Você está na página 1de 2

1.

Evangelizar refere-se ao anúncio do grande acontecimento do nascimento, vida, morte, ressurreição e
ascensão de Jesus Cristo.

Na Bula Inter Coetera, de 3 de maio de 1493, o papa Alexandre VI afirmava que a fé católica e a religião cristã
deveriam ser levadas por onde quer que se ampliem e dilatem, e que se procurasse a salvação das almas, e
as nações bárbaras fossem submetidas e reduzidas à fé cristã. Com a descoberta das Américas, os
missionários viram como de suma importância obedecer ao que foi dito pelo papa e levar a religião cristã aos
povos dessas novas terras.

Os primeiros a evangelizar a América foram os Franciscanos, e não os jesuítas.

Os franciscanos, seguidores de São Francisco, foram os primeiros religiosos europeus a colocar os pés em
terras brasileiras. A primeira missa celebrada no Brasil foi oficiada por um franciscano, frei Henrique de
Coimbra, que veio na esquadra de Pedro Álvares Cabral, aportando nas “Terras de Santa Cruz”, em abril de
1500. Os primeiros jesuítas chegariam quase cinqüenta anos depois. Embora os jesuítas tenham sido os
primeiros religiosos oficialmente enviados para trabalhar no Brasil, em 1549, os franciscanos estão presentes
e atuantes já bem antes disso. Temos relatos de vários frades presentes no litoral, de 1503 até 1584, os
religiosos franciscanos aproveitavam para evangelizar os indígenas e colonos, nas aldeias e vilas por onde
passavam.

A razão por serem menos conhecidos é que, ao contrário dos jesuítas, os franciscanos não tinham o hábito de
escrever sobre suas atividades, o raro material que se conserva nos arquivos foram produzidos pelas
autoridades, como provinciais, guardiães e definidores. Fundaram os chamados “recolhimentos”, locais que
abrigavam indígenas e ensinavam a doutrina cristã.

2.

Com a explosão da Reforma Protestante, a igreja católica lançou a Contra-Reforma e criou a Companhia de
Jesus, formada pelos padres jesuítas e que tinha como objetivo barrar o avanço do protestantismo pelo
mundo.

Os primeiros jesuítas chegaram ao Brasil no ano de 1549, com a expedição de Tomé de Souza, com o
objetivo de catequizar os índios americanos, transmitindo-lhes as línguas portuguesa e espanhola, os
costumes europeus e a religião católica.

Para impor mais facilmente a cultura do branco europeu sobre o índio, os jesuítas organizaram as missões,
comunidades indígenas organizadas e dirigidas pelos jesuítas para catequizar, ou seja, converter os índios à
religião católica, e atender aos interesses econômicos da Companhia de Jesus.

A princípio os índios que se negavam a viver em missões eram submetidos pela força. Mais tarde, porém, os
jesuítas passaram a defendê-los e a atraí-los para as reduções de maneira pacífica. Os índios viviam
livremente nas missões, mas eram usados para cultivar os alimentos necessários, caçar, pescar, coletar as
chamadas drogas do sertão. Parte das mercadorias produzidas ou coletadas pelos indígenas era vendida e
os lucros obtidos com a venda ficavam para os jesuítas.

3.

Considerados grandes educadores, os jesuítas fundaram várias pequenas escolas primárias e alguns grandes
colégios, entre eles os da Bahia, de Pernambuco, de São Paulo e do Rio de Janeiro. O Papa acompanhava
com vigilante atenção a idoneidade das nomeações de vice-reis e autoridades menores responsáveis pela
evangelização e proteção dos aborígines americanos contra possíveis excessos cometidos pelos
colonizadores.

participou da fundação da cidade do rio de janeiro e viveu entre os índios. 4. Com o tempo. José entrou para a companhia em 1551. 2. cada grupo religioso instituiu sua própria igreja. mas com grande repercussão para o meio batista. contudo a relação com os indígenas não foi harmoniosa como no Brasil. José de Anchieta. 3. Manuel da Nóbrega destaca-se pela participação política que teve. os quais eram perseguidos na Inglaterra por não serem adeptos do cristianismo. Inácio de Azevedo. . Rio de Janeiro e Salvador. Os confrontos constantes reduziram a população indígena a apenas 15% do número original e hoje eles vivem em reservas. ao Rei D. 5. por enfatizar a conversão pessoal. João III e a Santo Inácio. Os jesuítas se mantiveram até hoje. os colonos nunca tiveram grande inclinação à inclusão religiosa dos indígenas. O primeiro avivamento ocorreu em meios calvinistas. Antônio Vieira foi um padre português que cresceu no Brasil e foi educado no Colégio de Jesus. mantendo ainda suas crenças originárias. Surgiu ali também uma grande mescla de nacionalidades. Foi conselheiro do Governador Tomé de Souza e mais ainda do Governador Mem de Sá. trazidos pelo governador-geral Tomé de Sousa. Dele se conservam várias cartas dirigidas aos superiores de Portugal. Eles visavam construir na América uma Nova Inglaterra onde poderiam seguir qualquer religião que escolhessem. 4. Os jesuítas opuseram-se várias vezes à escravidão indígena. nomeado após São José e nascido nas ilhas canárias.216 membros espalhados por 112 países e 6 continentes. Os principais jesuítas foram: 1. eles levaram a idéia ao papa. mas os puritanos ingleses sempre foram maioria. sendo um dos primeiros a aprender a língua Tupi. vindo a ser expulsos do Brasil por Marquês de Pombal em 1759. português de família nobre que teve a idéia de criar a Companhia de Jesus junto com outros 6 padres. em Salvador. que a acolheu. que queriam usar os índios como mão-de-obra escrava. Lutou pela liberdade dos índios. o que gerou inúmeros confrontos com os colonizadores. Já a América do Norte foi colonizada por ingleses protestantes.Desde 1549 chegara ao Brasil o primeiro grupo de seis missionários liderados por Manuel da Nóbrega. formando a maior ordem religiosa atual da Igreja Católica e contando com 19. cada uma seguindo o segmento protestante de seu país. o que levou à sua expulsão das Missões brasileiras. participando da fundação de São Paulo.