Você está na página 1de 3

 

 Á 

     
 

     

 
    Ç   
Bombeiro Militar Q00/91 ROBSON RIBEIRO DAVID, RG 0016156, § 3º - Cada unidade escolar da Rede Pública Estadual de Ensino terá § 1º - A função de Secretário Escolar deverá ser exercida por servidor
do(a) DBM 1/10(ITAGUAI), a contar de 01 de Setembro de 2004 con- apenas (01) um Diretor. O quantitativo de Diretor Adjunto será definido que tenha concluído o Ensino Médio e curso específico para a fun-
forme fez público o Boletim da SEDEC/CBMERJ n° 159, de 01 de de acordo com o Anexo I da presente Resolução. ção, em órgão reconhecido, ou graduação em Pedagogia, com habi-
Setembro de 2004 de acordo com o que preceitua o inciso I e o § 1° litação em Administração Escolar e/ou Supervisão Escolar.
do art. 76, da Lei n° 880, de 25 de julho de 1985, que dispõe sobre o Art. 4º - O corpo de Assessoramento Técnico-Pedagógico que assiste
Estatuto dos Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro, por a unidade escolar será composto por: § 2º - As funções de Agente de Pessoal e Auxiliar de Agente de Pes-
estar exercendo a função de natureza e/ou interesse de bombeiro mi- soal somente poderão ser exercidas por servidores efetivos da SE-
litar. Processo nº E-27/0030/11162/2012. I - Professor Supervisor Educacional/Coordenador Pedagógico;
EDUC, desde que não haja carência no cargo de ingresso.
AGREGA à sua respectiva QBMP do Corpo de Bombeiros Militar do II - Professor Orientador Educacional/Orientador Educacional;
§ 3º - A regulamentação das funções de Agente de Pessoal e Auxiliar
Estado do Rio de Janeiro, o seguinte bombeiro militar: Subtenente
Bombeiro Militar Q00/81 NILSON FERREIRA LIMA, RG 0006856, III - Agente de Leitura; de Agente de Pessoal é estabelecida pelo Decreto nº 19.556/93 e pe-
do(a) DGP/OE, a contar de 07 de Dezembro de 2011 conforme fez la Resolução SAD nº 2.400/94, sendo o quantitativo por escola de-
IV - Professor Articulador Pedagógico.
público o Boletim da SEDEC/CBMERJ n° 124, de 07 de Dezembro de finido no Anexo IV.
2011 de acordo com o que preceitua o inciso I e o § 1° do art. 76, da § 1º - Poderão atuar na função de Coordenador Pedagógico estabe-
Lei n° 880, de 25 de julho de 1985, que dispõe sobre o Estatuto dos § 4º - A carga horária dos Agentes de Pessoal e Auxiliares de Agente
lecida no inciso I, desde que atendam os requisitos previstos no § 2º
Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro, por estar exercendo de Pessoal será de 25 (vinte e cinco) horas semanais, excetuando-se
do artigo 12 do Decreto nº 42.793 de 06 de janeiro de 2011, os Pro-
a função de natureza e/ou interesse de bombeiro militar. Processo nº os concursados em regime de 30 (trinta) e 40 (quarenta) horas se-
fessores Docentes I e os Professores Docentes II, conforme previsto
E-27/0031/11162/2012. manais, que deverão cumprir a totalidade da carga horária.
no Decreto n° 42.883, de 17 de março de, e ainda os Professores
REVERTE à sua respectiva QBMP, do Corpo de Bombeiros Militar do Assistentes de Administração Educacional I e II. § 5º - A carga horária do Secretário Escolar é de 40 (quarenta) horas
Estado do Rio de Janeiro, tendo em vista ter sido agregado por de- semanais.
serção, o 3º SARGENTO BM Q02/95 MARCIO SOARES DE MO- § 2º - Poderão atuar na função de Orientador Educacional estabele-
RAES - RG 0018856, 14ºGBM(DUQUE DE CAXIAS), a contar de 03 cida no inciso II os Professores Docentes I e os Professores Docen- § 6º - O Secretário Escolar, se detentor de 02 (duas) matrículas na
de Novembro de 2011, data em que foi preso, de acordo com a Nota tes II, graduados em Pedagogia, com habilitação em Orientação Edu- SEEDUC, poderá concentrar, a seu critério, sua segunda matrícula na
DGP/4 - JD n° 094/2012, publicada no Boletim da SEDEC/CBMERJ cacional ou especialização na área de Orientação Educacional, con- mesma unidade escolar para a qual é designado, desde que a uni-
n° 106, de 08 de Novembro de 2011, conforme o que preceitua o art forme previsto no Decreto n°. 42.883, de 17 de março de 2011, o dade funcione em 03 (três) turnos, nas seguintes situações:
82, da Lei n° 880, de 25 de julho de 1985, e em face ao resultado da Professor Assistente de Administração Educacional I, e o Professor
Inspeção de Saúde constante da Sessão N° 346/2011, datada de, 29 a) em regência de turma;
Assistente de Administração Educacional II, graduado em Pedagogia,
de Dezembro de 2011, da Junta Ordinária de Saúde e em conformi-
dade com o que estabelece o § 2° do art. 457 do Decreto Lei n° com habilitação em Orientação Educacional ou especialização na área b) em outra atividade extraclasse, caso não haja carência no muni-
1002, de 21 de Outubro de 1969(CPPM) alterado pela Lei n° 8.236 de Orientação Educacional. cípio da unidade escolar.
de 20 de Setembro de 1991. Processo nº E-08/0074/11162/2012. § 3º - Poderão atuar na função pedagógica de Agente de Leitura es- § 7º - O Secretário Escolar em unidade com funcionamento exclusi-
Id: 1277905 tabelecida no inciso III os Professores Docentes I, desde que não ha- vamente em um único turno, se detentor de 02 (duas) matrículas na
ja carência na disciplina de ingresso na unidade onde exerce a fun- SEEDUC, terá a matrícula seguinte em outra unidade escolar, poden-
ção ou em outra unidade escolar do mesmo Município, os Professores do desempenhar atividade extraclasse, caso não haja carência na dis-
Assistentes de Administração Educacional I, os Professores Docentes ciplina de ingresso, no município de sua lotação.
II e os Assistentes de Administração Educacional II.
§ 8º - Todas as unidades escolares da Rede Estadual de Ensino terão
Secretaria de Estado de Educação § 4º - Os professores designados para as funções relacionadas no direito a um Secretário Escolar, de acordo com o Decreto nº
caput deste artigo deverão cumprir carga horária de 40 (quarenta) ho- 17.301/92.
ATO DO SECRETÁRIO ras semanais, exceto aqueles que estiverem em exercício da função
Art. 7° - O corpo de professores extraclasse será constituído das se-
de Agente de Leitura, de Professor Articulador Pedagógico e os ocu-
RESOLUÇÃO SEEDUC Nº 4778 DE 20 DE MARÇO DE 2012 guintes atividades:
pantes dos cargos de provimento efetivo de Professor Supervisor Edu-
REGULAMENTA A ESTRUTURA BÁSICA DAS cacional e Professor Orientador Educacional, que deverão cumprir car- I - Auxiliar de Secretaria;
UNIDADES ESCOLARES DA REDE PÚBLICA ga horária de 25 (vinte e cinco) horas semanais excluindo-se, ainda,
II - Coordenação de Turno.
ESTADUAL DE ENSINO E DÁ OUTRAS PRO- os concursados em regime de 30 (trinta) e 40 (quarenta) horas se-
VIDÊNCIAS. manais, que deverão cumprir a totalidade da carga horária. § 1º - As atividades extraclasse de Auxiliar de Secretaria e Coorde-
nação de Turno somente poderão ser exercidas por servidores efe-
O SECRETÁRIO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atri- § 5º - Os professores designados para as funções relacionadas no
