Você está na página 1de 74

UNIDADE I

CENTRO DE GRAVIDADE E
EQUIL ÍBRIO CORPORAL
EQUILÍBRIO

Prof.(a) Raquel Felipe de Vasconcelos Carneiro


1.Histórico do Centro de Gravidade

„ Aristóteles (384-322 a.C.)


- demonstrou notável conhecimento sobre centro
de gravidade, alavancas e leis do movimento bem
avançadas para época

„ Arquimedes (287-212 a.C)


- suas indagações incluem as leis da alavanca e
problemas associados a determinação do CG
„ Leonardo da Vinci (1452-1519)
- interesse pela estrutura do corpo humano
- estudou as proporções corporais expressos no desenho do
Homem Vitruviano
- relação entre o CG e o equilíbrio
- considerava o corpo uma obra arquitetônica e procurou analisar
seus pontos de equilíbrio
Homem Vitruviano
É um desenho famoso que descreve
uma figura masculina desnuda
separadamente e simultaneamente
em duas posições sobrepostas. A
combinação das posições dos braços
e pernas formam quatro posturas
diferentes. Isto ilustra o princípio
que na mudança entre as duas
posições, o centro aparente da
figura parece se mover, mas de fato
o umbigo da figura, que é o
verdadeiro centro de gravidade,
permanece imóvel.

Data: 1490
Técnica: Lápis e tinta
Dimensão: 34 x 24 cm
„ Galileu Galilei (1564-1643)
- desenvolveu investigações sobre o
movimento e centro de gravidade dos sólidos

„ Afonso Borelli (1608-1679)


- determinação do plano do plano transverso do
CG , em cadáveres, através de prancha
colocada sobre uma cunha de madeira como uma
gangorra
„ Segundo Borelli, o plano transverso, onde se
localiza o CG, situava-se entre o púbis e a genitália
„ Eduard (1795-1881) e Wilhelm Weber (1804-1891)
- 1°s a investigar a redução no comprimento de um músculo
durante a contração
- aperfeiçoaram o método de Borelli balanceando uma prancha
padrão de madeira, determinando primeiro o centro de massa
da prancha
- relataram que o CG humano situava-se a 56,8% da altura a
partir da região plantar
„ Christian Wilhelm Braune (1831-1892) e Otto Fischer
(1861-1917)
- importantes estudos sobre a macha humana e CG
2. Importância da determinação do CG

„ É sobre e ao redor do CG que todas as atividades


posturais estáticas e dinâmicas e todos os movimentos
acontecem

„ Em qualquer situação, é sobre esse ponto de equilíbrio


que se dá a ação da gravidade, impulsionando-o em
translação, rotação ou dotando-o de um torque
EXPERIÊNCIAS

„ Fique de pé bem junto a uma parede, tente levantar


os calcanhares e se manter desse jeito.

„ Encoste o ombro em uma parede, tente levantar a


perna mais afastada e se manter nessa posição.

„ Tocar os pés com as mãos sem dobrar os joelhos é


fácil para quem está em forma. Mas tente fazer isso
com o corpo junto a uma parede.
„ Quando o corpo faz uma trajetória no ar, é seu CG que
faz essa trajetória

„ Quando um corpo gira no ar, é ao redor do seu CG que


ele gira
„ Quando você anda ou corre, quem descreve sua
trajetória é seu centro de gravidade
„ Localização do CG é importante porque:
- mecanicamente, o corpo comporta-se como se toda sua massa
estivesse concentrada nele
- comportamento mecânico do corpo pode ser projetado seguindo-se
a trajetória do CG total do corpo
- trajetória do CG é um possível indicador de eficiência no
desempenho em vários esportes
„ Hipótese:
corredores treinados mostrariam menor deslocamento
vertical do CG durante o desempenho
- hipótese não foi documentada para corredores adultos
- em crianças entre 4 e 7 anos a oscilação vertical do CG diminui com
a idade e a concomitante maturação da corrida
„ Impulsão do salto em altura
- padrão de movimento do CG distingue o bom do mau desempenho

