Você está na página 1de 18

29-11-2012

Departamento de Engenharia Civil

Infraestruturas de Transporte

Pavimentos Aeroportuários

Agostinho Benta
Luís Silva
Ano Letivo 2012/2013

Pavimentos Aeroportuários
Conceitos Gerais

Um pavimento aeroportuário deverá possuir boa capacidade de


suporte (característica estrutural); boa rugosidade, resistência à
derrapagem, regularidade longitudinal, e regularidade
transversal (características funcionais).

Nos pavimentos rodoviários um dos fatores que interfere na


segurança de circulação é o atrito transversal.

Nos pavimentos aeroportuários o fator atrito é mais relevante


na direção longitudinal pois adecta a distância de travagem das
aeronaves.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 2

1
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Conceitos Gerais

A análise estrutural de um pavimento determina as tensões e


as deformações induzidas nas suas diferentes camadas devidas
à aplicação de cargas quer diretamente quer indiretamente.

Tráfego - Condições Climáticas - Geometria do Pavimento - Tipo


de Materiais

A análise estrutural é necessária quer em fase de


dimensionamento de novos pavimentos, quer na fase de
observação e avaliação de pavimentos em serviço a fim de
determinar a sua vida restante e a fim de propor uma estrutura
de reforço para os mesmos.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 3

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Pavimentos

Tipos de Pavimentos Aeroportuários

•Pavimentos Flexíveis
-Pistas
-Caminhos de Circulação

•Pavimentos Rígidos
- Plataforma de Estacionamento
- Secções iniciais das Pistas

•Pavimentos Semirrígidos
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 4

2
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Pavimentos - Pavimentos Flexíveis

Pavimentos Flexíveis - constituídos por uma ou mais


camadas de misturas betuminosas que assentam diretamente
sobre camadas granulares. A suportar as camadas granulares
está a fundação.

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 5

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Pavimentos - Pavimentos Flexíveis

Camadas superiores (betuminosas) - constituídas por materiais


ligados, são relativamente menos espessas que as camadas
inferiores. Apresentam resistência à tração e à compressão.
Camada de desgaste, de regularização e de base.

Camadas Inferiores (granulares) - constituídas por materiais


não ligados estabilizados mecanicamente. Não possuem
resistência à tração. Camada de base, camada de sub-base.

A base granular poderá ser substituída por uma base


betuminosa.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 6

3
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Flexível
Pavimento Pavimentos - Pavimentos Flexíveis
Tipo de Material Tipo de Camada
Misturas Betuminosas Camada de Desgaste Tipo
Misturas Betuminosas Camada de Regularização
Pavimento

Misturas Betuminosas Camada de Base Betão de


Materiais Granulares

Pavimento
Materiais Granulares B
Camada de Sub-Base So
Solos Tratados
Solos Seleccionados Materiais Granulare

Materiais Granulares Materiais G


solos Tratados Leito do Pavimento Solos Tr
Solos Seleccionados Solos Selec
Fundação

Fundação
Aterro
Terreno Natural

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 7

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Pavimentos - Pavimentos Semirrígidos

Pavimentos Semirrígidos - São constituídos por uma camada

superficial de desgaste em materiais betuminosos que assenta

numa camada de base, com função estrutural, constituída, ou

por materiais granulares tratados com ligantes hidráulicos, ou

por betão de cimento.

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 8

4
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Pavimentos - Pavimentos Semirrígidos

Pavimento
Pavimentos Semirrígidos Semi-Rígido
Tipo de Material Tipo de Camada
e Camada Misturas Betuminosas Camada de Desgaste

Misturas Betuminosas Camada de Regularização


Pavimento

de Desgaste Camada de Base


Materiais Granulares ligados com Cimento Portland

Betão Pobre
de Sub-Base Solo-Cimento Camada de Sub-Base
Materiais Granulares estabilizados com Cimento (poderá não existir esta camada)

Materiais Granulares
Pavimento Solos Tratados Leito do Pavimento
Solos Seleccionados
Fundação

Aterro
Terreno Natural

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 9

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Pavimentos - Pavimentos Rígidos

Pavimentos Rígidos - podem ser constituídos por betão


simples, betão armado, betão pré esforçado, betão com fibras,
betão compactado a rolo, ou ainda betão de alta resistência.
Estes podem apoiar-se diretamente no solo de fundação, numa
sub-base, ou mesmo em pavimentos antigos.

