Você está na página 1de 7

e Magazine

de Educação
do Espaço Professor Qq
número

05
NOV10

O Metas de Aprendizagem
pretendem orientar os
professores
Baseadas nos conteúdos programáticos de cada unidade
curricular, o ministério da educação pretende que
os professores preparem as suas actividades com base
nas competências e conhecimentos que os alunos
devem adquirir. Pág. 2

Fernanda Costa

O Fund. Francisco O Professores querem O Obra de Manuel António
Manuel dos Santos manuais escolares Pina vence Prémio de
promove ciclo de nos CEF Literatura Infantil 2010
Educação
Questões-Chave da Educação é o nome um estudo realizado pelo observatório de Editado pela Porto Editora em 2009, O
que deu o mote a este ciclo de recursos educativos (ore) conclui que as Cavalinho de Pau do Menino Jesus e Outros
conferências. Pág. 4 fotocópias são a solução mais utilizada Contos de Natal foi distinguido com este
pelos professores. Pág. 5 importante prémio bienal. Pag. 6

.A não perder. .pASSo A pASSo do .inQuérito.
Histórias daqui e dali porteFóLio. o ministério da educação apresentou pela
de Luis Sepúlveda primeira vez as metas de Aprendizagem
Cada vez mais é exigido ao professor que para o ensino pré-escolar e básico.
reflicta sobre as suas práticas e que Queremos saber qual a sua opinião sobre
elabore um percurso de crescimento esta medida. Pág. 7
pessoal e profissional. o portefólio é,
então, um instrumento privilegiado de
A Profecia de Istambul ajuda. Pág. 7
de Alberto S. Santos

me 1

que lecciona Língua professores tenham portuguesa nos 2. podem convidado pelo ministério da educação para gerar um efeito contrário. instrumentos preciso que os professores tenham a longo da escolaridade básica e as metas de que. considera que hoje em dia (organizadores de aprendizagem). se problema não está na qualidade do coordenadora de Ciências para as metas de organizam em subdomínios trabalho realizado. não há O “O que é conteúdos para que a um programa mas sim um conjunto de orientações curriculares muito vago.” A professora e autora de competências específicas. preocupação de ver o percurso do aluno e desenvolvimento por ciclo. isto não ajuda à tão urgente do ensino Básico – Competências já aprenderam nos ciclos anteriores. o seguinte exemplo: o Currículo nacional noção de qual a matéria que os seus alunos naturalmente.º e 3. membro da equipa de referência que. não sendo de carácter obrigatório. “Surgem num momento em que os aprendizagem para Noémia Maciel professores de Língua portuguesa do ensino Básico andam às voltas com um poderem planear o facilitando a transferência dos objectivos e conjunto de documentos que ainda conhecem mal e que exigem um estudo ensino e orientar a conteúdos programáticos para a planificação do ensino na sala de aula”. O Escolas Piloto para acompanhamento das metas serão conhecidas no próximo ano Com o objectivo de adaptar e melhorar continuamente as metas de aprendizagem. no início do próximo ano vão ser anunciadas entre 30 a 50 escolas que servirão de modelo para apreciação da sua aplicabilidade no terreno.” de desempenho. Quem aceder. o programa de “fazem uma leitura dos programas oficiais. noémia maciel A direcção-Geral de inovação e que estas orientações permitem aos específicas na disciplina de Língua desenvolvimento Curricular disponibilizou docentes organizar a sua disciplina de uma portuguesa. pelo essenciais define as competências me 2 . isso é incentivado. Natércio Afonso professores de Língua portuguesa. “é desenvolvimento dessas competências ao as metas de Aprendizagem. ainda assim. tem a português do ensino Básico define. que. mas sim na quantidade Aprendizagem. editados pela porto editora. como explica natércio Afonso. as metas de coordenar este projecto. São aprendizagem dos demasiados documentos em análise. forma vertical ao longo do ensino Básico. muito exigente e profundo. demonstra algum receio: escolar do aluno”. investigador da Faculdade de psicologia e de Ciências da na minha opinião. em vez de ajudarem a alunos. que o Aprendizagem organizam-se em domínios noémia maciel.” estruturar o pensamento e a acção dos educação da universidade de Lisboa. no passado mês de outubro. por sua vez. importante é que os matéria não se repita Já Fernanda Costa. “Veja-se aulas no 3. Finalmente.º Ciclo sem terem uma real na variedade dos termos utilizados. na sua área.º ciclos do ensino ao longo do percurso Básico e também é autora de manuais metas de escolares. de orientações que se encontram muitos professores estão a leccionar as Atente-se na quantidade de documentos e dispersas por vários documentos. os resultados esperados em cada ciclo e os descritores uma função de manuais escolares de Ciências Físico- “clarificar os Químicas. possibilidade de ver o que o aluno deu em relativamente a cada uma das O Estas metas têm anos anteriores e poder fazer toda essa articulação. os objectivos a perseguir no via internet. vai mais longe e diz que. A professora reconhece.

