Você está na página 1de 20

O que esperar e recear de 2020?

Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 • •1

O INTERIOR volta desafiar personalidades, autarcas, políticos, empresários, sindicalistas, jornalistas e dirigentes associativos a partilhar a sua
opinião sobre o novo ano, bem como as suas aspirações, preocupações e anseios. Nesta edição publicamos alguns contributos, mas há mais
para ler nas próximas semanas Pág 8
PUB
1046
23 janeiro 2020
Ano 19
quinta-feira
 0.75 iva incluído
Diretor: Luís Baptista-Martins
semanário

Região
Governo
compromete-se
Família desalojada por
incêndio na Guarda
com redução de
portagens já este
ano

continua sem casa


Não existem ainda datas nem
valores definidos, mas perspeti-
va-se uma «redução progressiva
e faseada» das portagens para
todos os utilizadores ao longo de- Duas semanas depois do incêndio na Guarda-Gare, os antigos moradores continuam à espera
sta legislatura. O anúncio foi feito de um teto e de ajuda. Nove pessoas ficaram desalojadas, nomeadamente uma família de
pela Plataforma pela Reposição sete elementos, das quais cinco são menores, com idades entre os oito e os 17 anos. Ilda
das SCUT na A23 e A25, que Monteiro, a mãe das crianças, relata que ainda não conseguiu uma habitação para
reuniu esta segunda-feira com a a sua família e, entretanto, vivem no barracão anexo à casa ardida. A autarquia
ministra da Coesão Territorial, alega que «todo o esforço está a ser feito» para encontrar soluções Pág. 5
Ana Abrunhosa ___________ 11

Política
Monteirinho é
candidato único
à concelhia do PS
da Guarda
O PS quer ser uma «alternativa
credível» ao PSD na Guarda e
vencer as autárquicas de 2021.
O compromisso é de António
Monteirinho, candidato único à
liderança da concelhia socialista
local cujas eleições estão mar-
cadas para dia 31. O socialista
considera que o atual executivo
está «dividido» e mostra-se dis-
ponível para ser candidato à
autarquia se for a escolha do
partido _____________________ 7

PUB

Manteigas Almeida
Vila Galé abre a 27 Vento arranca cobertura
de março das piscinas municipais
O primeiro hotel de montanha do grupo O vento forte que se fez sentir na madru-
português, o Vila Galé Serra da Estrela, gada de segunda-feira danificou o com-
deverá começar a funcionar a 27 de março plexo das piscinas de Almeida. A autarquia
e criará 40 novos postos de trabalho __ 10 estima prejuízos de 100 mil euros ___ 20

PUB
2• • Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020

Cara
Entrevista
no  fio  da  navalha

a P e r f i l
cara

«Estamos na
João Casteleiro
IPG Presidente Conselho de Administração
do Centro Hospitalar Universitário Cova
O Instituto Politécnico da Guarda pode da Beira

Cova da Beira,
juntar-se ao Conselho de Reitores das Uni- Idade: 68 anos
versidades do Sudoeste Europeu (CRUSOE).
Naturalidade: Covilhã
Numa reunião que decorreu esta terça-feira
na reitoria da UBI estiveram reunidos os Currículo: Licenciatura em Medicina na

não estamos
responsáveis de sete institutos politécni- Faculdade de Medicina de Lisboa em
cos, entre eles Joaquim Brigas, do IPG. 1972; Exerceu medicina nos hospitais do
Embora a integração não tenha sido ainda Fundão, de Santa Maria (Lisboa) e Distrital
oficializada, é um sinal positivo que pode da Covilhã; Tornou-se especialista em Ci-
significar desenvolvimento e mobilidade para rurgia Geral após Internato complementar

na Cova da
o politécnico da Guarda. nos Hospitais Distrital da Covilhã e Santa
Maria; Integrou diversos cargos de chefia
nos Hospitais da Covilhã e Fundão; Diretor
clínico do Hospital Distrital da Covilhã
entre 1997 e 1999; Membro da Comissão

Iria»
Instaladora da Faculdade de Ciências da
Saúde da UBI em 1999; Presidente da
Isabel Damasceno Comissão Instaladora do Centro Hospitalar
da Cova da Beira (1999-2002); Presidente
A ex-presidente da Câmara de Leiria, do Conselho de Administração do Centro
Isabel Damasceno, é a nova presidente da P - Em 20 anos, o que mudou na Hospitalar da Cova da Beira (2005-2011);
Comissão de Coordenação e Desenvolvi- saúde no interior após a inauguração Diretor de Cirurgia no CHCB de 2012 a 2015
mento Regional do Centro (CCDRC). A ex- do Centro Hospitalar da Cova da Beira? e novamente presidente do Conselho de
autarca do PSD, de 63 anos, foi nomeada em R- Em 20 anos muda muita coisa e Administração desde 2016 até ao presente.
regime de substituição, até nova nomeação. no interior mudou ainda mais. A criação É ainda presidente da Assembleia Municipal
No despacho de nomeação Ana Abrunhosa, desta estrutura levou a que houvesse uma da Covilhã, eleito pelo PS.
antiga presidente da CCDRC e atual Ministra mudança do paradigma da medicina e da
da Coesão Territorial, reconheceu a «aptidão, saúde na região. O que nos distinguia doentes internados que tiveram alta
competência técnica e formação profis- relativamente ao litoral era um atraso. e constatamos que o grau de satis-
sional» de Isabel Damasceno. Tínhamos estruturas caducas que fação é sempre superior a 90 por
não eram atrativas para os profis- cento, exceto nas Urgências – que
sionais e os próprios doentes não é a área mais problemática. Em
se sentiam bem. E por isso a criação que outra atividade deste país
deste espaço e desta instituição existem graus de satisfação deste
levou a que houvesse quase um género? Isto dá-nos a certeza que
Mário Patrão “boom” relativamente ao que ex-
istia antes. Evoluímos muito em
estamos a fazer um serviço que
as pessoas gostam e por isso é
No ano em que o emblemático Rali 20 anos, mas além das melhorias que recorrem a nós.
Dakar fica marcado pela morte de Paulo nas instalações e serviços, houve
Gonçalves, o senense termina a prova em 32º uma modernização de tudo o que P – Falou em união. Con-
lugar, sendo o segundo melhor português na é a medicina e a saúde. Também sidera que seria benéfica a
competição, apenas atrás de António Maio. melhorámos muito em termos união dos hospitais da região
Mário Patrão destacou-se ainda pelo de- de recursos humanos, embora para criar um único centro
sportivismo e solidariedade demonstrada na nós – e a Guarda, Castelo Branco, hospitalar da Beira Interior?
prova, ao ser o primeiro a parar para auxiliar Bragança, Vila Real, etc. – tenhamos R- Isso já foi discutido há
um outro acidentado. Uma vez mais, Patrão sempre muita dificuldade em captar muito tempo, mas é preciso al-
teve um desempenho ao nível dos melhores. recursos humanos qualificados. Mas gum cuidado. Vou dar-lhe um ex-
se lhes mostrarmos a nossa cultura, emplo: Guimarães e Braga distam
as nossas condições de trabalho – nós 20 quilómetros, alguém pensou em
disponibilizamos uma creche nas nossas uní-los? Em Lisboa há inúmeros hos-
instalações, por exemplo – talvez lhes con- P - Considera que o facto deste pitais, alguém pensou em unir tudo
sigamos fazer ver as diferenças positivas Centro Hospitalar ser classificado num único? Temos de ter noção de que
entre litoral e interior. Temos de mostrar o como “Universitário” trouxe nova vida quando se fala em concentrar – e quem
que temos de bom e sei que O INTERIOR à instituição? Ou é algo que carece está no interior já tem alguma desconfi-
também defende essa perpetiva. Estamos ainda de mais desenvolvimento? ança sobre isso –, normalmente é para
na Cova da Beira, não estamos na Cova da R - Esta ligação à UBI pode ser poupar dinheiro. E em relação a isso
Apoio Social Iria. Não estamos de joelhos, mas sim de mais aliciante, até porque também nos temos de ser contra, pois já chega de
pé a reivindicar aquilo a que temos direito. obriga a ser melhores, a estudar mais e diminuições. O que podem fazer é au-
Duas semanas após o incêndio no estar em atualização constante, pois os mentar os financiamentos. Se criásse-
Bairro Nossa Senhora de Fátima, na P - Refere que temos de ser atrativos alunos exigem muito mais de nós. Isso mos um único centro hospitalar este
Guarda-Gare - que destruiu por completo para captar recursos humanos, mas traduz-se na melhoria da qualidade e iria distar, de uma extremidade à outra,
duas habitações - os antigos moradores muitos jovens médicos que se formam logicamente na melhoria da assistência 300 quilómetros. Acha que alguém de
continuam à espera de um teto. A autar- na região alegam que o principal obstác- aos doentes. Mas não se pense que é a Foz Côa, se precisar de uma especiali-
quia afirma que as casas de habitação ulo é a falta de vagas na especialidade. Faculdade que, só por si, vai valorizar dade que não exista na Guarda, vai a
social estão preenchidas e relata que «não Como se combate este problema? os hospitais, porque ela depende mais Castelo Branco? Não, mais facilmente
possui nenhum programa de apoio ao ar- R-Isso é verdade. O que defendo é que de nós do que nós dela. Tem que haver vai ao Porto ou a Viseu. Temos de ter
rendamento». A Segurança Social abriu um as vagas têm de estar todas abertas para uma simbiose entre as partes e uma uma medicina de proximidade e não de
processo que até agora não se converteu que as pessoas possam optar. Se não as união entre os hospitais. Não estou afastamento – e se criarmos esse centro
em mais respostas.Numa cidade onde a abrirmos de certeza que não vem ninguém. interessado em que venham para este hospitalar estamos a afastar-nos cada vez
oferta de casas para alugar não responde Além disso, deve-se ter o cuidado de abrir, centro médicos de Castelo Branco ou da mais das pessoas. É evidente que se fala
à procura, a família continua desalojada e no mínimo, duas vagas para uma espe- Guarda… O que queremos é que venham sempre numa assistência de grande es-
sem apoio social por parte das entidades cialidade, enquanto que os hospitais do médicos dos grandes centros, isso é cala, mas é preciso pensar com seriedade
competentes. interior devem ter mais vagas do que nos que é importante. Mas repito: temos de e sensatez. É de desconfiar quando se
grandes centros. Isto porque as alternativas os motivar e mostrar principalmente quer organizar para poupar dinheiro, e a
ao serviço público também são aqui muito o que temos de bom, que é muito. No nós, no interior, ninguém nos pode pedir
menores e por isso estas zonas devem ser CHUCB fazemos um inquérito de satis- para poupar mais. Podem pedir-nos para
mais protegidas. fação – de forma anónima – a todos os gastar bem, mas não para gastar menos.
repetição Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 • •3

editorial Luís Baptista-Martins


baptista-martins@ointerior.pt

Passadiços do Rio Diz


A “construção” da pedovia ou ciclovia paralela à Viceg, na
Guarda, vai ser «reavaliada» após o concurso público lançado
para a sua implementação ter sido anulado
O projeto de nove quilómetros ao longo da Viceg é obtuso
e é um erro. O investimento numa ciclovia ou num trilho para
as pessoas poderem andar, correr ou passear deve obedecer a
outro tipo de critérios espaciais e relação com o meio. O que sim
faria sentido, seria apostar num percurso de envolvimento com
a natureza, como aqui tantas vezes referi, seguindo as linhas de
água, e em concreto o Rio Diz, desde a sua nascente junto ao
Politécnico até ao Parque Urbano do Rio Diz, aproveitando todo
o vale do Zambito e a encosta norte da cidade, requalificando a
zona da feira, transformando em território de lazer toda a zona da
antiga fábrica de lanifícios Tavares, onde deverá ser construído


o centro de exposições, aproveitando a água, na sua dimensão
lúdica, regressando, como tantas vezes defendi, à ideia de fazer
um “museu da água” ou “museu dos lanifícios” ou “centro de
interpretação da natureza”,
dando espaço à botânica e
à flora, construindo trilhos
para bicicletas e pessoas,
porque promovendo a quali-
dade ambiental, estaremos a
promover a qualidade de vida
O projeto de das pessoas, a saúde pública
construção de e a contribuir para uma cidade
muito mais viva e agradável.
uma ciclovia ao Mais bonita, moderna e amiga
longo da Viceg dos seus habitantes. Não
basta falar do “bom ar da
é obtuso e é um Guarda” é preciso promover
erro e qualificar os espaços de
natureza e implementar os
percursos pedestres, ciclovias e de outras utilizações de lazer.
Isto é cultura e isto é dar vida à cidade.
opinião A Guarda gastou no ano passado cerca de 900 mil euros
António Ferreira
antonio.ferreira.adv@netvisao.pt
Les Néo-Cons na requalificação das margens do rio Noéme, que as chuvas
intensas de novembro destruíram ou estragaram parcialmente.
O meu título fica melhor em francês, como com- húngaro, os que chegaram às suas fronteiras. Numa extensão excessiva e cuja manutenção vai continuar
preenderão pelo que segue. Refiro-me aqui aos novos Não vamos esquecer também o discurso cada vez a custar muito dinheiro. Numa intervenção que valorizou a
conservadores, ou à nova direita, mais ou menos radi- mais agressivo contra as minorias, ou a negação das área envolvente ao rio, que permitirá a melhor relação com
cal, mas que apresenta traços comuns mais ou menos alterações climáticas, ou ainda na insistência, em regi- o campo, porém, não foi a melhor opção. Essa teria sido,
generalizados (e algumas variantes). ões mais conservadoras dos Estados Unidos, em que se obviamente, a requalificação da zona envolvente ao Rio Diz.
O programa tradicional da direita de recusa de ensinem as ciências naturais de acordo com a Bíblia. É «O lazer, eis a maior alegria e a mais bela conquista do
um Estado demasiado interventor, ou da exigência de também aqui que se encontram os que não acreditam homem», disse um dia o escritor Rémy de Gourmont. É essa
menos impostos, ou ainda do conservadorismo dos em vacinas (embora os haja também do lado liberal), conquista que tem de ser alcançada nas nossa vilas e cidades;
costumes e da influência da religião ampliou-se nos mas creem no direito inalienável de ter armas em casa. é essa alegria que tem de ser vivenciada nos lugares do nosso
últimos anos a outras áreas. Há já quem fale em di- O problema desta amálgama de crenças, tiques território. Porque na cidade que há muito investe na cultura,
reita libertária, por isso mais aberta em relação aos e ódios é transformar tudo isto num todo coerente. que ambiciona a capitalidade cultural, também tem de promo-
costumes e às causas que o Bloco acha “fraturantes”, Na base da Estátua da Liberdade, em Nova Iorque, o ver a urbanidade e o meio-ambiente, os espaços de lazer e de
mas há muito mais do que isso. A direita deixou-se célebre poema de Emma Lazarus promete refúgio na natureza, pois, como nos ensinou Sophia de Mello Breyner, a
contaminar pela xenofobia, pela interpretação literal América aos desvalidos, aos rejeitados, aos miseráveis cultura não existe para enfeitar a vida, mas para a transformar.
dos textos religiosos, pela demonização dos que se do mundo, àqueles que mais ninguém quer. São estes, E nessa dimensão cultural, nessa ambição comum de darmos
lhe opõem e por um espírito de “vale tudo se for para já agora, aqueles a quem o Sermão da Montanha pro- vida aos territórios, a pegada ecológica e o lazer têm de ser
ganharmos”. mete esperança. mais efetivos. Uma ciclovia ou um trilho para caminhadas
Por isso toleraram as “fake news” no referendo do Temos assim gente que se diz fervorosamente não tem de ser, não deve ser, um apêndice de uma estrada,
Brexit e nas eleições presidenciais americanas, por isso cristã e consegue ser, ao mesmo tempo, xenófoba e e menos ainda de uma circunvalação (inacabada, por sinal)
apoiaram o muro na fronteira sul dos Estados Unidos, intolerante. Essa gente, que radica boa parte do seu que também é precisa em prol da mobilidade das pessoas.
destinado a impedir a entrada dos migrantes dos países discurso e da sua estratégia política no ódio e na men- Outrossim, seria fazer uma ciclovia que ligue as escolas,
mais pobres da América Latina, e por isso criminalizou tira, é tolerada pela direita democrática e inteligente, em especial a Carolina Beatriz Ângelo com a de S. Miguel
o governo conservador de Itália o socorro aos migrantes por tacticismo ou apenas por não querer ficar para trás. (aproveitando os mil metros de ciclovia junto à Avenida de
do Mediterrâneo, ou tratou desumanamente outro, o Seria tudo apenas triste se não estivessem a ganhar. S. Miguel e o viaduto sobre a Viceg), com ligação ao Parque
Urbano do Rio Diz e aos trilhos e passadiços que deveriam
PUB nascer em toda a encosta até à Catraia da Alegria e aos «jar-
dins» frondosos que devemos reivindicar junto ao Rio Diz
(como muito bem escreve a Elsa Salzedas na página 8 deste
jornal). Intervir numa cidade é construir o futuro. Os recursos
são escassos e, até por isso, muito mais importante do que
adaptar o que está bem, é aproveitar e intervir no que está mal.
4• • Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020

