Você está na página 1de 8

RITO DE ADORAÇÃO E BENÇÃO DO SANTÍSSIMO

SACRAMENTO
Vale relembrar que a adoração deve ser feita fora da Santa Missa, ou depois da oração
pós - comunhão.

O Presidente diante do altar inicia, caso seja fora da missa o sacerdote faz o sinal da
cruz e a saudação, caso seja depois da oração pós - comunhão ele inicia com canto “tão
sublime sacramento”.

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.


O povo responde:

Amém.

Depois, o sacerdote, abrindo os braços, saúda o povo, dizendo:

A Paz da parte de nosso Senhor Jesus Cristo esteja


convosco.
O povo responde:

Bendito Seja Deus que nos Reuniu no Amor de Cristo.

O Presidente prossegue rezando a seguinte oração:

Caríssimos, irmãos e irmãs


o senhor se fez pão e vinho
entregando-se na cruz para nossa salvação,
por seu imenso amor
Deus o entregou para tal ato,
assim sendo Cristo Redentor de toda humanidade
e nosso salvador,
filho unigênito de Deus pai todo poderoso.
O Presidente expõe a hóstia no ostensório e a incensa e ajoelha-se.
O Presidente continua com as seguintes palavras, dizendo:

Oremos pelo povo de Deus, para que no


serviço diário sejam permanentes sinais de Cristo,
em nosso meio, transmitindo a palavra.

O povo responde:

Senhor, ajude o vosso povo.

O Presidente prossegue rezando a seguinte oração:

Oremos pelo nosso Santo Padre,


o Papa N, pastor e guia de todos os fiéis
sucessor do príncipe dos apóstolos.
Que o senhor esteja constantemente
ao ajuda-lo a conduzir a Santa Igreja.
O povo responde:

Senhor, ajude vossa Igreja.

O Presidente prossegue rezando a seguinte oração:

Oremos por nosso bispo N


para que como sucessor dos apóstolos
possa guiar em comunhão
como sucessor de São Pedro
com sabedoria o rebanho do povo de Deus.
O povo responde:

Senhor, ajude nossos pastores.


O Presidente prossegue rezando a seguinte oração:

Ó Deus que velais sobre o vosso povo com bondade


e o conduzis com amor,
dai o Espírito de sabedoria
e a abundância de vossas graças
a vosso servo o papa N. o nosso Bispo N.
mantei senhor a vossa igreja missionária
e firme na evangelização.
Concedei senhor a graça salvífica.
Por Cristo nosso Senhor.
O povo responde:

Amém

O Presidente incensa o ostensório, e reza o tão sublime (pode ser cantado):

Tão sublime sacramento


Adoremos neste altar,
Pois o Antigo Testamento
Deu ao Novo seu lugar.
Venha a fé, por suplemento,
Os sentidos completar.

Ao Eterno Pai cantemos,


E a Jesus, o Salvador.
Ao Espírito exaltemos,
na Trindade eterno amor.
Ao Deus Uno e Trino demos
Alegria do louvor.

O povo responde:

Amém.
O Presidente continua dizendo:

Do céu lhes destes o pão.

O povo responde:

Que Contém todo Sabor.

O Presidente concede a bênção. O Presidente prossegue rezando a seguinte


oração:

O Deus, que neste admirável sacramento


nos deixastes o memorial de vossa paixão,
concedei-nos tal veneração pelos sagrados mistérios
do Vosso Corpo e do Vosso Sangue,
que possamos experimentar sempre em nós
a vossa eficácia redentora.
Vós que viveis e reinais pelos séculos dos séculos.
O povo responde:

Amém

Canta-se o seguinte hino de louvor:

Bendito seja Deus ,


Bendito seja seu santo nome.
Bendito seja Jesus Cristo,
verdadeiro Deus e verdadeiro homem.
Bendito seja o nome de Jesus.
Bendito seja o seu sacratíssimo Coração.
Bendito seja seu preciosíssimo Sangue.
Bendito seja Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento do Altar.
Bendito seja o Espírito Santo, Paráclito.
Bendita seja a grande Mãe de Deus,Maria Santíssima.
Bendita seja a sua gloriosa assunção.
Bendita seja a sua santa e Imaculada Conceição.
Bendito seja o nome de Maria, Virgem e Mãe.
Bendito seja São José, seu castíssimo esposo.
Bendito seja Deus nos seus anjos querubins e serafins e nos seus
santos.
O Presidente prossegue rezando a seguinte oração:

Deus e Senhor nosso,


protegei a vossa Igreja Santa e Missionária
derramai abundantes graças,
dai-lhe santos pastores e dignos ministros.
Derramai as vossas bênçãos sobre o nosso Santo Padre,
o papa N,
sobre o nosso bispo N, e todo o clero,
sobre o chefe da nação e do Estado
e sobre todas as pessoas constituídas em dignidade
para que governem com justiça.
Dai ao vosso povo paz e constantes bençãos.
Concedei senhor com especial atenção
a este Papado, a esta diocese e esta paroquia
as continuas e necessárias benção
e auxilio para continuar o ministério apostólico.
Ajuda senhor aqueles que se afastam da Santa Igreja
dai-lhes senhor a graça de reconhecer
na vossa Santa igreja a eterna fonte salvífica.
Abre os braços e, juntamente com o povo, continua:

Pai nosso, que estais nos céus,


santificado seja o vosso nome;
venha a nós o vosso reino;
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje;
perdoai-nos as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos
a quem nos tem ofendido;
e não nos deixeis cair em tentação;
mas livrai-nos do mal.
Segue a oração:
Ave Maria, cheia de graça
o senhor é convosco,
Bendita sois Vós entre as mulheres,
e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus,
rogai por nós pecadores,
agora e na hora da nossa morte.

O povo responde:

Amém

Segue a oração:

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.


Assim como era no princípio,
agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos.
O povo responde:

Amém

O Presidente retira a hóstia do ostensório. O Presidente continua com a


seguinte oração.
Deus todo poderoso
que pela celebração de vosso sacramento,
constituíste vossa igreja em graça e missão
para que seja continuamente firme na missão
evangelizadora e salvífica.
Por Cristo nosso Senhor.
O povo responde:

Amém

O Presidente conclui coma bênção e a despedida.

O Senhor esteja convosco.


O povo responde:

Ele está no meio de nós.

O sacerdote abençoa o povo, dizendo:

Abençoe-vos Deus todo-poderoso,


Pai, Filho e Espírito Santo.
O povo responde:

Amém.

O sacerdote continua:

O Divino Auxílio permaneça sempre convosco!

O povo responde:

E com nossos irmãos e irmãs ausentes.


Em seguida, o diácono ou o próprio sacerdote, de mãos juntas e voltado
para o povo, diz:

Ide em paz e o Senhor vos acompanhe.


O povo responde:

Graças a Deus.