Você está na página 1de 7

PROF.

GILBERTO SANTOS JR
MATEMÁTICA FINANCEIRA
1 . INTRODUÇÃO b) a razão entre o número de moças e o de rapa-
Entre inúmeras aplicações da Matemática zes.
está a de auxiliar na resolução de problemas de c) a razão entre o número de rapazes e o total de
ordem financeira, como cálculo do valor de presta- alunos.
ções, pagamento de impostos, rendimento de d) a razão entre o número de moças e o total de
poupança e outros. alunos.
Veja um desses problemas:
Uma pessoa vai fazer uma compra no valor 3)(Gilberto-2016) Na
de R$ 4 000,00, usando o que tem depositado na planta de um imóvel o
caderneta de poupança, que está rendendo 1% ao comprimento e a largura
mês. Ela quer saber, do ponto de vista financeiro, da sala 1 é dada na figura
qual plano de pagamento é o mais vantajoso: abaixo, a escala do proje-
 Pagar à vista; ou 1
to é . Responda:
 Pagar em duas prestações iguais de R$ 2 005,00 100
cada.
Esse problema e outros, que envolvem as-
suntos de Matemática financeira, serão estudados.

2 . RAZÃO
A razão entre dois números a e b é o quoci-
𝐚
ente . Por exemplo, a razão entre os números 4 e
𝐛
4 2
10 é = .
10 5
Numa razão o numerador é chamado de
antecedente e o denominador de consequente.
3 a) Qual o comprimento real da sala 1, em metros?
Na razão , 3 é o antecedente e 7 o consequente.
7 b) E a largura real, da sala 1, em metros?
2.1 Razões muito conhecidas EXERCÍCIOS INTERDISCIPLINARES
 A distância percorrida pelo tempo, através des- 4) Numa viagem de Belém a cidade de Colares
ta razão calcula-se a velocidade média de um um carro percorreu a distância de 100 km em 2 h.
móvel em uma trajetória: Qual foi a sua velocidade média?
distância percorrida
é igual a velocidade média 5) Um atleta percorre 100 m em 10 s. Qual é a sua
tempo
velocidade média?
 A massa pelo volume, através desta razão cal-
cula-se a densidade de substâncias: 6) Um automóvel passa pelo km 60 de uma rodo-
massa via às 10 h e pelo km 180 às 12 h. A velocidade
é igual a densidade
volume escalar média do automóvel entre esses dois pon-
 O desenho no projeto pelo desenho real é a ra- tos foi de:
zão conhecida como escala: (a) 120 km/h (c) 60 km/h (e) 13 km/h
d
é igual a escala ou (b) 90 km/h (d) 30 km/h
D
d
∈= EXERCÍCIOS DE VESTIBULARES
D 7)(Enem-2013) Em certo teatro, as poltronas
EXERCÍCIOS PROPOSTOS são divididas em setores. A figura apresenta a
1) Qual é a razão? vista do setor 3 desse teatro, no qual as cadeiras
a) entre 2 e 12 d) entre 6 e 18 g) entre 18 e 9 escuras estão reservadas e as claras não foram
vendidas.
b) entre 3 e 12 e) entre 5 e 25 h) entre 12 e 2
𝟏
c) entre 4 e 24 f) entre 18 e 6 i) entre 2e
𝟑
2) Numa escola o número de rapazes é 18 e o
número de moças é 12. Pede-se:
a) a razão entre o número de rapazes e de moças.
3.2 Números inversamente proporcionais
Observe as duas sucessões de números
2, 3, 4 , 6
12, 8, 6, 4
Note que o produto de cada termo da pri-
meira sucessão pelo termo correspondente da se-
gunda sucessão é sempre o mesmo, isto é, 24.
2  12 = 3  8 = 4  6 = 6  4
A razão que representa a quantidade de Os números da primeira sucessão 2, 3, 4 e
cadeiras reservadas do setor 3 em relação ao total 6 são inversamente proporcionais aos números
de cadeiras desse mesmo setor é: da segunda sucessão 12, 8, 6 e 4.
