Você está na página 1de 26

Aula 8: Noções gerais da quarta semana de desenvolvimento,

organogênese e período fetal


Histologia e Embriologia
Introdução
Da quarta até a oitava semana irão se estabelecer todas as estruturas internas e
externas.
No final da oitava semana o embrião já apresenta formato humano.
A exposição do embrião à teratógenos nesse período – vírus e substância químicas,
produz anomalias congênitas.
Fases do desenvolvimento:
• Crescimento – divisão celular e elaboração de produtos celulares;
• Morfogênese – mudanças no tipo celular, formato da célula e no movimento
celular;
• Diferenciação – organização das células em um padrão preciso de tecidos e órgãos
para execução de funções.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Dobramento do embrião

É de fundamental importância para


que se estabeleça o formato do
corpo.
O dobramento se dá nos planos
mediano e horizontal.
Os dobramentos das regiões cefálica,
caudal e laterais ocorrem
simultaneamente.
Isso ocorre pelo rápido crescimento
do embrião.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Dobramento do embrião
O dobramento ventral das extremidades do embrião produz as pregas
cefálica e caudal, levando essas regiões a se deslocarem ventralmente,
enquanto o embrião alonga-se cefálica e caudalmente.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Pregas
PREGA CEFÁLICA
As pregas neurais se espessam para formar o primórdio do encéfalo.

PREGA CAUDAL
Crescimento da parte distal do tubo neural (primórdio da medula espinhal).

PREGAS LATERAIS
Crescimento rápido da medula espinhal e dos somitos que produzem as pregas
laterais direita e esquerda.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Prega cefálica
No início, o encéfalo em desenvolvimento cresce para dentro da cavidade
amniótica.
Posteriormente, o prosencéfalo projeta-se cefalicamente, e ultrapassa a
membrana bucofaríngea (ou orofaríngea), recobrindo o coração em
desenvolvimento.

Concomitantemente, o septo transverso, coração primitivo, celoma


pericárdico e membrana bucofaríngea se deslocam para a superfície ventral
do embrião.

Durante o dobramento longitudinal, a parte dorsal do endoderma do saco


vitelínico é incorporada ao embrião com o intestino anterior (primórdio do
segmento inicial do sistema digestório).

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Prega cefálica

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Prega caudal

Resulta do crescimento da parte distal do tubo neural. À medida que


o embrião cresce, a região caudal projeta-se sobre a membrana
cloacal.

Durante esse dobramento, parte do Endoderma é incorporado como


intestino posterior, cuja porção terminal dilata-se para formar a
cloaca.

Após o dobramento, o pedículo de fixação (ou pedículo de conexão),


primórdio do cordão umbilical, fica preso à superfície ventral do
embrião, enquanto a Alantoide é parcialmente incorporada.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Derivados das camadas
germinativas

As três camadas germinativas


formadas durante a gastrulação,
dão origem aos primórdios de
todos os tecidos e órgãos.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Ectoderma

• SNC

• SNP

• Epitélio sensorial do olho, nariz e ouvido

• Epiderme e anexos(pelos e unhas)

• Glândulas mamárias

• Hipófise

• Esmalte dos dentes


AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL
Histologia e Embriologia
Mesoderma

• Tecido conjuntivo (cartilagem e osso)

• Músculo estriados e liso

• Coração, vasos sanguíneo e linfático

• Rins e suprarrenal (córtex)

• Ovários e testículos (ductos genitais)

• Pericárdio, pleura e peritônio

• Baço
AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL
Histologia e Embriologia
Endoderma

• Revestimento epitelial (gástrico e


respiratório)

• Glândulas tireoides e
paratireoides

• Timo, fígado e pâncreas

• Revestimento epitelial da bexiga


urinária e uretra

• Revestimento epitelial da cavidade


de tímpano

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Estágio de Carnegie

A classificação de Carnegie é um sistema padronizado de 23 estágios usados


para fornecer uma cronologia unificada de desenvolvimento de vertebrados.
Os estágios são delineados pelo desenvolvimento de estruturas e não pelo
tamanho ou número de dias de desenvolvimento.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Estágio de Carnegie

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Principais eventos da quarta semana
O tubo neural é formado em frente aos somitos mas é amplamente aberto
nas extremidades – neuroporos rostral e caudal.
Com 24 dias o primeiro par de arcos faríngeos está visível – arco mandibular
– mandíbula e maxila.
O coração forma uma saliência ventral e bombeia o sangue.
No 26º dia o neuroporo rostral já se fechou e o encéfalo anterior produz
uma elevação saliente na cabeça.
26º a 27º são reconhecíveis os brotos dos membros superiores, fossetas
óticas (orelhas) e placodes do cristalino (olhos).
Longa eminência caudal.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Embriões na quarta semana

Embrião com +24 dias Embrião com 28 dias

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Quinta semana

Pequenas mudanças;

Crescimento da cabeça excede o crescimento das outras regiões;

Os brotos dos membros superiores adquirem a forma de remos, e os dos


membros inferiores, de nadadeiras;

As Cristas Nefrogênicas indicam o sítio dos Rins Mesonéfricos.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Sexta semana

Membros superiores: cotovelos e placas das mãos, raios digitais;

Saliências auriculares: intumescência em torno do sulco ou fenda faríngea;

O sulco se torna o meato acústico externo e as saliências se fundem formando o pavilhão auricular;

Olho é bem evidente: formação do pigmento da retina.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Sexta semana

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Sétima semana
Chanfraduras entre os raios digitais das
placas das mãos com separação parcial
dos futuros dedos.

O intestino entra no celoma


extraembrionário na porção proximal do
cordão umbilical, formando a hérnia
umbilical fisiológica que se dá por razão
de a cavidade abdominal ser pequena
demais para acomodar o intestino em
crescimento.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Histologia e Embriologia
Oitava semana
Ao final da oitava semana o embrião tem
feições nitidamente humanas; entretanto a
cabeça é proporcionalmente grande (metade
do corpo do embrião).
Fusão das pálpebras.
Cauda desaparece.
Dedos das mãos separados, mas ainda unidos
por membranas, pés em forma de leque;
Ossificação tem início nos membros inferiores.

AULA 8: NOÇÕES GERAIS DA QUARTA SEMANA, ORGANOGÊNESE E PERÍODO FETAL


Assuntos da próxima aula:

1. Introdução à histologia;

2. Tecido epitelial de revestimento.

Você também pode gostar