Candidatura da Guarda a
Capital Europeia da Cultura
é uma «ousadia» Quanto vão ganhar
os elementos da
Teresa Patrício Gouveia, que preside à Comissão de Honra, acredita que «uma Equipa de Projeto
candidatura do interior pode ser um argumento para quem tem que decidir»
LM Conforme O INTERIOR
Luis Martins noticiou na última edição, Pe-
dro Gadanho vai ganhar 5.000
euros mensais, durante dois
A candidatura da Guarda anos, para coordenar a can-
a Capital Europeia da Cultura didatura da Guarda a Capital
em 2027 é «uma ousadia e uma Europeia da Cultura. Já os dois
oportunidade» para a região, con- técnicos que o vão coadjuvar
sidera Teresa Patrício Gouveia. Na auferirão 1.000 e 700 euros,
sua primeira intervenção como respetivamente. Os valores
presidente da Comissão de Honra, foram revelados por Carlos
na quinta-feira, a ex-secretária de Chaves Monteiro no final da
Estado da Cultura, que tem raízes reunião de Câmara do passado
familiares na Guarda, elogiou uma dia 13. A restante Equipa de
iniciativa «com muita ambição, Projeto inclui nove elementos
algum risco e com perspetiva de externos ao município, cuja
futuro». remuneração não foi divul-
Na sessão de apresentação gada, mas O INTERIOR sabe
da equipa de projeto, que com- que rondará os 500 euros. Já os
pleta a estrutura orgânica da técnicos da autarquia escolhidos
“Guarda 2027”, que junta 17 mu- vão receber mais 300 euros no
nicípios da região, Teresa Patrí- vencimento por este acréscimo
cio Gouveia admitiu que «uma de trabalho. As personalidades
candidatura do interior pode que integram o Conselho Es-
ser um argumento para quem tratégico, o Conselho Geral e a
tem que decidir». A antiga min- Comissão de Honra não auferem
istra dos Negócios Estrangeiros qualquer remuneração.
Orgânica da “Guarda 2027” ficou completa com a apresentação da Equipa de Projeto na quinta-feira
destacou também a «nova plata-
forma de cumplicidades» criada «Não estar suficientemente uma agenda cultural comum quinta-feira foram apresenta- e Catarina Raposo (iniciativas
com este projeto, pois «não é desenvolvida pode ser um ativo, aos 17 municípios envolvidos e dos os elementos da Equipa culturais e ecológicas) são out-
hábito estes 17 municípios trab- porque esta região não foi mal realizar um inquérito sobre as de Projeto, que é liderada por ros elementos. Completam a
alharem em conjunto e isso cria desenvolvida, como acontece aspirações dos cidadãos relati- Pedro Gadanho e composta por Equipa de Projeto Tiago Pereira
uma dinâmica muito especial e noutras zonas do país, mas tem vamente à candidatura. «Vamos 12 programadores. São eles (inovação e mediação cultural
muito forte, penso que esse já é agora a possibilidade de poder estudar e ouvir as pessoas para Victor Afonso (música con- e expressões populares), Thi-
um grande ganho desta candi- crescer», declarou a presidente lançar um primeiro “draft” do temporânea), Osvaldo Ferreira erry Santos (projetos educa-
datura. Hábitos colaborativos da Comissão de Honra, não relatório final em outubro ou (música e projetos pedagógicos) tivos) e Lara Seixo Rodrigues
são cada vez mais importantes sem antes avisar que a candi- novembro. Criar um dossier e Andreia Garcia (arquitetura e (arte urbana, inovação urbana
e mais modernos», afirmou datura «deve ter uma grande fortíssimo que seja vencedor propostas artísticas intermu- e cultural). Por sua vez, Pedro
Teresa Patrício Gouveia. Na sua significado antes e depois para implica estudo e estratégia, que nicipais). Gadanho assumirá também
opinião, outra vantagem é a ar- a cidade e região». Por sua vez, será a mais-valia que fica deste José Rui Martins (teatro a área da diáspora e relações
ticulação de várias componentes Pedro Gadanho, diretor execu- desafio», disse Pedro Gadanho. e artes performativas), Jorge internacionais. Recorde-se que
do desenvolvimento a partir da tivo da candidatura, revelou que Já Carlos Chaves Monteiro, Maximino (literatura, pensa- Urbano Sidoncha é responsável
cultura, como as questões ambi- o clima, as alterações climáticas presidente da Câmara da Guar- mento e edição), João Mendes pelo Conselho Estratégico e o
entais, energéticas, de valoriza- e cultura é o tópico da “Guarda da, garantiu que «a partir da- Rosa (história, património e presidente do município, Carlos
ção da paisagem e dos recursos 2027”. O responsável revelou qui estes 17 municípios estão artes visuais), Carla Morgado Chaves Monteiro, lidera o Con-
naturais da região. que espera lançar em setembro obrigados a entender-se». Na (associativismo e território) selho Geral.

Justiça

Recusada liberdade condicional do padre Luís Mendes


O Tribunal de Execução Segundo o “Jornal de Notí- se preso no estabelecimento arrependimento. «Não Interi- para a Relação e para o Su-
de Penas de Coimbra recusou cias”, os juízes do Tribunal de prisional da Guarda. Tanto o orizou o desvalor da sua con- premo Tribunal de Justiça sem
libertar o padre Luís Medes a Execução de Penas consid- Conselho Técnico que reuniu duta», sentenciou o tribunal. sucesso pelo que em 2017 foi
meio da pena. eraram que o sacerdote de 44 no passado dia 19 de dezem- E, sendo assim, ainda não há levado para a prisão. Já depois
Em 2013, o antigo vice-rei- anos «ainda não interiorizou a bro bem como os magistrados garantias de que não possa que está preso substituiu o
tor do seminário do Fundão foi gravidade dos crimes que pra- do Tribunal de Execução de reincidir. advogado Inácio Vilar por João
condenado a 10 anos de prisão ticou», nem a sociedade «está Penas de Coimbra, entenderam O antigo vice-reitor do Araújo que também defende
por 11 crimes de abuso sexual preparada para o receber». A que, neste caso, subsistem as seminário do seminário do José Sócrates, causídico que já
de menores, seis de abuso de avaliação de Luís Mendes foi necessidades de prevenção Fundão foi condenado em esteve mais do que uma vez no
menores dependentes e um feita no final do ano, mas os especial e geral. O JN adianta 2013 a dez anos de prisão por estabelecimento prisional da
crime de coação sexual. Está juízes consideraram que o sac- que o padre manteve a tese de 11 crimes de abuso sexual de Guarda. Tal como um cónego
a cumprir pena no estabel- erdote ainda não interiorizou que sempre tratou as vítimas menores, 6 de abuso de meno- exterior à Diocese que é titular
ecimento prisional da Guarda a gravidade dos crimes que como se fosse pai delas, não res dependentes e um crime do processo canónico sobre o
desde 2017. praticou e vai por isso manter- assumiu culpas nem mostrou de coação sexual. Recorreu qual ainda nada se sabe.
Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 • •5

Família desalojada por


GNR
Desmantelada
rede que
burlava idosos
nos distritos
incêndio na Guarda-Gare
da Guarda,
Castelo Branco continua sem casa
e Coimbra
SC
Duas semanas após
o incêndio no Bairro
A GNR deteve um casal em
Nossa Senhora de
Alcongosta (Fundão) por burla
Fátima, na Guarda-
a idosos nos distritos de Castelo
Gare - que destruiu
Branco, Guarda e Coimbra.
por completo duas
Segundo o Comando Ter-
habitações - os antigos
ritorial de Castelo Branco,
moradores continuam
os suspeitos, ambos com 65
à espera de um teto.
anos, «faziam-se passar por
Ilda Monteiro, uma das
funcionários da EDP, cobrando
desalojadas, afirma
serviços por trocas de contado-
não «ter respostas de
res e consumo de eletricidade».
ninguém». Autarquia
A detenção foi concretizada
alega que «todo o
no passado dia 15 pela Secção
esforço está a ser
de Informações e Investigação
feito» para encontrar
Criminal da GNR no âmbito de
soluções.
uma investigação que decorria
há vários meses na sequência Sofia Craveiro
de «mais de 50 ocorrências e
tentativas de burlas» a idosos
naqueles três distritos. No de- Muito ficou por resolver
curso das diligências as autori- desde a manhã de 8 de janeiro.
dades cumpriram 13 mandados Nesse dia surgia a notícia de Todos os bens que o casal neste momento possui estão guardados no barracão anexo à casa ardida (na foto), o local
de busca, dez em veículos e três um incêndio que deflagrou
onde a família afirma estar a viver
em residências, que resultaram no Bairro Nossa Senhora dos rante o incêndio – que terá sido rança Social sobre o processo um técnico da autarquia acom-
na apreensão de 5.250 euros em Remédios, na Guarda-Gare. originado por um curto-circuito, entretanto aberto, mas não panhou toda a situação no local,
dinheiro, uma arma de calibre «Três habitações foram afetadas segundo os moradores – todos conseguiu obter resposta em juntamente com técnicos da
6.35mm, dois automóveis e 115 pelas chamas, das quais duas os pertences da família foram tempo útil. Segurança Social» e foi entregue
munições de diversos calibres. ficaram totalmente destruídas consumidos pelas chamas, tal «algum vestuário e roupa de
Durante a ação foram ainda e uma inabitável devido à água como a casa pela qual pagavam Falta de habitações cama» ao casal, acrescenta a re-
detidos dois homens, de 38 e 46 das mangueiras», adiantava na 170 euros de renda mensal. A para arrendar dificulta sponsável. Nesta altura, a família
anos, por posse ilegal de arma altura Marco Lucas, adjunto exceção foi um conjunto de ob- realojamento da foi também informada de que
e constituídos arguidos uma de comando dos bombeiros da jectos que estava armazenado família deveria dirigir-se à Câmara e
mulher de 43 anos e um homem Guarda. Do incidente não re- num pequeno barracão anexo, fazer a inscrição para atribuição
de 19 anos, por suspeitas de en- sultaram feridos, mas os danos que não foi alcançado pelas Uma das dificuldades do de uma habitação social, «como
volvimento nas atividades ilíci- materiais foram devastadores. chamas. casal está na procura de casa estipulado no Regulamento Mu-
tas. A operação foi levada a cabo Nove pessoas ficaram desalo- Alguns electrodomésticos, para arrendar na Guarda, uma nicipal de Atribuição de Habita-
com um reforço de elementos jadas, incluindo-se no grupo pequenas mobílias, utensílios, cidade sem oferta de habitações ção Social». Este procedimento
da Unidade de Intervenção, dos uma família de sete membros, brinquedos e cobertores então para aluguer neste momento. O foi cumprido, mas relativamente
Destacamentos Territoriais e do dos quais cinco são menores, entre a lista de bens que a famí- INTERIOR contactou diversas ao auxílio para encontrar casa
Destacamento de Intervenção com idades entre os oito e 17 lia neste momento possui e que agências imobiliárias relativa- para alugar, «o município pode
de Castelo Branco. Os detidos anos. guarda no barracão onde afirma mente a este caso e questionou colaborar na procura, prestar in-
foram presentes a tribunal, que Duas semanas volvidas, Ilda estar a viver. «Desde sexta-feira ainda a disponibilidade de casas formações e dar referências, mas
decretou a prisão preventiva do Monteiro, a mãe das crianças, [17 janeiro] que tivemos de vir para alugar na cidade. A respos- não possui nenhum programa de
homem, enquanto a mulher está relata que ainda não conseguiu dormir para aqui», lamentam ta foi comum: «Não guardamos apoio ao arrendamento», explica
obrigada a apresentar-se três uma habitação para a sua famí- Ilda Monteiro e o marido, en- registo de todos os telefonemas, Lucília Monteiro.
vezes por semana no posto poli- lia. «Já estive em várias agências quanto mostram a cama impro- pelo que não podemos garantir O município refere ainda
cial da sua área de residência. imobiliárias aqui na Guarda visada a um canto do barracão, que esse contacto tenha sido fei- que o casal é «proprietário de
e ninguém me aluga casa», construído maioritariamente to, mas de qualquer forma neste uma casa no Casal da Serra»,
lamenta. «As pessoas veem com chapas de alumínio. A outra momento não temos qualquer mas Ilda Monteiro contesta e
que sou cigana e não me que- alternativa para pernoitar foi casa disponível para aluguer afirma que «vendi essa casa há
rem arrendar», acusa a antiga montada na carrinha “pick-up”, na Guarda, apenas para venda». cerca de um ano, a um primo.
moradora, que esteve a residir estacionada junto à arrecada- Apesar da falta de oferta de Se ainda a tivesse podia ir para
temporariamente em casa do ir- ção, onde estão agora colocados habitações para arrendamento, lá, não precisava de ajuda da
mão. «Ficámos os sete a dormir cobertores e mantas. «A Câmara a Câmara Municipal dispõe de Câmara», desabafa.
no T2 dele, mas ele tem também pensa que o que queremos é edifícios próprios para apoio Desde o incêndio, o casal
uma ordem de despejo e fomos uma casa de borla, mas não. Não social, mas também estes es- tem sido auxiliado por vizinhos
forçados a sair», acrescenta Ilda quero que ninguém me dê uma tão completamente lotados, que oferecem roupa, comida
Monteiro. casa, quero apenas que alguém segundo a vereadora com o e brinquedos às crianças. Luís
O sustento da família aceite alugar-me uma», sublinha pelouro da Ação Social, Lucília Martins, morador do Bairro Nossa
provém, essencialmente, do Ilda Monteiro, que, apesar de re- Monteiro. «O município não tem Senhora dos Remédios, ajuda
Rendimento de Inserção Social, latar ter sido acompanhada por casas vagas para atribuição ime- regularmente a família e já doou
do qual Ilda é beneficiária, e um técnico da Segurança Social diata. A lista de espera é enorme bens por diversas vezes, algo que
da pensão do marido Cândido e pelo serviço de Ação Social da e todo o esforço está a ser feito afirma ser uma prática de mui-
Gomes, que é reformado por autarquia no dia do incêndio, para se encontrar uma solução tos dos residentes: «Acho muito
Contacte-nos! invalidez, na sequência de um afirma que não obteve «respos- que permita dar resposta a esta mal eles não terem ainda uma
Tel: 271212153 acidente de mota que o deixou tas de ninguém» desde então. necessidade social», explica a resposta, pois não foram eles que
Tlm: 964246491
com sequelas para a vida. Du- O INTERIOR contactou a Segu- autarca. «No dia do incêndio, quiseram esta situação», lamenta.
6• • Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020

IPG pode juntar-se


S
Sociedade
ao CRUSOE
Politécnico da Guarda integrou reunião que perspetiva a adesão dos institutos da região
Centro ao Conselho de Reitores das Universidades do Sudoeste Europeu
SC

Covilhã
Alunas do
Conservatório
admitidas na
Joffrey Ballet
School DR

Reitoria da UBI foi palco do encontro que reuniu responsáveis de sete politécnicos

