Você está na página 1de 18

Filipe Villegas

Estrategista da Genial Investimentos


Filipe Villegas

O MELHOR AINDA ESTAR POR VIR E QUE VENHA 2020 Projeções


cenário base | 2020
Nossas expectativas
PIB +1.9%
O ano de 2020 parece ser muito promissor, pois temos a expectativa de
que os “primeiros frutos” devem ser colhidos depois de anos de recessão Inflação +3.6%
e estabilidade da economia brasileira.
Selic 4.00%
Toda essa expectativa de crescimento para os próximos anos tem como
Desemprego 11,3%
base as reformas conquistadas nos últimos anos (Reforma Trabalhista,
Teto do Gastos, Reforma da Previdência, entre outras) e que devem
Ibovespa 135.000
permitir ao Brasil ter juros mais baixos, em um ambiente de inflação
controlada e retomada da confiança do investidor, empresário e
consumidor.

Apesar das preocupações em relação à uma possível desaceleração da


China, guerra comercial e ao dólar mais forte, podemos considerar que as
ações de países emergentes estão atrativas, e olhando exclusivamente
para Brasil, chegamos à conclusão que temos uma narrativa única entre
os mercados emergentes, considerando uma agenda ampla e profunda
de reformas que seguem adiante apesar de todas as dificuldades
esperadas para conclusão dos processos.

Além disso, com os juros baixos abre-se um caminho para uma


recuperação da economia puxada pelo consumo, e que assim, permitem
um aumento nos lucros e reduzem as preocupações com o preço justos
dos ativos (valuation). Simplificando bem as coisas, quanto menor o juro,
maior o valor que podemos esperar para o preço das ações e assim o
resultado futuro das empresas. Juro menor significa menor custo de
capital e assim dinheiro mais barato para financiar essa expectativa de
crescimento.

O Brasil hoje, comparando com outros países emergentes, apresenta a


melhor combinação entre atraso no ritmo de produção e forte
expectativa de crescimento em relação ao atual momento econômico. E
é exatamente isso que gera uma oportunidade de valorização para a
bolsa brasileira. Podemos dizer então que a economia brasileira foi uma
das poucas que apresentou revisões positivas para o crescimento e
negativa para a inflação por parte dos analistas.

genialinvestimentos.com.br 2
Filipe Villegas

Neste cenário otimista preparamos uma carteira diversificada de ações


para três perfil de investidor (conservador, moderado e agressiva) TODOS
COM FOCO EM AÇÕES/RENDA VARIÁVEL. Nosso foco de recomendações
será em setores beneficiados por um ambiente de juros mais baixos
(consumo cíclico), queda do desemprego, e que devem surfar junto com a
retomada de crescimento da economia.

Nossa carteira contempla ações de empresas com alta capacidade ociosa,


expectativa de forte geração de caixa e beneficiadas de mudanças
regulatórias e/ou reformas estruturais. Nossas recomendações têm foco
nos setores de construção civil, locação de automóveis, siderurgia,
exploração de imóveis, varejo, logística, instituições financeiras, saúde e
de matérias básicos. E além disso, acreditamos que por questões
macroeconômicas pontuais empresas ligadas a papel e celulose e
frigoríficos devem se beneficiar no médio/longo prazo.

Alocação sugerida Perfil Conservador1

EMPRESA TICKER PREÇO-ALVO² POTENCIAL³ ENTRADA ATÉ SETOR

B3 B3SA3 R$ 60,00 22% R$ 52,00 FINANCEIRO

BANCO DO BRASIL BBAS3 R$ 63,80 31% R$ 55,00 FINANCEIRO

CYRELA CYRE3 R$ 36,00 33% R$ 30,00 CONSTRUÇÃO CIVIL

EQUATORIAL EQTL3 R$ 26,60 27% R$ 21,50 ELÉTRICO

GERDAU GGBR4 R$ 21,00 21% R$ 17,50 SIDERURGIA

JSL JSLG3 R$ 27,00 14% R$ 23,70 LOGÍSTICA

KLABIN KLBN11 R$ 22,00 22% R$ 19,00 PAPEL E CELULOSE

LOCAMERICA LCAM3 R$ 20,00 14% R$ 18,00 ALUGEL DE CARROS

LOJAS RENNER LREN3 R$ 57,00 8% R$ 54,00 VAREJO

MARFRIG MRFG3 R$ 16,90 53% R$ 13,60 FRIGORÍFICO

SABESP SBSP3 R$ 67,70 20% R$ 59,00 SANEAMENTO

SULAMÉRICA SULA11 R$ 61,10 13% R$ 56,00 FINANCEIRO/SAÚDE


1Alocação atual da Genial Investimentos em cada dos perfis de investidor com foco em Ações, não considerando investimentos em outras classes
de ativos. ² Preço-alvo para final de 2020 ³ Potencial com base nos preços em 04/12/2019.