- usar força de reação do solo para converter a velocidade


horizontal do CG em velocidade vertical
- melhores saltos em altura empregaram tanto a inclinação quanto a
flexão do corpo imediatamente antes da impulsão
‚ para abaixar o CG e
‚ prolongar o tempo de contato do pé de apoio ( × da impulsão)
„ Impulsão do salto em distância
- movimento do CG durante impulsão é índice de resultado de
performance
- CG rebaixa em aprox. 10% da altura
normal nos passos finais da
aproximação
‚ p/ × trajetória vertical do CG
através do qual o corpo é acelerado
‚ facilitar a alta velocidade vertical
do CG na impulsão
Altura do CG do atleta durante impulso do
salto em distância
O exame da localização do CG é uma ferramenta útil para
treinadores e atletas que desejam melhorar as performances

“Projeto Atleta de Elite”, do Comitê Olímpico dos EUA, permite


que analisem a movimentação do CG, que pode distinguir um
atleta bem e mal treinado
3. Definição

„ Centro de massa
- único ponto associado a todo o corpo, em torno do qual a massa
está igualmente distribuída em todas as direções

„ Centro de gravidade
- ponto no qual pode-se considerar concentrado o peso do corpo
- ponto no qual a soma dos troques produzidos pelos pesos é igual
a zero
- CG de um objeto perfeitamente simétrico está exatamente no
centro geométrico do objeto
- CG de um objeto não está localizado sempre no seu interior
- CG do corpo humano que não é rígido, uniforme e nem simétrico é
mais difícil
„ CG do corpo humano varia com a idade
„ Variação do CG em relação a coluna vertebral
4. Torque
„ Definição
- efeito rotatório criado pela aplicação de uma força
- conhecido tb como momento da força
- algebricamente, o torque é produto da força pela distância
perpendicular da linha de ação da força ao eixo de rotação

T=F.d

- ×quantidade de torque atuando no eixo de rotação


× maior a tendência de ocorrer rotação
× maior a aceleração angular
- uma força dirigida ao eixo de rotação de um corpo não produz
torque, pois d é igual a zero
Exercitando
Calcule o torque dos exemplos abaixo

a) 10N

O,1 m

b)

10 m
„ Braço de momento
- distância perpendicular entre linha de ação da força e eixo de
rotação
- se a força não for perpendicular ?
- braço de momento tb é a distância mais curta entre linha de
ação da força e o eixo de rotação
„ Na prática do remo, por exemplo
- pequena oscilação lateral da popa (4 membros)
- causa: remos de um lado do barco ficarem mais afastados da
popa do barco do que os do outro lado
- isso causa um torque resultante sobre a polpa durante a remada
- nova configuração italiana, eliminou esta oscilação lateral

Configuração italiana
„ Torque é importante no estudo do movimento humano
- torque produz movimento dos segmentos corporais
- medida direta de forças produzidas por músculos não é prática
- medidas ou estimativas dos torques articulares resultantes
(momento articular) são freqüentemente estudados p/ investigar
os padrões de contribuição muscular

„ Durante o movimento, o torque pode ser classificado


- torque concêntrico: quando torque resultante e movimento articular
ocorrem na mesma direção
- torque excêntrico: torque em direção oposta ao movimento articular

F F
5. Calculando o Torque

„ Torque com uma força

T=F.d

„ Torque é uma grandeza vetorial


- magnitude Ö T = F x d
- direção Ö horário (+) ou anti-horária (-)
- dois ou mais torques atuando em um determinado eixo de
rotação podem ser somados usando-se as regras de composição
vetorial
„ Torque total: mais de uma força
Ex.1: Duas crianças estão sentadas em lados opostos de uma gangorra.
Se Pedro, pesando 200N, está a 1,5m do eixo de rotação da gangorra e
Joana, pesando 190N, está a 1,6m do eixo de rotação, para que lado a
gangorra cairá?

Ex. 2: Uma bailarina se coloca na 4ª posição de pés (ver figura ao lado)


para executar uma pirueta (giro sobre si mesma). Calcule
o torque criado na realização de tal giro, sabendo que a
força aplicada por cada pé é de 20N e que a distância
entre os dois pés em 4ª posição é de 0,4m.
„ Torque com forças inclinadas
- considerando o músculo da figura ao (SEN 50º = 0,7 e COS 50º = 0,6)
lado, qual o torque produzido? XO = 0,08m
F = 100N

- braço de momento não é perpendicular


a linha da força

- como calcular o torque, então?

