Você está na página 1de 29

Prof.ª MSC.

Diana Franco
Princípios e Regras

https://www.ebah.com.br/content/ABAAABfwQAC/neoconstitucionalismo-dogmatica-
pos-positivista?part=2
https://emporiododireito.com.br/leitura/teoria-dos-principios-de-humberto-avila-por-
marcelo-pichioli-da-silveira
Tipos de normas constitucionais e eficácia
normativa

https://www.slideshare.net/EstresLopes/reviso-estratgia-para-oab-xxi-filosofia-do-
direito-ricardo-torques-filosofia-dodireitoricardotorques
Tipos de normas constitucionais e eficácia normativa
Postulados
[...]Os postulados não se
confundem com os princípios
nem com as regras porque não
buscam um “fim” nem
estabelecem uma
“conduta”. Humberto Ávila
Supremacia Constitucional
Presunção de
constitucionalidade das
normas
Segurança jurídica
Dignidade da pessoa
Humana
Se dirigem ao intérprete http://www.ambito-
juridico.com.br/site/index.php/%3C?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=11672&rev
ista_caderno=4
Tipos de normas constitucionais e eficácia normativa
Postulado da unidade - o interprete,
ao conhecer o ordenamento jurídico,
deve levá-lo em consideração como
um sistema.
a parte ao ser interpretada, ser
relacionada ao todo

Postulado da coerência - as normas


estão relacionadas umas as outras, na
medida em que forem dependentes

Postulado da hierarquia - determina


ao interprete o dever de observar a
estrutura escalonada e
http://www.ambito-
hierárquica das normas jurídicas. juridico.com.br/site/index.php/%3C?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=11672&rev
ista_caderno=4
Classificação das normas constitucionais quanto a sua
aplicabilidade e eficácia
Tipos de eficácia
Eficácia social – efetividade: concreta
observância da norma no meio social que
pretende regular.
Eficácia jurídica - qualidade de produzir
efeitos jurídicos ao regular as situações,
relações e comportamentos de que trata.
todas as normas constitucionais são
dotadas de eficácia
em maior ou menor grau

https://segredosdeconcurso.com.br/aplicabilidade-das-normas-constitucionais/
Classificação das normas constitucionais quanto a sua
aplicabilidade e eficácia
O Poder Constituinte decide que a norma
constitucional não será aplicada até que
venha uma legislação posterior para
concretizá-la (complexidade da matéria)
“nos termos de lei complementar”
“nos termos da lei”
“a lei disporá sobre (...)”
“na forma da lei”

https://segredosdeconcurso.com.br/aplicabilidade-das-normas-constitucionais/
Classificação das normas constitucionais quanto a sua
aplicabilidade e eficácia
Para identificar o grau de aplicabilidade de
um dispositivo constitucional
Aplicação pode ser imediata
Inexistência de condicionamento à
edição de lei ou outro ato normativo
Inexistência de sujeição à vacância

https://segredosdeconcurso.com.br/aplicabilidade-das-normas-constitucionais/
Classificação das normas constitucionais quanto a sua
aplicabilidade e eficácia
Condicionamento à existência de lei/ato do
poder público para que tenha condições ser
aplicado:
Possibilidades:
1. A lei não existe
2. a lei não existe, mas há no próprio
texto constitucional ordem de “aplicação
imediata” do preceito constitucional
3. Quando a lei já existir

https://segredosdeconcurso.com.br/aplicabilidade-das-normas-constitucionais/
Classificação das normas constitucionais quanto a sua
aplicabilidade e eficácia
1. A lei não existe
Eficácia Mínima - a lei não existe (e nem
foi criada anteriormente a Constituição -
recepção)
legislador deve elaborar a lei

https://segredosdeconcurso.com.br/aplicabilidade-das-normas-constitucionais/
Classificação das normas constitucionais quanto a sua
aplicabilidade e eficácia
2. a lei não existe, mas há no próprio texto
constitucional ordem de “aplicação imediata”
do preceito constitucional
Eficácia imediata – a lei não existe, mas o
texto constitucional determina a
“aplicação imediata” - dispositivo deverá
ser respeitado e aplicado, até a
elaboração da lei
Ex. direitos fundamentais e a regra do
art. 5 º, §1º - As normas definidoras dos
direitos e garantias fundamentais têm
aplicação imediata”
https://segredosdeconcurso.com.br/aplicabilidade-das-normas-constitucionais/
Classificação das normas constitucionais quanto a sua
aplicabilidade e eficácia
3. Quando a lei já existir
Eficácia plena - quando a lei existe
(recepção ou criação)
https://www.youtube.com/watch?v=D4tFUKkND
d8

https://segredosdeconcurso.com.br/aplicabilidade-das-normas-constitucionais/
Teoria tricotômica: José Afonso da Silva (eficácia)
Para José Afonso da Silva, as normas
constitucionais classificam-se quanto
a eficácia da seguinte forma:
normas de eficácia plena;
normas de eficácia contida;
normas de eficácia limitada.