tivos da SEEDUC, desde que não haja carência no cargo de ingresso
buições legais e tendo em vista a legislação em vigor, e o contido no caput deste artigo, detentores de 02 (duas) matrículas, deverão ter
no município de lotação.
processo nº E-03/5.576/2011, sua segunda matrícula, prioritariamente, em regime de regência de
turma ou em função extraclasse, desde que não haja carência na uni- § 2º - A carga horária dos professores extraclasse nas atividades de
RESOLVE:
dade onde exerce a função ou em outra unidade escolar do mesmo Auxiliar de Secretaria e Coordenação de Turno será de 25 (vinte e
Art. 1º - Compõem a Rede Pública Estadual de Ensino todas as uni- Município. cinco) horas semanais, excetuando-se os concursados em regime de
dades escolares mantidas e administradas pela Secretaria de Estado 30 (trinta) e 40 (quarenta) horas semanais, que deverão cumprir a to-
§ 6º - O quantitativo de servidores do corpo de Assessoramento Téc-
de Educação e órgãos vinculados. talidade da carga horária.
nico-Pedagógico é definido de acordo com o Anexo II, exceto o Agen-
Art. 2º - A estrutura básica das unidades escolares da Rede Pública te de Leitura e o Professor Articulador Pedagógico previstos nos Ane- § 3° - O quantitativo de professores extraclasse para exercício das
Estadual de Ensino será constituída das seguintes funções/atividades: xos V e VI, respectivamente. atividades de Auxiliar de Secretaria e Coordenação de Turno é de-
finido pelo número de alunos da unidade escolar, de acordo com os
I. Direção; § 7º - Poderão atuar na função pedagógica de Professor Articulador
Anexos VII e VIII.
Pedagógico, estabelecida no inciso IV do presente artigo, os Profes-
II. Assessoramento Técnico-Pedagógico;
sores Docentes I, desde que não haja carência na disciplina de in- § 4° - Em casos excepcionais o quantitativo de professores extraclas-
III. Assessoramento Técnico-Administrativo; gresso na unidade onde exerce a função ou em outra unidade escolar se em atividade de Coordenação de Turno poderá ser revisto, me-
do mesmo Município, os Professores Assistentes de Administração diante avaliação da Diretoria Regional Pedagógica, com validação da
IV. Professores em regência de turma;
Educacional I, os Professores Docentes II e os Assistentes de Admi- Superintendência de Gestão da Rede e da Superintendência de Ges-
V. Professores extraclasse. nistração Educacional II. tão de Pessoas, e parecer conclusivo do Subsecretário de Gestão de
Ensino.
Parágrafo Único - O quantitativo de pessoal, em cada unidade es- § 8º - Em casos excepcionais o quantitativo de Professor Articulador
colar será fixado por esta Resolução e será revisto sempre que hou- Pedagógico poderá ser revisto, mediante avaliação da Diretoria Re- Art. 8º - É vedado o deslocamento de professores regentes para as-
ver reclassificação da unidade escolar. gional Pedagógica, com validação da Superintendência de Gestão da sumir função/atividade extraclasse, gerando ou havendo carência nas
Rede e da Superintendência de Gestão de Pessoas, e parecer con- disciplinas de ingresso, no âmbito do município da unidade escolar.
Art. 3º - O corpo de direção será constituído de:
clusivo do Subsecretário de Gestão de Ensino.
Art. 9º - O Diretor deverá aplicar à unidade escolar sob sua respon-
I - Diretor;
Art. 5º - O corpo de professores regentes será constituído por pro- sabilidade o previsto nesta Resolução e ao fazê-lo, se houver servidor
II - Diretor Adjunto. fessores habilitados, em função de regência de turma na unidade es- excedente, encaminhá-lo para relotação à Coordenação de Gestão de
colar. Pessoas da Regional.
§ 1º - A organização da Equipe de Direção obedecerá aos seguintes
critérios: § 1º - A carga horária dos professores em função de regência será Art. 10 - As atribuições do Coordenador Pedagógico, do Orientador
definida no edital de concurso público e/ou legislação específica do Educacional, do Agente de Leitura, do Professor Articulador Pedagó-
a) a carga horária do Diretor e Diretor Adjunto será de 40 (quarenta)
cargo de ingresso. gico e das atividades extraclasse de Auxiliar de Secretaria e Coor-
horas semanais;
denação de Turno estão definidas nos Anexos IX, X, XI, XII XIII e XIV
§ 2º - O quantitativo de alunos por turma obedecerá ao estabelecido
b) o Diretor de Unidade Escolar poderá acumular a segunda matrícula da presente resolução.
no Anexo III e o número de turmas definirá a alocação dos profes-
à de exercício da função, desde que a unidade escolar funcione em
sores regentes, excetuados os casos expressamente autorizados pela Art. 11 - A estrutura básica das Unidades Escolares Indígenas, dos
no mínimo dois turnos ou a que possua turno ampliado ou integral;
Subsecretaria de Gestão de Ensino. Centros de Estudos de Jovens e Adultos, das Unidades Escolares de
c) o Diretor Adjunto de unidade escolar, detentor de duas matrículas, Educação Especial, das Unidades Escolares Prisionais e aquelas de
§ 3º - O quantitativo de professores em função de regência na uni-
deverá ter sua segunda matrícula, prioritariamente, em regime de re- Medidas Socioeducativas será regulamentada por legislação específi-
dade escolar deverá estar em consonância com o número de turmas
gência de turma ou em atividade extraclasse, caso a unidade funcione ca.
e a Matriz Curricular em vigor.
em 03 (três) turnos, desde que não haja carência na unidade onde
Art. 12 - Os casos omissos serão encaminhados pela Diretoria Re-
exerce a função ou em outra unidade escolar do mesmo Município; § 4º - Os Professores Assistentes de Administração Educacional I e II,
gional Pedagógica à Superintendência de Gestão da Rede que deci-
se assim desejarem, poderão atuar em função de regência de turma,
d) o Diretor Adjunto em unidade com funcionamento exclusivamente dirá em conjunto com a Superintendência de Gestão de Pessoas e
em disciplina para a qual comprovem habilitação e onde existir ca-
em um único turno, detentor de 02 (duas) matrículas na SEEDUC, te- parecer conclusivo da Subsecretaria de Gestão de Ensino.
rência.
rá a matrícula seguinte em outra unidade escolar, podendo desempe-
Art. 13 - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação,
nhar atribuições relativas a atividades extraclasse, caso não haja ca- Art. 6º - O corpo de Assessoramento Técnico-Administrativo será
revogadas as disposições em contrário, em especial a Resolução SEE
rência na disciplina de ingresso, no município de sua lotação. constituído das seguintes funções:
nº 2336/2000.
§ 2º - As funções de Direção só poderão ser ocupadas por profes- I - Secretário Escolar;
Rio de Janeiro, 20 de março de 2012
sores efetivos da Rede Pública Estadual de Ensino, a teor do § 1º do
II - Agente de Pessoal;
art. 8º da Lei nº 1.614 de 26 de janeiro de 1990, e em consonância WILSON RISOLIA RODRIGUES
com o disposto no Decreto nº 42.793, de 06 de janeiro de 2011. III - Auxiliar de Agente de Pessoal. Secretário de Estado de Educação

