Você está na página 1de 129

Lean

Treinamento White Belt

Lean 6 SIGMA
Acordos
Lean

Material

Certificado e Participação

Ligações Telefônicas

Lean 6 SIGMA
Horários do treinamento
Lean

Início: 14:00h;

Café da tarde: 15:00h – 15:15h;

Término: 17:00h

Lean 6 SIGMA
Agenda
Lean

• A Estratégia Lean Seis Sigma - Continental VP;

• Conceito Lean Seis Sigma e Metodologia DMAIC;

• Fases DMAIC;

• Analise Final do Projeto.

Lean 6 SIGMA
Lean

A Estratégia Lean Seis Sigma


Continental VP

Lean 6 SIGMA
Filosofia CBS – Principais Ferramentas de uso.
Lean

Lean 6s
M anufacturing
and Adm

Guided
Investments

CBS é a plataforma da corporação para melhoramento continuou, é aplicada em toda a cadeia de valor da empresa, desde o
levantamento da necessidade do cliente, desenvolvimento, manufatura, áreas de suporte, áreas admnistrativas, etc.

Lean 6 SIGMA
Atividade de desdobramento do CBS
Lean

Definição Estratégia CBS

Implementação Filosofia
CBS
Gestão Indicadores Lean Manufatura
CIP/Budget W08
CBS

Gestão Projetos Melhoria Lean Administrativo

Follow-up dos Projetos Projetos Seis Sigma

Estrutura Matricial

CIM de W08

Lean 6 SIGMA
Hierarquia Técnica – LSS Continental
Lean
Rolf Gaier
Alta
Administração
Master Black Belt

Lidia
Mastrogiuseppe
Champion Black Belt

Gestores
Áreas Green Belt
Sponsor

White Belt
É muito importante o comprometimento e
envolvimento da liderança (alta direção)
para a implantação da metodologia.
Team Members

Estratégico Tático

Lean 6 SIGMA
Equipe Lean Seis Sigma
Lean

Alta Administração:

É o “número 1” da empresa responsável por promover e definir as diretriz de


implementação do Programa Lean Seis Sigma. Também transferem autoridade
aos outros papéis com a liberdade e recursos para explorar novas idéias para
melhorias importantes.

Principais atividades:

• Participação das reuniões de acompanhamento de projetos - Trimestrais;


• Participação de programas e eventos para sustentabilidade do programa;
• Facilitação e viabilização de disponibilidade de recursos financeiros e humanos.

Lean 6 SIGMA
Equipe Lean Seis Sigma
Lean

Champion:

É o responsável por difundir a estratégia para toda a empresa, garantindo a


implementação do programa e eliminar as barreiras para os projetos de Seis
Sigma.

Principais atividades:

• Participação na definição de projetos - Portfólio de Projetos;

• Participação das reuniões de acompanhamento de projetos - Mensais;

• Monitorar a sustentabilidade do programa e dos projetos através de indicadores;

• Facilitação e viabilização de disponibilidade de recursos financeiros e humanos.

Lean 6 SIGMA
Equipe Lean Seis Sigma
Lean

Sponsor:

É o dono do processo onde ocorrerão os projetos de Melhorias . Administra


e mantêm os processos melhorados.

Principais atividades:

• Identifica projetos em potencial;

• Presta suporte no desenvolvimento de projetos Lean seis Sigma;

• Auxilia a visão Lean seis Sigma por toda a organização.

Lean 6 SIGMA
Equipe Lean Seis Sigma
Lean
Master Black Belt:
Atuam como especialistas internos do Programa Lean Seis Sigma na organização. Eles
dedicam 100% de seu tempo ao Programa. Ajudam os sponsors e guiam Black Belts e
Green Belts. Fora do rigor tradicional da estatística, seu tempo é usado garantindo uma
implementação integrada do Lean Seis Sigma nas várias funções e departamentos da
empresa.

Principais atividades:

• Participa na definição de projetos - Portfólio de Projetos;


• Realiza caochings com BB e GB;
• Monitora a sustentabilidade do programa e dos projetos através de indicadores;
• Facilita e viabiliza de disponibilidade de recursos financeiros e humanos;
• Realiza treinamento de Green Belt´s.

Lean 6 SIGMA
Equipe Lean Seis Sigma
Lean
Black Belt:
Aplicar a metodologia Lean Seis Sigma em projetos de melhoria. Dedicam 100% de seu
tempo ao Programa. Identificar as oportunidades para aplicação do Seis Sigma na
organização; São lideres de equipes voltados para condução dos projetos e agentes de
mudança do processo. Dar suporte a metodologia às equipes dos projetos.

Principais atividades:

• Executa e gerencia resultados de projetos ( BB e GB);


• Cria a visão Lean seis Sigma por toda a organização;
• Identifica e seleciona projetos;
• Realiza coachings com GB;

• Monitora a sustentabilidade do programa e dos projetos através de indicadores;

• Realiza treinamento aos White Belt e a novos empregados.

Lean 6 SIGMA
Equipe Lean Seis Sigma
Lean
Green Belt:
São os colaboradores que lideram a implementação de projetos de melhoria ou redução de
custo com base em ferramentas estatísticas. Operam sob a supervisão dos Black Belts e
os suportam na realização de bons resultados gerais. O Green Belt atua part-time no
programa Lean Seis Sigma e são considerados agentes de mudança para
institucionalizar o Seis Sigma em sua área de trabalho.

Principais atividades:

• Executa projetos;
• Cria a visão Lean seis Sigma por toda a organização;
• Participa das reuniões de acompanhamento de projetos;
• Atualiza e Monitora a sustentabilidade do programa e dos projetos através de
indicadores;

Lean 6 SIGMA
Equipe Lean Seis Sigma
Lean

White Belt:
São os colaboradores que participam de um projeto Lean Seis Sigma coordenado por
G.B. ou B.B, contribuindo com seu conhecimento prático.

