Você está na página 1de 58

Raciocínio

 Lógico  para  o  INSS  

Professor  Paulo  Henrique  (PH)  

Olá,  meu  povo!  

Eu   sou   o   professor   Paulo   Henrique   (PH)   e   estamos   dando   início   o   nosso   Curso   de   Raciocínio   Lógico  
preparatório  para  o  concurso  do  Instituto  Nacional  do  Seguro  Social  (INSS).    

Nesse  1o  Módulo,  vamos  cobrir  o  último  edital  (FCC  2012),  que  apresentou  os  seguintes  assuntos:  

RACIOCÍNIO  LÓGICO:  1  Conceitos  básicos  de  raciocínio  lógico:  proposições;  valores  lógicos  das  proposições;  
sentenças   abertas;   número   de   linhas   da   tabela   verdade;   conectivos;   proposições   simples;   proposições  
compostas.  2  Tautologia.  3  Operação  com  conjuntos.  4  Cálculos  com  porcentagens.    

Vamos   passar   detalhadamente   por   todo   o   conteúdo,   mostrando   diversos   tipos   de   questões   e   dando  
dicas  de  como  resolvê-­‐las  de  forma  rápida  e  segura.  

O   nosso   principal   objetivo   é   entender   todas   as   formas   que   esses   assuntos   podem   ser   cobrados!   Em  
determinados   momentos,   iremos   parar   um   pouco   e   mostrar   conceitos,   focar   na   parte   teórica,   para,  
depois,  mostrar,  através  de  questões  de  provas,  como  aplicar  o  que  acabamos  de  estudar.  

Vamos  começar?  

Conceito  de  Proposição  

A   1ª   coisa   que   precisamos   conhecer   é   o   conceito   de   Proposição.   Esse   é   um   tema   cada   vez   menos  
cobrado  pelas  bancas  (entendam:  o  CONCEITO  de  proposição),  porém  ela  serve  como  base  para  tudo  
que  veremos  à  frente,  ok?  

Proposição  nada  mais  é  que  do  que:  

-­‐ uma  declaração;  

-­‐ uma  sentença  declarativa,  que  pode  ser  expressa  por  meio  de  palavras,  números  ou  símbolos;  

-­‐ uma  frase  onde  podemos  atribuir  a  ela  um  valor  lógico  (verdadeiro  ou  falso).  

Exemplos:  

1   http://www.soinss.com.br        
 
A   partir   daí,   podemos   encontrar   alguns   princípios   que,   apenas   com   uma   leitura,   já   conseguimos  
entender.  

• Princípio   da   Identidade:   Uma   proposição   verdadeira   é   sempre   verdadeira.   Uma   proposição   falsa   é  
sempre  falsa.  

• Princípio  da  não-­‐contradição:  Uma  proposição  não  pode  ser  verdadeira  e  falsa  simultaneamente.  

• Princípio   do   Terceiro   Excluído:   Uma   proposição   só   pode   ter   dois   valores   verdades,   isto   é,   é  
verdadeiro  (V)  ou  falso  (F),  não  podendo  ter  outro  valor.  

01.  São  considerados  princípios  básicos  da  lógica  bivalente:  

(A)  princípio  do  primeiro  excluído,  princípio  da  não  contradição  e  princípio  da  identidade.  

(B)  princípio  do  terceiro  excluído,  princípio  da  identidade  e  princípio  da  não  contradição.  

(C)  princípio  do  terceiro  excluído,  princípio  da  verdade  e  princípio  da  identidade.  

(D)  princípio  da  verdade,  princípio  da  identidade  e  do  princípio  primeiro  excluído.  

(E)  princípio  da  verdade,  princípio  da  identidade,  e  princípio  da  não  contradição.  

02.  Em  lógica,  pelo  princípio  do  terceiro  excluído,    

(A)  uma  proposição  falsa  pode  ser  verdadeira  e  uma  proposição  falsa  pode  ser  verdadeira.  

(B)  uma  proposição  verdadeira  pode  ser  falsa,  mas  uma  proposição  falsa  é  sempre  falsa.  

(C)  uma  proposição  ou  será  verdadeira,  ou  será  falsa,  não  há  outra  possibilidade.  

(D)  uma  proposição  verdadeira  é  verdadeira  e  uma  proposição  falsa  é  falsa.  

(E)  nenhuma  proposição  poderá  ser  verdadeira  e  falsa  ao  mesmo  tempo.  

Não   poderão   ser   consideradas   proposições   as   sentenças   que   não   podemos   atribuir   um   valor   lógico.  
Temos  quatro  tipos  para  falar:  

Não  são  proposições:  

2   http://www.soinss.com.br        
 
 

03.  Dentre  as  alternativas  abaixo  a  única  que  expressa  o  conceito  de  proposição  lógica  é:  

(A)  sentença  imperativa,  da  qual  não  podemos  atribuir  juízo  de  valor.  

(B)  sentença  declarativa,  na  qual  podemos  atribuir  um  valor  lógico  Verdadeiro  ou  Falso,  seja  ela  expressa  
de  forma  negativa  ou  afirmativa.  

(C)  sentença  exclamativa,  da  qual  podemos  ou  não  associar  valor  lógico,  dependendo  da  afirmação  dada.  

(D)  sentença  matemática  aberta,  da  qual  podemos  atribuir  juízo  de  valor  se  a  afirmação  for  correta.  

04.  Das  cinco  frases  abaixo,  quatro  delas  têm  uma  mesma  característica  lógica  em  comum,  enquanto  uma  
delas  não  tem  essa  característica.  

I.  Que  belo  dia!  

II.  Um  excelente  livro  de  raciocínio  lógico.  

III.  O  jogo  terminou  empatado?  

IV.  Existe  vida  em  outros  planetas  do  universo.  

V.  Escreva  uma  poesia.  

A  frase  que  não  possui  essa  característica  comum  é  a:  

(A)  I.  

(B)  II.  

(C)  III.  

(D)  IV.  

(E)  V.  

05.  Considere  as  seguintes  frases:  

I.  Ele  foi  o  melhor  jogador  do  mundo  em  2005.  

3   http://www.soinss.com.br        
 
II.    é  um  número  inteiro.  

III.  João  da  Silva  foi  o  Secretário  da  Fazenda  do  Estado  de  São  Paulo  em  2000.  

É  verdade  que  APENAS:  

(A)  I  e  II  são  sentenças  abertas.  

(B)  I  e  III  são  sentenças  abertas.  

(C)  II  e  III  são  sentenças  abertas.  

(D)  I  é  uma  sentença  aberta.  

(E)  II  é  uma  sentença  aberta.  

06.   Considerando   que   uma   proposição   corresponde   a   uma   sentença   bem   definida,   isto   é,   que   pode   ser  
classificada   como   verdadeira   ou   falsa,   excluindo-­‐se   qualquer   outro   julgamento,   assinale   a   alternativa   em  
que  a  sentença  apresentada  corresponde  a  uma  proposição.  

(A)  Ele  foi  detido  sem  ter  cometido  crime  algum?  

(B)  Aquela  penitenciária  não  oferece  segurança  para  o  trabalho  dos  agentes  prisionais.  

(C)  Os  agentes  prisionais  da  penitenciária  de  Goiânia  foram  muito  bem  treinados.  

(D)  Fique  alerta  a  qualquer  movimentação  estranha  no  pátio  do  presídio.  

(E)  Houve  fuga  de  presidiários,  que  tragédia!  

Tipos  de  Proposições  

Existem  dois  tipos  de  proposições:  

• Simples  

Exemplo:  ________________________________________________  

• Compostas  

Exemplo:  _____________________________________________  

Temos   uma   proposição   composta   quando   esta   for   formada   por   duas   ou   mais   proposições   simples,  
ligadas  (ou  CONECTADAS)  entre  si.  Esses  termos  que  ‘ligam’  as  proposições  simples  nós  chamamos  de  
CONECTIVOS.    

4   http://www.soinss.com.br        
 
Vamos  ver  cada  um  deles:  

Conectivo   Descrição   Símbolo     Conectivo   Descrição   Símbolo  

             

             

             

Exemplos  

E   qual   a   grande   função   do   conectivo?   Podemos   pensar   que   é   _______________________________  


_____________________.  Porém,  existe  uma  mais  importante!  

Vejam,   para   encontramos   o   valor   lógico   de   uma   proposição   simples,   basicamente   precisamos   ler   a  
proposição  e  dizer  se  ela  é  V  ou  F,  certo?    

Na  proposição  composta,  precisamos  trabalhar  um  pouco  mais!  

Para  decidirmos  se  uma  proposição  composta  é  verdadeira  ou  falsa,  isso  dependerá  de  duas  coisas:  

•   do  valor  lógico  das  proposições  componentes  (simples);  

•   do  tipo  de  conectivo  que  as  une.  

E  como  faremos  isso?  Conhecendo  a  Tabela-­‐Verdade!  

A   Tabela-­‐Verdade   é   a   forma   usual   de   representação   todos   os   valores   lógicos   aplicados   em   cada  


conectivo.  É  a  forma  de  conhecermos  como  cada  conectivo  ‘reage’  às  diversas  possibilidade  de  valores  
lógicos.  

Pensemos  assim:  

Exemplo  

5   http://www.soinss.com.br        
 
Conhecendo   a   Tabela-­‐Verdade,   iremos   compreender   como   encontrar   o   valor   lógico   das   proposições  
compostas,  trabalhando  com  cada  um  dos  conectivos.  

Mas  antes,  precisamos  aprender  a  montar  uma  Tabela-­‐Verdade:  

Passo  1:  o  tamanho  da  Tabela-­‐Verdade  

Nº  Linhas  =    

Passo  2:  construindo  a  Tabela-­‐Verdade  

  Tabela  com  2  proposições         Tabela  com  3  proposições  

07.   Qual   o   numero   de   linhas   de   uma   tabela   verdade   utilizada   para   determinar   o   valor   lógico   de   uma  
proposição  composta  formada  por  4  (quatro)  proposições  simples?    

(A)  16  

(B)  24  

(C)  48  

(D)  8  

(E)  4  

08.  (Adaptada)  Considere  a  seguinte  proposição:  

6   http://www.soinss.com.br        
 
P1:  Se  tivesse  havido  má-­‐fé  em  minhas  decisões,  teria  havido  desperdício  de  recursos  municipais  em  minha  
gestão  e  eu  teria  sido  beneficiado  com  isso.    

O  número  de  linhas  da  tabela  verdade  correspondente  à  proposição  P1  é  igual  a:  

(A)  4  

(B)  8  

(C)  16  

(D)  32  

(E)  64  

09.   Determine   o   número   de   linhas   da   tabela-­‐verdade   da   proposição:   “Se   trabalho   e   estudo   matemática,  
então  canso,  mas  não  desiste  ou  não  estudo  matemática”.  

(A)  16  

(B)  8  

(C)  32  

(D)  4  

(E)  64  

Pronto!  Sabendo  disso,  podemos  agora  estudar  cada  um  dos  conectivos.  

7   http://www.soinss.com.br        
 
 

Abaixo,  vocês  terão  um  resumo  do  que  acabamos  de  ver.  
Proposições  e  Conectivos

Conectivo   Descrição   Símbolo   Tabela-­‐Verdade   Mantras  do  PH  


A B A^B
V V V Para  que  a  conjunção  seja  verdadeira,  as  
E   Conjunção   ^   V F F proposições  simples  têm  que  ser  verdadeiras.  Se  
F V F não,  a  conjunção  será  falsa.  
F F F  
A ∨
B A B
V V V Para  que  a  disjunção  seja  falsa,  as  proposições  
OU   Disjunção   v   V F V simples  têm  que  ser  falsas.  Se  não,  disjunção  será  
F V V verdadeira.  
F F F  
A B A→B Para  que  a  condicional  seja  falsa,  a  1ª  parte  
SE...   V V V (antecedente)  deve  ser  verdadeira  e  a  2ª  
Condicional   →   V F F
ENTÃO   (conseqüente),  falsa.  Se  não,  a  condicional  será  
F V V
F F V   verdadeira.  