17 17 53 53 70
(a) (b) (c) (d) (e) EXERCÍCIO PROPOSTO
70 53 70 17 17
10) Verifique se os números são diretamente pro-
8)(Enem-2012) Um biólogo mediu a altura de porcionais, inversamente proporcionais ou não são
cinco árvores distintas e representou-as em uma proporcionais, na ordem em que aparecem:
mesma malha quadriculada, utilizando escalas a) os números 4, 6 e 8 e os números 2, 3 e 4;
diferentes, conforme indicações na figura a seguir. b) os números 10 e 4 e os números 2 e 5;
c) os números 12, 9 e 6 e os números4, 3 e 2;
d) os números 6 e 8 e os números 2 e 4;
e) os números 12 e 8 e os números 2 e 3;
f) os números 6, 9 e 16 e os números 2, 3 e 4.

4 . PROPORÇÃO
É um caso particular de números direta-
mente proporcionais: Quando dois números a e b
Qual é a árvore que apresenta a maior altura real?
(nessa ordem) são diretamente proporcionais a
(a) I (b) II (c) III (d) IV (e) V outros dois números c e d (nessa ordem), temos
𝐚 𝐛
9)(Enem-2015) Durante um jogo de futebol fo- =
ram anunciados os totais do público presente e do 𝐜 𝐝
público pagante. Diante da diferença entre os dois Essa igualdade é chamada proporção. Ela
totais apresentados, um dos comentaristas espor- pode ser lida assim: a está para c assim como b
tivos presentes afirmou que apenas 75% das pes- está para d.
soas que assistiam àquele jogo no estádio paga-
ram ingresso.
4.1 Propriedade fundamental
2 3
Considerando que a afirmativa do comenta- Na proporção = os números 2 e 15
rista está correta, a razão entre o público não pa- 10 15
são chamados de extremos e os números 3 e 10
gante e o público pagante naquele jogo foi
são chamados meios.
1 1 3 4 3
(a) (b) (c) (d) (e) Observemos que o produto 2  15 = 30 é
4 3 4 3 1 igual ao produto 3  10 = 30, isto é, o produto dos
3 . NÚMEROS PROPORCIONAIS meios é igual ao produto dos extremos, essa pro-
3.1 Números diretamente proporcionais priedade é chamada propriedade fundamental
Observe as duas sucessões de números da proporção.
2, 6, 10, 18 Em toda proporção, o produto dos meios é igual
ao produto dos extremos.
1, 3, 5, 9
O quociente (razão) de cada termo da pri- EXERCÍCIO PROPOSTO
meira sucessão pelo termo correspondente da se- 11) Qual o valor de x em cada proporção?
gunda sucessão é sempre o mesmo, isto é, 2.
x 5 x 6 2x 5
2 6 10 18 a) = c) = e) =
= = = 3 15 3 3 6 3
1 3 5 9 1 2 8 10 x−1 x−2
Dizemos que os números da primeira su- b) = d) = f) =
cessão 2, 6, 10 e 18 são diretamente proporci-
x 6 x 5 2 4
onais, ou simplesmente, proporcionais, aos nú- EXERCÍCIOS CONTEXTUALIZADOS
meros da segunda sucessão 1, 3, 5 e 9. 12) Na bula de um remédio pediátrico recomen-
da-se a seguinte dosagem: 5 gotas para cada 2 kg
do “peso” da criança. Se uma criança tem 12 kg,
calcule a dosagem correta x.

2
13) Em uma pequena comunidade constatou-se 4.3 Divisão proporcional
que, de cada 7 crianças, duas possuem olhos Problemas frequentes são de dividir um
azuis. Responda: todo em partes de tamanhos proporcionais a nú-
a) Qual a razão entre o número de crianças que meros conhecidos.
não possuem olhos azuis e o número total de cri- Analise a seguinte situação: Três sócios ti-
anças? veram a seguinte participação em um investimen-
b) Sabendo que há na comunidade 560 crianças, to, o primeiro investiu R$ 5 000,00, o segundo
quantas não possuem olhos azuis? R$ 4 000,00 e o terceiro R$ 2 000,00. No final de
certo período foi apurado um lucro de R$ 3 300,00.
