Você está na página 1de 33

Fitoterapia Chinesa

Módulo II
Ações esperadas pela atuação
dos fármacos chineses
• Reforçar o Zeng Qi;

• Expulsar o Xie - energia perversa;

• Restabelecer a harmonia nos sistemas, internos ZANG FU;

• Desfazer bloqueios e obstruções.


Preparação e aplicação
Uso Interno

 Decocção – Erva seca ou fresca cozida ou levada à fervura(Ex: Sopas – Tang


Ji);
 Infusão – Erva seca ou fresca de molho em água quente(Ex: Chás- Cha Ji)
 Pílulas ( Wan Ji) – Produzidas com pó
 Comprimidos e drágeas(Pian Ji)
 Sucos – Erva fresca triturada e coada
 Pó (San Ji) – Erva seca triturada
 Extratos
Uso Externo

 Unguento (Ruan Gao)(pomadas)


 Emplasto (Ying Gao)
 Tira de papel (Tiao Ji)
 Linha (Xian Ji)
 Lã (Jiu Ji)

Outros Métodos
 Injeção (Zhen Ji)
Métodos de Tratamentos – Ba Fa
“ É imperioso procurar para achar a causa fundamental quando se trata de uma
doença.”
Huang Di Nei Jing

Os métodos terapêuticos devem ser determinados de acordo com as síndromes.

São oito métodos de tratamentos (Ba Fa) de extrema importância:

 Sudorífero (Han Fa) – Síndrome superficial


 Emético (Tu Fa) – Acúmulo de mucosidade (vômitos, intensa sialorreia, intoxicação,
estagnação alimentar)
 Harmonizante (He Fa) – Patógenos no Nível Shao Yang/desarmonia entre E e
BP/Síndromes de frio e calor/Síndromes de superfície & Interior
 Purgativo (Xia Fa) – Síndromes de excesso alimentar
 Eliminante (Qin Fa) – Síndromes de calor interno
 Desintegrante (Xiao Fa) – Síndromes de excesso- umidade/mucosidade
 Aquecente (Wen Fa) – Síndromes de frio interno
 Tonificante (Bu Fa) – Síndromes de Insuficiência
Ação entre os componentes
Os componentes em uma fórmula são usados para afetar uns aos
outros:

 Reforço mútuo
 Assistência mútua
 Restrição mútua
 Ação contrária
 Neutralização
 Direção de ação
 Condução de ação
 Ação de transformação
Formulação dos Remédios Chineses

 Imperador: 40% - 50%


Uma fórmula chinesa deve conter esses quatro
 Ministro: 25% - 30% grupos de ervas, nesses percentuais, em média.

 Assistente: 15% - 20%

 Coordenador: 10% - 15%


Guia de Referência dos Nomes das Ervas
 SEMEN - SEMENTE
• BULBUS - BULBO
• RHIZOMA - RIZOMA  FLOS – FLOR
• CAULIS - CAULE, HASTE  UNCIS - FILAMENTOS
• HERBA - ERVA – PARTE SUPERIOR  FOLIUM - FOLHA
• CONCHA - IDEM  PERICARP - PELE
• OS - OSSO  RAMULUS - RAMO
• SEU - OU / AMBOS
 HOELEN - FUNGOS
• CORTEX - CASCA
 FRUCTUS - FRUTO
• RADIX - RAIZ
 CORTEX RADICIS - CASCA DA RAIZ
• EXOCARP - PELE
As Dezoito Classes
de Fármacos Chineses
I. Limpam superfície
II. Limpam calor
III. Drenam para baixo
IV. Drenam umidade
V. Drenam Vento-umidade
VI. Dissipam mucosidade
VII. Aromáticas que transformam o Aquecedor Médio
VIII. Mobilizam estagnação de alimentos
IX. Mobilizam Qi
X. Mobilizam Xue
XI. Aquecem o interior, expulsam o frio
XII.Tônicos
XIII.Adstringentes
XIV.Acalmam o Shen
XV.Aromáticas que abrem os orifícios superiores
XVI.Extinguem vento interno
XVII.Eliminam Parasitas
XVIII.Uso externo
I. Limpam a superfície
Combatem as doenças provocadas por Xie (fatores climáticos), onde o Wei Qi está lutando contra o Xie na camada
superficial do corpo.
São fármacos com ação diaforética e que induzem a transpiração.

Os sintomas de ataque de Xie na superfície são:

 Febre;
 Calafrios (intolerância para vento ou frio que não melhora com o aquecimento);
 Dor cervical, dores musculares, com sudorese ou pouca sudorese.