Recebem treinamento das ferramentas básicas e da metodologia DMAIC.

OBS: Na continental os White Belt são os “Tean Members” dos projetos

Principais atividades:

•Auxilia na execução do projeto;


• Participa das reuniões semanais.

Lean 6 SIGMA
Lean

Conceito e Objetivo

Significado

Metodologia

Lean DMAIC

Casos de sucesso

Lean 6 SIGMA
Conceito
Lean

Seis Sigma é uma metodologia não uma norma ou procedimento da qualidade,


caracterizada por uma abordagem sistêmica, que tem como objetivo aumentar
drasticamente a lucratividade das empresas, reduzir os custos, diminuir a variabilidade
do processo e aumento da qualidade, por meio da otimização de produtos e
processos, com o consequente atender ás expectativas dos clientes.

Lean 6 SIGMA
Conceito
Lean

Todo processo apresenta variação mas nem toda variação é aceitável. As peças
produzidas que estiverem dentro dos limites de especificação serão consideradas
boas. As peças fora desses limites serão consideradas defeituosas. Os processos
deverão ter pequenas variabilidades e exatidões.

O número de Seis Sigma é medida de desempenho do processo.

A Motorola desenvolveu a metodologia Seis Sigma, porém a GE foi a organização


que estendeu o seu uso com foco nos negócios.

Lean 6 SIGMA
Objetivos gerais do Seis Sigma
Lean

➢ Promover uma metodologia eficaz para análise das variabilidades dos produtos,
processos e serviços.
➢ Promover a tomada de decisões baseadas em fatos e dados.
➢ Incentivar o uso de ferramentas estatísticas.
➢ Desenvolver projetos linkados as metas operacionais e que proporcionem um retorno
financeiro trazendo melhores resultados para o negócio.
➢ Aumentar a capacitação profissional dos colaboradores no que tange a análise e
soluções de problemas.
➢ Promover uma mudança de “mindset” na organização.
➢ Elevar a empresa a um padrão de classe mundial. Aumentando a satisfação dos
Clientes.
➢ Implementar em todo o processo da organização.
➢ Melhorar significativa a qualidade e produtividade.

Lean 6 SIGMA
Onde é aplicada a Metodologia Lean Seis Sigma
Lean

Em qualquer tipo de processo ou área:

• Marketing • Produção
• Vendas • Planejamento
• Exportação • Inventário
• Administrativo • Compras
• Financeiro • Importação
• Desenvolvimento e Engenharia • Logística
• Segurança e Meio Ambiente • Recursos humanos

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean
É um número que representa o quanto um processo é capaz de atender às
especificações do cliente, em função de seu grau de variabilidade.

Seis Sigma é produzir 3,4 defeitos a cada um milhão de oportunidades de defeitos.

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean

0,574 ppm 0,574 ppm

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean

0,002 ppm 0,002 ppm

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean

Lean 6 SIGMA
O significado do “Sigma”
Lean

Lean 6 SIGMA
Programa Seis Sigma
Lean

Sucesso do Seis Sigma


DMAIC – Método estruturado para alcance
das metas utilizado pelo Seis Sigma.

DMAIC

CEO
$$$

$$$ - Mensuração direta dos benefícios


do programa pelo aumento da CEO – Elevado comprometimento
lucratividade da empresa. da alta administração da empresa.

Participação dos Funcionários

Lean 6 SIGMA
METOLODOGIA: 5 PASSOS - DMAIC
Lean

Definir: Definir o problema - Oportunidade, objetivos, inclusive


de redução de custo e processo envolvido.

Medir: Medir a situação atual - Obter os dados iniciais


("baseline") do processo focado.

Analisar: Analisar a causa - Determinar as relações


entre os efeitos e a causa raiz (y = f(x)).

Melhorar: Melhorar o processo - Propor, testar e


implementar melhorias.

Controlar: Controlar o processo - Estabelecer controles na


causa raiz identificada (X) e monitorar seus efeitos (Y).

OBS.: Após o final da implantação das 5 fases do DMAIC, não é necessário fazer uma auditoria
de certificação.

Lean 6 SIGMA
Lean

Lean 6 SIGMA
Lean

FASE DEFINIR

Lean 6 SIGMA
Módulo Definir
Lean

Esta fase consiste na identificação do problema onde, através do processo de


seleção do Projeto, a liderança da atividade identificada uma área de oportunidade
de negócio.

Nesta fase é definido claramente o problema junto aos clientes, são definido os
objetivos e o time do projeto. E por fim é realizado todo mapeamento do processo e
estabelecendo o escopo do trabalho.

Lean 6 SIGMA
Módulo Definir – Principais Ferramentas no ContiSigma
Lean

• Charter do Projeto;
• Cronograma;
• Controle de Frequência;
• Plano de Comunicação;
• VOC
• QFD
• Diagrama de Afinidades
• Análise de KANO;
• Mapa do Processo
• SIPOC
• Lay – Out´s
• Tabela QUAD
• Apresentação do Projetos
38 /Formação AG
© Continental Green Belt/ 27/11/2019

Lean 6 SIGMA
Charter do Projeto
Lean

Resumo conciso e formal do principais aspectos do projeto. É um “documento


vivo” atualizado constantemente. Eventuais mudanças devem ser informadas,
pois é o principal registro do projeto.
Deve ser preenchido pelo líder do projeto (Green Belt ou Black Belt) juntamente
com o Sponsor e representa um contrato entre todas as partes envolvidas no
projeto.

