Você está na página 1de 7

Disciplina

Eletrônica (Lab.)

Experiência 3

Amp Op: Malha Aberta x Realimentação Negativa

Professor: Edvaldo Moraes Ruas.

Turma: Engenharia Elétrica.


Equipe
1. Douglas Almeida Palmeira;
2. Italo Mayke Teixeira Rocha;
3. Lailah Silva Anjos;
4. Matheus Vilela Novaes;

Início da experiência em: 24/10/2019


Versão entregue em: 31/10/2019
Vitória da Conquista – BA
1. OBJETIVOS
● Verificar o funcionamento do Amp Op com Malha Aberta e com Realimentação
Negativa, como Amplificadores de Sinal;
● Comparar o ganho de tensão de Malha Aberta com de Realimentação Negativa;
● Comparar a estabilidade do ganho do Amp Op em Malha Aberta com Amp Op com
Realimentação Negativa;
● Comparar a tensão de compensação do Amp Op em Malha Aberta e Amp Op com
Realimentação Negativa;
● Comparar a Largura de Banda do Amp Op em Malha Aberta e com Amp Op com
Realimentação Negativa;
● Levantar a Tensão de Complience do Amp Op em Malha Aberta e com Realimentação
Negativa.

2. ANÁLISE DE DADOS

1ª Parte Experimental: Amp Op em Malha Aberta


Inicialmente, foram medidos os resistores da Tabela 1 e diodos da Tabela 2.

Tabela 1 – Medição dos Resistores.

100Ω 1kΩ 5,6kΩ 10k Ω 10kΩ


99,2Ω 994,3Ω 5,59kΩ 9,84kΩ 9,89kΩ

Tabela 2 – Medição dos diodos.

Diod Condução Bloquei


o (mV) o
1 582,4 ∞
2 587,4 ∞

Em seguida, o circuito da Figura 1 foi montado com divisor de tensão na entrada,


seguindo atentamente a pinagem do Amp Op LM741 (Figura 2), alimentando-o com tensão
simétrica +12V e -12V.

1
Figura 1 – Amp Op em Malhar aberta com Divisor de Tensão.

Figura 2 – Pinagem.

Em seguida, o gerador de função foi configurado para produzir um sinal senoidal de


1kHz de frequência e 500mV de amplitude. O sinal foi inserido na entrada inversora (pino 2)
através do divisor de tensão e a entrada não-inversora (pino 3) foi aterrada, conforme mostrado
na Figura 1. A ponta de prova do osciloscópio do canal 1 foi conectada na saída (pino 6) e o
sinal ajustado, o qual, caso estivesse ceifado, sofreria uma redução de valor no gerador de
função de forma a mostrar um sinal senoidal inteiro ajustando a componente DC do gerador de
sinal (que soma ao sinal AC a um valor DC, deslocando seu eixo do mesmo) para centralizá-lo
e não ter um dos seus semiciclos cortados.
Os valores de tensões de entrada e saída foram medidos e anotados na Tabela 3. Para
medir a tensão de compensação de saída, foi aterrada a entrada inversora. Após a anotação dos
dados com primeiro Amp Op, este foi substituído por outros dois e as medições, repetidas.
Ainda na Tabela 3, foram calculados o ganho e a variação Δ das grandezas (valor maior menos
o menor).
Tabela 3 – Amp Op em Malha Aberta – Ganho e Tensão de Compensação.

Amp Op vout (V) vin (mV) A Vcomp (V)


1 22,8 28,8 791,67 -11,6
2 22,6 29,2 773,97 -11,6
3 23,2 30 773,33 -11,6
Δ 0,6 1,2 58,54 0

2
A defasagem foi verificada com o último Amp Op no circuito, colocando o sinal de
entrada no canal 1 do osciloscópio e o canal 2 na saída. A foto com os dois sinais foi registrada,
conforme mostra a Figura 3.

Figura 3 – Defasagem entre os sinais de entrada e saída.

Novamente, foi ligado o gerador de sinal na entrada com o último Amp Op e levantada
a largura de banda (f2 – f1), variando a frequência do sinal para menos, encontrando f1, e para
mais, encontrando f2. A variação ocorreu até a tensão de saída atenuar seu valor. Os dados
foram anotados na Tabela 5.
O gerador de sinal foi ajustado para 1kHz e a tensão aumentada até o sinal ser ceifado,
levantando a Tensão de Compliance, anotando seu valor de pico a pico na Tabela 3.

2ª Parte Experimental: Amp Op – Realimentação Negativa


Dando início a esta parte experimental, montou-se o circuito da Figura 4, com R1 =1kΩ
e R2 =22kΩ, alimentando o Amp Op LM741 com tensão simétrica +12v e -12V. Em seguida,
configurou-se o gerador de funções para produzir um sinal senoidal com 1kHz de frequência e
500mV de amplitude, inserindo o sinal na entrada inversora do 741.

3
Figura 4 – Amp Op com Realimentação Negativa.

Utilizando o osciloscópio, ajustou-se o sinal de saída do gerador de funções de forma


que mostrasse um sinal senoidal inteiro, ou seja, sem que houvesse ceifamento. Os valores da
tensão de entrada e saída foram anotados na Tabela 4, para 3 Amp Op diferentes. Além disso,
calculou-se o ganho de cada Amp Op e a variação das grandezas. Para medir a tensão de
compensação, aterrou-se a entrada inversora e mediu-se a tensão de saída.

Tabela 4 – Amp Op com Realimentação Negativa – Ganho e Tensão de Compensação.

