Você está na página 1de 33

1

Empresa:

Site:

Blog:

Categorias:

Redator:

Observações:

2
1 TÍTULO

Um bom conteúdo sem dúvida começa no título, ele é a porta de


entrada para tudo o que vem a seguir, certifique-se que seu título
tenha duas características:

1- Seja objetivo e criativo


2- Seja verdadeiro

• Você deve criar um título claro que mostre qual o objetivo do


seu conteúdo, use quantas palavras forem necessárias, mas lembre
que menos é mais.

• A promessa do título deve ser entregue no conteúdo,


certifique-se de cumprí-la.

• Crie um título atrativo e criativo, mas que seja real e possa ser
cumprido.

• Comece o conteúdo pelo título, assim fica mais fácil realizar o


que vai prometer

Abaixo você vai encontrar 15 modelos de títulos criativos, use-


os para elaborar os seus primeiros artigos, lembre-se de fazer
variações em suas postagens, procure postar conteúdos com
temas e títulos diferentes, para que o seu leitor consiga identificar
a variedade de conteúdo do seu blog.

3
15 MODELOS DE TÍTULOS CRIATIVOS:

1. Como + benefícios
O termo “Como” além de muito prático é com certeza um campeão
de buscas no Google, mas a grande sacada desse tipo de título
não é apenas utilizar o termo que as pessoas pesquisam, mas ir
além, mostrando quais os benefícios que ela vai ter quando ler o
seu conteúdo.

Se as pessoas pesquisam:

COMO CRIAR UM CURRÍCULO

Você não deve simplesmente usar esse termo para o seu título e
ensinar a criar um currículo, você precisa ir além , apresentando os
benefícios.

Exemplos:

• Como criar um currículo campeão e conseguir o emprego dos


seus sonhos

• Como criar um currículo que se destaque em qualquer


entrevista de emprego

4
VOCÊ PERCEBE O IMPACTO QUE O BENEFÍCIO CRIA NO TÍTULO?

2. Pergunta + questionamento
Esse tipo de título desperta curiosidade no leitor porque questiona
o conhecimento dele sobre algo.

Se você quer escrever um conteúdo sobre “estresse” e como


ele pode afetar a saúde de qualquer indivíduo, em vez de usar a
chamada:

• 10 sintomas comuns do estresse

Você deve usar:

• Você reconhece os 10 principais sintomas do estresse?

E você? Reconhece?

3. X maneiras
O segredo desse tipo de título é mostrar que você é um especialista
no assunto.

Sem enrolação você precisa entregar as maneiras mais eficientes


de fazer algo, vender algo, enfim, você precisa encurtar o caminho
do leitor em uma estrada que você já conhece.

5
Exemplos:

• 10 maneiras de criar títulos sem parecer chato

• 10 maneiras diferentes de fazer arroz

• 10 maneiras de superar o fim de um relacionamento

Você pode trocar o termo “maneiras” por outros sinônimos, vai


funcionar também.

4. Apresente os fatos
É isso mesmo, apresente os fatos. Entregue a solução no seu
conteúdo, além de despertar a curiosidade para os fatos o seu
público também ficará interessado na solução.

Exemplos:

• 5 doenças hereditárias comuns

• 3 países que qualquer pessoa pode conhecer

6
5. Identificação
Use esse tipo de conteúdo para criar uma conexão com o seu
público, de uma forma que ele se identifique com o que você
escreve.

Ser pessoal nesse tipo de pauta é fundamental, fale com o seu leitor
como se você estivesse escrevendo exclusivamente para ele.

• 9 tipos de empreendedores: Em qual grupo você está?

• 15 desenhos antigos: Qual deles marcaram a sua infância?

• 8 características de um verdadeiro líder: Quais delas você


tem?

6. Como + números

Nessa categoria você vai usar o bom e velho como, só que em vez
de utilizar os benefícios, como no modelo do título nº 1 deste artigo,
você vai adicionar os números para potencializar o seu título.

Exemplos:

7
• Como ter um dia extremamente produtivo seguindo 3 regras
básicas

• Como fazer atividade física sem comprometer o seu tempo: 4


maneiras eficientes

7. X razões para alguma coisa


Nesse tipo de pauta você deve criar uma lista de razões para alguma
coisa. A ideia é mostrar para o leitor porque ele deve tomar alguma
ação, como iniciar uma atividade, comer algo, comprar algo.