Sofia Craveiro formal, mas «serviu para equa- pode traduzir-se na captação ridades regionais», e assegurou
Três alunas do Ensino cionar possibilidades concretas e na atração de pessoas, de que «foi muito gratificante veri-
Articulado de Dança do de trabalho, designadamente ao empresas para este espaço», ficar que os presidentes dos
Conservatório de Música O Instituto Politécnico da nível da mobilidade de investi- acrescentou. institutos politécnicos da Região
da Covilhã foram admitidas Guarda (IPG) pode juntar-se gadores, docentes ou de estu- Presente no encontro, a Centro se reveem no programa
na Joffrey Ballet School, em à rede que junta atualmente dantes», de acordo com a UBI. secretária de Estado da Valoriza- da CRUSOE e estão disponíveis
Nova Iorque. 23 instituições de Ensino Su- Joaquim Brigas, Presidente ção do Interior, Isabel Ferreira, para uma colaboração intensa
Irene Branco, Joana perior de Portugal e Espanha do IPG, afirmou à margem deste reconheceu que «as instituições no futuro próximo».
Monteiro e Maria Luísa e beneficiar da «cooperação encontro que «a adesão dos ligadas ao conhecimento têm um O CRUSOE é constituído
Santos, orientadas pelas alargada» intrínseca a este con- politécnicos a esta rede é funda- papel muito importante como por universidades e politéc-
professoras Ana Seixas, sórcio. As negociações para a mental para o desenvolvimento motores de desenvolvimento nicos do Norte e Centro de
Cristina Bellia e Margarida integração dos politécnicos da dos territórios, particularmente dos territórios, até porque são Portugal, e das regiões espan-
Carlos, prestaram provas Região Centro no Conselho de aquele em que está inserido agentes da coesão territorial». holas da Galiza, Castela e Leão,
em dezembro e vão partici- Reitores das Universidades do o politécnico da Guarda». O A presidir à reunião estiveram Astúrias e Cantábria. É uma
par no 2020 Summer Dance Sudoeste Europeu (CRUSOE) responsável disse ainda que também o Secretário Executivo rede de cooperação «que tem
Intensives, que decorre no decorreram esta terça-feira na o instituto e região onde se do organismo, Salustiano Mato, o objetivo promover a inves-
próximo verão. A Joffrey Reitoria da Universidade da insere iria beneficiar com a antigo reitor da Universidade de tigação e inovação entre insti-
Ballet School é uma das Beira Interior (UBI), na Covilhã, «mobilidade de investigadores, Vigo e António Fidalgo, Reitor da tuições, consolidar espaços de
mais prestigiadas escolas local onde estiveram reunidos de professores, de estudantes UBI, além de Rui Vieira de Cas- colaboração, refletir e trabal-
de dança do mundo. Para os responsáveis dos institutos dos diversos graus de ensino» tro, Presidente do CRUSOE e re- har em projetos que apresen-
Carlos Salazar, diretor ped- politécnicos da Guarda, Castelo e com a «investigação alargada itor da Universidade do Minho. tem soluções da macrorregião,
agógico do Conservatório, Branco, Coimbra, Leiria, San- transfronteiriça», que passa a Este responsável explicou que incrementar a disponibilidade
esta admissão é «um mo- tarém, Tomar e Viseu. ser possível com esta integração. «o que é característico desta de conhecimentos e a mobili-
mento de muito orgulho O diálogo estabelecido não «O desenvolvimento da investi- rede é a articulação forte que dade de profissionais», explica
e satisfação para toda a resultou ainda numa integração gação aplicada e do território, pretende garantir com as auto- a UBI.
comunidade escolar». O
Conservatório covilhanense Fotolegenda Homenagem
é a única escola da região
com ensino oficial de dança, CHUCB comemorou 20 anos José Relva
homenageado pelo
DR
reconhecida e apoiada pelo O Centro Hospitalar Univer-
Ministério da Educação. sitário Cova da Beira (CHUCB)
comemorou, na passada sexta- Rotary Club da Guarda
feira, o seu vigésimo aniversário. O Rotary Club da Guarda hom-
A instituição de saúde, que enageou o notário José Relva, no
serve cerca de 150 mil utentes âmbito da iniciativa anual que dis-
na região, celebrou a data com tingue um profissional que se tenha
uma cerimónia solene, de caráter evidenciado ao longo da sua carreira.
«intimista» no auditório do Hos- A direção do clube justificou a
pital Pêro da Covilhã. A data foi cerimónia com o facto de pretender
assinalada com uma homenagem «promover o reconhecimento dos
aos funcionários que cumpriram, serviços prestados à comunidade
até dia 31 de dezembro de 2019, pelo doutor José Relva, enquanto
10, 20, 30 e 40 anos de serviço, admitiu a «esperança contínua» uma questão existencial. Por notário de referência na cidade
bem como a todos aqueles que se que o orçamento destinado ao essa Europa fora, o peso do en- da Guarda, coincidindo com a sua
aposentaram até à mesma data. Centro Hospitalar seja com- sino chega a pesar 50 por cento recente jubilação por ter atingido
À margem da sessão, João Cas- patível com a sua classificação no orçamento dos hospitais. É o limite de idade». A homenagem
teleiro, presidente do Conselho universitária. «O ensino tem isso que nós queremos que seja decorreu numa unidade hoteleira
de Administração do CHUCB, que ser contemplado, não é só contemplado», disse o médico. da cidade.
Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 • •7

«Maioria PSD na
PSD
Rui Rio voltou
a vencer na
Câmara da Guarda Guarda
Rui Rio voltou a vencer no
distrito da Guarda na segunda

apresenta sinais
volta das eleições diretas para a
presidência do PSD realizadas no
sábado. Na concelhia da Guarda
verificou-se um empate – 83 votos

evidentes de
para cada lado – uma semana de-
pois de Luís Montenegro ter sido
o mais votado.
No total distrital o atual líder
obteve 810 votos (63 por cento)

divergência e falência»
contra 469 (37 por cento) de Luís
Montenegro. Na segunda volta vo-
taram 1.289 dos 1.529 militantes
em condições de o fazer, tendo-se
registado sete votos brancos e
três nulos. Em termos de secções,
António Monteirinho é candidato único à concelhia do PS da Guarda e assume como Rui Rio ganhou em Aguiar da
principal objetivo a reconquista da autarquia em 2021 Beira, Figueira de Castelo Rodri-
LM
go, Fornos de Algodres, Gouveia,
Luis Martins Mêda, Sabugal, Seia, Trancoso e
Vila Nova de Foz Côa.
Por sua vez, Luís Montenegro
O PS vai trabalhar para venceu em Almeida, Celorico da
ser uma «alternativa credível» Beira, Manteigas e Pinhel. Para
ao PSD na Guarda e vencer as Júlio Sarmento, que foi manda-
autárquicas de 2021. O compro- tário de Rui Rio, o resultado no
misso é de António Monteirinho, distrito foi «notável para a can-
candidato único à liderança da didatura, pois representou em
concelhia socialista local cujas termos absolutos a quinta maior
eleições estão marcadas para votação nacional». Na sua opin-
dia 31. «Estou confiante que ião, isso «diz muito da dimensão
vamos conseguir conquistar relativa e absoluta do universo
a Câmara daqui a dois anos», de militantes a nível nacional da
assumiu na apresentação da Guarda».
sua candidatura, na passada O presidente da mesa da
sexta-feira. Assembleia Distrital do par-
Este é um dos seus prin- tido considerou também que o
cipais objetivos, com António empate registado na seção da
Monteirinho a prometer «trab- Guarda reflete «sobretudo a
alho, ambição e esperança» para opção nacional sobre as candi-
«galvanizar» os guardenses em daturas de Rio e Montenegro e
torno de um projeto «à altura da é essa leitura a mais assertiva a
grandiosidade da nossa cidade». extrair». Por sua vez, Rui Ven-
E para começar o atual líder da tura ressalvou que o PSD está
bancada rosa na Assembleia «habituado a este tipo de luta
Municipal tem três propostas: «Ao contrário do que aconteceu em 2017, estamos em condições de definir já um candidato sem qualquer tipo interna» e que, passado o ato
de problemas», afirma António Monteirinho eleitoral, «o líder eleito vai ser
transportes públicos urbanos
gratuitos para estudantes e na presidência do município, em conjunto vamos ultrapassar e membros neste partido, hoje respeitado». O autarca de Pinhel,
idosos com mais de 65 anos, «e apresenta «sinais evidentes de essas dificuldades», declarou. [sexta-feira] não», declarou o apoiante de Luís Montenegro,
eventualmente para toda a pop- divergência e de falência», ao Sobre o período conturbado militante histórico e antigo acrescenta que é isso que vai
ulação»; construir um parque ponto dos «desentendimentos vivido pelo partido nos últimos presidente da Junta de Freguesia acontecer porque «precisa-
desportivo «como deve ser» na serem públicos». Aos jornalistas, tempos – Agostinho Gonçalves de Fernão Joanes, que se disse mos de um partido unido para
cidade e fazer o levantamento o dirigente recusou falar em can- demitiu-se da presidência da «impressionado por ver tanta ganhar eleições». Rui Ventura
das «reais necessidades» de didatos e perfis para concorrer concelhia, Eduardo Brito renun- gente» na sede do partido, coisa recusa fazer uma leitura distrital
cada freguesia. Numa sede em 2021. «É prematuro. Vamos ciou ao mandato na Câmara da que não via «há tantos anos». dos resultados, alegando ter
repleta de apoiantes, António discutir isso depois do Verão. Eu Guarda seis meses depois de Pedindo a António Monteirinho sido «uma disputa nacional, pelo
Monteirinho assumiu também não sou, para já, candidato, mas Pedro Fonseca –, o candidato à que seja «humilde e tente ouvir que não tem influência sobre as
o desafio de «unir» o partido, se o meu nome encaixar no per- presidência da maior concelhia todos, sobretudo nas aldeias», próximas eleições para a Distrital,
que quer «religar» ao mundo fil definido pela equipa que me do PS no distrito reconhece que Daniel Vendeiro considerou que que ainda nem estão marcadas».
rural, e de reconquistar «a acompanhou estarei disponível «uns estiveram melhor nal- «estarmos unidos é bom agoiro» Já o empate na Guarda terá
confiança» dos guardenses para avançar», sublinhou, defen- guns aspetos e pior noutros». E e vaticinou estar «na altura de acontecido porque houve «mili-
porque o partido «tem obra» dendo que o escolhido «deveria acrescenta que a lição que fica voltarmos a ser aquilo quer tantes que continuaram a não vo-
no concelho. «O PSD jamais ser uma pessoa da Guarda». «Ao desse período de instabilidade éramos» na Guarda. Do núcleo tar e quem votou em Miguel Pinto
conseguirá alcançar o desen- contrário do que aconteceu em é que «não devemos desprezar duro da candidatura fazem Luz na primeira volta optou por
volvimento proporcionado 2017, estamos em condições nenhum militante, todos, simpa- parte, entre outros elementos, Rui Rio na segunda». O também
pelos executivos socialistas no de definir já um candidato sem tizantes e militantes, devemos Daniel Osório, Nuno Laginhas, presidente da concelhia de Pinhel
passado», sentenciou. qualquer tipo de problemas», estar imbuídos do mesmo es- Nuno Ferreira, Miguel Borges, acrescenta, no entanto, que Luis
O candidato considera reforçou. pírito», adiantando ter na sua Manuela Fernandes, Marisa Montenegro «conseguiu manter
mesmo que o projeto social- António Monteirinho disse lista elementos da comissão Santos, Fábio Pinto, Paulo Alves a fasquia, que era que Rui Rio não
democrata na autarquia está contar com os dois vereadores política cessante. e Gonçalo Amaral. Segundo ganhasse na Guarda». No distrito
«em avançado estado de de- no executivo para «abrir camin- Foi desse passado recen- apurou O INTERIOR, só 136 de Castelo Branco o vencedor foi
composição» e que a maioria ho» para a vitória em 2021: te que falou Daniel Vendeiro, dos cerca de 400 militantes da Luís Montenegro, obteve 65 por
liderada por Carlos Chaves Mon- «Admito alguma inexperiência, mandatário da candidatura. secção poderão votar nestas cento dos votos contra 35 por
teiro, que rendeu Álvaro Amaro mas acredito que trabalhando «Vi gente sem cabeça, tronco eleições. cento para Rui Rio.
8• • Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020

O que
IPG

Politécnico vai acolher “data


esperar e center” de segurança do SEF DR

recear de
2020?
O INTERIOR volta desafiar personalidades,
autarcas, políticos, empresários, sindicalistas,
jornalistas e dirigentes associativos a partilhar
a sua opinião sobre o novo ano, bem como
as suas aspirações, preocupações e anseios.
Nesta edição publicamos alguns contributos,
mas há mais para ler nas próximas semanas

Jardins Gulbenkian na cidade O Instituto Politécnico da


Guarda (IPG) vai acolher servi-
nico em comunicado enviado à
agência Lusa. O diretor nacional
laboração com «mais um organ-
ismo nacional é, em primeiro

da Guarda dores de um centro de dados do


Serviço de Estrangeiros e Fron-
adjunto do SEF, José Moreira, teve
uma reunião preparatória com o
lugar, o reconhecimento das
competências e da qualidade
teiras (SEF). presidente do IPG, Joaquim Brigas, da investigação que se faz neste
- Elsa, sabes que as Nações Unidas querem que até 2030 as áreas
Trata-se de um “disaster na passada quinta-feira para a cel- Politécnico, nomeadamente na
protegidas cubram 30% do planeta?
recovery”, um “data center” de se- ebração de um protocolo entre as Escola Superior de Tecnologia
- É verdade Ana. É um objetivo claro que visa proteger o Planeta
gurança que permitirá recuperar duas instituições. Nesse encontro e Gestão». O presidente do IPG
da sobre-exploração dos recursos e ainda da poluição.
os dados daquela polícia criminal ficaram definidos os principais esta «cooperação tecnológica
- Mas, afinal, o que é uma área protegida?
caso algum ataque ou desastre traços de um acordo a celebrar e irá desenvolver-se nas áreas da
- Áreas protegidas são territórios delimitados e geridos com o
afete os seus serviços e servidores que, além da instalação do “Disaster informática, dos sistemas de
objetivo de conservar o seu património natural, que inclui elementos
principais. «Os servidores de Recovery”, irá prever a colaboração comunicações de segurança e da
ecológicos, históricos, geológicos e culturais. Devem ser paisagens
reserva do SEF vão ser instalados nas áreas da formação e requalifi- formação de quadros do SEF». A
belíssimas e com grande relação com a História. Locais que merecem
no IPG e este vai dar formação a cação em matérias de segurança e reunião foi acompanhada pelo
ser protegidos, por serem fascinantes e inspiradores.
quadros do Serviço de Estrangei- comunicações. chefe da Delegação do SEF na
ros e Fronteiras», refere o Politéc- Para Joaquim Brigas, a co- Guarda, Acácio Pereira.
Ana, acompanha-me e imagina que a linha de água do Rio Diz,
desde a sua nascente até ao Parque Polis, que atravessa toda a
cidade na vertente norte, seria transformada num jardim natural de Serra da Estrela
biodiversidade. Um corredor verde e harmonioso entre a cidade e o
campo, com o rio devolvido à natureza, pujante, na sua serenidade e
cadência musical.
Aldeias de Montanha em exposição na Guarda
Imagina ainda que toda a O café-concerto do Teatro de festa nas Aldeias de Montanha pela ADIRAM - Associação de
área dos pavilhões da extinta Municipal da Guarda (TMG) onde a cocriação e o envolvimento Desenvolvimento Integrado da
fábrica de lavagem de lãs daria acolhe até 29 de fevereiro uma comunitário fazem a diferença, Rede Aldeias de Montanha. Esta
agora lugar a inúmeros edifícios exposição dedicada às Aldeias de proporcionando aos visitantes rede reúne várias freguesias ser-
arquitetónicos dentro deste jardim Montanha. momentos de pura imersão na ranas dos concelhos da Guarda,
de biodiversidade, numa simbiose Segundo o TMG, a exposição identidade local». A mostra, com Seia, Gouveia e Manteigas cujas
semelhante à que o Museu Gul- “A pensar alto nas Aldeias de entrada livre, é organizada pela populações mantêm ainda hoje
benkian tem com os seus jardins. Montanha” retrata «momentos Câmara Municipal da Guarda e as tradições de sempre.
Imagina surgirem pavilhões mul- PUB

tiusos de exposições nacionais


e internacionais, um Parque de
Elsa Salzedas* Ciência Viva Experimental e um
Museu, da Água, que contasse a
história da relação da humanidade com as montanhas, da produção
de energia elétrica, da indústria e do desenvolvimento económico de
outrora, que transformou estes territórios em locais desenvolvidos e
muito povoados, mas numa relação insustentável entre o Homem e a
Natureza. Consigo fazer-te sentir como seria inspirador para as novas
gerações e de como o sentimento de pertença ficaria fortalecido com
a transformação de toda esta área?
Sabes Ana, o planeamento dos espaços naturais deve ser racional

Assine O INTERIOR
e científico, feito por especialistas. É uma das preocupações atuais em
todo o mundo, principalmente na Europa civilizada. Há um fascínio
crescente de preservar paisagens que tenham relação com a História.
Já estamos inseridos num Geoparque UNESCO. Seria maravilhoso
se conseguíssemos criar na Guarda esta realidade, que contasse a Preencha o Cupão de Assinatura na página 19
história viva desta cidade e ao mesmo tempo fosse um local interativo
e multifuncional, atrativo, impondo à ordem natural a ordem cultural e
sublimando aquela em face do seu único utente: o Homem.