No decorrer do projeto, o charter deve ser atualizado e eventuais mudanças no


projeto devem ser informadas, pois ele é o principal registro do projeto. O grupo
deve verificar:
Qual o processo a ser melhorado? Qual o produto do processo? Quais são as
etapas do processo? O que é defeito para o produto? Quais as expectativas
para o cliente?
O grupo deve compreender o processo a ser melhorado, entendendo suas
etapas e os produtos que ele origina.

Lean 6 SIGMA
Charter do Projeto
Lean
Equipe do Projeto Objetivos e
Metas

Número da
Revisão Ganho do
projeto

Prazos
Cronograma

Descrição do Validação e
Projeto Fechamento
do projeto

Lean 6 SIGMA
Voz do Cliente (VOC) - Introdução
Lean

Umas das principais características da qualidade Lean Seis Sigma é o seu foco
no cliente, visando melhor atender às suas necessidades e expectativas.

Todas as empresas dizem que são focadas no cliente, mas se não existe um
sistema de mensuração, como a empresa pode dizer que o cliente é a sua
prioridade?

Qualquer pessoas ou organização que recebe um


CLIENTE: produto ou serviço (saída) de algum processo. Ele
deve definir as especificações de um produto sob
encomeda.

Lean 6 SIGMA
Voz do Cliente (VOC) – Quem são os nossos clientes?
Lean
Quem são exatamente nossos clientes?
FORNECEDORES

CLIENTES
Entradas Processos Saídas

Existem 3 tipos de clientes:

INTERNO: Recebem produtos, serviços, apoio ou informação do seu processo, dentro da


organização.

EXTERNO: Indivíduos ou organização fora da sua atividade e organização.

REGULADORES: Agência governamental que tenha padrões aos quais o processo ou


produto deve estar em conformidade.

Lean 6 SIGMA
CTQ´s – Utilizando o Diagrama em árvore
Lean
Ferramenta que detalha as necessidades dos clientes, definindo suas exigências.
Usada também para dividir passos amplos do processo ou características do
produto.
Ajuda a organizar as necessidades por nível de detalhe.

Lean 6 SIGMA
CTQ´s – Utilizando o Diagrama em árvore - Exemplo
Lean

Acesso/disponibilidade
99%
(conseguir linha)

Tempo de espera No máximo 30 segundo

Atendimento Mais de 95% de satisfação


Bom atendimento
reclamação (bom e muito bom)

Ligação sem custo 0800

95% de resolução no
Resolutividade
primeiro contato

Lean 6 SIGMA
A Voz do Cliente e CTQ´s no ContiSigma
Lean

Lean 6 SIGMA
A Voz do Cliente e CTQ´s no ContiSigma
Lean

Lean 6 SIGMA
Mapeamento do Processo - Introdução
Lean
Mapeamento do processo é uma descrição gráfica do fluxo do processo,
mostrando a seqüência de atividades que agregam e que não agregam valor ao
produto, desenvolvidas para a realização de um propósito específico,
identificando os passos do processo e os x e y dos passos do processo.
Representando um processo real, assim como ocorre na prática.

Uma grande parte do aprendizado e


melhoria nos processos pode resultar da
documentação e exame dos
relacionamentos Entrada / Saída
representados em um Mapa do Processo.

Características dos Processos


▪ Podem ser medidos;
▪ Podem ser representados por fluxos / mapas;
▪ Podem ser aprimorados!

Lean 6 SIGMA
Mapeamento do Processo - Introdução
Lean

Processo é uma seqüência de atividades que se repetem e que transformam as


entradas em saídas desejadas pelos cliente.
Para que um processo realmente produza resultados que atendam os requisitos do
cliente, precisamos conhece – lo profundamente detectando:
▪ Gargalos;
▪ Redundâncias;
▪ Retrabalhos;
▪ Inspeções que possam estar afetando a capacidade do mesmo.

Mapeamento Uma forma simples, mas muito


do Processo eficiente de obter esta
visualização do processo

Lean 6 SIGMA
Mapeamento do Processo – versão do processo
Lean

Todo o processo tem pelo menos três versões!

O que você pensa que é... O que realmente é... O que deveria ser...

A B C

Lean 6 SIGMA
Exemplo de
fluxograma
Lean
Sim Casado >
Alarme toca Acende Sim
Escuro?
as luzes 5 anos
Não Não

Desliga alarme Beija a esposa


Volta Sim
para a Temp.abaixo
Sim
Bocejo cama 15°C
Não Casado >
1 ano
Ida ao banheiro Não
Sacode a
esposa Beija a esposa
Café da manhã

Regula o alarme
Não
Esposa Não Esposa para mais tarde
acorda? Resmungo
tem $ ?
Sim
Sim

Pegar condução
Sair das cobertas Passa R$ 50,00
Lean
50 6 SIGMAGreen Belt/ 27/11/2019
/Formação
© Continental AG
Mapeamento do Processo - Organização dos Processos
Lean
Macro Processo
É um processo que geralmente envolve mais de
uma função na estrutura organizacional, e a
sua operação tem um impacto significativo
no modo como a organização funciona.

Processo
É um conjunto de atividades seqüenciais,
relacionadas e lógicas, que converte
entradas em saídas

Microprocesso
É a parte, interrelacionada de forma lógica
com outro processo, realiza um objetivo
específico em apoio ao processo.

Lean 6 SIGMA
SIPOC - Mapeamento do Processo
Lean

O SIPOC é uma ferramenta que ajuda a mapear e entender melhor o processo


sobre o qual o projeto está sendo realizado.

CTQ´s CTQ´s

S I P O C
Supplier Inputs Process Outputs Customer
(Fornecedores) (Entradas) (Processo) (Saídas) (Clientes)

Lean 6 SIGMA
SIPOC - Questões que podemos responder com SIPOC
Lean

Entradas / Fornecedores: De onde vem as informações ou os materiais com


que você trabalha? Quem são seus fornecedores? Por que eles são
fornecedores?