ANEXO I

Classificação da UE Diretor Geral Diretor Adjunto


A 01 03
B 01 02
C 01 01
D 01 01
E 01 ---

ANEXO II

Unidade Escolar Professor Supervisor Educacional/Professor Orientador Educacio- Orientador Educacional Coordenador Pedagógico
e turnos de funcionamento nal
A * 02 02
B * 02 02
C * 01 01
D * 01 01
E * 01 01

*Onde houver o profissional habilitado, poderá ser lotado um por Unidade Escolar.
ANEXO III

Modalidade de Ensino da U.E. Nº Mínimo e Máximo de Alunos por Turma*


Educação Especial 08 - 12
Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano 20 - 30
Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano 30 - 45
Ensino Médio 30 - 45
Educação de Jovens e Adultos - Presencial 35 - 45

*Para unidades escolares de zona rural ou em municípios que só possuam uma unidade escolar poderá ser autorizada abertura de turma com número inferior ao mínimo estabelecido. Em unidades escolares inseridas
em regiões de intensa demanda poderá ser autorizada abertura de turma com número superior ao máximo estabelecido desde que a capacidade física da sala de aula comporte.
ANEXO IV

Nº Servidores Agente de Pessoal Auxiliar de Agente de Pessoal


Até 29 --- ---
De 30 a 200 01 ---
Mais de 200 01 01
    
 
    Ç  
 Á 

     
 

ANEXO V

Nº Alunos Agente de Leitura


De 50 até 200 01
De 201 até 800 02
De 801 até 1.400 03
De 1.401 a 2.000 04
Mais de 2.000 05

ANEXO VI

Turnos Nº de Alunos Professor Articulador Pedagógico


01 Até 60 alunos 01
01 De 61 até 250 02
02 De 61 até 250 02
01 De 251 até 500 02
02 De 251 até 500 02
03 De 251 até 500 03
01 De 501até 1000 02
02 De 501 até 1000 03
03 De 501 até 1000 03
01 Acima de 1001 03
02 Acima de 1001 04
03 Acima de 1001 04

ANEXO VII

Nº Alunos Extraclasse Auxiliar de Secretaria


De 200 até 800 01
De 801 até 1.400 02
De 1.401 até 2.000 03
Mais de 2.000 04

ANEXO VIII

Turnos Nº de Alunos Extraclasse Coordenação de Turno


01 Até 60 alunos ---
01 De 61 até 250 01
02 De 61 até 250 02
01 De 251 até 500 02
02 De 251 até 500 02
03 De 251 até 500 03
01 De 501até 1000 02
02 De 501 até 1000 03
03 De 501 até 1000 03
01 Acima de 1001 03
02 Acima de 1001 04
03 Acima de 1001 04