* Professora, licenciada em Biologia pela Universidade de


Coimbra. Inicia nesta edição colaboração mensal.
Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 • •9

Saúde

ULS Guarda com “Excelência PJ desmantelou rede


que abastecia de
Clínica” reconhecida droga a Beira Interior DR

e distritos vizinhos
Operação culminou na semana passada
com a detenção de mais cinco pessoas,
tendo a sido detidos um total de 10
indivíduos
Luis Martins ção e distribuição final, a rede
agora intercetada utilizava mé-
todos particularmente sofisti-
A Polícia Judiciária (PJ) cados, nomeadamente ao nível
da Guarda considera ter de- da colheita, embalamento e
sarticulado uma rede ibérica transporte dos produtos estu-
de tráfico de estupefacientes pefacientes traficados, ocor-
com a recente detenção de rendo este essencialmente
cinco homens no âmbito de por via terrestre, com muito
uma operação iniciada na pri- frequentes viagens entre Es-
meira semana do ano. panha e Portugal». Com estas
Na altura foram detidos últimas detenções, a Judiciária
cinco indivíduos na zona da acredita que o grupo de dez
Covilhã que eram suspeitos indivíduos foi responsável,
de integrar uma rede interna- «durante sucessivos meses,
cional de tráfico de droga que por elevada percentagem de
O Hospital de Sousa Martins, lações” e “Satisfação do Utente” respondente ao primeiro nível
se abastecia em Espanha e canábis efetivamente trafi-
da ULS da Guarda possui nove em ambos os hospitais, além da de classificação (caso da ULS
fornecia toda a região da Beira cada e consumida um pouco
áreas de “Excelência Clínica”, de garantia de excelência cliníca na guardense), ficando assegurado
Interior e várias localidades por toda a Beira Interior, mas
acordo com a avaliação divul- área de Cirurgia de Ambulatório que cumprem os critérios para a
dos distritos vizinhos. Segundo também em significativa parte
gada no dia 16 de janeiro pela no Hospital de Nossa Senhora da prestação de cuidados de saúde
o Departamento de Investi- da Beira Litoral».
Entidade Reguladora da Saúde Assunção, em Seia de qualidade.
gação Criminal da Guarda, Os cinco detidos, com
(ERS). Num total de 16 áreas A avaliação da Entidade A avaliação e classificação
na segunda fase desta oper- idades compreendidas entre
avaliadas, o hospital guardense Reguladora da Saúde de 2019, no âmbito do projeto SINAS, da
ação de combate ao tráfico os 25 e 31 anos, um dos quais
viu reconhecidas as vertentes que foi divulgada na semana Entidade Reguladora da Saúde
de estupefacientes foram re- de nacionalidade espanhola,
de Cardiologia, Cirurgia de Am- passada, incide sobre interna- (ERS), não produz qualquer
alizadas várias diligências nos são dois agricultores, um técni-
bulatório, Ginecologia, Neuro- mentos entre julho de 2017 ‘ranking’ comparativo dos hos-
distritos da Guarda, Castelo co de manutenção industrial e
logia, Obstetrícia, Ortopedia e e julho de 2018, refletindo o pitais, mas avalia o desempenho
Branco e Aveiro que permiti- os restantes dois sem qualquer
Pediatria. Este facto resultou na desempenho anual dos hospi- individual.«As classificações
ram apreender «produto es- ocupação profissional con-
atribuição do símbolo da estrela, tais em várias áreas. Foi avaliado traduzem o desempenho apenas
tupefaciente, do tipo canábis, hecida. A PJ considera que
que garante «cumpre com todos um universo de 158 hospitais nas áreas concretamente avalia-
suficiente para a preparação atuaram «todos perfeitamente
os parâmetros de qualidade públicos, privados e do setor so- das em cada prestador, não se
de milhares de doses individ- articulados entre si e também
exigidos» nas referidas áreas. cial. Das 121 unidades que efeti- podendo fazer extrapolações
uais, dinheiro, vários equipa- com os cinco coautores detidos
A Unidade Local de Saúde viu vamente obtiveram classificação sobre o desempenho do hospital
mentos de telecomunicações, durante a primeira fase da
ainda reconhecidas as vertentes na área dimensão da excelência como um todo, ou mesmo de
duas viaturas automóveis, operação». Os agora detidos
de “Segurança do Doente”, “Ad- clínica, 102 (84%) conseguiram serviços do hospital», informa
três balanças de precisão e foram presentes a tribunal,
equação e Conforto das Insta- a atribuição da estrela cor- a ERS. 
ainda vários outros objetos que determinou a sua prisão
habitualmente relacionados preventiva. A mesma medida
Ordem dos Médicos com o tráfico». de coação máxima havia já
A PJ adianta, em comuni- sido aplicada a três dos deti-

José Manuel Rodrigues reeleito cado, que a investigação durou


«vários meses» e contribuiu
para apurar que «no desen-
dos no início do mês, tendo os
restantes dois sido submetidos
à medida de obrigação de apre-

no Conselho Sub-Regional da volvimento da sua atividade


delituosa, desde a respetiva
sentações periódicas no órgão
de polícia criminal da sua área

Guarda
produção até à comercializa- de residência.
DR

O médico cirurgião José A nova direção pretende man- maior votação de sempre. O
Manuel Rodrigues foi reeleito na ter e desenvolver as habituais médico anestesista liderou uma
quinta-feira presidente do Con- sessões de receção aos novos lista única que obteve 2.515
selho Sub-Regional da Guarda médicos especialistas e médicos votos, enquanto em 2017 tinha
da Ordem dos Médicos. internos no distrito, bem como conseguido 1.883 votos. Carlos
O clínico liderou a única lis- as cerimónias de atribuição de Cortes quer tornar a Ordem dos
ta a sufrágio e que concorreu sob medalhas dos 25 e 50 anos de Médicos «ainda mais interven-
o lema “Médicos pela Guarda”, inscrição na Ordem. Do progra- tiva e próxima dos médicos e
tendo obtido 106 votos. Entre as ma de ação fazem ainda parte a dos doentes. Esta equipa pug-
suas prioridades está a realiza- promoção e realização de ações nará por uma Ordem inclusiva,
ção de reuniões científicas, pal- de sensibilização para a Saúde interventiva e solidária». A nível
estras, tertúlias e outros eventos junto da população. nacional, Miguel Guimarães foi
e «uma maior interligação entre Na Secção Regional do Cen- reeleito como Bastonário, num
os órgãos regionais e centrais tro da Ordem dos Médicos, a sufrágio em que se apresentou
Investigação durou meses e resultou na apreensão de canábis suficiente
para resolver as questões colo- lista liderada por Carlos Cortes como candidato único para para a preparação de «milhares de doses»
cadas pelos colegas do distrito». também foi reeleita com a sua liderar esta instituição até 2022.
10 • • Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020

Hotel Vila Galé abre a 27


de março em Manteigas
O primeiro hotel de montanha do grupo representa um investimento de cerca de 10 milhões de euros
e criará 40 novos postos de trabalho
Miguel Serra
Luis Martins de euros em novos hotéis ou
na renovação de unidades. As
aberturas previstas em Portu-
O Vila Galé Serra da Estrela, gal concentram-se no interior
o primeiro hotel de montanha do país, em Manteigas e Alter-
do grupo português, deverá do-Chão, a que se soma um
começar a funcionar a 27 de novo hotel no Brasil, em São
março, anunciou o seu presi- Paulo. Para junho está prevista
dente, Jorge Rebelo de Almeida, a entrada em funcionamento
durante a apresentação dos da nova fase do Vila Galé Douro
resultados de 2019. Vineyards, que passa a incluir
A unidade de 4 estrelas fica a produção de vinho. O grupo
em Manteigas, no sopé do Vale registou no ano passado 1,9 mil-
Glaciar do Zêzere, e contará hões de dormidas, destacando-
com 91 quartos, piscina exterior se o crescimento dos mercados
para adultos e outra para crian- americano, brasileiro ou chinês,
ças, restaurante, lobby bar, spa o que ajudou a compensar as
Satsanga com piscina interior, ligeiras quebras de mercados
jacuzzi exterior, salão de eventos tradicionais europeus, como o
e estacionamento. O tema do ho- dos turistas alemães, ingleses
tel será “Mitos, lendas, costumes ou holandeses.
e tradições da região serrana”, Os portugueses manti-
adiantou o grupo empresarial. veram-se como os principais
O investimento ronda os dez clientes dos hotéis Vila Galé,
milhões de euros e permitirá assumindo um peso de 30 por
Unidade situada no sopé do Vale Glaciar deverá ser inaugurada a 6 de abril
criar 40 postos de trabalho. Em cento no total de dormidas.
declarações ao “Expresso”, Jorge que o interior vai valer a pena, precisa de investimento e de que a abertura do Vila Galé vai Em 2019, as receitas do grupo
Rebelo de Almeida revela que e já vale a pena». novos projetos». Para Esmer- contribuir para aumentar os atingiram nos 25 hotéis em
investir no interior continua A inauguração do Vila Galé aldo Carvalhinho, presidente do fluxos turísticos e fará crescer Portugal 115 milhões de euros,
a ser uma meta para 2020. «É Serra da Estrela está prevista município serrano, «os grandes economicamente o concelho», num «ligeiro crescimento» face
minha convicção que o futuro de para 6 de abril e o presiden- grupos não investem por acaso acrescenta o edil. aos 112 milhões de euros do ano
Portugal passa muito por fazer te do grupo admite que esta em Manteigas, fazem-no porque Atualmente, o grupo ho- anterior. A Vila Galé gerou no
uma revitalização do nosso in- aposta acontece «não porque perspetivam uma boa rent- teleiro tem 10 unidades em ano passado 130 novos postos
terior», considera o empresário, ficamos doidos, mas porque abilidade dos seus negócios». zonas de baixa densidade e de trabalho, dos quais 75 em
dizendo acreditar «piamente temos consciência que o interior «Não tenho dúvidas nenhumas este ano vai investir 35 milhões Portugal e 55 no Brasil.

Ambiente Tortosendo
Governo vai abrir concurso público para
exploração mineira em nove zonas do país
Frulact vendida a fundo de investimento DR
A francesa Ardian, dona da
O partido ecologista “Os apreciada e discutida em plenário. concessionária de autoestradas
Verdes” (PEV) anunciou que está O responsável esclareceu Ascendi, que gere a A25, com-
«para breve» o concurso público que a intenção do movimento, prou a portuguesa Frulact à
de prospeção e exploração de que reuniu 1.510 assinaturas, é família Miranda, não tendo sido
minérios em nove zonas do país: que «seja rejeitado o ponto do revelado o valor da operação.
Argemela (Fundão/ Covilhã), Orçamento do Estado de 2020 A Frulact, que tem uma
Guarda, Segura (Idanha-a-Nova), relativo a um concurso para unidade de produção no parque
Serra d’Arga, Barro/Alvão, Seixo/ prospeção, pesquisa e exploração industrial do Tortosendo (Co-
Vieira, Almendra (Vila Nova de de lítio e minerais associados em vilhã), é fabricante de ingredien-
Foz Côa), Barca d’Alva/ Canhão nove zonas do país». «Queremos tes naturais criados a partir de
e Maçoeira. que nem sequer se faça a pros- frutas e plantas para a indústria
A informação foi dada pelo peção», sublinhou Carlos Seixas. alimentar e de bebidas. Em
ministro do Ambiente, João Pedro Para o responsável, a exploração comunicado, o fundo de inves-
Matos Fernandes, na semana pas- mineira «não é a forma de desen- timento francês refere que «irá
sada, na Assembleia da República, volvimento sustentável que as apoiar a equipa de gestão da
após pergunta da deputada do populações desejam. Queremos o Frulact para acelerar o plano es-
PEV, Mariana Silva. Entretanto desenvolvimento, mas esta não é tratégico e consolidar a posição
foi entregue no Parlamento uma a forma de o fazer. Porque é que o do grupo como um dos líderes
petição contra a proposta de ab- Governo insiste neste processo», globais na indústria alimentar,
ertura daquele concurso público questionou. apoiando as atividades já em randa, um dos fundadores, vai um volume de negócios perto
de prospeção e exploração de O porta-voz lamentou ai- curso e fortalecendo as com- a ocupar o cargo de presidente dos 115 milhões de euros. A
minérios. Em declarações aos nda o «obscurantismo» com petências da Frulact em nichos não executivo. Atualmente, a empresa conta com um vasto
jornalistas, Carlos Seixas, porta- que o assunto tem sido tratado e ingredientes adjacentes ao Frulact emprega mais de 750 portefólio de produtos basea-
voz do movimento “SOS Serra pelo Governo, nomeadamente negócio». Segundo o “Expresso”, trabalhadores, opera em nove dos em preparados de fruta
d’Arga”, «estivemos reunidos com porque o Orçamento de Estado a empresa fundada em 1987, unidades industriais na Euro- e vegetais para laticínios, ge-
a vice-presidente da Assembleia de 2020 refere apenas um con- na Maia (Porto), pela família pa, África e América do Norte, lados, sobremesas, bebidas,
da República, a petição foi aceite curso para «nove zonas sem Miranda passa a ser dirigida vendendo os seus produtos em aromatizantes e ingredientes
e, segundo nos foi explicado, será especificar quais». por Duarte Faria. João Mi- mais de 40 países, registando alternativos à base de plantas.
Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 • • 11

CCDRC

Isabel Damasceno Governo


é a nova presidente DR

compromete-se
com redução
de portagens
A ex-presidente da Câmara
de Leiria, Isabel Damasceno, é
procedimento concursal.
No despacho de nomea-
já este ano
a nova presidente da Comissão ção, Ana Abrunhosa justificou Anúncio foi feito pela Plataforma pela Reposição das SCUT na
de Coordenação e Desenvolvi- como «necessário e urgente A23 e A25, que reuniu esta segunda-feira com a ministra da
mento Regional do Centro assegurar o normal funciona-
(CCDRC). mento do serviço» e funda- Coesão Territorial, Ana Abrunhosa
A nomeação tem data de mentou a escolha «na recon- AR

21 de janeiro e foi publicada hecida aptidão, competência


na terça-feira em “Diário da técnica e experiência e forma-
República”. O despacho de ção profissional da designada,
nomeação é assinado por Ana conforme resulta da nota cur-
Abrunhosa, ministra da Coesão ricular publicada em anexo ao
Territorial, que presidiu à presente despacho e que dele
CCDRC até ser convidada para faz parte integrante». Além
o Governo. A ex-autarca do de presidente da Câmara da
PSD, de 63 anos, foi nomeada Leiria durante 11 anos, Isabel
em regime de substituição por Damasceno Vieira de Campos
um «período de noventa dias Costa é professora de ensino
ou até à designação de novo preparatório e secundário de
titular», o que terá de acontec- profissão, foi vice-presidente
er, de acordo com o Estatuto do da comissão política nacional
Pessoal Dirigente dos Serviços do PSD (em duas ocasiões),
e Órgãos da Administração conselheira nacional do par-
Central, Local e Regional do tido e presidente do PSD de
Estado, na sequência de um Leiria.

Sabugal
Cidade recebe jornadas da
Rede das Cartas Europeias Os elementos da Plataforma mostraram-se otimistas relativamente ao trabalho desenvolvido e falam numa «nova
de Turismo Sustentável de forma» de abordar a questão das portagens

que, no encontro, participaram nos ir a Lisboa para oferecerem


Portugal e Espanha
Sofia Craveiro
a ministra da Coesão Territorial, dois ou três por cento...penso
Ana Abrunhosa, o secretário de que não será isso», declarou o
O Sabugal acolhe, entre atribuído pelo EUROPARC aos
«Estamos em crer que num Estado das Infraestruturas, João dirigente empresarial.
sexta e segunda-feira, as VI destinos turísticos baseados
espaço muito curto de tempo, Delgado, e a secretária de Es- Os elementos da Plataforma
Jornadas da Rede das Cartas Eu- numa área protegida e/ ou
esta solução será apresentada tado da Valorização do Interior, mostraram-se otimistas relativa-
ropeias de Turismo Sustentável classificada e à sua envolvente,
[publicamente] pelo Governo». Isabel Ferreira, presenças vistas mente ao trabalho desenvolvido
(CETS) de Espanha e Portugal. que desenvolveram «um trab-
Esta é a convicção de Luís Garra, como um sinal de abertura do e falam numa «nova forma» de
O encontro reúne as áreas alho de planeamento turístico
dirigente sindical, e dos restantes Executivo face às reivindicações. abordar a questão das portagens
protegidas e/ ou classificadas do seu território, com base em
membros da Plataforma pela «Seria muito mau da parte do pelo atual Executivo. «O Governo
dos dois países que têm esse princípios de sustentabilidade
Reposição das SCUT na A23 e Governo colocar três pessoas de está preocupado com o que passa
reconhecimento. As Jornadas e seguindo uma metodologia
A25. Esta estrutura reuniu na peso a falar connosco e depois na nossa região, com a nossa de-
pretendem favorecer a comu- participativa de envolvimento
segunda-feira, em Lisboa, com não ter resultados», considerou mografia», disse Luís Veiga, que,
nicação entre os atores impli- ativo dos parceiros locais»,
representantes do Governo para o empresário. apesar disso, garante que o prin-
cados no projeto e potenciar refere o município do Sabugal
discutir o valor das portagens Embora não existam ga- cipal objetivo do movimento será
as ações e o trabalho em rede em comunicado.
nas ex-SCUT e anunciou - no dia rantias de que será alcançada sempre a abolição definitiva da
ao nível da Península Ibérica. A iniciativa é promovida
seguinte, na Covilhã - que foram a abolição das portagens, está cobrança. «Continuaremos sem-
A sua organização é alternada pela autarquia raiana, em
feitos progressos durante as em discussão «uma redução pre a exigir essa reivindicação»,
entre Portugal e Espanha e parceria com a EUROPARC
conversações. Não existem ainda progressiva e faseada durante garantiu. Ricardo Fernandes, do
conta com o apoio da secção Espanha e Federação EU-
datas nem valores definidos, esta legislatura», especificou Movimento de Empresários pela
espanhola do EUROPARC - Fed- ROPARC, contando ainda com
mas perspetiva-se uma «redução Luís Veiga, do Movimento de Subsistência do Interior assegura
eração Europeia de Parques. a colaboração do Instituto de
progressiva e faseada» das por- Empresários pela Subsistência ainda que as medidas discuti-
Constituem a rede um total Conservação da Natureza e das
tagens para todos os utiliza- do Interior. Por sua vez, José das «deverão ser progressivas»,
de 37 áreas protegidas e/ ou Florestas/ Reserva Natural da
dores ao longo desta legislatura. Gameiro disse acreditar que a estando o processo «a ser estu-
classificadas, 29 em Espanha Serra da Malcata, Turismo Cen-
Em conferência de imprensa, José redução será expressiva: «Uma dado para tenha sustentabilidade
e 8 em Portugal. tro de Portugal e Municípios de
Gameiro, da Associação Empre- reunião destas, com a presença futura e que não seja apenas uma
A CETS é um galardão Almeida e Penamacor.
sarial da Beira Baixa, explicou efetiva do Governo, fazerem- medida avulso», afirmou.
12 • • Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020

Vilar Formoso Manteigas

Feira de Caça e Pesca no Município assina protocolo com


Associação Dignitude

primeiro fim de semana


O município de Manteigas mentos para ajudar os muníci-
ampliou as medidas de apoio pes com menores recursos
aos grupos sociais mais desfa- económicos foram «reforçadas
vorecidos com a adesão ao Pro- e ampliadas» com a celebração

de fevereiro DR
grama “Abem: Rede Solidária do
Medicamento”, promovido pela
Associação Dignitude.
Segundo a autarquia, as me-
de um protocolo com a Asso-
ciação Dignitude. As condições
de acesso, a formalização da
candidatura e o processo de
didas sociais atribuídas através atribuição dos apoios podem
de um regulamento específico ser consultados no Balcão Único
de concessão de apoio finan- Municipal ou no portal do mu-
ceiro à aquisição de medica- nicípio serrano.

