Você está na página 1de 73

PREPARO DO SOLO

PERIODICO

Prof.: Emerson Flores de Oliveira

BALSAS – MA 2017
PREPARO DO SOLO

Conjunto de operações com o objetivo de


dar ao terreno condições de receber
sementes ou órgãos de reprodução
vegetativa de plantas.
PREPARO DO SOLO

Histórico:

Fonte: http://seaplowing.blogspot.com.br/2011/09/hay-peru.html
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 Objetivo:
Oferecer ambiente adequado para o crescimento e
desenvolvimento das plantas, permitindo produção
econômica e evitando a degradação do solo.

 Definição:
Manipulação física, química ou biológica do solo para
otimizar as condições para a germinação e
emergência das sementes, assim como o
estabelecimento das plântulas.
MAQUINAS PARA PREPARO PERIODICO DO
SOLO

Arados
Grades
Subsoladores
Sulcadores
Enxada rotativa
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO
O preparo periódico do solo é dividido em:
 a) Preparo periódico primário: que tem como
objetivo uma movimentação profunda do solo,
utilizando implementos conhecidos como
arados;
 b) Preparo periódico secundário: cuja
finalidade é complementar o serviço realizado
pelos arados sendo utilizados implementos
denominados grades;
 c) Preparo periódico corretivo: operações que
são realizadas quando há necessidade, tais
como correção de acidez, capina.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO PRIMÁRIO:


Aração: Consiste no corte, elevação e posterior
inversão de uma fatia de solo denominado leiva.
a) Revolver o solo, expondo suas camadas
internas ao ar, aos raios solares.
b) Incorporar restos de cultura, esterco e
corretivos visando manter ou melhorar a
fertilidade do solo.
c) Enterro da cobertura vegetal, controlando
ervas daninhas ou incorporando adubos verdes.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO PRIMÁRIO:


PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO PRIMÁRIO:


ARADOS
Acionamento
Tração animal
Tração mecânica
Acoplamento à fonte de
potência
Arrasto
Montado
Semimontado
ARADOS
Movimentação do órgão ativo
Fixo
Reversível
Tipo de órgão ativo
Aiveca
Discos
FORÇA EXIGIDA PELOS ARADOS

F = a + b. v2
F = força por unidade da secção da
leiva (N/cm2)
a, b = constantes que dependem do solo
e do tipo de arado
v = velocidade de deslocamento da
máquina, km/h
Constantes a e b - Aivecas
Constantes a e b - Discos
Catálogos – Arado de disco
Catálogos – Aivecas
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


O preparo periódico secundário tem como
finalidade complementar a operação realizada
pelos arados, ou seja, complementar a operação
de preparo periódico primário, embora elas
possam ser utilizadas antes ou até mesmo em
substituição aos arados em algumas situações.
Essa operação é realizada pelos implementos
denominados grades.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


GRADAGEM: Pode ser utilizada antes ou depois
da aração, ou em substituição a mesma.
Profundidade de 12 cm.
 Desagregação de torrões e nivelar a superfície;
 Incorporação de fertilizantes ou defensivos;
 Enterrar de sementes miúdas;
 Eliminação de plantas invasoras.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO
 Grades em função do tipo elemento ativo;
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


As grades de discos podem ser basicamente de
três tipos:

a) Simples ação
Sua característica básica é a inversão do solo
com uma passada.
Estes sistemas são empregados somente no
controle de plantas daninhas (capina
superficial).
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


b) Dupla Ação (grade em X) ou tandem:
O solo é mobilizado duas vezes, primeiro para fora
(pelos corpos frontais) e depois para dentro (pelos
corpos posteriores), e por isso são chamados de
dupla ação.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


c) Dupla Ação Deslocada (Grade em Off-set)
Estas grades, também denominadas “V”, ou
grades “off set”, deslocam-se formando um “V”,
perpendicularmente a direção de deslocamento.
 Regulam a penetração no solo.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO
 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO
 Grades em função do elemento ativo;

 Niveladora (até
50kg/disco)
 Niveladora-
destorroadora
 Aradora (acima de
50kg/disco)
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


O número de gradagens deve ser o mínimo possível
porque o uso intenso causa:
Pulverização do solo;

Compactação a pequena profundidade;

Destruição da matéria orgânica e;

Favorece a erosão.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


Recomenda-se fazer uma gradagem pouco antes do
plantio para:
Incorporar palha;

Controlar ervas daninhas;

Destorroar e nivelar o solo.


