Você está na página 1de 4

TRATADO

DE
BELMONTE
ENTRE
O IMPÉRIO KARNO-RUTENO
&
REINO DE EBENTHAL

Em Belmonte, 15 de Janeiro de 2O2O.


TRATADO DE RECONHECIMENTO MÚTUO E
AMIZADE ENTRE O IMPÉRIO DA KÁRNIA-
RUTÊNIA E O REINO DE EBENTHAL

À todas as partes signatárias, em face das convenções internacionais em nome da paz e


da cooperação entre os estados, é de obrigação das nações signatárias do presente TRATADO
DE RECONHECIMENTO MÚTUO E AMIZADE cumprir esses regulamentos e
procedimentos e aos líderes desses estados cumpre trabalhar pela paz e pelo entendimento de
suas nações além do nível regular.

ARTIGO I
Fica estabelecido por esse documento que a soberania e a independência do REINO
DE EBENTHAL e do IMPÉRIO DA KÁRNIA-RUTÊNIA não será desrespeitada ou
ameaçada pela outra parte signatária, cientes de que se encontram em hemisférios
micronacionais distintos, praticando tradições micronacionais distintas, mas coexistentes e
harmônicas.

ARTIGO II
Através da assinatura do presente TRATADO DE RECONHECIMENTO MÚTUO E
AMIZADE, o REINO DE EBENTHAL e o IMPÉRIO DA KÁRNIA-RUTÊNIA formalmente
reconhecem a soberania e independência de ambos os estados até a dissolução de uma ou de
todas as partes.

ARTIGO III
É através desse mútuo reconhecimento em que ambos os estados estabelecem
formalmente relações diplomáticas, em respeito às convenções e declarações já consagradas
pelas NAÇÕES UNIDAS.
ARTIGO IV
Através desse reconhecimento de relações diplomáticas, será estabelecido que ambos
os estados permanecerão separados e igualmente independentes no que diz respeito à
legislatura nacional e assuntos estrangeiros, e que o presente documento estabelece relações
apenas entre as micronações signatárias do presente tratado.

ARTIGO V
Neste documento, deve ser estabelecido que a relação reconhecida por ambos os
estados é livre até a dissolução de um estado ou a oposição legislativa seja aprovada dentro de
uma câmara nacional de representantes, e que o estabelecimento desses laços se baseie no
reconhecimento de direitos humanos, no respeito à prática micronacional plural e
multicultural.

ARTIGO VI
Ambos os Estados reconhecem que essas relações devem ser construídas com base na
cooperação e na paz perpétua entre cada estado e que os cidadãos independentes de ambas as
nações respeitam e reconhecem a soberania, as leis e as convenções do outro, bem como as
especificidades de cada micronação e suas tradições e práticas micropatriológicas.

ARTIGO VII
Este tratado entrará formalmente em vigor após a assinatura e ratificação do
documento por qualquer legislatura nacional independente, ou órgãos representativos
suplentes, e os chefes de Estado.

ARTIGO VIII
As Altas Partes Contratantes afirmam o desejo de estabelecer, em caso de necessidade,
protocolos especiais para intensificar os laços culturais entre as nações derivatistas e
histórico-modelistas-simulacionistas fundadas nos setores Anglófono e Lusófono, bem como
fomentar medidas para o incentivo dessa prática unificadora. Estes protocolos especiais
devem ser adotados nos meios e tempo oportunos, com a formalidade de praxe e negociados
entre as Altas Partes Contratantes.
Sua Majestade Imperial e Real, Oscar, pela Graça de Deus, Imperador da Kárnia e Rei da
Rutênia, Rei da Bessábia, Rei de Acrin, Rei da Horvácia, Szolnók, Geza, Letíngia, Escândia,
Rei de Jéstia, etc.; Arquiduque da Kárnia, Grão-Duque de Gaussland, Caledônia; Duque de
Ladislávia, Hoheneinsamkeit, Weißeswasser, Csorna, Chedowski, Balaton; Grão-Príncipe de
Karcag, Margrave de Luftrein, Duque de Persenburg, Götzödorf, Mohács, Pannonhalm,
Podenbrad, Gyalla, Oswiencin, Zallanta, Cieszpreg, Fertodin, Rugoz, Árpád; Conde
Principesco de Bihar, Tamaz, Koberg, Gerizia, Grevênia; Príncipe de Thomaz-Rocha, Bersód;
Margrave da Alta e da Baixa Lusítia; Conde de Heves, Feldkirchenberg, Brevento, Szentes,
etc.; Senhor de Fürstenbergserdboden, Kazin, etc., etc. etc.

Sua Alteza Real, Ulli, Duque da Daugávia, Príncipe de Valona, Margrave de Sansbeurg,
Barão von Eibenland-Sansbeurg; Ministro dos Assuntos Estrangeiros do Império da Kárnia-
Rutênia.

Sua Majestade Ilustríssima, Arthur, por Direito de Aclamação, Alto Rei de Ebenthal, Rei das
terras de Roschfallen, Barão Hereditário de Roches, Barão de Sealand, Marquês do Vale da
Água".

Sua Excelência, Luísa Somme, Condessa de Lorencia e Ministra das Relações Exteriores do
Reino de Ebenthal.

Você também pode gostar