outro em movimento


retilíneo uniforme em relação ao
primeiro.
II. O comprimento contrai, isto é, um
mesmo corpo pode ter comprimentos
diferentes quando medido por dois
observadores, um em repouso e o
outro em movimento retilíneo Quando retornam a Terra, verifica-se
uniforme em relação ao primeiro. que aqui se passaram alguns anos.
III. A velocidade da luz no vácuo tem Considerando que c é a velocidade da
seu valor aproximado de 300.000 luz no vácuo e que a velocidade média
km/s, independente do referencial. da nave é 0,8c, é correto afirmar que,
Qual(is) está(ão) correta(s): ao retornarem a Terra, se passaram:
A) 20 anos
A) I e II estão corretas B) 10 anos
B) I e III estão corretas C) 30 anos
C) II e III estão corretas D) 12 anos
D) todas estão corretas E) 6 anos
E) nenhuma está correta

8.A relatividade proposta por Galileu e 9. Suponha que um pãozinho de 80 g


Newton na Física Clássica é em repouso fosse transformado em
reinterpretada pela Teoria da energia elétrica com base na equação
Relatividade Restrita, proposta por de Einstein E = m.c2 para acender uma
Albert Einstein (1879-1955) em 1905, lâmpada de 100w. Durante quanto
que é revolucionária porque mudou as tempo essa lâmpada ficaria acesa ?
idéias sobre o espaço e o tempo, uma
vez que a anterior era aplicada somente A) 7,2 .1013s
a referenciais inerciais. Em 1915, B) 4,3 .1013s
Einstein propôs a Teoria Geral da C) 3,2 .109s
Relatividade válida para todos os D) 2,7 .107s
referenciais (inerciais e não inerciais). E) 8,7 .1015s
Ainda acerca do assunto tratado no
texto, resolva a seguinte situação- 10. Uma fabrica de produtos
problema: Considere uma situação metalúrgicos do Distrito industrial de
“fictícia”, que se configura como uma fortaleza consome, por mês, cerca de
exemplificação da relatividade do 2,0 x 106 KWh de energia elétrica( 1
tempo. KWh = 3,6 x 106 J). suponha que essa
Um grupo de astronautas decide viajar fabrica possui uma usina capaz de
numa nave espacial, ficando em converter diretamente massa em energia
missão durante seis anos, medidos no elétrica, de acordo com a relação de
relógio da nave. Einstein, E = m.c2. nesse caso, a massa
necessária para suprir a energia
requerida pela fábrica, durante um mês,
é, em gramas:

APOSTILA 2020 Página 81


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

A) 0,08 Física newtonianaTeoria da


relatividade
B) 0,8 Espaço Tempo Espaço Tempo
C) 8 A) Absoluto Absoluto Dilata Contrai
D) 80 B) Contrai Absoluto Contrai Dilata
E) 800 C) Absoluto Contrai Dilata Absoluto
D) Absoluto Absoluto Contrai Dilata
E) Contai Dilata Absoluto Absoluto
11. Um elétron é acelerado a partir do
repouso até atingir um energia
relativista final igual a 2,5 MeV. A 14. Rayssa e Renata são duas irmãs
energia de repouso do elétron é de Eo gêmeas que tem 10 anos de idade e
= 0,5 MeV. Sua energia cinética, ao são idênticas. Certo dia, Rayssa
atingir a velocidade final, vale: partiu numa nave espacial viajando a
A) 1,0 MeV uma velocidade 0,80.c e fez uma
B) 1,5 MeV viagem que durou 12 anos, ida e
C) 2,0 MeV volta, medido no relógio da nave.
D) 2,5 MeV Assim, quando Rayssa retorna a
E) 3,0 MeV casa, entra na sala, senta ao lado de
sua irmã no sofá e percebe que a
12. De acordo com a teoria da irmã está:
relatividade, de Einstein, a energia A)8 anos mais nova.
total de uma partícula satisfaz a B)8 anos mais velha.
equação E2 = p2c2 + mo2c4, onde p é C) 6 anos mais nova.
a quantidade de movimento linear da D) 6 anos mais velha.
partícula, mo é sua massa de repouso E) 12 anos mais velha.
e c é a velocidade da luz no vácuo.
Ainda de acordo com Einstein, uma De olho no Enem
luz de frequência ν pode ser tratada
como sendo constituída de fótons,
partículas com massa de repouso 1. (Upf 2019) A teoria da relatividade
nula e com energia E = h ν, onde h é restrita (TRR), também conhecida como
a constante de Planck. Com base teoria de relatividade especial, foi
nessas informações, você pode proposta por Albert Einstein em 1905.
concluir que a quantidade de Sobre essa teoria, é correto afirmar:
movimento linear p de um fóton é: A) A TRR afirma que as leis da
A) p = hc Física são idênticas em relação a
B) p = hc/ ν qualquer sistema referencial inercial.
C) p = 1/ hc B) A TRR afirma que a velocidade da
D) p = h ν/c luz no vácuo é a mesma,
E) c ν / h independentemente do tipo de sistema
de referência em que ela é medida.
13.Com o advento da teoria da C) A TRR é válida em todos tipos de
relatividade de Einstein, alguns sistemas de referęncia.
conceitos básicos da física D) Para a TRR, não é possível a
newtoniana, entre eles o espaço e o contração do espaço.
tempo, tiverem que ser revistos. Qual a E) Na TRR, não é possível a
diferença substancial desses conceitos dilatação do tempo.
para as duas teorias?

