Você está na página 1de 3

miúdos

Primeiros brinquedos
O corpo é o primeiro brinquedo das crianças. Seguem-se muitos outros. Da roca
aos super-heróis ou às princesas, são inúmeras as possibilidades. Os pais podem
estimular os filhos através dos brinquedos, mas não devem exagerar. Há uma
parte que cabe aos miúdos descobrir.
Texto Rita Pimenta

S
ó depois de muito mesmo tempo proporcionem percepções sensoriaisais
brincarem com tarefas que vão para além dos mulos de
respondem aos estímulos
as mãos e os pés, cuidados à criança, incluindo m, tacto
olfacto, paladar, som,
à descoberta das a brincadeira e promovendo uir que
e visão”. Para concluir
habilidades do a interacção.” Ou seja, os logo nessa fase tão precoce
corpo, é que os pais têm de arranjar tempo meçam a
“os brinquedos começam
bebés começam a interessar- para “ir ao tapete” com os exercer o seu papel”.”.
se por brinquedos. Mais ainda filhos. E brincar. Mas nada Até ao primeiro anono
quando já têm mobilidade de exageros nos estímulos ao dos
de vida, os brinquedos
e encontram jogos para se desenvolvimento, porque há mais comuns são oss que
divertirem em família. No experiências que eles têm de pção
“exploram a percepção
entanto, “um brinquedo viver por si próprios. visual, estimulam a
é qualquer objecto que a coordenação motora ra
criança possa usar para Ver, ouvir e apertar ucção)
(apertar, agarrar, sucção)
brincar”, diz Vera Ramalho, A especialista, directora ais,
e a audição (musicais,
psicóloga clínica. Em da clínica Psiquilíbrios, em guizos e brinquedoss de
segurança, claro. Braga, diz ser importante berço)”.
“As crianças aprendem que numa fase inicial se Por volta do ano e
com os brinquedos noções de deixe o “bebé livremente meio/dois anos, Verara
tamanho, forma, som, textura em brincadeiras com o seu Ramalho sugere que e se
e como funcionam as coisas. próprio corpo”. Lembra eira “com
promova a brincadeira
Neste sentido, é de extrema também os estudos que brinquedos leves, de várias
importância que os pais “demonstram que, desde oga, que
texturas”. A psicóloga,
disponibilizem brinquedos o nascimento, os bebés comunicou com a Pública via
para os seus filhos, a partir são sensíveis ao seu meio email e telefone, dá alguns
de tenra idade, e que ao ambiente e que as suas exemplos para esta fase:
“Bonecos de tecido feitos
de materiais não tóxicos
objectos de tamanhos e formas
diferentes que se colocam e
As crianças dos pais e a desarrumação
da casa. É preciso manter a
favorecem o tacto, mas tiram de dentro de uma caixa. aprendem com calma.
também servem para chupar Estes estimulam a coordenação Há uma brincadeira
ou morder. Boas opções são óculo-manual”. os brinquedos importante nesta fase a que a
ainda brinquedos flutuantes
para o banho.” Empurrar, puxar noções de especialista chama “esconde-
esconde” (o equivalente ao
De origem brasileira mas
em Portugal há 20 anos,
e montar
Chega o grande momento
tamanho, forma, aparece/desaparece, em
que dizemos “cucu”). Fazer
Vera Ramalho trabalha de começarem a apreciar som, textura e desaparecer por instantes
sobretudo com crianças, os livros com ilustrações objectos ou rostos que
adolescentes e casais. E não de objectos reconhecíveis, funcionamento depois reaparecem “vai
tem dúvidas de que, “através familiares, “o que promove ajudar a criança a elaborar
da brincadeira, a criança pode o desenvolvimento social o processo de separação
experimentar novas formas e emocional”. Quando dos pais”. A ideia é que
de acção, exercitá-las, ser aprendem a gatinhar e a ela perceba, embora mais
criativa, imaginar situações andar, “os brinquedos que tarde, que “o objecto/
e reproduzir momentos e mais se adequam e que pessoa pode desaparecer
interacções importantes da chamam a sua atenção são momentaneamente, mas
sua vida, dando-lhes um novo os que se empurram ou retorna”.
significado
cado”.. puxam, como os carrinhos de Dos dois aos quatro anos,
Quando um bebé já bonecas, e os brinquedos de começa o desejo de imitação
se consegue sentar, as montar e desmontar”. do quotidiano familiar e
possibilidades de novas Nesta altura, também das actividades dos adultos.
experiências aumentam, “está aumenta a “mobilidade” Panelas e outros utensílios de
pronto para os brinquedos cozinha, bonecos, casinhas c
empilháveis, como
as argolas, blocos
que podem ser
encaixados ou