Passo do processo: O que acontece com cada entrada?

Propósito: Por que este processo existe?

Saídas: Qual o produto / serviço que este processo faz?

Clientes: Quem usa os produtos deste processo?

Lean 6 SIGMA
SIPOC - Exemplo
Lean

Lean 6 SIGMA
Lean

FASE MEDIR

Lean 6 SIGMA
Módulo Medir
Lean

A fase Medir, tem como objetivo compreender os níveis atuais de performance do


processo, ou seja, identificar o tamanho do seu problema, de modo com que
possamos analisar e comparar os resultados alcançados após a conclusão do projeto.

Nesta fase, deve-se medir a habilidade do processo em produzir itens não


defeituosos, ou seja, mede-se a capabilidade do processo (Cp, Cpk, nível sigma, etc).

Perguntas importantes na fase Medir: Quais são as variáveis a serem medidas?


Como medir as variáveis?

Lean 6 SIGMA
Módulo Medir – Principais Ferramentas no ContiSigma
Lean

• Perguntas Chaves;
• Pareto;
• Matriz de Causa e Efeito;
• FMEA (Analise potencial da falha)
realizado por várias áreas da empresa;
• Coleta de dados;
• MSA – Analise do Sistema de
Medição;
• Estatística Descritiva;
• Métricas Lean;
• Capabilidade;
• Nível Sigma
• Indicadores
57 /Formação AG
© Continental Green Belt/ 27/11/2019

Lean 6 SIGMA
Matriz de Causa e Efeito - Conceito
Lean

A matriz de causa e efeito é uma ferramenta que fornece a priorização por


importância numérica das variáveis de entrada do processo, resultando nas
variáveis chaves.

É uma matriz que utiliza as informações do Mapa do Processo para relacionar a


voz do cliente com as características do processo que podem causar impacto
nestes requisitos.

Esta priorização é feita por uma equipe e pode auxiliar a seleção do que será
monitorado para determinar se há um relacionamento de causa e efeito e se
controles de entrada em processo chaves são necessários.

Lean 6 SIGMA
Matriz de Causa e Efeito - Pontuação
Lean

Para classificarmos e mensurarmos a intensidade da influência que cada X


(variável de entrada) tem em cada Y (variável de saída), adotamos uma
pontuação:

01 = Nenhuma correlação
04 = Baixa correlação
07 = Média correlação
10 = Forte correlação

OBS: As pontuações podem variar dependendo das literaturas.

Lean 6 SIGMA
Matriz de Causa e Efeito – Exemplo
Lean

Lean 6 SIGMA
Coleta de dados – Conceito
Lean

Definição de Coleta de dados: Meio pelo qual a informação sobre as variáveis é


coletada.

A coleta de dados e instrumentação de dados são dois processos diferentes.

Coleta de dados: É o processo pelo qual a informação é coletada e


armazenada.

Instrumentação: É o processo pelo qual as variáveis são medidas.

Uma grande variedade de instrumentos podem ser utilizados incluindo


questionários, escala de classificação, lista de verificação, termômetros e
escalas de pesos, etc.

Lean 6 SIGMA
Coleta de dados – Conceito
Lean
Utiliza-se a coleta e análise de dados para obter informações úteis no
aprimoramento dos processos, pois as ações devem ser tomadas sobre fatos e
dados. Uma quantidade de técnicas estatísticas têm sido adotada para suportar
esse processo.

Dados

Tomada
Ação
de Decisão
Fatos

Opinião
Sentimento
Experiência

Lean 6 SIGMA
Coleta de dados – Exemplo
Lean

Lean 6 SIGMA
Estatística Descritiva - Definição
Lean

A estatística descritiva é um ramo da estatística que aplica várias técnicas para


descrever e sumariar um conjunto de dados.

Utilizamos métodos de estatística descritiva para organizar, resumir e descrever


os aspectos importantes de um conjunto de características observadas ou
comparar tais características entre dois ou mais conjuntos.

A estatística descritiva envolve medidas de localização ou


tendência central e medidas de dispersão ou variabilidade

Lean 6 SIGMA
Estatística Descritiva - Medidas de Dispersão – Minitab
Lean

Lean 6 SIGMA
Estatística Descritiva - Medidas de Dispersão – Minitab
Lean

Histogram of Dados
25

20

15
Frequency

10

0
7 8 9 10 11 12
Dados

Lean 6 SIGMA
Estatística Descritiva - Medidas de Dispersão – Minitab
Lean

Histogram (with Normal Curve) of Dados


25 Mean 10,02
StDev 0,9712
N 100

20

15
Frequency

10

0
7 8 9 10 11 12
Dados

Lean 6 SIGMA
Estatística Descritiva - Medidas de Dispersão – Minitab
Lean

Boxplot of Dados
13

12

11
Dados

10

Lean 6 SIGMA
Estatística Descritiva - Medidas de Dispersão – Minitab
Lean

Lean 6 SIGMA
Capabilidade do Processo
Lean
Capabilidade é a habilidade do processo em produzir produtos dentro de
especificação.
Utiliza – se de técnicas estatísticas, a fim de estudar a variabilidade do processo,
comparando – a com as especificações (tolerâncias).
Diz – se que um processo é capaz quando o mesmo atende estatisticamente às
especificações.
Os principais índices utilizados para obter a capabilidade do processo são o Cp e o
Cpk.

Lean 6 SIGMA
Capabilidade do Processo
Lean
Utilizam – se 6 desvio padrões (sigma) de limite natural de dispersão dos processos
para as características de qualidade do produto, afim de dar – se margens às
variações ambientais, variações de medição (ou medições incorretas) e proteção ao
consumidor na produção.
A figura abaixo mostra um processo para o qual as características de qualidade tem
uma distribuição normal com média (µ) e desvio padrão sigma (σ).

