Você está na página 1de 2

PLANO DE AULA

Professor: Gustavo Adolfo Suckow Barbosa.


Instituição: Instituto Federal de Rondônia, Jarú.
Disciplina: História.
Previsão de tempo: Aula de aproximadamente 30 minutos.
Tema: A filosofia escolástica e patrística na formação do homem medieval.

Objetivos:
Geral:
 Promover a partir de uma introdução ao tema diálogos que auxiliem na
compreensão do conteúdo, bem como, aguçar o senso crítico dos educandos
com perguntas relacionadas ao assunto e além disso, correlacionar o tema com
tópicos da atualidade.

Específicos:
 Identificar as principais características do período medieval;
 Compreender o pensamento da corrente filosófica patrística;
 Verificar a influência do pensamento filosófico da tradição escolástica.

Conteúdos:
 Contextualizando o período medieval;
 A filosofia patrística.
 A filosofia esscolástica.

Procedimentos metodológicos:
A aula será expositiva e dialogada. Para dar início a exposição do conteúdo,
contarei com o auxílio do data-show e do quadro branco para situar a temática
central da aula a ser ministrada. Inicialmente partirei de uma contextualização
histórica para entendermos a lógica, e por assim dizer, a estrutura que servirá de
base para a formação do homem medieval. Em seguida apresentarei via projetor
multimídia as características do que fora a filosofia patrística e como ela influenciou
o pensamento do homem em sua época, seguido de uma questão para
respondermos junto como forma de ficção do conteúdo. Num terceiro momento, irei
expor a influência do pensamento filosófico escolástico e em como ele se diferencia
da tradição anterior, seguido novamente de uma questão para fixação do assunto.
E por fim, deixarei uma sugestão de filme como forma de capturar os assuntos
estudados em sala de aula e também uso o tempo que sobrar para sanar as dúvidas
que surgirem.

Recursos metodológicos:
Quadro; Pincel; Apagador; Computador; Data-show.

Avaliação:
Tendo como base que o processo de avaliação acontece de forma processual ao
longo das aulas, para esta, é destacado a participação dos alunos com
contribuições e apontamentos contextualizado ao tema mais a atualidade. E, como
atividade de fixação, deixo como sugestão o filme “O nome da rosa” como apoio
para aprofundamento do conteúdo.

Referência bibliográfica:
CHAUI, Marilena. Iniciação à filosofia, volume único, ensino médio. 3. ed. – São
Paulo: Ática, 2016.

CONTRIM, Gilberto. História Global: Brasil e Geral. ed. – São Paulo: Saraiva, 2013.

CONTRIM, Gilberto, FERNANDES, Mirna. Fundamentos de Filosofia. – 1. ed. – São


Paulo: Saraiva, 2010.

MARCONDES, Danilo. Iniciação à história da filosofia: dos pré-socráticos a


Wittgenstein. 6ª ed. – Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.