APOSTILA 2020 Página 82


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

2. (Fgv 2018) Os avanços tecnológicos III. Intervalos de tempo e de espaço são


que a ciência experimentou nos últimos grandezas absolutas e independentes
tempos nos permitem pensar que, dos referenciais.
dentro em breve, seres humanos IV. As leis da Física são as mesmas em
viajarão pelo espaço sideral a todos os sistemas de referência
velocidades significativas, se inercial.
comparadas com a velocidade da luz no V. Massa e energia são quantidades
vácuo. que não possuem nenhuma relação
Imagine um astronauta terráqueo que, A) somente II e III estão corretas.
do interior de uma nave que se desloca B) somente I e II estão corretas.
a uma velocidade igual a 60% da C) somente I e V estão corretas.
velocidade da luz, avista um planeta. Ao D) somente I e III estão corretas.
passar pelo planeta, ele consegue E) somente II e IV estão corretas.
medir seu diâmetro, encontrando o
valor 4,8  106 m. Se a nave parasse 4. (Fgv 2017) A nave “New Horizons”,
naquelas proximidades e o diâmetro do cuja foto é apresentada a seguir, partiu
planeta fosse medido novamente, o do Cabo Canaveral em janeiro de 2006
valor encontrado, em 106 m, seria de e chegou bem perto de Plutão em julho
A) 2,7. de 2015. Foram mais de 9 anos no
B) 3,6. espaço, voando a 21km s. É uma
C) 6,0. velocidade muito alta para nossos
D) 7,5. padrões aqui na Terra, mas muito baixa
E) 11,0. se comparada aos 300.000 km s da
velocidade da luz no vácuo.
3. (Ufjf-pism 3 2017) A velocidade é
uma grandeza relativa, ou seja, a sua
determinação depende do referencial a
partir do qual está sendo medida. A
Teoria da Relatividade Especial,
elaborada em 1905, pelo físico alemão
Albert Einstein, afirma que o
comprimento e a massa de um objeto Considere uma nave que possa voar a
são grandezas que também dependem uma velocidade igual a 80% da
da velocidade e, consequentemente, velocidade da luz e cuja viagem dure 9
são relativas. anos para nós, observadores
localizados na Terra.
Sobre a Teoria da Relatividade
Especial, julgue os itens abaixo e Para um astronauta no interior dessa
marque a alternativa CORRETA. nave, tal viagem duraria cerca de
A) 4,1 anos.
I. A massa de um objeto é B) 5,4 anos.
independente da velocidade do C) 6,5 anos.
mesmo, medida por qualquer D) 15 anos.
referencial inercial. E) 20,5 anos.
II. A velocidade da luz é um limite
superior para a velocidade de
qualquer objeto.