4.2 Outras propriedades de proporção Como deve ser repartido esse lucro?
a c
I) Seja a proporção = , vale a propriedade: Resolução:
b d
x + y + z = 3300
a±b c±d a±b c±d { x y z
= ou = = =
a c b d 5000 4000 2000
a c
II) Seja a proporção = , vale a propriedade: ;onde x é o lucro do primeiro sócio, y é o lucro do
b d
a±c a c segundo sócio e z é o lucro do terceiro sócio.
= = Montado o esquema, a resolução prossegue
b±d b d aplicando uma propriedade de proporção, que nos
já estudamos na unidade anterior. Agora é com
EXERCÍCIOS PROPOSTOS você, termine!
14) Resolva os sistemas:
Resposta: o primeiro sócio receberá R$ 1 500,00, o
x + y = 108 x + y = 80 segundo R$ 1 200,00 e o terceiro R$ 600,00.
a) { x 5 c) { x y
= = EXERCÍCIOS PROPOSTOS
y 4 9 7
R: (60, 48) R: (45, 35) 22) Dívida 357 em partes diretamente proporcio-
x − y = 54 a − b = 55 nais a 1, 7 e 13. R: (17, 119, 221)
b) {x 10 d) { a b
= = 23) Precisamos repartir R$ 5 000 entre Marcelo, 7
y 7 11 6
R: (180,126) R: (121, 66) anos, Luciano, 8 anos, e Alexandre, 10 anos, de
15) Calcule dois números, sabendo que sua soma modo que cada um receba uma quantia proporcio-
𝟒 nal à sua idade. Como devemos fazer a divisão?
é 243 e que a razão entre eles é . R: 108 e 135 R: Marcelo, R$ 1 400,00; Luciano, R$ 1 600,00; Alexandre, R$ 2 000,00
𝟓
5 . PORCENTAGEM
16) Dois números, cuja diferença é 12, estão na
𝟖
razão . Quais são esses números? R: 32 e 20
𝟓
EXERCÍCIOS CONTEXTUALIZADOS
17) A idade de um pai está para a de seu filho,
como 21 está para 5. Se a soma das idades é 52,
A porcentagem é uma forma usada para
qual a idade de cada um? R: idade do pai, 42; e idade do filho, 10
indicar uma fração de denominador 100 ou qual-
18) Numa sala de aula tem 21 alunos entre meni- quer representação equivalente a ela.
nos e meninas. A razão do número de meninos
5.1 Número percentual, fração ou núme-
para o número de meninas é de 3 para 4. Quantos
ro decimal
meninos e meninas há nessa classe? R: 9 meninos e 12 meninas
A tabela abaixo mostra exemplos de núme-
19) A diferença entre as quantias que Karina e ros percentuais (em porcentagem) na forma equi-
Cristina têm é de 200 reais. Sabendo que a razão valente em fração ou número decimal:
entre a quantia que Karina tem e a quantia que Nº deci-
Nº percentual Fração
Cristina tem é de 7 para 5, calcule as duas quanti- mal
as. R: Karina, 700 reais; Cristina, 500 reais 50% é o mesmo 50 1 ou 0,50
ou
que 100 2 (metade)
20) Calcule x e y sabendo que eles são direta-
mente proporcionais aos números 3 e 2, nessa 75% é o mesmo 75 3
ou ou 0,75
ordem, e que x + y = 100. R: (60, 40) que 100 4
25% é o mesmo 25 1
21) Calcule x, y e z sabendo que eles são direta- ou ou 0,25
que 100 4
mente proporcionais aos números 4, 10 e 12, nes-
10% é o mesmo 10 1
sa ordem, e que x + y + z = 91. R: (14, 35, 42) ou ou 0,10
que 100 10
1
1% é o mesmo que ou 0,01
100

3
Nº per- Outra maneira de apresentar esse resultado
Nº decimal Fração
centual é exibindo o valor percentual dos homens brasilei-
0,25 é o mesmo 25 ros que dizem cuidar de sua beleza.
ou 25% Qual é o valor percentual que faz essa re-
que 100
presentação?
