Você está na página 1de 4

R.

Jardim Botânico, 920 – Jardim Botânico 22470-180 Rio de Janeiro RJ


sede: 2239-9742 loja: 3874-0794 e-mail: amigosjb@amigosjb.org.br site: www.amigosjb.org.br FLORAÇÃO
Novembro/Dezembro 2010

[associação de Amigos do Jardim Botânico]

Floração por Cecilia Beatriz da Veiga Soares


Fotos: João Quental

36 37
35
38

31 27 3234
30 28 33
26 25 23
29 24
39
22 40
21
20 19
40
19

18 17

40 17
1514
16 11 41
13 12
6 10
42
44
43
5
47 55 52
54 53
44
50
51
49 12 45
48 46
47 47
Floração de setembro
Quero me desculpar por um grave erro: está frutificando (Castanea sativa). Tem
as altas árvores designadas por parkias suas origens na Europa, norte da África e
(Parkia pendula), localizadas no Cactário China.
e após a Casa dos Pilões, não são parkias,
mas pertencem à família das 10-Iniciando a floração de verão a chuva-
bombacaceas e conhecidas como de-ouro (Cassia fistula) exibe os seus
barrigudas (Cavanillesia umbellata). cachos dourados.
Estas árvores podem alcançar mais de
um século de vida e até 30 m de altura. O
tronco apresenta uma região bastante 4-Ao entrarmos no Parque, logo à
dilatada de até 2m de diâmetro, direita, em frente ao Centro de
conferindo à espécie um aspecto Visitantes, as flores aveludadas
característico que justifica o seu nome vermelho-vinho, decoram o solo,
popular. Produz uma madeira leve, desprendidas das inflorescências
empregada nas barcaças que trafegam pendentes da árvore-da-salsicha (Kigelia
no Rio São Francisco. africana ). Seus frutos são longos e
cilíndricos, semelhantes a salsichas,
usados na medicina popular, na África, 11-Do outro lado da pérgula está bem
contra picadas de cobra. florido o algodão-bravo ( Ipomoea
carnea) com flores róseas distribuídas ao
5-A trepadeirasapatinho-de judia ou longo dos ramos. Nativa da caatinga do
tamanco-holandês ( Thumbergia nordeste do Brasil.
mysoriensis), originária da Índia, enfeita
o Café-Botânico, exibindo seus 12-Também há alguns arbustos do
decorativos cachos pendentes com jasmim-do-imperador ( Osmanthus
flores amarelas e vinho semelhantes a fragans) com pequeninas flores brancas
pequeninos sapatos, são grande atrativo muito perfumadas. Encontrado também
1-No gramado, em frente ao Centro de para os beija-flores. no Jardim japonês.
Visitantes, o jacarandá-mimoso
(Jacaranda mimosifolio) exibe as suas 13-No Cômoro algumas flores: o resedá-
delicadas flores azul-lilás. amarelo ou brasileirinha (Galphimia
brasiliensis)
2-Junto ao prédio do Museu encontra-se
em plena inflorescência o orgulho-da-
índia (Amherstia nobilis), uma das mais
belas árvores tropicais, chamada
também de rainha-das-árvores . Seus
cachos pendentes atingem de 80 a 100
cm de comprimento. Após o Lago Frei
Leandro há um exemplar de maior porte. 6-No caminho para o Lago Frei Leandro
Encontra-se ainda outro próximo dos encontramos a sucupira-do-cerrado
prédios da Pesquisa. (Bowdichia virgilioides) com suas flores
azul-arroxeadas muito perfumadas.
14-As delicadas borboletas-azuis do
7-Próximo ao Cômoro, ao lado da Clerodendron ugandense
pérgula, o pau-amargoso ( Quassia
amara) faz a festa dos inúmeros beija-
flores com suas flores vermelhas.

