Você está na página 1de 2

30/01/2020 Escaologia - Estudos Bíblicos

O REINO DE DEUS NO FUTURO - IV - A TRIBULAÇÃO - I

Leitura: Pv. 1.20-33

Versículos para Memorizar: Pv. 1. 24-26, “Entretanto, porque eu clamei e recusastes; e estendi
a minha mão e não houve quem desse atenção, antes rejeitastes todo o meu conselho, e não quisestes a minha
repreensão, Também de minha parte eu me rirei na vossa perdição e zombarei, em vindo o vosso temor.”

A Tribulação Normal – A maldição do pecado do homem veio sobre todo homem e sobre toda a
terra. Pelo pecado veio a dor, a doença, a morte, e a eterna condenação (Gn. 3.16-19; Rm. 8.19-22). Podemos
considerar normal a tribulação que vem sobre todos que vivem nessa terra.

Também podemos considerar normal a oposição que há entre a Luz e as Trevas, entre a carne e o
espírito (Gl. 5.17; Rm. 7.14-23) e entre o Cristão e os que não são Cristãos (Ef. 6.12; II Tm. 3.12). Todas as
aflições sobre o Cristão são providencialmente controladas por Deus para que o Cristão cresça mais a imagem de
Cristo. Elas vêem sobre os Cristãos e são proveitosas para o seu crescimento e aperfeiçoamento – Rm. 5. 1,
“Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; Pelo qual também
temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. E
não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, E a
paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus
está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.” At. 14.2; Jo. 15.18-20; Fl. 2.5-12; Hb.
5.8-9; Tg. 1.2-12.

Elas também vem para corrigir o Cristão – Hb. 12.7-11, “Se suportais a correção, Deus vos trata
como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos
participantes, sois então bastardos, e não filhos. Além do que, tivemos nossos pais segundo a carne, para nos
corrigirem, e nós os reverenciamos; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, para vivermos? Porque
aqueles, na verdade, por um pouco de tempo, nos corrigiam como bem lhes parecia; mas este, para nosso
proveito, para sermos participantes da sua santidade. E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser
de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela.”

Os cristãos podem dar graças a Deus pelas aflições que venham nas suas vidas: Sl 119.67, “Antes
de ser afligido andava errado; mas agora tenho guardado a tua palavra.” Está tendo aflições por andar errado? Se
arrependa, confessa e volte à obediência. Senão, conhecerá a mão pesada do Senhor que visa levar-te ao
arrependimento.

A Tribulação da Escatologia – Por Jesus ensinar que haverá uma tribulação “como nunca houve
desde o princípio do mundo” (Mt. 24.21) sabemos que a tribulação escatológica não foi aquela tribulação que
aconteceu em Jerusalém no dias do General Romano Tito (70 d.C.). A Tribulação escatológica também não pode
ser aquela tribulação que veio contra os anabatistas no período entre 500 – 1.500 d.C. quando mais que
50.000.000 deles foram mártires (pg. 35, J. M. Carroll). Mas a tribulação escatológica que ainda virá, será mais
terrível de que qualquer destas e sobre classes de pessoas diferentes, ou seja, sobre os não salvos. Para ter uma
melhor idéia, leia os capítulos 6-19 de Apocalipse.

A natureza desta tribulação é ira. Essas aflições não vêm sobre os Cristãos para o proveito do
aperfeiçoamento ou correção deles. Essas aflições vêm sobre os habitantes da terra que restaram depois que os
Cristãos foram retirados. A tribulação escatológica não é para a correção e nem para o aperfeiçoamento dos que
estão na terra, mas é para ser “um dia de indignação, dia de tribulação e de angústia, dia de alvoroço e de
assolação, dia de trevas e de escuridão, dia de nuvens e de densas trevas” (Sf. 1.14-16). A Tribulação escatológica
é uma retribuição sobre todos que rejeitaram Deus e o Seu Cristo - Sl. 2.4-5, 9; Pv. 1.22-33; II Ts. 2.6-12, “11 E
por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; 12 Para que sejam julgados todos os
que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade.” Portanto se entende que a tribulação é para
castigar nessa terra os que não aceitaram o senhorio de Deus. Se não submeteu-se ao senhorio de Deus, nada
diferencia você de qualquer nação pagã que será destruída pela ira justa deste Senhor da glória. Mesmo que
alguns pensam que milagres e grandes sinais operem o arrependimento nos pecadores, muitos dos que passarão
por essa tribulação não buscarão o arrependimento (Ap. 9.16-21).

