Você está na página 1de 24

RESUMO 1 – COMANDOS E FERRAMENTAS DO AUTOCAD 2011

Ícones de
acesso a
Apresentação do SOFTWARE AUTOCAD 2011. padronizaç
ões
men
us
Workspac
e (espaço
de
trabalho)
Ícones
de
acesso
a
Área de
desenh
o
(criaçã

Área de
comunicaç
ão
Ferrament
as
(STATUS)
Antes de iniciar um desenho no AutoCAD verifique se o Espaço de Trabalho está em
AUTOCAD CLASSIC, para que a configuração da área de trabalho esteja igual a da imagem
acima.

• Criação de linhas: comando LINE – atalho L [enter] – primeiro ponto da linha é marcado na
tela com auxílio do mouse (em qualquer lugar da área de desenho clique com botão da
esquerda). Para determinar a DIREÇÃO e a MEDIDA da linha podemos usar o seguinte
recurso:

Uso da FERRAMENTA ORTHO ligada: MOVIMENTO COM O MOUSE, DIGITAÇÃO DA MEDIDA


[enter]

A ferramenta ORTHO só permite que o mouse indique a posição de linhas ortogonais (ângulos de
90°), dessa forma basta indicar a DIREÇÃO que a linha deve seguir com o movimento do mouse e a
MEDIDA da linha é indicada através da digitação do valor seguido do [enter]. Para ligar e desligar a
ferramenta basta clicar com o mouse no botão indicativo na linha de STATUS ou usar o
F8.

Ao criar a primeira linha o desenho pode estar muito pequeno, então, use o SCROLL (rodinha
entre os botões do mouse) para ampliar o desenho, basta rolar para cima, posicionando o
mouse sobre o ponto inicial do desenho. Depois de ampliá-la prossiga com a construção do
desenho como na instrução dada acima.
4
[enter]

4 [enter] ou 4 [enter]
C (close)[enter]

4
Ponto [enter]
inicial

• Pontos de Precisão: Ferramenta OBJECT SNAP (OSNAP). Em determinados momentos


será necessário começar o desenho de uma linha a partir de um ponto preciso, ou de uma
escolha específica, para tal o AutoCAD oferece a ferramenta OSNAP. Para escolher os
pontos devemos digitar o atalho OS [enter], ele nos dará acesso a escolha dos pontos
através de uma caixa de escolhas. Os selecionados serão: ENDPOINT (ponto final da linha),
MIDPOINT (ponto do meio), CENTER (centro de círculo ou arco), INTERSECTION
(interseção entre dois pontos), PERPENDICULAR (ponto perpendicular a outro).

A ferramenta OSNAP ligada indicará a localização dos pontos através de símbolos (END - quadrado,
MID - triângulo, CEN - círculo, INT - cruz, PER - ângulo de 90), dessa forma basta posicionar o cursos
sobre uma linha e clicar com o botão da esquerda do mouse sobre o ponto indicado. Para ligar e
desligar a ferramenta basta clicar com o mouse no botão indicativo na linha de STATUS
ou usar o F3.
OBS.: Os OSNAP só aparecem quando você está executando um comando.

• Comandos de Modificação: Veremos agora alguns comandos que permitem a criação de


desenhos a partir de um desenho já feito, ou possibilitam a modificação de desenhos já
criados.

Cópias paralelas de linhas e objetos com distância determinada: comando OFFSET – atalho O
[enter] – primeiro indica-se a distância desejada entre as cópias (digitar o valor) [enter], o próximo
passo é selecionar a linha que será copiada, basta colocar o cursos sobre ela e clicar. Depois o
AutoCAD solicita que você indique o lado onde a cópia deve ficar (acima ou abaixo, a direita ou a
esquerda do original), para tal basta posicionar o cursor e clicar com o botão da esquerda do mouse.

OBS.: O AutoCAD permite que você faça mais de uma cópia com a mesma distância sem sair do
comando, basta selecionar a próxima linha ou objeto a ser copiado e novamente indicar a posição da
cópia. Caso seja necessário mudar a distância você terá que recomeçar o processo desde o início.

