Você está na página 1de 4





Tema: A cidade silenciosa. Águas azuis de nevoeiro cinzento como a fumaça de cigarros. Dark
Score Lake é uma cidade que, apesar de ter crescido pela pesca e turismo, ainda possui ares
de cidade pequena, com suas ruas de blocos de pedra e postes de ferro fundido do século 19. É
uma cidade de muitas identidades, e onde muitos prosperam, mas possui a fama de
enlouquecer e destruir grandes ambições.

Cenário: Entre os mortos vivos, foi conhecida como uma cidade perigosa para jovens
vampiros, que amparados por outros jovens, se mantinham numa posição oposta aos anciões
e seus asseclas da Camarilla. Esses antigos, segundo eles, temiam perder seus domínios e sua
primazia sobre as presas, além de ter secretamente medo de perder suas não-vidas. Os
antigos foram sucedidos em se manter hegemônicos até o início do século 21, momento em que
começaram a ser publicamente desafiados em seus domínios, perdendo-os em algumas
ocasiões para grupos de vampiros brutais e modernos.
De uma universidade católica nas montanhas, sempre surgiam rumores de caçadores. Alguns
vampiros viam tais rumores como um “bicho-papão” inventado pelos anciões para coibir
exageros dos jovens. A verdade é que a universidade possui sim um grupo de pragmáticos e
religiosos se dizendo investidos de uma missão divina de expurgar o pecado da cidade e, junto
com ele, os maiores pecadores, os vampiros e seus corrompidos. Durante décadas esses
“paladinos” eram vistos como excêntricos e não representavam nenhum perigo, mas nas
noites atuais, algo mudou. Hoje eles surgem munidos de tecnologia, amparados por um aliado
que os conduziu por uma trilha de conhecimento e armas modernas, tornando-os capazes de
localizar e eliminar cada vez mais pecadores, um dos motivos pelos quais grande parte dos
anciões da cidade nunca mais serem vistos.

O Trono Amaldiçoado,
A função de príncipe, apesar de desejada por alguns dos ambiciosos, também era fonte de
especulações, já que os últimos dois anciões que sentaram no trono perderam suas não-vidas
seja por rebeldes ou por caçadores. Atualmente o príncipe da Camarilla é Quinn Ashmore, que
diz ter assumido o principado para debelar a crise causada pela destruição misteriosa do
último príncipe, que causou o desaparecimento dos anciões da primigênio há
aproximadamente 10 anos.

Nossa Cidade. Nosso Domínio


O baronato dos anarquistas é dividido por três covis e seus barões. A maior parte da cidade faz
parte dos domínios desses três grupos que lidam em sua região de formas diferentes, mas
todos são grupos cruéis e violentos, que expulsaram os antigos senhores da Camarilla de suas
mansões, prédios e fortalezas modernas.

Os renegados de Sangue Fraco


Com o aumento do poder dos barões anarquistas, os Sangue-Fraco passaram a não mais ser
caçados por vampiros completos, mas são aceitos e até bem-vindos por alguns barões
anarquistas. O maior covil de sangue-fraco é o Verdadeiro Nó, um grupo de praticantes de
voodoo que não possuem local fixo, residindo em furgões e trailers e tratados como aliados
valiosos pelos barões anarquistas.

Os domínios e covis mais famosos.

Juice Truck
Grupo de Malkavianos que comercializam sangue para qualquer vampiro que possa pagar, nem
sempre em dinheiro. Possuem conexões em
manicômios e clinicas de reabilitação de onde
obtém o sangue. São liderados pelo Gideon, um
vampiro de hábitos e modos aristocráticos, que
escondem uma natureza sanguinária de torturador.

Purgatory Hall
A casa noturna
Purgatory foi fundada
nos anos 80 por empresários da noite e posteriormente se tornou a
sede de um conhecido barão anarquista da cidade. A casa noturna ainda
é famosa e bastante visitada, principalmente pelos shows de rock e
música gótica. Os vampiros desse covil anarquista são artistas da noite,
cantores, poetas e atores da cena gótica underground.

Bathory Dolls
Esse covil começou em um bordel de
vampiros adoradores do sexo e se
tornou poderoso nos últimos 5 anos
pelas suas habilidades de sedução e
pela capacidade de torturar seus inimigos. É composto por
vampiras e transexuais especialistas em bondage e outras
perversões sexuais, além controlam a região de comércio do sexo
da cidade através de sua rede de prostituição e bordéis.