Exemplos:

• 50 razões que provam o porquê todo mundo deveria ir para a


Disney ao menos 1 vez na vida

• 10 motivos para inserir a Yoga como uma atividade semanal


na sua rotina

• 7 razões que apontam porque pessoas que tem insônia


precisam fazer atividade física

8
8. O segredo para alguma coisa
Esse modelo de título parece passado, mas realmente funciona.

A ideia de compartilhar algo secreto, algo que não é de


conhecimento geral, desperta nas pessoas não apenas a curiosidade
de saber o que é, mas a resposta única para algo que até então era
desconhecido.

O único erro que você não pode cometer nesse tipo de conteúdo é
não entregar o segredo.

Tentar criar um título usando esse termo para chamar a atenção


do seu público e não entregar o que é prometido pode gerar uma
frustração muito grande no leitor.

Adaptando a frase do Tio Ben:

Grandes títulos trazem grandes responsabilidades.

Eu sempre estou falando sobre isso com os meus alunos, se você


realmente quer ser uma autoridade na sua área de atuação e
ganhar dinheiro com o seu conhecimento, você precisa ser real.

Comece entregando conteúdo na medida da promessa dos seus


títulos.

9
Vamos aos exemplos:

• O segredo dos conteúdos de sucesso

• O segredo para emagrecer com saúde e sem precisar fazer


dietas malucas

• O segredo nº 1 das pessoas de sucesso

9. Você não precisa ter isso para fazer isso


As pessoas têm crenças sobre algumas coisas que muitas vezes as
impedem de realizar algo que elas desejam muito. Eu tenho visto
que esse tipo de crença tem sido objeção em inúmeras áreas.

Deve ser sua missão desmitificar alguns conceitos para quebrar


a objeção e fazer com que as pessoas sintam-se a vontade para
comprar o seu produto ou serviço sem ter medo de que aquilo não
é para elas.

Certa vez vi um empresário que ensinava como arrematar imóveis


em leilão, o que mais me chamou a atenção na abordagem dele
foi o que ele dizia na hora de quebrar a oabjeção sobre que tipo
de habilidade alguém precisava ter para arrematar um imóvel em
leilão, ele dizia o seguinte:

10
– Você sabe ler? Então você pode arrematar imóveis em leilão.

Se uma pessoa sabe ler, ela tem completa capacidade de estudar


todas as regras do edital, e aprender com o curso dele como
arrematar os imóveis, então quando tudo parecia complicado, ele
foi lá e simplificou.

Exemplos:

• Você não precisa ser rico para fazer viagens internacionais

• Você não precisa parar de comer tudo o que gosta para


emagrecer

• Você não precisa acordar cedo para ter um dia mais produtivo

10. Erros
Esse tipo de título desperta no leitor a atenção para coisas que ele
não sabia que poderia estar fazendo errado.

Exemplos:

• 8 erros que tem levado centenas de empresas a falência todos


os anos: Você comete algum deles?

11
• 9 alimentos que podem ser considerados veneno: Você
consome algum deles?

• Os 10 erros de inglês mais cometidos por brasileiros.

11. Estudos de Caso


Esse tipo de título é ideal para explicar como algo foi feito e qual
o resultado daquilo, vendo exemplos reais o leitor sabe que pode
aplicar aquele conhecimento a sua própria vida ou negócio.

Um bom exemplo para esse tipo de artigo são os posts sobre


emagrecimento.

• Como a Luciana perdeu 40 kg em 2 meses apenas mudando a


alimentação

Ou mesmo em revistas de negócios especializadas é muito comum


ver esse tipo de conteúdo, esses são títulos de 2 artigos publicados
no site da revista Exame:

• Este negócio ganha milhões unindo cozinha coreana e


mexicana

• Ele dormiu no carro por 3 anos - hoje fatura R$ 40 milhões

12
No Marketing Digital:

• Como nós conseguimos 8198 leads em 30 dias

12. Inspiracional

Posts inspiracionais são excelentes, especialmente para quebrar


um pouco a rotina de conteúdo, os títulos devem ser focados em
apresentar para o leitor a essência do post, não tente criar um
artigo aleatório, mas use uma base inspiracional para ensinar algo
importante.