Corte de sobras de linhas: comando TRIM – atalho TR [enter] [enter] (isso mesmo, são duas vezes
enter). O Cursor se transforma em um quadrado e com esse quadrado você vai selecionar as linhas
que devem ser apagadas do desenho.

OBS.: Só são consideradas sobras de linha as que são interceptadas por outra linha ou objeto. Toda
linha que não puder ser apagada com TRIM deve ser apagada com o DELETE (clique sobre a linha e
aperte o botão DEL do teclado) que serve para apagar linhas inteiras.

Extensão de linhas: comando EXTEND – atalho EX [enter] [enter] (isso mesmo, são duas vezes
enter). O Cursor se transforma em um quadrado e com esse quadrado você vai selecionar as linhas
que devem ser estendidas no desenho.

OBS.: Só poderão ser estendidas as linhas as que forem limitadas por outra linha ou objeto
(anteparo). Para escolher em que direção a linha irá basta selecioná-la a partir do meio na direção
correta.

Ex:

Par a Par a
Baixo Cima
RESUMO 3 – COMANDOS DE CRIAÇÃO E MANIPULAÇÃO DE LAYERS (CAMADAS)

Layer: Layers são camadas que ajudam a organizar o desenho. Cada parte específica do projeto
arquitetônico será criada em camadas diferentes que facilitam e agilizam o processo de criação e
desenvolvimento de um projeto complexo. É como se cada código da representação gráfica fosse
criado em sua posição, porém em folhas de papel distintas, transparentes e sobrepostas, ou seja, o
desenho é visualizado inteiro, mas cada uma de suas partes pode ser retirada individualmente.

Cada uma das camadas (layer) guardará características próprias do que será desenhado nela, como:
nome da layer (identificação), cor (corresponde a espessura da linha) e tipo de linha (continua,
tracejada, traço-ponto, etc).

Tabela de Layers utilizadas na disciplina Arquitetura Digital I:

Nome da Lapiseira Objetos desenhados Cor (número Tipo de linha


Layer Corresp. no CAD)

CORTE 0.9 Alvenarias atingidas pelo plano de MAGENTA - 6 Continous


corte

ESQUADRIAS 0.7 Portas e Janelas atingidas pelo VERDE - 3 Continous


plano de corte

VISTA 0.5 Elementos do desenho que AMARELA - 2 Continous


estejam entre o plano de corte e o
plano correspondente ao piso. Ex.:
Peitoril de Janelas abaixo de 1.50
m.

PISO 0.3 Elementos que estejam no plano VERMELHA - 1 Continous


de piso. Ex.: Soleiras de porta.

PROJEÇÃO 0.3 Elementos que estejam localizados VERMELHA - 1 DASHED2


acima do plano de corte. Ex.:
Janelas de peitoril acima de 1.50 O uso dessa linha
m, Beiral de telhado, etc. depende do ajuste
de escala.

LTS [ENTER] – 0.01


ou 0.3 [ENTER]

BLOCOS 0.2 Mobiliário AMARELA - 2 Continous

TEXTOS 0.2 Textos indicativos do desenho. AMARELA - 2 Continous

COTAS 0.1 Dimensionamento do desenho. VERMELHA - 1 Continous

• O traço mais grosso refere-se aos itens que seriam mais perto da sua visão os mais distantes
mais finos
• CRIAÇÃO DE LAYER:

Para iniciar a criação utilize a barra de criação e manipulação de layers. Para iniciar a
criação clique sobre o botão LAYER PROPERTIES MANAGER.

O botão dará acesso a caixa de criação. Nela você encontrará a LAYER 0, que serve de
padrão para criação das próximas layers, por isso não deve ser desprezada, apagada ou renomeada
pelo usuário.

Basta clicar no botão ENTER e uma nova LAYER surgirá no quadro. Altere seu nome
imediatamente e recomece o processo de criação de novas layers. Depois de criadas você deve
ajustar suas características de cor e tipo de linha quando necessário. Clique sobre o campo color ou
linetype de cada layer para executar essa operação.