genialinvestimentos.com.br 3
Filipe Villegas

Alocações sugerida Perfil Moderado1

EMPRESA TICKER PREÇO-ALVO POTENCIAL ENTRADA ATÉ SETOR

BTG PACTUAL BPAC11 R$ 80,00 15% R$ 71,50 FINANCEIRO

BANCO PAN BPAN4 R$ 15,25 67% R$ 11,85 FINANCEIRO

HAPVIDA HAPV3 R$ 81,50 40% R$ 66,00 SAÚDE

HELBOR HBOR3 R$ 5,00 35% R$ 4,00 CONSTRUÇÃO CIVIL

JBS JBSS3 R$ 42,20 53% R$ 34,00 FRIGORÍFICO

LOG COMMERCIAL LOGG3 R$ 32,00 15% R$ 29,00 LOGÍSTICA

SUZANO SUZB3 R$ 45,50 20% R$ 41,30 PAPEL E CELULOSE

TOTVS TOTS3 R$ 85,00 35% R$ 70,00 TECNOLOGIA

USIMINAS USIM5 R$ 10,70 23% R$ 9,00 SIDERURGIA

TRISUL TRIS3 R$ 17,60 22% R$ 15,30 CONSTRUÇÃO CIVIL

VALE VALE3 R$ 58,30 16% R$ 53,00 MINERAÇÃO

VIA VAREJO VVAR3 R$ 12,00 16% R$ 10,20 VAREJO


1Alocação atual da Genial Investimentos em cada dos perfis de investidor com foco em Ações, não considerando investimentos em outras classes
de ativos. ² Preço-alvo para final de 2020 ³ Potencial com base nos preços em 04/12/2019.

Alocações sugerida Perfil Agressivo1

EMPRESA TICKER PREÇO-ALVO POTENCIAL ENTRADA ATÉ SETOR

LOJAS MARISA AMAR3 R$ 14,90 34% R$ 12,50 VAREJO

MINERVA BEEF3 R$ 19,00 26% R$ 16,50 FRIGORÍFICO

BANCO BMG BMGB4 R$ 16,00 88% R$ 11,40 FINANCEIRO

BR PROPERTIES BRPR3 R$ 14,80 10% R$ 13,50 IMOBILIÁRIO

EVEN EVEN3 R$ 16,00 23% R$ 14,00 CONSTRUÇÃO CIVIL

JHSF JHSF3 R$ 8,00 29% R$ 7,00 IMOBILIÁRIO

LINX LINX3 R$ 49,90 58% R$ 39,70 TECNOLOGIA

LOG-IN LOGN3 R$ 25,30 50% R$ 20,55 ADUANEIRO

MILLS MILS3 R$ 9,00 24% R$ 7,50 INFRA-ESTRUTURA

MOVIDA MOVI3 R$ 20,50 19% R$ 18,50 ALUGUEL DE CARROS

PETROBRAS PETR4 R$ 38,50 31% R$ 33,40 PETRÓLEO

SUZANO SUZB3 R$ 45,50 20% R$ 41,30 PAPEL E CELULOSE


1Alocação atual da Genial Investimentos em cada dos perfis de investidor com foco em Ações, não considerando investimentos em outras classes
de ativos. ² Preço-alvo para final de 2020 ³ Potencial com base nos preços em 04/12/2019.

genialinvestimentos.com.br 4
Filipe Villegas

Cenário doméstico para 2020


Por equipe Macro: José Márcio Camargo, Tiago Tristão e Eduardo Ferman

Cenário Base
O Brasil está evoluindo na agenda de reformas estruturais, o que permitirá
crescimento sustentado nos próximos anos. Segue abaixo tabela com as
projeções para os principais agregados macroeconômicos. Cenário otimista com
probabilidade de 25% e pessimista com probabilidade de 15%.

PIB
Nosso cenário base de crescimento econômico está fundamentado em dois
vetores: doméstico e externo.

Pelo cenário doméstico, apesar da evolução da agenda de reformas parecer


lenta, ela segue a celeridade habitual de mudanças estruturais sob ambientes
democráticos. Algumas idiossincrasias do sistema político brasileiro - das quais
destacam-se a alta fragmentação partidária e a mudança recente na relação
entre executivo e legislativo (com o fim do presidencialismo de coalizão) -
adicionam ruído e demora adicional no processo de aprovação das reformas.

Contudo, não apenas o país está andando na direção correta, assim como a
atitude da sociedade, do Executivo e do Legislativo mudou estruturalmente em

genialinvestimentos.com.br 5
Filipe Villegas

relação à necessidade de implementá-las. A discussão hoje não é mais se as


reformas são necessárias, mas qual a ordem que deveria o governo adotar para
discutir e implementar as reformas.

Ao longo dos últimos três anos várias reformas importantes foram aprovadas:
reforma trabalhista, teto dos gastos, TLP, terceirização, reforma do ensino
médio e, após várias décadas e tentativas não sucedidas, uma excelente
reforma da previdência social. Nos próximos anos devemos evoluir com êxito
satisfatório na reforma administrativa (pacto federativo e novas regras fiscais),
na reforma tributária e no marco legal de alguns setores, como saneamento, óleo
e gás, transporte, etc., que possibilitarão um grande número de privatizações.

