Você está na página 1de 11

Apostila Complementar Workshop “Abrindo Novas Portas”

Introdução

Esta apostila é parte integrante e complementar do Workshop “Abrindo Novas Portas”, idealizado
por Renata de Castro. Nesta apostila você encontrará algumas imagens, gráficos, observações
complementares e espaço para anotações pessoais referentes à cada tópico.

O objetivo do workshop é abordar a metodologia Treino Viver Melhor, epossibilitarm 8 (oito)


módulos, que resultam numa vivência pessoal e particular de cada participante e, assim, ornecem
ferramentas para que cada participante desenvolva seu planejamento e suas estratégias para o
primeiro módulo do Treino Viver Melhor.

Informações Sobre a Autora

Antes de iniciar as explicações sobre o que é a metodologia “Treino Viver Melhor”, permitam-me
contar brevemente quem sou.

Meu nome de batismo é Renata Martin de Castro, nasci em São Paulo, Brasil, em fevereiro de
1973. Nasci numa família maravilhosa e abençoada, mas mesmo assim tive depressão infantil. Uma
das primeiras memórias que guardo é da cena de estar sentada na beira do mar, chorando, devia
ter uns três ou quatro anos de idade, minha mãe perguntando o que houve e eu sem saber explicar
o porquê.

Depois, aos seis anos de idade, eu estudava num colégio de freiras, era ambidestra, isso
representou na época um problema, porque as freiras queriam que eu escrevesse com a mão
direita e eu fazia quase tudo com as duas mãos e talvez por rebeldia, talvez por capricho da
natureza, para escrever a esquerda parecida mais fácil.

Por incrível que pareça, escrever com a esquerda, tudo que fosse da esquerda, para aquelas freiras
era “coisa do diabo”. Assim, elas aconselharam meus pais que me tirassem da escola e disseram
que eu não teria condições de ser alfabetizada no tradicional Colégio Rio Branco, no qual meu pai
já tinha praticamente “feito matrícula dos filhos”, desde que nascemos.

Fiquei um ano fazendo uma espécie de terapia estranha, com duas psicólogas, basicamente eram
exercícios para melhorar minha coordenação motora que, quarenta anos depois, continua péssima.
Até que minha tia Mariana, irmã de meu pai, psicopedagoga, percebeu que havia algo de errado e
convenceu meus pais a suspender as terapias e arriscar me colocar no Colégio Rio Branco,
contratando uma professora particular que me acompanhasse diariamente e me auxiliasse no que
fosse preciso. Tive a benção de ter como grande amiga e professora de vida a Lola, com quem
mantive contato até pouco tempo (não sei se já faleceu, mas de onde estiver, sempre será minha
amiga).

Na sequência, no Rio Branco, onde fui alfabetizada aos sete anos, minhas notas nunca foram
menores do que nove, tanto que a Lola um dia disse a meus pais algo como: “Ela não precisa mais
de mim, na verdade como aluna nunca precisou, já dei o apoio psicológico de que ela precisava e
agora ela pode continuar sozinha”.
As freiras fizeram me um grande favor, como meu marido diz: “Mesmo quem quer te prejudicar,
acaba te ajudando”. Elas me desafiaram e fizeram com que eu começasse a “agarrar o boi pelos
chifres”.

De lá para cá, muitas coisas aconteceram, fiz dezenas de cursos de autoconhecimento, conheci
Lama Gangchen Rinpoche de quem falarei mais a frente, em 1996 me formei em Direito, em 2008
fiz meu curso de formação em Life Coach pela SLAC Sociedade Latino Americana de Coaching, em
2017 fiz meu MBA em Liderança e Coaching pela UNOPAR – Universidade Norte do Paraná e hoje
estou começando a escrever meu primeiro livro, sobre a metodologia que desenvolvi com o
objetivo de auxiliar o maior número de pessoas a viverem melhor, terem mais satisfação interna,
terem mais harmonia, equilíbrio, serem mais generosas e realizarem seus sonhos mais verdadeiros:
TVM Treino Viver Melhor.

Qual a base geral do TVM, de onde vem a inspiração

Em dez anos do meu trabalho de coach, além da minha própria experiência pessoal, observei que
as terapias ou técnicas que envolvem aspectos físicos dos coachees ou clientes, tem melhores
resultados do que terapias que envolvam apenas aspectos intelectuais (conversação).