- há dois métodos

1º : requer a resolução da força


muscular em componentes
‚ OR (componente rotatório)
‚ OS (componente estabilizador)

‚ torque = OR . OX
2º : cálculo com força original
‚ requer cálculo do braço de momento perpendicular à força
original
‚ a partir do centro de rotação X, desenhe XL perpendicular a OL
‚ determina-se o comprimento de XL através do sen 50º e
‚ torque = F. XL

(SEN 50º = 0,7 e COS 50º = 0,6)

XO = 0,08m
F = 100N
Ex.1: Um indivíduo aplicou uma força FA de 30N em uma porta de
vaivém a 0,45m de distância da dobradiça da porta. Sabendo que a foi
aplicada em um ângulo de 40º com a porta, calcule o torque
produzindo. (Sabe-se que sen 40º = 0,6)
PRÁTICAS SOBRE CG E TORQUE

Material necessário: 1 livro

Experimento 1: Coloque um livro em uma mesa ou em uma


escrivaninha. Usando dois dedos (ou um lápis), empurre no lado
do livro para criar uma força dirigida através do seu centro de
gravidade (considere o CG do livro como o seu centro). O que
acontece como resultado da força que você exerceu sobre o
livro?

Experimento 2: Agora tente novamente o experimento


anterior, só que desta vez empurre-o com seus dedos (ou um
lápis), de tal forma que a força não seja dirigida através do
centro de gravidade. O que ocorre?
PRÁTICAS SOBRE CG E TORQUE

Experimento 3: Agora repita o 1° experimento. Empurre o livro de tal


forma que a força de seus dedos seja dirigida através do centro de
gravidade do livro. Faça novamente, só que dessa vez dirija a força
para que sua linha de ação seja logo ao lado do centro, tornando-se
uma força excêntrica. Repita o experimento várias vezes, cada vez
tocando o livro de tal forma que a linha de ação da força fique mais
longe do seu centro de gravidade. Tente manter o tamanho da força
constante em cada tentativa. O que acontece?

Experimento 4: Pra reforça o conceito, tente o 3° experimento


novamente. Aplique um par de forças ao livro em qualquer
extremidade e em direções opostas. Faça novamente, só que desta
vez mova suas mãos de tal forma que a distância entre elas e as
forças que elas aplicam ao livro não seja grande. Repita várias vezes,
de tal forma que cada vez as linhas de aplicação das forças movam-se
mais perto até que, finalmente, sejam colineares. O que acontece?
PRÁTICAS SOBRE CG E TORQUE

Experimento 5: Segure o livro na sua mão direita e estenda o seu


braço direito. Agora use o polegar e o indicador de sua mão
esquerda para segurar seu cotovelo direito. Seu indicador deve ser
capaz de sentir o tendão do seu bíceps direito, e seu polegar deve
sentir a parte de trás do cotovelo, o olécrano da sua ulna. Agora
flexione seu cotovelo direito. A distância entre o polegar e o
indicador muda? Quando fica maior? Quando fica menor? Que
relação você pode estabelecer entre este experimento e a
definição de braço de momento? Os músculos possuem braço de
momento em um valor fixo para todas as posições do movimento?
Justifique suas respostas.
PRÁTICAS SOBRE CG E TORQUE

Material necessário: 1 régua, uma borracha e 10 moedas

Experimento 6: Equilibre a régua na borda da borracha. Agora


coloque uma moeda sobre a régua a 12,5cm de distância à
esquerda da borracha. O que acontece? Ainda há equilíbrio? Se
houver, de que tipo: estático ou dinâmico. Justifique suas
respostas.

Experimento 7: Agora coloque uma moeda no lado direito da


régua, 7,5cm a partir da borracha. Qual o torque resultante
atuando sobre a régua em um eixo através da borracha?
PRÁTICAS SOBRE CG E TORQUE

Experimento 8: Agora coloque outra moeda no lado direito da


régua, 5 cm à direita da borracha. O que acontece? Ainda há
equilíbrio? Se houver, de que tipo: estático ou dinâmico.
Justifique suas respostas.

