Você está na página 1de 3

A Gênese do Urbanismo Moderno

O Urbanismo tal como conhecemos, que se pretende uma ciência dos estabelecimentos
humanos, nasce em decorrência da Rev. Ind.
Esta revolução, que começa na Inglaterra, lança toda uma população operária nas cidades, que
não estão preparadas para acolhe-las.

As Teorias fundadoras do Urbanismo


•Pré-Urbanismo: um conjunto de textos e de realizações de pensadores políticos sociais do
século XIX. São contribuições anteriores ao surgimento da palavra Urbanismo.

•Urbanismo: se opõe ao pré-urbanismo essencialmente porque ele é feito, não de pensadores


(filósofos, economistas, historiadores etc) mas de profissionais que visam colocar em prática
suas ideias.

•Choay distingue os pré-urbanistas em duas correntes: progressistas e culturalistas.

O Modelo Progressista
•Uma série de pensadores repudia a noção tradicional de cidade e elabora modelos que
permitem reencontrar uma ordem perturbada pelo maquinismo.

•Inspirada no racionalismo da filosofia das luzes, ela baseia-se numa concepção abstrata do
homem, indivíduo mutável no tempo e no espaço.

•A ciência deve permitir a definição exata de um modelo urbano perfeito que convenha a todo
grupo humano.
•Entre os autores pré-urbanistas progressistas, são as posições filosóficas, políticas, econômicas
e sociais e mesmo éticas que conduzem a se interrogar sobre o papel da organização do espaço
habitado, e em particular sobre a organização da cidade.

•Entre seus autores encontramos:


•Pierre-Joseph Proudhon
•Benjamin Ward Richardson
•Etienne Cabet
•Júlio Verne
•Robert Owen
•Charles Fourier

O Modelo Culturalista
•Ao contrário do progressista, ele se volta para o passado
•A ideia é que a cidade é reflexo da cultura, que a cidade e seus habitantes constituem uma
unidade orgânica ameaçadas pelas consequências do desenvolvimento industrial
•Parte da situação do agrupamento humano, da cidade
•Entre seus teóricos temos:
•Augustus Welby Northmore Pugin
•John Ruskin
•William Morris

O Urbanismo
Essas filosofias e ideias influenciaram as primeiras teorias urbanas elaboradas por arquitetos-
urbanistas.

Urbanismo Culturalista
•Entre os Urbanistas Progressistas temos: Tony Garnier, Walter Gropius e Charles-Edouard
Jeanneret (Le Corbusier) – estes urbanistas buscavam adaptar a cidade às necessidades
modernas, englobando a indústria e o novo modo de vida.
•No Urbanismo Culturalista temos: Camillo Sitte, Ebenezer Howard, Raymond Unwin. –
Buscavam uma nova forma de vida, resgatando valores e costumes passados.

O Movimento Humanista
•Derivados do movimento Humanista temos diferentes correntes filosóficas urbanas:

A Corrente Culturalista
•Fundamenta-se na ideia de que a cidade europeia pré-industrial representa um momento
excepcional da história e permite, graças ao clima particular da comunidade urbana, uma
realização do indivíduo e um desabrochar da cultura.

•O Urbanismo Antropológico
•Procura resolver o problema da criação e do planejamento das cidades por meio das
informações fornecidas pela antropologia descritiva.
•Urbanistas: Patrick Geddes, Lewis Munford, Marcel Poete.
•A Corrente Naturalista
•É própria dos EUA onde se forma no século XIX uma forte tradição anti-urbana, ligada à
imagem nostálgica de uma natureza virgem e ao mito dos pioneiros.
•Urbanista: Frank Lloyd Wright