ANEXO IX - Desenvolver e colocar em execução projetos e atividades envolven- - Manter a organização do espaço físico da biblioteca escolar, aten-
do as mídias da escola (TV, Vídeo, Computador, etc.) junto aos pro- dendo a princípios de comunicação visual, sinalização, disposição de
ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO DE COORDENADOR PEDAGÓGICO
fessores e alunos da unidade escolar; mobiliário e organização do acervo;
- Articular a elaboração participativa do Projeto Pedagógico da Esco- - Assessorar os alunos na execução das tarefas.
- Operar equipamentos de audiovisuais na biblioteca escolar, quando
la;
ANEXO X houver.
- Assessorar a Direção em todas as ações pedagógicas;
ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO DE ORIENTADOR EDUCACIONAL - Realizar atividades de incentivo à leitura e formação de leitores,
- Promover a articulação e a integração das ações pedagógicas de- bem como acompanhar programas e projetos de leitura, de âmbito es-
- Participar da articulação e organização de dados da comunidade es- tadual, quando houver;
senvolvidas na unidade escolar, de acordo com a política educacional
colar, para suporte do Projeto Pedagógico;
da SEEDUC/RJ e respeitada a legislação em vigor; - Controlar e selecionar o recebimento do material bibliográfico, bem
- Promover a orientação para o trabalho, contribuindo para a articu- como efetuar o seu preparo físico, classificando-o e ordenando-o de
- Coordenar a consecução e a avaliação do Projeto Pedagógico da
lação entre o projeto pedagógico e as potencialidades do alunado; maneira a facilitar o seu acesso ao usuário e atender a padrões es-
unidade escolar;
- Promover o processo de integração escola-família-comunidade; tabelecidos pela SEEDUC, quando houver.
- Propor e executar ações junto ao corpo docente que possam ga-
rantir a implementação do Projeto Pedagógico da unidade escolar; - Participar das reuniões do Conselho de Classe, propondo alterna- - Executar procedimentos relacionados com a alimentação e operação
tivas para a melhoria do processo educacional; de sistemas informatizados de informações acerca da biblioteca, quan-
- Organizar e conduzir as reuniões do Conselho de Classe, em par- do houver;
ceria com a Direção, propondo alternativas para a melhoria do pro- - Divulgar, junto ao corpo docente, as atividades de formação conti- - Elaborar levantamento de demandas, junto à comunidade de usuá-
cesso educacional, numa perspectiva inovadora de instância avaliativa nuada, tendo em vista o aperfeiçoamento do processo pedagógico e rios, para planejamento da aquisição de obras para composição do
do desempenho dos alunos; suas articulações com o mundo do trabalho. acervo da biblioteca escolar.
- Articular as reuniões pedagógicas, oferecendo subsídios para um - Contribuir para o acesso e a permanência de todos os alunos na - Participar de todas as etapas do Plano Político Pedagógico da Uni-
trabalho pedagógico mais dinâmico e significativo; escola, intervindo com sua especificidade de mediador na realidade dade Escolar, desde a sua elaboração até a sua avaliação;
do aluno;
- Coordenar e acompanhar os horários das Atividades Pedagógicas - Participar de treinamentos e programas de atualização na área do
dos professores, viabilizando a atualização pedagógica em serviço; - Coordenar, junto com aos professores, o processo de sistematização livro/leitura quando solicitado.
e divulgação das informações sobre o aluno, para conhecimento dos
- Assessorar os professores no planejamento da recuperação da ANEXO XII
professores, pais e, em conjunto, discutir encaminhamentos necessá-
aprendizagem e da dependência, considerados os índices de avalia-
rios; ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO DE PROFESSOR ARTICULADOR PE-
ção interna e externa;
- Participar junto à comunidade escolar na criação, organização e fun- DAGÓGICO
- Organizar estratégias que garantam o apoio suplementar àqueles
cionamento das instâncias colegiadas, tais como Associações de - Contribuir com a construção, reflexão e execução do projeto político
alunos que necessitam de maior tempo para elaborar seu conheci-
Apoio/Conselhos Escolares, Grêmio Estudantil e outros, incentivando a pedagógico em todas as suas dimensões;
mento;
participação e à democratização das decisões e das relações na Uni-
- Promover a integração e a articulação entre os professores, buscan- dade Escolar; - Construir com o professor regente um plano de intervenção peda-
do a consecução de um currículo interdisciplinar; gógica que contemple a especificidade de cada aluno, identificando
- Contribuir para o desenvolvimento da auto-estima do aluno, visando estratégias eficientes para poder potencializar as aprendizagens nas
- Promover, junto ao corpo docente, atividades de formação continua- a aprendizagem e a construção de sua identidade pessoal e social; diferentes áreas de conhecimento. (professor articulador/estraté-
da, tendo em vista o aperfeiçoamento do processo pedagógico; gias/professor);
- Participar junto com a comunidade escolar no processo de elabo-
- Coordenar a escolha de livros e outros suportes didáticos, garan- ração, atualização do Regimento Escolar e utilização deste, como ins- - Atender, conforme projeto de articulação construído pela escola, os
tindo a participação dos professores e alunos, quando couber; trumento de suporte pedagógico; alunos com desafios de aprendizagem, utilizando estratégias pedagó-
- Atuar em conjunto com a Direção e a Equipe de Assessoramento - Coordenar o processo de escolha de representantes de turma (alu- gicas e tecnológicas complementares, proporcionando vivências for-