Exemplo:

• 4 coisas que eu aprendi com Jim Collins sobre criar uma


Agência Digital feita para vencer (Mais 3 dicas extras)

• O que o Rocky Balboa pode te ensinar sobre vencer na vida

• Os 12 conselhos de Warren Buffett para quem quer investir

13
13. Entrevistas
Entreviste pessoas que tenham boas histórias para contar, que
possam compartilhar algo realmente importante para o sue público,
se essa pessoa for conhecida na sua área de atuação, melhor ainda.

• Como Se Tornar um Consultor de Marketing Digital de Sucesso


– Entrevista com Marcos Barçante

• 12 dicas de contabilidade para quem está abrindo uma


empresa – Entrevista com Caio Ferraz

14. Tutorial
Tutoriais são excelentes formas de apresentar ao público como
utilizar um produto.

No primeiro exemplo abaixo, da furadeira , muitas pessoas querem


conhecer o produto detalhadamente, os tutoriais são excelentes
formas de mostrar ao consumidor esses detalhes.

Muitas empresas exibem tutoriais na televisão, a Polishop é uma


delas.

14
A ideia é que você traga esses tutoriais para o seu blog, se possível
faça em vídeo, transforme o vídeo em artigo e poste o conteúdo no
seu blog com o vídeo dentro.

• Black & Decker Furadeira e Parafusadeira CD121K – Tutorial


Completo

• Como criar um canal no Youtube – Tutorial Completo

• Como fazer correção facial com maquiagem – Tutorial


completo

15. Notícias
Manter seus leitores atualizados sobre o que acontece dentro da
sua área de atuação é importante, mas quando for divulgar uma
notícia no seu blog vá além.

Procure não apenas dizer o que houve, qual a mudança, mas falar
um pouco sobre como ela afeta o público ou como ele pode se
beneficiar.

• Novas regras nos anúncios do Facebook e como elas podem


melhorar suas vendas

• Dólar atinge a maior baixa do ano: O que isso muda para você

15
2 INTRODUÇÃO
As primeiras palavras do artigo vão definir se o leitor continuará
ou irá embora, nesse momento é necessário preparar o seu leitor
para o que vem a seguir.

Você deve usar variações de palavras-chaves para o primeiro


parágrafo e manter viva a promessa do seu artigo, ele precisa
entender o que vem a seguir.

Use termos e frases que despertem a curiosidade do leitor nesse


ponto do texto, frases que chamem a atenção e que façam com que
o leitor queira saber o que vem a seguir.

Observe no exemplo ao
lado, artigo retirado do
site Papo de homem.
O conteúdo começa
situando o leitor no atual
cenário do país, em seguida
começa a explicar tudo
que vai ser apresentado
no decorrer do artigo
, e sem delonga, ele
começa a entregar o que
foi prometido no título.

16
3 ESTRUTURA

Seu artigo precisa seguir com uma estrutura leve e fácil de ser
compreendida, para isso você precisa organizar todos os tópicos
de uma forma que melhore a experiência do usuário dentro do
seu conteúdo e facilite a leitura, para isso você precisa usar os
seguintes elementos:

• Lista de tópicos
• Lista de Números
• Sub-títulos
• Imagens
• Negrito
• Itálico

Como NÃO
DEVE SER:

17
Como
DEVE SER:

É importante que você use essas ferramentas para suavizar e


dinamizar a leitura.

Use tópicos para explicar exemplos que possam ser listados,


palavras em negritos para destacar termos importantes que serão
explicados, itálico pode destacar frases, o importante é tornar seu
texto uma experiência prazerosa para o leitor.

É extremamente importante que você não crie seus artigos com


grandes blocos de texto, eles são extremamente maçantes para
quem lê.

18
4 OBJETIVO

Qual o objetivo do seu conteúdo? Vender? Construir uma lista?

Quando escrever um artigo, você precisa saber qual o propósito


dele, assim vai conseguir usar a melhor estratégia para alcançar
sua verdadeira meta.

Se você cria um artigo com foco em venda direta, que é mais comum
em produtos físicos, você pode simplesmente utilizar botões para
a venda do produto.

Lembre-se que um conteúdo é uma doação gratuita, se você está


ensinando algo gratuitamente para alguém, deve saber que a
pessoa não espera que você fique tentando vender algo para ela,
por isso seu objetivo precisa ser executado sutilmente.