Quando o Xie consegue penetrar na camada muscular, ocorre febre sem calafrios, dores difusas e sudorese intensa.

Ex.: Casca da canela* (Ghi Zhi), que também libera os músculos gengibre fresco (Sheng Jiang), Efedra(Ma Huang),
bardana, menta.
II. Limpam o calor
Combatem as doenças Quentes com Xie (Frio, Umidade ou Calor) no interior. São fármacos com ação anti-inflamatória, antitérmica e
principalmente, antibiótica.
O quadro clínico mostra:

 febre sem calafrios;


 face vermelha, olhos vermelhos;
 calor nas extremidades e no peito;
 boca seca;
 sede;
 Irritabilidade;
 urina concentrada e escassa;
 constipação ou diarreia;
 distensão abdominal e revestimento amarelo na língua.
As doenças febris surgem na maioria das vezes como reação do corpo contra a invasão pelo Frio Perverso.
a) Dominam Fogo
São os fármacos mais frios da matéria médica e tratam:
 febre elevada com delírio;
 irritabilidade;
 sede

A doença febril se localiza na camada Qi, no estágio Yang Ming. Pode haver manifestações
oculares de Vento Calor, ou por Calor no Fígado, Pulmão ou Estômago.

Ex.: Fruto do jasmim-do-cabo (Zhi Zi), Cassia(Jue Ming Zi) e Lótus(Lian Xin).
b) Secam Umidade: Combatem as infecções por presença de Calor Umidade
Exemplo de patologias:
 Disenteria;
 Cistite;
 Icterícia;
 Furúnculos e eczema.
Em geral, são fármacos frios e amargos, com propriedades antibiótica, antipirética e anti-inflamatória.
Combinam-se frequentemente com aqueles do tipo que Dominam Fogo e aqueles do tipo Limpam Calor e Toxinas.
Ex.: raiz de Scutellaria baicalensis, rizoma de Coptis chinensis, córtex de Phellodendron amurense, Peonia(Bai Shao).

Não devem ser usados para doentes com Deficiência de Baço ou de


Estômago!
III. Drenam para baixo
São aquelas que drenam o Qi túrbido (fezes, urina) do corpo pelos orifícios inferiores. O Qi túrbido deve
descender , para evitar que retorne ao aquecedor médio, ocasionando perturbações nos meridianos do
Coração e Pulmão.

São indicadas para desintoxicação de toxinas, umidades e muco.

Essas ervas estão dividas em três categorias:


 Laxativos: Usados por constipação por deficiência. Ex:. Mel, semente de maconha(Huo Ma Ren) e
cerejeira japonesa(Yu Li Ren)
 Catárticos: Drenam calor por situação de constipação extrema. Ex:. Fitolaca (Shang Lu) Ipoméia(Qian
Niu Zi)
 Purgantes: Drenam pela bexiga e pelo intestino. Ex:. Ruibarbo(Da Huang), Sene(Fang Xie Ye) e Aloe
Vera(Lu Hui)
IV. Drenam umidade
Possuem propriedade diurética. Sua função é drenar os líquidos corporais
acumulados (edema). São ervas que atuam nos meridianos do Rim, Baço e Pulmão.
É preciso ter cuidado ao usá-las em pacientes com Deficiência de Yin e de Jing Ye.

Obs: A umidade também pode ser drenada por outra classe de ervas como as
aromáticas, quando essa umidade precisar ser transformada, já que encontra-se na
parte alta do corpo.

Ex:. Cabelo de milho(Yu Mi Xu), Malva(Dong Kui Zi), Feijão Azuki(Chi Xiao Dou).
V. Dispersam Vento-umidade
Essas ervas possuem propriedade antirreumática, anti-inflamatória e analgésicas.
Elas têm ação de desobstruir o Qi e o sangue nos canais e colaterais ocasionados pelo vento-
umidade.