8   http://www.soinss.com.br        
 
...SE   E   A B A↔B
V V V
Para  que  a  bicondicional  seja  verdadeira,  as  
SOMENTE   Bicondicional   ↔   V F F proposições  simples  devem  ter  valores  lógicos  
SE...   F V F iguais.  Se  não,  a  bicondicional  será  falsa.  
F F V  
A B A\/B Para  que  a  disjunção  exclusiva  seja  verdadeira,  as  
V V F
...OU  ...OU   Disjunção   proposições  simples  devem  ter  valores  lógicos  
Exclusiva  
v   V F V
F V V diferentes.  Se  não,  a  disjunção  exclusiva  será  
F F F   falsa.  

  ¬A
A ~A ou
*  NÃO   Negação   ¬  ou  ~    
V F
F V

10.  Observe  a  tabela-­‐verdade  a  seguir.  

Essa  tabela-­‐verdade  representa  o  funcionamento  de  2  sensores  x  e  y  em  um  equipamento,  de  tal  forma  que:  

V  =  VERDADEIRO,  ou  seja,  o  sensor  está  acionado.  

F  =  FALSO,  ou  seja,  o  sensor  não  está  acionado.  

Assinale  a  alternativa  que  contém  os  valores  CORRETOS  para  1,  2,  3  e  4,  considerando-­‐se  o  Conectivo  do  tipo  
OU  (x  v  y).  

(A)  1–V,  2–V,  3–V,  4–F  

(B)  1–F,  2–F,  3–F,  4–F  

(C)  1–V,  2–F,  3–V,  4–F  

(D)  1–V,  2–V,  3–F,  4–F  

(E)  1–V,  2–F,  3–F,  4–F  

11.  Assinale  a  opção  que  apresenta  valor  lógico  falso.  

(A)  23  =  8  e  1  +  4  =  5.  

(B)  Se  √8  =  3,  então  6  ÷  2  =  3.  

9   http://www.soinss.com.br        
 
(C)  Ou  3  –  1  =  2  ou  5  +  2  =  8.  

(D)  Se  7  –  2  =  5,  então  5  +  1  =  7.  

(E)  32  =  9  se,  e  somente  se,  3√8  =  2  .  

12.   Considere   as   seguintes   proposições   e   assinale   a   alternativa   que   apresenta   os   respectivos   valores   lógicos  
de  A,  B  e  C.    

A:  4  +  2  =  6  e  9  –  5  =  4  

B:  2  +  3  =  9  ou  4  –  2  =  2    

C:  se  2  +  7  =  5,  então  4  –  5  =  9  

(A)  falsidade,  verdade,  falsidade.  

(B)  falsidade,  falsidade,  verdade.  

(C)  verdade,  verdade,  verdade.  

(D)  verdade,  falsidade,  falsidade.  

13.  Dentre  as  alternativas  abaixo  e  considerando  o  valor  lógico  das  proposições  compostas,  a  única  falsa  é:  

(A)  (3   +  4  =  7)  ou  (25%  de  60  =  18)  

(B)  (4  +  4  =  8)  e  (3  +  5  =  7)  

(C)  Se  (2  +  3  =  4),  então  (1  +  4  =  3)  

(D)  (1  +  4  =  4)   se,  e  somente   se,  (2  +  3  =  6)  

14.  Assinale  a  alternativa  que  apresenta  uma  proposição  composta  cujo  valor  lógico  é  verdadeiro.  

(A)  42  =  24  ^  (−3)2  =  −9  

(B)  (2  +  3  =  6)  v  (21  é  primo)  

(C)  7  ≤  7  →  -­‐1  <  -­‐2  

(D)  32  =  8  →  1  <  2  

(E)  3  −  2  =  1  →  4  ≤  3  

10   http://www.soinss.com.br        
 
 

15.   Um   contra-­‐exemplo   para   uma   determinada   afirmativa   é   um   exemplo   que   a   contradiz,   isto   é,   um  
exemplo   que   torna   a   afirmativa   falsa.   No   caso   de   afirmativas   do   tipo   “SE   antecedente   ENTÃO  
consequente”,   um   contra-­‐exemplo   torna   o   antecedente   verdadeiro   e   o   consequente   falso.   Um  
contra-­‐exemplo  para  a  afirmativa  “SE  x  é  múltiplo  de  7  ENTÃO  x  é  um  número  ímpar”  é:  

(A)  x  =  7  

(B)  x  =  8  

(C)  x  =  11  

(D)  x  =  14  

(E)  x  =  21  

16.  Na  tabela  a  seguir  é  apresentada  a  tabela  verdade  para  duas  proposições  simples  a  e  b.  

                                               a                b              a  →  b  

                                               V              V                    V    

                                               V                F                    F    

                                                 F              V                    V  

                                                 F                F                    V  

Analisando-­‐se  essa  tabela  verdade,  é  possível  afirmar  que:  

(A)  O  conectivo  entre  as  proposições  a  e  b  é  do  tipo  CONDICIONAL.  

(B)  O  conectivo  entre  as  proposições  a  e  b  é  do  tipo  DISJUNÇÃO,  ou  seja,  um  conectivo  do  tipo  OU.  

(C)  O  conectivo  entre  as  proposições  a  e  b  é  do  tipo  CONJUNÇÃO,  ou  seja,  um  conectivo  do  tipo  E.  

(D)  O  conectivo  entre  as  proposições  a  e  b  é  do  tipo  NEGAÇAO,  ou  seja,  um  conectivo  do  tipo  NAO.  

(E)  O  conectivo  entre  as  proposições  a  e  b  é  do  tipo  BICONDICIONAL.  

17.   P   e   Q   são   proposições   simples   e   o   valor   lógico   de   P   condicional   Q   é   falso.   Nessas   condições,   é   correto  
afirmar  que:  

(A)  O  valor  lógico  de  P  é  falso  e  o  valor  lógico  de  Q  é  verdade.  

11   http://www.soinss.com.br        
 
(B)  O  valor  lógico  de  P  é  falso  e  o  valor  lógico  de  Q  é  falso.  

(C)  O  valor  lógico  de  P  é  verdade  e  o  valor  lógico  de  Q  é  verdade.  

(D)  O  valor  lógico  de  P  é  falso  e  o  valor  lógico  de  Q  pode  ser  falso  ou  verdade.  

(E)  O  valor  lógico  de  P  é  verdade  e  o  valor  lógico  de  Q  é  falso.  

18.   Dadas   as   proposições   simples   p   e   q,   tais   que   p   é   verdadeira   e   q   é   falsa,   considere   as   seguintes  
proposições  compostas:  

(1)  p  ∧  q  ;  (2)  ~p  →  q  ;  (3)  ~(p  ∨  ~q)  ;  (4)  ~(p  ↔  q)  

Quantas  dessas  proposições  compostas  são  verdadeiras?  

(A)  Nenhuma.  

(B)  Apenas  uma.  

(C)  Apenas  duas.  

(D)  Apenas  três.  

(E)  Quatro.  

19.  Dentre  as  alternativas,  a  única  correta,  em  relação  aos  conectivos  lógicos,  é:  

(A)   O   valor   lógico   da   disjunção   entre   duas   proposições   é   falsa   se   o   valor   lógico   de   somente   uma   das  
proposições  for  falso.  

(B)  O  valor  lógico  da  conjunção  entre  duas  proposições  é  verdade  se,  o  valor  lógico  de  somente  uma  das  
proposições  for  verdade.  

(C)  O  valor  lógico  do  condicional  entre  duas  proposições  é  falsa  se  o  valor  lógico  das  duas  proposições  for  
falso.  

(D)   O   valor   lógico   do   bicondicional   entre   duas   proposições   é   falsa   se   o   valor   lógico   de   somente   uma   das  
proposições  for  falso.  

(E)   O   valor   lógico   da   conjunção   entre   duas   proposições   é   falsa   se   o   valor   lógico   de   somente   uma   das  
proposições  for  falso.  

20.  Considere  verdadeira  a  seguinte  afirmação:  “Márcio  pratica  futebol  ou  estuda  Informática”.  É  correto  
afirmar  que  

12   http://www.soinss.com.br        
 
(A)  pode  ser  que  Márcio  faça  as  duas  coisas  ou  apenas  uma  delas.  

(B)  se  Márcio  estuda  Informática,  então  não  pratica  futebol.  

(C)  se  Márcio  pratica  futebol,  então  não  estuda  Informática.  

(D)  Márcio  não  faz  nem  uma  coisa,  nem  a  outra.  

(E)  Márcio  certamente  faz  as  duas  coisas.  

21.  Sabe-­‐se  que  é  falsa  a  afirmação:  

Se  Antonio  é  jovem,  então  Priscila  é  universitária.  

Com  base  nessas  informações,  é  correto  concluir  que  contém  uma  afirmação  verdadeira  a  alternativa:  

(A)  Antonio  não  é  jovem  e  Priscila  é  universitária.  

(B)  Antonio  não  é  jovem  e  Priscila  não  é  universitária.  

(C)  Antonio  não  é  jovem  ou  Priscila  é  universitária.  

(D)  Antonio  é  jovem  e  Priscila  é  universitária.  

(E)  Antonio  é  jovem  e  Priscila  não  é  universitária.  

22.  Considerando  que  P  e  Q  sejam  proposições  simples  e  os  significados  dos  símbolos  lógicos  “P  v  Q  =  P  ou  
Q”,  “P  ^  Q  =  P  e  Q”,  “P→Q  =  se  P,  então  Q”,  é  possível  construir  a  tabela  verdade  da  proposição  [P  v  Q]→[P  
^  Q],  completando  a  tabela  abaixo.  

Nesse   sentido,   assinale   a   alternativa   que   apresenta   os   elementos   da   coluna   correspondente   a   [P   v   Q]→[P   ^  
Q],  na  ordem  em  que  aparecem,  de  cima  para  baixo.  

(A)  VFVF  

(B)  VFFV  

(C)  FFVV  

13   http://www.soinss.com.br        
 
(D)  VVVV  

(E)  FFFF  

23.  Considere  as  proposições  p,  q  e  r  proposições  simples  e  que  os  símbolos  “¬”  ,  “∨”  e  “→”  representem,  
respectivamente,  os  conectivos  “não”  ,  “ou”  e  condicional.  As  proposições  são  julgadas  como  verdadeiras  –  
V  ou  como  falsas  –F.  Com  base  nessas  informações,  julgue  a  proposição  composta:  P:  ¬  p  →  ¬  (  q  ∨  r  )  

(A)  V  ,  V  ,  V  ,  V  ,  F  ,  F  ,  F  ,  V  

(B)  V  ,  V  ,  V  ,  V  ,  F  ,  V  ,  V  ,  V  

(C)  V  ,  V  ,  V  ,  V  ,  V  ,  F  ,  V  ,  V  

(D)  F  ,  F  ,  F  ,  V  ,  V  ,  V  ,  V  ,  V  

(E)  F  ,  F  ,  F  ,  V  ,  F  ,  F  ,  F  ,  V  

24.  Sabendo  que  as  proposições  p  e  q  são  verdadeiras  e  que  as  proposições  r  e  s  são  falsas,  assinale  a  opção  
que  apresenta  valor  lógico  falso  nas  proposições  abaixo.  

(A)  ¬r  →  p  ^  q  

(B)  (r  →  s)  ^  (p  ^  q)  

(C)  (s  ↔  r)  ↔  (p  ↔  q)  

(D)  ¬((r  →  p)  v  (s  →  q))  

(E)  r  →  q  ↔  (¬p  ↔  r)  

Equivalência  de  Proposições  

Dizemos   que   duas   proposições   são   logicamente   equivalentes   quando   os   valores   de   suas   tabelas-­‐
verdade  forem  iguais.    

A   ideia   é   que,   ao   trocar   uma   sentença   por   qualquer   outra   que   lhe   seja   equivalente,   estamos   apenas  
mudando  a  maneira  de  dizê-­‐la.    