APOSTILA 2020 Página 83


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: A) 7 anos


Nas questões com respostas B) 14 anos
numéricas, considere o módulo da C) 21 anos
aceleração da gravidade como D) 42 anos
2
g = 10,0 m s , o módulo da carga do E) 56 anos
elétron como e = 1,6  10−19 C, o módulo da
velocidade da luz como c = 3,0  108 m s e 6. (Fgv 2016) Não está longe a época
utilize π = 3. em que aviões poderão voar a
velocidades da ordem de grandeza da
velocidade da luz (c) no vácuo. Se um
5. (Upe-ssa 3 2017) A sonda caçadora desses aviões, voando a uma
de exoplanetas Kepler encontrou velocidade de 0,6  c, passar rente à pista
aquele que talvez seja o corpo celeste de um aeroporto de 2,5 km, percorrendo-
mais parecido com a Terra. A Nasa a em sua extensão, para o piloto desse
anunciou, nesta quinta-feira (23), a avião a pista terá uma extensão, em km,
descoberta de Kepler-452b, um de
exoplaneta encontrado dentro de uma A) 1,6.
zona habitável de seu sistema solar, ou B) 2,0.
seja, uma região onde é possível que C) 2,3.
exista água no estado líquido. A D) 2,8.
semelhança com nosso planeta é tão E) 3,2.
grande que os pesquisadores
chamaram o Kepler-452b de Terra 2.0. 7. (Ufjf-pism 3 2016) Em um reator
O Kepler-452b é cerca de 60% maior nuclear, átomos radioativos são
que a Terra e precisa de 385 dias para quebrados pelo processo de fissão
completar uma órbita ao redor de sua nuclear, liberando energia e átomos de
estrela, a Kepler 452. E essa estrela menor massa atômica. Esta energia é
hospedeira é muito parecida com nosso convertida em energia elétrica com um
Sol: tem quase o mesmo tamanho, aproveitamento de aproximadamente
temperatura e emite apenas 20% mais 30%. A teoria da relatividade de Einstein
luz. Localizado na constelação Cygnus, torna possível calcular a quantidade de
o sistema solar da Terra 2.0 está a 1.400 energia liberada no processo de fissão
anos-luz distante do nosso. nuclear. Nessa teoria, a energia de uma
partícula é calculada pela expressão
Fonte:
http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/terra-2-0- E = mc 2 , onde m = m0 1 + (v c)2 . Em uma
nasa-anuncia-descoberta-historica-de-planeta-quase- residência comum, se consome, em
identico-ao-nosso, acessado em: 14 de julho de 2016.
média, 200 kWatt − hora por mês. Neste
caso, CALCULE qual deveria ser a
Supondo-se que, a fim de investigar massa, em quilogramas, necessária
mais de perto o Kepler-452b, uma para se manter essa residência por um
sonda tenha sido enviada da Terra por ano, considerando que a transformação
uma equipe da Nasa, com uma de massa em energia ocorra no
velocidade igual a (3)1 2 c 2. Quando o repouso.
relógio instalado na sonda marcar 28 c = 3  108 m/s.
Dado:
anos de viagem, quanto tempo terá se
passado para a equipe na Terra?

APOSTILA 2020 Página 84


Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

A) 3,6  10−8 kg A) 1/3.


B) 6,3  10−5 kg B) 2/3.
C) 3,2  10−7 kg C) 4/9.
D) 9,6  10−8 kg
D) 5/9.
E) 5/13.
E) 5,3  10−5 kg

10. (Unisc 2015) Em uma explosão de


8. (Fuvest 2016) O elétron e sua uma mina de carvão foram utilizadas
antipartícula, o pósitron, possuem 1.000 toneladas de explosivo
massas iguais e cargas opostas. Em trinitrotolueno (TNT), o que equivale a
uma reação em que o elétron e o 1,0  1012 calorias. Qual foi,
pósitron, em repouso, se aniquilam,
aproximadamente, a quantidade de
dois fótons de mesma energia são
massa convertida em energia
emitidos em sentidos opostos.
equivalente a essa explosão?
8
(1caloria = 4,18J e c = 3,0  10 m / s)
A energia de cada fóton produzido é,
A) 4,6  10−5 kg
em MeV, aproximadamente,
B) 4,6  10−8 kg
Note e adote: C) 1,1 10−5 kg
Relação de Einstein entre energia (E) e D) 1,1 10−8 kg
massa (m) : E = mc 2 E) 1,1 10−13 kg
Massa do elétron = 9  10−31 kg
Velocidade da luz c = 3,0  108 m / s 11. (Upe 2013) Uma régua cujo
1 eV = 1,6  10−19 J
comprimento é de 50 cm está se
movendo paralelamente à sua maior
1MeV = 106 eV
dimensão com velocidade 0,6 c em
relação a certo observador. Sobre isso,
No processo de aniquilação, toda a é CORRETO afirmar que o
massa das partículas é transformada comprimento da régua, em centímetros,
em energia dos fótons. para esse observador vale
A) 0,3 A) 35
B) 0,5 B) 40
C) 0,8 C) 62,5
D) 1,6 D) 50
E) 3,2 E) 100

GABARITO
Vamos Fixar
9. (Ita 2016) Enquanto em repouso 1 2 3 4 5 6 7
relativo a uma estrela, um astronauta vê
a luz dela como predominantemente
8 9 10 11 12 13 14
vermelha, de comprimento de onda
próximo a 600 nm. Acelerando sua nave
De olho no Enem
na direção da estrela, a luz será vista
1 2 3 4 5 6
como predominantemente violeta, de
comprimento de onda próximo a 400 nm,
7 8 9 10 11
ocasião em que a razão da velocidade
da nave em relação à da luz será de
APOSTILA 2020 Página 85
Apostila AB – Física 3 (2020) 3º ano –Física 3

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1.Tópicos de Física 1:Mecânica –


Ricardo Helou doca, Gualter José
Biscuola. 18ª ed. São Paulo: Saraiva
2001.
2. Física – Volume Único – Caio Sergio
Calcada, José Luiz Sampaio
3. Curso de Física – Volume – Antônio
Máximo, Beatriz Alvarenga
4. Curso de Física –apostila vol.1 –
Renato Brito.

APOSTILA 2020 Página 86

Você também pode gostar