Técnico-Pedagógico, cuidando das relações entre o corpo docente, o no) com vistas ao aperfeiçoamento do processo ensino aprendiza- mativas cidadãs integradas ás atividades desenvolvidas pelo profes-
gem; sor regente. (alunos/desafios de aprendizagem/professor);
discente e o administrativo e a comunidade.
- Coordenar a elaboração, execução, acompanhamento e avaliação de - Organizar pedagogicamente o tempo e o espaço escolar, no sen-
- Avaliar os resultados obtidos na operacionalização das ações peda-
projetos, planos, programas e outros, objetivando o atendimento e tido de assegurar os processos de aprendizagem dos alunos, obser-
gógicas, visando a sua reorientação;
acompanhamento do aluno, no que se refere ao processo ensino- vando, quando for o caso, das necessidades de aprendizagens orien-
- Estimular e articular a elaboração de projetos especiais junto à co- aprendizagem, bem como, o encaminhamento dos alunos a outros tadas pelas especificidades e modalidades educativas. (tempo, espa-
munidade escolar, desde que orientados pelas diretrizes da SEEDUC; profissionais, se necessário; ço escolar/alunos);
- Elaborar, acompanhar e avaliar, em conjunto com a Direção da Uni- - Elaborar com o coordenador pedagógico e corpo docente da escola
- Participar da análise qualitativa e quantitativa do rendimento escolar,
dade Escolar, os planos, programas e projetos voltados para o de- o plano de atendimento aos alunos com desafios de aprendizagem
junto aos Professores, Coordenadores e demais educadores, visando
senvolvimento da escola, considerando os aspectos pedagógicos; ou em processo de superação. (professor articulador/coordenador pe-
reduzir os índices de evasão e repetência, qualificando o processo en-
dagógico);
- Conceber, estimular e implantar inovações pedagógicas, divulgando sino-aprendizagem;
as experiências de sucesso, promovendo o intercâmbio entre Unida- - Promover o resgate da auto-estima e a identidade cultural do alu-
- Visar o redimensionamento da ação pedagógica, coordenando junto no, visando sua integração no ambiente escolar e a sua construção
des Escolares, através da publicação em canais próprios no portal
aos demais especialistas e professores, o processo de identificação e dos conhecimentos. (professor articulador/alunos);
eletrônico da SEEDUC/RJ;
análise das causas, acompanhando os alunos que apresentem dificul-
- Promover e incentivar a realização de palestras, encontros e simi- dades na aprendizagem; - Participar da avaliação dos alunos no conselho de classes. (profes-
lares, com grupos de alunos e professores sobre temas relevantes pa- sor articulador/avaliação);
ra a cidadania e qualidade de vida; - Coordenar o processo de orientação profissional do aluno, incorpo-
rando-o à ação pedagógica; - Auxiliar a unidade escolar no atendimento e orientação aos pais e
- Promover reuniões e encontros com pais e responsáveis, visando a responsáveis;
integração escola/família para promoção do sucesso escolar dos alu- - Realizar e/ou promover pesquisas e estudos, emitindo pareceres e
informações técnicas, na área de Orientação Educacional; - Nos casos de falta eventual ou afastamentos temporários de pro-
nos. fessor efetivo da mesma disciplina, este professor deverá suprir tem-
- Dinamizar o processo de utilização das ferramentas tecnológicas à - Desenvolver o trabalho de Orientação Educacional, considerando a porariamente a carência, e nos casos de carência real ocupar defi-
disposição na escola; ética profissional. nitivamente a vaga;
- Nos casos de falta eventual de professor efetivo de qualquer dis-
- Elaborar um Plano de Gerenciamento do Laboratório de Informática ANEXO XI
ciplina, este professor deverá suprir a carência do dia, desde que mi-
Educativa da escola;
ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO DE AGENTE DE LEITURA nistre atividades de sua disciplina e de acordo com o planejamento
- Organizar os horários de utilização do laboratório; da turma.
- Executar procedimentos de organização, tratamento, disseminação,
- Auxiliar os professores na construção do planejamento das aulas a preservação, conservação e recuperação das unidades do acervo, ANEXO XIII
serem ministradas nos laboratórios; além de colaborar no controle e na conservação de equipamentos da ATRIBUIÇÕES DA ATIVIDADE EXTRACLASSE DE AUXILIAR DE
- Selecionar sites e demais recursos pedagógicos necessários ao biblioteca; SECRETARIA
cumprimento do Currículo Mínimo da SEEDUC; - Recepcionar/atender pessoas da comunidade interna e externa, - Assistir o Secretário Escolar no cumprimento de todas as suas atri-
- Coordenar, junto aos alunos e professores, a confecção da página orientando, disponibilizando e garantindo ao usuário o acesso às buições;
da escola na internet; obras do acervo; - Atender às solicitações do Secretário Escolar e da administração
da Unidade Escolar.
- Zelar pelo funcionamento dos computadores, antenas e demais equi- - Orientar os usuários sobre funcionamento, utilização de materiais,
pamentos tecnológicos existentes nas escolas; regulamento e recursos da sala de leitura, bem como divulgar material ANEXO XIV
bibliográfico recebido. ATRIBUIÇÕES DA ATIVIDADE EXTRACLASSE DE COORDENA-
- Atuar como agente responsável pelo Hardware e Software;
- Controlar empréstimos, devoluções e reserva de materiais bibliográ- ÇÃO DE TURNO
- Cuidar da manutenção do sistema instalado;
ficos, bem como cadastrar usuários e realizar a manutenção desses - Orientar e supervisionar o cumprimento das atividades ligadas à ro-
- Manter-se em contínua interação com os NTE; bancos de dados. tina escolar;
 