Experimento 9: Tire as moedas de cima da régua. Agora


empilhe 4 moedas a 7,5cm à direita dela. Qual o torque
resultante que essas moedas criam ao redor da borracha? Se
você tivesse somente 2 moedas restantes para equilibrar a
régua, onde você as colocaria? Justifique suas respostas.
PRÁTICAS SOBRE CG E TORQUE

Experimento 10: Retire todas as moedas e coloque agora 3


moedas sobre a régua na marca de 2,5cm e 7 moedas na marca
de 20cm. Sem levantar a régua você pode determinar onde está
localizado seu centro de gravidade? Após localizá-lo, pegue a
régua no ponto encontrado e verifique se fica equilibrada em
seu dedo nessa localização.
6. Localização do CG em objetos
„ Objeto composto por um segmento
- determinado aproximadamente usando-se 2 abordagens

1. uso de um fulcro:
‚ ponto de equilíbrio p/ objeto em 3 planos diferentes
‚ CG é o ponto em torno do qual o corpo está equilibrado em
todas as direções
2. uso do fio de prumo:
‚ equilibrar certos objetos em algumas direções pode ser difícil
‚ pendurar um fio de prumo a partir do objeto em 3 diferentes
posições
‚ ponto de inserção das 3 trajetórias do fio de prumo é a
localização aproximada do CG
EXPERIÊNCIA

„ Uma moça e um rapaz devem ajoelhar-se com as mãos


para trás e derrubar a caixa de fósforos , ou qualquer
objeto bem pequeno, com o nariz sem cair, sem
desequilibrar seu corpo. Quem conseguirá ?
7. Localização do CG do corpo humano
„ No corpo humano, a determinação
do CG envolve cálculos matemáticos
complexos

„ Percentual
- homem adulto: 56 a 57% da altura
- mulher adulta: 55% da altura

„ Todo o tempo a configuração do corpo humano, bem como


a distribuição do peso, se alteram, modificando também
a localização do CG

„ Alguns procedimentos foram criados para determinar o


CG no corpo humano
„ Principais achados sobre localização de CG em posição
anatômica

- CROSKEY: CG das mulheres é 1% mais alto que dos


homens
- HELLEBRANDT: em universitárias alemãs econtrou uma
média de 55,1% da altura, numa faixa que variou de 53 a
59%
- PALMER: pesquisou 1172 (ambos os sexos, inclusive
recém nascidos e fetos) e concluiu que CG pode ser
estimado por fórmula, independente do sexo ou idade

CG = (0,557 x Altura) + 1,4cm


Em cm, a partir da região plantar
„ Linha do CG
- interseção entre planos lateral e sagital
- protocolo básico do fio de prumo
- utilizado p/ detectar
desvios posturais
„ Versão sofisticada da técnica de Borelli
- permite o cálculo da localização do plano que passa através do CG
- requer o uso de uma balança, uma prancha rígida e suportes
agudos em ambas as pontas
- cálculo compreende o somatório dos torques atuando sobre o
suporte da plataforma
- peso do indivíduo, aplicado no CG, cria um torque em uma direção
- a força de reação da balança sobre a plataforma, lida no
mostrador da balança, cria um torque em direção oposta
- plataforma tb exerce força de reação na prancha: não cria torque,
já que a distância é zero
- prancha de reação e indivíduo: equilíbrio estático
‚ soma dos dois torques atuando sobre plataforma deve ser zero
‚ distância do plano do CG do indivíduo à plataforma pode ser calculada
PROTOCOLO PARA LOCALIZAÇÃO DO CG
Método de Reynolds
„ Prancha Triangular ou Método de Davis
- diferentes posições anatômica
- prancha triangular
- três balanças zeradas
- cálculos semelhantes
9. Localização do CG dos Segmentos Corporais

„ Método segmentar
- procedimento p/determinar a localização do CG do corpo
baseado nos CGs de cada segmento do corpo
- usado rotineiramente a partir da projeção de imagens filmadas
do corpo humano
- baseia-se no conceito de que o corpo humano é composto de
segmentos individuais (cada um com seu CG individual), a
localização do CG é uma fração das localizações dos CGs
segmentares respectivos
- alguns segmentos corporais, entretanto,
são mais maciços que os outros e têm maior
influência na localização do CG total do corpo
- quando os produtos de localização do CG de cada segmento e suas
massas são somados e depois divididos pela soma de todas as massas
segmentares (massa total do corpo), o resultado é a localização do
CG total do corpo

CG total = ∑ (CG seg . Massa seg)


∑ todas as massas seg

- método segmentar é mais comumente implementado por um


programa de computador que lê as coordenadas dos centros
articulares através de um arquivo já criado
„ CG não é ponto fixo
- ao contrário, é bastante móvel
- CG se desloca p/ onde houver mais massa
10. Métodos complexos de localização do CG