Lean 6 SIGMA
Curto prazo e longo prazo
Lean

Variabilidade Variabilidade
Total do Grupo
LSC

••
•• ••
•• • •• ••
•• •• •• ••
•• • ••
•• •• •• • •
•• •• •• •• ••
•• •• •• LM
•• •• •• •• ••
•• • • •• ••
•• •• •• ••
•• •• • •
••

LIC

Lean 6 SIGMA
Capabilidade Potencial do Processo
Lean
Não deve ser esquecido que o Cp é uma medida do POTENCIAL que o processo
possui em atender as especificações e não se ele realmente as atende

Por exemplo, um processo com CP = 3,3 ( alto potencial ) que não esteja
centralizado com relação aos limites de especificação, pode produzir
regularmente produtos fora da especificação

Fora da
especificação

LIE Média LSE

Neste caso podemos avaliar que a variação natural do processo é inferior as


tolerâncias, porém o processo não está centralizado. A média natural do processo
está “ muito” deslocada com relação a média nominal.

Lean 6 SIGMA
Exatidão e Precisão
Lean
Em estatística, dizemos que um processo é exato quando a sua média está próxima do valor nominal, e preciso,
quando seus valores estão próximos entre si, ou seja, referindo-se à dispersão (amplitude) entre os valores.

a) Processo não capaz e centralizado: b) Processo capaz e descentralizado:

LIE LSE
Média LIE LSE
Média

c) Processo não capaz e descentralizado: d) Processo não capaz e descentralizado varia pouco:

LIE LSE LIE LSE


Média Média

Lean 6 SIGMA
Exatidão e Precisão
Lean
a) Processo exato e não preciso.:

Média
b) Processo não exato e preciso.:

Média

c) Processo não exato e preciso.:

Média

Lean 6 SIGMA
Capabilidade do Processo no MINITAB
Lean

Caminho no MINITAB:
Stat > Quality Tools > Capability Analysis > Nonnormal

Lean 6 SIGMA
Nível Sigma Processo X Operador
Lean

% do Nível sigma do processo = Z. Bench

Process Capability of Res Final

LSL USL
P rocess Data Within
LS L 82 Ov erall
Target *
USL 88 P otential (Within) C apability
S ample M ean 86,07 Z.Bench 2,61
S ample N 90 Z.LS L 5,50
S tDev (Within) 0,740242 Z.U S L 2,61
S tDev (O v erall) 1,66406 C pk 0,87
O v erall C apability
Z.Bench 1,13
Z.LS L 2,45
Z.U S L 1,16
P pk 0,39
C pm *

82,5 84,0 85,5 87,0 88,5 90,0


O bserv ed P erformance E xp. Within P erformance E xp. O v erall P erformance
P P M < LS L 0,00 P P M < LS L 0,02 P P M < LS L 7226,00
P P M > U S L 166666,67 P P M > U S L 4563,57 P P M > U S L 123062,03
P P M Total 166666,67 P P M Total 4563,59 P P M Total 130288,03

Lean 6 SIGMA
Lean

FASE ANALISAR

Lean 6 SIGMA
Módulo Analisar
Lean

Na fase Analisar o objetivo é identificar algumas relações críticas de causa –


efeito que explicam a maioria das relações entre as variáveis de entrada do
processo e as variáveis de saída do processo.

Deve responder as seguintes perguntas: Quais as causas raiz da má


performance? Quais as variáveis de entrada que mais afetam as variáveis de
saída?

Lean 6 SIGMA
Módulo Analisar – Principais Ferramentas no ContiSigma
Lean

• Gráficos;
• Diagrama de Causa e Efeito;
• Teste de Hipótese;
• Regressão / Correlação;
• Tamanho e poder de Amostra;
• Teste de Normalidade ;
• Mapa do Processo Futuro;
• 5 W 2 H;
• Quick Hits

80 /Formação AG
© Continental Green Belt/ 27/11/2019

Lean 6 SIGMA
Gráfico de Barras
Lean

Gráficos de barras e colunas são usados com mais freqüência para


mostrar comparações entre grupos. Geralmente a altura das barras
representa a soma total ou contagem dos elementos das classes.

São dois os tipos mais comuns de gráficos de barras: o gráfico de


barras padrão, no qual cada valor é representado por uma barra diferente;
e o gráfico de barras empilhadas, no qual os pontos de dados são
"empilhados" para formar uma única barra.

Gráfico de Barras ou Pareto auxilia na priorização dos problemas a serem


solucionados, normalmente apontam um pequeno grupo de fatores como
responsáveis pela grande quantidade de casos apresentados.

Lean 6 SIGMA
Gráfico de Barras
Lean

Vendas de carros
80

70

60
Número de carros

50

40

30

20

10

0
A B C D E F G H I J
Região

Caminho no MINITAB:
Graph > Bar Chart

Lean 6 SIGMA
Gráfico de Setores
Lean

O Gráfico de setores, também conhecido como gráfico de pizza ou torta (Pie), é


utilizado quando temos variáveis com poucas categorias, para facilitar a
visualização da porção que cada categoria ocupa na variável. Geralmente é
também
utilizado quando se pretende comparar o total de cada categoria com o conjunto
total.

OBS: Neste tipo de gráfico, um círculo de raio qualquer vai representar 100%
dos dados.

Lean 6 SIGMA
Gráfico de Setores
Lean

Vendas & Região

A
14,9%
E
26,5%

B
17,5%

C
D 13,1%
28,0%

Caminho no MINITAB:
Graph > Pie Chart

Lean 6 SIGMA
Gráfico de Linha
Lean

É um gráfico usado para acompanhar um dado quantitativo durante um período


de tempo, ou seja, um determinado tempo já pré estabelecido ou contínuo.