Veremos  primeiro  algumas  equivalências  básicas  (alguns  autores  chamam  de  Propriedades):  
Dupla  Negação   Propriedade  Idempotente  
     
 
 

14   http://www.soinss.com.br        
 
Propriedade  Comutativa     Propriedade  Distributiva  
 
 
 
Propriedade  Associativa     Definição  da  Bicondicional  
   
 
 

Um   dos   tópicos   mais   cobrados   em   concursos   públicos,   não   importando   a   banca,   é   a   parte   de  
EQUIVALÊNCIA  DE  CONDICIONAL.  A  ideia  é  a  mesma,  porém  a  questão  sempre  começa  mostrando  uma  
condicional  e  pedindo  que  encontremos  sua  proposição  equivalente.  

Sem   utilizar   a   Tabela-­‐Verdade   (não   há   a   necessidade   de   provar,   muitos   já   fizeram   isso...),   veremos   2  
regras  que  nos  ajudarão  a  resolver  esse  tipo  de  questão:  

 
Inverte  e  Nega  (conhecida  também  como     Troca  pelo  OU  
contrapositiva)    
 
 
 
 
 
 
 
 
 

01.  Considere  verdadeira  a  seguinte  proposição  composta:  “Se  Mariana  chegar,  então  Antônio  dormirá.”  É  
correto  concluir  que:  

(A)  se  Mariana  não  chegar,  então  Antônio  dormirá.  

(B)  se  Mariana  não  chegar,  então  Antônio  não  dormirá.  

(C)  se  Antônio  dormir,  então  Mariana  chegou.  

(D)  se  Antônio  não  dormir,  então  Mariana  chegou.  

(E)  se  Antônio  não  dormir,  então  Mariana  não  chegou.  

02.   Considere   a   sentença:   “Se   tenho   saúde   então   sou   feliz".     Uma   sentença   logicamente   equivalente   à  
sentença  dada  é:      

15   http://www.soinss.com.br        
 
(A)  Se  não  tenho  saúde  então  não  sou  feliz.    

(B)  Se  sou  feliz  então  tenho  saúde.    

(C)  Tenho  saúde  e  não  sou  feliz.    

(D)  Tenho  saúde  e  sou  feliz.    

(E)  Não  tenho  saúde  ou  sou  feliz.    

03.  Considere  a  seguinte  afirmação:  

Jorge  se  mudará  ou  Maria  não  será  aprovada  no  concurso.  

Tal  afirmação  é  logicamente  equivalente  à  afirmação:  

(A)  Se  Maria  não  for  aprovada  no  concurso,  então  Jorge  se  mudará.  

(B)  Se  Maria  for  aprovada  no  concurso,  então  Jorge  não  se  mudará.  

(C)  Se  Maria  for  aprovada  no  concurso,  então  Jorge  se  mudará.  

(D)  Jorge  não  se  mudará  ou  Maria  será  aprovada  no  concurso.  

(E)  Jorge  se  mudará  se,  e  somente  se,  Maria  não  for  aprovada  no  concurso.  

04.  Considere  a  sentença:  “Se  uma  pessoa  tem  dinheiro  então  não  tem  problemas”.  Independente  do  fato  
de  que  cada  um  pode  considerar  essa  sentença  verdadeira  ou  falsa,  uma  sentença  que  tem  o  mesmo  valor  
lógico  dela  é  

(A)  se  uma  pessoa  não  tem  problemas  então  tem  dinheiro.  

(B)  se  uma  pessoa  não  tem  dinheiro  então  tem  problemas.  

(C)  se  uma  pessoa  tem  problemas  então  não  tem  dinheiro.  

(D)  uma  pessoa  tem  dinheiro  ou  tem  problemas.  

(E)  uma  pessoa  não  tem  dinheiro  ou  tem  problemas.  

05.  Qual  das  proposições  abaixo  tem  a  mesma  tabela  verdade  que  a  proposição:  “  Se  |a|  <  3,  então      b  ≤  4  ”,  
onde  a  e  b  são  números  reais?    

(A)  b  ≤  4  e  |a|  <  3.  

16   http://www.soinss.com.br        
 
(B)  b  >  4  ou  |a|  <  3.  

(C)  b  >  4  e  |a|  <  3.  

(D)  b  ≤  4  ou  |a|  <  3.  

(E)  b  ≤  4  ou  |a|  ≥  3.  

06.   Considere   verdadeira   a   declaração:   “Se   alguém   é   brasileiro,   então   não   desiste   nunca”.   Com   base   na  
declaração,  é  correto  concluir  que:  

(A)  se  alguém  desiste,  então  não  é  brasileiro.  

(B)  se  alguém  não  desiste  nunca,  então  é  brasileiro.  

(C)  se  alguém  não  desiste  nunca,  então  não  é  brasileiro.  

(D)  se  alguém  não  é  brasileiro,  então  desiste.  

(E)  se  alguém  não  é  brasileiro,  então  não  desiste  nunca.  

07.   Manoel   e   Francisco   trabalham   juntos   em   uma   empresa.   Toda   semana,   há   uma   reunião   social   de  
confraternização  entre  os  funcionários  da  empresa  à  qual  nem  sempre  um  dos  dois  comparece.  Entretanto,  
é  sempre  verdade  que:  

“Se  Manoel  comparece  à  reunião  então  Francisco  não  comparece.”  

Esta  afirmação  é  equivalente  a  

(A)  Se  Francisco  comparece  à  reunião  então  Manoel  não  comparece.  

(B)  Manoel  não  comparece  à  reunião  ou  Francisco  comparece.  

(C)  Se  Manoel  não  comparece  à  reunião  então  Francisco  comparece.  

(D)  Manoel  comparece  à  reunião  e  Francisco  não  comparece.  

(E)  Se  Francisco  não  comparece  à  reunião  então  Manoel  comparece.  

08.  Se  não  chove,  então  passeamos  ou  jogamos  bola.  Uma  afirmação  logicamente  equivalente  é:  

(A)  Se  chove,  então  não  passeamos  e  jogamos  bola.  

(B)  Se  passeamos  ou  jogamos  bola,  então  não  chove.  

17   http://www.soinss.com.br        
 
(C)  Chove  ou,  passeamos  ou  jogamos  bola.  

(D)  Não  chove  e,  passeamos  ou  jogamos  bola.  

(E)  Se  jogamos  bola  e  passeamos,  então  chove.  

09.  Dizer  que  “Joaquim  é  músico  ou  Sheila  é  médica”  é  logicamente  equivalente  a  dizer  que:  

(A)  Se  Joaquim  é  musico,  então  Sheila  é  médica.  

(B)  Se  Sheila  não  é  médica,  então  Joaquim  é  músico.  

(C)  Joaquim  é  músico  se  e  somente  se  Sheila  é  médica.  

(D)  Sheila  não  é  médica  e  Joaquim  não  é  músico.  

10.  Considere  as  proposições:    

I  –  p  →  ¬  p  ∧  ¬  q  

II  –  ¬  p  v  (  ¬  p  ∧  ¬  q  )  

III  –  ¬  p    

Quais  das  proposições  acima  são  logicamente  equivalentes?  

(A)  I  e  II  

(B)  I  e  III  

(C)  II  e  III  

(D)  Todas  são  equivalentes  

(E)  As  proposições  não  são  equivalentes  

11.   Dadas   duas   proposições   lógicas,   p   e   q,   tem-­‐se   que   a   expressão   (~p   v   q)   ^   (~q   v   p)   é   logicamente  
equivalente  à  expressão  

(A)  p  ↔ q  

(B)  p  → q  

(C)  (~p)  → (~q)  

18   http://www.soinss.com.br        
 
(D)  (p  ^  q)  ^  ~(p  ^  q)  

(E)  (p  ^  q)  ^  (~p  ^  ~q)  

12.  Certo  dia,  João  afirmou:  

Se  eu  tivesse  ido  ao  banco  ontem,  eu  não  precisaria  ir  ao  banco  amanhã.  

No  dia  seguinte,  não  tendo  ido  ao  banco  ainda,  João  diria  algo  logicamente  equivalente  ao  que  dissera  no  
dia  anterior,  se  tivesse  dito:  

(A)  Como  não  fui  ao  banco  hoje,  fui  ao  banco  anteontem.  

(B)  Como  não  fui  ao  banco  ontem,  irei  ao  banco  hoje.  

(C)  Como  não  fui  ao  banco  hoje,  fui  ao  banco  ontem.  

(D)  Como  preciso  ir  ao  banco  hoje,  não  fui  ao  banco  anteontem.  

(E)  Como  preciso  ir  ao  banco  hoje,  eu  fui  ao  banco  ontem.  

Negação  de  Proposições  

Aqui,  o  conceito  é  o  mesmo  da  Equivalência  de  Proposições.  A  única  diferença  é  que  temos  negações  
nas  proposições  iniciais.    

1)  Negação  da  Conjunção  e  da  Disjunção  =>  regra  muito  parecida  para  ambas  as  negações:  

2)  Negação  da  Condicional  =>  podemos  deduzir  com  base  nas  regras  anteriores:  

19   http://www.soinss.com.br        
 
01.   Sejam   p   e   q   proposições   simples   e   ~p   e   ~q,   respectivamente,   as   suas   negações.   Os   conectivos   e   e   ou   são  
representados,  respectivamente,  por  ^  e  v.  A  negação  da  proposição  composta  p  ^  ~q  é  

(A)  ~p  ^  q    

(B)  ~p  ^  ~q  

(C)  p  v  ~q    

(D)  ~p  v  q  

(E)  ~p  v  ~q  

02.  Marcos  declarou:  

Sábado  vou  ao  teatro  ou  domingo  vou  ao  cinema.  

Conclui-­‐se  que  ele  mentiu  se  ele    

(A)  for  ao  teatro  no  sábado  e  não  for  ao  cinema  no  domingo.  

(B)  for  ao  cinema  no  sábado  e  for  ao  teatro  no  domingo.  

(C)  for  ao  teatro  no  sábado  e  também  no  domingo.  

(D)  não  for  ao  teatro  no  sábado  e  não  for  ao  cinema  no  domingo.  

(E)  não  for  ao  cinema  no  sábado  e  nem  for  ao  cinema  no  domingo.  

03.  A  negação  da  sentença  “Se  tenho  dinheiro,  então  sou  feliz”  é  

(A)  Se  não  tenho  dinheiro,  então  não  sou  feliz.  

(B)  Se  não  sou  feliz,  então  não  tenho  dinheiro.  

(C)  Não  tenho  dinheiro  e  sou  feliz.  

(D)  Não  tenho  dinheiro  ou  sou  feliz.  

(E)  Tenho  dinheiro,  e  não  sou  feliz.  

04.  A  negação  de  “x  >  y  e  z  =  w”  é  

(A)  x  =  y  e  z  >  w.  

20   http://www.soinss.com.br        
 
(B)  x  <  y  e  z  ≤  w.  

(C)  x  <  y  e  z  ≠  w.  

(D)  x  <  y  ou  z  ≠  w.  

(E)  x  ≤  y  ou  z  ≠  w.  

05.   Sejam   p   e   q   proposições   simples   e   ~p   e   ~q,   respectivamente,   as   suas   negações.   Os   conectivos   e   e   ou   são  
representados,  respectivamente,  por  ^  e  v.  A  negação  da  proposição  composta  ~p  v  q  é  

(A)  p  ^  ~q  

(B)  p  v  ~q  

(C)  ~p  v  ~q  

(D)  ~p  ^  ~q  

(E)  ~p  ^  q  

06.   Dizer   que   não   é   verdade   que   “Camila   é   estudante   e   Gabriela   é   professora”   é   logicamente   equivalente   a  
dizer  que  

(A)  Camila  não  é  estudante  ou  Gabriela  não  é  professora.  

(B)  Camila  não  é  estudante  ou  Gabriela  é  professora.  

(C)  Camila  é  estudante  ou  Gabriela  não  é  professora.  

(D)  Camila  não  é  estudante  e  Gabriela  não  é  professora.  

(E)  Camila  é  estudante  e  Gabriela  não  é  professora.  