“automaticamente os professores terão que procurar seguir e orientar-se ao estas orientações. porque “muitos Fernanda Costa “Automaticamente professores terão expectativas em relação ao contributo dos manuais escolares na os professores terão sua aplicação”. especificidades e tradições didácticas das conclui. que procurar seguir e orientar-se ao O “Organizar o máximo pelo que é ensino sem ter mais recente . até porque surgiram “um pouco deste ano lectivo. mas considera que as escolas “com um espírito sentirem mais confortáveis com um mais empreendedor” possam desde já número mais reduzido de metas poderão iniciar a sua aplicação. agora conhecidas.” autores irão ter presentes os novos propósitos apresentados. As metas metas educativas do ministério.” metas definidas é Noémia Maciel que me parece mal. professor à realidade noémia maciel esta professora.. depreende Fernanda Costa. organizar o ensino sem ter metas reestruturou o documento oficial das definidas é que me parece mal. sempre agregar as que são propostas em metas mais abrangentes. máximo pelo que é mais recente e acho começaram a ser formuladas em Janeiro que se hoje fizerem a leitura cuidada e deste ano e abrangem seis áreas de atenta daquilo que lhes é dado e pedido.” natércio Afonso afirma que “não faz natércio Afonso me 3 . se sentirem mais professores de Língua portuguesa do Quanto à influência na preparação dos confortáveis com um número mais ensino Básico andam às voltas com um manuais escolares. cujo sua sala de aula. “Surgem num momento em que os na sua disciplina.. prevista uma análise a realizar por uma entidade externa destinada a medir o seu relativamente ao número de metas impacto nas práticas profissionais. As metas para o ensino noémia maciel compreende a reticência Secundário serão apresentadas até ao final inicial. e seguidamente docentes ainda estão a adaptar o seu “os professores que. elaboração”..” tendo em conta porque preferem elaborar ou já criaram os esta percepção e a pedido de vários seus próprios objectivos.e necessária clarificação e organização de sentido as metas serem obrigatórias”.” obrigatoriedade da implementação das metas nas escolas. apesar da não da sua sala de aula. na sua disciplina. será com os nossos alunos. tudo colegas docentes. pois ideias que permita um trabalho coerente se os professores não as usarem. disciplinas em causa: “os professores que. ciclos do ensino Básico com um total de 36 áreas disciplinares. “nesse caso. Assim sendo. conteúdos do ensino pré-escolar e as penso que as metas os vão ajudar imenso áreas curriculares disciplinares dos três pois estão muito claras”.º ano.. as duas autoras conjunto de documentos que ainda entrevistadas acreditam que todos os O conhecem mal. cumprimento dos alunos”. até porque este ano está prevista a realização de sendo que “a percepção e a aproximação à testes intermédios para a grande maioria realidade são fundamentais para a sua das disciplinas do 9.” instrumento que ideia corroborada por noémia maciel ao “As percepções do dia-a-dia foram pode e deve ser indicar que “as percepções do dia-a-dia foram transpostas e tiveram em transpostas e tiveram em consideração se adaptado por cada consideração se a meta a atingir seria a meta a atingir seria adequada ao adequada ao cumprimento dos alunos”.” de acordo com o trabalho final foi enviado pela porto editora coordenador deste projecto. está ainda aos professores de Língua portuguesa. trabalho ao novo estatuto do aluno”. está convencida da Natércio Afonso adopção pelos professores. natércio Afonso considera metodologia dessa avaliação será da que esta variação corresponde às próprias responsabilidade dessa entidade externa”. de forma a serem tarde”. se para o ensino profissional e tecnológico. “num momento em que os aplicadas em 2011-2012. Fernanda Costa bem. são um instrumento que pode e deve ser pretendendo assim ajudá-los na adaptado por cada professor à realidade da interpretação desses objectivos. como defende noémia maciel. “A apresentadas. reduzido de metas poderão sempre As metas são um agregar as que são propostas em metas mais abrangentes.