 Á 

     
 

     

 
    Ç   
- Orientar e supervisionar o fiel cumprimento dos horários de aula; MARIA DERLI PEREIRA, Merendeira - CIEP, mat. nº 5.013.742-1. ISIS MARIA ALVES MAIA, Prof. A.A.E. I, mat. nº 236.148-3. Proc. nº
Proc. nº E-08/220.239/2012. E-03/1.700.700/96.
- Proceder o início e o término das atividades de cada turno, garan- DELAIR AZEVEDO VIEIRA, Servente, nível I, mat. nº 198.101-8. Proc. KÁTIA MUSSI GERVASIO, Prof. Doc. I, mat. nº 914.761-2. Proc. nº E-
tindo a regularidade de entrada e saída dos educandos; 03/10.500.189/2012.
nº E-08/220.236/2012.
- Providenciar a distribuição dos profissionais ligados à rotina escolar OLGA VIEIRA LIMA, Assistente Social - DEGASE, mat. nº 835.458-1. MARTA LUCIA PINHEIRO GORITO, Prof. Doc. I, mat. nº 828.416-8 e
pelos espaços da unidade escolar para garantir o seu funcionamento Proc. nº E-08/221.407/2011. Prof. Doc. II, mat. nº 245.017-9. Proc. nº E-03/2.210.563/2008.
normal; MARIA DO ALÍVIO ROCHA ALBERTO, Assistente Social - DEGASE, HAIME DA SILVA, Servente, mat. nº 270.063-1. Proc. nº E-
mat. nº 835.417-7. Proc. nº E-08/221.489/2010. 03/10.006.407/2011.
- Prestar assistência e orientação aos docentes e discentes e demais LUCIA DIAS CARDOSO, Prof. Doc. I, mat. nº 833.787-5. Proc. nº E-
servidores da unidade escolar para a realização de suas atividades IVAMOR LIMA SILVA, Agente Socioeducativo - Masculino, mat. nº
835.804-6. Proc. nº E-08/220.160/2011. 03/14.434/2011.
diárias; MARIA CRISTINA DOMINGOS BRANDÃO, Prof. Doc. I, mat. nº
- Controlar a disciplina dos alunos e o cumprimento das normas es- DE 16/03/2012 836.929-0. Proc. nº E-03/200.277/2012.
tabelecidas, embasando-se no Regimento Escolar, registrando as in- VANIA LUCIA ALVES MOREIRA, Prof. Doc. II, mat. nº 241.635-2 e
APOSENTA CARMEN SILVIA DE ABREU FARIA, Datilógrafo, nível I, Professor Inspetor Escolar, mat. nº 960.352-3. Proc. nº E-
frações e as medidas adotadas; mat. nº 270.752-9, nos termos do § 1º, inciso I, do art. 40, da Cons- 03/10.202.531/2010.
- Assessorar a Direção da unidade escolar no acompanhamento e tituição Federal. Proc. nº E-08/220.062/2012. TERESA CRISTINA LEAL QUADROS ALMEIDA, Prof. Doc. II, mats.
controle de todas as atividades que compõem o cotidiano escolar; Id: 1277993 nºs 243.644-2 e 291.554-4. Proc. nº E-03/811.847/2009.
SONIA REGINA DE FREITAS SOARES, Prof. Doc. I, mats. nºs
- Manter a direção da unidade informada de qualquer irregularidade 249.438-3 e 285.119-4. Proc. nº E-03/2.610.418/2010.
no seu campo de atuação; DE 16/03/2012 SHIRLEY DOS SANTOS RIBEIRO, Prof. Doc. II, mat. nº 250.879-4.
- Participar das reuniões e festividades promovidas na unidade esco- APOSENTA MARIA DA GUIA MATHIAS PEIXOTO, Prof. Doc. II, C, Proc. nº E-03/814.787/2011.
lar; ref. 7, mat. n° 805.596-4, “DD”, nos termos do § 1° do inciso III, alí- CLAUDIA ALCANTARA DE CARVALHO, Prof. Doc. I, mat. nº 912.364-
nea “b” do art. 40 da Constituição Federal. Proc. n° E- 7. Proc. nº E-08/221.870/2008.
- Providenciar junto à Direção materiais solicitados pelos docentes ANGELA MARIA MELLO DE LUCA, Pedagogo - DEGASE, mat. nº
para atendimento de suas atividades pedagógicas. 03/10.100.774/2011.
835.338-5. Proc. nº E-08/220.773/2008.
Id: 1278969
APOSENTA HIRAM AMARAL CAMPOS, Prof. Doc. I, D, ref. 6, mat. SUELY DE LOURDES IEKER DA SILVA, Prof. Doc. I, mats. nºs
n° 837.793-9, “DD”, nos termos do § 1° do inciso III, alínea “b” do art. 826.504-3 e 918.828-5. Proc. nº E-03/10.501.254/2011.
40 da Constituição Federal. Proc. n° E-03/10.705.229/2011. ALESSANDRA PACHECO DA SILVA, Prof. Doc. I, mat. nº 915.305-7
SUBSECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS e Prof. Doc. II, mat. nº 5.004.858-6. Proc. nº E-08/220.056/2009.
APOSENTA FRANCISCA MARIA BERNARDO DA SILVA, Merendeira
RETIFICAÇÃO - CIEP, mat. n° 5.005.608-4, “DD”, nos termos do § 1° do inciso III, LUCIMARY ABREU MOTA, Prof. Doc. I, mat. nº 917.413-7 e Prof.
D.O. DE 14/03/2012 alínea “b” do art. 40 da Constituição Federal. Proc. n° E- Doc. II, mat. nº 805.715-0. Proc. nº E-03/6.710.335/2010.
PÁGINA 10 - 2ª COLUNA 03/10.102.036/2011. Id: 1278314
DESPACHO DO SUBSECRETÁRIO APOSENTA NEUSA TEREZA GRIEP DE SOUZA FRANCO, Prof.
DE 09/03/2012 Doc. I, C, ref. 5, mat. n° 830.924-7, “DD”, nos termos do § 1° do DESPACHOS DA SUPERINTENDENTE
Proc. n° E-03/11.400.976/2011 inciso III, alínea “b” do art. 40 da Constituição Federal. Proc. n° E- DE 14/03/2012
03/814.642/2011.