07.  Sejam  p  e  q  proposições  simples  e  ~p  e  ~q,  respectivamente,  as  suas  negações.  A  negação  da  proposição  
composta  p  →  ~q  é  

(A)  ~p  →  ~q  

(B)  ~p  →  q  

(C)  p  →  q  

(D)  p  ^  ~q  

21   http://www.soinss.com.br        
 
(E)  p  ^  q  

08.  Considere  a  afirmação:  “Hoje  faço  prova  e  amanhã  não  vou  trabalhar”.  A  negação  dessa  afirmação  é:  

(A)  Hoje  não  faço  prova  e  amanhã  vou  trabalhar.  

(B)  Hoje  não  faço  prova  ou  amanhã  vou  trabalhar.  

(C)  Hoje  não  faço  prova  então  amanhã  vou  trabalhar.  

(D)  Hoje  faço  prova  e  amanhã  vou  trabalhar.  

(E)  Hoje  faço  prova  ou  amanhã  não  vou  trabalhar.  

09.  A  negação    lógica  da  sentença  “Se  não  há  higiene  então  não  há  saúde”  é:    

(A)  Se  há  higiene  então  há  saúde.    

(B)  Não  há  higiene  e  há  saúde.    

(C)  Há  higiene  e  não  há  saúde.    

(D)  Não  há  higiene  ou  não  há  saúde.    

(E)  Se  há  saúde  então  há  higiene.    

10.  Uma  negação  para  a  afirmação  “Carlos  foi  aprovado  no  concurso  e  Tiago  não  foi  aprovado”  está  contida  
na  alternativa:  

(A)  Tiago  foi  aprovado  no  concurso  ou  Carlos  não  foi  aprovado.  

(B)  Carlos  não  foi  aprovado  no  concurso  e  Tiago  foi  aprovado.  

(C)  Tiago  não  foi  aprovado  no  concurso  ou  Carlos  foi  aprovado.  

(D)  Carlos  e  Tiago  foram  aprovados  no  concurso.  

(E)  Carlos  e  Tiago  não  foram  aprovados  no  concurso.  

11.   Assinale   a   alternativa   que   apresenta   negação   da   afirmação   “Se   José   está   afundando,   então   ele   não   sabe  
nadar  ou  está  com  câimbras”.  

22   http://www.soinss.com.br        
 
(A)  Se  José  não  está  afundando,  então  ele  sabe  nadar  e  está  com  câimbras.  

(B)  José  está  afundando  e  ele  sabe  nadar  e  não  está  com  câimbras.  

(C)  José  não  sabe  nadar,  não  está  com  câimbras  e  não  está  afundando.  

(D)  José  não  sabe  nadar,  não  está  com  câimbras  e  está  afundando.  

(E)  Se  José  não  sabe  nadar  e  se  está  com  câimbras,  então  ele  está  afundando.  

12.  Considere  a  seguinte  afirmação:  “Se  João  estuda  e  Pedro  não  trabalha,  então  Maria  cuida  da  casa.”  Uma  
afirmação  equivalente  a  essa  é:  

(A)  Se  Maria  cuida  da  casa,  então  João  estuda  e  Pedro  não  trabalha.  

(B)  Se  Maria  cuida  da  casa,  então  João  estuda  ou  Pedro  não  trabalha.  

(C)  Se  Maria  não  cuida  da  casa,  então  João  não  estuda  ou  Pedro  não  trabalha.  

(D)  Se  Maria  não  cuida  da  casa,  então  João  não  estuda  ou  Pedro  trabalha.  

(E)  Se  Maria  não  cuida  da  casa,  então  João  não  estuda  e  Pedro  trabalha.  

13.   Considere   a   afirmação:   Se   os   impostos   sobem,   então   o   consumo   cai   e   a   inadimplência   aumenta.   Uma  
afirmação  que  corresponde  à  negação  lógica  dessa  afirmação  é  

(A)  Se  os  impostos  não  sobem,  então  o  consumo  aumenta  e  a  inadimplência  cai.  

(B)  Os  impostos  não  sobem  e  o  consumo  não  cai  e  a  inadimplência  não  aumenta.  

(C)  Se  os  impostos  não  sobem,  então  o  consumo  não  cai  e  a  inadimplência  não  aumenta.  

(D)  Se  o  consumo  não  cai  ou  a  inadimplência  não  aumenta,  então  os  impostos  não  sobem.  

(E)  Os  impostos  sobem  e  o  consumo  não  cai  ou  a  inadimplência  não  aumenta.  

14.  Vou  à  academia  todos  os  dias  da  semana  e  corro  três  dias  na  semana.  Uma  afirmação  que  corresponde  à  
negação  lógica  da  afirmação  anterior  é  

(A)  Não  vou  à  academia  todos  os  dias  da  semana  ou  não  corro  três  dias  na  semana.  

(B)  Vou  à  academia  quase  todos  os  dias  da  semana  e  corro  dois  dias  na  semana.  

(C)  Nunca  vou  à  academia  durante  a  semana  e  nunca  corro  durante  a  semana.  

23   http://www.soinss.com.br        
 
(D)  Não  vou  à  academia  todos  os  dias  da  semana  e  não  corro  três  dias  na  semana.  

(E)  Se  vou  todos  os  dias  à  academia,  então  corro  três  dias  na  semana.  

Mais  um  resumo  para  facilitar  sua  vida  (exclusivo  do  PH).  Porém,  aqui  preciso  explicar  um  pouquinho...  

Tautologia,  Contradição  e  Contingência  


Já   vimos   que   uma   proposição   composta   é   formada   por   várias   proposições.   Os   termos   acima   citados  
referem-­‐se  ao  resultado  lógico  dessas  proposições.  Assim:  

Tautologia   =>   Quando   todos   os   valores   lógicos   de   uma   tabela-­‐verdade   têm   como   resultado  
_______________________  

Contradição   =>   Quando   todos   os   valores   lógicos   de   uma   tabela-­‐verdade   têm   como   resultado  
_______________________  

Contingência  =>  Quando  não  for  ______________,  nem  ____________________  

24   http://www.soinss.com.br        
 
01.  O   princípio   da   não  contradição,  inicialmente   formulado   por   Aristóteles   (384-­‐322   a.C.),   permanece  como  
um  dos  sustentáculos  da  lógica  clássica.  Uma  proposição  composta  é  contraditória  quando.  

(A)  seu  valor  lógico  é  falso  e  todas  as  proposições  simples  que  a  constituem  são  falsas.  

(B)  uma  ou  mais  das  proposições  que  a  constituem  decorre/  decorrem  de  premissas  sempre  falsas  

(C)  seu  valor  lógico  é  sempre  falso,  não  importando  o  valor  de  suas  proposições  constituintes.  

(D)  suas  proposições  constituintes  não  permitem  inferir  uma  conclusão  sempre  verdadeira  

(E)  uma  ou  mais  das  proposições  que  a  constituem  possui/  possuem  valor  lógico  indeterminável.  

02.   Sejam   p   e   q   proposições   e   ~p   e   ~q   suas   respectivas   negações.   Assinale   a   opção   que   apresenta   uma  
tautologia.  

(A)  p  ^  ~p  

(B)  p  →  ~p  

(C)  p  v  ~p  

(D)  p  v  q  

(E)  ~p  →  p  

03.  Assinale  qual  das  proposições  das  opções  a  seguir  é  uma  tautologia.  

(A)  p  ∨  q  →  q  

(B)  p  ∧  q  →  q  

(C)  p  ∧  q  ↔  q  

(D)  (p  ∧  q)  ∨  q  

(E)  p  ∨  q  ↔  q  

04.   A   proposição   “Carlito   vai   ao   parque   de   diversões,   ou   não   é   verdade   que   Carlito   vai   ao   parque   de  
diversões,  e  Florinda  não  vai  ao  cinema”  é  

(A)  uma  contradição.  

(B)  uma  tautologia.  

25   http://www.soinss.com.br        
 
(C)  uma  contingência.  

(D)  um  paradoxo.  

(E)  um  silogismo.  

05.  Maria  está  escrevendo  uma  mensagem  a  ser  enviada  por  e-­‐mail.  Um  dos  trechos  da  mensagem  traz  a  
seguinte  proposição:  

“Beatriz   comprou   um   carro   novo   ou   não   é   verdade   que   Beatriz   comprou   um   carro   novo   e   não   fez   a   viagem  
de  férias”.  

A  partir  dos  seus  conhecimentos,  pode-­‐se  afirmar  que  a  única  alternativa  correta  é:  

(A)  Esta  proposição  é  uma  tautologia.  

(B)  A  proposição  em  questão  é  um  paradoxo.  

(C)  Trata-­‐se  de  um  exemplo  de  silogismo.  

(D)  Este  é  um  exemplo  de  uma  contradição.  

06.  Considere  as  afirmações  abaixo.  

I.  O  número  de  linhas  de  uma  tabela-­‐verdade  é  sempre  um  número  par.  

II.  A  proposição  “  (10  <  √10)  ↔  (8  –  3  =  6)”  é  falsa.  

III.  Se  p  e  q  são  proposições,  então  a  proposição  “(p  →  q)  v  (~q)”  é  uma  tautologia.  

É  verdade  o  que  se  afirma  APENAS  em:  

(A)  I.  

(B)  II.  

(C)  III.  

(D)  I  e  II.  

(E)  I  e  III.  

26   http://www.soinss.com.br        
 
Proposições  com  Todo,  Algum,  Algum  Não  e  Nenhum  

Até   agora,   falamos   das   proposições   simples   e   compostas,   conhecemos   os   conectivos,   suas  
equivalências  e  negações.    

Porém,   precisamos   ainda   conhecer   outro   tipo   de   proposição:   utilizando   os   termos   TODO,   ALGUM,  
ALGUM  NÃO  e  NENHUM.    

Exemplos:  

Assim,  podemos  TAMBÉM  determinar  suas  equivalências  e  negações:  

Proposição   Equivalência   Negação  

     

     

     

   

Mais  um  resumo:  

27   http://www.soinss.com.br        
 
 

01.  Considere  a  afirmação:  “Toda  aranha  preta  é  venenosa.”  

A  negação  dessa  afirmação  é:  

(A)  Toda  aranha  branca  é  venenosa.  

(B)  Toda  aranha  preta  não  é  venenosa.  

(C)  Se  uma  aranha  não  é  preta  então  não  é  venenosa.  

(D)  Existe  uma  aranha  preta  que  não  é  venenosa.  

(E)  Existe  uma  aranha  que  não  é  preta  e  não  é  venenosa.  

02.  A  negação  de  “Nenhum  rondoniense  é  casado”  é  

(A)  há  pelo  menos  um  rondoniense  casado.  

(B)  alguns  casados  são  rondonienses.  

(C)  todos  os  rondonienses  são  casados.  

(D)  todos  os  casados  são  rondonienses.  

(E)  todos  os  rondonienses  são  solteiros.  

28   http://www.soinss.com.br        
 
 

03.   Qual   a   negação   da   proposição   “Algum   funcionário   da   agência   P   do   Banco   do   Brasil   tem   menos   de   20  
anos”?  

(A)  Todo  funcionário  da  agência  P  do  Banco  do  Brasil  tem  menos  de  20  anos.  

(B)  Não  existe  funcionário  da  agência  P  do  Banco  do  Brasil  com  20  anos.  

(C)  Algum  funcionário  da  agência  P  do  Banco  do  Brasil  tem  mais  de  20  anos.  

(D)  Nenhum  funcionário  da  agência  P  do  Banco  do  Brasil  tem  menos  de  20  anos.  

(E)  Nem  todo  funcionário  da  agência  P  do  Banco  do  Brasil  tem  menos  de  20  anos.  

04.  A  negação  de  “todos  os  números  inteiros  são  positivos”  é:  

(A)  nenhum  número  inteiro  é  positivo.  

(B)  nenhum  número  inteiro  é  negativo.  

(C)  todos  os  números  inteiros  são  negativos.  

(D)  alguns  números  positivos  não  são  inteiros.  

(E)  alguns  números  inteiros  não  são  positivos.  

05.  A  negação  de  “Todos  viajaram  e  retornaram  todos  na  terça-­‐feira”  é  

(A)  Ninguém  viajou,  portanto  não  retornaram  todos  na  terça-­‐feira.  