Através do gráfico de linha é possível notarmos algumas alterações do processo


ao longo do tempo, acompanharmos os resultados comparando-os com uma
meta e identificarmos algumas anomalias.

Quando colocamos uma meta ou uma especificação no gráfico de linha podemos


dizer que gráfico é de tendência.

Lean 6 SIGMA
Gráfico de Linha
Lean

Venda de casas
62,5

60,0

57,5

55,0
Venda

52,5

50,0

47,5

45,0

3 6 9 12 15 18 21 24 27 30
Dia

Este gráfico também é utilizado para fazermos previsões, a


Caminho no MINITAB:
seguir temos alguns exemplos:
Graph > Time Series Plot

Lean 6 SIGMA
Estratificação
Lean

Existem situações onde pode ser interessante estratificar dados para análise das
diferenças através do gráfico de linha.

Horas trabalhada of Gerente; Coordenador; Técnico


Variable
14
Gerente
Coordenador
13 Técnico

12

11
Horas

10

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
data

Lean 6 SIGMA
Box Plot
Lean

O que é?

O Box Plot (gráfico de caixa) é a ferramenta exploratória de análise de dados.

Propósito: dar ao analista um método eficiente de examinar um conjunto de


dados, para ter uma primeira idéia da distribuição desses dados.

Utilidade: análise de conjuntos limitados de dados para os quais outras


ferramentas (tais como histogramas, que requerem a 200 pontos) podem ser
inválidas ou insuficientes.

Lean 6 SIGMA
Box Plot
Lean

Através da disposição dos valores em ordem crescente tem – se uma idéia clara
sobre a localização e a dispersão dos dados.

Calcular: Limite da haste inferior, limite da haste superior, primeiro quartil,


terceiro quartil e a mediana.

(Máximo)
3º Quartil + 1,5 * (3º Quartil – 1º Quartil)
3º Quartil (75%)

Mediana (50%)

1º Quartil (25%)
1º Quartil – 1,5 * (3º Quartil – 1º Quartil)
(Mínimo)

Lean 6 SIGMA
Outlier
Lean

Os valores que estiverem acima do limite superior (haste superior) ou abaixo da


limite inferior (haste inferior) do boxplot serão considerados outliers.

Estes valores são considerados discrepantes, ou seja, não fazem parte do


comportamento do grupo em estudo.

Note que desta forma nem sempre o valor máximo será aquele correspondente à
haste no gráfico, mas pode ser o valor outlier, como representamos na figura seguir.

Lean 6 SIGMA
Box Plot
Lean

Considere uma amostra de diâmetro do eixo onde a meta é 50mm.

Boxplot of C1
60
Outlier
55

50
C1

45

40
Outlier

Caminho no MINITAB:
Graph > Boxplot> One Y > Simple

Lean 6 SIGMA
Box Plot para comparação
Lean

Podemos comparar dados de dois turnos para uma amostra de diâmetro do eixo
onde a meta é 50mm.

Menor Medida Maiores Medidas

Caminho no MINITAB:
Graph > Boxplot> Multiple Y´s > Simple

Lean 6 SIGMA
Dot Plot
Lean

O Gráfico Dot Plot (gráficos de pontos) empilha cada observação obtida sobre uma
escala horizontal.

Propósito: visualizar e analisar a distribuição dos dados ao longo da escala.

No eixo horizontal (eixo x), dividi – se a escala dos valores em pequenos intervalos,
sendo marcado um ponto por observação.

Lean 6 SIGMA
Exemplo de Dot Plot
Lean
A análise dos tempos de espera para a realização de um determinado exame,
utilizando o Gráfico de Pontos, com dados coletados durante 3 meses.

Dotplot of Tempo de espera

10 15 20 25 30 35 40
Tempo de espera

Caminho no MINITAB:
Graph > Dot Plot >One Y > Simple

Lean 6 SIGMA
Estratificação
Lean

O Dot Plot (Gráfico de Pontos) é muito útil para visualizar estratificações.

A estratificação é uma técnica que agrupa dados em subgrupos, de acordo com


determinados critérios, aumentando o poder da análise, pois facilita o entendimento
de algum padrão escondido ou de causa de problemas.

Lean 6 SIGMA
Exemplo de Dot Plot e Estratificação
Lean

Para verificar se existe diferença entre os tempos de espera da manhã e da tarde.

Dotplot of Manha; Tarde

Manha

Tarde
10 15 20 25 30 35 40
Data

Each symbol represents up to 2 observations.

Caminho no MINITAB:
Graph > Dot Plot > Multiple Y’s > Simple

Lean 6 SIGMA
Histograma
Lean

O Histograma é um gráfico de barras e através dele temos a distribuição de freqüências


de um conjunto de dados. Ele mostra a variabilidade e a centralização de um processo.
É utilizado para descrever um processo e verificar a existência de algum padrão nos
dados, avaliando o desempenho do mesmo.

Exemplo: dados Brutos (não tratados) Histograma


9

16 5 3 8
11 7
3 5
4 8 6
55
50 Frequencia 5
4 1 60
3 4

2 22
9 6 3
19 2
1 7
92 1
34
81 47
0
0 20 40 60 80
medidas

Lean 6 SIGMA
Histograma – Análise do Histograma
Lean

Histograma
Normal
14 Mean 51,01
StDev 4,298
N 58
12

10
Frequency

8 Simetria
6 Curtose
Início 4
Fim
2

0
44 48 52 56 60
Consumo

Amplitude

Lean 6 SIGMA
Diagrama de Causa e Efeito – Conceito
Lean

Um Diagrama de Causa e Efeito deve ser bem detalhado, quando isso acontece o
diagrama toma a forma de uma espinha de peixe, daí do nome mais
popularmente conhecido “Diagrama de Espinha de Peixe”.

