Você está na página 1de 2

Nome: Lucas Barbosa de Andrade Turma: 2001-A

Tipos de Destilação
Destilação fracionada: Esse processo consiste no aquecimento de
uma mistura de mais de dois líquidos que possuem pontos de ebulição
diferentes. Assim, a solução é aquecida e separa-se inicialmente o líquido
com menor ponto de ebulição e, em seguida, o líquido com o ponto de
ebulição maior. No balão de vidro é colocada a mistura. Ao ser aquecida, a
substância de menor ponto de ebulição irá evaporar primeiro, e logo em
seguida, a outra substância vai evaporar também. Porém, ao encostar nas
bolinhas da coluna de fracionamento, a primeira substância vai condensar,
voltando para o balão, e a outra substância continuará subindo, até
encontrar o condensador.
O termômetro serve para manter uma temperatura constante, um
pouco acima do maior ponto de ebulição. Ao final do processo, o béquer
conterá o líquido mais volátil, e o balão de vidro terá o líquido menos volátil.

Destilação simples: é um processo que permite a separação de


substancias cujo ponto de ebulição é bem diferente um do outro. A solução
é colocada em um balão de destilação, feito de vidro com fundo redondo e
plano, que é esquentado por uma chama. A boca do balão é tampada com
uma rolha, junto com um termômetro. O balão possui uma saída lateral,
inclinada para baixo, na sua parte superior. Nessa saída é acoplado o
condensador. O condensador é formado por um duto interno, onde em volta
desse duto passa água fria corrente. Esse condensador é conectado em um
béquer ou erlenmeyer. A solução no balão é esquentada, até que o líquido
com menor ponto de ebulição comece a evaporar. Ao evaporar, ele só tem o
condensador como caminho a seguir. As paredes do condensador são frias,
pois a sua volta passa água fria. Ao entrar em contato com essas paredes
frias, o vapor se condensa, retornando ao estado líquido. Após algum
tempo, todo o líquido de menor ponto de ebulição terá passado para o
béquer, e sobrará a outra substância.

Destilação à pressão reduzida: Um líquido começa a “ferver” à


temperatura para a qual a sua tensão de vapor se torna igual à pressão
exterior. Portanto ao diminuir-se a pressão exterior o ponto de ebulição do
líquido diminui. A destilação a pressão inferior à atmosférica tem o nome de
destilação a pressão reduzida, e deste modo se tem podido destilar a
maioria dos líquidos orgânicos e muitos sólidos.

Destilação por arraste a vapor d’água: é usada para purificar


substâncias que se decompõem a temperaturas elevadas e para separação
de compostos voláteis de uma mistura de outros não voláteis. A substância
a ser separada por esse processo deve ser insolúvel em água, porque os
vapores d’água é que vão conduzir essa substância.
As aplicações da destilação são principalmente relacionadas à separação do
petróleo em diversos hidrocarbonetos de menor peso molecular. Também
pode ser utilizada na obtenção do oxigênio puro, através da destilação do ar
previamente liquefeito. Em alimentos, a destilação é especialmente
importante na fabricação de bebidas destiladas e na obtenção de essências
vegetais.
Consultas:
http://www.fc.unesp.br/lvq/animations.htm
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080216130635AAOTTjX
http://www.infoescola.com/quimica/destilacao-simples/