Ao entrar no campo COLOR abrirá a caixa para escolha da cor. Basta clicar sobre a cor
desejada, e clicar em OK.
Ao entrar no campo LINETYPE abrirá a caixa para escolha da linha, mas nem sempre a linha
desejada estará disponível. Para localizar o novo tipo de linha carregue a biblioteca com o botão
LOAD. Clique sobre a linha desejada (coluna da esquerda) e depois em OK. Você retornará a caixa
inicial, torne a selecionar a linha (clique sobre ela) e novamente em OK.

Ao terminar o processo de criação das LAYERS clique em fechar no X.

Para utilizar as LAYERS na construção do desenho basta selecionar a LAYER desejada na caixa
FILTER APLIED. Com a layer selecionada inicie normalmente o processo de desenho.
Resumo 4

Roteiro de imagens pra criação de Estilos de Cotas no AutoCAD 2008:

 Menu Format > Dimension Style

Criar novo
estilo.

Dar nome de
acordo com a
escala de
impressão que
será utilizada.
Começar os ajustes pela janela SYMBOLS AND ARROWS:
LINES:
TEXT:

1º Passo: Criar um novo estilo de texto – Com o nome COTAS, fonte ARIAL e Hight = 0.

Entrada para
formatação de novo
estilo de texto.

Nome do estilo:
COTAS.

Quando acabar os ajustes clicar em APPLY e CLOSE.


FIT:

Preencher o
campo overall
scale com o
resultado obtido
do fator de
escala/1000

PRIMAY UNITS:
 Ao terminar a formatação clicar em OK.

 Escolher na caixa de Estilos de cota a que você vai utilizar para cotar o desenho.

 Criar a Layer – Cota – na cor vermelha e com linha continua para iniciar a colocação
das cotas no desenho.

FIXAÇÃO DAS COTAS NO DESENHO:

Antes de inserir as cotas deve-se calcular a distância em que vamos fixá-la. Na tabela a
seguir são encontradas as distâncias aconselhadas para cada escala de impressão.
Essas valores são digitados no último ponto solicitado pelo comando de inserção da cota.
Lembre-se de afastar a cota do desenho e colocá-la na direção desejada com a ajuda do
mouse.

Escalas Cota Total Cotas Parciais

1/20 0.30 0.20

1/25 0.40 0.25

1/50 0.75 0.50

- No momento de inserir as cotas você deve buscar os comandos LINEAR ou CONTINUE


no menu superior DIMENSION.

- LINEAR – clique sobre o primeiro ponto no desenho com o auxílio do OSNAP, de


preferência a opção ENDPOINT, a seguir clique no próximo ponto do desenho exatamente
da mesma forma. A cota aparecerá automaticamente, para fixá-la posicione-a com o auxilio
do mouse e digite o valor indicado na tabela para a escala utilizada, a seguir aperte ENTER.
Esse ponto marca o limite da distância da cota.

- CONTINUE – só é possível utilizar a cota CONTINUE depois de criar pelo menos 1 cota

LINEAR (exemplo acima). Para usar a cota CONTINUE basta clicar nos pontos seguintes a
primeira cota feita . O AutoCAD se encarrega de posicioná-las seguindo o exemplo da
primeira cota.
RESUMO 5 – BLOCOS

Blocos: São desenhos prontos que podem ser inseridos em qualquer arquivo de desenho do CAD.
Esses arquivos (blocos) podem ser encontrados na internet, uma sugestão de endereço é
WWW.CADBLOCOS.ARQ.BR. Nos sites você poderá encontrar blocos dos mais diversos objetos
para a criação de LAYOUTS dos seus projetos.

Como proceder aos encontrar na rede os blocos desejados:

1) Use o comando DISTANCE - DI [enter] para medir o tamanho do desenho e verificar se ele foi
criado na mesma unidade do seu desenho – metros.

2) Se no arquivo aberto você tiver mais de um desenho lembre-se de apagar os desenhos que
não serão utilizados.