(B)  Ninguém  viajou  ou  ninguém  retornou  na  terça-­‐feira.  

(C)  Pelo  menos  um  não  viajou  ou  alguém  não  retornou  na  terça-­‐feira.  

(D)  Pelo  menos  um  não  viajou  e  alguém  não  retornou  na  terça-­‐feira.  

(E)  Pelo  menos  um  não  viajou  ou  ninguém  retornou  na  terça-­‐feira.  

06.  Em  uma  reunião  da  diretoria  de  uma  empresa  o  gerente  Fernando  afirmou:  

“Todos  os  novos  funcionários  contratados  são  homens  ou  pessoas  com  experiência”.  

Logo  em  seguida,  o  gerente  Luís  afirma:  “O  que  Fernando  disse  não  é  verdade.”  

29   http://www.soinss.com.br        
 
Sabendo  que  Luís  disse  a  verdade,  é  correto  concluir  que  

(A)  todos  os  contratados  são  mulheres  ou  pessoas  sem  experiência.  

(B)  todos  os  contratados  são  mulheres  sem  experiência.  

(C)  todos  os  contratados  são  homens  sem  experiência.  

(D)  há  pelo  menos  um  contratado  que  é  homem  sem  experiência.  

(E)  há  pelo  menos  um  contratado  que  é  mulher  sem  experiência.  

07.  Considere  verdadeira  a  declaração:  

“Todo  rondoniense  conhece  a  cidade  de  Porto  Velho”.  

Com  base  nessa  declaração,  assinale  a  opção  que  corresponde  a  uma  argumentação  correta.  

(A)  Ana  não  conhece  Porto  Velho,  portanto  não  é  rondoniense.  

(B)  Bruna  conhece  Porto  Velho,  portanto  não  é  rondoniense.  

(C)  Cláudia  conhece  Porto  Velho,  portanto  é  rondoniense.  

(D)  Dora  não  é  rondoniense,  portanto  não  conhece  Porto  Velho.  

(E)  Elisa  não  é  rondoniense,  portanto  conhece  Porto  Velho.  

08.  Considere  verdadeira  a  declaração  abaixo.  

“Todo  ser  humano  é  vaidoso.”  

Com  base  na  declaração,  é  correto  concluir  que:  

(A)  se  é  vaidoso,  então  não  é  humano.  

(B)  se  é  vaidoso,  então  é  humano.  

(C)  se  não  é  vaidoso,  então  não  é  humano.  

(D)  se  não  é  vaidoso,  então  é  humano.  

(E)  se  não  é  humano,  então  não  é  vaidoso.  

30   http://www.soinss.com.br        
 
09.  A  negação  de  “Todas  as  portas  estão  trancadas”  é:  

(A)  “Todas  as  portas  estão  destrancadas”.  

(B)  “Todas  as  portas  estão  abertas”.  

(C)  “Alguma  porta  está  fechada”.  

(D)  “Alguma  porta  está  trancada”.  

(E)  “Alguma  porta  está  destrancada”.  

10.   Diogo   levantou-­‐se   e   disse:   Todos   os   cantores   de   hoje   não   cantam   bem.   Lucas   levantou-­‐se,   em   seguida,   e  
disse:  O  que  Diogo  disse  não  é  verdade.  

A  partir  da  afirmação  de  Lucas,  pode-­‐se  afirmar,  corretamente,  que  

(A)  todos  os  cantores  de  hoje  cantam  bem.  

(B)  pelo  menos  um  cantor  de  hoje  canta  bem.  

(C)  pelo  menos  dois  cantores  de  hoje  cantam  bem.  

(D)  os  cantores  de  hoje  cantam  bem  ou  não  podem  ser  chamados  de  cantores.  

(E)  não  há  cantores  que  cantam  bem.  

11.  Considere  a  afirmação  feita  sobre  o  setor  de  uma  empresa  no  qual  há  funcionários  lotados:  

“No  setor  de  uma  empresa,  há  algum  funcionário  com,  no  mínimo,  32  anos  de  idade.”  

A  fim  de  se  negar  logicamente  essa  afirmação,  argumenta-­‐se  que  

(A)  nenhum  funcionário  do  setor  tem  32  anos.  

(B)  há  apenas  um  funcionário  do  setor  com  32  anos.  

(C)  todos  os  funcionários  do  setor  têm,  no  mínimo,  33  anos.  

(D)  todos  os  funcionários  do  setor  têm,  no  máximo,  32  anos.  

(E)  todos  os  funcionários  do  setor  têm,  no  máximo,  31  anos.  

31   http://www.soinss.com.br        
 
Conjuntos  

Entende-­‐se  por  conjunto  todo  agrupamento  bem  determinado  de  coisas,  objetos,  pessoas  etc.    

• O  conjunto  de  todos  os  cearenses.  

• O  conjunto  de  todos  os  números  naturais.  

Em  geral,  um  conjunto  é  denotado  por  uma  letra  maiúscula  do  alfabeto:  A,  B,  C,  ...,  Z.  

Conjunto   Universo:   Indica   todos   os   elementos   que   queremos   trabalhar.   Quando   a   questão   fala   em  
“Numa   turma   de   50   alunos...”   ou   “Num   estudo   realizado   com   1000   professores...”,   estamos  
delimitando  o  Conjunto  Universo.    

Subconjunto:  diz-­‐se  que  A  é  subconjunto  de  B  se  todo  elemento  de  A  é  também  elemento  de  B.  

• {2}  é  subconjunto  de  {0,  1,  2,  5}  

• {0,  1,  2}  é  subconjunto  de  {0,  1,  2,  5}  

Elemento:  é  um  dos  componentes  de  um  conjunto.  

• Paulo  Henrique  é  um  elemento  do  conjunto  dos  cearenses.  

• 1  é  um  elemento  do  conjunto  dos  números  naturais.  

Em  geral,  um  elemento  de  um  conjunto,  é  denotado  por  uma  letra  minúscula  do  alfabeto:  a,  b,  c,  ...,  z.  

Relações  de  pertinência:  é  a  característica  associada  a  um  elemento  que  faz  parte  de  um  conjunto.  

∈  (pertence),  ∉  (não  pertence)  

• 2  ∈  {0,  1,  2,  5}  

• 4  ∉  {0,  1,  2,  5}  

Relações  de  inclusão:  relacionam  um  conjunto  com  outro  conjunto.  

⊂  (está  contido),  ⊃  (contém),   ⊄  (não  está  contido)  

• {2,  7}  ⊄  {0,  1,  2,  5}  

• {0,  1,  2,  5}  ⊃  {2,  5}  

01.  Em  relação  aos  conjuntos:  A  =  {1,  2},  B  =  {1,  2,  3}  e  C  =  {1,  2,  3,  4},  assinale  a  alternativa  correta.  

32   http://www.soinss.com.br        
 
(A)  A  ⊂  B  ⊂  C  

(B)  A  ⊄  B  ⊂  C  

(C)  A  ∈  B  ∉  C  

(D)  A  ∈  B  ∈  C  

(E)  A  ∈  B  ⊂  C    

02.   Dois   conjuntos   B   e   C   são   subconjuntos   de   um   conjunto   A,   porém   A   também   é   subconjunto   de   B   e  


contém  os  elementos  de  C.  Desse  modo,  pode-­‐se  afirmar  que  

(A)  A  =  B  e  C  ⊂  B  

(B)  A  ⊃  B  e  C  ⊃  B  

(C)  A  ∈  B  e  C  ⊃  B  

(D)  A  ∈  B  e  C  =  B  

(E)  A  =  B  e  B  =  C  

Operações  com  Conjuntos  

Dados  os  conjuntos  A  e  B,  denomina-­‐se:  

Operações   Exemplos  
   

União  ( ∪  )    

   

Interseção  (  ∩  )    

33   http://www.soinss.com.br        
 
   

Diferença  (  –  )      

03.  Dados  os  conjuntos  A  =  {50,  60,  80,  90}  e  o  conjunto  B  =  {0,  10,  20,  30,  40,  50}.  Determine  A  U  B:  

(A)  A  U  B  =  {0,  10,  20,  30,  40,  50,  60,  80,  90}  

(B)  A  U  B  =  {0,  20,  30,  40,  50,  60,  80,  90}  

(C)  A  U  B  =  {0,  10,  20,  30,  40,  60,  80,  90}  

(D)  A  U  B  =  {0,  10,  20,  30,  40,  50,  60,  80}  

(E)  A  U  B  =  {0,  10,  30,  40,  50,  60,  80,  90}  

04.  Observe  os  conjuntos  A  e  B  da  figura  a  seguir.  

Assinale  a  alternativa  que  contém  o  conjunto  C,  sabendo-­‐se  que  C  =  {A  ∩  B}.  

(A)  C  =  {2,  5,  22}  

(B)  C  =  {7,  15}  

(C)  C  =  {1,  3,  23}  

(D)  C  =  {1,  2,  3,  5,  7,  15,  22,  23}  

(E)  C  =  {1,  2,  3,  5,  22,  23}  

34   http://www.soinss.com.br        
 
05.   O   diagrama   a   seguir   mostra   o   número   de   elementos   pertencentes   aos   conjuntos,   inclusive  
discriminando  a  quantidade  de  elementos  nas  intersecções.  

Considere  como  X  o  número  que  corresponde  ao  total  de  elementos  do  conjunto  A  que  também  pertençam  
ao   conjunto   D,   mas   que   não   pertençam   ao   conjunto   B.   Considere   como   Y   o   número   que   corresponde   ao  
total  de  todos  os  elementos  do  conjunto  B  que  não  pertençam  ao  conjunto  C.  A  diferença  entre  Y  e  X  é  igual  
a  

(A)  12  

(B)  14  

(C)  15  

(D)  18  

(E)  19  

06.  Considere  dois  conjuntos  A  e  B,  sabendo  que:  

Assinale  a  alternativa  que  apresenta  o  conjunto  B.  

(A)  {1;  2;  3}  

(B)  {0;  3}  

(C)  {0;  1;  2;  3;  5}  

(D)  {3;  5}  

(E)  {0;  3;  5}  

35   http://www.soinss.com.br        
 
07.  Observe  os  conjuntos  a  seguir:  

A  =  {1,  2,  a,  d}  

B  =  {a,  b,  c,  d}  

C  =  {1,  2,  a,  b}  

O  resultado  da  operação  (A  ∩  B)  ∩  (A  U  C)  é:  

(A)  {1,  2}  

(B)  {a,  d}  

(C)  {1,  a,  d}  

(D)  {1,  2,  d}  

(E)  {1,  2,  a,  d}  

08.   Sejam   os   conjuntos   A   =   {-­‐1,   0,   1,   2};   B   =   {1,   2,   3,   4,   5};   C   =   {6,   7}   e   D   =   {4,   6,   8,   10}.   O   conjunto   que  
representa  a  operação  (B  -­‐  A)  U  (C  ∩  D)  corresponde  a:    

(A)  {3,  4,  5,  6};  

(B)  {2,  3,  4};  

(C)  {4,  5,  6,  7};  

(D)  {4,  5,  6};  

(E)  {3,  4,  5}.  