3-Próxima encontra-se a Rosa-da-


Montanha ou Sol-da-Bolívia (Brownea
grandiceps). Árvore ornamental cujas
folhas novas de rara beleza, formam um 15-Inúmeras flores amarelas e
tufo de cor rosa-arroxeadas, alaranjadas das cebolinhas ( Bulbine
semelhantes à seda pura, as frutescens).
inflorescências esféricas são compostas 8-Ao lado, muito florido e perfumado o
de magníficas flores de cor vermelho- jasmim-asa-de-anjo (Jasminum nitidum). 16-Ao lado há quatro belos exemplares
brilhante. da palmeira-da-rainha
9-Bem próxima, a castanheira européia ( Archontophoenix alexandrae ). Por
Floração de setembro
ocasião da sua inflorescência as flores tempo. Suas sementes são muito tóxicas. quisqualis significa "qual que é" devido
branco-creme ficam mescladas com os às suas flores que se abrem brancas e
pequenos frutos vermelhos e, 21-No caminho para a aléia dos depois tornam-se vermelhas.
completando um belo quadro, pode-se jambeiros uma fruteira nativa do Brasil a
apreciar a chegada dos gulosos tucanos. grumixama está coberta de pequenos
frutos ( Eugenia brasiliensis ) que são
muito apreciados pela avi-fauna.

22-Num canteiro próximo está a recurva-


da-índia (Conopharyngia crassa), árvore
com flores brancas e frutos ovalado-
arredondados, dispostos aos pares,
geminados. Na Índia, seu habitat, é
plantada ao lado dos templos.
28-No gramado central as cocora ou
23-Em frente ao Orquidário, encontra-se manguá (Guias neuberthii), duas árvores
17-Na beira do Lago o pau-brasil um exemplar da buganvílea-arbórea, de altas e esguias, iniciam a floração com
(Caesalpinia echinata) nos surpreendeu flores rosa-lilás (Bougainvillea glabra). É flores distribuidas ao longo do tronco.
com suas flores amarelas. Mais surpresos uma árvore que chega a atingir entre 10
ainda ficamos ao nos depararmos com a e 20m de altura, nativa do sul do Brasil. 29-A malafaia (Cespedesia spathulata)
belíssima floração de outro grande As outras com inúmeras variedades de árvore de grandes folhas continua
exemplar ao lado do Memorial Mestre cores, singelas ou dobradas, são florida com seus cachos pendentes
Valentim. trepadeiras (Bougainvilleas spectabilis). amarelos.

18-Do outro lado do Lago a grande


árvore duabanga ( Duabanga
grandiflora ) com uma bela
inflorescência de flores brancas
formando buquês, que, ao se
desfazerem produzem uma delicada
chuva de pétalas.

24-Belas orquídeas-wanda de flores cor- 30-Duas orquídeas nativas da nossa


de-rosa (Papilionanthe teres) enfeitam a Cidade: orquídea da restinga (Epidendro
entrada do Orquidário. fulgens);

25-Dentro, logo no início, há um 31-Orquídea da pedra da gávea (Lelia


conjunto de colônia "variegata" (Alpinia lobata) ameaçada de extinção.
zerumbert) cujas folhas possuem estrias
branco-amareladas muito decorativas. 32-Dentro do Orquidário um conjunto
19-É tempo de apreciarmos a de plantas de pequeno porte floridas,
extraordinária beleza das sapucaias 26-Estão floridas as pequenas orquídeas vermelhas e aveludadas, não
( Lecythis pisonis ) que está com a grapete com suas flores roxinhas e classificadas, parecem ser episcias.
coloração rósea das folhas quando perfumadas que fazem lembrar a
novas, o que ocorre sempre nesta época. bebida grapete ( Spathoglottis 33-Quase ao lado pode-se apreciar a
Os frutos são utilizados como adorno e unguiculata). A classificação correta nos estranha flor-do-diabo ou planta-
utensílio doméstico pelos índios e foi dada pela orquidófila Vera Coelho, de morcego (Tacca chantieri) de cor
moradores da zona rural. As sementes Fortaleza, Ceará. castanho-escura.
são comestíveis disputadas pelos
pequenos macacos, que, gulosos, 34-Já saindo
tentam retirá-las de uma só vez de do Orquidário
dentro do fruto. Algumas vezes, suas há vasos com
mãos ficam presas e eles se machucam. as belas
Esta é a origem do provérbio "macaco orquídeas
velho não mete a mão em cumbuca". Dendrobium
Encontram-se na aléia das Palmeiras e moscatum.
no canteiro em frente ao Sanitário.