https://www.esquematizarconcursos.com.br/artigo/eficacia-das-normas-
constitucionais-eficacia-plena-contida-e-limitada
Teoria tricotômica: José Afonso da Silva(eficácia)
Teoria tricotômica: José Afonso da Silva(eficácia)
Normas de Eficácia Plena (self-executing ou self-
enforcing, ou self-acting)
“[...] estabelecem conduta jurídica positiva ou negativa
com comando certo e definido, incrustando-se,
predominantemente, entre as regras organizativas e
limitativas dos poderes estatais, e podem conceituar-se
como sendo aquelas que, desde a entrada em vigor da
constituição, produzem, ou têm possibilidade de
produzir, todos os efeitos essenciais, relativamente aos
interesses, comportamentos e situações, que o legislador
constituinte, direta e normativamente, quis regular.”
(SILVA, 2003, p. 101). São aquelas que não
necessitam de qualquer integração legislativa
infraconstitucional. Ex.: Artigos 2º, 19, 20, 21, 22, 24 e 28

https://www.esquematizarconcursos.com.br/artigo/eficacia-das-normas-
constitucionais-eficacia-plena-contida-e-limitada
Teoria tricotômica: José Afonso da Silva(eficácia)

Normas de eficácia contida


“possuem aplicabilidade imediata (plena) desde a
sua vigência, mas norma posterior poderá reduzir a
integralidade de sua aplicação. Estas normas
“embora tenham condições de, quando da
promulgação da nova Constituição, produzir todos
os seus efeitos, poderá a norma infraconstitucional
reduzir a sua abrangência”. (LENZA) eficácia
relativa restringível (deixa margem para restrição).
Ex.: CF/88 -Art. 5º, XIII, XXIV e XXV; Art.
37, I; Art. 15, IV.

https://www.esquematizarconcursos.com.br/artigo/eficacia-das-normas-
constitucionais-eficacia-plena-contida-e-limitada
Teoria tricotômica: José Afonso da Silva(eficácia)

Normas de eficácia limitada (são


dependentes de complementação)
“todas as que não produzem, com a simples
entrada em vigor, todos os seus efeitos
essenciais, porque o legislador constituinte,
por qualquer motivo, não estabeleceu, sobre
a matéria, uma normatividade para isso
bastante, deixando essa tarefa ao legislador
ordinário ou a outro órgão do Estado.” (JAS)
Subdividem-se.

https://www.esquematizarconcursos.com.br/artigo/eficacia-das-normas-
constitucionais-eficacia-plena-contida-e-limitada
Teoria tricotômica: José Afonso da
Silva(eficácia)

Para José Afonso da Silva, as normas de


eficácia limitada se subdividem em:
- normas constitucionais de princípio
institutivo (instituidoras)- São aquelas
que contêm esquemas gerais, um início de
estruturação de instituições, órgãos ou
entidades.
Ex.:CF/88 - Art. 33; Art. 90 § 2º;
Art. 224
Teoria tricotômica: José Afonso da
Silva(eficácia)
• Para José Afonso da Silva, as normas de eficácia
limitada se subdividem em:
- normas constitucionais de princípios
programáticos (programáticas) “Programáticas
são as normas constitucionais através das quais o
constituinte, em vez de regular direta e
imediatamente determinados interesses, limitou-se
a traçar-lhes os princípios para serem cumpridos
pelos seus órgãos, como programas das respectivas
atividades, visando à realização dos fins sociais do
Estado.” (José Afonso da Silva)

Ex.:CF/88 Art. 205; Art. 215;