09.  Dados  os  conjuntos  A  =  {  a,b,c,d,e,f  }  e  B  =  {  b,d,g,h,i  },  assinale  a  alternativa  INCORRETA  

(A)  b ⊂ A  

(B)  B  ⊄  A  

(C)  A  ∩  B  =  {  b,d  }  

(D)  A  -­‐  B  =  {  a,c,e,f}  

(E)  A  ∪  B  =  {  a,b,c,d,e,f,g,h,i  }  

36   http://www.soinss.com.br        
 
10.  Se  A  e  B  são  conjuntos  quaisquer  e  C(A,  B)  =  A  -­‐  (A  ∩  B),  então  C(A,  B)  é  igual  ao  conjunto  

(A)  ∅  

(B)  B  

(C)  B  -­‐  A  

(D)  A  -­‐  B  

(E)  (A  ∪  B)  –  A  

11.  Os  conjuntos  A  e  B  estão  representados  na  figura  abaixo.  

A  relação  matemática  que  descreve  a  área  sombreada  da  figura  é:  

(A)  (A  -­‐  B)  ∩  (B  -­‐  A)  

(B)  (A  ∩  B)  –  (B  -­‐  A)  

(C)  (B  –  A)  –  (A  U  B)  

(D)  (B  ∩  A)  U  (A  –  B)  

(E)  (A  -­‐  B)  U  (B  -­‐  A)  

12.   O   conjunto   diferença   X   -­‐   Y,   entre   dois   subconjuntos   X   e   Y   de   um   mesmo   conjunto   universo   U,   é   definido  
por:  

X  -­‐  Y  =  {u ∈  U  /  u  ∈  X  e  u ∉ Y}  

Considere   três   subconjuntos,   A,   B   e   C,   do   mesmo   conjunto   Universo   U.   O   conjunto   A   -­‐   (B   ∩   C)   é   igual   ao  


conjunto  

(A)  (A  -­‐  B)  ∩  (A  -­‐  C)        

(B)  (A  -­‐  B)  U  (A  -­‐  C)      

(C)  (A  -­‐  B)  ∩  C  

37   http://www.soinss.com.br        
 
(D)  (A  -­‐  B)  U  C      

(E)  (A  -­‐  B)  -­‐  C    

13.   A   intersecção   de   três   conjuntos,   A,   B   e   C,   contém   apenas   o   elemento   6.   Sabe-­‐se   também   que   a  
intersecção  dos  conjuntos  A  e  C  tem  apenas  um  elemento  e  que:  

•  A  ∩  B  =  {6,  11};  

•  B  ∩  C  =  {6,  12,  14,  16};  

•  o  conjunto  B  tem  6  elementos  e  a  soma  desses  elementos  é  66.  

O  menor  elemento  ímpar  do  conjunto  B  é  o  número  

(A)  1.  

(B)  3.  

(C)  5.  

(D)  9.  

(E)  7.  

14.  Sejam  os  conjuntos:  

A  =  {1,  4,  8,  11,  15},  B  =  {5,  6,  13,  17,  21}  e  C  =  {2,  4,  6,  15,  17}.  

O  conjunto  (C  –  A)  ∪  (B  –  C)  é  formado  

(A)  apenas  por  números  pares.          

(B)  apenas  por  números  ímpares.        

(C)  por  dois  números  pares  e  quatro  ímpares.  

(D)  por  três  números  pares  e  três  ímpares.  

(E)  por  dois  números  ímpares  e  quatro  pares.  

15.  Sejam  os  conjuntos  numéricos:  A  =  {1,  3,  5,  7};  B  =  {2,  4,  6,  8};  C  =  {1,  2,  10,  20}  e   ∅  (o  conjunto  vazio).  
Considerando  tais  informações,  marque  a  alternativa  correta.  

38   http://www.soinss.com.br        
 
(A)  B   ∩  C  =  ∅.    

(B)  A  ∩  B  =  {1,  2}.    

(C)  A  –  B  =  {1,  3,  5,  7,  20}.  

(D)  (A  –  C)  ∩  (B  –  C)  =  ∅.  

(E)  A  ∩  C  =  {1,  2,  3,  5,  7,  10,  20}.  

16.  A  união  entre  dois  conjuntos  A  e  B  possui  38  elementos.  Se  o  conjunto  A  tem  27  elementos  e  a  interseção  
tem   um   elemento   a   mais   do   que   o   número   de   elementos   que   pertencem   apenas   a   B,   então   quantos  
elementos  tem  o  conjunto  de  B?  

(A)  26    

(B)  23    

(C)  11    

(D)  17    

(E)  18  

17.   No   diagrama,   observe   os   conjuntos   A,   B   e   C,   as   intersecções   entre   A   e   B   e   entre   B   e   C,   e   a   quantidade   de  


elementos  que  pertencem  a  cada  uma  das  intersecções.  

Sabe-­‐se  que  pertence  apenas  ao  conjunto  A  o  dobro  do  número  de  elementos  que  pertencem  à  intersecção  
entre   A   e   B.   Sabe-­‐se   que   pertence,   apenas   ao   conjunto   C,   o   dobro   do   número   de   elementos   que   pertencem  
à   intersecção   entre   B   e   C.   Sabe-­‐se   que   o   número   de   elementos   que   pertencem   apenas   ao   conjunto   B   é   igual  
à  metade  da  soma  da  quantidade  de  elementos  que  pertencem  à  intersecção  de  A  e  B,  com  a  quantidade  de  
elementos   da   intersecção   entre   B   e   C.   Dessa   maneira,   pode-­‐se   afirmar   corretamente   que   o   número   total   de  
elementos  dos  conjuntos  A,  B  e  C  é  igual  a  

(A)  90.  

(B)  108.  

39   http://www.soinss.com.br        
 
(C)  126.  

(D)  162.  

(E)  180.  

Conjuntos   numéricos:   Entendemos   por   conjunto   numérico,   qualquer   conjunto   cujos   elementos   são  
números.   Existem   infinitos   conjuntos   numéricos,   entre   os   quais,   os   chamados   conjuntos   numéricos  
fundamentais,  a  saber:  

• Números  naturais  

N  =  {0,1,2,3,4,5,6,...  }  

• Números  inteiros  

Z  =  {...,  -­‐4,-­‐3,-­‐2,-­‐1,0,1,2,3,...  }  

• Números  racionais  

Q  =  {x  |  x  =  p/q  com  p  ∈  Z  ,  q  ∈  Z  e  q  ≠  0}  

Exemplos:  2/3,  -­‐3/7,  0,001=1/1000,  0,75=3/4,  0,333...  =  1/3  

• Números  irracionais    

I  =  {x  |  x  é  uma  dízima  não  periódica}  

Exemplos:  π  =  3,1415926...  ,  √3  =  1,73205080...    

• Números  reais  

R  =  {  x  |  x  é  racional  ou  x  é  irracional}.  

18.   Sendo   N   o   conjunto   dos   números   naturais,   Z   o   conjunto   dos   números   inteiros   e   Q   o   conjunto   dos  
números  racionais  a  afirmativa  INCORRETA  é:  

(A)  N ⊂  Z  

(B)  0,333... ∈  Q  

(C)  ½  ∉  Z  

(D)  Q  ⊃  N  

40   http://www.soinss.com.br        
 
(E)  -­‐1  ∈  N  

19.  Sobre  conjuntos  numéricos,  assinale  a  alternativa  INCORRETA.  

(A)  2000  ∈    N  

(B)  -­‐10  ∈  Q  

(C)  N  ⊂  Z  

(D)  Z  ⊂  N  

(E)  -­‐  30  ∈  R  

20.   Considere   os   conjuntos   A   =   {   x   ∈   N   /   0   <   x   <   20   }   e   B   =   {   x   ∈   N   /   7   ≤   x   <   18   }.   Quantos   elementos   possui   o  


conjunto  A  ∩ B  ?  

(A)  10   elementos.  

(B)  11  elementos.  

(C)  12  elementos.  

(D)  13   elementos.  

(E)  14   elementos.  

21.   Sejam   A   e   B   os   conjuntos   dos   números   naturais   múltiplos   de   2   e   3,   respectivamente,   e   C   o   conjunto  


formado  pela  interseção  de  A  e  B.  Com  respeito  às  proposições  I,  II  e  III,  apresentadas  a  seguir,  é  correto  
afirmar  que:  

I-­‐  Se  x  pertence  a  A  então  x+1  pertence  a  B.  

II-­‐  Se  x  pertence  a  C  então  x+6  pertence  a  C.  

III-­‐  Se  x  pertence  a  A  e  x+1  pertence  a  B  então  x+4  pertence  a  C.  

(A)  Apenas  a  proposição  II  é  verdadeira.  

(B)  Apenas  a  proposição  III  é  verdadeira.  

(C)  Todas  as  proposições  são  verdadeiras.  

(D)  Apenas  a  proposição  I  é  falsa.  

41   http://www.soinss.com.br        
 
(E)  Todas  as  proposições  são  falsas.  

Diagrama  de  Venn  

Em   muitas   questões   relacionadas   a   Conjuntos,   vamos   trabalhar   com   o   Diagrama   de   Venn.   A   ideia   aqui   é  
trabalhar   com   o   número   de   elementos   de   um   determinado   conjunto.   Querem   ver   como   fica   fácil  
mostrando?  

01.  Num  grupo  de  120  pessoas  sabe-­‐se  que  72  gostam  de  jogar  basquete,  65  gostam  de  jogar  futebol  e  53  
gostam  dos  dois.  Nessas  circunstâncias,  é  correto  afirmar  que:  

(A)  21  pessoas  gostam  somente  de  jogar  basquete.  

(B)  14  pessoas  gostam  de  jogar  somente  futebol.  

(C)  O  total  de  pessoas  que  gostam  de  somente  um  dos  dois  é  igual  a  33.  

(D)  36  pessoas  não  gostam  nem  de  basquete  e  nem  de  futebol.  

02.   Dos   253   candidatos   aprovados,   em   determinado   concurso   público,   nas   diversas   áreas   do   cargo   de  
assistente  de  gestão  administrativa,  140  já  fizeram  algum  curso  de  informática,  120  já  fizeram  algum  curso  
de   inglês   e   80   não   fizeram   nenhum   curso   de   informática   nem   de   inglês.   Assim,   a   quantidade   desses  
candidatos  aprovados  que  fizeram  os  dois  cursos,  isto  é,  curso  de  informática  e  curso  de  inglês,  é  

(A)  inferior  a  80.  

(B)  superior  a  80  e  inferior  a  85.  

(C)  superior  a  85  e  inferior  a  90.  

(D)  superior  a  90  e  inferior  a  95.  

(E)  superior  a  95.  

03.  Em  uma  empresa  de  porte  médio,  217  funcionários  têm  casa  própria  ou  carro  ou  as  duas  coisas.  Se  189  
têm  carro  e  63  têm  casa  própria,  o  número  de  funcionários  que  têm  carro  mas  não  têm  casa  própria  é:  

(A)  124;  

(B)  138;  

(C)  144;  

42   http://www.soinss.com.br        
 
(D)  148:  

(E)  154.  

04.  De  um  grupo  de  42  visitantes  em  um  museu,  35  compraram  pinturas,  20,  esculturas,  e  5  não  compraram  
nem  pintura  nem  escultura.  Quantos  compraram,  apenas,  pinturas?  

(A)  2  

(B)  7  

(C)  15  

(D)  17  

(E)  30  

05.  Em  uma  pesquisa  de  mercado  para  o  lançamento  de  uma  nova  marca  de  sucos,  setenta  pessoas  foram  
entrevistadas   e   deviam   responder   se   gostavam   dos   sabores   graviola   e   açaí.   Trinta   pessoas   responderam  
que  gostavam  do  sabor  graviola  e  cinquenta  pessoas  responderam  que  gostavam  do  sabor  açaí.  Sobre  as  
setenta  pessoas  entrevistadas,  é  correto  concluir  que  

(A)  no  máximo  vinte  não  gostam  de  graviola  nem  de  açaí.  

(B)  no  mínimo  dez  não  gostam  de  graviola  nem  de  açaí.  

(C)  no  máximo  dez  gostam  dos  dois  sabores.  

(D)  no  mínimo  trinta  gostam  dos  dois  sabores.  

(E)  no  máximo  vinte  gostam  dos  dois  sabores.  

06.   A   tabela   a   seguir   apresenta   os   dados   referentes   a   uma   pesquisa   de   mercado   que   consultou  
consumidores  para  conhecer  a  preferência  pelas  marcas  A,  B  e  C  de  um  determinado  tipo  de  café.  