3) Agora, basta salvar o arquivo em uma pasta no seu computador, para que você possa utilizá-
lo em outros arquivos.

OBS.: ANTES DE EXECUTAR A OPERAÇÃO DE INSERÇÃO DE BLOCOS É NECESSÁRIO


VERIFICAR A ESCALA DE INSERÇÃO. COMO FAZER: menu: format > units – INSERTION
SCALE – METERS.

Para inserir um bloco: COMANDO INSERT – I [enter]

Esse botão
leva você
até as
pastas do
computador
para que
você possa
escolher o
bloco a ser

Depois de
escolher o
bloco que
será inserido
clique no
botão OK. A
Caixa se
fechará e
você pode
clicar na
área de
desenho e o
bloco terá

Nem sempre a posição em que o bloco foi criado atenderá as necessidades do seu desenho. Como
alterar a rotação de um objeto e como movê-lo para o local desejado:
Comando ROTATE: o atalho é RO [enter], a seguir o AutoCAD pede para que você selecione o
bloco, basta clicar com o cursor do mouse sobre ele, novamente aperte o botão ENTER. Agora você
deve selecionar um ponto de base, use novamente o cursor do mouse para localizar no bloco o
melhor ponto para servir de eixo de rotação. Agora é só indicar através do teclado o ângulo de
rotação do objeto, caso os ângulos sejam de 90º você pode utilizar o mouse com o ORTHO ligado e
movimentar o mouse até chegar na posição desejada, quando alcançá-la basta clicar no botão da
esquerda do mouse para fixar a rotação.

SENTIDO DO
GIRO

BASE
POINT
Comando MOVE: o atalho é M [enter], a seguir o AutoCAD pede para que você selecione o bloco,
basta clicar com o cursor do mouse sobre ele, novamente aperte o botão ENTER. Agora você deve
selecionar um ponto de base, use novamente o cursor do mouse para localizar no bloco o ponto de
base ideal para segurar o bloco durante a movimentação. Para reposicioná-lo no local desejado basta
usar o mouse e clicar sobre o local desejado (DISPLACEMENT).

NOVA POSIÇÃO
DO OBJETO

BASE POINT
DISPLACEMENT
RESUMO 6 – HACHURAS

Hatch: É uma forma de preenchimento de áreas. É muito utilizado para a representação de materiais
como piso ou mesmo a representação gráfica para alvenarias, concreto, madeiras, etc...

Para acessar o comando Hatch – H [enter], o AutoCAD abrirá uma caixa diálogo onde você poderá
configurar o tipo de hachura desejada para o preenchimento da área.

Antes de começar a utilizar o comando é necessário seguir algumas regras básicas:

1. Salve seu desenho antes de entrar no comando.

2. Certifique-se que a região que receberá a hachura está perfeitamente fechada, não existe
possibilidade de vazamento da hachura.

3. A área a ser hachurada deve estar totalmente visualizada na tela.

Agora vamos as configurações para uma hachura feita com linhas (USER-DEFINED):

Type = tipo,
abra a caixa e
escolha: USER-
DEFINED

Botão que leva a


área de desenho
Definição do ângulo para a definição
em que as linhas (marcação de
farão o ponto interno) da
preenchimento. 0 = área que receberá
horizontal, 90 = a hachura.
vertical, 45 = linha

Permite a repetição
do preenchimento no
sentido oposto do Informa a
ângulo selecionado. distância que
Ideal para pisos deve ser
quadrados. respeitada entre
as linhas que
farão o

Mostra a prévia
da hachura no
desenho.
Como usar a Hachura User-Defined:

1. Ao acessar a caixa diálogo, selecione o tipo de hachura desejada: USER-DEFINED (definida


pelo usuário).

2. Determine o espaçamento entre as linhas para o preenchimento. Essa informação é dada no


campo SPACING. Lembre-se que trabalhamos em metros, ou seja, se o piso for de 20 cm,
você deve informar 0.20.

