Você está na página 1de 3

::: Manuela Mestre ::

Tabela temperaturas de Recepção de Matérias-Primas

PRODUTO TEMPERATURA DOCUMENTO


CARNE
DL 147/2006
Carne picada refrigerada ≤ 2°C
Reg ce 853/2004
Preparados de carne com carne picada
Miudezas e vísceras de carne fresca
DL 147/2006
≤ 3°C
Preparados de carne refrigerados que Reg ce 558/2010
contenham miudezas

DL 147/2006
Preparados de carne refrigerados ≤ 4°C
Reg ce 853/2004
Carnes de caça de criação e selvagem
menor
Carnes de coelho refrigeradas DL 147/2006
≤ 4°C
Carnes frescas de aves de capoeira Reg ce 853/2004
Preparados de carne refrigerados obtidos a
partir de carne de aves de capoeira
Carcaças e peças respectivas de carne
fresca
Preparados de carne refrigerados obtidos a
DL 147/2006
partir de carnes frescas ≤ 7°C
Reg ce 853/2004
Carnes de caça selvagem maior
Gorduras animais frescas
Torresmos
≤ 6°C
Os produtos que não
Produtos à base de carne (com exclusão de possam ser armazenados
DL 147/2006
produtos estabilizados por salga, fumagem, à temperatura ambiente
Reg ce 853/2004
secagem ou esterilização) devem ser mantidos à
temperatura aconselhada
pelo fabricante

Ultracongelados DL 251/91
≤ -18°C
Carnes e seus produtos Reg ce 853/2004

Congelados DL 147/2006
≤ -12°C
Produtos /Preparados de carne Reg ce 853/2004

Enchidos
Enchidos crus (não salgados, nem secos) ≤ 3°C Reg ce 853/2004
temperatura ambiente, de
Produtos estabilizados por salga, fumagem, Código de boas
acordo com a indicação
secagem ou esterilização práticas ARESP
na rotulagem

16.11.2010 Pág. 1 de 3
::: Manuela Mestre ::

Tabela temperaturas de Recepção de Matérias-Primas

PESCADO
Temperatura do gelo DL 37/2004
Produtos frescos
fundente Reg ce 853/2004
DL 37/2004
≤ -18°C (tolerância até
Produtos ultracongelados DL 251/91
-15°C)
Reg ce 558/2010
Produtos de crustáceos e de moluscos Temperatura do gelo
Reg ce 1020/2008
cozidos e refrigerados fundente

Temperatura do gelo
Produtos transformados Reg ce 853/2004
fundente

Temperatura que não


Moluscos bivalves vivos prejudique a sua Reg ce 853/2004
qualidade e viabilidade
OVOS E OVOPRODUTOS
temperatura ambiente Reg (CEE)
Ovos frescos (categoria A)
(constante) 557/2007
Reg (CEE)
"Ovos refrigerados"** ≤ 5ºC
557/2007
Ovoprodutos refrigerados ≤ 4°C Reg ce 853/2004
Ovoprodutos desidratados (excepto as
≤ 15°C DDDDDDDDDDDD
claras de ovo)
LEITE E PRODUTOS LÁCTEOS
temperatura ambiente; os
Leite UHT produtos que não possam
ser armazenados à
Directiva 92/46/CEE
temperatura ambiente
Reg ce n.º
devem ser mantidos à
1662/2006
Produtos à base de leite temperatura aconselhada
pelo fabricante
≤ 6 ºC
≤ 6 ºC ( tolerância no
Leite pasteurizado Reg ce 853/2004
transporte até 8 ou 10°C)
Código de boas
Manteiga 1
≤ 6°C práticas da ARESP
Código de boas
Queijo fresco ≤ 4ºC
práticas ARESP
Código de boas
Queijo curado ≤ 10°C
práticas ARESP
≤ 6°C ( tolerância no
Iogurtes e leites fermentados PRT 742/92
transporte até 8 ou 10°C)
Código de boas
Natas
≤ 4ºC práticas ARESP

1
Tabela elaborada a partir da NP – 1524, de 25 de Março de 1987 e do Regulamento 853/2004 de 29 de Abril, relativo aos
transportes terrestres de alimentos perecíveis – características e utilização.
16.11.2010 Pág. 2 de 3
::: Manuela Mestre ::

Tabela temperaturas de Recepção de Matérias-Primas

FRUTOS
Ananás
Bananas ≤12ºC
Limões
Laranja
≤10°C Código de boas
Tangerina
práticas ARESP
Pêssego ≤ 7°C
Pêra ≤10°C
Morangos ≤2°C
2
Cerejas ≤ 4ºC
Recomendação da
Sumo de fruta natural ≤ 4ºC
CML
PRODUTOS HORTÍCULAS
Pepino <12°C
Abóbora < 5ºC
3
Batata < 12º C
Beringela
Código de boas
Tomate
< 8°C práticas da ARESP
Feijão verde
Couves
Alface < 6ºC
Cenoura <8°C

*Excepto produtos estabilizados por fumagem, salga, secagem ou esterilização


**não podem ser comercializados como ovos da categoria A

2
Devem tomar-se as devidas precauções para evitar a condensação da humidade do ar sobre estes alimentos.
3
Podem ser transportados até 20ºC em veículos isotérmicos ou sem isolamento.
16.11.2010 Pág. 3 de 3