Você está na página 1de 5

TEMPERATURA ESCALAS TERMOMÉTRICAS

A Conversão de valores entre as escalas


termométricas é feita através da relação entre as equações
termométricas de cada escala como demonstrado a seguir:

A Temperatura é a medida do grau de agitação das


moléculas do corpo.
Na prática, para se efetuar a medida da temperatura
usa-se os instrumentos denominados termômetros.
Uma escala termométrica é baseada em Pontos Fixos,
que são as temperaturas fixas. Os pontos fixos em que a
grande maioria das escalas são baseadas são a temperatura de
fusão do gelo e a temperatura da ebulição da água. TC − 0 T − 32 T − 273
= F = K
100 − 0 212 − 32 373 − 273
A Escala Celsius é a escala mais utilizada no
Brasil. Ela adota como pontos fixos: a fusão do gelo a 0ºC e a
ebulição da água a 100ºC.
TC T − 32 TK − 273
= F =
A Escala Fahrenheit é uma escala muito utilizada 100 180 100
em países de origem inglesa, como estados Unidos e
Inglaterra. Ela adota como pontos fixos: a fusão do gelo a 32ºF
e a ebulição da água a 212ºC. TC TF − 32 TK − 273
= =
5 9 5
A Escala Kelvin é a escala oficial de temperatura
do S.I. Ela surgiu quando os cientistas pesquisavam a menor Escalas Genéricas são escalas que podem ser
temperatura possível que um corpo poderia chegar. Ao construídas utilizando-se outros valores para os pontos fixos:
determinar tal temperatura (– 273ºC), os cientistas a batizaram fusão do gelo a uma temperatura X 1 e a ebulição da água a
de zero absoluto, e ela serviu de marco zero para a escala uma temperatura X2.
Kelvin. Como o menor valor possível para uma temperatura é o
zero Kelvin (0K), esta escala não admite valores negativos,
razão pela qual ela é denominada escala absoluta. Desta
forma, os pontos fixos na escala Kelvin são: a fusão do gelo a
273 K e a ebulição da água a 373 K.

X − X1
X 2 − X1

01. Calor é:
a) energia que aumenta em um corpo quando ele se aquece.
b) energia que sempre pode ser convertida integralmente em Após a morte clínica, o corpo é resfriado com gelo.
trabalho. Uma injeção de anticoagulantes é aplicada e um fluido especial
c) energia que jamais pode ser convertida integralmente em é bombeado para o coração, espalhando-se pelo corpo e
trabalho. empurrando para fora os fluidos naturais. O corpo é colocado
d) o agente físico responsável pelo aquecimento dos corpos. numa câmara com gás nitrogênio, onde os fluidos endurecem
e) uma modalidade de energia em trânsito. em vez de congelar. Assim que atinge a temperatura de –321º,
o corpo é levado para um tanque de nitrogênio líquido, onde
02. Calor é energia que se transfere de um corpo para outro em fica de cabeça para baixo.
determinada condição. Para essa transferência de energia é
necessário que entre os corpos exista:
Na matéria, não consta a unidade de temperatura
a) uma diferença de temperatura.
usada. Considerando que o valor indicado de –321º esteja
b) vácuo.
c) contato mecânico rígido. correto e que pertença a uma das escalas, Kelvin, Celsius ou
d) ar ou um gás qualquer. Fahrenheit, pode-se concluir que foi usada a escala:

03. Analise as seguintes afirmações sobre conceitos de a) Kelvin, pois trata-se de um trabalho científico e esta é a
termologia: unidade adotada pelo Sistema Internacional.
I) Calor é uma forma de energia. b) Fahrenheit, por ser um valor inferior ao zero absoluto e,
portanto, só pode ser medido nessa escala.
II) Calor é o mesmo que temperatura. c) Fahrenheit, pois as escalas Celsius e Kelvin não admitem
III) A grandeza que permite informar se dois corpos estão em esse valor numérico de temperatura.
equilíbrio térmico é a temperatura. d) Celsius, pois só ela tem valores numéricos negativos para a
Está(ão) correta(s) apenas: indicação de temperaturas.
a) I. b) II. c) III. e) Celsius, por tratar-se de uma matéria publicada em língua
d) I e II. e) I e III. portuguesa e essa ser a unidade adotada oficialmente no Brasil.