Por Cristo a salvação é definitivamente “da ira futura” (Rm. 5.9; Ap. 3.10). A “ira futura” sobre
essa terra (Ef. 5.6; Cl. 3.6; I Ts. 1.10; 5.9) e a ira sobre os que estão no inferno, foi derramada sobre Cristo (Is
53.10-11; II Co. 5.21; Jo. 19.30, “está consumada”). Quem está em Cristo é salvo da “ira futura” qualquer que
seja o lugar da sua manifestação.

O Cumprimento das Profecias Concernente Israel - O profeta Jeremias descreve a tribulação


como o “tempo de angústia para Jacó” (Jr. 30.7) pois Deus tratará com o povo de Israel em maneiras específicas e
especiais nessa epoca. A pergunta de Isaias “Até quando Senhor?”, referindo-se a cegueira imposta aos judeus por
rejeitarem a pessoa e o ministério do Messias, foi respondida: “Até que sejam desoladas as cidades e fiquem sem
habitantes, e as casas sem moradores, e a terra seja de todo assolada.” (Is 6.11-13). Tal situação se cumprirá na
tribulação. Todavia, quase no fim da tribulação Deus se levantará “a favor dos filhos do teu povo” (Dn. 12.1),
abrindo seus olhos para perceberem as coisas espirituais, resultando na salvação de multidões deles (Ap. 7.3-8).
Multidões dos que não são judeus serão salvos também (Ap. 7.9-14). Deus é misericordioso sim, mas a certeza da

https://www.palavraprudente.com.br/estudos/calvin_d/escatologia/cap25.html 1/2
30/01/2020 Escaologia - Estudos Bíblicos

salvação deve ser tratada hoje. Se judeu ou gentio morrer antes de conhecer a graça de Deus não haverá mais
esperança. Se você se enquadra como pecador corre ao Senhor Jesus hoje, enquanto é oportuno.

A Vingança de Deus Sobre Babilônia. Deus julgará a igreja apóstata, ou seja, “a grande
Babilônia, a mãe das prostituições e abominações da terra” (Ap. 17.5). Essa igreja apóstata está “embriagada do
sangue dos santos, e do sangue das testemunhas de Jesus” indicando que ela causou a morte de muitos
seguidores de Cristo (Ap. 17.6). Essas descrições cabem bem à Igreja Católica que pelos séculos procurou eliminar
do mundo os verdadeiros seguidores de Cristo.

Se Deus pôde abrir os olhos vedados dos judeus à verdade, então você pode e deve clamar a Ele
para ser misericordioso para com você a abrir os olhos do seu entendimento para poder ver pela fé o Salvador
Único. Se Deus de fato derramará a Sua ira eterna sobre os que não submetem-se a Ele. Não continue insistindo
em viver conforme o que dita seu próprio coração! Arrependa-se de seu pecado enquanto há tempo e creia pela fé
no Único Salvador que Ele determinou: O Jesus Cristo. Seja salvo já!

Um Aviso: O tempo de ser salvo é já, antes da tribulação. O tempo para se arrepender é antes da
aplicação do castigo. Depois de avisar da tribulação o profeta Joel aconselhou: “Ainda assim, agora mesmo diz o
SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto. E rasgai o
vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR vosso Deus; porque ele é misericordioso, e
compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal. Quem sabe se não se voltará e
se arrependerá, e deixará após si uma bênção, em oferta de alimentos e libação para o SENHOR vosso Deus?” Jl.
2.12-14. Arrependa-se hoje dos seus pecados e creia pela fé em Cristo Jesus. Cristo Jesus levou o castigo de Deus
pelos pecados de todos os que se arrependem e crêem pela fé nEle. A ira de Deus justamente cairá sobre alguém
pelos seus pecados. Você já está nEle?

Autor: Pastor Calvin


Fonte: www.PalavraPrudente.com.br
Edição gramatical: Edson Basilo 1/2009

https://www.palavraprudente.com.br/estudos/calvin_d/escatologia/cap25.html 2/2