A partir de uma lista de possíveis causas , as mais prováveis são identificadas e


selecionadas para uma melhor análise.

Quando examinar cada causa, observe fatos que mudaram, e não o sintoma do
problema. Investigue a causa e seus contribuintes tão fundo quanto possível.

Lean 6 SIGMA
Diagrama de Causa e Efeito – Componentes
Lean

4) Categoria

5) Causa

6) SubCausa 2) Efeito

3) Eixo Central

1) Cabeçalho

Lean 6 SIGMA
Diagrama de Causa e Efeito – Prática no Minitab
Lean

Causa e Efeito Analisar


Measurements Material Personnel

at
co da de
Op m u
ivi
m s
er ita

co
da ilha
De
ad s

qu
s s
s
2) Enviadas da Fundição para a

ga
or

st
Usinagem diretamente

e
1) Erro na contagem 2) Variação do
manual de pçs peso das peças 3) Quantidade de peças incorretas
nas caixas L1000

4) Peças não apontadas no SAP.

5) Digitação incorreta

6) Processo de estorno de peças

7) Confirmação de peças

Diferença de
Inventário
13) Realização das
conciliações
D
ep
.

12) Falta inventário


10
22

rotativo
ns

16) Estruturas erradas


eg

11) O sistema aceita


ue
ra

quantidade negativa
str
ea
bi

15) Não existe Poka Yoke para


lid
ad

confirmação
e

10) Sistemática de
rastreabilidade 14) O sistema aceita solicitações /
8) Falta organização na confirmações de pçs para
9) Não seguimento do depósitos errados.
estocagem
FIFO

Environment Methods Machines

Lean 6 SIGMA
Plano de Ação - Quick Hits
Lean

Plano de Ação é um conjunto de informações que aponta o que será feito,


por quem e quando será finalizado.
Quando se quer atingir metas, é importante planejar algumas ações, como os
meios e caminhos para chegarmos até a meta. Este conjunto de ações é
chamado PLANO DE AÇÃO.
O plano de ação é composto por uma série de tarefas / atividades a serem
efetuadas a partir de um planejamento.

Lean 6 SIGMA
Quick Hits
Lean

Para a implantação de ações rápidas utilizamos o Quick Hits.

103 /FormaçãoAG
© Continental Green Belt/ 27/11/2019

Lean 6 SIGMA
5W 2H
Lean
Os 5W's e 2H's correspondem a palavras de origem inglesa:

“WHAT” – O QUE What: Quais os resultados dessa atividade?


Why: Por que essa atividade é necessária?
“WHY” – POR QUE
Who: Quem é o responsável por essa atividade?
“WHO” – QUEM Quem executará essa atividade?
Where: Onde a atividade será executada?
“WHERE” – ONDE
When: Quando essa atividade começará?
“WHEN” – QUANDO Quando terminará?

“HOW” – COMO How: Como essa atividade será executada?


How much: Quanto custará essa atividade?
“HOW104
© MUCH”
/FormaçãoAG
Continental – QUANTO
Green Belt/ 27/11/2019

Lean 6 SIGMA
Planilha 5W 2H
Lean

105 /FormaçãoAG
© Continental Green Belt/ 27/11/2019

Lean 6 SIGMA
Lean

FASE IMPLEMENTAR

Lean 6 SIGMA
Módulo Implementar
Lean

Na fase Implementar, utilizamos as relações de causa – efeito chave,


identificadas na fase “Analisar”, para desenvolver soluções alternativas para o
nosso problema.

As soluções alternativas serão avaliadas com base na sua eficácia em cumprir


o objetivo do projeto, de forma prática, e na aceitação pelo Proprietário do
Processo.

Na medida do possível, os melhores pontos de cada solução são combinados


para criar uma solução ótima.

Perguntas importantes na fase Implementar: Qual relação de custo- beneficio de


cada ação de melhoria? Quando tempo vai levar?

Lean 6 SIGMA
Módulo Implementar – Principais Ferramentas no ContiSigma
Lean

• Brainstorm;
• Matriz PUGH;
• Análise de Risco;
• Planejamento de Experimentos ( DOE);
• Evento Kaizen;
• Técnicas Lean ;
• Plano de Replicação;
• 5 W 2 H;

108 /FormaçãoAG
© Continental Green Belt/ 27/11/2019

Lean 6 SIGMA
Brainstorm
Lean

Brainstorming é uma técnica para a geração de um grande número de idéias


criativas sobre determinado assunto é feito uma dinâmica de grupo em que as
pessoas, de forma organizada e com oportunidades iguais, fazem um grande
esforço mental para opinar sobre determinado assunto.
Na Gestão pela Qualidade Total o método gerencial é o Ciclo PDCA. O
brainstorming é uma técnica utilizada na fase de Planejamento, estando embutida
na Análise do Processo, que é exatamente a etapa em que são determinadas as
causas mais significativas que influenciam o problema e apontadas dentre elas
as causas mais importantes.

Lean 6 SIGMA
Critério para a Reunião
Lean

Durante o desenvolvimento da reunião devem ser tomados alguns cuidados


para que os melhores resultados sejam alcançados.

• Nenhum julgamento

• Idéias devem ser imaginativas

• Marcar o tempo

• A idéias devem ser registradas exatamente como foram apresentadas

• O que importa é a quantidade de idéias e não a qualidade

• Nenhum membro da equipe deverá ter tratamento especial

Lean 6 SIGMA
Diagrama de Ishikawa
Lean

111 /FormaçãoAG
© Continental Green Belt/ 27/11/2019

Lean 6 SIGMA
Matriz de identificação de riscos
Lean

Na matriz de identificação de riscos é feito o levantamento das condições ou


situações de riscos através de brainstorming.