3. Ajuste o ângulo desejado de acordo com a posição do piso no ambiente.

4. Se for o caso de um piso quadrado (20 x 20, 30 x 30, etc), marque a opção DOUBLE que
possibilita a utilização de uma única hachura com a mesma medida em sentidos contrários.

5. Selecione a região que receberá a hachura. Clicar em ADD PICK POINTS. A caixa diálogo se
fechará e você terá acesso a área de desenho, nela você deve levar o cursor até a região que
receberá a hachura e marcar um ponto interno com o auxilio do mouse. Mais de um ponto
poderá ser selecionado de uma só vez.

6. Aperte o botão ENTER e retorne a caixa diálogo. Você terá acesso ao resultado final clicando
no botão PREVIEW. Se a hachura estiver correta basta clicar no botão ENTER e encerrar o
comando. Caso você queira fazer qualquer alteração, clique em ESC e retorne a caixa
diálogo para executá-la.

Agora vamos as configurações para uma hachura feita com padrões prontos (PREDEFINED):

Type = tipo,
abra a caixa e
escolha:
PREDEFINED

Clicando nos ... você


abrirá a caixa de
opções dos padrões
prontos para sua
escolha.

Para escolher um dos


padrões basta clicar
sobre ele e apertar o
botão OK.
Como usar a Hachura Predefined:

1. Ao acessar a caixa diálogo, selecione o tipo de hachura desejada: PREDEFINED (padrões


pré-definidos).

2. Ajuste o ângulo desejado de acordo com a posição desejada para o padrão (0, 90 ou 45º).

3. Selecione a região que receberá a hachura. Clicar em ADD PICK POINTS. A caixa diálogo se
fechará e você terá acesso a área de desenho, nela você deve levar o cursor até a região que
receberá a hachura e marcar um ponto interno com o auxilio do mouse. Mais de um ponto
poderá ser selecionado de uma só vez.

4. Determine a escala (SCALE) sempre reduzindo do padrão inicial que é 1 (ex.: 0.01, 0.5,
0.001), esses valores devem ser experimentados, testados. Utilize o passo a seguir para
verificar se o ajuste da escala está de acordo.

5. Aperte o botão ENTER e retorne a caixa diálogo. Você terá acesso ao resultado final clicando
no botão PREVIEW. Se a hachura estiver correta basta clicar no botão ENTER e encerrar o
comando. Caso você queira fazer qualquer alteração, clique em ESC e retorne a caixa
diálogo para executá-la.

Para usar colorir uma região escolha a opção SOLID nos padrões pré-definidos. A escolha de
cores pode ser feita na opção SWATCH.
Resumo -7

LAYOUT ou PAPER SPACE

Espaço preparatório para impressão na escala 1:1

O autoCAD possui dois espaços de trabalho nos quais o usuário pode criar e
editar desenhos:

.. Model Space (MS) (espaço de modelo): o espaço tradicional onde os


elementos são criados e manipulados (área de desenho), onde a unidade de
desenho é considerada em metros (m).

Ícone da UCS no MODEL SPACE

.. Paper Space ou Layout (OS) (espaço de papel ou folha): o Paper Space é


um espaço de trabalho auxiliar, criado para facilitar a apresentação do desenho na
montagem do layout final do projeto. No Paper Space, tudo se passa como se o
usuário estivesse fazendo o trabalho de layout final do desenho sobre uma folha de
papel em seu tamanho real em milímetros (mm).

Ícone da UCSn
Sobre essa “folha de papel”, o AutoCAD permite que sejam definidas janelas
denominadas viewports, através das quais é possível visualizar o desenho
realizado no Model Space. Essas “viewports” funcionam como fotografias do seu
modelo a serem posicionadas na “folha de papel”.

Qualquer alteração realizada no modelo em Model Space é automaticamente


exibida em todas as “viewports” abertas no Paper Space.

Roteiro de preparação do Paper Space:

1. Criar novos Layers – Papel (vermelho), Margens (magenta) e Viewport (cyan).


Antes de seguir para o 2º passo lembre-se de deixar a Layer VIEWPORT ativa, para
que a janela aberta no Layout já venha no layer correto e verificar se não existe
nenhuma linha perdida na área de desenho (use o ZOMM EXTENTES – duplo clique
na rodinha – scroll – do mouse).