No cenário externo, nossa avaliação é um pouco menos otimista quanto à


economia mundial. Nosso cenário contempla uma longa e difícil disputa por
hegemonia entre os Estados Unidos e a China, com os Estados Unidos utilizando
a guerra comercial como arma para reduzir o crescimento chinês. Com isto, nossa
expectativa é de persistência de uma trajetória de arrefecimento no crescimento
econômico nos próximos anos, o que deverá ser compensado, pelo menos em
parte, por políticas monetárias cada vez mais expansionistas, complementadas
por políticas fiscais também expansionistas naqueles países (regiões) que ainda
têm espaço para executá-las. Como resultado, o crescimento mundial deve
arrefecer, mas não vemos crise econômica em 2020. O mundo cresceu em média
3% nos últimos 3 anos, deve apresentar arrefecimento de cerca de 0.5% pontos
percentuais nos próximos 3 anos.

PIB – Composição e Setores


Pelo lado da oferta, o setor de serviços deve continuar a conduzir o crescimento
econômico. Ao longo de 2020 e 2021, as menores taxas de juros e maior
flexibilidade no mercado de trabalho (reflexos da reforma trabalhista e
terceirização) vão materializar-se em maiores margens sem aumento de preços.
Isso possibilitará que as empresas voltem a fazer planejamento para
investimentos, aumentando os gastos com serviços de manutenção, engenharia
e publicidade.

A indústria de transformação continuará apresentando crescimento modesto


no curto prazo. O setor depende muito da demanda externa por manufaturados
e da evolução do setor de derivados de petróleo. A crise na Argentina (que deve
se prolongar pelo menos até meados de 2020, mas poderá persistir até o final do
próximo período presidencial) e o arrefecimento do crescimento mundial são

genialinvestimentos.com.br 6
Filipe Villegas

entraves ao crescimento mais robusto da indústria de transformação em 2019 e


2020.

Ao longo de 2020-2022, o setor de derivados de petróleo depende da evolução


nas privatizações e mudanças nos marcos regulatórios, já que a Petrobrás,
maior empresa do setor, não terá a capacidade de puxar o investimento pelo
menos no início deste período. Portanto, avaliamos que a evolução das
privatizações deve seguir nos próximos anos.

Já a indústria Extrativa Mineral recuperará o volume de produção de 2018. Na


medida que esse setor retorna à normalidade (as plantas de extração de minério,
que haviam paralisado a produção para fazer adequações exigidas pelas leis
ambientais, estão voltando a funcionar), devemos terminar o ano com leve
crescimento na margem, algo próximo de 1%.

Ao longo dos próximos anos a indústria deve se beneficiar do avanço da agenda


de reformas. As reformas estruturais em curso devem acelerar o processo de
abertura comercial da economia brasileira e facilitar o ambiente de negócios. A
economia mais aberta vai proporcionar ganhos de produtividade, aumento de
competitividade, acesso a novos mercados e fluxo de capitais externos (o que é
importante para o setor, que é intensivo em capital).

Pelo lado da demanda, dada a crise fiscal do governo e demanda global mais
fraca, devido ao arrefecimento econômico dos países desenvolvidos, o
crescimento do PIB virá principalmente pelo consumo privado e investimentos.
Projetamos que o consumo privado cresça 2% em 2019, convergindo para uma
taxa próxima de 3% até 2022. Essa projeção está baseada na evolução recente
de três fatores:

1) Estamos assistindo uma melhora significativa na concessão de crédito para


pessoas físicas, que vem crescendo ao redor de 12% desde o início do ano. Com
a trajetória de Selic mais baixa para os próximos anos e com a queda nas taxas
longas, esse crescimento do volume de crédito deve continuar nos próximos
anos. Paralelamente, a aprovação do cadastro positivo e a agenda do BC
(iniciativa do Bacen para desenhar um ambiente regulatório para as Fintechs,
Open Banking, etc.) vão ampliar o acesso das famílias ao crédito.

2) Dados da PnadC e do Caged mostram uma lenta, porém contínua, expansão


do emprego. A força de trabalho está crescendo, mas a taxa de desemprego
está caindo, pois, a população ocupada está crescendo em ritmo um pouco
superior à força de trabalho. O Brasil deve terminar 2019 com uma criação

genialinvestimentos.com.br 7
Filipe Villegas

líquida ao redor de 500 mil empregos formais. Projetamos a criação de 700 mil
em 2020 e entre 850-900 mil em 2021 e 2022. Apesar de não projetarmos
crescimento real nos salários pelo menos até o final de 2020 (devido à alta taxa
de desemprego), o crescimento da população ocupada implicará em crescimento
da massa real de rendimentos, o que favorece o consumo das famílias.

3) O comportamento do mercado de trabalho brasileiro a partir de 2017 tem se


mostrado muito mais dinâmico na geração de postos de trabalho, em geral, do
que em empregos com carteira assinada. Desde meados de 2018, o mercado de
trabalho está gerando mais de 2,5 milhões de postos de trabalho, apesar da
taxa de crescimento do produto ter permanecido perto de 1% ao ano neste
mesmo período. Destes postos de trabalho, aproximadamente metade é de
trabalhadores por conta própria. Nossa avaliação é que este fato é uma
consequência da reforma trabalhista, que criou diferentes tipos de contrato de
trabalho, e da liberalização da terceirização e facilitou a racionalização da
produção por parte das empresas. Portanto, à medida em que a taxa de
participação tenda à estabilidade, ou a crescer a taxas mais baixas, a taxa de
desemprego deverá mostrar uma queda mais rápida.