Essa obstrução gera as quatro formas de Síndromes Bi:


 Bi Móvel: Vento
 Bi Fixo: Umidade
 Bi Doloroso: Frio
 Bi Febril: Calor

Ex:. Mulungu(Hai Tong Pi), Jasmim(Luo Shi teng), Morus Alba(Sang Zhi)
VI. Dissipam Mucosidade
São ervas que transformam a fleuma. E como tal, agem nos meridianos que comandam inicialmente a
descendência do Qi e a transformação dos fluídos, como o Pulmão e o baço. Algumas dessas ervas
também atuam no Rim, já que esse separa o túrbido do límpido, ajudando a clarear a turbidez da
fleuma.
As ervas que transformam a fleuma se subdividem em três grupos:
 Ervas que transformam a fleuma calor(Yang): natureza fria
Ex:. Pedra-Pome(Fu Hai Shi), Bambu(Zhu Li)
 Ervas que transformam a fleuma frio(Yin): natureza morna
Ex:. Mostarda branca(Bai jie Zi) e Pinelia(Ban Xia)
 Ervas que aliviam a tosse e a dispneia: São ervas com ação broncodilatadoras, antitussígenas e
diurética. São consideradas ativas sobre as manifestações, por isso devem ser usadas com ervas que
atuem sobre a raiz das manifestações.
Ex:. Morus Alba(Sang Bai Pi), Semente de damasco(Xing Ren), Nespereira(Pi Pa Ye)
VII. Aromáticas que transformam
o T.A Médio
As ervas aromáticas são preferidas às que habitualmente drenam umidade, em quadros de severa
estagnação no aquecedor médio, por possuírem ação de penetrar em sítios mais densos de
estagnação. São normalmente mornas e picantes. Devem ser usadas com muito cuidado em pessoas
debilitadas ou com com Deficiência de Yin, pois elas consomem os fluídos e dispersam o Qi
enfraquecendo-o.
Sintomas de muita estagnação por umidade:
 Distensão e plenitude abdominal
 Regurgitação
 Náuseas e vômitos
 Ausência de sede
 Diarreia ou fezes amolecidas

Ex:. Cárdamo verdadeiro(Bai Dou Kou), Magnólia europeia(Hou Po, Hou Po Hua)
VIII. Ervas que atuam na
Estagnação Alimentar
A estagnação alimentar acumula Qi túrbido, ou seja, alimentos mal digeridos nas vísceras (Estômago e
Intestinos), o que pode gerar fleuma ou estagnação de Qi.
A estagnação de alimentos pode ser de dois tipos:
 Estagnação de alimentos com calor Ex:. Rabanete(Lai Fu Zi)
 Alimentação excessiva
 Calor no Estômago
 Fleuma-calor no TA Médio
 Invasão de calor-umidade tratada erroneamente
Estagnação de alimentos com frio Ex:. Crataegus(Shan Zha)
 Alimentação excessivamente fria
 Deficiência Yang Qi ou Yang do Baço
 Sangue estagnado
Ex:. Broto de arroz(Fu Ya), Raabanete(Lai Fu Zi), Broto de cevada(Mai Ya)
IX. Mobilizam o Qi
São ervas que tatuam em dores com características intermitentes, com leve intensidade e com
características migratórias.
A estagnação de Qi pode ser subdividida em seis processos fisiopatológicos distintos:
 Estagnação do fluxo suave do Fígado(excedente de Qi = bílis)
 Estagnação do fluxo de Qi túrbido
 Estagnação do fluxo das emoções(Fígado e Shen)
 Estagnação do fluxo menstrual(Fígado)
 Estagnação do fluxo do Zhong Qi (C-expande/P-contrai = harmonia= fluxo Zhong Qi)
 Estagnação do livre fluxo nos canais (parestesias, tensão e contratura muscular, sudorese fria nas
extremidades)
As ervas que mobilizam o Qi agem essencialmente no Fígado, Estômago, Baço e Pulmão. Possuem
propriedade picante e azedas e amornantes. Várias são aromáticas e ressecantes(estag.Qi=estag.Jin Ye).
Ex:. Casca de Tangerina(Chen Pi), Cebolinha verde(Xie Bai), Limão(Fo Shou)
X. Ervas que circulam o Xue
São ervas que atuam na produção, circulação e manutenção do Xue. Elas reduzem dores fixas,
constantes e agudas, apresentando regiões mais avermelhadas ou roxas.
São ervas com ação de regular o sangue e dividem-se em três sub-categorias:
 Tonificantes: Atuam nos meridianos: C, Ba, F . Obs: Tônicos do sangue também são tônicos do Yin.
Normalmente são raízes ou frutos, e possuem sabor doce. Nunca serão quentes.
 Ex:.
 Antiestagnantes: Desfazer acúmulos e circular o sangue.
Ex:. Sálvia vermelha( Da Shen), Açafrão( Yu Jin)
 Hemostáticas: Evitam ou estancam hemorragias. Subdividem-se em três causas as hemorragias:
 Calor no sangue(refrescar)
 Sangue estagnado(antiestagnante)
 Vasos não contém o sangue(ervas que tonificam Baço
Ex:. Agrimônia(Xian He Cao), Capim gordura asiático(Mao Hua)
XI. Aquecem o interior, expulsam o frio
Combatem o Frio Interior, aquecem o Baço e o Iang do Rim, e associam-se aos fármacos que tonificam
Yang ou tonificam Qi.
São do tipo cardiotônico e vasodilatador por ação sobre o SNC. Alguns auxiliam a digestão, aumentam
absorção do tubo digestivo, aliviam vômitos e diarreia.