Onde se lê: ...mat. n° 915.459-2... Proc. nº-E-03/7.000.210/95-SALLY SALES ABREU DOS SANTOS,
Leia-se: ...mat. n° 946.017-1... APOSENTA MARIA EVANGELINA FERNANDES, Prof. Doc. I, D, ref. Prof. Doc. II, mat. nº 245.927-9, período base de 24/05/2005 a
6, mat. n° 829.340-9, “DD”, nos termos do § 1° do inciso III, alínea 13/7/2010.
Id: 1278017 “b” do art. 40 da Constituição Federal. Proc. n° E- Proc. n° E-03/6800030/97-ANGELA DAS GRAÇAS GUIDA DA SILVA,
03/11.400.499/2012. Prof. Doc. ll, mat. nº 188.302-4, período base de 03/04/2006 a
SUBSECRETARIA EXECUTIVA 02/04/2011.
APOSENTA CRISTINA CURADO FLEURY MARUCA, Prof. Doc. I, D, Proc. nº E-03/1.750.112/98-PATRICIA PEREIRA GOMES, Prof. Doc. ll,
SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DE PESSOAS ref. 6, mat. n° 834.440-0, “AM”, nos termos da alínea “a”, inciso III, § mat. nº 293.052-7, período base de 11/07/2006 a 10/07/2011.
1° combinado com o § 5° do art. 40 da Constituição Federal. Proc. n° Proc. nº E-03/1.750.124/98-MARCIA VALERIA MANHÃES FONSECA,
ATOS DA SUPERINTENDENTE E-03/201.984/2011. Prof. Doc. ll, mat. nº 279.948-4, período base de 27/05/2005 a
DE 16/03/2012 Id: 1277972 26/05/2010.
APOSENTA os servidores, abaixo relacionados, do Quadro Permanen- Proc. nº E-03/1.750.125/98-MARCIA VALERIA MANHÃES FONSECA,
te, nos termos do art. 6º da Emenda Constitucional nº 41/2003, com- DE 16/03/2012 Prof. Doc. ll, mat. nº 245.628-3, período base de 27/05/2005 a
binado com o § 5º, do art. 40 da Constituição Federal. 26/05/2010.
SONIA MARIA CARDOSO COSTA, Prof. Doc. I, D, ref. 9, mat. nº APOSENTA os servidores abaixo relacionados, do Quadro Permanen- Proc. nº E-03/2.810.52/98-ROSA MARIA DOS SANTOS SARDOUX,
163.081-3, “AJ”. Proc. nº E-03/10.300.290/2012. te, nos termos do art. 6º da Emenda Constitucional nº 41/2003, com- Prof. Doc. ll, mat. nº 245.971-7, período base de 24/05/2005 a
SANDRA GROSSO DE MAGALHÃES CAMPOS, Prof. Doc. I, C, ref. binado com o § 5º, art. 40 da Constituição Federal. 02/07/2010.
8, mat. nº 253.423-8, “AJ”. Proc. nº E-03/10.200.491/2012. JULIETA MENDES NEPONUCENO, Prof. Doc. II, B, ref. 7, mat. n° Proc. nº E-03/4.010.076/98-ELOIZA HELENA DA SILVEIRA FREITAS,
ELAINE ANGÉLICA VELOSO DA SILVA, Prof. Doc. II, D, ref. 9, mat. 251.837-1, “AJ”. Proc. n° E-03/810.111/2012. Prof. Doc. ll, mat. nº 251.794-4, período base de 17/10/2006 a
nº 190.203-0, “AJ”. Proc. nº E-03/10.800.334/2012. MARIA INES PAIXÃO PINNA, Prof. Doc. I, D, ref. 9, mat. n° 249.177- 16/10/2011.
MARIA DE FATIMA DA SILVA LEAL SANTOS, Prof. Doc. I, D, ref. 8, 7, “AJ”. Proc. n° E-03/810.632/2012. Proc. nº E-03/6.810.095/98-MARIA ANGELA ALVARES VIEIRA, Prof.
mat. nº 253.693-6, “AJ”. Proc. nº E-03/203.604/2011. NILSA MARIA JAUHAR POETA DE VASCONCELOS, Prof. Doc. I, C, Doc. ll, mat. nº 804.786-2, período base de 18/03/2006 a 16/03/2011.
LIBANIA CELIA DE OLIVEIRA, Prof. A.A.E. I, C, ref. 8, mat. nº ref. 8, mat. n° 254.086-2, “AJ”. Proc. n° E-03/10.300.151/2012. Proc. nº E-03/6.810.305/99- ELANE BOTELHO RAMOS- Prof. Doc. ll,
137.726-6, “AJ”. Proc. nº E-03/10.800.454/2012. SONIA DE SOUZA QUEIROZ DA FONSECA, Prof. Doc. I, D, ref. 9, mat. nº 5.024.941-6, período base de 02/06/2006 a 31/07/2011.
ROGERIA MOREIRA SOARES DE FREITAS, Prof. Doc. II, D, ref. 9, mat. n° 247.109-2, “AJ”. Proc. n° E-03/10.500.244/2012. Proc. nº E-03/1.730.329/2003-NILCÉA DA SILVA, Prof. Doc. ll, mat. nº
mat. nº 235.936-2, “AJ”. Proc. nº E-03/10.300.297/2012. ADA MARIA DA SILVA RAMOS, Prof. Doc. II, B, ref. 7, mat. n° 250.099-9, período base de 30/10/2006 a 06/01/2012.
MARIA DA GLORIA TAVARES MONTEIRO, Prof. Doc. II, D, ref. 9, 236.939-5, “AJ”. Proc. n° E-03/10.500.379/2012. Proc. nº E-03/10.402.263/2011-ANA PAULA ROSA DA SILVA GOMES,
mat. nº 237.887-5, “AJ”. Proc. nº E-03/11.400.532/2012. DAYSE LUCIDI VEIGA PEREIRA, Prof. Doc. I, D, ref. 9, mat. n° Prof. Doc. ll, mat. nº 5.020.633-3, período base de 21/03/2003 a
MARIA DA PENHA SILVA, Prof. Doc. II, B, ref. 7, mat. nº 237.961-8, 236.266-3, “AJ”. Proc. n° E-03/10.300.240/2012. 20/03/2008.
“AJ”. Proc. nº E-03/11.400.531/2012. CATIA OMENA CASTILHO DE ALMEIDA, Prof. Doc. I, C, ref. 8, mat. Proc. nº E-03/10.402.347/2011-SIMONE PEDRA SARDINHA PAULA,
VERA LUCIA RIBEIRO DA SILVA, Prof. Doc. II, C, ref. 8, mat. nº n° 231.810-3, “AJ”. Proc. n° E-03/203.148/2007. Prof. Doc. l, mat. nº 928.436-5, período base de 08/02/2006 a