Army of Six
Covil formado por vampiros ligados à área policial, militares e
combatentes de guerra. É o baronato anarquista responsável por
manter a Camarilla sob controle e tem em suas fileiras vampiros e carniçais especialistas em guerrilha
urbana e terrorismo. O autoritarismo do barão anarquista desse covil causa inúmeros conflitos entre
as facções anarquistas que o toleram devido a suas habilidades de liderar batalhas.
Personagens famosos

Anarquistas

David Duncan, barão do Army of Six


Quando mortal nos anos 40, foi condecorado na 2ª Guerra Mundial por
bravura, o que o fez ser contratado pela policia da cidade. Foi fundador da
SWAT local e treinou inúmeros soldados que foram eficazes em proteger a
cidade em várias ocasiões. Seu abraço foi uma consequência de suas
habilidades, que chamaram a atenção de um ancião Brujah, príncipe da cidade
que desejava expandir seu poderio bélico sobre a cidade. No inicio do século
21, após falhar em proteger seu senhor da Segunda Inquisição, se uniu aos
anarquistas ajudando-os a atacar os anciões, que, para eles, eram
demasiadamente fracos e arrogantes para perceber e reagir à ameaça que
surgia no horizonte.

Leather Queen, baronesa do Bathory Dolls


O nome real da lendária dominatrix da cidade é Heather King, sendo uma das
filhas de um famoso bancário da cidade, chamado Lester King. Diferente de
sua família mortal, os interesses de Heather sempre foram o prazer, o sexo e
seus limites. Casou-se ainda jovem, um casamento arranjado por seu pai como
parte de um negócio, mas fugiu e não só prosperou como meretriz, mas logo
obteve seu próprio bordel. O vampirismo, como tudo, obteve com a ajuda de
seu corpo, pois seduziu um aristocrata vampiro da Camarilla e o forçou a
transformá-la. Esse vampiro, anos depois foi banido da cidade pela Camarilla
que o acusou de romper com suas tradições ao transformá-la. Não sendo
aceita pela Camarilla, ela se fortaleceu como líder das Bathory Dolls, um grupo
anarquista formado por exploradores do sexo de todas as origens e gêneros.

Lord Allan, barão do Purgatory Hall


Os anos 80 viram crescer e serem destruídas promissoras estrelas do rock e
Allan foi um dos desafortunados daquele tempo. Compositor, cantor e
guitarrista, montou a banda Purgatory e obteve um razoável sucesso. Com o
passar dos anos, tornou-se uma caricatura de um movimento gótico que perdia
força. Afundou nas drogas e no alcoolismo e foi resgatado da morte pelo
abraço de um vampiro que viu nele o potencial artístico e cultural necessário
para ajudar a manter a máscara. O estilo gótico do roqueiro Allan e suas
músicas que falavam abertamente do vampirismo eram um disfarce perfeito
para os vampiros que o rodeavam. Décadas depois, cansado dos abusos de
seus mestres, se livrou deles a quem chama de parasitas de si mesmos,
montando seu próprio clube noturno junto com outros anarquistas vampiros.
Camarilla

Gideon, dono do Juice Truck


Um promissor estudante de medicina, e sem ter como custear a
faculdade de medicina, Gideon se envolveu no submundo do tráfico de
órgãos. Era conhecido como Dr. Resolve, e atendia a todo tipo de
demanda dos traficantes e com o tempo, muitos criminosos o
procuravam para “pequenos serviços”, como ferimentos a bala. Fez
uma pequena fortuna, mais que suficiente para pagar a faculdade, mas
foi descoberto pelos colegas que o denunciaram. Preso, foi torturado e
drogado contra sua vontade causando irreparáveis dados ao seu corpo
e principalmente sua mente. Á beira do abismo, atraiu um vampiro que
o transformou apenas para prolongar seu sofrimento, mas assistiu ao
longo dos anos, atônito, Gideon renascer como vampiro e ganhar um
novo título entre os imortais: Dr. Terror.

Quinn Ashmore, príncipe restaurador


A família Ashmore fez uma das maiores fortunas da região em sua loja de
antiguidades da rua Swindon. No entanto, seu pai se envolveu no tráfico de
itens antigos para os ricos, tais como múmias em pó, candelabros de prata
dos tempos vestais de Roma e muitos outros itens exóticos, o que acabou
por destruir a família após denúncias e sua consequente prisão.
Encarregado com o peso de reerguer a família, Quinn encontrou
dificuldades devido ao enorme grau de degeneração de seus familiares, já
corrompidos pelos prazeres da riqueza e do conforto. Desistiu de sua família
enquanto foi descoberto pelo clã Tremere, que o transformou com o
objetivo de encontrar itens místicos raros e negociar artefatos antigos com
outros seres sobrenaturais. Quinn provou-se um grande negociador, porém
sua ascensão no clã foi interrompida em 2008, quando os anciões de seu clã
foram aniquilados ao redor do mundo, deixando-o mais uma vez com a
missão de reerguer a glória de seu clã e a primazia da Camarilla na cidade.