Você está na página 1de 3

Neste livro, tratamos acerca do assunto mais importante da vida Cristã: O Amor!

A
Bíblia Sagrada nos mostra que o próprio Deus é amor; aquele que tem fé e
esperança muito faz; porém, sem amor nada disso tem valor algum; porque é o
amor que sustenta esses dois valores tão essenciais; esse amor que não se
compara de nenhuma maneira; a caridade; O amor Ágape, é o amor característico
de Deus; qualquer atitude cristã que não tem como motivação o amor é vão
ativismo; além disto, é somente pelo amor de uns para com os outros que seremos
reconhecidos como discipulados de Jesus. O Amor Ágape, mencionado no novo
testamento (grego) para falar do amor do mesmo tipo com que Deus nos amou, foi
derramado em nossos corações; Deus nos deu a capacidade de exalar esse tipo de
amor para com o próximo, assim como amamos a nós mesmos; não é possível ter fé
integral e não demonstrar nesse amor; por isso, se não perdoarmos não seremos
perdoados; mesmo que tenhamos sido ofendidos, a única forma de vencer é
perdoando e amando; acreditar sempre no melhor das pessoas é acreditar que Deus
deve julgar a situação caso, seja necessário; mas, desejar de verdade que Deus não
impute nenhum mal contra aquela pessoa;, a ofensa não tem vez quando você anda
em amor; andar nesse amor restaura relacionamentos, casamentos e associações
divinas. O amor é o fruto do espírito recriado, a evidência que permanecemos
ligados a videira e não há lei que limite sua prática. Andar no Espírito é justamente
andar e permanecer andando em amor; ocasionalmente somos fortemente tentados
a buscar justiça própria; precisamos escolher amar e acreditar que Deus está
observando tudo. Não se pode pensar que, como ministros do evangelho isso seria
diferente; precisamos ainda mais andar em amor; certos que haverão situações em
que você vai precisar escolher andar em amor pelo bem das vidas. Se não
andarmos em amor, vamos estar abertos a receber vários ataques do diabo; esse é
um dos principais motivos da existência de doença entre os cristãos, pois andar em
amor é dicernir o corpo de Cristo.
A bíblia relata que uma das evidência de se estar vinculado ao corpo de Cristo é ser
membro de uma igreja ou ter sido batizado nas águas e/ou no Espírito Santo;
salientando que ela diz que seremos conhecidos como dicipulos de Jesus por
amamos uns aos outros; quem ama, recebeu a vida eterna e reina em vida em
Cristo Jesus; o amor que foi derramado em nós não o foi para o praticarmos na
eternidade porque lá, ninguém sofrerá ofensa. O amor só vê o melhor das pessoas,
ele não compete com outros, porque entende que estamos aqui para promover uns
aos outros; o maior no reino de Deus é aquele que serve, e serviço é um forma de
expressar amor. O amor de Deus é a chave para termos certeza que fomos salvos.
O sacrifício de Jesus demostra o amor de Deus por nós, e esse amor nos
constrange a viver uma vida completamente diferente, a entregar as redias da nossa
vida a Jesus e viver no novo mandamento que é o amor.

, quando nascemos de novo a natureza do nosso espírito é mudada, porque antes


quem reina é a natureza carnal, quem não está no amor facilmente guarda mágoa,
mesmo quando você nasce de novo precisa renovar a sua mente para experimentar
de pensamentos mais possitivos, precisamos colocar nosso corpo no lugar dele
subjugado, renovar a nossa mente com a palavra e desfrutar do fruto do espírito
recriado em nós. É normal que ao nascermos de novo o nosso amor seja ainda
menos forte que alguém que já o exercitou como a um músculo durante a vida
teremos oportunidade de colocar o amor em prática para ficar forte como a um
músculo, e como em maturidade quando crescemos em amor se torna mais fácil
andar nesse estilo de vida que agrada a Deus.

Capítulo 3
Na antiga aliança, descrita no pentateuco está a lei dada por Deus pela
incapacidade do homem de ser guiado pelo espírito pois Jesus ainda não tinha se
sacrificado, nesta época as pessoas viviam de baixo dessas regras se quebrasem
qualquer delas eram culpados por quebrar todas, Cristo estabeleceu uma nova lei, a
lei do amor, que nos amemmos como ele nos amou esse é o novo e único
mandamento, e em cumprir essa lei você acaba cumprindo toda a lei do antigo
testamento, o apóstolo Paulo. Romanos 13 diz que o novo mandamento dado por
Jesus consegue resumir os 10 mandamentos da antiga aliança, essa lei do amor foi
escrita/marcada em nosso interior e se alguém cumpre a lei do amor não precisa se
preocupar se está andando nos 10 mandamentos, ouvir o seu interior é andar no
espírito e uma vida no espírito é uma vida em amor, o amor também é como a
eletricidade que fomenta a fé e a confição da palavra. Temos uma dúvida eterna
com todos que é amalos perpetuamente.