Explico o porquê dessa minha crença pessoal: Antes mesmo de ter feito direito, fiz um terapia,
após um acidente de carro, com um psicólogo junguiano, não vou conseguir lembrar o nome dele
mas era excelente, foi recomendado por minha amiga pessoal e excelente psicanalista, Renata
Pereira Lima. Ao final das sessões ele aplicava calatonia e fiquei surpresa com a técnica e com os
“desbloqueios emocionais” que começaram a ocorrer espontaneamente.

Além disso, durante minha adolescência, eu tinha um outro bloqueio: em relação à massagens de
um modo geral, não me sentia bem quando meu corpo era tocado por alguém que eu mal
conhecia, mesmo sabendo que se tratava de um profissional, preparado e qualificado para tanto.
Eu evitava me submeter à qualquer tipo de massagem, até mesmo quick massage, porque eu tinha
ânsia e enjoo fortíssimos.

Há cerca de vinte anos, participei de um curso de Eutonia, no Instituto Palas Athenas em São Paulo.
A Eutonia é uma técnica fantástica, que além de aumentar minha consciência corporal, resolveu
esse problema em relação a relaxar e usufruir das massagens.

Alguns anos depois conheci o Reiki e minha Mestre Clarice Sardoni que trouxeramm além de uma
ferramenta maravilhosa, uma nova filosofia de vida, baseada em princípios sérios, eficazes e
surpreendentes no melhor sentido. Falar sobre o Reiki e minha experiência não cabe aqui, mas faz
parte dessa trajetória sem dúvida alguma.

TVM, por que fazer uma abordagem múltipla ?

Na vivência do trabalho com Life Coaching e, até mesmo no trabalho voluntário com Reiki, pude
comprovar que as pessoas respondem de forma diferentes a cada técnica. Talvez uma pessoa
tenha respostas mais rápidas com exercícios de EFT e outra com exercícios de Body Mind Talk.
Mas, ao mesclar exercícios das diferentes técnicas, “cercando” um mesmo assunto ou problema a
ser trabalhado, além de aumentar a efetividade, conseguimos tirar o paciente da repetição
automática/ rotina, evitamos o desgaste físico exagerado, mesmo trabalhando por horas a fio e
permitimos que o próprio coachee /cliente consiga chegar na essência do problema ou crença
limitante, de forma mais rápida e mais agradável.

Módulo 1 – Meditação e Relaxamento

Começamos o workshop buscando sinergia entre os participantes e o relaxamento que aumentará


a percepção de cada um dos participantes de acordo com suas necessidades atuais e nível de
autoconhecimento e desenvolvimento.

Faça a meditação sem se preocupar, não existe certo ou errado. O objetivo é relaxar e abrir a
primeira porta de um novo caminho.

Anotações Pessoais
Módulo 2 – Imagens e Percepções

Anotações Pessoais
Módulo 3 – Quais novas portas abrir? Planejamento 8 Passos

Exercício Suas Metas Sustentáveis e seus primeiros 8 passos, para quê e como ?

Relaxar, sentir, imaginar, anotar

Anotações Pessoais
Módulo 4- EFT Emotional Freedom Techniques o que é, como se faz e por que se usa tanto ?

A sigla EFT pode ser traduzida para o português com a Técnica da Libertação Emocional e está
fundamentada no princípio, formulado por seu autor Gary Craig de que: “A causa de todas as
emoções negativas é uma interrupção no fluxo energético do corpo”.

Meu primeiro contato com a EFT, por volta de 2008 – 2009, foi através do Professor Mizuj Kajii, que
era um dos poucos que dava cursos online sobre EFT a um custo muito acessível. Comecei a
praticar em minhas próprias questões de dores de cabeça, enjoo etc. e notei que além de
abandonar de vez os medicamentos, estava sentindo-me mais leve e de um modo geral mais
alegre. Levei um tempo para começar a utilizar nas sessões de coaching, mas quando passei a
utilizar senti uma melhora considerável na evolução das sessões.