Pinhel
Beethoven a abrir celebração dos
250 anos de elevação a cidade DR

Pinhel iniciou, na sexta- anos do nascimento do com-


feira, as comemorações dos positor alemão, que se celebram
250 anos de elevação a cidade este ano, manifestar o apoio
com um concerto dedicado à do município à candidatura da
Durante o certame haverá montarias, largadas de perdizes e várias demonstrações
9ª Sinfonia de Beethoven, ma- Guarda a Capital Europeia da
A 12ª edição da Feira de da caça, da pesca, da natureza económica». Segundo a autarquia, gistralmente interpretada pela Cultura em 2027. O maestro foi
Caça, Pesca e Desenvolvimento e do mundo rural», refere o au- o evento será «para toda a família, Orquestra Filarmónica Portu- Osvaldo Ferreira, tendo como
Rural do concelho de Almeida vai tarca local. Segundo António José em que os visitantes podem par- guesa e pelo Coro de Câmara solistas a soprano Sarah Beh-
decorrer em Vilar Formoso de 31 Machado, a feira, que decorre no ticipar nas atividades incluídas no Filarmónico de Berlim. rendt, a mezzo-soprano Lisa
de janeiro a 2 de fevereiro. pavilhão multiusos da vila fron- respetivo programa». O recital teve lotação esgot- Wedekind, o tenor Raphael
Promovido pelo município teiriça, vai divulgar o património O certame inclui espaços de ada no Centro Logístico e serviu Wittmer e o barítono Christian
de Almeida, o certame destina- cinegético, natural e paisagísti- exposição e venda de materiais também para assinalar os 250 Oldenburg.
se a divulgar as potencialidades co regional, num território em para a caça e a pesca, artesanato,
do território e «será um ponto que a atividade cinegética tem produtos gastronómicos, doçaria
Gouveia
de encontro de todos os amantes «uma considerável importância tradicional, tasquinhas com pra-
tos e petiscos de caça e de pesca, Jornal “Notícias de Gouveia” vai oferecer
PUB exposições de fauna viva (espé-
cies cinegéticas e domésticas),
assinatura digital a estudantes
representações institucionais, O jornal “Notícias de Gou- alunos destes anos letivos uma
atividades de animação e espe- veia” (NG) vai apresentar, a 12 assinatura digital» do NG. «A
táculos musicais. Durante os três de fevereiro, por ocasião do proposta foi generosamente
Aviso (extrato) n.º 2/2019 dias também decorrerão ativi- seu 106º aniversário, um pro- acolhida pela direção do Agru-
dades paralelas, como montarias grama de promoção de literacia pamento Escolar, pressupondo
Oferta de Estágio no âmbito do Programa da 6ª. Edição - 2ª. Fase do Programa de Estágios na
Administração Local (PEPAL) ao javali, uma largada de perdizes, mediática junto dos jovens, que a gratuitidade tem como
demonstrações de aves de rapina, denominado “IN-PRESS-COOL”. objetivo levar os (as) alunos (as)
1. Na sequência da publicação do Aviso nº.1/2019, datado 9 de outubro 2019, referente aos procedimentos
de recrutamento e seleção de estagiários, no âmbito da 6ª. Edição - 2ª. Fase do Programa de Estágios de caça ao coelho e de tiro virtual, Segundo a direção do jor- a ler jornais, nomeadamente os
Profissionais na Administração Local (PEPAL) e por ter ficado deserto a referência D (Técnico Superior de entre outras. No cartaz musical nal, naquele dia será apresenta- regionais, perspetivando o con-
Informação Geográfica), torna-se público, nos termos do nº. 1 do artigo 6º. do Decreto-Lei nº. 166/2014,
destaque para o concerto de Pe- do aos alunos do Agrupamento hecimento sobre o que são notí-
de 6 de novembro, alterado e republicado pelo Decreto-Lei nº. 46/2019 de 10 de abril, conjugado com o
estabelecido no artigo 3º. da Portaria nº. 114/2019, de 15 de abril, que se encontra aberto, pelo prazo de dro Abrunhosa (1 de fevereiro) de Escolas de Gouveia (2º e 3º cias e reportagens, numa lógica
10 (dez) dias úteis, contados da data de publicitação do presente aviso na página eletrónica do Município e para a atuação de Augusto ciclos do ensino básico) um de combate às “fake news” e à
da Guarda o procedimento concursal de recrutamento e seleção de um estagiário, no âmbito da 6ª. Edição programa de literacia mediática iliteracia mediática», refere o
- 2ª. Fase do Programa de Estágios Profissionais das Autarquias Locais (PEPAL), nos seguintes termos: Canário (dia 31 de janeiro).
A 12.ª Feira de Caça, Pesca que «pretende oferecer aos jornal em comunicado.
2. Oferta de estágio:
e Desenvolvimento Rural inclui
Nº. Estg. Área de Estágios Área de Formação Exigida Nível Pretendido
1 Informação Licenciatura em Geografia; Nivel 6
ainda atividades dirigidas aos Guarda
mais novos, com destaque para
Geográfica Licenciatura em Engenharia Topográfica;
Licenciatura em Engenharia Civil; o “Bosque dos Cogumelos”. A in- Projeto “Sabores e Tradições do Vale
Licenciatura em Geologia;
Licenciatura em Arquitetura
auguração está agendada para as da Teixeira” regressa
18 horas de 31 de janeiro, com a
O projeto “Sabores e servida no lagar da Ramela e
3. A publicação integral do presente aviso de abertura do procedimento de seleção, encontra-se publicitado participação especial do Grupo de
no sítio da Internet do Municipio, (www.mun.guarda.pt), bem como na página eletrónica da Direção-Geral Tradições do Vale da Teixeira”, a segunda no salão da Junta de
Reconstituição Histórica do Mu-
das Autarquias Locais (DGAL). na Guarda, vai organizar nos dois Freguesia de Benespera. O pro-
nicípio de Almeida. Nessa tarde, a
próximos fins de semana ativi- jeto de intervenção comunitária
Publique-se nos Jornais. partir das 14 horas, terá lugar no
dades nas freguesias de Ramela “Sabores e Tradições do Vale da
auditório no pavilhão multiusos
Paços do Concelho da Guarda, 20 de janeiro de 2020 e Benespera relacionadas com a Teixeira”, promovido numa par-
de Vilar Formoso um colóquio
temática do azeite e da maçã. ceria que envolve a Câmara Mu-
O Presidente da Câmara Municipal sobre “Turismo Cinegético nas
O programa inclui iniciati- nicipal, o Instituto Politécnico da
Terras do Lince”. A atividade é
vas no forno comunitário da al- Guarda e várias entidades locais,
Carlos Alberto Chaves Monteiro organizada pelo município de
deia de Serra da Borge (Ramela), tem como objetivo «a valoriza-
Almeida com o apoio da Junta de
nos dois próximos sábados, e ção das populações locais e dos
Freguesia de Vilar Formoso e de
duas lagaradas nos dois domin- seus recursos endógenos no seu
várias associações do concelho
gos, sendo que a primeira será contexto territorial».
O Interior, nº 1046 de 23/01/2019 ligadas à caça, à pesca e à pecuária.
Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 • • 13

Concurso Música

Belmonte procura novos talentos The Black Mamba sábado no TMG


da música DR

Estão a decorrer até dia artista atuará em data a definir


31 deste mês, em Belmonte, durante o mês de fevereiro
as inscrições para a quinta consoante a ordem de chegada
edição do concurso “À Procura das inscrições, sendo o júri
de Novos Talentos”, um desafio constituído por um membro
aberto a bandas e artistas in- do executivo e representantes
dividuais amadores da região da Escola de Música, das Ban-
e do país. das Filarmónicas de Caria e de
Os interessados devem Belmonte, bem como uma per-
preencher o formulário online sonalidade ligada ao mundo da
em https://cm-belmonte.pt/ música e/ ou rádio. O vencedor
adnt/ e enviar uma maquete vai atuar nas Festas de Belmonte
de um tema original ou de uma 2020 e recebe 500 euros. Haverá
versão de um tema de outrem. também um prémio excecional
A participação no concurso é de 250 euros para o melhor
gratuita, adianta o município, grupo do concelho de Belmonte,
que organizada o concurso. não cumulativo caso seja o ven-
Posteriormente, cada banda ou cedor do concurso.
Um dos mais surpreendentes tará temas que compunham o de originais. Produzido entre
e originais projetos da pop na- alinhamento dos seus primei- Lisboa e Nova Iorque, “Dirty Lit-
Pinhel cional passa pelo Teatro Munici- ros concertos, com originais tle Brother” era composto por
Oito mulheres interpretam peça pal da Guarda (TMG) este sábado e versões que interpretavam onze temas em que colaboraram
de García Lorca (21h30).
Os The Black Mamba vêm
habitualmente na altura da sua
formação. Dessa fase inicial
músicos como Aurea, António
Zambujo, Silk (Cais Sodré Funk
O teatro está de regresso indiferença do marido pela à cidade mais alta apresentar restam Pedro Tatanka (voz e Connection) e Orlanda Guillande.
a Pinhel este sábado (21h30) sua angústia. Até ao dia em que a “Good Times Tour” em que guitarra) e Miguel Casais (ba- Mais recentemente, a banda
com a peça “8 terras YERMas”, decide assassinar o compa- revive os seus primeiros tempos teria), enquanto Rui Pedro Pity lançou o seu terceiro álbum, in-
pela Oficina Canastronas/ nheiro. A peça é um exercício de fusão de rock, funk, blues (baixo) rendeu Ciro Cruz. The titulado “The Mamba King”, que
Companhia do Jogo e AbergAR- teatral representado por oito e pop. Tal como no início, há Black Mamba foi também o nome confirmou a sua entusiasmante
TE. mulheres que frequentaram a quase dez anos, o grupo atuará do álbum de estreia e quatro anos criatividade bem patente nos
Em cena no palco do Cine- Oficina Canastronas. São elas em formato de trio e interpre- depois editaram o segundo disco temas “Stronger” e “Believe”.
teatro São Luís, esta tragédia Natália S. Costa, Marisa Bastos,
do poeta e dramaturgo espa- Ana Cristina Silva, Catarina
nhol Frederico García Lorca Santos, Paula Bastos, Carlota Literatura
foi escrita em 1934 e tem como
cenário uma localidade da An-
Cordeiro Meirinhos, Bruna
Herculano e Tucha Martins. A Eduardo Lourenço, Ladislau Patrício e Helga Moreira
daluzia do início do século XX.
Yerma é uma mulher que vive
encenação e adaptação são de
Victor Valente, também res-
em destaque na BMEL
o drama de não poder conce- ponsável pelo curso de teatro. Os autores Eduardo Louren- versas, oficinas, visitas a uma “Ladislau Patrício entre a Saúde
ber um filho e que enfrenta a A entrada é livre. ço, Ladislau Patrício e Helga Mo- tipografia, conversas e encon- e a Escrita”. A 5 e 6 de fevereiro,
reira são o tema da sexta edição tros com autores. As atividades António Pedro Pita, professor
do projeto “A Terra da Escrita”, começaram na terça-feira como catedrático da Universidade de
Manteigas desenvolvido pela Biblioteca uma sessão dedicada ao tam- Coimbra, conversará com alunos
Municipal Eduardo Lourenço bém médico Ladislau Patrício do secundário Eduardo Louren-
“A Lã e a Neve” no Centro Cívico (BMEL) junto dos alunos das (1883-1967), que foi diretor do ço. Nos dias 19 e 20 de março a
A peça de teatro “Lano para viver com a sua família, até escolas do concelho da Guarda. Sanatório Sousa Martins, e diri- autora Helga Moreira estará na
Kaj Neĝo” (“A Lã e a Neve”, se tornar tecelão numa fábrica A vida e obra destes escri- gida a alunos do 3º ciclo do en- BMEL para um encontro e uma
na língua esperanto), uma na Covilhã e confrontar-se com tores será divulgada através de sino básico e secundário. No dia conversa sobre a sua obra com
adaptação da companhia ASTA a dura realidade do operariado exposições, visitas guiadas, con- 28 abre ao público a exposição os estudantes da Guarda.
ao romance de Ferreira de nos anos 40 do século passado.
Castro, está em cena este sá- A interpretação está a cargo de
bado (21h30) no auditório do Bruno Esteves, Carmo Teixeira Teatro Música
Centro Cívico, em Manteigas. e Sérgio Novo. “A Lã e a Neve” Elmano Sancho apresenta Isaura no “Sons à Sexta”
Com direção de Miguel teve estreia em maio do ano
Pereira, a criação acompanha o passado e tem itinerado pela “Damas da Noite”, no TMG O ciclo “Sons à Sexta” está de regresso e traz
percurso de Horácio, pastor em região, chegando a Manteigas no A peça “Damas da Noite, uma Farsa”, de Elma- Isaura ao palco da Moagem, no Fundão, amanhã
Manteigas que anseia um dia âmbito da iniciativa “Venha ao no Sancho, sobe ao palco do TMG esta quinta-feira à noite.
reunir as condições financeiras Teatro todo o ano”, promovida (21h30). A cantautora natural de Gouveia estreou-se
para poder ter a casa que sonha pelo município. Trata-se de uma criação sobre a diferença, o em dezembro de 2014 com o tema “Useless” e
contraditório e a transformação que explora «a depois “Change It”, editado pela Universal Music
presença ou ausência de fronteiras entre realida- Portugal, que reforçou a surpresa e antecipou
Música de e ficção, ator e personagem, homem e mulher, o sucesso do EP “Serendipity” em maio do ano
seguinte. Isaura assinou contrato com a Universal
Homem em Catarse no Sabugal teatro e performance, tragédia e comédia, original
e cópia, interior e exterior, dia e noite», adianta Music e, em 2018, venceu o Festival da Canção en-
O Homem em Catarse, al- da sua autoria e onde ouvimos a produção. Neste espetáculo Elmano Sancho quanto compositora de “O Jardim”. Nesse mesmo
ter ego musical do guitarrista pela primeira vez um piano e evoca «a conflituosa reviravolta de expectativas» ano editou “Human”, o álbum de pop eletrónica
e compositor Afonso Dori- uma caixa de ritmos em sin- em torno do seu nascimento: os pais esperavam de estreia que entrou diretamente para o top 5 de
do, apresenta-se este sábado tonia com a sua inconfundível uma menina, de nome já destinado, mas nasceu vendas nacional, onde se afirmou como compo-
(21h30) no auditório munici- guitarra e esporadicamente um menino. E para revelar essa figura ficcionada sitora, autora e produtora. Em 2019 aventurou-se
pal do Sabugal. algumas vozes. A guitarra não chamada Cléopâtre, o encenador imergiu no mun- numa nova etapa da carreira ao editar pela primeira
Depois de ter sido muito tem segredos para Afonso Do- do fascinante e provocador do transformismo. A vez em português. “Liga Desliga” foi a primeira
elogiado pela crítica com o EP rido, que retira sons que nos interpretação é do próprio autor, de amostra do muito aguardado EP totalmente escrito
“Guarda-Rios” e o álbum “Via- fazem lembrar músicos como Dennis Correia aka Lexa Black, Pedro Simões e cantado em português.
gem Interior”, Homem em Catar- Vini Reily dos Duruti Collumn, aka Filha da Mãe. A peça é uma O “Sons à Sexta” é promovido pela autarquia
se inicia 2020 com o novíssimo mas também o “shoegaze” dos coprodução da Casa das Artes de Famalicão, do Fundão, em parceria com a rádio Antena 3, e é
“Sem Palavras | Cem Palavras”, Slowdive ou o post-rock dos Culturproject, Lobo Solitário, Teatro Nacional D. um palco exclusivo para as bandas em destaque
um álbum baseado num poema Mogwai. A entrada é livre. Maria II e Teatro Nacional São João. no atual panorama musical português.
14 • • Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 Publicidade

PUB

Odontopediatria - Medicina dentária para crianças :)