FORÇA EXIGIDA PELAS GRADES

F = a.M

F = Força de tração (N)


a = constante que depende do solo
M = massa da grade (kg)
FORÇA EXIGIDA PELAS GRADES

a
Catálogo – Grade Niveladora
Peso
Largura Aprox. Potência
Diâmetro Diâmetro Espaçamento
Nº de de Profundidade com Disco do
dos do Eixo entre Discos de: Rodeiro
Discos Trab. Aprox. (mm) Trator
Discos ø (mm)
(mm) (cv)
20" 22"
kg kg

20" ou
28 1.1/4" 2350 175 50 a 150 1188 1289 70 a 75 Simples
22"

20" ou
32 1.1/4" 2700 175 50 a 150 1289 1422 80 a 85 Simples
22"

20" ou
36 1.1/4" 3000 175 50 a 150 1360 1499 90 a 95 Simples
22"

20" ou 105 a
40 1.1/4" 3420 175 50 a 150 1450 1590 Simples
22" 112

20" ou 110 a
42 1.1/4" 3600 175 50 a 150 1542 1691 Simples
22" 118

20" ou 115 a
44 1.1/4" 3760 175 50 a 150 1630 1780 Simples
22" 123

20" ou 125 a
48 1.1/4" 4100 175 50 a 150 1769 1932 Simples
22" 135

20" ou 135 a
52 1.1/4" 4450 175 50 a 150 1860 2025 Simples
22" 145
Catálogo – Grade Aradora

Largura Peso Aprox. c/


Discos de: Potência
Nº de de Espaç.Discos
Modelo do
Discos Trab. (mm)
(mm) 18" 20" 22" Trator(Cv
(Kg) (Kg) (Kg)

SPR 20 1700 175 470 500 543 46 - 51


SPR 24 2100 175 540 575 625 55 - 61
SPR 28 2350 175 590 630 690 65 - 70
SPR 32 2700 175 670 720 789 73 - 80
SPR 36 3000 175 710 765 843 85 - 90
SPR 42 3600 175 810 870 961 95 - 105
SPR 20 1900 200 530 566 612 51 - 55
SPR 24 2300 200 587 630 685 61 - 65
SPR 28 2700 200 682 733 797 70 - 75
SPR 32 3100 200 760 818 891 80 - 85
SPR 36 3500 200 842 907 989 90 - 100
Catálogo – Grade Aradora
Especificações Técnicas
Diâmetro Peso c/
dos Discos de: Potência
Largura Espaç.
Nº de Discos Diâmetro Profundidade do
Modelo de Discos
discos Diâmetro do Eixo (mm) trator de
Trab.(mm) (mm)
dos 26"Kg 28"Kg Esteira(Cv)
Discos

GCRTI 62 26"ou 28" 1.5/8" 8505 270 150 a 250 6049 6100 280 a 320

GCRTI 70 26"ou 28" 1.5/8" 9600 270 150 a 250 6830 6900 315 a 340
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- Enxada rotativa:
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO
 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:
- Enxada rotativa: Esta máquina é usada para
 Destorroamento e nivelamento do solo;
 Na formação e manutenção de canteiros em
horticultura;
 No controle de plantas daninhas;
 Na incorporação de adubos e corretivos e;
 Na picagem e incorporação de restos culturais.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- Enxada rotativa: Esquema de corte
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- Enxada rotativa: Esquema de corte
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- Enxada rotativa:
• É muito eficiente no preparo do solo em várzeas
alagadas para a semeadura do arroz irrigado.
• A profundidade de trabalho pode ser regulada através de
alavanca que modifica a altura de uma roda limitadora.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- Enxada rotativa:
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- Enxada rotativa:
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- Enxada rotativa:
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- Enxada rotativa:
Causa excessiva pulverização do solo
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- SULCADORES:
 Abrem sulcos no solo para plantio ou semeadura
de uma cultura, para irrigação, drenagem,
controle de erosão ou divisão de talhões.
 São muito usados para cana de açúcar,
mandioca, espécies florestais e frutiferas
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- SULCADORES:
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- ESCARIFICAÇÃO E SUBSOLAGEM:
A ação dos implementos de hastes (subsoladores e
escarificadores):
 Empurrando o solo para frente, para os lados e para cima;
 Causando rachaduras e;
 Desagregando um volume de solo.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- ESCARIFICAÇÃO E SUBSOLAGEM:
São implementos utilizados:
 Para romper a camada compactada do solo;
 Permitindo a infiltração e;
 Uma maior capacidade de retenção de água no solo.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- ESCARIFICAÇÃO E SUBSOLAGEM:
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- ESCARIFICAÇÃO E SUBSOLAGEM:
1  1 – barra porta ferramenta
 2 – haste
 3 – ponta
 4 – rodas de controle de
profundidade
2