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 10

5
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Pavimentos - Pavimentos Rígidos

Betão de Cimento Portland Camada de Desgaste


Pavimento

Betão Pobre
Solo-Cimento Camada de Sub-Base
Materiais Granulares estabilizados com Cimento

Materiais Granulares
Solos Tratados Leito do Pavimento
Solos Seleccionados
Fundação

Aterro
Terreno Natural

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 11

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Pavimentos - Pavimentos Rígidos

Tipos Pavimentos Rígidos:

• Pavimentos em Lajes de Betão Simples com Juntas

•Pavimentos em Lajes de Betão Armado com Juntas

•Pavimento em Betão Armado Contínuo

•Pavimentos em Lajes de Betão Estruturalmente Armado

•Pavimento em Betão Armado Pré-esforçado

•Pavimento em Betão Armado com Fibras


Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 12

6
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos Rígidos – Lajes de Betão Simples com Juntas

Os pavimentos de betão simples são constituídos por placas

de betão de cimento Portland apoiadas na fundação.

Estes possuem juntas transversais e longitudinais nas quais a

transmissão de cargas se realiza, ou por interpenetração do

agregado ao nível dos seus bordos, ou através de varões de

transmissão de carga.

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 13

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos Rígidos – Lajes de Betão Simples com Juntas

Para pavimentos rígidos, sem presença de sub-base


estabilizada, o espaçamento entre as juntas longitudinais e
transversais não deverá exceder cerca de 24 vezes a espessura
da laje (FAA 1995).
Espaçamento das Juntas, m
Espessura da laje, mm Transversais Longitudinais
150 3.8 3.8
150 – 230 4.6 4.6
230 - 305 6.1 6.1
>305 7.6 7.6
Pavimentos sujeitos a significativas variações de temperatura sazonais ou
sujeitos a elevados gradientes térmicos durante a sua aplicação em obra
podem requerer juntas com espaçamentos inferiores.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 14

7
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos Rígidos – Lajes de Betão Simples com Juntas

Os pavimentos rígidos, com presença de sub-base estabilizada,

estão sujeitos a esforços elevados devidos aos gradientes

térmicos. As variações de temperatura provocam empenamento

na laje que, sendo contrariado pela sub-base tratada, gera

esforços significativos.

Desta forma o espaçamento entre as juntas da laje de betão é

determinado de forma diferente da anterior.

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 15

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos Rígidos – Lajes de Betão Simples com Juntas

Para os pavimentos rígidos, com presença de sub-base


estabilizada, o valor recomendado para o espaçamento entre as
juntas é obtido em função do raio de rigidez relativo , l, da laje,
definido por Westergaard.
E – módulo de elasticidade do betão, psi
3 h – espessura da laje de betão, polegadas
Eh
l4 u – coeficiente de poisson do betão
12(1  )k 2
k – módulo de reacção do leito de
pavimento, psi

Esta relação deverá ser tal que o rácio entre o espaçamento das
juntas e o raio de rigidez relativa da laje esteja compreendido
entre 4 e 6.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 16

8
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos Rígidos – Lajes de Betão Armado com Juntas

Os pavimentos de betão armado com juntas são


constituídos por um conjunto de placas de betão armado
apoiadas sobre a fundação.

Apresentam menor quantidade de juntas no pavimento e


menos problemas de conservação em relação aos pavimentos
não armados.

A armadura (em barras de aço ou em telas soldadas pré-


fabricadas) tem a função de controlar o fendilhamento devido
aos gradientes térmicos e à retração do betão por secagem.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 17

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos
Laje deRígidos – Lajes
betão armado comde Betão Armado com Juntas
juntas

Armadura longitudinal Armadura transversal

14 a 23 m
T

T/4 + 2,5 cm

5 a 15 cm
Barra de transferência de carga

Corte longitudinal do pavimento

Armadura longitudinal Armadura transversal


T

Corte transversal do pavimento

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 18

9
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos Rígidos – Betão Armado Contínuo

Os pavimentos de betão armado contínuo, com a exceção


das juntas de construção, as juntas transversais são eliminadas
e compensadas com o aumento da área de aço da sua
armadura.

A armadura (0,5% a 1,0% direção longitudinal) controla a


abertura (inferior a 0,5 mm) e o espaçamento (0,6 a 3 m) das
fendas na laje.

Nos extremos das lajes destes pavimentos deverão ser


executadas juntas especiais que consigam absorver
movimentos que poderão chegar aos 5 centímetros.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 19

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos Rígidos – Betão Armado Contínuo

Dependendo do método de execução, estes pavimentos


poderão não apresentar juntas longitudinais.