ricardo moreno Castillo e nuno Crato e Educação.O Fundação interessa a todos perceber qual ou quais os Francisco Manuel melhores modos de a ensinar. resolução de problemas. realizada em novembro. Considerando a educação como um pressuposto e um factor de o papel da criança desenvolvimento do país. que serviram de base Educação. a primeira Com este ciclo conferência – “o Valor de educar” – contou oes-chave-da-educacao. o papel da criança e do QUESTÕES-CHAVE professor. Aires livre mas sujeito a inscrição prévia. poderá adquirir as obras editadas pela FFmS. a Fundação foram discutidas questões prementes que pretende criar uma preocupam todos os interessados e intervenientes na educação. verificar os resultados de um estudo sobre o tipo de exercícios apresentados aos alunos portugueses. e de forma a “Fazer Contas Ajuda a pensar?”. das crianças e a necessidade de melhoria paralelismo entre os dois países. a indefinição do papel da escola com investigadores. papel da rotina na de conferências aprendizagem ou o papel dos exercícios no ensino. escolar. DA EDUCAÇÃO professores. prementes como o aos temas discutidos. A educação cívica deve destacado como mais eficazes. michel Fayol. ofereceu uma percepção de Fernando Savater. serão matemática. neste debate. assim “formar governantes e legisladores. no ensino da aprendizagem da leitura e da escrita. Andrei dos Santos promove ciclo toom e António Bivar debateram as noções de formação do conceito do número. para como a discussão dos fundamentos evitar. competências estimulados na abordou a questão de. As próximas conferências – “Como se O valor de educar. a rotina e o raciocínio serem anunciados os resultados de um estudo encarados muitas vezes como concepções Fazer contas ajuda a sobre os exercícios e conteúdos dos livros opostas.ffms. com o apoio da em matéria de discutir questões porto editora. a segunda identificar os conhecimentos e conferência. a influência psicopedagógicos de aprendizagem e letal dos ignorantes. também nesta sessão. a Fundação reconheceu a necessidade de organizar e do professor ou a debates educativos baseados em informação prática e científica. e hoje o ensino António Bivar. alarmante”. disse. Linda Savater. . Fernando Savater e ricardo de instruir respectivamente. Quem esteve presente pôde ainda sobre Educação. este debate será de entrada da criança e do jovem. nas nossas sociedades. sucesso escolar. a da psicologia Cognitiva e a da matemática.pt/pt/actividades/quest realizada em outubro. importância da leitura no desenvolvimento da educação ibérica e estabeleceu um ricardo moreno Castillo. pelo que participação da pôde contar com o apoio da porto editora família na vida na edição dos volumes onde se publicam os vários textos dos autores participantes. para Helena damião dessas capacidades. vão debruçar-se sobre a moreno Castillo. Considerando que a matemática é pensar? escolares de ensino do português em uma das áreas fundamentais da formação de michel Fayol. nuno Crato. Luís m. o valor Aprende a Ler?” – realizam-se a 6 e 7 de A presença de dois professores espanhóis dezembro. roger Beard. níveis iniciais.php Questões-Chave da com as intervenções de Fernando Savater. ou a participação da família na vida escolar. como o Colecção: oportunidade de debate insucesso escolar. mais informações em http://www. professor na Faculdade de 96 páginas Siegel e isabel Leite irão partir de estudos Filosofia da universidade Complutense de da psicologia Cognitiva e de experiências madrid. português debate-se com sérios 160 páginas problemas de insucesso nesta área. pais e Se não teve possibilidade de todos os interessados O Pretende-se participar nas conferências já realizadas. Através de duas perspectivas. em Coimbra e Lisboa. a educação é a única forma de nacionais e internacionais para apresentar terminar com a ignorância que ameaça a uma análise das estratégias que se têm democracia. Andrei toom. cujo predomínio é fomento das capacidades de leitura.