Capítulo 4 -
O amor anda de mãos dadas com o perdão, uma das maneiras mais comuns de
exercer amor é perdoando, porque ao exercitar o amor ele vai ficar cada vez mais
forte, assim como Deus nos perdoou por pecados imperdoáveis aos nossos olhos e
como ele esqueceu nosso passado e não computa o mal a nós assim também nós
devemos fazê-lo por qualquer outro, a única maneira de vencer uma ofensa não é
reagindo mas amando. Precisamos sempre estar em processo de santificação não é
uma coisa que se faz uma vez na vida a carne está animada para dominar
novamente a sua alma caso você deixe, só conseguiremos perdoar se andarmos no
espírito, Deus não está perculpado com as aparências ele sonda os corações
aparentemente podemos fluir nos dons, parecer andar em amor mas se na realidade
for uma força Deus está nos observando e juntamente com ele uma grande nuvem
de testemunha os da antiga aliança listados em Hebreus 11 e também os que estão
mais próximos de nós e nos conhecem sem as máscaras sociais, a nós não cabe
julgar o que será julgado no tribunal de Cristo mas acertar sempre no melhor das
pessoas e acreditar que elas podem ter se arrependido e Deus o perdoou e já se
esqueceu só que ele fez então porque nós lembrariam os disso ?
O amor de Deus cobre uma multidão de pecados, quando perdoamos não
guardamos recentimento não meditamos no mal a nós caudado mas liberamos a
pessoa, a falta de perdão pode limitar as nossas respostas de orações e a nossa fé,
qualquer tipo de magoa de qualquer tamanho será matéria prima para o diabo, um
ponto muito relevante é que algumas vezes as pessoas até conseguem perdoar
outras mas tem dificuldade de perdoar a si mesmas mas se Deus nos perdoou e
escolheu esquecer do que fizemos então precisamos nos perdoar e seguir em frente
sem culpa ou condenação.

Capítulo 5
Nosso grande alvo de busca nossa prioridade devem ser o amor e existem
resultados de andarmos em amor tanto na terra quanto no por vir são ser: livre de
doenças (se você não as aceitar no seu corpo), orações respondidas e fé
desenvolvida, andar em bem estar em corpo alma e espírito. Precisamos também
guardar a língua é subjugar a carne, é mesmo que a vontade de falar mal de
qualquer pessoa venha decidir sempre falar positivo e confessar a palavra. Esse
amor infinitamente mais excelente que o amor humano também tem zelo , também
disciplina e não por isso se asemelha de maneira alguma ao amor humano, o amor
ensina.

Capítulo 6
Deixar de andar em amor pode repercussões tanto na saúde divina quanto no
recebimento da cura, se em uma ministração de concerto as pessoas não se abrem
para serem trabalhadas pela palavra elas não gerarão fé e muito provavelmente não
desfrutarão do milagre, não todas mas muitas enfermidades estão diretamente
ligadas a falta de perdão e magoa, pois sabemos que a fonte de toda e qualquer
doença não é Deus pois ele é o pai das luzes ele não muda e nele não a sombra de
variação tudo que é bom vem dele então doença não é uma dessas coisas, pelo
contrário ele é o Deus que Sara deseja curar a todos e que os seus filhos andem em
saúde divina mas a falta de perdão impede que a vontade de Deus (Cura ) seja
realizada em nossas vidas, não andar em amor também pode diminuir a sua
longevidade, prolongar seus dias andando nos estatutos do amor de Deus.

Capítulo 7
Ao ler esse livro não devemos a partir de agora sermos avaliadores sobre quem
está ou não andando em amor pois esse livro é como um espelho devemos olhar
para eele e nos ver, ver o que precisamos concertar, onde já crescemos é um livro
de aplicação Pessoal que melhorar significativamente a nossa auto avaliação para o
crescimento e preceguimos rumo ao alvo de nos exercitarmos ainda mais em andar
em amor, se começarmos a julgar as pessoas seremos julgados por Deus na
mesma medida, devemos agora pois dicernir o corpo e com siderar o outro, seu
chamado e sua eternidade superiores a nós mesmos, se ficarmos nos peruculpando
com os defeitos dos outro e esquecermos dos nossos acabaremos com muitos erros
e seremos julgados severamente por isso.

Capitulo 8
Agora pelos outros podemos fazer algo muito mais eficaz que julgar, podemos orar
principalmente pelos nossos "inimigos" e essa é outra boa forma de exercitar o
andar em amor, fazer o melhor pelas pessoas que nós fizeram o mal porque o amor
tem ação correpondente, fazer exatamente o que você deseja que fizerem a você,
essa é uma ferramenta para o amadurecimento, a bíblia diz que nós éramos
inimigos de Deus ainda sim ele nos deu seu dom mais precioso então de o seu
melhor principalmente para aquele que lhe considera mal se você só dizer o bem a
quem gosta em que será diferente dos incrédulos mas amar quem nos odeia é algo
que apenas o fruto de estar ligado a Cristo o amor pode fazer, pague o mal com o
bem, que possamos permanecer no amor e que o amor de Deus seja visto em nós e
que Deus seja louvado com isso!

Escola de Ministros Rhema Itinerante Recife


Nome: Elisabeth Vitoria de Lucena Lima
Livro: Amor, o caminho para a vitória.
Autor: Kenneth E. Hagin
Data: 21/08/2018