Laje de betão contínuo

Armadura longitudinal Armadura transversal


Laje de betão

Corte longitudinal do pavimento

Universidade de Aveiro Laje de betão contínuo


Departamento estruturalmente
de Engenharia Civil armado 20

Armadura longitudinal Armadura transversal


Laje de betão

Corte longitudinal do pavimento


10
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos Rígidos – Lajes de Betão Estruturalmente Armado

Os pavimentos de betão estruturalmente armados são


constituídos por placas de betão armadas assentes na
fundação.

Armadura na metade inferior (resiste às tensões de tração por


flexão) e na metade superior (resiste às tensões provocadas
pela retração) das placas.

Estes pavimentos possuem um maior espaçamento entre juntas


e podem apresentar espessuras significativamente inferiores
aos não armados e aos não estruturalmente armados.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 21

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos Rígidos – Lajes de Betão Estruturalmente Armado

Laje de betão estruturalmente armado

Armadura longitudinal Armadura transversal


T

Barra de transferência de carga

Corte longitudinal do pavimento

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 22

11
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos Rígidos – Betão Armado Pré-esforçado

Os pavimentos de betão pré-esforçado são usados,


principalmente, quando há tráfego pesado, sendo a sua maior
utilização em pistas e parques de aeroportos.

O pré-esforço induz uma pré-tensão de compressão no betão


criando uma reserva de resistência e impedindo a abertura de
fissuras. Desta forma é possível uma diminuição da espessura
da placa e um aumento do espaçamento das juntas.

Os principais problemas destes pavimentos são a dificuldade de


execução e a eventual perda de pré-esforço.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 23

Pavimentos Aeroportuários
Pavimentos Rígidos – Betão Armado com Fibras

Os pavimentos de betão com fibras são constituídos por


placas de betão de cimento Portland com adição de fibras.

O betão reforçado com fibras apresenta, geralmente, uma


resistência inferior ao betão não reforçado. No entanto, após o
inicio da fissuração este apresenta melhor comportamento. Tal
comportamento é dependente da percentagem, do
comprimento e da configuração das fibras adicionadas.

Um dos principais problemas do betão reforçado com fibras,


quando estas são em aço ou revestidas a zinco, é a corrosão
das mesmas.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 24

12
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Juntas

Juntas dos pavimentos rígidos - São determinadas de


acordo com a função das mesmas no pavimento.

•Juntas de Expansão

•Juntas de Contração

•Juntas de Construção

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 25

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Juntas – Juntas de Expansão

As juntas de expansão têm a função de isolar tipos diferentes


de pavimentos, ou, ainda, de isolar a intersecção destes com
estruturas como pontes, por exemplo. Estas podem ser do tipo
A ou do tipo B.

Juntas do tipo A:

•Transferência de carga entre as lajes do pavimento


•Barras de transferência de carga
•São em parte preenchidas por um material compressível
resistente à extrusão

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 26

13
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Juntas – Juntas de Expansão

As juntas do tipo B são utilizadas quando não são necessários

os dispositivos de transferência de carga, quando o pavimento

confina uma estrutura ou quando possam ocorrer diferencias de

movimento horizontais no pavimento.

Estas são formadas através do aumento da espessura do

pavimento ao longo do bordo da laje e não possuem barras de

transferência de carga.

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 27

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Juntas – Juntas de Expansão

Laje de betão Material selante Cápsula de expansão


T/2 ± d/2
T

8 cm 3 cm
Material compressível

Lubrificar esta metade do passador Barra de transferência de carga


(diãmetro e tamanho dependente do tamanho da laje)

Junta: Tipo A (Passador)

Laje de betão Material selante


T

Te

Material compressível

Até á junta mais próxima mas não a menos que 3 m

Junta: Tipo B (Bordo espesso)

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 28

14
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Juntas – Juntas de Contração

As juntas de contração têm a função de controlar o


fendilhamento das lajes de betão do pavimento, devida às
tensões geradas neste e provenientes da resistência que as
camadas subjacentes provocam à sua variação de comprimento
(retração do betão e variações de temperatura).

Permitem ainda o controlo de problemas de empenamento das


lajes devidos, também, às variações de temperatura.

Os tipos de juntas de contração são: tipo F, tipo G, e tipo H.