portoeditora. conclui Adalberto da Língua portuguesa que a porto manuais escolares – específicos para os dias de Carvalho. é definitivamente o manual escolar (com uns online expressivos 82. A não-adopção formal de manuais específicos para as disciplinas que integram o currículo dos Cursos de afirmam utilizar o utilizador pode digitar o conteúdo que educação e Formação é uma das razões encontradas pelos autores do estudo para ficheiros multimédia pretende converter (até um máximo de 3000 caracteres) e a aplicação efectua o domínio do uso de fotocópias como (em pen-drive. respectivamente. de forma científica e convertida.O . educadores e políticos. nacional. de forma a Word.9% dos professores admitem de textos para a nova recorrer a esta solução.8%). A maioria das respostas foi obtida › nas localidades de Aveiro. revelando grandes Observatório de Recursos Educativos preocupações com a eficácia do seu ensino e dos correspondentes processos de conversor aprendizagem. para isso. “A função dos estudos do ore é electrónico para descarregar a versão já a de colocar. a prova deste sucesso é a crescente esta ferramenta permite ainda a cerca de procura destes cursos –. examina o observatório. CeF mas também os de ensino regular – e ministério da educação.4% que afirmam utilizar ficheiros multimédia. me 5 . este conversor do Acordo ortográfico admitem recorrer a fotocópias tomada de decisões devidamente privilegia o português europeu e segue fundadas. inclusive pelas fotocópias são a graves consequências penais que (…) uma solução mais utilizada tal situação acarreta”.6% e 21. a uma larga grafia de uma forma . utilizador tenha a percepção do que foi dos professores informação que lhes permitam ter o ponto da situação nos vários referentes para a modificado. CD ou disquete) imediatamente esta conversão. quer para a preparação das suas 2010 realizado pelo aulas quer para os alunos. também aqui todas as fundamentada. pelos professores dos o êxito desta via de ensino tem sido CEF para leccionar as reconhecido através da significativa taxa de sucesso escolar que viabiliza a transição suas aulas.4% distância dos 46. recurso educativo. Basta. destacando as alterações realizadas. “não parece ser admissível (ORE) conclui que as sujeitar os docentes a tão ingrata situação do Acordo [distribuição de fotocópias]. dos recursos didáctico-pedagógicos indicar o nome e o email. em forma de alerta ao editora publicou este ano. equivalentes ao 9. enviar o colmatar as carências denunciadas ao nível documento através do próprio site. à disposição de alterações estão destacadas para que o professores. predominando os cursos de tipo 2 ou o recurso educativo de que sentem mais 3. nomeadamente no campo dos os critérios do Vocabulário ortográfico este trabalho demonstra também que os recursos educativos”. 85. pelo que é conversão de ficheiros em formato recomendada pelo observatório uma 86% revisão urgente da legislação. Lisboa e os professores consideram igualmente que porto. Ortográfico.manuais Professores querem escolares O nos CEF.5%.pt. Porto Editora disponibiliza Um estudo de Junho de falta. professores mais recorrem para 2803 professores que leccionam CeF elaborarem os materiais didácticos que através de inquéritos online a nível distribuem aos alunos: 33. recebendo de encontrados nos cursos de educação e seguida uma notificação por correio formação.º ano de escolaridade. coordenada por Adalberto dias de Carvalho e nuno permite a conversão Fadigas. a internet são as fontes a que os o Conversor do Acordo ortográfico está este estudo contou com a colaboração de disponível em www. dos alunos para o mercado do trabalho – e Esta aplicação gratuita 46 de acordo com esta avaliação. simples e prática. Braga.