Em suma, projetamos crescimento do consumo privado para níveis próximos de


3% nos próximos anos, fundamentado no crescimento da concessão de crédito e
da massa de rendimentos. Sob nosso cenário base de crescimento econômico, o
governo diminuirá um pouco seu consumo, possibilitando que o consumo privado
cresça levemente acima do PIB sem que isso signifique aumento na absorção
doméstica. Ou seja, esse crescimento do consumo das famílias se dará de forma
sustentada, diferentemente do que vimos na última década.

Inflação
A inflação vai seguir bem-comportada e ainda abaixo da meta de 4% em 2020. A
condução de política monetária após a saída da presidente Dilma trouxe
credibilidade para a autoridade monetária e resultou na ancoragem das
expectativas. O projeto de lei que dá autonomia ao Bacen pode ser aprovado até
o final de 2019 ou no primeiro semestre do ano que vem, o que trará menos
incerteza quanto à condução de política monetária.

genialinvestimentos.com.br 8
Filipe Villegas

Juro
Há espaço para redução adicional na taxa Selic. A inflação continua bem abaixo
da meta assim como as expectativas para os próximos 12 meses. O PIB ainda
mostra crescimento modesto, o que abre espaço para estímulo monetário
adicional.

Além disso, nossos exercícios econométricos sugerem que a taxa neutra (taxa de
juros real de equilíbrio, ou seja, que não gera pressão inflacionária) está em
queda. Estimamos que em 2020 a taxa neutra deve estar um pouco abaixo de
2%. Isso significa que há espaço para queda adicional da taxa Selic ao longo dos
próximos trimestres. Essa redução deve continuar na medida que as reformas
fiscais avancem implicando em taxas reais de juros entre 0.5% a 2% nos próximos
3 anos.

Riscos:
1) Não continuidade na agenda de reformas. Caso as reformas sejam
interrompidas, o país terá enormes dificuldades à frente. Em primeiro lugar, a
situação fiscal ainda é bastante delicada. Sem reformas adicionais, não haverá
superávit primário pelo menos até 2022. Sem reformas que diminuam, ou
estanquem, o crescimento dos gastos obrigatórios não há possibilidade de
melhora fiscal. Eventualmente, todo o gasto do governo federal terá de ser
direcionado para gastos obrigatórios, não sobrando recursos para a manutenção
do Estado, ou para investimentos, etc. Isto é insustentável, o que acabará por
levar o governo a flexibilizar ou eliminar o teto para o crescimento do gasto
público. Com isso ocorrerá uma piora na relação dívida/PIB e deterioração das
expectativas dos agentes.

Sob esse cenário, devemos ter dólar mais apreciado, maior prêmio de risco,
redução da entrada de capitas, volta de forte pass-through do câmbio para
inflação e taxa de juros de equilíbrio bem acima do atual nível da Selic.

2) Crise econômica nos principais países desenvolvidos e acirramento das


disputas comerciais entre EUA e China. Se a economia mundial entrar em
recessão liderada pelas economias desenvolvidas, o Brasil sofrerá com o
encolhimento da demanda mundial e com queda nos fluxos de capitais.

genialinvestimentos.com.br 9
Filipe Villegas

O declínio da demanda externa causaria queda na produção para exportação.


Além disso, resultaria em queda abrupta nos termos de troca, o que teria
impacto negativo nas margens dos exportadores implicando menores
investimentos e produtividade.

Uma redução na entrada de capitais dificultaria o processo de crowd-in do


investimento na economia Brasileira. Para que o Brasil inicie uma trajetória de
crescimento sustentado é preciso o retorno do investimento pelo setor privado.
Como a taxa de poupança é muito baixa e o governo não tem mais capacidade
de investimentos, uma queda na disponibilidade de capitais externos
praticamente impossibilitaria a retomada do investimento, prejudicando
enormemente o crescimento econômico no Brasil.

Choques Positivos:
1) Recuperação da economia mundial. Uma retomada mais forte da economia mundial
estimularia a demanda externa por produtos brasileiros e melhoraria o humor dos
investidores em relação aos países emergentes. Nesse cenário, o Brasil pode se tornar o
destino de investimentos estrangeiros.

2) Maior celeridade na aprovação das reformas fiscais e administrativas. Neste caso,


teríamos uma situação fiscal bem melhor do que no cenário base o que proporcionaria o
governo gerar superávit primário já em 2021. O avanço pode se dar através de uma dura
reforma administrativa que reduza até 2022-2023 o gasto com funcionalismo de 15% do
PIB para cerca de 10% (próximo da média da América Latina) e com a diminuição dos
gastos obrigatórios dos atuais 94% para algo em torno de 85% do orçamento. Uma
reforma fiscal rígida como essa possibilitaria o governo federal voltar a fazer
investimentos implicando em maior crescimento econômico. Com a aprovação rápida da
agenda fiscal, o legislativo poderia dar prioridade às reformas regulatórias, tais como o
marco regulatório do saneamento básico e o marco regulatório do setor de óleo e gás.
Novos desenhos regulatórios nesses setores têm potencial de aumentar investimentos
privados e facilitar o ambiente de negócios.

