Você está na página 1de 16

SISTEMA IMUNITÁRIO

É o sistema responsável pela defesa do organismo contra a ação de


agentes patogênicos (que causam doenças).
COMPONENTES
1- Células de defesa (Leucócitos ou glóbulos brancos) :
macrófagos e linfócitos

2- Linfa :
Líquido resultante do extravasamento do plasma sanguíneo para os
tecidos.
 Não possui hemácias.
 Percorre o interior dos vasos linfáticos.
3- Órgãos linfáticos:

Timo: Órgão onde ocorre o amadurecimento de


linfócitos T.

Linfonodos: Filtra a linfa


Local de amadurecimento de
leucócitos.

Baço: Local onde os linfócitos são armazenados e


maturados.
Destruição de hemácias velhas (hemocaterese),
armazenamento de sangue.
Tonsilas (adenóides e amígdalas): Local de
multiplicação de leucócitos.

Medula óssea vermelha: Local de amadurecimento dos


linfócitos B.
Produção de células sanguíneas.
CONCEITOS BÁSICOS
I. Antígeno: Partícula ou molécula estranha ao organismo capaz de induzir uma resposta imunológica
(produção de anticorpos) contra ela.

 Exemplos: Fragmentos de bactérias, vírus, protozoários, toxinas, etc.

II. Anticorpo (Imunoglobulina): Liga-se especificamente ao antígeno que induziu a sua origem, inibindo
sua ação no organismo.

 Molécula protéica em forma de “Y”.
 Produzida por Linfócitos B e Plasmócitos.
CONCEITOS BÁSICOS
3 LINHAS DE DEFESA
 1ª. BARREIRAS FÍSICAS E QUÍMICAS:
 Ex: a enzima lisozima (presente na saliva, lágrima) que destrói a parede celular
de bactérias.
 O Hcl presente no estômago que elimina microorganismos
 Muco das vias aéreas (células caliciformes)
 Epitélio – Epiderme : formados por células justapostas (com especializações de
membrana, ex: desmossomos e interdigitações.
 Cera da orelha
 2ª. DEFESA INESPECÍFICA OU INATA :
 AÇÃO DE CÉLULAS FAGOCITÁRIAS : agem imediatamente após uma infecção
e indiscriminadamente a qualquer agente químico ou biológico que penetre
no organismo.
o EX: Neutrófilos
o Monócitos (sangue)  Macrófagos(tecidos)
o Eosinófilos
 INFLAMAÇÃO: ocorre em resposta a uma invasão ou lesão celular, por agentes biológicos,
químicos e físicos:
 Mastócitos lesados liberam HISTAMINA que se difunde para os capilares produzindo:
 MAIOR VASODILATAÇÃO ( aumento do fluxo sanguíneo, aumento dos nutrientes e maior
regeneração)
 MAIOR PERMEABILIDADE DOS VASOS SANGUÍNEOS : provocando um extravasamento do
plasma e a DIAPEDESE ( MIGRAÇÃO DOS GLÓBULOS BRANCOS PARA OS TECIDOS)

 ASSIM, PODEMOS PERCEBER OS 5 SINAIS DA INFLAMAÇÃO:

EDEMA (INCHAÇO)
RUBOR (VERMELHIDÃO)
CALOR
DOR
PERDA DE FUNÇÃO
3ª. DEFESA ESPECÍFICA ADAPTATIVA: e com memória
imunológica, em resposta ao reconhecimento de um
antígeno.
 Tipos de Imunidades específicas adaptativas

I. Resposta imune humoral – produz anticorpos

II. Resposta Imune celular – não produz anticorpos


RESPOSTA IMUNE HUMORAL
A resposta imune é iniciada com a invasão dos
antígenos, ativando o sistema imunitário.
– Linfócitos B: são responsáveis pelo reconhecimento
dos invasores. São estimulados a se dividirem e a se
diferenciarem em plasmócitos.
– Plasmócitos: realizam a síntese de anticorpos.
– Linfócitos T4 (ou CD4), linfócitos T8 e linfócitos B:
conhecidos como auxiliadores, podem se converter
em linfócitos de memória.
– Anticorpos: atacam os antígenos.
Ação do sistema imunológico
Resposta Resposta
primária secundária
Quantidade de
anticorpos

Resposta secundária 1ª infecção 2ª infecção


 Mais rápida e
intensa
 Ação das
células de
memória
Tempo (dias)
TIPOS DE IMUNIZAÇÃO
a) Vacina

 Solução contendo antígenos isolados ou microrganismos vivos,


previamente atenuados.

 As vacinas são capazes de imunizar pessoas contra doenças


através da produção de células de memória.

 b) Soros

 Não conferem imunidade duradoura (Não produz células de


memória).
 Utilizado em situações de emergência.
 Imunidade ativa (resposta do hospedeiro a um
antígeno)

 Artificial: Vacina
 Natural: Infecções

 Imunidade passiva (recebimento de anticorpos prontos)

 Artificial: Soros
 Natural: Leite materno (colostro)
Via placentária.