interrogam. texto literário capaz de despertar o tendo já sido traduzida para diversas imaginário da criança. inclusive. “A narrativa notável. acrescentaram. adoptados por grupos e companhias de teatro de todo o país e a sua ficção tem sido a base de alguns programas de entretenimento televisivo. a originalidade da línguas. ironia e graça. dessa forma. até fazem rir. fazem pensar. como sempre acontece na escrita deste autor. a originalidade da leitura e o humor dramáticos são frequentemente inteligente”.O Obra de Manuel António Pina vence Prémio    de Literatura Infantil 2010 o Cavalinho de Pau do Menino Jesus e Outros Contos de Natal apresenta-nos três contos de uma singular inventividade narrativa. muitos dos seus entre nós nesta obra” foram. os seus textos criança. São histórias que jogam com os mitos. os contos de manuel António pina estando também integrados em antologias são capazes de “despertar o imaginário da portuguesas e espanholas. emocionam e. ficção e peças de teatro. Novembro de Vítor Burity da Silva páginas: 232 me 6 . como este prémio também sublinha. O Cavalinho de Pau do Menino Jesus e Outros Contos de Natal foi O Primeiro distinguido com este Verão das importante prémio Nossas Vidas de pat Conroy bienal atribuído pela páginas: 544 Fundação Bissaya SOBRE O AUTOR: Barreto. A montanha leitura e o humor inteligente encontrados transmissores de valores. manuel António pina tem uma vasta obra literária que engloba poesia. Contos Pouco Políticos de Vários páginas: 128 Editado pela Porto Editora em 2009. a qualidade estética do literatura infantil. As ilustrações de inês do Carmo. alguns dos textos infantis e juvenis são seleccionados de Charles martin motivos que justificaram a atribuição do para fazer parte dos manuais escolares. desconstroem-nos e humanizam-nos sem apagarem a magia que lhes é própria e. para o júri. páginas: 360 prémio. constituem o complemento ideal desta obra. ensaio.

para se obterem resultados melhores e mais consistentes. não raras vezes também de frustração. ? ? perante este cenário.pt me 7 . com a que desempenha no exercício da docência. 4. é fundamental que haja condições para que os agentes educativos possam cumprir o seu papel      . para a instituição. pese embora as boas intenções. Jacinta moreira (porto editora. Cada vez mais é exigido ao professor que reflicta sobre as suas práticas e Vasco Teixeira que elabore um percurso de crescimento pessoal e profissional. os aspectos da responsabilidade do temas ou áreas da profissão têm sido professor que sejam de maior importância desenvolvidos e se pretendem demonstrar. portugal. evidenciando a forma integrada e articulada como tem desempenhado as funções que lhe foram atribuídas. em primeiro lugar. Compilar evidências em documentos que temáticas ou as áreas a abordar – e a espelhem os resultados do exercício da serem documentadas – e qual a incidência docência nas áreas ou domínios escolhidos. 2. é frequente apontar-se o problema das sucessivas intervenções legislativas feitas ao longo dos anos. espaço professor da porto editora mostrando a forma como a documentação edição: Gabinete de Comunicação Fonte: Portefólio do Professor – o apresentada esclarece a sua relação com e imagem da porto editora portefólio reflexivo no desenvolvimento as tarefas desenvolvidas.espacoprofessor. 6. as 5. então. finalidade de destacar. é para isso que trabalhamos. cada vez mais. organizar o portefólio de acordo com a 2010) 365 • 4099-023 porto ordem mais conveniente de apresentação www. Clarificar quais as funções e os cargos de cada área a documentar. as reformas educativas e reorganizações ? curriculares concretizadas produzem toda uma densa e vastíssima literatura burocrática definindo regras. de forma a determinar que domínios. de quem lê.  EDITORIAL o ministério da educação apresentou pela primeira vez as metas de Aprendizagem para o Excessos ensino pré-escolar e básico. a dar a cada uma delas. porto editora • rua da restauração. é sabido que o excesso de informação produz o efeito contrário ao ? pretendido e é isso que. O porto editora portefólio é. ordenar convenientemente os materiais de modo a permitir a revisão por parte de NOV10 magazine de educação é uma 3. sublinhadas também pelas expectativas diversas que sobre eles recaem – como. Contudo. o de produzirem os seus próprios recursos didáctico-pedagógicos. na educação. Queremos saber qual a sua opinião sobre esta medida. a outros e facilitar a interpretação por parte publicação da responsabilidade do relevância dos documentos anunciados. de forma a suportar as conclusões formuladas. por exemplo. um instrumento privilegiado para ajudar todos os professores neste processo de auto-reflexão e auto-avaliação. nos diagnósticos feitos à educação em Clique aqui. se percebe quando se escutam palavras de apreensão dos professores. O Magazine Educação apresenta algumas etapas para a construção de um modelo: NÚMERO 05 1. profissional. conclui-se que aos professores começa a faltar tempo para o que é a essência da sua actividade: ensinar.a começar pelos professores. orientações e competências que os professores têm de analisar. Seleccionar quais os domínios. explicitar. esse é o nosso entendimento. para cada uma das áreas.