3) Brasil como destino de investimentos estrangeiros. Um dos possíveis efeitos


colaterais da guerra comercial entre Estados Unidos e China é a tendência de empresas
não chinesas, principalmente as americanas, deslocarem suas estruturas de produção
para outros países fora da China, com o objetivo de fugir das tarifas dos Estados Unidos.
Caso o Brasil consiga agilizar o processo de reformas microeconômicas, melhore
significativamente o ambiente de negócios, reduza a carga tributária sobre as
corporações, etc., poderá ser um importante destino destas empresas, aumentando o
investimento e o crescimento da economia.

genialinvestimentos.com.br 10
Filipe Villegas

ANÁLISE SETORIAL

CONSTRUÇÃO CIVIL

O setor de construção civil apresenta sinais claros de uma retomada, e


assim, acreditamos que as empresas do setor devem se beneficiar desse
cenário mais otimistas. De maneira resumida o que nos leva a acreditar
que tais empresas devem continuar apresentando um bom desempenho
em 2020 se baseia nos últimos dados que foram divulgados pelo setor
como: (1) aumento do número de venda de imóveis, (2) crescimento das
ofertas de emprego (CAGED), (3) notícias de empresas emitido novas
ações para se capitalizar e (4) sinalização de baixas nos juros para o
financiamento imobiliário.

ATENÇÃO: Empresas com exposição ao programa do governo Minha Casa


Minha Vida (MCMV) devem passar por momentos de maior volatilidade
após indicações de cortes de incentivos e ainda dúvidas sobre a
continuidade do programa por parte do governo. Porém, existe uma
chance clara de que esse efeito negativo seja compensando por uma oferta
maior de crédito com juros menores.

EMPRESA TICKER P/VPA EV/EBITIDA M. EBITDA ROIC (%)

CYRELA CYRE3 2.0x 20.3 14,4 4,85

EVEN EVEN3 1.6x 61.1 3,1 0,87

HELBOR HBOR3 2.2x 138.8 2,4 0,43

MILS MILS3 1.6x - - -

TRISUL TRIS3 2.6x 0.96 21,6 11,37

EXPLORAÇÃO DE IMÓVEIS

Bem como o setor de construção civil, acreditamos que empresas que


foram capazes de montar um portfólio de terremos/imóveis durante a
crise no Brasil nos últimos anos, devem agora, se beneficiar de um
ambiente mais favorável para negócios.

Maior demanda por terrenos, em regiões mais nobres e assim criando


uma expectativa de aumento dos aluguéis à frente e que devem tornar o

genialinvestimentos.com.br 11
Filipe Villegas

ambiente mais construtivo para empresas que tem como (shoppings,


galpões logísticos, etc.)

EMPRESA TICKER P/VPA EV/EBITIDA M.LÍQUIDA(%) ROE (%)

BR PROPERTIES BRPR3 0.9x 17.1x 10,0 0,67

JHSF JHSF3 1.4x 9.4x 33,2 8,46

JSL JSLG3 3.7x 7.3x 2,8 15,24

LOG COMERCIAL LOGG3 0.9x 25.7x 54,2 2,95

SIDERURGIA/MINERAÇÃO

Em 2019 o setor de siderurgia foi amplamente pressionado pela Guerra


Comercial, pela queda preços dos metais industrias/minério de ferro e
também sob a expectativa de uma desaceleração mais forte da economia
chinesa. Alinhado a isso, tivemos ainda a economia brasileira,
principalmente no primeiro semestre, sinalizando uma fraca recuperação.

Digamos que essa tempestade perfeita fez com que identificássemos um


valution atrativo para as empresas do setor, já que há uma expectativa de
retomada da economia brasileira puxada pelo avanço do setor de
construção civil e montadores, influenciado assim as expectativas para um
aumento dos preços do aço, bem como para o volume de vendas. No setor
siderurgia, os níveis de dívida pós fixada e atrelada à Selic chegam a
patamares elevados, com até 75% de sua dívida assim caracterizada, ou
seja, um ambiente de taxas de juros baixos é positivo para essas cias.

EMPRESA TICKER P/L EV/EBITIDA M.EBITDA(%) ROE (%)

GERDAU GGBR4 19.5 7.5 12.9 5,54

USIMINAS USIM5 30.8 6.8 8.3 2,50

VALE VALE3 18.2 7.9 25.8 8,22

genialinvestimentos.com.br 12
Filipe Villegas

LOCAÇÃO DE AUTOMÓVEIS

Mesmo com performance muito positiva em 2019, ainda acreditamos no


potencial de valorização de empresas que trabalham com o aluguel de
carros/ venda de seminovos. Sendo esse último o grande fator de
destaque para desempenho do setor.Com mais de 90% das dívidas pós-
fixadas e atreladas à Selic, o momento parece ser bastante positivo, pois
o cenário atual contribui para que locadoras possam crescer cada vez mais,
através da melhora de sua eficiência operacional, entrega de novos
produtos e operando com níveis mais altos de alavancagem, que é
exatamente de onde esperamos que os resultados devem continuar
avançando no próximo ano.