0,5 é o mesmo que 50
ou 50% (a) 80,0% (c) 0,8% (e) 0,008%
0,50 100
0,75 é o mesmo 75 (b) 8% (d) 0,08%
ou 75%
que 100 5.3 Porcentagem de uma quantia
EXERCÍCIOS PROPOSTOS Exemplos:
24) Represente: a) Qual é o valor de 40% de 60?
a) 65% em forma de fração irredutível; Resolução:
b) 4% na forma decimal; 40
 ∙ 60 = 4 ∙ 6 = 24 ou
𝟒𝟖 100
c) na forma de porcentagem;  0,40 ∙ 60 = 24
𝟕𝟓
d) 0,7 em forma de porcentagem; b) Qual é o valor de 20% de 500?
Resolução:
25) Maria comeu 30% da sua barra de chocolate
(figura abaixo). Pinte a quantidade comida por 20
 ∙ 500 = 20 ∙ 5 = 100 ou
Maria. 100
 0,20 ∙ 500 = 100
EXERCÍCIOS PROPOSTOS
29) Calcule e responda:
26) Desenhe um círculo e pinte 75% dele. a) Quanto é 20% de 50?
b) Quanto é 30% de 900?
5.2 Parte do total c) Quanto é 50% de 5 000?
A tabela abaixo mostra exemplos de como
d) Quanto é 40% de R$ 1 200,00?
transformar uma parte de uma quantidade em
relação ao seu total em números percentuais: 30) Maria dedica 10% do seu tempo aos estudos.
6 3 15 Quantas horas por dia Maria estuda?
é o mesmo que ou ou 15%
40 20 100 31) Na construção de um conjunto habitacional
8 pessoas em um num terreno de 10 000 m2 de área, 5% do terreno
8 80 ou 80% do
grupo de 10 corres- ou serão destinados para a construção de uma praça.
10 100 grupo
pondem a Qual será a área dessa praça?
Num total de
R$ 300,00, a quantia 21 7 ou 7% do EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO
ou 32) Calcule e responda:
de R$ 21,00 equivale 300 100 total
a a) Qual é o valor de 60% de 90?
b) Quanto vale 3,5% de R$ 650,00?
EXERCÍCIO PROPOSTO
c) Em relação a um total de R$ 300,00, a quantia
27) Calcule e responda: de R$ 171,00 corresponde a quanto por cento?
a) 7 é quantos por centos em relação a 20?
b) 40 é quantos por centos em relação a 50? d) 0,5% de R$ 85,00 dá mais ou menos que 1% de
c) 8 em 40, quantos por centos? 170,00?
d) 8 em 10, quantos por centos? e) 40% de 30% numa única porcentagem.
e) 8 homens num grupo de 10 pessoas, são quan-
33) Observe e responda:
tos por centos de homens?
f) Num grupo de 20 pessoas há 8 mulheres, são
quantos por centos de mulheres?
g) 8 em 80, quantos por centos?
h) Quantos por centos são 60 alunos em 200?
i) Num mês de 30 dias, 18 dias representam
quantos por centos?
j) Sabendo que um dia tem 24 horas, 6 horas são
quantos por centos do dia?

EXERCÍCIO DE VESTIBULAR
28)(Enem-2015) Uma pesquisa recente aponta
que 8 em cada 10 homens brasileiros dizem cuidar
de sua beleza, não apenas de sua beleza pessoal.
CAETANO,M; SOEIRO,R; DAVINO, R. Cosméticos. Superinteressante, n. 304, maio 2012 (adaptado).
4
5.4 Problemas de porcentagem custar R$ 80,00? Justifique a resposta. Calcule os
1) Um telefone celular que custava R$ 1 200,00, preços após o aumento e após o desconto.
por ocasião da Black Friday, teve um desconto de 39) O mesmo modelo de uma geladeira está sen-
40%. Determinar: do vendido em 2 lojas do seguinte modo:
a) O valor do desconto.  Na 1ª loja, sobre o preço de R$ 800,00 há um
b) O preço do telefone celular em promoção.
desconto de 8%;
Resoluções:
 Na 2ª loja, sobre o preço de R$ 820,00 há um
a) desconto de 10%.
40 Qual dessas ofertas é a mais conveniente
∙ 1200 = 480 para o cliente?
100
O valor do desconto foi de R$ 480,00.