Se uma mulher procura um tutorial de maquiagem para noite, por


exemplo, e você tem um mega conteúdo explicando o passo a passo e
vende aqueles produtos, pode e deve colocar imagens do produtos
e botões direcionando a venda, botões simples, ou mesmo um link
dentro da imagem do produto que direcione para a venda.

19
Seu leitor não vai se importar, na verdade vai te agradecer unir o
útil (seu conteúdo) ao agradável (o produto).

20
O que você não pode fazer é entregar algo e já colocar um discurso
de venda, vai parecer extremamente forçado e você vai espantar o
seu público. Lembre-se:

“As pessoas não gostam que você venda para elas.


Mas lembre-se que elas adoram comprar.”

Se você for sutil e criativo em cumprir seu objetivo, você vai ter
sucesso.

No geral siga duas regras para seu objetivo geral:

Relevância:
A oferta é relevante e encaixa dentro do conteúdo? Quanto maior
for o nexo da oferta com o conteúdo, maior será o seu resultado.

Facilidade:
Se o processo de comprar, ou assinar algo for simples, o leitor vai
realizar, se tiver muitos obstáculos ele vai passar adiante e desistir.

21
5 MÍDIAS

Mídias também são conteúdos, pois eles comunicam.

Use boas imagens, gifs também são opção, use conteúdo em vídeo
se você tiver.

Nessa sessão você precisa ter duas preocupações:

1- Qualidade
2- Criatividade

22
Qualidade é fundamental, padronize o tamanho das imagens dos
seus artigos e não use arquivos com baixa resolução ou marca
d´agua.

Use sua criatividade, você não precisa e não deve ser óbvio, use
imagens bonitas e que comuniquem mesmo que completamente
de forma indireta o que você quer dizer.

Falando de estruturação de artigos, por que não usar uma orquestra


para ilustrar organização?

Seja criativo, tenha qualidade.


23
6 FECHAMENTO

O fechamento do texto não deve ser uma interrupção abrupta, é


importante que você finalize as suas ideias, sem deixar brechas
no conteúdo, e se despeça do leitor com a mesma harmonia e
personalidade que escreveu durante todo o artigo.

Não tente encaixar uma venda dura no final, como eu disse na parte
de objetivos a venda deve ser natural e consistente e ela pode ser
feita em qualquer momento do artigo que for conveniente.

No final o ideal é que você se despeça do seu leitor, de uma forma


até irreverente se você quiser e se for a sua cara, apenas seja você,
e seja a cara do seu negócio.

As pessoas gostam de humanidade, sejam naturais durante todo


o texto e, ao final convide seu leitor a interagir com você, tirar
dúvidas, expressar sua opinião, ler seu próximo artigo, baixar um
e-book, assistir uma palestra online ou simplesmente se despeça
com a mesma energia que você utilizou para construir todo o seu
texto.

24
25
7 CONSISTÊNCIA

Escreva para pessoas. Seu conteúdo deve ser escrito em primeira


pessoa, não importa se você representa uma grande corporação,
o conteúdo precisa ter o rosto de quem fez.

Linguagem:
Utilize sempre uma linguagem simples e clara, a menos que o
seu assunto seja extremamente especializado e os seus leitores
entendam os termos que você vai utilizar.

Qualquer pessoa deve entrar no seu artigo e entender a sua


mensagem, se você não conseguir passar a sua mensagem de forma
clara e simples, você vai falhar.

Menos é mais.
Vá direto ao ponto, não tente ficar enrolando o seu público, um
conteúdo tem o objetivo de ensinar algo, não tente dar voltas para
ir ao ponto, vá ao ponto.

26
Assinatura:
O conteúdo precisa ter a cara de quem escreveu. Se o artigo está
sendo escrito para uma empresa de advocacia, por exemplo, você
não deve utilizar gírias, ou tomar uma imagem que a empresa não
tem.

Normalmente advogados assumem uma postura séria e centrada,


então se você está escrevendo para um advogado, ou é um advogado,
deve lembrar que precisa falar de forma clara e objetiva, mas sem
usar termos tão difíceis que um leigo no assunto não entenda.

O ideal é escrever com a mesma linguagem que você utilizaria para


explicar para um cliente pessoalmente, como você explicaria leis?

Usando termos técnicos e linguagem especializada ou


simplificando os termos e mantendo a seriedade?