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 29

Pavimentos Aeroportuários
Material selante Tipos de Juntas – Juntas de Contração
T/2 ± d/2T/2 ± d/2

Material selante
T
T

Barra de transferência de carga


Lubrificar uma das metades do passador (diãmetro e tamanho dependente do tamanho da laje)
Junta: BarraFde(Cavilha)
Tipo transferência de carga
Lubrificar uma das metades do passador (diãmetro e tamanho dependente do tamanho da laje)
Material selante
Junta: Tipo F (Cavilha)
Material selante
T/2
T

T/2
T

amanho da laje) Junta: Tipo G (Barra de ligação)


amanho da laje) Junta: Tipo G (Barra de ligação)
Material selante

Material selante
T
T

e) Junta: Tipo H
e) Universidade de Aveiro Junta:
Departamento de Tipo HCivil
Engenharia 30

15
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Tipos de Juntas – Juntas de Construção

As juntas de construção são necessárias nos casos em que se


procede à colocação de lajes adjacentes em espaços de tempo
diferentes, como por exemplo na continuação dos trabalhos de
pavimentação no início do dia seguinte.

Estas são do tipo C, D e E.

Material selante

0.1 T

T/2
0.3 T
T

Inclinação 1:4

Junta: Tipo C (Encaixe)

Material selante
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 31
T/2 ± d/2
T

Lubrificar uma das metades do passador Barra de transferência de carga


(diãmetro e tamanho dependente do tamanho da laje)
Junta: Tipo D
(Passador)
Material selante
Material selante

0.1 T

Pavimentos Aeroportuários
T/2
T/2
19 mm ± 3 mm

0.3 T
T

T
Tipos de Juntas
Inclinação 1:4 – Juntas de Construção
Lubrificar um
Junta: Tipo C (Encaixe)
Junta: Tipo E (Barra de Ligação e Encaixe)
Material selante
T/2 ± d/2
T

Lubrificar uma das metades do passador Barra de transferência de carga


(diãmetro e tamanho dependente do tamanho da laje)
Junta: Tipo D
(Passador)
Material selante
T/2
19 mm ± 3 mm
T

Junta: Tipo E (Barra de Ligação e Encaixe)

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 32

16
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Ligação entre Placas do Pavimento

Os varões, em aço, que efetuam a ligação entre as placas do


pavimento podem ser do tipo Passadores ou do tipo Barras de
Ligação.

Os Passadores permitem movimentos longitudinais entre as


placas e possibilitam a transferência de carga nas mesmas.

As Barras de Ligação não têm a função de transferência de


carga e impedem o afastamento das placas, mantendo-as em
contacto fechado. Estas devem possuir diâmetro de 16 mm,
comprimento de 760 mm e devem ter um espaçamento de 760
mm.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 33

Pavimentos Aeroportuários
Ligação entre Placas do Pavimento

Dimensões e espaçamento dos Passadores (FAA, 1995)

Espessura, Comprimento, Espaçamento,


Diâmetro, mm
mm/polegadas mm mm
210 (6) – 305 (7) 20 460 305
210 (8) – 305 (12) 25 480 305
330 (13) – 405 (16) 30 510 380
430 (17) – 510 (20) 40 510 460
535 (21) – 610 (24) 50 610 460

Os passadores podem ser barras maciças ou tubos de elevada


resistência. Os tubos de elevada resistência devem ser selados nas
suas extremidades com uma cápsula de plástico, ou com mistura
betuminosa, ou com argamassa.
Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 34

17
29-11-2012

Pavimentos Aeroportuários
Selagem das Juntas

Pormenor de selagem de juntas - adaptado de IPRF (2003)


Selagem das Juntas

6 mm
6 mm (chanfre ou raio) W

6 mm
Material selante

25 mm (máx.)

D
Material selante
Tira de separação Cordão

32 mm (min.)
(bond-breaker)

Material compressível

Laje de Betão Laje de Betão

25 mm (máx.)

Juntas de Dilatação Juntas de Construção


6 mm

6 mm
W W

Universidade de Aveiro
Material selante
Selagem dasSelante
Juntas
Departamento de Engenharia Civil
pré-fabricado
35
D

D
6 mm
6 mm (chanfre ou raio) W
6 mm

Cordão
32 mm (min.)

Corte inicial Material selante


Corte inicial
25 mm (máx.)

D
Material selante
Laje de Betão Laje de Betão
Tira de separação Cordão
(bond-breaker) 32 mm (min.)

Material compressível A razão W/D depende do tipo de selante


e da laje presente no pavimento.

Pavimentos
Laje de Betão Aeroportuários Juntas deLaje
Contracção
de Betão

25 mm (máx.)
Selagem das Juntas

Juntas de Dilatação Juntas de Construção


Pormenor de selagem de juntas - adaptado de IPRF (2003)
6 mm

6 mm

W W

Material selante Selante pré-fabricado


D

Cordão
32 mm (min.)

Corte inicial Corte inicial

Laje de Betão Laje de Betão

A razão W/D depende do tipo de selante


e da laje presente no pavimento.

Juntas de Contracção

Universidade de Aveiro Departamento de Engenharia Civil 36

18