Métodos informatizados associados a filmagens tri-


dimensionais e sensores especiais
Softwares para trajetória de centros de massa
segmentares
11. Definição de Equilíbrio
„ Equilíbrio
- estado que indica uma resistência a ser rolado, tombado ou
desestabilizado
- estado de repouso de um corpo solicitado por várias forças
que se anulam
- posição estável do corpo humano
- estado de um corpo que se mantém sobre um apoio, sem se
inclinar para nenhum dos lados
12. Tipos de Equilíbrio

„ Equilíbrio estático
- corpo permanece em alinhamento e sob inércia
„ Equilíbrio dinâmico
- corpo está sujeito às leis da física
- corpos em movimento com forças atuantes iguais e opostas às
forças inerciais
12.1 Equilíbrio estático

„ Corpo em movimento
- corpo será submetido a aceleração na direção da força
resultante

„ Sempre que um corpo está completamente imóvel, ele


está em equilíbrio estático

„ Corpo imóvel
- soma dos vetores de força igual a zero
- nenhuma translação ocorre, mas pode haver rotação
Forças nulas e torques não-nulos

• Fig 12.15 pág. 234


• susan
„ Há 3 condições para que um corpo esteja em
estado de equilíbrio estático

1. soma de todas as forças verticais (ou componentes de


força) atuando no corpo deve ser igual a zero

2. soma de toadas as forças horizontais (ou componentes de


força) atuando sobre o corpo deve ser igual a zero)

3. soma de todos os torques deve ser igual a zero

∑Fv = 0

∑Fh = 0

∑T = 0
Forças não-nulas e torques nulos
12.2 Equilíbrio dinâmico

„ Corpos em movimento
- equilíbrio: forças atuantes são iguais e direcionadas
opostamente às forças inerciais
- Princípio de D’Alembert

∑Fx – (m . ax) = 0
∑Fx – forças verticais ∑Fy – forças horizontais
∑Fy – (m . ay ) = 0 m – massa ax – aceleração vertical
ay – aceleração horizontal ∑TG – soma dos torques
∑TG – (I. α)= 0 I – momento de inércia α – aceleração angular

- Exemplo: mudança de força vertical no elevador


Elevador sobe = força inercial p/ baixo aumenta peso do corpo
Elevador desce = força inercial p/ cima diminui peso do corpo
„ Situações de equilíbrio dinâmico
9. Importância do Equilíbrio
„ Equilíbrio
- algumas atividades esportivas e movimentos humanos, os
atletas ou praticantes não querem ser movidos de um certo
local ou posição.
- eles querem estar em posição muito estável, de equilíbrio
„ Desequilíbrio
- outros esportes ou situações, o sucesso pode ser determinado
pela agilidade do atleta em mover-se de uma posição
- movimento menos estável, desequilíbrio
11. Estabilidade e Equilíbrio

„ Definição de estável
- não facilmente móvel ou retirado do equilíbrio, firme, mantido
- capaz de retornar ao equilíbrio ou posição original após ter sido
deslocado

„ Definição de estabilidade
- capacidade de um objeto em retornar ao equilíbrio ou à posição
original após ser deslocado
- resistência a aceleração tanto linear quanto angular ou
resistência a romper equilíbrio

„ Qualidade física equilíbrio


- capacidade individual para controlar a estabilidade
11.1 Fatores que afetam a estabilidade

„ Altura do CG
- quanto baixo o CG, maior a estabilidade
- quanto mais alto o CG,maior o torque de ruptura potencialmente
criado p/ corpo iniciar movimento angular
- em muitos esportes, atletas se agacham quando desejam
aumentar a estabilidade
„ Base de sustentação
- definição: área contida entre as bordas externas do corpo

- quando o CG move-se p/ fora da base, cria-se um torque e tende


a provocar movimento angular, rompendo a estabilidade
- quanto mais ampla for a base, maior a estabilidade
„ Diferentes bases de sustentação
- quanto mais próxima aos limites da base de suporte o CG
estiver, mais tendência ao desequilíbrio pois menor será o torque
de força necessário p/ transportá-la p/ fora da base
„ Peso do objeto
- 2ª lei de Newton (F = m.a): quanto maior a massa de um objeto,
maior a força necessária p/ produzir aceleração

- quanto maior a massa, maior a estabilidade


„ Atrito
- quanto maior o atrito, maior a força necessária p/ iniciar e
manter o movimento
- quanto maior o atrito, maior a estabilidade
pedra gelo

Você também pode gostar