20-Em frente à Casa-dos-Pilões, a


castanha-de-arara (Joannesia heveoides) 27-Também está florida a trepadeira
está florida e frutificando ao mesmo jasmim-da-índia (Quisqualis indica),
Floração de setembro
35-No jardim do Bromeliário desabrochar, para servir de alimento. vermelhas semelhantes ao ilex (holly) do
encontramos um pequeno arbusto com Natal do Hemisfério Norte.
delicadas flores cor-de-rosa, da família
da quaresma, sem identificação. 47-No gradil do Parque, em frente à Rua
Jardim Botânico, encontramos algumas
36-Após a ponte, uma grande árvore, o gardênias ou jasmins-do-cabo (Gardenia
genipapo (Genipa ameriana) está jasminoides) com suas grandes flores
frutificando. alvas, de perfume intenso e muito
agradável. Talvez pelo seu perfume, ou
37-Na pérgula a por sua beleza - ou ambos, na Itália era
trepadeira papo- considerada a flor dos namorados. Na
de-peru 41-Em frente ao Memorial Mestre década de 40 e 50, usar uma gardênia na
(Aristolochia Valentim há a bela escovinha ou flor-de- lapela de um vestido ou casaco foi
gigantea) exibe as fogo (Combretum rotundifolium). considerado sinônimo de elegância. No
suas exóticas Trepadeira vigorosa de folhas que são jardim da AAJB há dois bonitos
inflorescências. bronzeadas quando novas. As flores têm exemplares.
a forma de uma escova. As cerdas, de
início amarelas, numa segunda etapa 48-Ao lado da aléia dos abricós-de-
misturam o amarelo e o laranja, em macaco estão floridos com inúmeras
seguida ganhar uma única e forte delicadas flores brancas os pequenos
tonalidade alaranjada. Fazem a alegria arbustos psicótria ( Psychotrias
38-Logo em frente um jambeiro dos pássaros, principalmente dos beija- carthagenensis).
(Syzygium aqueum) com frutos brancos flores e muitas vezes transformam-se em
que fazem um bonito contraste com as verdadeiro borboletário, tal a 49-Bem próximo, a congonha (Rudgea
folhas verde- escuras. quantidade de borboletas que as macrophylla), um arbusto mais alto com
envolve. redondos buquês de flores brancas.

42-Na aléia das andirobas as helicônias 50-A seguir os tamarindos-espanhois


estão floridas: caeté-vermelho (Heliconia estão frutificando ( Vagueria
bihai); madagascariensis).

43- Helicônia pêndula (Heliconia 51-Também encontramos muito florida


pendula). outra espécie de gardênia com flores
singelas (Gardenia sp).

52-O flamboaiã ( Delonix regia ) está


39-É indispensável uma ida ao Play para exuberante com a sua floração
apreciar a grande e bela árvore cássia- vermelho-alaranjada.
chuva-de-ouro (Cassia ferruginea) com
seus cachos de flores pendentes 53-Num canteiro próximo, um pequeno
amarelas e sentir o seu perfume. É a arbusto, a carandeira ou ameixa-de-
única da espécie que é perfumada e o natal (Carissa macrocarpa) está coberto
seu perfume é sentido numa área de por flores brancas e perfumadas.
mais de 500 metros. 44-No caminho para a Região
Amazônica há um exemplar de 54-No final desta caminhada, já
Jeniparana (Gustavia gracilima) com próximos da guarita, nos deparamos
bonitas flores vermelhas e a com um arbusto florido "deitado" no
extraordinária brotação de suas folhas solo, na extremidade de um caule
estreita. grosso, como se fosse um cipó,
semelhante a uma grande cobra,
45-Ainda na Região Amazônica aproximadamente a cinco metros de
encontramos floridas a elizabeta distância da planta mãe e um outro
( Elizabetha princeps ), com flores ramo enroscado numa árvore próxima
vermelhas de suave perfume. O nome ( Strophanthus gratus ). Esta planta,
40-Próximo à aléia das Palmeiras, no genérico Elizabetha foi dado em originária da África, tem grande
caminho para as Mangueiras e também homenagem à Rainha Elizabeth em 1840 importância na medicina empregada no
num canteiro do Chafariz Central pelos irmãos botânicos Schomburgk, tratamento de insuficiência cardíaca.
encontram-se exuberantes conjuntos que descobriram a espécie em suas
do bastão-do-imperador ( Etlingera expedições pelo Brasil. 55-Em frente às mangueiras há uma
elatior) ou flor-da-redenção. Consta que árvore de 3 a 4 metros de altura com
esta flor foi ofertada à Princesa Isabel 46-No Jardim Japonês o arbusto inúmeras pequeninas flores brancas
logo após haver assinado a Lei Áurea. Na carrasquinha (Malpighia ilicifolia) está (Mascarenhasia arborescens).
Malásia, a flor é colhida antes de florido. Seus frutos são pequenas esferas