EMPRESA TICKER P/L P/B M.LÍQUIDA(%) ROE (%)

UNIDAS LCAM3 24.5 2.9 6,87 14,12

MOVIDA MOVI3 23.1 2.2 5,68 10,06

VAREJO

Como já dito em nossa análise macro o crescimento do PIB em 2020 virá


principalmente pelo consumo privado ou das famílias. Tal movimento já
pode ser visto 2019 depois do sucesso que foi a Black Friday com
crescimento de mais de 20% em comparação com o mesmo período do
ano passado e faturamento em torno de R$ 3,5 bilhões. Para o natal é
esperado pelo comércio que as vendas sejam as melhores desde 2013.

EMPRESA TICKER P/L M. BRUTA (%) EV/EBITIDA ROE (%)

LOJAS MARISA AMAR3 152.3 44,52 6.7 1,73

LOJAS RENNER LREN3 40.6 60,74 19.7 26,03

VIA VAREJO VVAR3 - 27,91 38.9 -

SETOR FINANCEIRO

Em um ambiente de juros mais baixos e um com uma série de incentivos que


estão sendo propostos para melhorem as condições de ofertas de crédito,
empresas do setor devem passar por um momento de crescimento dos volumes.
Do lado do consumidor há uma expectativa de forte crescimento na demanda
por crédito por pessoas físicas que devem favorecer bancos e fintechs do tipo.

genialinvestimentos.com.br 13
Filipe Villegas

Também acreditamos que o mercado de capitais deve se beneficiar de um


aumento do número de investidores e assim atrair a entrada de muitas empresas
a bolsa de valores.

EMPRESA TICKER P/L P/B Div Yield(%) ROE (%)

B3 B3SA3 38.4 3.9 2,1 10,2

BANCO BGM BMGB4 17.5 1.6 - 8,91

BANCO PAN BPAN4 24.5 2.1 0,84 9,51

BANCO DO BRASIL BBAS3 8.3 1.3 5,17 17,71

BTG PACTUAL BPAC11 18.6 2.8 2,07 15,87

SAÚDE

Com a queda do desemprego acreditamos que cada vez mais brasileiros


terão acesso a serviços médicos privados (planos de saúde). Neste ano,
observamos muitas empresas se capitalizando via mercado de capitais
com objetivo de obterem recursos para financiar seu crescimento via
fusões e aquisições.

Isso nos mostra que não somente o próximo ano, mas também os anos à
frente devem ser bastante construtivos para o setor.

EMPRESA TICKER P/L EV/EBITIDA M.LÍQUIDA(%) ROE (%)

HAPIVIDA HAPV3 44.7 39.6 17,3 17,06

SULAMÉRICA SULA11 18.6 8.1 5,3 17,21

FRIGORÍFICOS

Com a peste suína que devasto a população de rebanhos na África e na


Ásia, a demanda por carne principalmente pela China cresceu
substancialmente, fazendo com que o volume de importações e os preços
nos mercados internacionais apresentassem uma alta forte em 2019.

Acreditamos que esse movimento beneficie as empresas locais por pelo


menos mais três trimestres, embora já digam que a demanda por carne
deve permanecer elevada até meados de 2020.

genialinvestimentos.com.br 14
Filipe Villegas

Por esse motivo enxergamos ainda espaço para uma valorização das
empresas do setor, mesmo depois da forte alta apresentada este ano.

EMPRESA TICKER P/L EV/EBITIDA M.BRUTA(%) ROIC (%)

JBS JBSS3 17.9 7.1 15,05 8,29

MARFRIG MRFG3 2.9 6.8 12,24 7,48

MINERVA BEEF3 - 7.6 17,76 14,66

PAPEL E CELULOSE

O setor foi altamente pressionado pela que dos preços da celulose nos
mercados internacionais devido a guerra comercial e alta dos estoques
das empresas.

Porém, os últimos resultados mostraram um forte trabalho por parte do


setor na redução de estoques e melhoria da eficiência operacional. Por
esse motivo, acreditamos que existe uma assimetria positivo e
oportunidade para compra de empresas do setor e que também devem
ser favorecidas por um dólar mais forte.

EMPRESA TICKER P/B EV/EBITIDA Div Yield(%) ROE (%)