43   http://www.soinss.com.br        
 
 

Com   base   nos   dados   apresentados   na   tabela,   é   CORRETO   afirmar   que   o   total   de   consumidores   consultados  
nessa  pesquisa  é  igual  a  

(A)  620  

(B)  500  

(C)  480  

(D)  385  

07.   Em   um   hospital   pediátrico,   de   93   crianças   examinadas   em   um   dia,   45   apresentaram   gripe,   35  


apresentaram   vômitos   e   50   apresentaram   diarreia.   Sabendo-­‐se   ainda   que   10   crianças   apresentaram  
vômitos   e   diarreia,   15   apresentaram   vômitos   e   gripe   e   20   apresentaram   gripe   e   diarreia,   o   total   de   crianças  
que  apresentavam  somente  gripe  foi  de:  

(A)  18  

(B)  20  

(C)  32  

(D)  45  

(E)  50  

08.   Na   sala   de   embarque   de   um   aeroporto,   há,   no   total,   400   passageiros   com   as   cidadanias   A,   B   ou   C,  
apenas.   Seis   passageiros   têm   exatamente   as   três   cidadanias.   Em   se   tratando   de   passageiros   com  
exatamente   duas   cidadanias,   sabe-­‐se   que   somente   80   têm   as   cidadanias   A   e   B,   somente   21   têm   as  
cidadanias  B  e  C,  e  somente  41  têm  as  cidadanias  C  e  A.  Sabe-­‐se,  também,  que  o  número  de  passageiros  com  
apenas   a   cidadania   B   é   igual   ao   número   de   passageiros   com   apenas   a   cidadania   C.   Se   nessa   sala   há  
exatamente   339   passageiros   com   a   cidadania   A,   então   é   verdade   que   o   número   de   passageiros   com   a  
cidadania  B  e  o  número  de  passageiros  com  a  cidadania  C  são,  respectivamente,  

(A)  142  e  97.  

44   http://www.soinss.com.br        
 
(B)  139  e  102.  

(C)  127  e  88.  

(D)  118  e  79.  

(E)  105  e  123  

09.   Em   relação   aos   conjuntos   A,   B   e   C   e   a   um   total   de   58   elementos   que   pertencem   a   eles,   sabe-­‐se:   que  
nenhum   elemento   pertence   simultaneamente   aos   três   conjuntos;   que   13   elementos   pertencem  
simultaneamente  aos  conjuntos  A  e  B;  que  3  elementos  pertencem  simultaneamente  aos  conjuntos  A  e  C;  
que   2   elementos   pertencem   simultaneamente   aos   conjuntos   B   e   C;   que   o   número   de   elementos   que  
pertencem   apenas   ao   conjunto   C   é   5   unidades   a   mais   do   que   aqueles   que   pertencem   apenas   ao   conjunto   B;  
que   o   número   de   elementos   que   pertencem   apenas   ao   conjunto   A   é   1   unidade   a   menos   do   que   aqueles   que  
pertencem  apenas  ao  conjunto  B.  O  número  de  elementos  que  pertencem  apenas  ao  conjunto  C  é  igual  a  

(A)  46.  

(B)  31.  

(C)  24.  

(D)  17.  

(E)  12.  

10.   Uma   empresa   exportadora   oferece   para   seus   funcionários   três   cursos   de   línguas:   inglês,   mandarim   e  
japonês.   No   setor   A   dessa   empresa   todos   os   funcionários   estudam,   pelo   menos,   uma   língua.   Entretanto  
ninguém  estuda  ao  mesmo  tempo  mandarim  e  japonês.  Dos  funcionários  do  setor  A,  sabe-­‐se  ainda  que:  

—  19  estudam  mandarim.  

—  15  estudam  japonês.  

—  31  estudam  inglês.  

—  17  estudam  apenas  inglês.  

—  7  estudam  apenas  japonês.  

Assinale  a  opção  que  indica  o  número  de  funcionários  do  setor  A  que  estuda  apenas  mandarim.    

(A)  7.    

(B)  9.    

45   http://www.soinss.com.br        
 
(C)  11.    

(D)  13.    

(E)  15.  

11.  Em  um  grupo  de  32  homens,  18  são  altos,  22  são  barbados  e  16  são  carecas.  Homens  altos  e  barbados  que  
não   são   carecas   são   seis.   Todos   homens   altos   que   são   carecas,   são   também   barbados.   Sabe-­‐se   que   existem  
5  homens  que  são  altos  e  não  são  barbados  nem  carecas.  Sabe-­‐se  que  existem  5  homens  que  são  barbados  e  
não   são   altos   nem   carecas.   Sabe-­‐se   que   existem   5   homens   que   são   carecas   e   não   são   altos   e   nem   barbados.  
Dentre  todos  esses  homens,  o  número  de  barbados  que  não  são  altos,  mas  são  carecas  é  igual  a  

(A)  13.  

(B)  5.  

(C)  8.  

(D)  4.  

(E)  7.  

12.  Em  um  grupo  de  90  funcionários  de  uma  repartição  pública  sabe-­‐se  que:  

−  12  têm  conhecimentos  jurídicos,  contábeis  e  de  informática;  

−  56  têm  conhecimentos  de  informática;  

−  49  têm  conhecimentos  contábeis.  

Além  disso,  todos  que  têm  conhecimentos  jurídicos  também  conhecem  informática,  e  8  funcionários  não  
têm  conhecimento  jurídico,  nem  de  informática  e  nem  contábil.  

Nas  condições  dadas,  o  número  de  funcionários  que  têm  conhecimentos  de  informática  e  de  contabilidade  
(simultaneamente),  mas  que  não  têm  conhecimentos  jurídicos,  é  igual  a  

(A)  26.  

(B)  25.  

(C)  18.  

(D)  11.  

(E)  7.  

46   http://www.soinss.com.br        
 
 

13.   Os   doutores   de   Barsan   são   médicos,   advogados   ou   engenheiros,   mas   nunca   são   os   três   ao   mesmo  
tempo.  São  8  os  engenheiros  que  também  são  advogados,  e  um  a  menos  do  que  esses  8  são  os  médicos  que  
também  são  engenheiros.  Três  doutores  são  especialistas  em  apenas  uma  das  áreas,  um  em  cada  uma  das  
áreas.  Sabendo-­‐se  que  em  Barsan  há  27  doutores,  o  número  de  advogados  supera  o  número  de  engenheiros  
em  

(A)  1.  

(B)  2.  

(C)  3.  

(D)  4.  

(E)  5.  

14.   Em   uma   oficina   de   automóveis   há   mecânicos,   eletricistas   e   lanterneiros.   São   7   os   mecânicos   que   podem  
atuar   como   eletricistas,   mas   não   como   lanterneiros.   São   4   os   mecânicos   que   podem   atuar   também   nas  
outras   duas   funções.   Aqueles   que   atuam   apenas   como   eletricistas   e   apenas   lanterneiros   são,  
respectivamente,  3  e  1  funcionários.  Nessa  oficina  são  ao  todo  20  pessoas  que  exercem  uma,  duas  ou  três  
dessas   funções.   Dessas   20   pessoas,   aquelas   que   não   foram   descritas   anteriormente   atuam   apenas   como  
mecânicos.   Desse   modo,   o   número   de   funcionários   que   podem   exercer   a   função   de   mecânico   supera   o  
número  daqueles  que  podem  exercer  a  função  de  lanterneiro  em  

(A)  0.  

(B)  4.  

(C)  9.  

(D)  2.  

(E)  11.  

Porcentagem  

Um   símbolo   que   aparece   bastante   em   prova,   sobretudo   em   matemática   financeira,   é   o   símbolo   de  


porcentagem:  %.  Significa  apenas:  dividido  por  100.  

É  isso  mesmo!  O  símbolo  %  sempre  vem  depois  de  um  número.  Ele  quer  dizer  apenas  que  este  número  
está  dividido  por  100.  

Olhem  alguns  exemplos:  

47   http://www.soinss.com.br        
 
Ex.1:   O   aumento   dos   combustíveis   foi   de   Isso  significa  que  em  cada  R$  100,00  houve  um  acréscimo  de  
15%   R$  15,00.  

Ex.2:   Foi   dado   um   desconto   de   20%   em   Isso  significa  que  em  cada  R$  100,00  foi  dado  um  desconto  
todas  as  mercadorias   de  R$  20,00.  

Ex.3:   11%   do   seu   salário   deve   ser   pago   a   de   cada   R$   100,00   que   você   recebe   como   salário,   R$   11,00  
título  de  contribuição  previdenciária”   devem  ser  pagos  para  a  previdência.  

Ex.4:   o   número   de   adolescentes   grávidas   para  cada  100  adolescentes  grávidas  que  existiam  em  2010,  
cresceu   10%   em   2011,   em   relação   ao   ano   passaram   a     existir   10   a   mais   em   2011,   isto   é,   110  
anterior”   adolescentes  grávidas.  

As   razões   de   denominador   100   são   chamadas   taxas   percentuais,   razões   centesimais,   percentagem   ou  
porcentagem.  Em  geral,  podemos  trocar  o  denominador  100  pelo  símbolo   %  (por  cento).  Ou  seja,  

Podemos   expressar   as   porcentagens   sob   a   forma   decimal   (taxa   unitária).   Para   obter   a   taxa   unitária,  
basta  dividir  o  numerador  por  100.  

x
Agora,  Para  calcular  
x %  de  um  valor,  basta  multiplicar  o  valor  pelo  número   100 .  

Muito   mais   do   que   qualquer   conhecimento   teórico,   a   resolução   de   questões   sobre   porcentagem   nos  
ajudará  a  entender  como  trabalhar  com  esse  assunto  e  nos  deixará  prontos  para  o  dia  da  prova!  

01.  Quando  calculamos  72%  de  uma  quantidade  de  300,  qual  é  o  valor  encontrado?  

48   http://www.soinss.com.br        
 
(A)  124  

(B)  178  

(C)  196  

(D)  210  

(E)  216  

02.  30%  de  40%  de  150  é  igual  a:  

(A)  18  

(B)  180  

(C)  60  

(D)  45  

03.   Marcos   gastou   30%   de   50%   da   quantia   que   possuía   e   mais   20%   do   restante.   A   porcentagem   que   lhe  
sobrou  do  valor  que  possuía  é  de:  

(A)  58%  

(B)  68%  

(C)  65%  

(D)  77,5%  

04.   Sabendo   que   o   salário   do   porteiro   de   um   condomínio   é   R$   950,00,   calcule   o   valor   do   salário   que   irá  
receber  esse  porteiro  após  um  aumento  de  12,5%.  

(A)  R$  1.073,50  

(B)  R$  1.069,70  

(C)  R$  1.064,25  

(D)  R$  1.068,75  

(E)  R$  1.066,85  

49   http://www.soinss.com.br        
 
 

05.   Márcio   trabalha   40   horas   semanais.   Considerando   a   semana   com   sete   dias,   qual   é   a   porcentagem   da  
semana  que  Márcio  trabalha,  aproximadamente?  

(A)  20%.  

(B)  21,4%.  

(C)  22,6%.  

(D)  23,2%.  

(E)  23,8%.  

06.   Pedro,   vendedor   de   uma   loja   de   roupas,   recebe   uma   comissão   de   4%   sobre   as   vendas   que   realiza.  
Sabendo   que   em   um   mês   ele   vendeu   R$   21.500,00,   determine   o   valor   da   comissão   que   Pedro   recebeu   nesse  
mês.  