Amp Op vout (V) vin (mV) A Vcomp (mV)


1 9,36 480 19,5 10
2 9,44 480 19,67 10
3 9,44 480 19,67 40
Δ 0,08 0 0,17 20,4

Para determinar a Largura de Banda do último Amp Op, variou-se a frequência do sinal,
para menos para levantar a f1 e para mais para levantar a f2, até a tensão de saída atenuar seu
valor. Por fim, ajustou-se o gerador de sinal para 1kHz e aumentou-se a tensão até o sinal
aparecer ceifado a fim de levantar a Tensão de Compliance (máximo valor de pico de saída sem
ser ceifado). Os valores de frequência e tensão estão registrados na Tabela 3.
Tabela 5 – Largura de Banda e Compliance de Malha Aberta e Fechada.

Largura de banda Tensão de Compliance


Malha Aberta 1,39kHz 22,2V
Malha 18,72kHz 22,0V
Fechada

4
A Tabela 6 compara os valores de tensão de entrada e saída do primeiro Amp Op em
Malha Aberta x Realimentação negativa.
Tabela 6 – Malha Aberta X Realimentação Negativa.

Amp Op vout (V) vin (mV) A Vcomp (V)


Malha Aberta (1) 22,8 28,8 791,67 -11,6
Realimentação 9,36 480 19,5 10m
Negativa (1)

3. CONLUSÃO DA ANÁLISE
3.1. QUESTÕES PÓS-EXPERIÊNCIA

1. Pesquise na folha de dados (datasheet) do LM 741 qual o ganho de malha aberta deste
CI. Esse dado tem alguma relação com os resultados obtidos até aqui?
Resp.:

2. Trocar os CI’s e fazer medições é uma forma de verificar a estabilidade do ganho do


Amp Op. Após calcular as variações das grandezas em Malha Aberta e com
Realimentação Negativa, qual dessas configurações apresentou maior estabilidade?
Justifique com base na Análise de Dados.
Resp.: De acordo com as Tabelas 3 (Amp Op em Malha aberta) e 4 (Amp Op com
Realimentação Negativa), foi possível verificar a estabilidade do ganho do Amp Op através das
variações das grandezas, portanto pode-se concluir que o experimentou mostrou que o Amp Op
em Realimentação Negativa apresentou maior estabilidade tanto nas entrada e saída, quanto no
ganho, apresentando maior variação que o Amp em Malha Aberta apenas na Tensão de
Compliance.

3. Entre o Amp Op em Malha Aberta e com Realimentação Negativa qual apresentou


menor tensão de compensação? Justifique com base na análise de dados.
Resp.: De acordo com as Tabelas 3 e 4, o Amp Op com Realimentação Negativa apresentou
menor tensão de compensação. Com Realimentação Negativa, o ganho do circuito é menor,
influenciando na tensão de compensação medida na saída do amplificador.

4.Qual das configurações apresentou maior largura de banda? Se não foi possível fazer a
medição para malha aberta, justifique o porquê dessa impossibilidade e explique o que
significou a largura de banda para circuitos com realimentação negativa.
Resp.: Dentre as configurações de circuito, aquela que apresentou maior largura de banda foi a
de malha fechada, com valor de 18,72kHz, enquanto a configuração de malha aberta apresentou
uma largura de banda de 1,39kHz, ou seja, a largura de banda utilizando malha fechada foi mais
de dez vezes maior que a configuração de malha aberta. O circuito com realimentação negativa
promove o aumento da largura de banda, mas em compensação reduz o ganho do circuito.

5.Qual das configurações apresentou maior tensão de compliance? Se não foi possível
fazer a medição para malha aberta , justifique o porquê dessa impossibilidade e explique
o que significou a Tensão de compliance para circuitos com realimentação negativa.
Resp.: Ambas as configurações de circuito utilizadas apresentaram valores próximos uma da
outra. Sendo a Tensão de compliance para malha aberta igual a 22,2V, enquanto para malha
5
fechada a tensão de compliance foi de 22,0V. Essa tensão reapresenta a máxima tensão de
amplificação que o amplificador pode fornecer, a qual depende da sua alimentação. No caso o
circuito é alimentado com 24V (+12V/-12V), e em ambos os casos a tensão de compliance se
aproximou de 24V.

6.Verificando o ganho do Amp Op com malha aberta e com realimentação negativa houve
amplificação do sinal? Se houve, em qual das configurações o ganho foi maior? Justifique
com base na Análise de dados.
Resp.: Foi verificado que em ambos houve amplificação do sinal, entregando o ganho de malha
aberta foi muito maior que o ganho de malha fechada. Isso se deve, pois a realimentação
negativa aumenta a largura de banda do sinal, mas em contrapartida ele diminui o ganho do
circuito.

3.2 CONSIDERAÇÕES FINAIS

Com relação à atividade experimental, é importante considerar que os aparelhos usados


para as medições não nos dão um valor exato da medição, pois apresentam impedância, mesmo
que pequena, o que pode alterar o resultado final. Isso explica a discordância de valor em alguns
resultados. O fato de ter feito o experimento em dois dias diferentes resultou em diferentes
materiais utilizados em cada dia, sendo outro fator que interfere na discordância entre os valores
registrados.

REFERÊNCIAS

BOYLESTAD, Robert L; NASHELSKY, Louis. Dispositivos Eletrônicos e Teoria de


Circuitos. 8ª edição. São Paulo: Pearson, 2004.

MALVINO, Albert; BATES, David J. Eletrônica. 7ª edição. Volume 2. São Paulo: AMGH
Editora, 2011.

Você também pode gostar