Você está na página 1de 2

SAP – Componentes do R / 3 Arquitetura

2015/11/16alexandrecfernandes

Database Server

O servidor de banco de dados é o servidor mais poderoso em um sistema R /


3. R / 3 utiliza o sistema de gerenciamento de banco de dados,
armazenamento central para todos os R / 3 dos dados e informações de
metadados R / 3. Esse armazenamento central, a base para a integração total
de todos os R / 3 módulos de aplicação, garante o armazenamento de dados
consistente.
Três fatores importantes que regem o processo de decisão para selecionar as
opções de armazenamento de dados.
· Protecção adequada contra perda de dados
· Velocidade de acesso adequado
· Capacidade de armazenamento suficiente para acomodar o crescimento

O servidor de aplicativos
Enquanto SAP utiliza o servidor de aplicativos termo genérico para definir um
computador que recebe ligações de clientes SAP, as conexões reais são
geridos por servidores SAP diálogo.
Uma instância de diálogo é um programa que está rodando o kernel SAP
(semelhante a uma instância Oracle), e é o trabalho da instância de diálogo
para executar os programas ABAP e gerenciar os pedidos de dados e serviços.
Embora geralmente há um mapeamento um-para-um entre um servidor de
aplicativo e uma instância de diálogo, é possível ter mais de uma instância de
diálogo em um servidor de aplicação.

Instância

Um exemplo é um grupo de R / 3 serviços que são iniciados e parados em


conjunto A instância central.
A instância central é um conceito que é único para o SAP. A instância central é
uma combinação de hardware e software. Ele contém um servidor físico (o
servidor de aplicação) e componentes de software numerosos, incluindo um
servidor de mensagens, um gateway de banco de dados (uma conexão pré-
estabelecida entre a SAP ea Oracle – ou outro banco de dados), e atualizar
várias enqueue, diálogo e spool instalação de software. Na maioria das
arquitecturas genéricas SAP, existem inúmeros servidores de aplicação, mas
apenas uma única instância central. No entanto, para além de gerir as
interfaces SAP, a instância central também pode servir como um servidor de
aplicativos. Um processo de trabalho é onde as etapas de diálogo individuais
são efectivamente transformadas eo trabalho é feito. Cada processo de
trabalho lida com um tipo de solicitação.
Os tipos de processo de trabalho são:
Diálogo, para a execução de programas de diálogo (processos apenas um
pedido de cada vez)
Update, para alterar cadastros de banco de dados (primária ou secundária)
Fundo, para a execução de trabalhos em segundo plano (iniciado em um
determinado momento)
Spool, para impressão de formatação (gerada on-line ou durante o tratamento
de fundo para a impressão) e Enqueue, para executar operações de bloqueio

Dispatcher

Central de processo em um exemplo. É responsável por iniciar os processos de


trabalho e distribuindo a carga de transações através processos de trabalho.
Server Message

Independente do programa que mantém uma lista de todas as instâncias de um


sistema SAP. O servidor de mensagem determina qual exemplo, um usuário
faz logon e organiza a comunicação entre as instâncias

Gateway
Interface que converte um protocolo de comunicação para outra.
Um processo de trabalho é onde as etapas de diálogo individuais são
efectivamente transformadas eo trabalho é feito. Cada processo de trabalho
lida com um tipo de solicitação.
Os tipos de processo de trabalho são:
Diálogo, para a execução de programas de diálogo (processos apenas um
pedido de cada vez)
Update, para alterar cadastros de banco de dados (primária ou secundária)
Fundo, para a execução de trabalhos em segundo plano (iniciado em um
determinado momento)
Spool, para impressão de formatação (gerada on-line ou durante o tratamento
de fundo para a impressão) e
Enqueue, para executar operações de bloqueio

Referencia: https://abapnoultimo.wordpress.com/2010/11/25/componentes-do-
r-3-arquitetura/