Art. 217; Art. 227.
Exemplos:
Normas de eficácia plena: artigo 132, “caput”.
Art. 1º, art 2º, art. 14, art. 15, art. 44, art. 45, art. 77, etc..
Normas de eficácia contida: artigo 5º, XIII.
art. 5º, incisos VII, VIII, XXV, XXXIII, art. 15, inciso IV, art. 37, inciso I, etc.
Normas de eficácia limitada de princípio institutivo: § 2º do artigo 18
art. 33, art. 90, § 2º, art. 109, inciso VI, etc.
Normas de eficácia limitada programáticas:
Artigo 196
Teoria tricotômica: José Afonso da Silva
(condições de aplicabilidade)
Jose Afonso da Silva
três tipos de normas constitucionais quanto às condições de aplicabilidade:
1 -Normas constitucionais de aplicabilidade imediata e eficácia
plena
Aplicabilidade não depende de nenhuma condição infraconstitucional
Possuem eficácia é plena - capacidade de produzir seus efeitos (sem
possibilidade de restrição pelo legislador infraconstitucional)
Exemplos de normas constitucionais de eficácia plena: art. 2º - separação dos poderes-
, art. 14, § 2º - a vedação diferenciação entre brasileiros-, art. 69 – maioria absoluta,
art., 153 e 155; bem como as normas que estabeleçam vedações (art. 19), proibições (art.
145, § 2 º), isenções (art. 184, § 5 º), imunidades (art. 53) ou prerrogativas (art. 128, § 5
º, I).
Teoria tricotômica: José Afonso da Silva
(condições de aplicabilidade)
Jose Afonso da Silva
três tipos de normas constitucionais:
2 -Normas constitucionais de aplicabilidade imediata e eficácia contida
aplicabilidade não depende de nenhuma condição infraconstitucional
Previsão de atuação do legislador infraconstitucional ou o próprio texto constitucional
estabelecer restrições à relação descrita, ou seja, existira uma contenção na sua eficácia.
Importante observar, que enquanto não existir o ato normativo posterior regulamente do
assunto descrito pelo legislador constituinte, o dispositivo está na sua capacidade plena de
produzir eficácia.
Exemplos de normas de eficácia contida: art. 5 º, VIII - liberdade religiosa; VII –
amparo religioso; XIII – liberdade de profissão; XV – direito de ir e vir; art. 15, IV
– suspensão dos direitos políticos por não cumprimento de obrigação a todos
imposta; art. 37, I – ocupação de cargos, emprego e função publica da
Constituição Federal.
Teoria tricotômica: José Afonso da Silva
(condições de aplicabilidade)
Jose Afonso da Silva
três tipos de normas constitucionais:
3 -Normas constitucionais de aplicabilidade mediata e
eficácia limitada (ou dependente de preceito)
aplicabilidade depende de atos posterior a sua previsão
(existência) no texto constitucional
não são autoaplicáveis nem autoexecutáveis
não possuem capacidade imediata para produção dos seus
efeitos desejáveis pelo legislador constituinte
Teoria tricotômica: José Afonso da Silva
(condições de aplicabilidade)
Subcategoria das Normas constitucionais de aplicabilidade
mediata e eficácia limitada
Normas declaratórias de princípios institutivos ou organizativos
normas limitadas - depende de lei para dar concretude a
instituições, pessoas, entidades e órgãos estabelecidos pelo
Texto Constitucional.
Exemplos: arts. 18, §2º; 22,parágrafo único; 25, §3º; 33; 37,XI;
88; 90, §2º; 91, §2º; 102, §1º;107, §1º;109,VI; 109, §3º; 113; 121;125,
§3º; 128, §5º; 131;146;161,I e 224 da Constituição Federal de 1988.
Teoria tricotômica: José Afonso da Silva
(condições de aplicabilidade)
Normas declaratórias de princípios programáticos
normas limitadas preveem programas a serem concretizados pelo Estado mediante
atos infraconstitucionais (lei, em sentido estrito, ou politica pública) José Afonso
da Silva arts. 7º, XI – sobre a participação nos lucros; XX – sobre a proteção da
mulher no mercado de trabalho;
Exemplos: arts. tutela d 6 º, (direito a alimentação); 196 (direito a saúde); 205
(direito à educação); 215 (direito à cultura); 218, “caput “- (ciência e tecnologia);
227 (proteção a infância)- da Constituição Federal de 1988.
Exemplos ligados ao princípio da legalidade, (JAS) art. - 7º, XI (participação nos
lucros); XX – (proteção da mulher no mercado de trabalho); XXVII ( proteção do
trabalho); 137, §4º( abuso do poder econômico); 216, §3º ( regulamentação do
Sistema Nacional de Cultura); 218, §4º face a automação –(apoio e estimulo de
investimento particular em tecnologia); 226, §2º- (regulamentação do casamento
religioso com efeito civil)- da Constituição Federal de 1988.
Outras classificações para as normas
constitucionais
Maria Helena Diniz: Normas supereficazes ou eficácia absoluta (cláusulas
petreas);
Normas de eficácia plena (imediata);
Normas com eficácia restringível (eficácia contida);
Normas de eficácia relativa complementável (eficácia limitada).
Carlos Ayres Brito: Normas de Aplicação (eficácia plena);
Normas de Integração (eficácia contida e limitada).
Luiz Roberto Barroso: Normas constitucionais de organização (poder político);
Normas constitucionais definidoras de direito (dir. fundamentais);
Normas constitucionais programáticas (fins e políticas públicas).
Uadi Lammêgo Bulos: normas de eficácia exaurida e aplicabilidade esgotada
(ADCT).
Outras classificações para as normas
constitucionais
self-executing provisions (normas constitucionais autoexecutáveis) e not
self-executing provisions (normas constitucionais não autoexecutáveis)
“Pode-se dizer que uma norma constitucional é auto-executável, quando
nos fornece uma regra, mediante a qual se possa fruir e resguardar o
direito outorgado, ou executar o dever imposto; e que não é auto-aplicável,
quando meramente indica princípios, sem estabelecer normas por cujo
meio se logre dar a esses princípios vigor de lei.” Thomas Cooley
QUESTÕES:
1-José Afonso da Silva observa todas as normas constitucionais são dotadas
de aplicabilidade. Dessa forma, como são classificadas as normas
constitucionais. Explique-as e na sequência exemplifique.
2-O que são:
A)Normas de Eficácia Exaurida?
B)Normas de Supereficácia?
3-Qual a diferença entre norma de eficácia contida e norma de limitada?
4-Qual a diferença entre norma de eficácia plena e eficácia contida?

Você também pode gostar