MEDICINA DENTÁRIA | Drª. Rita Vilar | Dr. Alexis Oliveira | Drª. Soraia Rocha
ODONTOPEDIATRIA | Drª. Rita Vilar

GINECOLOGIA / OBSTETRÍCIA | Drª. Cremilda Sousa PODOLOGIA | Dr. Cristóvão Polónio


CIRURGIA GERAL | Dr. Pedro Caldes MEDICINA CHINESA | Drª. Celina Barreto
ENDOCRINOLOGIA | Drª. Daniela Guelho PSICOLOGIA CLÍNICA | Drª. Maggie Vaz
MEDICINA GERAL E FAMILIAR | Drª. Ana Isabel Santos EXAMES PSICOTÉCNICOS | Drª. Liliana Tavares
PNEUMOLOGIA | Drª. Rita Gomes TERAPIA DA FALA | Drª. Ana Rita Gonçalves
PSIQUIATRIA | Dr. João Campos Mendes ENFERMAGEM | Enf. David Centeio
UROLOGIA | Dr. Gustavo Gomes NUTRIÇÃO CLÍNICA | Drª. Inês Costa
PEDIATRIA | Drª. Rita S. Oliveira OSTEOPATIA | Dr. João Araújo
REUMATOLOGIA | Drª. Joana Ferreira MEDICINA INTEGRATIVA | Drª. Sandra Grilo
ORTOPEDIA | Dr. António Mendes | Dr. Eduardo Ferreira COACHING | Drª. Susana Menoita
ACORDOS - Consulte as especialidades abrangidas
CHEQUE DENTISTA | ADVANCECARE | TRANQUILIDADE | SANTANDER TOTTA | ASSOCIAÇÃO MUTUALISTA MONTEPIO | SSCGD | SAMS CENTRO
SAMS QUADROS | MEDICARE | GENERALI CARE | FUTURE HEALTHCARE | SAÚDE PRIME|VICTÓRIA | EDP MAIS | DECO+ | DENTALREDE

Dra Assunção Vaz Patto Prof. Doutor


L. Taborda Barata
Neurologista
Consultas de Neurologia
Imunoalergologista
Medicina Desportiva Exames: Electromiografia Asma e Doenças Alérgicas
Drª. Rita Lourenço e Potenciais Evocados
Rua Comendador Campos Melo, nº 29 – 1º Esq, Covilhã;
- Exame Médico-Desportivo CLIFIG - Rua Pedro Álvares Cabral -
(Atestado
Descontos: para
GNR, prática desportiva)
PSP, ADSE, SAMS… Tel: 275334876
Edifício Gulbenkian, s/n Cliniform, Rua Mouzinho da Silveira nº 15 R/C, Guarda;
-Acompanhamento Clínico do Atleta
Guarda 6300-745 Guarda Tel: 271211905

Prof. Celso Pereira


Dr. José João
Imuno-Alergologia Garcia Pires
(Doenças Alérgicas)
Ass Graduado HU Coimbra / Especialista pelos Hospitais da Universidade de Coimbra
Fac Medicina UC

Covilhã: Clínica Médica Serra da Estrela


Galerias de S. Silvestre - Piso 3 Telf: 960023455
ORTOPEDIA
Guarda: Clínica de Fisioterapia da Guarda Consultas: CLIFIG – Clínica Fisiátrica da Guarda
Rua Pedro Álvares Cabral, Edíficio Gulbenkian
Av. Rainha D. Amélia, nº 6 - 271238581/96
Coimbra: 239802700; 968574777 e 918731560 Telef.: 271 231 397

ADVOGADOS ADVOGADOS
Vitor Nascimento António Ferreira, Paula Camilo
& Associados
Bárbara Brigas Sociedade de Advogados, RL

Telefone: 271 086 518


e_mails:
Telefone: 271 213 346 • Fax: 271 082 765
e_mails: Oftalmologia
antonio.ferreira.adv@gmail.com • paula.m.camilo@gmail.com
vitor.nascimento-5874c@adv.oa.pt Drª Emília Cardoso
Rua Alves Roçadas, nº 27 A, 1º CM2
barbarabrigas-4041c@adv.oa.pt (ao lado da loja MANGO) Consultas
Descontos: aos
GNR, PSP, sábados
ADSE, SAMS…

Rua do Encontro, nº 9 - 3º • 6300-704 Guarda 6300-663 Guarda Guarda

Médico

Diogo Cabrita
Cirurgião geral
tratamento de varizes e suas
complicações, pequenas cirurgias,
hérnias, hidrocelos, vesícula Litiásica.
Marcações : (Clínica Cembi)
Telef.: 271213445
Protocolo com a Médis

António Gil Advogado


Tel. / Fax 271 238 344
R. Dr. Lopo de Carvalho, 30-2º • 6300-700 Guarda
Contacte-nos!
Tel: 271212153 antonio.gil-5388C@adv.oa.pt
Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 • • 15

Sp. Covilhã empata


Futebol feminino
Covilhã acolhe
primeira final
da Taça da Liga
A primeira final da Taça
da Liga de futebol feminino vai
ter lugar na Covilhã, no Estádio
Farense Serranos não perdem há quatro jornadas na IIª Liga,
desde a chegada de Daúto Faquirá ao comando técnico
DR
Ficha de Jogo
Municipal Santos Pinto, a 21 de
março, anunciou a Federação Árbitro: João Bento (AF Santarém)
Portuguesa de Futebol (FPF). Árbitros assistentes: Pedro Felisberto
e Carlos Covão
Frente a frente estarão os
dois primeiros classificados E. de São Luís,
da fase regular, que está a ser Faro
disputada pelo Braga (campeão
nacional em título), Benfica, Farense........................ 0
Sporting e Clube Futebol Benfi- Hugo Marques, Matheus Silva (Ban-
darra, 77’), Rafael Vieira, Luís Rocha,
ca. Para Manuel Candeias, presi- David Sualehe, Filipe Melo, Lucca
dente da Associação de Futebol (André Vieira, 82’), Ryan Gauld,
de Castelo Branco, a escolha da Arnold (Hugo Seco, 64’), Fábio Nunes
Covilhã para receber a edição e Fabrício Simões
inaugural do troféu é «uma hon- Treinador: Sérgio Vieira
ra grande» e o reconhecimento Sp. Covilhã................. 0
«da dedicação desta associação Carlos Henriques, Tiago Moreira,
à promoção e dinamização» do Zarabi, Brendon, Soares, Filipe
futebol feminino na Beira Baixa. Cardoso, Gilberto, Bonani (Rodrigo
«Esta é uma final que ficará para António, 87’), Mica, Jean Batista e
a história do futebol feminino, Kukula (Deivison, 79’)
Treinador: Daúto Faquirá
logo é especial para nós. Como
vai juntar clubes femininos de Golos: -
primeiro nível e atletas de alta
Ação disciplinar: Cartão amarelo para
competição conhecidas, vai Matheus Silva (9’), David Sualehe
certamente mobilizar as gentes (76’), Ryan Gauld (78’), Rafael Vieira
locais. Acredito que também (87’) e Deivison (90’+4’).
Jogo foi equilibrado, mas sem grandes jogadas de interesse
nos ajudará a dinamizar ainda
mais o futebol feminino a nível O Sp. Covilhã foi empatar foi o Covilhã a assumir maio- ofensivo, aparentemente sat- o guardião serrano Carlos
local», acrescentou o dirigente sem golos ao terreno do Farense, res despesas no controlo da isfeitas com o resultado, um Henriques travou. O resultado
em declarações ao site da FPF. líder da IIª Liga, e não perde partida. Os serranos criaram cenário que as várias sub- isolou o Farense no topo da IIª
Por sua vez, José Mendes, desde a chegada de Daúto Fa- duas boas ocasiões já no final stituições operadas não vi- Liga, em virtude da inesperada
presidente do Sp. Covilhã, aplau- quirá ao comando técnico, tendo da primeira parte, primeiro eram modificar. Os algarvios derrota do Nacional na Cova
diu a escolha do Santos Pinto somado no domingo o quarto por Mica aos 34’ e volvidos surgiram mais ofensivos e da Piedade, enquanto o Sp.
que tem «todas as condições jogo consecutivo a pontuar. quatro minutos por Kukula, dominadores e foi do Farense Covilhã desceu um lugar para
para proporcionar um grande O jogo da 17ª e última ambas defendidas por Hugo o primeiro remate da etapa a quarta posição com 28 pon-
espetáculo às equipas que che- jornada da primeira volta foi Marques com grande classe. complementar, que só surgiu tos, menos um que o Mafra,
garem à final». O responsável equilibrado, mas sem grandes Já para os locais registo de um aos 72’. Mas, nos minutos terceiro classificado.
recordou que o estádio onde jogadas de interesse com as cabeceamento perigoso de finais, o líder do campeonato No próximo domingo, os
jogo o clube da IIª Liga foi alvo equipas a não quererem ar- Matheus Silva aos 40’. intensificou a pressão e criou comandados de Daúto Faquirá
de obras de remodelação e está riscar muito e a preservarem o O arranque da segunda os melhores lances pelo iso- joga no Porto com a equipa B
«mais do que preparado para nulo. Os minutos iniciais foram parte mostrou duas equipas lado Fábio Nunes aos 78’ e dos “dragões” no arranque da
receber equipas de topo e mui- repartidos e pouco depois inoperantes do ponto de vista por André Vieira aos 83’, que segunda volta.
tos adeptos».
PUB

Equipamentos
Abertas candidaturas
ao PRID
Estão abertas até 20 de fever-
eiro as candidaturas ao Programa
de Reabilitação de Instalações De-
sportivas (PRID), executado pelo
Instituto Português do Desporto
e da Juventude (IPDJ).
O procedimento destina-se
a modernizar e requalificar o
parque desportivo de clubes e
associações de base local para
melhorar as condições da prática
desportiva nas comunidades.
As candidaturas decorrem no
portal (http://www.ipdj.pt ).
Consideram-se despesas elegíveis
intervenções diversificadas rela-
cionadas com obras de renovação,
reabilitação e conservação de
instalações dos clubes. A compar-
ticipação do IPDJ não pode ultra-
passar 50 por cento do total das
despesas que se consideraram
elegíveis, no valor máximo de 50
mil euros, IVA incluído.
16 • • Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 Publicidade

Atletismo
Distritais de corta-mato correm-se
Rua do
do Campo,
Campo, 55 –– 1º
1º Dto
Dto -- 6300-672
6300-672 Guarda
Guarda Lic.NºNº15550
2890 –– AMI
AMI
em Belmonte
Rua Lic.
Belmonte acolhe este domingo os campeonatos
Telefone: 271211730
Telefone: 271 211 730- 967543140
– 967 543 140 www.predialdaguarda.pt
www.predialdaguarda.pt
VENDE
distritais de corta-mato da Guarda e Castelo Branco,
ID:1173B Garagem No centro com boa localização. O portunidade…. .…8.000€ numa organização das respetivas Associações de
Casa Rústica Zona do Mondego para restaurar com terreno.. .12.500€
ID:1179
ID:1220 Vivenda A 20km da cidade da Guarda, pronta a habitar. Só!.. ..27.000€
Atletismo. As provas para todos os escalões etários
D:1140B Casa Rústica Em pedra, isolada a 10 minutos do centro… ….27.500€ decorrem nos terrenos anexos ao pavilhão desportivo
ID:1131 Casas Rústicas A precisar de obras com terreno envolvente.. .29.900€
D:1258 Moradia Para remodelar na zona de Sequeira com terreno…. ..30.000€ da vila. Os infantis são os primeiros a partir, pelas
D:1143 Casa Rústica Para remodelar com 42.502m² de terreno…..…..31.000€
ID:1300 T3 Centro A necessitar obras,3 quartos, sala, cozinha, sala….33.500€
10 horas. A corrida das seniores, juniores e masters
ID:1241C Lote Na Guarda para construção de moradia. OCASIÃO!..…..35.000€ femininos, na distância de 5.800 metros, tem início
ID:1238 T2 Pinhel Coz. mobilada c/ lareira, garagem, logradouro……. .41.000€
ID:0159 Quinta Com 3 poços, tanques 2 casas de apoio. 8.500m². Só!.45.000€
pelas 11h10, e quarenta minutos depois partem os

VIDENTE
ID:0000 T3 Centro A precisar algumas obras de remodelação…….… ..46.900€ masculinos, que terão pela frente 7.000 metros. No
ID:1267 Casa Rústica Casa em ruinas p/restaurar com terreno………..58.000€
ID:0361 T4 Centro Completamente mobilado e equipado, garagem…...79.900€ ano passado, na Aldeia de Santo António (Sabugal),
ID:1265 T2 Centro Coz. mobilada, roupeiros, 1 wc, despensa, sótão….84.900€
ID:0971 T3 Centro Todo remodelado. Sótão e lugar de garagem……....95.000€
Daniel Gregório e Djamila Tavares sagraram-se
ID:0829 T3 Duplex Com lareira, 3quartos, 2wc´s, lugar de garagem… ..95.000€ campeões distritais da Guarda. O atleta do CA Seia
Com longos anos de experiência
2
ID:0000 Vivenda A 10minutos do centro, c / 2500 m de terreno….…. ...95.000€
ID:1254 T3 Centro Ocasião! Com sótão e garagem. Bem situado!.…....95.000€
correu os 8.350 metros em 28m49s, enquanto a corre-
ID:0545 V4 Guarda Moradia próxima da Guarda, c/ 4 quartos…… ….100.000€ dora da ACR Senhora do Desterro (São Romão, Seia)
ID:1000 V4 Isolada C/4 quartos, 2 wc´s, adega, garagem, quintal… …115.000€ Trata inveja, mau olhado, espiritual, estudos, negócios,
ID:1262 T3 Guarda Aquec.central a lenha, sótão,garagem p/2 carros. 117.500€ completou os 7.500 metros em 30m48s.
ID:0580 Lote Para Construção no Bairro do Pinheiro, c/ 945m²…... ….125.000€ empresas, amor, problemas familiares, saúde, etc.
ID:1155 T3 Guarda Aquec. central,lareira, garagem p/2 carros,sótão...132.500€
Sempre pronto a dar resposta aos seus problemas.
ID:1022 V4 Guarda Coz. e sala comum, aquec. central, garagem… …145.000€
Esgrima
Saiba tudo sobre o seu futuro e o porquê que tudo
2
ID:1251 Quinta C/ moradia nova, 6 quartos, c/ terreno 30.000,00m ... 220.000€

IID:1075B Salas
ARRENDA
Centro Salas c/ 20 m2, óptimo, para explicações……. ….…90€
corre mal em sua vida? Ana Campos em destaque
ID:0972C Escritório Centro Com 30m², óptimas vistas, 1 wc………….…...150€
2
IID:1050 Loja Guarda Loja para comércio c/ 110 m , 2 wc´s, c/armazém …220€
Não hesite, fale com quem sabe. Tenha FÉ: no Circuito Nacional
ID:0316 Escritório Centro Com 30m², c /2 salas, 1 wc, boa localização….250€ 271238451 ou 969012923 Ana Campos (Penta Clube da Covilhã) esteve em
IID:0972B Loja Guarda Com 2 salas, recepção,2 wc´s, bem localizada…...250€
ID:0653 Escritório Centro Todo remodelado, sala ampla c/varanda,1 wc.. 275€ destaque na segunda jornada do Circuito Nacional de
ID:0334 T1 Centro Cozinha mobilada c/ lareira, 2 quartos,1 wc, sótão….. ..300€
ID:0886 T3 Centro Coz. mobilada e equipada, roupeiro, 2 wc, marquise... .330€
Empresa de transportes admite: Esgrima de juniores e seniores, que se disputou no
último fim de semana na Brandoa (Lisboa).
2
IID:1240C Loja Guarda Loja para comércio c/ 163 m , 2 wc´s, 2 salas ……350€
IID:0851B Loja Centro Loja r/chão, c/ cave p/ arrumos, bem localizada.…..400€
COMERCIAL
ID:1171 T3 Centro Todo mobilado e equipado, despensa, 2 wc, marquise. 400€ Procuramos profissional com o seguinte perfil: A covilhanense, ainda cedente, venceu as duas
ID:1246 T2 Centro Completamente mobilado e equipado, 1 wc, marquise. 400€
• Fluente na língua francesa (imprescindível); provas da arma de sabre e ganhou novo alento na sua
Predial da Guarda Vende, • Conhecimentos de língua inglesa; preparação rumo ao Campeonato da Europa agendado
• Informática na ótica do utilizador; para fevereiro. O PCC adianta que a competição de es-
Arrenda, Administra imóveis. • Valorizam-se conhecimentos e relações comerciais pada foi adiada devido às más condições de prática das
PUB
no setor de transportes; pistas, o que inviabilizou a participação de quatro atletas
Oferecemos: do clube da Covilhã.
• Formação;
• Disponibilização de computador portátil; PUB
• Trabalho a partir de casa;
Enviar Curriculum Vitae para Apartado 196, 6300-909 GUARDA

Diretor e Editor: Luís Baptista-Martins • Rua da Corredoura, 80 - R/C AVISO N.º 1/2020 (Extrato)
Dto - C • 6300-825 Guarda •