KLABIN KLBN11 3.2 6.7 5,02 9,78

SUZANO SUZB3 3.1 11.6 1,14 3,66

genialinvestimentos.com.br 15
Filipe Villegas

Disclaimer
Este relatório foi produzido pelo departamento de Research ("Research da Genial Investimentos")
da Genial Investimentos.
Este relatório não pode ser reproduzido ou redistribuído para qualquer outra pessoa, no todo ou
em parte, para qualquer propósito, sem o prévio consentimento por escrito da Genial
Investimentos. A Genial Investimentos não aceita qualquer responsabilidade pelas ações de
terceiros a esse respeito.
Este relatório de Research destina-se à distribuição somente em circunstâncias permitidas pela lei
aplicável. Este relatório de Research não leva em consideração os objetivos específicos de
investimento, situação financeira ou as necessidades específicas de qualquer indivíduo em especial,
mesmo quando enviado a um único destinatário. Este relatório de Research não se propõe a ser
uma declaração completa ou resumo dos valores mobiliários, mercados ou desenvolvimentos aqui
referidos. Nem a Genial Investimentos nem qualquer um de seus conselheiros, diretores,
funcionários ou representantes terá qualquer responsabilidade decorrente de qualquer erro,
imprecisão ou imperfeição de fato ou opinião contida neste relatório, ou será responsabilizado por
quaisquer perdas ou danos que possam surgir a partir da utilização deste relatório de Research.
A Genial Investimentos poderá contar com barreiras de informação, tais como "chinese walls", para
controlar o fluxo de informações dentro de suas áreas, unidades, divisões, grupos ou afiliadas.
O desempenho passado não é necessariamente um indicador de resultados futuros e nenhuma
representação ou garantia, expressa ou implícita, é feita pela Genial Investimentos em relação ao
desempenho futuro. Rendimentos de aplicações podem variar. O preço ou valor dos investimentos
aos quais este relatório de Research se refere, direta ou indiretamente, podem cair ou subir contra
o interesse dos investidores. Qualquer recomendação ou opinião contida neste relatório de
pesquisa pode se tornar desatualizada em consequência de alterações no ambiente em que o
emitente dos valores mobiliários sob análise atua, além de alterações nas estimativas e previsões,
premissas e metodologia de avaliação aqui utilizadas.
2. DECLARAÇÕES DO ANALISTA
O analista de investimento declara que as opiniões contidas nesse relatório refletem
exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram
elaborados de forma independente e autônoma, inclusive em relação a GENIAL INVESTIMENTOS.
A remuneração dos analistas está, direta ou indiretamente, influenciada pelas receitas
provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela GENIAL INVESTIMENTOS.
Além disso, o analista certifica que nenhuma parte de sua remuneração foi, é ou será direta ou
indiretamente relacionada com as recomendações ou opiniões específicas expressas neste
relatório de Research.
A remuneração do analista não se baseia nas receitas de outras empresas de grupo, mas pode, no
entanto, derivar de receitas oriundas dos negócios e operações financeiras da GENIAL
INVESTIMENTOS, suas afiliadas e/ou subsidiárias como um todo. A remuneração paga aos analistas
é de responsabilidade exclusiva da GENIAL INVESTIMENTOS.
O analista Filipe Correa Villegas declara que é responsável pelo conteúdo deste relatório a atende
às exigências da Instrução CVM nº 598/2018.
O analista Filipe Correa Villegas declara que pode ser diretamente, em nome próprio, titular de
valores mobiliários objeto do presente relatório.
Salvo disposição em contrário, os indivíduos listados na capa deste relatório são analistas
devidamente credenciados.

genialinvestimentos.com.br 16
Filipe Villegas

3. DECLARAÇÕES DA EMPRESA
A Genial Investimentos, suas afiliadas, coligadas, controladoras e/ou subsidiárias têm interesses
financeiros e comerciais relevantes em relação aos emissores ou aos valores mobiliários objetos da
análise.
4. DISCLOSURES ADICIONAIS
(i) Este documento foi preparado pelo Research da Genial Investimentos e é publicado com o único
propósito de fornecer informações sobre as empresas e seus valores mobiliários.
(ii) As informações contidas neste documento são fornecidas apenas para fins informativos e não
constituem uma oferta para comprar ou vender, e não devem ser interpretadas como uma
solicitação para adquirir quaisquer valores mobiliários em qualquer jurisdição. As opiniões aqui
expressas, no que diz respeito à compra, venda ou detenção de valores mobiliários, ou com relação
à ponderação de tais valores mobiliários numa carteira real ou hipotética, são baseadas em uma
análise cuidadosa feita pelos analistas que elaboraram este relatório e não devem ser interpretadas
por investidores como recomendações para qualquer decisão de investimento. A decisão final do
investidor deve ser tomada levando em consideração todos os riscos e as taxas envolvidas. Este
relatório é baseado em informações obtidas de fontes públicas primárias ou secundárias, ou
diretamente das empresas, e é combinado com estimativas e cálculos elaborados pela GENIAL
INVESTIMENTOS. Este relatório não pretende ser uma declaração completa de todos os fatos
relevantes relacionados a qualquer estratégia da empresa, indústria, segurança ou mercado
mencionados. As informações foram obtidas de fontes consideradas confiáveis; a GENIAL
INVESTIMENTOS não faz nenhuma representação ou garantia, expressa ou implícita, quanto à
integridade, confiabilidade ou exatidão de tais informações. As informações, opiniões, estimativas
e projeções contidas neste documento são baseadas em dados atuais e estão sujeitas a alterações.
Os preços e a disponibilidade dos instrumentos financeiros são meramente indicativos e sujeitos a
alterações sem aviso prévio. A GENIAL INVESTIMENTOS não está obrigada a atualizar ou revisar
este documento, ou a avisar sobre quaisquer alterações em tais dados.
(iii) Os valores mobiliários discutidos neste relatório, bem como as opiniões e recomendações
contidas neste documento, podem não ser apropriados para todo tipo de investidor. Este relatório
não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou as necessidades
específicas de um determinado investidor. Os investidores que desejam comprar, vender ou
investir em títulos que são abrangidos por este relatório devem procurar aconselhamento
financeiro independente que leve as características individuais e necessidades em consideração,
antes de tomar qualquer decisão de investimento em relação aos valores mobiliários em questão.
Cada investidor deve tomar decisões de investimento independentes depois de analisar
cuidadosamente os riscos, taxas e comissões envolvidas. Se um instrumento financeiro for
denominado numa moeda diferente da moeda do investidor, mudanças nas taxas de câmbio
podem afetar adversamente o preço ou valor, ou da renda derivada do instrumento financeiro e o
leitor deste relatório assume todos os riscos cambiais. Resultados com instrumentos financeiros
podem variar e, portanto, o preço ou valor podem aumentar ou diminuir, direta ou indiretamente.
As informações, opiniões e recomendações contidas neste relatório não constituem e não devem
ser interpretadas como uma promessa ou garantia de um retorno especial em qualquer
investimento. O desempenho passado não necessariamente indica resultados futuros e nenhuma
declaração ou garantia, expressa ou implícita, é aqui feita sobre o desempenho futuro. Portanto, a
GENIAL INVESTIMENTOS, suas empresas afiliadas, e os analistas envolvidos neste relatório não
assumem qualquer responsabilidade por qualquer perda direta, indireta ou decorrente do uso das
informações contidas no presente, e qualquer pessoa que use este relatório se compromete a
indenizar irrevogavelmente a GENIAL INVESTIMENTOS e suas afiliadas por quaisquer reclamações
e demandas.
(iv) Os preços neste relatório são considerados confiáveis a partir da data em que este relatório foi
emitido e são derivados de um ou mais dos seguintes: (i) fontes expressamente especificadas junto
aos dados relevantes; (ii) preço cotado no principal mercado regulamentado para o ativo em