04. Lord Kelvin (título de nobreza dado ao célebre físico 07. Quando se mede a temperatura do corpo humano com um
William Thompson, 1824-1907) estabeleceu uma associação termômetro clínico de mercúrio em vidro, procura-se colocar o
entre a energia de agitação das moléculas de um sistema e a bulbo do termômetro em contato direto com regiões mais
sua temperatura. próximas do interior do corpo e manter o termômetro assim
Deduziu que a uma temperatura de -273,15 ºC, durante algum tempo, antes de fazer a leitura. Esses dois
também chamada de zero absoluto, a agitação térmica das procedimentos são necessários porque:
moléculas deveria cessar. Considere um recipiente com gás,
fechado e de variação de volume desprezível nas condições do a) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
problema e, por comodidade, que o zero absoluto corresponde entre dois corpos e porque demanda sempre algum tempo para
a –273 ºC. É correto afirmar: que a troca de calor entre o corpo humano e o termômetro se
a) O estado de agitação é o mesmo para as temperaturas de efetive.
100 ºC e 100 K. b) é preciso reduzir a interferência da pele, órgão que regula a
b) À temperatura de 0 ºC o estado de agitação das moléculas é temperatura interna do corpo, e porque demanda sempre algum
o mesmo que a 273 K. tempo para que a troca de calor entre o corpo humano e o
c) As moléculas estão mais agitadas a –173°C do que a –127 ºC. termômetro se efetive.
d) A -32 ºC as moléculas estão menos agitadas que a 241 K. c) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
e) A 273 K as moléculas estão mais agitadas que a 100 ºC. entre dois corpos e porque é preciso evitar a interferência do
calor específico médio do corpo humano.
05. Podemos caracterizar uma escala absoluta de temperatura
quando : d) é preciso reduzir a interferência da pele, órgão que regula a
a) dividimos a escala em 100 partes iguais. temperatura interna do corpo, e porque o calor específico médio
b) associamos o zero da escala ao estado de energia cinética do corpo humano é muito menor que o do mercúrio e do vidro.
mínima das partículas de um sistema. e) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
c) associamos o zero da escala ao estado de energia cinética entre dois corpos e porque é preciso reduzir a interferência da
máxima das partículas de um sistema. pele, órgão que regula a temperatura interna do corpo.
d) associamos o zero da escala ao ponto de fusão do gelo.
e) associamos o valor 100 da escala ao ponto de ebulição da
água.

06. O texto a seguir foi extraído de uma matéria sobre


congelamento de cadáveres para sua preservação por muitos
anos, publicada no jornal O Estado de S. Paulo de 21.07.2002.
b) energia que sempre pode ser convertida integralmente em Após a morte clínica, o corpo é resfriado com gelo.
trabalho. Uma injeção de anticoagulantes é aplicada e um fluido especial
c) energia que jamais pode ser convertida integralmente em é bombeado para o coração, espalhando-se pelo corpo e
trabalho. empurrando para fora os fluidos naturais. O corpo é colocado
d) o agente físico responsável pelo aquecimento dos corpos. numa câmara com gás nitrogênio, onde os fluidos endurecem
e) uma modalidade de energia em trânsito. em vez de congelar. Assim que atinge a temperatura de –321º,
o corpo é levado para um tanque de nitrogênio líquido, onde
02. Calor é energia que se transfere de um corpo para outro em fica de cabeça para baixo.
determinada condição. Para essa transferência de energia é
necessário que entre os corpos exista:
Na matéria, não consta a unidade de temperatura
a) uma diferença de temperatura.
usada. Considerando que o valor indicado de –321º esteja
b) vácuo.
c) contato mecânico rígido. correto e que pertença a uma das escalas, Kelvin, Celsius ou
d) ar ou um gás qualquer. Fahrenheit, pode-se concluir que foi usada a escala:

03. Analise as seguintes afirmações sobre conceitos de a) Kelvin, pois trata-se de um trabalho científico e esta é a
termologia: unidade adotada pelo Sistema Internacional.
I) Calor é uma forma de energia. b) Fahrenheit, por ser um valor inferior ao zero absoluto e,
portanto, só pode ser medido nessa escala.
II) Calor é o mesmo que temperatura. c) Fahrenheit, pois as escalas Celsius e Kelvin não admitem
III) A grandeza que permite informar se dois corpos estão em esse valor numérico de temperatura.
equilíbrio térmico é a temperatura. d) Celsius, pois só ela tem valores numéricos negativos para a
Está(ão) correta(s) apenas: indicação de temperaturas.
a) I. b) II. c) III. e) Celsius, por tratar-se de uma matéria publicada em língua
d) I e II. e) I e III. portuguesa e essa ser a unidade adotada oficialmente no Brasil.