2. Ativar o Layout – Basta clicar na orelha LAYOUT 1, abaixo da área de desenho


(fig 1). Você verá imediatamente a imagem de uma folha de papel e uma
VIEWPORT aberta mostrando todos os desenhos criados no MODEL (fig 2). Obs.:
Antes de executar esse procedimento faça um ZOOM – EXTENTS no Model
Space e certifique-se que não existe nenhuma sujeira ou linhas soltas na área
de trabalho. Isso vai garantir que você veja na Viewport os desenhos realizado
no Model.

Figura 1
Imagem do
Papel

Dentro da Viewport Viewport


aparecerão todos os
desenhos realizados no
MODEL SPACE (área de
desenho)

3. Ajuste do padrão do papel desejado: Posicione o mouse sobre a orelha LAYOUT


Figura
1 e clique com o botão da direita – assim você terá 2 as opções relativas ao
acesso
Layout (Fig. 3). Para configurar o papel (dimensões do papel) escolha Page Setup
Manager.
Para criar mais 1 LAYOUT

Para apagar 1 LAYOUT inteiro com


todas as usas informações

Para renomear o LAYOUT (Informe o


conteúdo do layout)
Para mover ou copiar um layout
inteiro

CONFIGURAÇÃO DO PAPEL
(PRANCHA)

Figura 3

Na caixa diálogo ao lado clique no


botão MODIFY para ter acesso as
configurações do papel e da
impressora.

Figura 4

CAIXA DE CONFIGURAÇÕES DE IMPRESSÃO:


Manter a opção NONE na
impressora (sem impressora)

Abrir as opções para escolher


o tamanho do papel.

Manter a opção de
escala em 1:1. Onde
1mm = 1 unidade.

Figura 5

4. Depois de configurar o padrão do papel use as LAYERS criadas no primeiro


passo do roteiro e a imagem do papel que aparece no espaço do LAYOUT para
desenhar o limite do papel e suas margens em mm. Como no exemplo da imagem a
seguir: Limite do papel (seu tamanho
em mm)
Margens: Esq 25 mm, demais 10
mm

5. Ajustar o tamanho e o número de VIEWPORTS necessário para os desenhos que


serão exibidos no LAYOUT.
Figura 6
- Para ajustar o tamanho da Viewport: clique com o mouse sobre ela, apareceram os
GRIPS (quadradinhos azuis), posicione o mouse sobre o GRIP que você deseja
alterar e clique arrastando até sua nova posição, clique novamente para fixar. Faça
essa operação até conseguir deixar a Viewport no tamanho e posição desejada.

- Para criar novas Viewports, você pode copiar a Viewport existente com o comando
COPY ou criar uma nova partindo do Menu: View > Viewports > 1.

IMPORTANTE: Você deve criar uma VIEWPORT para cada desenho a ser
exibido no LAYOUT.

6. Ajustar a escala do desenho dentro de cada uma das Viewports: com o cursor
dentro da janela desejada, clique duas vezes o botão da esquerda do mouse, assim
você entrará no espaço do MODEL através da VIEWPORT. Ativar pelo teclado o
comando de ZOOM Scale – Z [ENTER] 1000/ escala desejada XP [ENTER]. Repita
a operação para cada viewport existente.

IMPORTANTE: Depois de ajustar a escala o único ZOOM que poderá ser


utilizado enquanto você estiver dentro da VIEWPORT é o PAN para deslocar o
desenho e centralizá-lo na janela.

7. Voltar para o espaço do papel, Paper Space (duplo clique fora das Viewports com
o mouse) com a ajuda dos grips e do comando move ajuste a viewport na posição e
tamanho desejado.

8. DESLIGUE a layer Viewport para retirar a moldura do desenho (clicar sobre a


lâmpada no status da layer).

Para criar novos LAYOUTS iguais ao primeiro feito, basta usar a opção move or
copy na caixa de opções do layout.