genialinvestimentos.com.br 17
Filipe Villegas

questão; (iii) outras fontes públicas consideradas confiáveis; ou (iv) dados de propriedade da
GENIAL INVESTIMENTOS ou disponíveis para a GENIAL INVESTIMENTOS.
(v) Nenhuma garantia expressa ou implícita é fornecida em relação à exatidão, integridade ou
confiabilidade das informações aqui contidas, exceto com relação às informações relativas à
GENIAL INVESTIMENTOS, suas subsidiárias e afiliadas. Em todos os casos, os investidores deverão
realizar sua própria investigação e análise de tais informações antes de tomar ou deixar de tomar
qualquer ação em relação a títulos ou mercados que são analisados neste relatório.
(vi) A GENIAL INVESTIMENTOS não faz declarações neste documento de que os investidores vão
obter lucros. A GENIAL INVESTIMENTOS não vai compartilhar com os investidores os lucros de
investimento, nem aceita qualquer responsabilidade por eventuais perdas de investimento. Os
investimentos envolvem riscos e os investidores devem exercer prudência na tomada de suas
decisões de investimento. A GENIAL INVESTIMENTOS não aceita deveres fiduciários em nome dos
destinatários deste relatório. Este relatório não deve ser considerado como substituto para o
exercício de julgamento independente do destinatário. As opiniões, estimativas e projeções aqui
expressas refletem a opinião atual do analista responsável pelo conteúdo deste relatório a partir
da data em que foi emitido e são, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio e podem diferir
ou ser contrárias a opiniões expressas por outras áreas de negócios da GENIAL INVESTIMENTOS,
como resultado da utilização de diferentes critérios e hipóteses. As informações, opiniões e
recomendações contidas neste relatório não constituem e não devem ser interpretadas como uma
promessa ou garantia de um retorno especial em qualquer investimento.
(vii) Uma vez que as opiniões pessoais dos analistas podem diferir umas das outras, a GENIAL
INVESTIMENTOS, suas subsidiárias e afiliadas podem ter publicado ou podem vir a publicar outros
relatórios que não apresentem uniformidade e/ou cheguem a conclusões diferentes daquelas aqui
contidas. Quaisquer opiniões, estimativas e projeções não devem ser interpretadas como uma
garantia de que os assuntos nelas referidas de fato ocorrerá. O preço e a disponibilidade dos
instrumentos financeiros são meramente indicativos e sujeitos a alterações sem aviso prévio.
Resultado com instrumentos financeiros podem variar e, portanto, o preço ou valor podem
aumentar ou diminuir, direta ou indiretamente.
(viii) Este documento não pode ser: (a) fotocopiado ou duplicado de qualquer forma, no todo ou
em parte, e/ou (b) distribuído sem o prévio consentimento por escrito da GENIAL INVESTIMENTOS.
A GENIAL INVESTIMENTOS não aceita qualquer responsabilidade pelas ações de terceiros a esse
respeito.
(ix) Nem a GENIAL INVESTIMENTOS nem quaisquer de suas afiliadas ou seus respectivos diretores,
funcionários ou agentes, aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda ou dano
resultante do uso de toda ou qualquer parte deste relatório.
(x) Genial Investimentos é a plataforma de negociações da Genial Investimentos Corretora de
Valores, uma empresa do Grupo Brasil Plural.

Ouvidoria: 0800 605 8888.

genialinvestimentos.com.br 18

Você também pode gostar