EXERCÍCIOS DE VESTIBULARES
b) 40)(UEPA-2009) Texto 11
1200 – 480 = 720 O Brasil bate recorde de tempo de uso da
O preço do telefone celular em promoção é internet. No início de 2007, o Brasil tinha 14
de R$ 720,00. milhões de usuários residenciais da rede mundi-
al de computadores. No início de 2008, esses
2) Uma geladeira, cujo preço à vista é de
internautas somavam 22 milhões de pessoas.
R$ 680,00, tem um acréscimo de 5% no seu preço Fonte: Atualidades Vestibular 2009
se for paga em 3 prestações iguais. Qual é o valor A porcentagem, referente ao Texto 11 do aumento
de cada prestação? do número de internautas foi aproximadamente
Resolução:
(a) 53,15 (b) 57,14 (c) 60,25 (d) 63,25 (e) 65
5
5% de R$ 680,00 ⟹ . 680 = 34 (acréscimo)
100 41)(UEPA-2010) Em uma loja o preço da TV 47”
680 + 34 = 714 (o preço em 3 prestações) LCD Full é de R$ 5 000,00, e recebe um aumento
714 : 3 = 238 (o valor de cada prestação) de 5%. No mês seguinte a mesma TV é anunciada
em oferta, pelo valor de R$ 4 500,00. O percentual
Então, o valor de cada prestação é R$ 238,00.
de desconto dado pela loja para essa TV foi de
3) O salário de um trabalhador era de R$ 840,00 e aproximadamente:
passou a ser de R$ 966,00. Qual foi a porcentagem (a) 55% (b) 42% (c) 34% (d) 28% (e) 14%
de aumento?
Resolução: 6 . REGRA DE TRÊS
966 – 840 = 126 6.1 Regra de três simples
126 18 3 15 Existem problemas onde são conhecidos
= = = = 15% três termos e se quer determinar o quarto termo,
840 120 20 100
problemas desse tipo podem ser resolvidos por um
Logo a porcentagem de aumento foi de processo prático, chamado de regra de três sim-
15%. ples.
Problemas de regra de três envolvem gran-
EXERCÍCIOS CONTEXTUALIZADOS
dezas direta ou inversamente proporcionais,
34) Um objeto que custava R$ 70,00 teve o seu observe a tabela abaixo:
preço aumentado em 20%. Responda:
Quando uma
a) De quanto foi o aumento? Duas gran- As setas
grandeza au-
b) Qual o novo valor do objeto? dezas são têm o
menta a ou-
direta- mesmo
⇔ tra grandeza ⇔
35) Um objeto que custava R$ 70,00 teve um des- mente
também au- sentido
conto de20%. Responda: proporcio-
nais
menta e vice- ou
a) De quanto foi o desconto? versa
b) Qual o novo valor do objeto? Duas gran- Quando uma As setas
dezas são grandeza au-
36) Uma tevê cujo preço é R$ 685,00 está vendi- inversa- menta a ou-
têm os
da, em uma promoção, com desconto de 12%. Por ⇔ ⇔ sentidos
mente tra grandeza opostos
quanto ela está sendo vendida? proporcio- diminui e
nais vice-versa ou
37) Um fogão está sendo vendido nas seguintes
condições: 30% de entrada e o restante em 5 Exemplos:
prestações iguais de R$ 58,80 cada uma. Qual é o a) Tatiana comprou 8 m de um tecido por
preço desse fogão? R$ 480,00. Quanto Tatiana vai pagar se comprar 10
m do mesmo tecido?
38) Uma mercadoria custava R$ 80,00 e seu preço Resolução:
foi reajustado (aumentado) em 5%. Se ao novo metros preço (R$)
preço for dado um desconto de 5% ela voltará a
8
 480
 5
10 x A regra de três é chamada de composta
As grandezas (metros e preço) são direta- quando apresenta três ou mais grandezas.
mente proporcionais, nesse contexto, as setas Relaciona-se cada grandeza com a grande-
ficam no mesmo sentido, segue, que za que contém o x, para determinar se as grande-
8 480 zas são diretamente ou inversamente proporcio-
= nais. Observe abaixo:
10 x
10 ∙ 480 Exemplo: Para alimentar 12 porcos durante 20
⟹ 8 ∙ x = 10 ∙ 480 ⟹ x = ⟹ x = 600 dias são necessários 400 kg de farelo. Quantos
8
Resposta: Tatiana vai pagar R$ 600,00 por 10 m de porcos podem ser alimentados com 600 kg de fare-
tecido. lo durante 24 dias?