Exemplos

 Rizoma de gengibre (Zingiber officinale), casca de canela (Cinnamomum cassia),


 Botão de cravo-da-Índia (Eugenia caryophyllata)
 Fruto de funcho (Foeniculum vulgare)
 Fruto de pimenta-do-reino (Piper nigrum)
XII. Tônicos
Tratam deficiências, usam-se em geral associados a exercícios, meditação, alimentação e a outros fármacos que
combatem o Xie.
Em pacientes debilitados, com Yin Deficiente ou com aparelho digestivo muito delicado, a administração de
tônicos pode levar a um quadro de Fogo Falso, com sobrecarga digestiva e excitação do SN Simpático.

A) Tonificam Qi - Tratam Qi do Baço Deficiente ou Qi do Pulmão Deficiente, consequentemente, são também


indicados para Xue Deficiente. São geralmente adocicados. O uso crônico pode levar a sensações de calor ou de
plenitude no tórax. é importante associar com pequena quantidade de ervas que movimentam e regulam o Qi.
Ex.: raiz de ginseng (Panax ginseng), fruto de jujuba (Ziziphus jujuba), raiz de alcaçuz (Glycyrrhiza uralensis)

B) Tonificam Xue - Tratam deficiência de Xue por alterações de Coração ou de Fígado, com quadro clínico tipo
anemia. As causas podem ser psicossomáticas, insuficiência cardíaca, hepatite crônica etc.
Ex.: fruto de amora branca (Morus alba), raiz de angélica (Angelica sinensis)

C) Tonificam Yang - Tratam Yang Deficiente, principalmente do Rim, do Baço e do Coração. Como o Rim é a sede do
Qi congênito, a indicação mais importante é tonificar Rim Yang cuja manifestação é a exaustão sistêmica.
XIII. Adstringentes

São ervas que contêm grande quantidade de taninos, apresentando diversas funções: diminuir
sudorese, estancar diarreia crônica, tratar poliúria, combater tosse, ou parar sangramento.
Em MTC, indicam-se para as desordens onde substâncias do corpo são descarregadas anormalmente
(diarreia, poliúria, espermatorreia, transpiração excessiva) ou para as situações onde as estruturas
deslizam de suas posições originais (prolapso de útero, reto, bexiga etc.)
Esse tipo de problemas surge pela fraqueza causada por doenças crônicas, pela senilidade, pelo uso
prolongado de laxantes ou de substâncias dispersantes.
Segundo a Medicina Ocidental moderna, há fraqueza do tecido conjuntivo, falta de elasticidade da
musculatura lisa ou desordens do SNA. Na MTC, o Baço é responsável.
Exemplo
 Semente de Ginkgo biloba, semente de Myristica Fragrans
XIV. Acalmam o Shen
Tratam irritabilidade e insônia. Há 2 categorias:
A) Estabilizam e acalmam o Shen - São minerais ou conchas, por serem densos e pesados, tratam do Coração segurando e
acalmando o Shen (palpitações, ansiedade e insônia); evitam flutuação do Yang do Fígado (cefaléia, tontura, raiva e rosto
vermelho); contêm a dispersão do Qi do Pulmão (tosse e chiados); e abaixam o Qi Rebelde do Estômago (arrotos, soluços e
vômitos). Apresentam efeitos sedativos e tranquilizantes.
Os efeitos colaterais são numerosos. Lesam facilmente o Qi do Estômago, levando à indigestão e anorexia, devem ser
associados a fármacos que nutrem e fortalecem Baço e Estômago. Alguns contêm metais pesados, por exemplo, o Cinábrio
(mercúrio), não devendo ser tomados por períodos prolongados.
Ex.: Concha da Pteria margaritifera
B) Nutrem o Coração e acalmam o Shen - indicam-se para ansiedade, palpitações e insônia causadas por Deficiência do Xue
do Coração e por Deficiência do Yin
do Fígado.
Ex.: Semente de jujuba (Ziziphus jujuba spinosa)
XV. Aromáticas que abrem os orifícios superiores

