Você está na página 1de 1

Excelentíssimo(a) Sr(a).

Juiz(a),

Eu, Marcelo Missias Gomes portador da CI 1.300.646 SSP-DF,


nascido em Brasília ,DF. em 30 de novembro de 1974, tenho graduação superior em
Ciências Contábeis, sou servidor público exercendo o cargo de técnico judiciário, na
secretaria de tecnologia da informação, no setor de redes do TRE-DF desde
novembro 1997.
Todos os dias acordo cedo e saio para fazer caminhada com
duração média de 30 minutos, depois saímos para um passeio rápido com nosso
cachorro , na sequência tomamos café da manhã e dai passo a ler emails e estudar
assuntos relacionados a tecnologia da informação , Por volta de 11:00 almoço e saio
para o trabalho onde o expediente é das 12:00 as 19:00, chego em casa por volta das
20:00, jantamos e assistimos televisão até a hora de dormir.
Nos finais de semana gostamos de ir a parque de Águas Claras,
fazemos visitas a familiares e amigos, normalmente aos domingos vamos à missa na
igreja São José em Taguatinga norte.
Nos momentos de lazer, gostamos de ir ao cinema ou, ainda, de
estar com amigos em algum restaurante, ou na casa de alguém (incluindo a nossa),
gostamos também de viajar para conhecer novos lugares e experiências regionais.
Nos casamos em 06 de dezembro de 2003, moramos na cidade
de Aguas Claras em apartamento próprio, com 89 m2 , não possuímos filhos e temos
dificuldade em engravidar por problemas ainda não totalmente conhecidos.
Dentre os sonhos que tenho, o que hoje tem a maior prioridade e
poder exercer a paternidade, onde acredito que através do amor, responsabilidade e
dedicação, podemos nos tornar pessoas melhores, na busca de transmitir bons
exemplos aos filhos, pois a educação é transmitida muito mais exemplos de conduta
do que através da fala. Outros sonhos são relacionados a viagens, aquisição de uma
casa maior, passar em outro concurso público..
Não desistimos da possibilidade de termos filhos biológicos,
contudo, vemos a adoção com um caminho viável para concretizar um desejo tão
profundo .Esperamos que a adoção sirva para nos mostrar o quanto podemos fazer
de bem, doando amor a uma criança que poderá ter um futuro melhor, tanto no diz
respeito aos aspectos físicos e emocionais .

Brasília, 18 de Outubro de 2017.