Resolução:
b) Um avião, à velocidade de 800 km/h, leva 42 porcos dias farelo (kg)
minutos para ir de São Paulo a Belo Horizonte. Se

 
12 20 400
a velocidade do avião fosse de 600 km/h, em
quanto tempo faria a mesma viagem? x 24  600
Resolução: Porcos e dias: inversamente proporcionais, 
velocidade (Km/h) tempo (min) Porcos e farelo: diretamente proporcionais, 

 
800 42 Montamos a proporção escrevendo a razão
600 x que contem x igual ao produto das outras razões,
conservando as razões que são diretamente propor-
As grandezas (velocidade e tempo) são
inversamente proporcionais, nesse contexto, as cionais em relação à grandeza que contém o x e in-
setas ficam sentidos opostos, segue, que vertemos as razões que são inversamente proporcio-
nais em relação à grandeza que contém x.
42 600
= 12 24 400
x 800 = ∙
42 ∙ 800 x 20 600
⟹ 600 ∙ x = 42 ∙ 800 ⟹ x = ⟹ x = 56 Agora é com você. Termine!
600
Resposta: a 600 km/h o avião faria a viagem em 56 Resposta: 15 porcos.
minutos.
EXERCÍCIOS PROPOSTOS
EXERCÍCIOS PROPOSTOS 49) Numa linha de produção de uma fábrica, se
42) Desenvolvendo sempre uma mesma velocida- 12 máquinas, trabalhando 10 dias, produzem 600
de, Luisinho percorre de bicicleta 1400 m em 7 peças, quantas máquinas serão necessárias para
minutos. Quantos metros vai percorrer em 30 mi- produzir 200 peças em 20 dias?
nutos?
50) Uma família composta de 6 pessoas conso-
43) Uma viagem feita em 12 dias, percorrendo-se mem em 2 dia, 3 kg de pão. Quantos quilogramas
150 km por dia. Quantos dias seriam empregados de pão serão consumidos em 5 dias, estando 2
para fazer a mesma viagem, percorrendo-se 200 pessoas ausentes?
km por dia?
51) Para fazer um muro de 52 metros de compri-
44) Se 20 tratores levaram 6 dias para realizar mentos, 30 operários gastam 15 dias de 8 horas.
um trabalho, quantos tratores o fariam em 4 dias? Quantos dias de 9 horas gastaram 25 operários
para fazerem 39 metros de um muro igual?
45) O relógio da igreja matriz atrasa 21 segundos
a cada 7 dias. Quanto atrasará em 360 dias? 7 . JUROS
Juros é toda compensação que se paga, ou
46) Um empreiteiro calculou terminar uma obra recebe, pelo dinheiro que se empresta, ou que se
em 32 dias, empregando 15 operários. Tendo con- pede emprestado.
seguido apenas 12 operários, em quantos dias Quando falamos de juro, devemos conside-
terminara o mesmo trabalho? rar:
 Capital (C): é o dinheiro que se empresta (apli-
47) Trabalhando 6 horas por dia um operário po-
ca) ou que se pede emprestado;
de fazer um trabalho em 24 dias. Em quantos dias,
 Taxa (i): é o percentual que se paga ou que se
nas mesmas condições poderia fazê-lo trabalhando
recebe pelo aluguel do dinheiro;
8 por dia?
 Montante (M): o total (capital + juros) que se
48) Em um navio com uma tripulação de 800 ma- paga ao final do empréstimo;
rinheiros há comida para 45 dias. Quanto tempo  Prazo: é o tempo (t) ou período (n) que decor-
duraria a comida se o navio receber mais 100 ma- rer desde o início até o final de uma operação
rinheiros? financeira.