3
4
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- ESCARIFICAÇÃO E SUBSOLAGEM:
 Subsolagem: a penetração no solo é 30 cm ou mais.

 Escarificação: penetração menor que 30 cm.


PREPARO PERIÓDICO DO SOLO
 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:
- SUBSOLAGEM:
Para romper camadas compactadas em
profundidade devido ao tráfego repetido de
máquinas, ou pela compactação devido ao
tráfego de tratores;
Quando se deseja uma melhor circulação de
água necessário em terrenos que tendem a
acumular água;
Quando junto ao subsolador se aplicam
fertilizantes em profundidade.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- SUBSOLAGEM:

Esquema da ação de um subsolador: A - Camada arável ou


permeável do solo; B - Camada compactada; C - Solo sem
compactação.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- SUBSOLAGEM:
FORÇA EXIGIDA PELOS SUBSOLADOR

F=a.d

F = força de tração por haste (N)


a = constante que depende do
solo
d = profundidade (cm)
FORÇA EXIGIDA PELOS SUBSOLADOR
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- ESCARIFICAÇÃO:
 Escarificar o solo consiste em mobilizá-lo a uma
determinada profundidade (até 30 cm) com mínima
inversão superficial.
 A quebra do solo é realizada por braços (hastes) que
podem ser vibração ou não.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 PREPARO PERIÓDICO SECUNDÁRIO:


- ESCARIFICAÇÃO:
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

ARADOS, GRADES OU
ESCARIFICADORES?
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

 Os arados são melhores quando o objetivo é a


incorporação de material vegetal;
 As grades são melhores em condições de muita
vegetação, palha e torrões.
 Os escarificadores não controlam eficientemente as
ervas daninhas e deixam o solo com mais torrões.
Os escarificadores melhoram a estrutura do solo, pela
redução na densidade e melhoria na agregação,
possibilitando melhor penetração de ar, água e raízes.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO

UMIDADE DO SOLO NO PREPARO:


O ponto ideal é determinado quando é possível um trator
operar com o mínimo esforço, dando-nos os melhores
resultados nos serviços realizados.

Preparo do solo com umidade excessiva


 O solo sofre danos físicos na estrutura (compactação);
 Adere com maior força nos implementos
(principalmente em solos argilosos) até o ponto de
inviabilizar a operação desejada.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO
UMIDADE DO SOLO NO PREPARO:

Preparo com pouca umidade:


Não ocorrem danos físicos na estrutura, mas
um maior numero de passagens será necessário
para alcançar o destorroamento que permita
efetuar a operação de semeadura, aumentando
os gastos com combustível.
O preparo com implementos muitos enérgicos
(enxada rotativa) pode destruir a estrutura do
solo, superficialmente, pulverizando-o e
facilitando o processo erosivo.
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO
 Há quatro maneiras típicas de mobilização
tendo em vista os objetivos de preparo
periódico do solo:
 A mobilização por inversão de camadas, que é típica
dos arados de aivecas ou discos;
 A mobilização por deslocamento lateral-horizontal, típica
das grades de discos e de dentes;
 A mobilização por desagregação sub-superficial, típica
de subsolador, escarificador;
 A mobilização por revolvimento rotativo, típica das
máquinas que possuem um rotor com facas ou pás,
acionado pela tomada de potência dos tratores
(enxada rotativa).
PREPARO PERIÓDICO DO SOLO
EFEITOS DO PREPARO DO SOLO:
Alteração de características físicas do solo:
- Desestabilização da estrutura,
- Aumenta da erodibilidade da camada arável;
- Compactação do solo;
- Redução da macroporosidade;
- Reduçao da disponibilidade de água e ar no
perfil;
- Perda do potencial produtivo da área;
- Dificulta a drenagem e aeração do perfil.
EXERCICIOS
1-Calcular o força e a potencia necessária para a utilização de um arado
de 4 discos de 26”, onde o trator deslocara a uma velocidade máxima de
3,5 km/h em um solo com textura franco arenosa?