04. Lord Kelvin (título de nobreza dado ao célebre físico 07. Quando se mede a temperatura do corpo humano com um
William Thompson, 1824-1907) estabeleceu uma associação termômetro clínico de mercúrio em vidro, procura-se colocar o
entre a energia de agitação das moléculas de um sistema e a bulbo do termômetro em contato direto com regiões mais
sua temperatura. próximas do interior do corpo e manter o termômetro assim
Deduziu que a uma temperatura de -273,15 ºC, durante algum tempo, antes de fazer a leitura. Esses dois
também chamada de zero absoluto, a agitação térmica das procedimentos são necessários porque:
moléculas deveria cessar. Considere um recipiente com gás,
fechado e de variação de volume desprezível nas condições do a) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
problema e, por comodidade, que o zero absoluto corresponde entre dois corpos e porque demanda sempre algum tempo para
a –273 ºC. É correto afirmar: que a troca de calor entre o corpo humano e o termômetro se
a) O estado de agitação é o mesmo para as temperaturas de efetive.
100 ºC e 100 K. b) é preciso reduzir a interferência da pele, órgão que regula a
b) À temperatura de 0 ºC o estado de agitação das moléculas é temperatura interna do corpo, e porque demanda sempre algum
o mesmo que a 273 K. tempo para que a troca de calor entre o corpo humano e o
c) As moléculas estão mais agitadas a –173°C do que a –127 ºC. termômetro se efetive.
d) A -32 ºC as moléculas estão menos agitadas que a 241 K. c) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
e) A 273 K as moléculas estão mais agitadas que a 100 ºC. entre dois corpos e porque é preciso evitar a interferência do
calor específico médio do corpo humano.
05. Podemos caracterizar uma escala absoluta de temperatura
quando : d) é preciso reduzir a interferência da pele, órgão que regula a
a) dividimos a escala em 100 partes iguais. temperatura interna do corpo, e porque o calor específico médio
b) associamos o zero da escala ao estado de energia cinética do corpo humano é muito menor que o do mercúrio e do vidro.
mínima das partículas de um sistema. e) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
c) associamos o zero da escala ao estado de energia cinética entre dois corpos e porque é preciso reduzir a interferência da
máxima das partículas de um sistema. pele, órgão que regula a temperatura interna do corpo.
d) associamos o zero da escala ao ponto de fusão do gelo.
e) associamos o valor 100 da escala ao ponto de ebulição da
água.

06. O texto a seguir foi extraído de uma matéria sobre


congelamento de cadáveres para sua preservação por muitos
anos, publicada no jornal O Estado de S. Paulo de 21.07.2002.
b) energia que sempre pode ser convertida integralmente em Após a morte clínica, o corpo é resfriado com gelo.
trabalho. Uma injeção de anticoagulantes é aplicada e um fluido especial
c) energia que jamais pode ser convertida integralmente em é bombeado para o coração, espalhando-se pelo corpo e
trabalho. empurrando para fora os fluidos naturais. O corpo é colocado
d) o agente físico responsável pelo aquecimento dos corpos. numa câmara com gás nitrogênio, onde os fluidos endurecem
e) uma modalidade de energia em trânsito. em vez de congelar. Assim que atinge a temperatura de –321º,
o corpo é levado para um tanque de nitrogênio líquido, onde
02. Calor é energia que se transfere de um corpo para outro em fica de cabeça para baixo.
determinada condição. Para essa transferência de energia é
necessário que entre os corpos exista:
Na matéria, não consta a unidade de temperatura
a) uma diferença de temperatura.
usada. Considerando que o valor indicado de –321º esteja
b) vácuo.
c) contato mecânico rígido. correto e que pertença a uma das escalas, Kelvin, Celsius ou
d) ar ou um gás qualquer. Fahrenheit, pode-se concluir que foi usada a escala:

03. Analise as seguintes afirmações sobre conceitos de a) Kelvin, pois trata-se de um trabalho científico e esta é a
termologia: unidade adotada pelo Sistema Internacional.
I) Calor é uma forma de energia. b) Fahrenheit, por ser um valor inferior ao zero absoluto e,
portanto, só pode ser medido nessa escala.
II) Calor é o mesmo que temperatura. c) Fahrenheit, pois as escalas Celsius e Kelvin não admitem
III) A grandeza que permite informar se dois corpos estão em esse valor numérico de temperatura.
equilíbrio térmico é a temperatura. d) Celsius, pois só ela tem valores numéricos negativos para a
Está(ão) correta(s) apenas: indicação de temperaturas.
a) I. b) II. c) III. e) Celsius, por tratar-se de uma matéria publicada em língua
d) I e II. e) I e III. portuguesa e essa ser a unidade adotada oficialmente no Brasil.

04. Lord Kelvin (título de nobreza dado ao célebre físico 07. Quando se mede a temperatura do corpo humano com um
William Thompson, 1824-1907) estabeleceu uma associação termômetro clínico de mercúrio em vidro, procura-se colocar o
entre a energia de agitação das moléculas de um sistema e a bulbo do termômetro em contato direto com regiões mais
sua temperatura. próximas do interior do corpo e manter o termômetro assim
Deduziu que a uma temperatura de -273,15 ºC, durante algum tempo, antes de fazer a leitura. Esses dois
também chamada de zero absoluto, a agitação térmica das procedimentos são necessários porque:
moléculas deveria cessar. Considere um recipiente com gás,
fechado e de variação de volume desprezível nas condições do a) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
problema e, por comodidade, que o zero absoluto corresponde entre dois corpos e porque demanda sempre algum tempo para
a –273 ºC. É correto afirmar: que a troca de calor entre o corpo humano e o termômetro se
a) O estado de agitação é o mesmo para as temperaturas de efetive.
100 ºC e 100 K. b) é preciso reduzir a interferência da pele, órgão que regula a
b) À temperatura de 0 ºC o estado de agitação das moléculas é temperatura interna do corpo, e porque demanda sempre algum
o mesmo que a 273 K. tempo para que a troca de calor entre o corpo humano e o
c) As moléculas estão mais agitadas a –173°C do que a –127 ºC. termômetro se efetive.
d) A -32 ºC as moléculas estão menos agitadas que a 241 K. c) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
e) A 273 K as moléculas estão mais agitadas que a 100 ºC. entre dois corpos e porque é preciso evitar a interferência do
calor específico médio do corpo humano.
05. Podemos caracterizar uma escala absoluta de temperatura
quando : d) é preciso reduzir a interferência da pele, órgão que regula a
a) dividimos a escala em 100 partes iguais. temperatura interna do corpo, e porque o calor específico médio
b) associamos o zero da escala ao estado de energia cinética do corpo humano é muito menor que o do mercúrio e do vidro.
mínima das partículas de um sistema. e) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
c) associamos o zero da escala ao estado de energia cinética entre dois corpos e porque é preciso reduzir a interferência da
máxima das partículas de um sistema. pele, órgão que regula a temperatura interna do corpo.
d) associamos o zero da escala ao ponto de fusão do gelo.
e) associamos o valor 100 da escala ao ponto de ebulição da
água.