A taxa i é indicada em relação a um inter-
valo de tempo:
6.2 Regra de três composta
6
5% a.d. = 5% ao dia 55) Durante quanto tempo um capital deve ser
10% a.m. = 10% ao mês aplicado para que seu valor dobre, no sistema de
35% a.a. = 35% ao ano juros simples, à taxa de 2% ao mês? R: t = 50 meses
A taxa i e o tempo t devem ter sempre a 7.2 Juros compostos
mesma unidade de medida. No regime de capitalização de juros com-
7.1 Juros simples postos, o juro em cada período, a partir do segun-
É aquele que é calculado apenas sobre o do, é calculado sobre o montante relativo ao perí-
capital inicial (e não no montante ao final de cada odo anterior. Neste caso, dizemos que “calculamos
período). juro sobre juro”.
Vamos resolver o problema de João e Pe-
Exemplo: João emprestou R$ 800,00 para Pedro, dro, agora a juros compostos:
para ajudar o seu amigo a juros simples com um
taxa de 5% ao mês. A dívida foi paga depois de 3 Exemplo: João emprestou R$ 800,00 para Pedro, a
meses, quanto Pedro pagou pela dívida? juros compostos com um taxa de 5% ao mês. A
Resolução: dívida foi paga depois de 3 meses, quanto Pedro
pagou pela dívida?
Dívida no
Dívida no Resolução:
Período início do Juros
fim do mês
mês Dívida no
Dívida no
5% de Período início do Juros
fim do mês
1º mês R$ 800,00 800,00 = R$ 840,00 mês
40,00 5% de
5% de 1º mês R$ 800,00 800,00 = R$ 840,00
2º mês R$ 840,00 800,00 = R$ 880,00 40,00
40,00 5% de
5% de 2º mês R$ 840,00 840,00 = R$ 882,00
3º mês R$ 880,00 800,00 = R$ 920,00 42,00
40,00 5% de
3º mês R$ 882,00 882,00 = R$ 926,10
Resposta: Pedro pagou pela dívida, ao final de 3 me-
44,10
ses, R$ 920,00.
Resposta: Pedro pagou pela dívida, ao final de 3 me-
Por que João ajudou seu amigo emprestan-
ses, R$ 926,10.
do a juros simples? Vamos responder essa per-
gunta logo adiante. Observação: O valor do montante que Pedro pa-
Expressões: gou ao final dos 3 meses a juros simples foi de
O juro decorrente da aplicação do capital C, R$ 920,00 e no exemplo a juros compostos, para
sob uma taxa i, durante um período de tempo t, é o mesmo tempo, foi de R$ 926,10. Essa diferença
dado pela expressão: se dá, pelo fato de, nos juros simples o juro incide
apenas sobre o capital inicial C, enquanto nos ju-
J=C∙i∙t ros compostos o juro incide no montante do úl-
lembrando que, onde i e t devem está na mesma timo período (verifique isso nas tabelas dos exem-
unidade. plos). A diferença não foi tão grande assim, mas
O montante obtido através da aplicação do se aumentasse o tempo poderia ser bem maior.
capital C, obtendo-se um juro J, é igual a João sabendo disso, para ajudar o amigo empres-
tou o dinheiro a juros simples.
M=C+J
Expressão:
EXERCÍCIOS PROPOSTOS A expressão para calcular os juros compos-
52) Quanto rendeu (juros) a quantia de R$ 600,00, tos é a seguinte:
aplicada a juros simples, com a taxa de 2,5% ao M = C ∙ (1 + i)t
mês, no final de 1 ano? Quanto foi resgatado onde, M - é o montante;
(montante)? R: J = R$ 180,00; M = R$ 780,00
C – é o capital;
53) Um capital de R$ 800,00, aplicado a juros sim- i – é a taxa e
ples com uma taxa de 2% ao mês, resultou no t – é o tempo ou período.
montante de R$ 880,00 após certo tempo. Qual foi
o tempo da aplicação? R: t = 5 meses Apostila atualizada em 6/11/2019
Gostou da Apostila? Você a encontra no site:
54) Uma dívida de R$ 750,00 foi paga 8 meses http://gilsilva10.wixsite.com/inicio/apostilas-
depois de contraída e os juros pagos foram de de-matematica
R$ 60,00. Sabendo que o cálculo foi feito usando
juros simples, qual foi a taxa de juros? R: i = 1% ao mês Referências
DANTE, L.R. Matemática: Contexto & Aplicações.1. Ed. São Paulo:
Ática, 2000, v.1.
7