Primeiro passo:
• Descrever riscos;

• Para determinados riscos, descrever quais são suas chances de ocorrência;

• Que potenciais impactos teriam sua ocorrência;

• Ações reativas e preventivas.

Lean 6 SIGMA
Matriz de identificação de riscos
Lean
• Liste os riscos, o impacto e a probabilidade de ocorrência.
• Determine a prioridade baseando-se em riscos com grande impacto e maior
probabilidade de ocorrência.
• Defina quais as ações reativas e preventivas a serem tomadas.

113 /FormaçãoAG
© Continental Green Belt/ 27/11/2019

Lean 6 SIGMA
Matriz de identificação de riscos
Lean

Modelo de Analise de Risco.

Lean 6 SIGMA
Ata de Acompanhamento
Lean
Utilize a ata de acompanhamento para fazer o follow – up das ações.

Lean 6 SIGMA
Plano de Replicação
Lean
Para todas as ações com possível replicação, utilizar o Plano de Replicação abaixo:

Lean 6 SIGMA
Lean

FASE CONTROLAR

Lean 6 SIGMA
Modulo Controlar
Lean

• Nesta fase, a solução selecionada estende – se à organização como uma


implementação total. Antes da solução poder ser implementada, utiliza – se
a verificação de erros, sempre que possível, para eliminar defeitos no
processo. O novo processo deverá se documentado e cria – se a base para
feedback contínuo, formação e ação corretiva.

• Para garantir que o processo está sob controle, são implementada Cep e
Controle Visuais do Processo para fornecer um feedback sobre o processo.
Se necessário, são tomadas ações corretivas pelo Plano de Controle para
colocar o processo novamente sob controle.

• Perguntas importantes na fase controlar: Após as ações tomadas, como as


variáveis escolhidas para controle estão se comportando? Como evitar que
elas saiam do controle novamente?

Lean 6 SIGMA
Módulo Controlar – Principais Ferramentas no ContiSigma
Lean

• FMEA
• Poka Yoke (Preventivo e detectivo)
• Kanban
• Capacidade Final
• Plano de Controle
• Cep – Carta de Controle
• Difundir Melhoria
• Matriz de Responsabilidade
• Sustentabilidade

Lean 6 SIGMA
Capabilidade Final
Lean
Comparação da Capabilidade inicial com a final.
Verificação da variação antes e depois – Nível Sigma do processo.

Antes Depois

/Formação
Continental Green
AG Belt/ 27/11/2019 ©
120
Nível sigma = 4,12 Nível sigma = > 6

Lean 6 SIGMA
Padronização
Lean

A padronização é uma técnica que visa reduzir a variabilidade dos processos de


trabalho, sem prejudicar sua flexibilidade. Isso significa que os produtos devem
atender as expectativas dos clientes de forma regular e ao menor custo
possível. Padronizar não significa perder flexibilidade para atender expectativas
dos clientes nem sujeitar os trabalhadores a rotinas monótonas e normas
rígidas.

Lean 6 SIGMA
Difundir Melhorias
Lean

Difundir todas as melhorias implementadas;

Realizar uma apresentação para os envolvidos no projeto;

Treinar os envolvidos;

Sugestão: Utilizar Curso de 1 Tema.

Lean 6 SIGMA
Matriz de Responsabilidade
Lean

Matriz de Responsabilidades é o documento que incorpora o conjunto de


atividades a serem realizadas e os respectivos responsáveis por essa atividade.

É comum adotar a matriz de responsabilidades para administrar a função de


cada participante dentro do projeto ou seja o que cada participante deve aprovar,
deve executar ou ser comunicado.

Lean 6 SIGMA
Matriz de Responsabilidade - Exemplo
Lean

R = Responsabilidade, A = Autoridade, S = Suporte, I = Informação

Lean 6 SIGMA
O que é Sustentabilidade?
Lean

Sustentabilidade - define um sistema que possui a capacidade de se manter,


ou seja, existe um ciclo que sempre se renova.
Muito em voga na sociedade atual, exprime o conceito que deve nortear as
atitudes de cada pessoa para que os recursos existentes não se esgotem,
fazendo com que a vida continue seu ritmo equilibrado mesmo com o crescimento
acelerado da população. Está diretamente relacionada à palavra equilíbrio.

Atitudes sustentáveis preservam o planeta e permitem uma economia mais


justa e equilibrada.

Lean 6 SIGMA
Gráfico de Sustentabilidade
Lean

Modelo de Gráfico de Sustentabilidade.

Lean 6 SIGMA
Análise final do projeto
Lean

Objetivos:
• Identificar aspectos positivos e negativos do projeto, e aquilo que precisa ser
melhorando.
• Aprender com tudo o que foi observado ao longo do desenvolvimento do
projeto;
• Importante para um aprendizado futuro e para a melhoria do desempenho
global do projeto;
• Identificar oportunidade para novos projetos;
• Reconhecer o trabalho da equipe.

A análise final do projeto é realizada durante a


revisão da fase Incorporar

Lean 6 SIGMA
Transferência do projeto para o proprietário
Lean

A partir da reunião da entrega, o líder da equipe deixa de liberar o projeto. Essa


reunião focalizada nas responsabilidades que o Proprietário do processo
passará a exercer:

• Dar seqüência as etapas de implantação restantes;

• Manter os ganhos obtidos pela equipe até o momento;

Lean 6 SIGMA
Fechamento
Lean

COMEMORE O SUCESSO OBTIDO!!!

Lean 6 SIGMA