Conteúdos escritos por redatores e assinados pelo dono da


propriedade intelectual devem manter a mesma linha.

O redator é responsável por colocar o conteúdo em palavras, mas


deve garantir que o conteúdo tenha a cara do dono do artigo.

27
8 SEO

Não podemos esquecer de criar um texto que não seja esquecido


depois de um tempo. O SEO (Otimização para os mecanismos de
busca) deve ser lembrado na hora de criar o conteúdo, assim ele
pode ser indexado pelo Google e quem sabe estar nas primeiras
páginas dos resultados de busca.

Aqui vão algumas dicas básicas para otimizar seu artigo.

Palavra-chave
Use a palavra-chave no título .

Tente encaixar o termo mais importante do seu texto em alguma


parte do título

Texto
Lembre-se de usar variações dos termos que são utilizados para
busca dentro do texto.

28
Imagens
Imagem também é conteúdo, nomeie todas as imagens com
palavras que tenham relação com o tópico que ela foi utilizada

URL
Menos é mais, prefira usar apenas a palavra chave na sua url

Meta description
Se você não fizer uma descrição para o seu texto, o Google vai
utilizar as primeiras palavras do seu artigo.

Faça um release do seu texto com poucos caracteres e procure


utilizar dentro desse pequeno resumo os mesmos termos
utilizados no titulo.

NOTA: O Yoast é um excelente plugin para te ajudar otimização


do seu artigo.

Links Internos
Os links internos devem ser utilizados para sugerir conteúdos
complementares ou que tenham relação com o assunto que você
está trabalhando.

29
Não use tantos links em um mesmo conteúdo.

O link deve ter o nome do artigo ou da palavra-chave da página


para a qual o leitor será direcionado.

Evite usar links com “clique aqui”, “veja aqui”.

O Google deve entender que aquele link pertence aquela


palavra –chave ou termo.

NOTA: Não otimize seu conteúdo ao ponto de torná-lo mecânico e


chato, lembre-se que em primeiro lugar você está escrevendo para
pessoas.

30
9 CATEGORIAS

As categorias ajudam o visitante a encontrar o seu conteúdo de


forma simples e rápida, além disso, ela deve ser o seu guia de
linha editorial, todo conteúdo postado dentro do seu blog deve se
encaixar dentro de alguma categoria.

O importante é que junto da criação da linha editorial você já defina


previamente o nome das categorias.

Se o seu conteúdo não se encaixa em nenhuma categoria, analise


se ele realmente segue a linha editorial do seu blog.

É importante que os seus artigos sigam uma linha lógica, não tente
falar sobre assuntos que não tem relação com o seu negócio, siga
sempre sua linha editorial, isso é bom para os seus leitores, que
sabem o que esperar de você e também para o seu posicionamento
no Google, uma vez que ele entende quais são os assuntos que o
seu blog trata e então pode perceber o quanto você é útil para a
comunidade.

31
No site da BeachBody, foto abaixo, observe a quantidade de
categorias listadas logo na barra principal do do blog, dentro de
cada categoria, os assuntos estão organizados por sub-categorias,
dessa forma o leitor sabe exatamente o que encontrar e onde e
onde encontrar.

32
PRATIQUE
A melhor forma de escrever artigos excelentes é praticando.

Não existem regras fixas, existem caminhos, esse manual é um


deles. Sem dúvida, como todo bom conteúdo um artigo deve ter
personalidade, e ela deve ser de quem o escreveu.

Se você tem algo de valioso para entregar para alguém, se você


tem conhecimento sobre algo, você está apto a escrever qualquer
artigo, mas só precisa lembrar da regra nº 1 : Seja humano.

Siga o manual e adicione a sua personalidade, a essência do seu


negócio, seja quem você é, entregue conteúdo de valor e o mais
importante:

“Concentre-se no usuário e tudo mais virá”

Iaponira Oliveira

Se torne um Mestre em Transformar Conteúdo em


Mais Visitantes, Mais Leads e Mais Vendas
Você terá nas suas mãos um método claro para aumentar
o engajamento com sua audiência e preparar o seu
público através do conteúdo para a oferta do seu produto
ou serviço.

Se você está realmente interessado em se tornar um


Especialista em Marketing de Conteúdo essa é sua
grande oportunidade

quero ser um especialista em conteúdo!