06. O texto a seguir foi extraído de uma matéria sobre


congelamento de cadáveres para sua preservação por muitos
anos, publicada no jornal O Estado de S. Paulo de 21.07.2002.
b) energia que sempre pode ser convertida integralmente em Após a morte clínica, o corpo é resfriado com gelo.
trabalho. Uma injeção de anticoagulantes é aplicada e um fluido especial
c) energia que jamais pode ser convertida integralmente em é bombeado para o coração, espalhando-se pelo corpo e
trabalho. empurrando para fora os fluidos naturais. O corpo é colocado
d) o agente físico responsável pelo aquecimento dos corpos. numa câmara com gás nitrogênio, onde os fluidos endurecem
e) uma modalidade de energia em trânsito. em vez de congelar. Assim que atinge a temperatura de –321º,
o corpo é levado para um tanque de nitrogênio líquido, onde
02. Calor é energia que se transfere de um corpo para outro em fica de cabeça para baixo.
determinada condição. Para essa transferência de energia é
necessário que entre os corpos exista:
Na matéria, não consta a unidade de temperatura
a) uma diferença de temperatura.
usada. Considerando que o valor indicado de –321º esteja
b) vácuo.
c) contato mecânico rígido. correto e que pertença a uma das escalas, Kelvin, Celsius ou
d) ar ou um gás qualquer. Fahrenheit, pode-se concluir que foi usada a escala:

03. Analise as seguintes afirmações sobre conceitos de a) Kelvin, pois trata-se de um trabalho científico e esta é a
termologia: unidade adotada pelo Sistema Internacional.
I) Calor é uma forma de energia. b) Fahrenheit, por ser um valor inferior ao zero absoluto e,
portanto, só pode ser medido nessa escala.
II) Calor é o mesmo que temperatura. c) Fahrenheit, pois as escalas Celsius e Kelvin não admitem
III) A grandeza que permite informar se dois corpos estão em esse valor numérico de temperatura.
equilíbrio térmico é a temperatura. d) Celsius, pois só ela tem valores numéricos negativos para a
Está(ão) correta(s) apenas: indicação de temperaturas.
a) I. b) II. c) III. e) Celsius, por tratar-se de uma matéria publicada em língua
d) I e II. e) I e III. portuguesa e essa ser a unidade adotada oficialmente no Brasil.

04. Lord Kelvin (título de nobreza dado ao célebre físico 07. Quando se mede a temperatura do corpo humano com um
William Thompson, 1824-1907) estabeleceu uma associação termômetro clínico de mercúrio em vidro, procura-se colocar o
entre a energia de agitação das moléculas de um sistema e a bulbo do termômetro em contato direto com regiões mais
sua temperatura. próximas do interior do corpo e manter o termômetro assim
Deduziu que a uma temperatura de -273,15 ºC, durante algum tempo, antes de fazer a leitura. Esses dois
também chamada de zero absoluto, a agitação térmica das procedimentos são necessários porque:
moléculas deveria cessar. Considere um recipiente com gás,
fechado e de variação de volume desprezível nas condições do a) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
problema e, por comodidade, que o zero absoluto corresponde entre dois corpos e porque demanda sempre algum tempo para
a –273 ºC. É correto afirmar: que a troca de calor entre o corpo humano e o termômetro se
a) O estado de agitação é o mesmo para as temperaturas de efetive.
100 ºC e 100 K. b) é preciso reduzir a interferência da pele, órgão que regula a
b) À temperatura de 0 ºC o estado de agitação das moléculas é temperatura interna do corpo, e porque demanda sempre algum
o mesmo que a 273 K. tempo para que a troca de calor entre o corpo humano e o
c) As moléculas estão mais agitadas a –173°C do que a –127 ºC. termômetro se efetive.
d) A -32 ºC as moléculas estão menos agitadas que a 241 K. c) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
e) A 273 K as moléculas estão mais agitadas que a 100 ºC. entre dois corpos e porque é preciso evitar a interferência do
calor específico médio do corpo humano.
05. Podemos caracterizar uma escala absoluta de temperatura
quando : d) é preciso reduzir a interferência da pele, órgão que regula a
a) dividimos a escala em 100 partes iguais. temperatura interna do corpo, e porque o calor específico médio
b) associamos o zero da escala ao estado de energia cinética do corpo humano é muito menor que o do mercúrio e do vidro.
mínima das partículas de um sistema. e) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato direto
c) associamos o zero da escala ao estado de energia cinética entre dois corpos e porque é preciso reduzir a interferência da
máxima das partículas de um sistema. pele, órgão que regula a temperatura interna do corpo.
d) associamos o zero da escala ao ponto de fusão do gelo.
e) associamos o valor 100 da escala ao ponto de ebulição da
água.

06. O texto a seguir foi extraído de uma matéria sobre


congelamento de cadáveres para sua preservação por muitos
anos, publicada no jornal O Estado de S. Paulo de 21.07.2002.