Redação: Luis Martins (Chefe de Redacção) e Sofia Craveiro. • Conselho Editorial: ESTÁGIOS PEPAL- 6.ª EDIÇÃO 2.ª FASE
António Ferreira, Nuno Amaral Jerónimo, Cláudia Quelhas, João Canavilhas, José
O Município de Celorico da Beira torna público que, nos termos e para efeitos do n.º
Carlos Alexandre, Diogo Cabrita e Maurício Vieira.
1, do artigo 6.º, do Decreto-lei n.º 166/2014, de 6 de novembro, alterado e republicado
pelo Decreto-lei n.º 46/2019, de 10 de abril, conjugado com o estabelecido no artigo
Colunistas e Colaboradores: Acácio Pereira, Albino Bárbara, Ângela Guerra, António 3.º, da Portaria n.º 114/2019, de 15 de abril, que por aviso publicado no site oficial do
Costa, António Ferreira, António Godinho, Cláudia Quelhas, David Santiago, Diogo Município de Celorico da Beira e no Portal Autárquico, encontra-se aberto pelo prazo
Cabrita, Eduardo Lourenço, Fernando Pereira, Fidélia Pissarra, Frederico Lucas, de 10 (dez) dias úteis, contados da data de publicação do aviso, procedimento para a
Hélder Sequeira, Honorato Robalo, João Canavilhas, Joana C. Pereira, Joana Dente, contratação de 1 estagiário, na seguinte área:
João Mendes Rosa, João Morgado, João Santiago Correia, Joaquim Igreja, Jorge Noutel,
José Carlos Alexandre, José Carlos Breia Lopes, José Pires Manso, Júlio Sarmento, Referência A) Licenciatura em Arqueologia, especialização em conservação preventiva
Melanie Alves, Miguel Castelo Branco, Miguel Moreira, Miguel Sousa Tavares, Norberto de documentos- 1 estágio
Gonçalves, Nuno Jerónimo, Telma Madaleno e Víctor Afonso. Desporto: António
Filipe Pinto Silva, Arlindo Marques, Cristina Sofia, Daniel Soares, José Luís Costa, Miguel Machado O aviso de abertura encontra-se disponível para consulta no site oficial do Município
Fotojornalista e Rui Geraldes. • Cartoon: Maurício Vieira. • Paginação: Jorge Coragem • Projeto de Celorico da Beira (www.cm-celoricodabeira. pt) e no Portal Autárquico (www.
Gráfico: Maurício Vieira. • Departamento Comercial: Natalina Martins • Impressão: portalautarquico.dgal.gov.pt).
FIG-Indústrias Gráficas, S.A. • Rua Adriano Lucas – 3020-430 Coimbra • Telefone
Município de Celorico da Beira, 10 de janeiro de 2020
239 499 922 • Fax 239 499 981 • e-mail: fig@fig.pt • Sede, Redação e Publicidade:
Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda N.I.P.C. – P-504847422.
Escadas do Quebra Costas, Nº 2 • 6200-170 COVILHÃ O Presidente da Câmara Municipal
• Nº de registo na ERC: 123436 • Depósito Legal:146398/00 • Tiragem desta
Telef. 275 336 805 • Telem. 919 487 978 • Telem. 964 196 950 edição: 5.200 exemplares • Periodicidade: Semanário • Edição Internet: O Interior •
E-mail: filipepintofoto@sapo.pt • fotoacademica@hotmail.com Propriedade: JORINTERIOR - Jornal • O Interior, Ldª. Detentores com 5% ou mais Carlos Manuel da Fonseca Ascensão
do capital da empresa: José Luís Carrilho Agostinho de Almeida e Luís Baptista-Martins.

Estatuto Editorial: https://www.ointerior.pt/ficha-tecnica/ •


Guarda - Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt
• publicidade@ointerior.pt O Interior, nº 1046 de 23/01/2019

Cupão de Anúncios Classificados


Envie o seu anúncio classificado para Jornal O Interior, Rua da Corredoura, 80 R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Condições gerais dos classificados
Localização Identificação
do anúncio
1. Preencha o cupão com texto em maiúsculas,
deixando um espaço entre cada palavra. Nome: __________________________________________________________________
Grátis

2. O preço é acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Imobiliário


*

3. É obrigatório o envio do número de contribuinte (NIF).


4. A identificação é um campo de preenchimento
Vende-se Aluga-se Morada: ________________________________________________________________
obrigatório. A falta de elementos pode implicar a não Trespassa-se Diversos
publicação do anúncio.
5. A “O Interior” reserva-se o direito de rejeitar a
Emprego Código Postal: ________ - _____ Localidade: ___________________________
Euros
2,50

publicidade que não esteja de acordo com a sua Oferece-se Precisa-se


orientação editorial.
6. A recepção de anúncios para cada edição Veículos Contribuinte nº: _________________ Contacto: ______________________
termina 72 horas antes da data da publicação. Vende-se Procura-se
7. Não se aceitam cópias, faxes ou emails deste cupão. Assinatura ________________________________ Data ___/___/______
Euros
4,00

Diversos
* Grátis até à 2ª publicação, a partir
da qual acresce um custo de 2 euros. Para esclarecimentos pode contactar-nos através do telefone 271212153 ou para ointerior@ointerior.pt

Modo de Pagamento: O recibo ser-lhe-á enviado posteriormente


Transferência Bancária (forma mais rápida e vantajosa) Transferência Avulsa Transfira o valor em questão para o NIB indicado e junte
Autorização de pagamento: Exmos Senhores, por crédito na conta abaixo indicada, queiram proceder,
até nova comunicação aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo Jornal O Interior. IBAN: PT50 001000002256785000177 a este cupão o talão comprovativo da transferência.

Banco _____________ Balcão _____________ NIB _________________________ Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________
Nome do Titular _______________________________________________________ Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Numerário
Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 • • 17

Taça de Honra AF Guarda Rali Dakar

Manteigas e Vila Cortês Mário Patrão foi 32º


eliminados. Nespereira, numa edição «difícil
e perigosa»
da IIª Divisão, apurado DR
DR

Mário Patrão (KTM) terminou o Rali Dakar na 32ª posição


da geral, ganha pelo norte-americano Ricky Brabec (Honda).
Na sexta-feira, na 12ª e última etapa da prova rainha do
todo-o-terreno mundial que decorreu pela primeira vez na Arábia
Saudita, o piloto de Seia foi 29º classificado, a 16m22s do vence-
dor, o chileno José Ignacio Florimo (Honda). Mário Patrão foi o
segundo melhor português na competição, atrás de António Maio
(Yamaha), que foi 27º da geral. A edição deste ano ficou marcada
pela morte do português Paulo Gonçalves (Hero) e na penúltima
O Nespereira (na foto) é o da eliminatória o Aguiar da Beira sorriu ao líder do Distrital da Iª etapa outro acidente grave obrigou à hospitalização do holandês
único sobrevivente do Distrital foi ganhar 2-1 a Manteigas e afas- Divisão, que converteu quatro Edwin Straver (KTM). O motard foi prontamente ajudado pelo
da IIª Divisão na Taça de Honra da tou o atual segundo classificado grandes penalidades contra três senense, o primeiro a parar junto do acidentado e a pedir ajuda.
AF Guarda, cujos oitavos de final do campeonato da Iª Divisão. É dos trancosenses. No dérbi do «Ao quilómetro 120, enquanto estava a tentar encontrar um
foram disputados no domingo. uma vitória moralizadora para concelho de Gouveia, Paços da “waypoint” [ponto de passagem obrigatória], vi um piloto caído,
Também os primodivisioná- uma equipa ainda marcada pelo Serra (IIª) e Gouveia empataram chamei de imediato a equipa médica e estive a prestar auxílio até
rios Sp. Mêda, Aguiar da Beira, acidente de viação sofrido por 2-2, com a equipa da sede do à sua chegada. Senti a pulsação no pescoço dele assim que me
Gouveia, Vilanovenses, Soito, Vila parte do plantel a 8 de dezembro município a levar a melhor nos aproximei, mas, de repente, deixei de sentir», contou o piloto de
Franca das Naves e Sp. Vilar For- e do qual resultaram oito feridos. penáltis com três remates certei- Paranhos da Beira no final da etapa.
moso garantiram o apuramento Mais disputadas foram as ros enquanto a formação da casa Soube-se depois que Edwin Straver, de 48 anos, esteve em par-
para a eliminatória seguinte. restantes partidas desta jorna- esteve de pontaria desafinada. agem cardíaca durante dez minutos, antes de ser reanimado pelos
Quem ficou pelo caminho foram o da da Taça. Vilanovenses e Vila Também o jogo Sp. Vilar médicos da prova, que entretanto chegaram ao local. «Foram os
Manteigas e o Vila Cortês do Mon- Cortês do Mondego empataram Formoso-Celoricense foi deci- dez minutos mais longos da minha vida», confessou Mário Patrão,
dego, vencedor do troféu na época 3-3 e o vencedor “saiu” na lotaria dido na conversão de grandes que só saiu «quando o entubaram e o levaram». No balanço desta
passada. No domingo o Nesperei- dos penáltis, com a equipa do penalidades após a igualdade 2-2 participação, o piloto da KTM admitiu que foi «um ano difícil, mas
ra derrotou em casa o Foz Côa (Iª concelho de Gouveia a marcar três registada no final do tempo regu- consegui terminar, que era o principal objetivo. Foi um Dakar num
Divisão) por 2-1 e apurou-se para grandes penalidades contra uma lamentar. O emblema da fronteira novo país, num novo continente e com muitas diferenças». Na sua
os quartos de final da prova, tal da formação da Guarda. O mesmo demonstrou maior serenidade e opinião, esta edição foi «muito mais rápida, com menos navegação
como o Soito que foi vencer 2-1 sucedeu no Trancoso-Mêda, o apurou-se com quatro penáltis e mais perigosa. O descontentamento é geral e a organização terá
ao terreno do Pinhelenses (IIª) e outro jogo grande da eliminatória concretizados contra dois dos vi- muito trabalho para o próximo ano». No final de mais esta aventura,
o Vila Franca, que ganhou 2-0 em cuja igualdade final a uma bola foi sitantes. Os quartos de final estão Mário Patrão agradeceu aos seus patrocinadores, dizendo que sem
Almeida. Num dos jogos grandes desfeita nos penáltis. Aqui, a sorte agendados para 23 de fevereiro. eles «estar aqui não seria possível».

Futebol distrital
Campeonatos regressam no domingo
Os campeonatos distritais Manteigas, primeiro e segundo Gouveia-Foz Côa, Almeida-Vila Vilar Formoso e Fornos-Aguiar Sabugal, Paços da Serra-Guarda
regressam este domingo. Na Iª classificado, respetivamente. Franca, Vila Cortês-Celoricense, da Beira. Na IIª Divisão estão FC e Casal Cinza-Pinhelenses.
Divisão há um escaldante Mêda- Na 13ª jornada jogam ainda Soito-Vilanovenses, Trancoso- agendadas as partidas Freixo- Folga o Nespereira.

Cupão de Assinatura
Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
18 • • Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020

agoradigoEU
opinião
David Santiago
opinião
Albino Bárbara Guarda, cidade candidata
Foi apresentada na passada semana, no pequeno auditório Monteiro, João de Almeida, Avelãs Nunes, Esperança Pina,

Crónica de duas do TMG, o executivo da candidatura da Guarda a Capital Euro-


peia da Cultura, presidido por Pedro Gadanho.
José Rabaça, João Gomes, Pinto Peixoto, Abel Manta, Pina
Monteiro, Patrício Gouveia, Pinto Balsemão, Avelino Cunhal,