(A)  R$  1.290,00  

(B)  R$  1.505,00  

(C)  R$  1.780,00  

(D)  R$  2.100,00  

(E)  R$  860,00  

07.   Marisa   foi   ao   mercado   com   R$   100,00   e   gastou   120%   de   35%   dessa   quantia.   Nessas   condições   o   valor   que  
Marisa  recebeu  de  troco  foi:  

(A)  R$  58,00  

(B)  R$  42,00  

(C)  R$  8,00  

(D)  R$  24,00  

08.  O  tempo  total  estimado  para  transmitir  um  determinado  arquivo  de  dados  pela  internet  é  de  1  hora  e  
20   minutos.   Sabendo-­‐se   que   faltam   apenas   2%   do   arquivo   para   serem   transmitidos,   o   tempo   restante   de  
envio  é  de:  

50   http://www.soinss.com.br        
 
(A)  48  segundos  

(B)  96  segundos  

(C)  124  segundos  

(D)  140  segundos  

(E)  168  segundos  

09.   Joaquina   comprou   os   seguintes   produtos   numa   loja:   uma   geladeira   de   R$   1.240,00,   um   fogão   de   R$  
750,00   e   um   micro-­‐ondas   de   R$   450,00,   pagou   os   três   produtos   em   10   vezes   sem   juros,   porém   na   sexta  
prestação   atrasou   o   pagamento.   Sabendo   que   a   multa   por   atraso   foi   de   15%   sobre   o   preço   da   parcela,   o  
valor  que  Joaquina  pagou  pela  prestação  foi  de:  

(A)  R$   290,60  

(B)  R$   36,60  

(C)  R$   280,60  

(D)  R$   310,80  

10.   Um   técnico   judiciário   arquivou   20%   do   total   de   processos   de   um   lote.   Se   35%   do   número   restante  
corresponde  a  42  processos,  então  o  total  existente  inicialmente  no  lote  era:  

(A)  110  

(B)  120  

(C)  140  

(D)  150  

(E)  180  

11.  Ao   comprar   certo   produto,   obtive   um   desconto   de   8%   sobre   o   preço   marcado   na   etiqueta.   Se   paguei   R$  
690,00  pelo  produto,  o  preço  original  do  produto  é:  

(A)  R$  710,00  

(B)  R$  725,00  

(C)  R$  750,00  

51   http://www.soinss.com.br        
 
(D)  R$  775,00  

12.   Com   um   aumento   de   salário   de   12%,   Ana   passou   a   receber   R$   1.224,00.   Qual   era   o   salário   de   Ana,  
aproximadamente,    antes  de  ganhar  o  aumento?    

(A)  R$  1.000,00.      

(B)  R$  1.092,85.    

(C)  R$  1.200,00.      

(D)  R$  1.224,00.  

13.  Mauro  pagou  R$  360,00  por  um  produto  já  incluso  20%  de  desconto  sobre  o  valor  à  vista  do  mesmo.  Se  o  
desconto  fosse  de  10%  sobre  o  valor  à  vista  do  produto,  então  o  valor  que  Mauro  pagaria  pelo  produto  seria  
de:  

(A)  R$  405,00  

(B)  R$  388,80  

(C)  R$  395,00  

(D)  R$  396,00  

14.  Amauri  e  sua  esposa  trabalham  juntos  em  sua  loja.  Para  atrair  mais  clientes,  combinaram  que,  a  cada    
compra,  o  consumidor  receberia  um  desconto  de    20%.  Em  certa  oportunidade,  após  uma  confusão  entre  os  
dois,  Amauri  deu  o  desconto  de  20%  sobre  o  preço  P  da  etiqueta.  Ao  chegar  ao  caixa,a  esposa  de  Amauri  
deu  20%  de  desconto  sobre  o  preço  promocional  (já  descontado  por  Amauri).  O  cliente,  desatento,  pagou  
R$  256  e  foi  embora.  Qual  era  o  preço  P  registrado  na  etiqueta?  

(A)  R$  163,84  

(B)  R$  204,80  

(C)  R$  320,00  

(D)  R$  400,00  

(E)  R$  250,00  

52   http://www.soinss.com.br        
 
15.   O   treinamento   de   um   corredor   é   composto   por   4   etapas.   Em   geral,   cada   uma   dessas   4   etapas   é   de   1.000  
m.  No  entanto,  para  aprimorar  sua  forma  física,  em  determinado  dia  o  treinamento  foi  alterado  de  modo  
que  a  partir  da  2a  etapa  o  corredor  percorreu  10%  a  mais  do  que  havia  percorrido  na  etapa  anterior.  Desta  
maneira,   em   relação   aos   treinamentos   usuais,   o   total   da   distância   percorrida   neste   dia   de   treinamento,  
também  realizado  em  4  etapas,  corresponde  a  um  acréscimo  de,  aproximadamente,  

(A)  30%.  

(B)  16%.  

(C)  12%.  

(D)  10%.  

(E)  18%.  

16.   Em   determinada   comunidade,   40%   dos   membros   praticavam   exercícios   físicos.   Após   campanha  
mostrando   as   vantagens   dessa   prática,   1/8   dos   habitantes   da   comunidade   juntou-­‐se   à   turma   dos   que   já  
praticavam,   e   não   houve   outras   alterações.   Com   isso,   a   porcentagem   dos   habitantes   que   praticam  
exercícios  físicos  ficou  igual  a  

(A)  52,5.  

(B)  62.  

(C)  48.  

(D)  45.  

(E)  40,125.  

17.   Em   uma   empresa,   apenas   30%   dos   atuais   gerentes   falam   inglês   fluentemente.   A   direção   decidiu  
contratar   N   novos   gerentes,   todos   com   inglês   fluente,   de   modo   que,   mantidos   os   atuais   gerentes,   o  
percentual   de   gerentes   que   falam   inglês   fluentemente   na   empresa   suba   para   60%.   Sendo   A   o   número   atual  
de  gerentes,  é  correto  concluir  que  N  representa  

(A)  30%  de  A.  

(B)  45%  de  A.  

(C)  75%  de  A.  

(D)  50%  de  A.  

(E)  60%  de  A.  

53   http://www.soinss.com.br        
 
 

18.   Sobre   os   55   técnicos   e   auxiliares   judiciários   que   trabalham   em   uma   Unidade   do   Tribunal   Regional  
Federal,  é  verdade  que:  

I.  60%  dos  técnicos  são  casados;  

II.  40%  dos  auxiliares  não  são  casados;  

III.  o  número  de  técnicos  não  casados  é  12.  

Nessas  condições,  o  total  de:  

(A)  auxiliares  casados  é  10.  

(B)  pessoas  não  casadas  é  30.  

(C)  técnicos  é  35.  

(D)  técnicos  casados  é  20.  

(E)  auxiliares  é  25.  

19.  Admita  que  36%  do  sangue  seja  composto  por  células  (hemácias,  leucócitos,  plaquetas),  e  que  o  restante  
seja  composto  por  material  intercelular  (plasma).  Admita,  ainda,  que  90%  do  plasma  do  sangue  é  composto  
por   água.   Se   uma   pequena   amostra   de   sangue   contém   2,88   mL   de   água   proveniente   apenas   do   plasma,  
então,  a  quantidade  de  sangue  analisado  nessa  amostra,  em  mililitros,  é  igual  a  

(A)  4,6.  

(B)  5,0.  

(C)  5,8  

(D)  6,2.  

(E)  4,0.  

20.   No   1o   semestre   do   ano,   uma   classe   de   Ensino   Fundamental   era   composta   por   14   moças   e   16   rapazes.  
Após   as   férias   de   julho,   nenhum   aluno   saiu   da   classe   e   ainda   entraram   novos   alunos,   sendo   2   moças   e   n  
rapazes.   Sabendo   que,   após   a   entrada   dos   novos   alunos,   o   percentual   de   rapazes   em   relação   ao   total   de  
alunos  passou  a  ser  60%,  o  valor  de  n  é  igual  a  

(A)  2.  

(B)  4.  

54   http://www.soinss.com.br        
 
(C)  5.  

(D)  6.  

(E)  8.  

21.   Em   dezembro,   uma   loja   de   carros   aumentou   o   preço   do   veículo   A   em   10%   e   o   do   veículo   B   em   15%,   o   que  
fez  com  que  ambos  fossem  colocados  a  venda  pelo  mesmo  preço  nesse  mês.  Em  janeiro  houve  redução  de  
20%  sobre  o  preço  de  A  e  de  10%  sobre  o  preço  de  B,  ambos  de  dezembro,  o  que  fez  com  que  o  preço  de  B,  
em  janeiro,  superasse  o  de  A  em    

(A)  11,5%.  

(B)  12%.  

(C)  12,5%.  

(D)  13%.  

(E)  13,5%.  

22.   Na   porta   de   um   supermercado   foi   realizada   uma   enquete,   com   200   pessoas,   sobre   o   uso   de   três  
produtos  de  limpeza  A,  B  e  C.  As  respostas  foram:  20  pessoas  usam  somente  o  produto  A,  60  pessoas  usam  
somente   o   produto   B,   30   pessoas   usam   somente   o   produto   C,   16   pessoas   usam   os   produtos   A   e   B,   28  
pessoas  usam  os  produtos  A  e  C,  12  pessoas  usam  os  produtos  B  e  C,  e  8  pessoas  usam  os  três  produtos.  
Qual  o  percentual  do  total  de  pessoas  entrevistadas  na  enquete  que  NÃO  usam  nenhum  dos  três  produtos?  

(A)  25%  

(B)  75%  

(C)  50%  

(D)  30%  

(E)  100%  

23.  O  carro  de  Laerte  pode  ser  abastecido  com  gasolina,  álcool  ou  ambos  os  combustíveis.  Quando  o  tanque  
do  carro  estava  completamente  vazio,  Laerte  abasteceu  25%  da  capacidade  do  tanque  com  gasolina  e  35%  
com   álcool,   o   que   implicou   em   mesmo   gasto,   em   reais,   com   gasolina   e   com   álcool.   Se   Laerte   tivesse  
abastecido   a   mesma   quantidade   de   combustível,   porém,   apenas   com   gasolina,   seu   gasto   total,   quando  
comparado  ao  que  ele  efetivamente  gastou,  teria  sido  superior  em  

(A)  20%.  

55   http://www.soinss.com.br        
 
(B)  30%.  

(C)  40%.  

(D)  25%.  

(E)  35%.  

24.  O  departamento  de  recursos  humanos  (RH)  de  uma  indústria  deveria  informar  o  grau  de  escolarização  
de  todos  os  seus  320  funcionários.  No  entanto,  na  tabela  a  seguir,  onde  deveriam  estar  sintetizadas  essas  
informações,   discriminando   homens   e   mulheres,   o   RH   deixou   algumas   células   vazias.   Cabe   observar   que  
cada   funcionário   consta   apenas   uma   vez   na   tabela.   Assim,   um   funcionário   que   concluiu,   por   exemplo,   o  
ensino  superior  foi  contabilizado  apenas  na  coluna  denominada  “Ensino  Superior”.  

Assim,  mesmo  faltando  alguns  dados  na  tabela,  pode-­‐se  concluir  que  dentre  os  funcionários  que  têm  Ensino  
Médio,  a  porcentagem  de  mulheres  é  de  

(A)  22,5%.  

(B)  37,5%.  

(C)  40,0%.  

(D)  62,5%.  

(E)  72,0%.  

 
   

56   http://www.soinss.com.br        
 
Gabarito:  

Conceito  de  Proposição  

1. B   2. C   3. B   4. D   5. A   6. C  

Tipos  de  Proposições  

7. A   8. B   9. A   10. A   11. D   12. C   13. B   14. D   15. D   16. A  

17. E   18. C   19. D   20. A   21. E   22. B   23. A   24. D  

Equivalência  de  Proposições  

1. E   2. E   3. C   4. C   5. E   6. A   7. A   8. C   9. B   10. D  

11. A   12. D  

Equivalência  de  Proposições  

1. D   2. D   3. E   4. E   5. A   6. A   7. E   8. B   9. B   10. A  

11. B   12. D   13. E   14. A  

Tautologia,  Contradição  e  Contingência  

1. C   2. C   3. B   4. B   5. A   6. E  

Proposições  com  Todo,  Algum,  Algum  Não  e  Nenhum  

1. D   2. A   3. D   4. E   5. C   6. E   7. A   8. C   9. E   10. B  

11. E  

Conjuntos  

1. A   2. A   3. A   4. B   5. D   6. E   7. B   8. A   9. A   10. D  

11. E   12. B   13. E   14. C   15. D   16. B   17. C   18. E   19. D   20. B  

21. D  

Diagrama  de  Venn  

1. D   2. C   3. E   4. D   5. A   6. B   7. A   8. C   9. D   10. D  

11. D   12. D   13. B   14. E  

Porcentagem  

57   http://www.soinss.com.br        
 
1. E   2. A   3. B   4. D   5. E   6. E   7. A   8. B   9. C   10. D  

11. C   12. B   13. A   14. D   15. B   16. A   17. C   18. E   19. B   20. E  

21. C   22. A   23. A   24. C  

58   http://www.soinss.com.br