São fármacos que ressuscitam os pacientes que apresentarem coma, trismo, punhos fechados,
membros rígidos e pulso em arame, rápido e transbordante. O fechamento dos Orifícios do Coração
pode ocorrer em 2 tipos de síndromes:
A) Calor - Delírio, irritabilidade, convulsões, rosto vermelho, respiração forte, revestimento lingual
amarelo e espesso, pulso transbordante, e geralmente febre elevada. Isso ocorre quando o Calor
penetra na camada Yin, nas doenças como meningite, encefalite, pneumonia, infecções com toxemia,
insolação, hepatopatia terminal, uremia, AVC etc.
Para obter bons efeitos, associam-se nos casos de Calor aos fármacos do tipo Eliminam Calor e
Toxinas.
B) Frio - Rosto cinzento, corpo frio, revestimento lingual branco e espesso e pulso lento. Essa
síndrome pode ser desencadeada por um súbito colapso com saliva espumosa pela boca, visto em
coma após AVC ou intoxicações.
Essas substâncias podem estimular o SNC e ressuscitar a consciência, ao mesmo tempo, têm um
efeito tranquilizante sobre a irritabilidade e parar espasmos. São fármacos que dispersam e assim,
podem drenar o Yuan Qi, portanto, só podem ser empregados durante curto período de tempo.
Para obter bons resultados, nos casos de Frio, associam-se fármacos mornos e picantes do tipo
regulam Qi Estagnado.
No caso de haver Síndrome de Abandono (coma, sudorese, membros frios, flacidez, perda do
controle esfincteriano, com pulso pequeno e fraco, causada por desidratação ou choque após
transpiração excessiva, vômitos, diarreias ou hemorragias), empregam-se fármacos que aquecem o
Jiao médio e tonificam o Qi, e não as Substâncias Aromáticas do tipo Abrem os
Orifícios.
Ex.: rizoma de Acorus gramineus
XVI. Extinguem vento interno

O Vento Interno surge pelas desordens do Fígado e do Rim, como Yin Deficiente do Fígado ou
do Rim, Yang ascendente do Fígado, Xue Deficiente do Fígado e em doenças com febres
elevadas.
As manifestações incluem irritabilidade, ansiedade, cefaleia, tontura, visão borrada, zumbidos,
vômitos, palpitações e movimentos musculares correspondem a hipertensão ou aterosclerose.
O tratamento visa nutrir Yin do Fígado e do Rim, pacificar o Fígado, e extinguir o Vento. Os
fármacos são do tipo anti-hipertensivos e sedativos.
A progressão da doença para o quadro de perda súbita da consciência, paralisia facial,
hemiplegia, afasia, tremores ou espasmos tônicos-clônicos dos membros, chama-se Ascensão
de Vento, e aí está indicado o presente grupo de fármacos que extinguem vento e param
tremores, além de fármacos tipo transformar mucosidades.
Essas substâncias melhoram a circulação e apressam a recuperação do tecido nervoso lesado.
No Calor Extremo produzindo Vento (convulsões infantis com opistótonos, febre elevada ou
infecções do SNC), devem ser associados fármacos que Limpam o
Calor.
No Xue Deficiente produzindo Vento (tontura, zumbidos, visão borrada, membros adormecidos, e
em casos extremos, convulsões ou perda de consciência)
de pacientes com anemia, doenças psicossomáticas, convalescentes ou epilépticos, associam-se
fármaco que nutrem o Xue.

Ex.: Escorpião (Buthus martensi)


XVII. Eliminam Parasitas

São ervas de efeitos mais prolongados, mais fracos e menos tóxicos que os
remédios antiparasitários modernos. Podem também fortalecer o Baço, auxiliando
o tratamento de pacientes debilitados.
Exemplo
 Semente de areca (Areca catechu),
 Bulbo de alho (Allium sativum)
Fórmula: Wu Mei Wan
Bibliografia

 Botsaris, Alexandres Spyros. Fitoterapia Chinesa e plantas brasileiras, São Paulo,


Editora Ícone, 2007, 1ª.ed.
 Garran, Thomas Avery. Fitoterapia com ervas ocidentais de acordo com os
princípios da medicina tradicional chinesa, São Paulo, Editora Pensamento/ Cultrix,
2013, 1ª .ed.
 Ling, Xu. Fórmulas e Receitas da Medicina Chinesa, São Paulo, Editora Ícone, 2005.
 Leite, Mary Lannes Salles. Manual de Fitoterapia Chinesa e Plantas Brasileiras, São
Paulo, Editora Ícone, 2005, 1ª ed.