F = a + b. v2
a= 2,4
B = 0,045
F = 2,4 + 0,045x(3,5)2
F = 2,4+ 0,045 x 12,25
F = 2,9513 N/cm2

Calcular a área do disco de corte de 26”


26” x 2,54 (cm) = 66,04 cm de diâmetro
𝜋𝜋 𝑥𝑥 𝐷𝐷2
Área do circulo ou 𝐴𝐴 = = 3425,3426 cm2
4
Multiplica a área do disco pela forca obtida ou 3425,3426 x 2,9513 =
10109,2135 Watts. Para converter para CV basta dividir por 735,5 = 13,74
cv por disco ou 14 cv por disco. Como são 4 discos 14 x 4 = 56 CV
EXERCICIOS
2-Calcular o força e a potencia necessária para a utilização de um arado
de 6 discos de 28”, onde o trator deslocara a uma velocidade máxima de
3,5 km/h em um solo com textura Argilo-Arenoso?
EXERCICIOS
3-Calcular o força e a potencia necessária para a utilização de uma grade
aradora com peso de 4 toneladas a uma velocidade de 3,5 km/h em um
solo de textura Argilosa?

F = a.M
a= 14,7
M = 3000 kg
F = 14,7 x 3000
F = 44100 N
F = 44100 x 3,5 = 154350 Watts / 735,5 = 209,8 cv ou 210 cv
EXERCICIOS
4-Calcular o força e a potencia necessária para a utilização de uma grade
aradora com peso de 6 toneladas a uma velocidade de 3,5 km/h em um
solo de textura Arenosa?
EXERCICIOS
5-Calcular o força e a potencia necessária para a utilização de um
subsolador de 5 hastes em um solo franco arenoso, a uma velocidade de
2 km/h, onde deseja-se romper a camada ate a profundidade de 35 cm?

F=a.d

a= 155
d= 35 cm

F= 155 x 35 = 5425 N x Vel. (2 km/h) = 10850 Watts / 735,5 = 14,75


CV por haste ou 15 CV, sendo o mesmo com 5 hastes, seria
necessário uma potencia de 75 CV para a operação
EXERCICIOS
6-Calcular o força e a potencia necessária para a utilização de um
subsolador de 7 hastes em um solo franco argiloso, a uma velocidade de
2,5 km/h, onde deseja-se romper a camada ate a profundidade de 40 cm?
Capacidade de trabalho efetivo
Quantidade de área que o conjunto trator + implemento consegue operar
em uma determinada unidade de tempo.

𝑉𝑉 𝑥𝑥 𝐿𝐿 𝑥𝑥 𝐸𝐸𝐸𝐸
𝐶𝐶𝐶𝐶𝐶𝐶 =
10
V = Velocidade em Km/h
L = largura de trabalho da maquina em metros;
Ef = Eficiência operacional = Aração (0,8), Gradagem (0,7), Plantio
(0,7), Subsolagem (0,6).
Capacidade de trabalho efetivo
Qual a capacidade de trabalho efetivo de um arado de discos com 1,2 metros de
largura, trabalhando a uma velocidade média de 3,8 k/m?

3,8 𝑥𝑥 1,2 𝑥𝑥 0,8


𝐶𝐶𝐶𝐶𝐶𝐶 = = 0,3648 há/hora
10

Uma grade aradora com 2,2 m de largura será utilizada para o preparo do
solo em uma área de 250 há. Com os dados em questão qual a velocidade
media que terá que ser empregada para que o mesmo consiga uma media de
1/há de área preparada. E quantos dias levariam para o preparo total da área,
levando em consideração uma turno diário de 10 hs de trabalho?