mortes anunciadas?
Escutei com atenção as propostas que tem em carteira e, Odete Santos, Pinharanda Gomes, Nuno de Montemor, Sousa
reconhecendo toda a capacidade ao arquiteto, percebe-se que o Martins, Lopo de Carvalho, Botto Machado e Eduardo Lourenço,
exercício de retórica deu lugar a inúmeras figuras de estilo que estas algumas das muitas personalidades que podem figurar
O comportamento de Joacine Katar Moreira afigura- poderiam servir genericamente para justificar a candidatura de no enorme livro do registo beirão.
se tão surreal quanto o livro de Gabriel García Márquez. A uma ou de todas as outras cidades candidatas. Fiquei a saber A Guarda tem história. Assim, logo após a independência
deputada tornou-se uma adaptação parlamentar da jovem que o fator de união entre os 17 municípios, apoiantes da nossa de Portugal foi criada uma província fronteiriça designada por
personagem Angela Vicario. Ambas desenvolveram uma candidatura, poderá ser uma ciclovia, mesmo conhecendo a Beira, cuja capital era a Guarda. Aliás, a evolução do termo Beira
obsessão que as torna incapazes de alcançar o fim que as morfologia das serranias beirãs, pois quanto ao resto, quanto foi muito bem explicado por Pina Manique e Albuquerque nas
move, mas se Angela se apaixonou por outrem, a paixão aos costumes, disse nada. suas crónicas do jornal “O Districto da Guarda” e este evoluiu
de Joacine não é por ninguém que não por si mesma. Aceitando que esta candidatura deve ter em conta a de tal forma que se estendeu até ao litoral. A nossa terra foi o
E é aí que reside o problema central do diferendo valorização do património, a que se somam manifestações centro de toda a evolução chegando a ser proposto a Oliveira
entre a primeira deputada eleita pelo Livre e o partido fun- culturais, correntes artísticas, criação, mobilização, defesa do Salazar, em agosto de 1937, a constituição de uma província
dado por Rui Tavares: Joacine perdeu-se de amores por ambiente, numa promoção do diálogo cultural, é de todo o designada por Beira Serra, cuja capital era na Guarda.
si própria e não parece ter condições para se reencontrar. reconhecimento entender que a Guarda consegue satisfazer Uma outra questão tem a ver com a participação e empe-
Isso torna inverosímil o reencontro entre Joacine e o Livre. todos estes pressupostos podendo surpreender todas as nhamento do movimento associativo em todo este processo.
Em contracorrente com a convicção dominante, sem- outras candidaturas. A Guarda, fruto de vários fatores, é o exemplo vivo daquilo que
pre considerei haver espaço no quadro político nacional A Serra da Estrela é Geoparque da UNESCO e o mesmo se é a riqueza associativa, onde mais de um terço da população
para um partido como o Livre. Apesar de ser estreita a passa com as gravuras rupestres do Côa, temos a maior bacia assume postura de grande responsabilidade e participação.
margem de afirmação entre o PS e o Bloco de Esquerda, hidrográfica do país, rio Mondego, rio Zêzere a desaguar no Neste preciso momento nota-se um enorme distanciamen-
o Livre surgiu como a primeira força política capaz de se Tejo, Côa a desaguar no Douro. O riquíssimo ecossistema do to da candidatura para com o mundo associativo consubstan-
afirmar desassombradamente de esquerda e europeísta, rio Águeda, as serras da Marofa e Malcata, as praças-fortes, as ciado, apenas e tão só, no chamamento para apadrinhar as suas
deixando o antieuropeísmo crítico para a sua esquerda (Bloco aldeias históricas, pelourinhos, calçadas romanas, monumen- comissões, estando muito a tempo de inverter este estado de
e PCP) e o europeísmo acrítico para a sua direita (PS). Foi tos megalíticos: Almeida, Castelo Rodrigo, Celorico da Beira, coisas e assim envolver a população, entendendo, em definitivo,
também o primeiro partido a defender o diálogo à esquerda Linhares, Trancoso, Marialva, Sabugal, Sortelha, Vilar Maior, que este mundo está em condições de o fazer, pois aqui luta-se
que esteve na base da geringonça. Jarmelo, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo. A principal diariamente por aquilo em que se acredita, sabe-se estar e, de
O sucesso eleitoral não foi imediato, mas houve bons fronteira terrestre. As duas linhas de caminho-de-ferro: Beira certeza absoluta, não se pede nada em troca.
resultados e Rui Tavares esteve perto de ser eleito para o Alta e Beira Baixa. A A23 e A25 (de preferência sem portagens). Sem o envolvimento efetivo do mundo associativo, a que
Parlamento Europeu. Havia, portanto, caminho para andar. A produção do vinho do Porto, a produção dos vinhos do Douro, se soma a motivação para uma forte participação da população
Esse caminho foi encurtado pelo atalho que resultou do das Beiras e do Dão. O resistente sector têxtil. O melhor queijo nesse processo de cidadania, a candidatura está coxa, não tem
imperfeito sistema de primárias abertas, do qual saiu do mundo. O de cabra, o segundo melhor do globo. O mel, o os dois pés para andar. As muletas, por mais importantes que
Joacine como cabeça de lista do Livre por Lisboa. azeite, a amêndoa, o termalismo e o nosso ar. A vaca jarmelista, a sejam, são muletas e continuarão a ser eternamente muletas.
Depois o Livre entrou no Parlamento pela mão de ovelha churra e bordaleira, o cão da serra, o artesanato, as praias Estando de alma e coração no apoio a esta candidatura, e
Joacine, mas a deputada logo fechou a porta à entra- fluviais. Os monumentos da cidade. A nossa catedral. A presença não pretendendo fazer o papel do tal velho do Restelo, tenho
da do partido na Assembleia da República. Ao invés judaica. As sinagogas. O turismo religioso, a cultura popular, a para mim que a forma e conteúdo desenhados nunca serão
de afirmar o europeísmo e ambientalismo do Livre, gastronomia beirã, a fauna e a flora serrana, a neve, o Museu dos interpretados como os melhores indicadores para a escolha da
Joacine quis ser a deputada “anti” (antirracismo, anti- Lanifícios, a cereja, a ginja, o TMG, a UBI e o IPG. O abraço fraterno, Guarda para Capital Europeia da Cultura. A leitura está feita. O
extrema-direita, etc), sempre baseada num discurso a proximidade de “nuestros hermanos” de Castela e Leão. poder político fez a sua opção. No próximo ano cá estaremos
identitário e sem nada propor. Pelo caminho, esqueceu- E depois os inúmeros rostos que a História identifica: para lhes dar os parabéns, ou não. Vitória moral aqui não
se da sua grande bandeira, a lei da nacionalidade, que Afonso Costa, Augusto Gil, Rui de Pina, Almeida Santos, Veiga interessa para nada.
não entregou a tempo de ser discutida em plenário, e Simão, Carvalho Rodrigues, Sacadura Cabral, Virgílio Ferreira, Quanto ao resto tem a ver com o tempo. Esse, que é de
insistiu em narrativas de discutível eficácia e nenhuma Dinis da Fonseca, Vilhena de Carvalho, Mário Canotilho, Pinto certeza o melhor conselheiro. E esse tempo nos dirá…
compreensão: do “desamor” pelo Orçamento do Es-
tado à “indiferença” face ao excedente orçamental. A
moderação deu assim lugar ao radicalismo.
Entrementes
Os “fait divers” em que Joacine se enredou não
são culpa do Livre nem da comunicação social, antes Seremos uns mais iguais
e somente reflexo de uma personalidade deslumbrada,
egocêntrica, irascível e imatura. Além de que argumentar
que a sua gaguez em nada limitaria a compreensão da sua
opinião
Norberto Gonçalves que outros?
mensagem revela total inconsciência, já que até hoje não «Todos os animais são iguais, mas uns são mais iguais de energúmenos (sim, energúmenos. Que outro apodo se
houve nenhum discurso em plenário em que os jornalistas que outros», é, provavelmente, a frase mais badalada do livro lhes poderá dar?...) que, de norte a sul, têm apontado a
não tenham sentido dificuldades para a compreender – e “O Triunfo dos Porcos”, de George Orwell. No entanto é já uma profissionais destas áreas. No caso dos nossos hospitais
os jornalistas farão seguramente maior esforço do que o evolução do mandamento inicial que, pura e simplesmente, que, todos sabemos, não são propriamente um exemplo de
comum e desinteressado dos eleitores. rezava que «todos os animais são iguais». bom funcionamento, parte-se para a violência de uma forma
O Livre ficou num beco sem saída. Se retira a confian- Vem isto a propósito das agressões sofridas por uma juíza e com uma facilidade assustadora. Os punhos são a arma
ça política a Joacine e esta fica como deputada não ins- e uma procuradora do Ministério Público em pleno tribunal de preferida dos imbecis…
crita, o Livre perde capacidade de afirmação parlamentar, Matosinhos. Como consequência imediata do ato, à agressora No caso da Educação, os casos são mais do que muitos.
logo eleitoral, e arrisca ter perdido a grande oportunidade foi aplicada a medida de coação mais grave: prisão preventiva. Agora, quando se pretende que nas escolas, além de se ensinar
para se enraizar no sistema político nacional. Se mantiver Houve, com toda a certeza, razões ponderosas que levaram a também se eduque, os professores têm que ser, além de do-
confiança na deputada, fica amarrado à entropia dos esta medida, disso não duvido. Depois, célere, o Ministério da centes, psicólogos, assistentes sociais e, não raro, substituir-se
desmandos de Joacine e a um futuro de paulatina des- Justiça veio condenar os factos ocorridos lembrando a impor- à família. Depois, bem, depois, há casos em que uma qualquer
credibilização. Já Joacine tornou-se uma caricatura de si tância dos tribunais na democracia portuguesa. atitude desagrada às famílias e eis que surgem as agressões.
mesma e do que quis defender e o seu futuro político não Bem sei que os tribunais são um dos órgãos de soberania Os punhos são a arma preferida dos imbecis…
irá além da legislatura. Tudo aponta para que estejamos e que, como tal, devem ser respeitados cabendo ao cidadão Perante tudo isto, quais foram as medidas de coação
confrontados com duas mortes anunciadas. cumprir as regras que garantam o seu bom funcionamento. aplicadas a estes agressores?... Alguém já ouviu uma palavra
No entanto, não posso deixar de pensar noutras situações que que seja do titular da pasta da Educação sobre os múltiplos
PS: Este texto foi escrito já depois do congresso do têm vindo a público (com muito menor eco na comunicação casos que vieram a público?...
Livre realizado no fim de semana e que terminou com social…) de repetidas agressões, físicas e psicológicas, a Como se vê, tratamento diferente para casos em que há
sinais tão ténues quanto improváveis de aproximação outros profissionais que, como juízes e procuradores, têm o agressores e agredidos. Ou será que os setores da Educação e
entre as partes. Mas também sem ser conhecida a decisão direito constitucional de não serem violentados no exercício da Saúde são filhos de um deus menor na nossa democracia?...
da nova assembleia eleita sobre a retirada de confiança das suas profissões. Orwell, quase oito décadas depois, parece continuar a ter ra-
política a Joacine. Professores, médicos e enfermeiros têm sido alvo fácil zão: somos todos iguais, mas uns somos mais iguais que outros…
Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020 • • 19

mitocôndrias e quasares
opinião opinião
António Costa
antoniomanuelcosta@gmail.com
Nuno Amaral Jerónimo
extremo.acidental@gmail.com
Observatório de Ornitorrincos
O enigma dos genes Não me fraudes
musicais Na semana passada, o ministro Pedro Nuno San-
tos, a versão lusitana de Iznogoud, o pequeno vizir que
queria ser califa no lugar do califa, proferiu a seguinte
trarmos».
«O Chagas Freitas não é uma fraude literária,
podemos é falhar a encontrar alguma coisa que
Não é fácil definir o génio, já que se trata de um conceito que invoca
frase: «O orçamento não é fraude política, podemos é gostemos».
não só uma capacidade acima da média para a criatividade e para a exce-
falhar a executar com o que nos comprometemos». «O campeonato não é uma fraude desportiva,
lência, mas uma capacidade intrínseca que antigamente se considerava
Iznogoud Santos introduz na sociedade portu- podemos é falhar a marcar faltas e foras-de-jogo
inata, uma espécie de dádiva dos deuses.
guesa uma linha de argumentação rica em possibi- contra clubes dirigidos por Vieiras».
Sabe-se que algumas capacidades relacionadas com a perceção
lidades e com grande permeabilidade para situações «A saúde não é uma fraude nacional, podemos é
musical, e que têm uma importante componente hereditária, podem ser
da vida quotidiana. Sempre atenta às transformações falhar a tratar aquilo com que vivemos».
características dos génios musicais. Por exemplo, verificou-se com o
semânticas e pragmáticas da comunicação (e nunca «Portugal não é uma fraude europeia, podemos é
chamado ouvido absoluto, a capacidade de reconhecer o tom do som
às alterações parvas de grafia), esta coluna ilustra o falhar a conseguir aquilo com que sonhámos».
sem nenhuma referência sonora. A probabilidade de uma pessoa ter
seu venerável público (olá aos quatro) com variações «O Observatório de Ornitorrincos não é uma frau-
ouvido absoluto é quatro vezes maior se algum dos seus progenitores o
ao tema. de jornalística, podemos é falhar a perceber alguma
tiver, ainda que se saiba que a aprendizagem precoce da música facilita
«O plágio não é uma fraude académica, podemos coisa com que nos rirmos».
a muitas pessoas a aquisição desta capacidade. Possuir ouvido absoluto
é falhar a escrever com aquilo que sabemos».
modifica o funcionamento cerebral dos seus detentores. Estas pessoas
«O sexo ocasional não é uma fraude conjugal, * O autor escreve de acordo com a antiga
mostraram diversas capacidades, como identificar as notas de forma
podemos é trair o cônjuge com pessoas que encon- ortografia
isolada ou simultânea junto de outras notas, ou reproduzir na perfeição
uma melodia ouvida uma só vez sem recurso a uma partitura.
Graças a técnicas de neuroimagem pode seguir-se atualmente a pista
anatómica desta capacidade musical. Esta ideia começou em meados do opinião
século XIX, quando o cérebro de Hans von Bulow, destacado pianista e
maestro, foi analisado após a sua morte. Revelou um tamanho maior
para algumas regiões cerebrais, entre elas a circunvolução superior do
Camisola de gola alta: sim ou não?
lobo temporal. Estudos posteriores sugeriram que o tamanho do planum Joana Dente* as camisolas de gola alta picavam no pescoço. Isso já
temporale é maior em pessoas com capacidades musicais extraordinárias. era! Há materiais fantásticos, de fibras naturais que a/
Também se tentou localizar a região da genialidade musical investi- Dividem as opiniões de o farão sentir muito confortável.
gando pessoas com perdas de capacidades musicais devido a trauma- homens e de senhoras e, Lembre-se sempre que um camisolão de gola alta
tismos ou acidentes cerebrais. Em geral, a genialidade tem sido sempre se houve tempos em que, conjugado com calças de fato de treino são uma com-
associada a personalidades que apresentam uma maior frequência de de algum modo, caíram em binação permitida apenas em videoclips de Hip-Hop!
doenças mentais. Decerto famílias como a de Bach apoiam a ideia de desuso, a verdade é que, nos Se a parte de baixo do seu look for larga, a camisola
um componente genético da genialidade musical. Dos 54 antepassados, últimos anos, conquistaram de gola alta deve ser justa, se a parte de baixo for justa,
parentes próximos e descendentes masculinos de Johann Sebastian novamente um especial lugar a camisola pode/ deve ser larga.
Bach, 47 foram músicos e 17 compositores. Há, sem dúvida, um claro na ribalta. Fios e colares são compatíveis com gola alta,
fator ambiental, mas este também se encontra em famílias como as de Steve Jobs fez delas o seu uniforme e influenciou quer tenham a finalidade de alongar o pescoço, quer
Purcell, Couperin ou Schumann, e nelas não se observa este fenómeno. milhões de homens em todo o mundo, que optam de trazerem ao visual um ponto de interesse extra. Já
agora por colocar a camisa e a gravata de lado, no que toca a brincos, o mesmo não acontece: pense
substituindo-as por camisolas de gola alta. Consta na Audrey Hepburn que usava a sua camisola preta
Espaço
Público do Leitor que, já nos anos 50 e 60, tinham mesmo chegado a
ser consideradas uma peça tão versátil e essencial
quanto a “t-shirt” branca – só que muito mais distinta!
sem brincos ou apenas com umas pérolas e siga o
seu exemplo.
Por fim, fica a nota de que não há propriamente
O INTERIOR errou Como usar?
Há quem considere incompatíveis as palavras
uma regra no que diz respeito a sobreposição de
peças. Ainda assim, a menos que queira parecer a
Na última edição, na notí- Douro da Direção Regional de sexy e camisola de gola alta, ainda assim se for mesmo mascote da Michelin, o casaco exterior deve ser mais
cia referente à substituição de Agricultura do Norte. Na ver- fulcral para si não perder a sensualidade opte por um largo do que a camisola, deixando-se o uso de blazers
Paulo Esteves na Câmara da dade, esse era o cargo até então modelo mais justo. No caso de ser do sexo feminino ou de casacas justas para outros looks que não aqueles
Mêda, referiu-se erradamente desempenado por Júlio Félix, terá ainda opções como camisolas de gola alta “cro- que contemplam uma camisola de gola alta volumosa.
que o antigo vice-presidente do o novo vereador do executivo. pped” ou sem mangas.
município iria assumir funções Pelo lapso, as nossas desculpas Atente no tecido na hora de comprar: nem pense * @joanadente
de delegado para a Região do aos visados e aos leitores. em voltar às memórias dos tempos de infância em que Jurista / Makeup Artist / Fashion Stylist

Participe no espaço do leitor.


Diga de sua justiça.
Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto • 6300-825 Guarda
ointerior@ointerior.pt

Renove a sua Assinatura


Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
opinião
20 • • Quinta-feira • 23 de janeiro de 2020
rua da corredoura, 80 - R/C Dto - C 6300-825 Guarda
Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt

bilhete postal
publicidade@ointerior.pt • ointerior@ointerior.pt

Mau tempo

Vento arranca cobertura das


dcabrita@iol.pt
Diogo Cabrita

Morte em casa
piscinas municipais em Almeida DR - C.M. Almeida
Uma estranha conversa entre mim e
um familiar versou a temática intranquila e
emocional da morte em casa. Ela vai morrer!
É inexorável porque surgiu uma lesão que
já não podemos tratar e já não podemos
contornar. Eu queria que ela fosse para casa
com algum apoio porque o melhor para a
Josefa é carinho e o afeto da família. O pior
são as horas de espera num lugar desco-
nhecido, entre desconhecidos que ajudam,
mas não amam. Disse-me ele que ela não
queria ir para casa. Falei com Josefa que me
disse que achava que ele não era capaz de a
levar. Chamei-o. Falámos sobre os olhos que
mostram as almas. Falámos sobre o máximo
egoísmo dele não estar preparado para a
morte dela. Quem sofre, quem está mal é
Josefa. E as complicações? A única e brutal
é a morte – a dela, que sabe que vai morrer.
Morrer numa instituição é uma coisa triste,
onde não está quem amamos junto. Morrer
com a mão de alguém transporta o carinho, a
tranquilidade de não estar só. Hoje as famílias
rejeitam a compaixão e a solidariedade nos
momentos últimos. A dor trata-se com ade-
sivos carregados de analgésicos, a sede com
soros, os vómitos com sondas, o que não se
trata é o medo do fim, a ausência do amor.
Impressiona-te? Claro! E ela que perece? Ela
não quer ir porque os teus olhos são a montra
do teu peito. Nele dorme um egoísmo feroz
que te impede de estar junto da dor dela, da
morte que chega à Josefa só.
O vento forte que se fez sentir na feridos nem danos materiais significativos,
madrugada de segunda-feira arrancou com exceção do desabamento do telhado PUB

parte da cobertura das piscinas municipais do edifício das Piscinas Municipais em


e danificou a restante estrutura. O com- Almeida. Devido às fortes rajadas de
plexo está encerrado ao público por tempo vento e à consequente queda de árvores
indeterminado e autarquia está a avaliar os houve danos significativos na rede elétrica,
prejuízos, mas numa primeira estimativa nos distritos de Castelo Branco, Guarda,
admite que possam ser da ordem dos «80 Coimbra e Viseu, levando à interrupção
a 100 mil euros», adiantou a O INTERIOR do fornecimento de energia, informou a
o presidente do município. própria EDP Distribuição em comunicado,
«O vento levantou parte da cobertura e esta segunda-feira.
toda a restante estrutura em madeira está Na nota, a empresa informava que os
posta em causa. Já acionámos o seguro e municípios de Castro Daire, Pampilhosa da
estamos a fazer o levantamento dos danos», Serra e Mangualde foram os mais afetados
disse António José Machado. Segundo «com 28 linhas de Média Tensão inopera-
o edil, «houve vento com intensidades cionais, a grande maioria devido à queda de
idênticas noutras alturas, mas nunca com árvores». O município da Covilhã também
estas consequências. Houve aqui algum sofreu as consequências do mau tempo
fenómeno atmosférico extremo que fez a com ocorrências registadas em vários
sucção da cobertura, que foi literalmente pontos do concelho.
arrancada». O presidente da Câmara ad- No distrito de Castelo Branco a Pro-
mite pedir apoio ao Estado para reabilitar teção Civil registou 78 ocorrências relativas
o complexo municipal, cujo encerramento a quedas de árvores, sendo a Covilhã um
afeta «150 utentes habituais». Na região dos concelhos de maior incidência. Na
registaram-se sobretudo quedas de ár- freguesia da Erada um eucalipto centenário
vores. O anúncio da chegada da depressão com três metros de diâmetro foi arrancado
“Glória” fazia prever ventos até 110 km/h, o do solo, enquanto as vilas do Paul e Unhais
que levou o Instituto Português do Mar e da da Serra ficaram sem rede eléctrica du-
Atmosfera a colocar em alerta amarelo quatro rante mais de 16 horas, segundo avançou
distritos, entre eles Castelo Branco e Guarda. o Correio da Manhã. No caso de Unhais
De acordo com fonte da Proteção da Serra a eletricidade já foi reposta, mas
Civil registaram-se no distrito da Guarda O INTERIOR sabe que grande parte dos
93 ocorrências na segunda-feira, «a maioria moradores da vila estava ainda sem rede
quedas de árvores». Apesar da obstrução de comunicações móveis pelo menos até à
de vias não houve, segundo esta autoridade, data de fecho desta edição.

www.facebook.com/ointerior