Você está na página 1de 4

PLANO DE ENSINO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO
Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe
Curso: Pedagogia
Professores: Jussara Fonseca jussarafonseca@brturbo.com.br
Período/ Fase: 5º Semestre: 1º Ano: 2011
Disciplina: Ludicidade e Aprendizagem Carga Horária: 30 horas/aula

2. EMENTA
Ludicidade como ciência. Espaços lúdicos. Capacitação relacional do professor com
crianças em atividades lúdicos-educativas. O lúdico e a prática pedagógica. Lúdico: espaço
para pensar e aprender. Jogos, brinquedos e brincadeiras.

3. OBJETIVO GERAL DA DISCIPLINA


 Utilizar a ludicidade como facilitadora no processo de ensino aprendizagem da
criança para que esta seja capaz de desenvolver suas iniciativas de ação sem ter
que seguir um modelo determinado.

4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA DISCIPLINA


 Auxiliar, através dos conhecimentos da ludicidade e da psicomotricidade, o
desenvolvimento integral da criança.
 Propor práticas fundamentais para o desenvolvimento cognitivo,físico,emocional e
social da criança por meio de atividades, que as mesmas, além de se divertirem,
criem, interpretam e se relacionam com o mundo em que vivem;
 Compreender o processo de brincar e sua importância para o desenvolvimento
integral da criança.

5. RELAÇÕES INTERDISCIPLINARES
 A disciplina esta relacionada com as práticas pedagógicas;

6. HABILIDADES REQUERIDAS E COMPORTAMENTO ESPERADO


 Ao final da disciplina o acadêmico devera estar apto para utilizar atividades lúdicas
como formas de repassar o conhecimento, bem como usar a ludicidade em suas
atitudes.

1
7. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
- Unidade I:
-Conceitos da ludicidade, motricidade e psicomotricidade no desenvolvimento da criança;
-A importância da ludicidade e psicomotricidade na infância;
- Representações da ludicidade no cenário da educação;
- Aspectos motores e psicomotores;
-Os movimentos e o corpo;
- Caracterização das habilidades motoras básicas e avanços no desenvolvimento motor infantil;
-O desenvolvimento psicomotor e a aprendizagem na escola;
-Como se aprende e se ensina através de atividades lúdicas;
-O processo de Brincar, Cuidar e Educar;
-As orientações didáticas para o ensino da educação infantil;
-A dança, teatro, massa de modelar, jogos pedagógicos e música;
2 – Unidade II:
-Atividade de campo: Visita a uma instituição infantil ou creche;
-Coleta de dados / entrevista no campo;
-Planejamento para a prática na educação infantil envolvendo atividades lúdicas motoras e
psicomotoras;

Neste item devem constar as datas e as atividades das aulas não


presenciais.

8. ESTRATÉGIAS DE ENSINO
 Aulas expodialógicas;
 Seminários;
 painéis integrados;
 estudos em grupo;
 Resenhas;
 atividade de pesquisa;
 júris simulados.

9. SISTEMA DE AVALIAÇÃO

 A verificação do rendimento pessoal compreenderá para fins de aprovação o


disposto na Resolução CONSUN Nº 13, que prevê especificamente em seu art. 6º, que
o aluno que obtiver na disciplina média igual ou superior a seis durante o período letivo
e assiduidade não inferior a 75% será considerado aprovado.

 No decorrer do semestre, os alunos terão três momentos para que os


conhecimentos adquiridos possam ser analisados (M1, M2 e M3). Esta análise de
aprendizagem será feita em grupo e de forma individual, com pesos diferenciados,
conforme especificação a seguir:

2
 Assim a verificação se dará da seguinte forma: a constatação de pelo menos 75%
de freqüência nas atividades em sala de aula e no aproveitamento de três médias
parciais (M1, M2 e M3), conforme dispõe a referida Resolução, nos seguintes termos:

1ª Média – M1:
- Prova de conhecimento parcial, individual, sem consulta, com uma questão bônus
de conhecimentos gerais, valendo 0,5 ponto = Peso 7,5 (75%)
- Trabalhos em grupo = Peso 1,5 (15%)
- Nota de participação, freqüência e produção em sala = Peso 1,0 (10%)

2ª Média – M2:
- Prova de conhecimento parcial, individual, sem consulta = Peso 8,0 (80%)
- Trabalhos em grupo = Peso 1,0 (10%)
- Nota de participação, freqüência e produção em sala = Peso 1,0 (10%)

3ª Média – M3:
- Prova de conhecimento parcial, individual, sem consulta = Peso 70,0 (70%)
(contemplando todo o conteúdo ministrado no semestre).
- Trabalhos em grupo = Peso 3,0 (30%)

Observações Importantes:
 As análises de aprendizagem individuais (provas) serão escritas, constituídas de pelo
menos 50% de questões discursivas, e aplicadas em data previamente marcada;
 O aluno que se ausentar no dia da realização da prova só terá direito à prova
substitutiva mediante processo administrativo devidamente protocolado e autorizado
pela Secretaria do Aluno, limitando-se a apenas 01 (uma) prova substitutiva no
semestre;
 Os trabalhos devem ser entregues em sala de aula, em documento impresso;
 Os trabalhos entregues com atraso terão a redução de 30% do valor e poderão ser
recebidos até a aula da semana seguinte, a partir da data de entrega determinada. Não
cabem formas substitutivas para os mesmos;
 Receberão nota 0 (zero) os trabalhos que apresentarem sinais de cópias de outros
trabalhos, contiverem evidências de material literalmente copiado ou traduzido de livros
ou Internet;
 Sobre os trabalhos escritos: a avaliação tem como critérios de análise:
1. Qualidade das idéias: fundamento das idéias, correlação de conceitos e
inferências, riqueza na argumentação, profundidade dos pontos de vista;
2. Uso de convenções: normas técnicas, gramaticais e de digitação. Serão
descontados os erros gramaticais das avaliações e trabalhos entregues. O aluno terá
direito a reaver os pontos perdidos desde que apresente a avaliação ou trabalho
corrigido na aula posterior à entrega do mesmo.
3. Sempre, criatividade. Sobre as apresentações: A apresentação oral é avaliada
individualmente e será observado o domínio do aluno sobre o assunto bem como sua
capacidade de fazer correlações, além de se valorizar formas criativas de exposição do
conteúdo. Caso haja interesse, será fornecido feedback particular quanto à postura e
apresentação do(a) acadêmico(a).
 Sobre a originalidade: Os trabalhos e provas que apresentarem qualquer sinal de
cópia serão desconsiderados e receberão nota zero e não têm direito à recuperação.

3
10. BIBLIOGRAFIA

10.1 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

A Ludicidade como Ciência. Petrópolis: Vozes. 2001. ( 9 ex.).


Gallahue, David L.. Compreendendo o desenvolvimento motor :. 2. ed.. São Paulo: Phorte.
2003. ( 3 ex.).

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

FONSECA, Vitor da. Psicomotricidade. 4. ed.. São Paulo: Martins Fontes. 1996. ( 3 ex.).
MEUR, A. DE. Psicomotricidade :. São Paulo: Manole. 1989. ( 7 ex.).
Schinca, Marta. Psicomotricidade, ritmo e expressao corporal. São Paulo: Manole. 1991. ( 5 ex.).