Lobo Loup - Livro


Ebulobo/ Edicare
Editora, €29,90
www.edicare.pt

Pública • 11 Julho 2010 • 67


miúdos
são alguns dos exemplos pode ajudar a criança mais elaboradas, tanto no
de objectos adequados a a superar momentos domínio do faz-de-conta como
estas idades. “Também são difíceis ou medos”. na complexidade dos puzzles e
boas opções os brinquedos À medida que o dos jogos de raciocínio, como
para o ar livre, como bolas, tempo avança, as quebra-cabeças.
insufláveis ou caixas de competências “Em geral, a partir dos 10
areia com pás e cubos. alargam-se e os Mobil das cores anos e na adolescência, os
Ajudam a adquirir as noções miúdos já podem Relax & Play brinquedos deixam de ter
de distância, espaço e usar (e desfrutar de) Chicco, €54,95 tanto relevo para as crianças,
equilíbrio”, completa a autora jogos que exercitam www.tuttochicco.pt podendo estas seleccionar
de Lá em Casa Mandam Eles? e “a capacidade um objecto em particular e
O Birras Queria Ser da Família de visualização em alguns casos devido ao
da Clara!, editados pela e o treino da Smile Pim Pum seu valor sentimental. Os
Psiquilíbrio Edições. memória”. São Play, €10,10 www. jogos de grupo têm um papel
“os jogos de pimpumplay.pt fundamental nesta fase pelo
Descobrir, imaginar tabuleiro e os desejo de convívio com outras
e jogar jogos de palavras, crianças.” Mas aqui já não
Explorar o mundo à sua volta que recorrem ao uso podemos falar de “primeiros
é próprio dos miúdos que da imaginação ou ao brinquedos”, mas talvez dos
têm entre os três e os seis cálculo mental”. últimos...
anos. Mas não se limitam Os puzzles Baleias
a deslumbrar-se com as começam nadadoras Brincar
descobertas, vão sempre igualmente a Chicco, €16,80 é essencial
mais além na recriação do já interessar aos Vera Ramalho acredita que,
conhecido. pequenos, e “no futuro, a brincadeira e
“São hábeis nos jogos são conhecidas tudo o que esta proporcionou
de faz-de-conta e em criar as suas Bbcosmos Livro irá reflectir-se na vida, desde
situações de fantasia. potencialidades. “Os Imaginarium, as relações com os pais,
A criança desenvolve a jogos com poucas €17,95 irmãos, primos, incluindo a
imaginação e dirige-a aos regras podem www. aprendizagem das regras de
brinquedos: os bonecos ser uma imaginarium.pt interacção criança-adulto (que
tornam-se amigos ou super- oportunidade se baseia numa relação vertical),
heróis e os blocos de montar para explorar até à relação entre iguais, que
ou os legos transformam-se o raciocínio, se desenvolve com os irmãos
em cidades.” Por isso é que mas e pares. Os conhecimentos
Vera Ramalho aconselha também o adquiridos nas brincadeiras de
para esta etapa “brinquedos desenvolvimento criança, incluindo os afectos
que promovam o mundo emocional, pois envolvidos, ligam o adulto à
imaginário”, mesmo que o a criança tem de lidar sociedade onde está, facilitando
ponto de partida seja o real. com a frustração a sua integração e adaptação”.
Assim, sugere “lojas em quando perde, Para concluir, a psicóloga
miniatura, com dinheiro de aspecto fundamental atribui à “brincadeira” um
brincar, caixa registadora, para o equilíbrio papel essencial na vida
telefone, telemóvel, cidades, futuro”, lembra a das pessoas, “porque
casas de bonecas com móveis, psicóloga. se constitui ao mesmo
carros, escolas”, entre outros. O desenvolvimento tempo como produto e
Também o brinquedo de da parte motora produtora de sentidos e
estimação, “o favorito”, é fica a cargo dos significados na formação
escolhido por esta altura, “triciclos, bolas e da personalidade da
conferindo aos miúdos “a blocos de montar”. criança”. Que há-de ser
sensação de segurança e A partir do sexto ano de adulto. A sério. A
companhia. Uma boneca ou vida, os brinquedos começam
um peluche, por exemplo, a fazer parte de brincadeiras rpimenta@publico.pt

Bbcosmos
Volo Goow
Imaginarium,
€11,95

Jogo de Empilhar
Ebulobo/Edicare
Editora, €28,80
www.edicare.pt

68 • 11 Julho 2010 • Pública

Você também pode gostar