Em seu Manual Básico de EFT, disponível para download em português e gratuito em


https://mega.nz/#!TdBkDRYI!hRH1kgBvuJut0MVJbDZUrw7FP8yFSfx3_8tUH7V-BHw, Gary Craig
explica de forma bastante simples sobre o sistema energético do corpo: “Nossos corpos possuem
uma natureza profundamente elétrica. Qualquer curso de anatomia para iniciantes trata disso.
Esfregue seu pé num carpete e, em seguida, toque qualquer coisa feita de metal. Às vezes dá até
para ver a energia estática que é descarregada pela ponta de seus dedos. Isto não aconteceria caso
seu corpo não tivesse ele mesmo uma natureza elétrica. Se você tocar um forno quente, você
sentirá a dor de imediato, porque ela é transmitida eletricamente ao longo dos nervos até o
cérebro. A dor viaja à velocidade da eletricidade, razão pela qual você a sente de imediato.
Mensagens elétricas são constantemente enviadas por dentro de seu corpo a fim de manter o
cérebro informado daquilo que ocorre. Sem esse fluxo de energia você não seria capaz de ver,
ouvir, sentir pelo tato, sentir pelo sabor, e cheirar. Uma outra evidência bastante óbvia da
existência de eletricidade (energia) no corpo são o eletroencefalograma (EEG), e o
eletrocardiograma (EKG). O EEG registra a atividade elétrica do cérebro, e o EKG registra a
atividade elétrica do coração.

..........................

De fato, civilizações antigas sabiam disso há milênios. Cerca de 5.000 anos atrás, os chineses
descobriram um complexo sistema de circuitos elétricos que atravessam o corpo. Esses circuitos
elétricos...ou meridianos como são chamados...são o fator central de práticas de cura orientais, e
são a base, hoje em dia, para a acupuntura, a acupressura, e ampla variedade de outras técnicas de
cura. Essa energia flui através do corpo e é invisível ao olho. Não pode ser vista a não ser com
equipamento de alta tecnologia. Por analogia, você tampouco vê a energia fluindo em seu aparelho
de TV. Você sabe que ela está aí, por seus efeitos. O som e as imagens são a evidência sempre
presente que nele existe o fluxo de energia. Da mesma forma, EFT lhe dá uma cabal evidência de
que há energia fluindo dentro de seu corpo, porque propicia os efeitos que provam que ela está lá.
Simplesmente batendo junto aos pontos terminais de seus meridianos de energia, você pode ter
mudanças profundas em sua saúde emocional e física. Essas mudanças não ocorreriam se não
houvesse um sistema energético.”
Existem atualmente centenas de profissionais que se dedicam exclusivamente a EFT, dos que
conheço, recomendo que assistam aos vídeos no YouTube do Eneas Guerreiro e do Mizui Kaijii,
especialmente o vídeo sobre Crenças Limitantes

( https://www.youtube.com/watch?v=do3wuEC2ax4)

Anotações Pessoais
Módulo 5- Bofy Mind Talk

Técnica desenvolvida por Nehemias Tavares, para propiciar desbloqueios energéticos, aumentar o
contato e aceitação da impermanência e, consequentemente, aumentar o autoconhecimento.

Anotações Pessoais
Módulo 6 – Como abordar uma questão com TCC + EFT + BMT

Algumas questões são complexas e/ou profundas, exercícios sequenciais podem facilitar o
esclarecimento, na medida em que cada técnica desvenda um novo aspecto a ser trabalhado.

Não existe uma sequência exata, como uma “receita de bolo”, a sensibilidade e a intuição
possibilitam a escolha da sequência de técnicas para cada questão.

Anotações Pessoais
Módulo 7 – PNL – Tela Mental Pontos de Chegada

É importante, mas nem sempre fácil, estabelecer sinais, pontos de chegada para que possamos
saber quando alcançamos nossos objetivos.

Além disso, é fundamental que possamos adequar nossas estratégias de acordo com as
dificuldades ou facilidades encontradas durante o percurso.

Após o exercício mental, que poderá ser repetido sempre que necessário, ou pelo menos
mensalmente, descanse por cerca de 15 minutos antes de colocar suas ideias no papel.

Anotações Pessoais
Módulo 8 – Estratégias Pessoais

Para que a vivência do workshop resulte num processo realmente eficaz, são fundamentais:

- Comprometimento,

- Organização,

- Substituição de velhos hábitos por novos,

- Persistência

- Flexibilidade e

- Resiliência

Agradecemos imensamente seu interesse e esperamos estar em contato permanente para auxiliar
nesse percurso do Treino Viver Melhor.