Você está na página 1de 24

BASES CELULARES E

MOLECULARES I

SISTEMA
TAMPÃO
BIOQUÍMICA E
FISIOLOGIA CELULAR
OBJETIVOS
• Compreender o conceito de tampão;
• Reconhecer e avaliar a eficiência de um sistema
tampão;
• Discutir a importância da manutenção do pH nos
líquidos corporais;
• Compreender o funcionamento dos diferentes
tampões biológicos.
AULA 1
. ÁCIDOS FORTES E FRACOS: IONIZAÇÃO E pH
. COMPOSIÇÃO DOS SISTEMAS
TAMPONANTES
Conceitos de ácidos e bases

Arrhenius (1887):
• ácidos: liberam apenas
H+ (H3O+) como cátion;
• bases (ÁLCALIS): liberam
apenas OH- como ânion;
ácido + base → sal + água
• definição limitada
exclusivamente às
soluções aquosas.
Conceitos de ácidos e bases
Lewis (1923):
• ácidos: aceptores de par de
elétrons;
• bases: doadores de par de
elétrons;
ácido + base → sal + água
• ácidos e bases de Lewis não precisam
conter prótons.
Conceitos de ácidos e bases
Brønsted-Lowry (1923):
• ácidos: doadores de H+ (doam
prótons).
• bases: aceptores de H+ (não
precisam ter OH-; recebem prótons).
- Substâncias anfóteras: podem ter
comportamento ácido ou básico,
dependendo da situação.

Pares conjugados (ácido-base):


HA(aq) + H2O(ℓ) ⇄ H3O+(aq) + A-(aq)
ácido + base ⇄ ácido + base
Equilíbrio iônico da água
• A água sofre autoionização, mas, como é um
eletrólito muito fraco, estabelece o equilíbrio
abaixo:

2 H2O(ℓ) ⇄ H3O+(aq) + OH-(aq)


ou simplesmente:
H2O(ℓ) ⇄ H+(aq) + OH-(aq)
Equilíbrio iônico da água
• A constante de equilíbrio para a ionização
reversível da água é:

• Na água pura a 25°C, a concentração de água é


55,5 M, gramas de H20 em 1L divididas pela sua
massa molecular grama: (1000g/L)/(18,015 g/L);

• Substituindo 55,5 M na constante de equilíbrio,


temos:
Equilíbrio iônico da água
• Rearranjando, temos:

- onde Kw designa (55,5 M)(Keq), que é o produto iônico da


água.
• O valor para Keq, determinado por medidas de
condutividade elétrica da água pura, é 1,8x10-16 M a
25°C. Substituindo na equação acima, temos:

Produto iônico da água é solução aquosa


Produto iônico da água
• Assim, o produto [H+][OH-] em solução aquosa
a 25°C é sempre igual a 1,0x10-14 M2.

• Quando existem concentrações iguais de H+ e


OH-, como na água pura, a solução está em pH
neutro. Nesse pH, a concentração de H+ e OH-
pode ser calculada a partir do produto iônico
da água:
Escala de pH
• A escala de pH indica as concentrações de H+ e OH-; o
produto iônico da água é a base para a escala de pH;
• A escala de pH foi definida de modo a expressar:

– Água neutra (25°C)→ pH = pOH = 7,0


– Soluções ácidas, [H+] > 1,0 x 10-7 → pH < 7,0
– Soluções básicas, [H+] < 1,0 x 10-7 → pH > 7,0
– Em água (a 25°C), temos: pH + pOH = 14
pH de alguns fluidos aquosos
Escala de pH

Adaptado de Nelson & Cox, 2014.

Adaptado de Nelson & Cox, 2014.


Ácidos e bases fracos
• os ácidos fracos são
apenas parcialmente ionizados
em solução;
• quanto maior Ka (constante de
acidez) mais forte será o ácido, • as bases fracas removem
prótons das substâncias, existindo
ou seja, mais íons estarão
um equilíbrio entre a base e os
presentes no equilíbrio em íons resultantes:
relação às moléculas não
ionizadas; NH3(aq) +H2O(ℓ)⇄NH4+(aq) +OH-(aq)
• para encontrar a molaridade
do H3O+(aq) numa solução de
ácido fraco, devemos levar em
conta o equilíbrio:
HA(aq) + H2O(ℓ) ⇄ H3O+(aq) + A-(aq)
Ácidos fracos

• Ácidos fracos são caracterizados por sua


constante de dissociação;
• A constante de equilíbrio é:

• Constante de equilíbrio (Ka) é constante de


dissociação ou de ionização.
• Quanto maior o valor de Ka menor a
afinidade da base pelo próton menor o
pH da solução.
Quanto maior Ka (constante de acidez) mais forte será o ácido, ou
seja, maior será sua tendência em liberar o próton (H+).
SISTEMA
TAMPÃO

• Um sistema tampão impede grandes


variações de pH, quando se adiciona
pequenas quantidades de ácido ou base;
• Conceito de Ácidos e Bases de Bronsted-Lorry;
• Um sistema tampão é constituído por
seu ácido fraco mais sua base
conjugada.
SISTEMA TAMPÃO
• A eficiência de um tampão está restrita a uma
faixa de pH;

• A equação de Henderson-Hasselbalch
relaciona pH, constante de dissociação do
ácido e as concentrações de ácido e base
conjugada.
Equação de
Henderson-Hasselbalch
Resolver para [H+]

Logaritmo negativo em ambos os lados da equação:

Substituir o pH por -log [H+] e o pKa por -log Ka:

Inverter o -log [HA]/[A], envolvendo a mudança no sinal:


SISTEMA TAMPÃO
• pKa é o valor de pH que provoca 50% de dissociação
do ácido;
• Em valores de pH inferiores ao pKa de um ácido fraco,
predomina sua forma protonada (ácido conjugado);
• Em valores de pH maiores que o pKa, predomina a
forma desprotonada (base conjugada);
• O ácido fraco constituirá um tampão apropriado se o
seu valor de pKa estiver dentro do intervalo
compreendido por uma unidade abaixo e uma
unidade acima do pH que se quer manter constante.
• A EFICIÊNCIA DE UM TAMPÃO DEPENDE DE SUA
CONCENTRAÇÃO E É MÁXIMA NO pH IGUAL AO pKa.
Titulação de um ácido fraco com álcali
e ácido

Titulação de um ácido fraco com álcali Titulação de um ácido fraco com ácido

Adaptado de Marzzocco & Torres, 2007.


A região do tamponamento
estende-se a uma unidade abaixo e
acima do pKa

Adaptado de Marzzocco & Torres, 2007.


Importância da manutenção
do pH?
Pesquisar valores de pH nos
diferentes compartimentos
corporais.
pH de alguns fluidos biológicos

Adaptado de Devlin, 2011.


Alguns pares conjugados ácido-base de
importância em sistemas biológicos

Adaptado de Devlin, 2011.