251.981-7, “AJ”. Proc. nº E-03/8.614.052/2011. LUCINDA SOARES PEDROSA, Prof. Doc. II, D, ref. 9, mat. n° 22/02/2011.
LUIZA HELENA PEREIRA LOPES, Prof. Doc. II, C, ref. 8, mat. nº 243.978-4, “AJ”. Proc. n° E-03/4.510.006/2011. Proc. nº E-03/10.402.357/2011-ANA CAROLINA ALVES PEREIRA
243.427-2, “AJ”. Proc. nº E-03/810.606/2012. MARCIA XAVIER DA SILVA LOPES, Prof. Doc. II, D, ref. 9, mat. n° BARRETO, Prof. Doc. l, mat. nº 929.062-8, período base de
ROSANE SOUZA MORAES, Prof. Doc. II, A, ref. 6, mat. nº 254.903- 240.452-3, “AJ”. Proc. n° E-03/10.100.025/2012. 26/06/2006 a 10/07/2011.
8, “AJ”. Proc. nº E-03/811.491/2011. TELMA MANSO DE CARVALHO, Prof. Doc. I, C, ref. 8, mat. n° Proc. nº E-03/10.402.443/2011-ALESSANDRA DO NASCIMENTO PE-
ROSANGELA DE ASSIS ALVES, Prof. Doc. II, C, ref. 8, mat. nº 139.700-9, “AJ”. Proc. n° E-03/10.103.225/2011. REIRA MAMEDES, Prof. Doc. l, mat. 919.724-5, período base de
255.020-0, “AJ”. Proc. nº E-03/10.700.549/2012. RACHEL DO NASCIMENTO MELO, Prof. Doc. II, D, ref. 9, mat. n° 01/02/2005 a 23/04/2010.
ANA MACHADO DE BARROS DA SILVA, Prof. Doc. II, B, ref. 7, mat. 233.243-5, “AJ”. Proc. n° E-03/8.610.138/2012. Proc. nº E-03/10.402.448/2011-ZILDIMAR DA SILVA WILLEMEN MEN-
nº 235.038-7, “AJ”. Proc. nº E-03/10.500.285/2012. HILCINEA LOPES BARBOZA, Prof. Doc. II, D, ref. 8, mat. n° DONÇA, Prof. Doc. l, mat. nº 919.954-8, período base de 01/02/2005
MARIA JOSÉ DIAS MAGALHÃES, Prof. Doc. I, C, ref. 8, mat. nº 281.272-5, “AJ”. Proc. n° E-03/10.102.932/2011. a 22/03/2010.
230.334-5, “AJ”. Proc. nº E-03/10.800.321/2012. NORMA LUCIA DIAS DE OLIVEIRA, Prof. Doc. II, D, ref. 8, mat. n° Proc. nº E-03/10.403.306/2011-VANESSA AZEVEDO DA SILVA, Prof.
SILVIA HELENA DA SILVA CÊIA, Prof. Doc. II, D, ref. 9, mat. nº 294.174-8, “AJ”. Proc. n° E-03/10.300.322/2012. Doc. l, mat. nº 914.604-4, período base de 26/08/2005 a 07/10/2010.
247.960-8, “AJ”. Proc. nº E-03/10.100.431/2012. DENISE BRANDÃO DOS SANTOS, Prof. Doc. I, D, ref. 9, mat. n° Proc. nº E-03/10.403.375/2011-JULIO GUSTAVO AUGUSTO DA SILVA
LENI MARIA DA CONCEIÇÃO GEGE, Prof. Doc. II, C, ref. 7, mat. nº 40.033-3, “AJ”. Proc. n° E-03/10.800.437/2012. SANTOS, Prof. Doc. l, mat. nº 292.031-3, período base de 26/06/2006
255.111-7, “AJ”. Proc. nº E-03/10.700.166/2012. LUZIA SUELI NANI, Prof. Doc. II, B, ref. 7, mat. n° 108.716-2, “AJ”. a 25/06/2011.
MAISA HELENA RIBEIRO GOMES DA SILVA, Prof. Doc. II, C, ref. 8, Proc. n° E-03/810.380/2012. CONCEDO 03 (TRÊS) MESES DE LICENÇA ESPECIAL
mat. nº 234.311-9, “AJ”. Proc. nº E-03/10.500.283/2012. EDNA MARCIA CORDEIRO DE SOUSA, Prof. Doc. II, D, ref. 8, mat.
IMA DE OLIVEIRA QUINTANILHA LILA, Prof. Doc. II, C, ref. 8, mat. n° 254.068-0, “AJ”. Proc. n° E-03/10.300.149/2012. Proc. nº E-03/1.700.365/96-RITA DE CASSIA MARTINS RANGEL RA-
nº 235.076-7, “AJ”. Proc. nº E-03/10.500.289/2012. ELISA CRISTINA MOREIRA BAHIA VIANNA, Prof. Doc. I, D, ref. 9, MOS, Prof. Doc. ll, mat. nº 292.781-2, período base de 15/08/2000 a
VANIA LUCIA CORGUINHA QUINTELLA, Prof. Doc. II, B, ref. 7, mat. mat. n° 254.861-8, “AJ”. Proc. n° E-03/810.624/2012. 29/08/2010.
nº 188.967-4, “AJ”. Proc. nº E-03/10.500.367/2012. EDNIR MACHADO DO AMARAL, Prof. Doc. II, B, ref. 6, mat. n° Proc. nº E-03/1.720.099/2000-MARIA TEREZA VIANA DOS SANTOS,
MARIA JOSÉ SERTÃ DE CASTRO, Prof. Doc. II, D, ref. 9, mat. nº 804.354-9, “AJ”. Proc. n° E-03/810.711/2012. Servente ll, mat. nº 1.203.819-6, período base de 02/08/97 a
236.727-4, “AJ”. Proc. nº E-03/10.500.227/2012. ELIZABETH VIDAURRE FRANCO, Prof. Doc. I, D, ref. 8, mat. n° 01/08/2007.
CARLOS ALBERTO SILVA MONTEIRO, Prof. Doc. I, D, ref. 9, mat. nº 808.262-0, “AJ”. Proc. n° E-03/810.631/2012. Proc. nº E-03/6.810.056/2000-MARCIA DE LOURDES CHAVES RAN-
172.266-9, “AJ”. Proc. nº E-03/10.204.359/2011. LUCIA DE FATIMA GARAVITO NUNES, Prof. Doc. II, D, ref. 9, mat. GEL DE OLIVEIRA, Prof. Doc. ll, mat. nº 236.051-9, período base de
n° 157.703-0, “AJ”. Proc. n° E-03/10.204.435/2011. 16/05/99 a 15/05/2009.
Id: 1277987 MIRIAM CRISTINA CHACTOURA NUNES, Prof. Doc. II, B, ref. 7, Proc. nº E-03/9.500.014/2003-JOCELMA TELES RIBEIRO DA SILVA,
mat. n° 255.922-7, “AJ”. Proc. n° E-03/810.771/2012. Prof. Doc. ll, mat. nº 804.771-4, período base de 01/02/2001 a
DE 15/03/2012 RAIMUNDA ALVES DE SOUZA, Prof. Doc. I, D, ref. 9, mat. n° 31/01/2011.
243.703-6, “AJ”. Proc. n° E-03/10.800.241/2012. Proc. nº E-03/10.403.555/2011-MARCELO ABREU GOMES, Prof. Doc.
APOSENTA os servidores abaixo relacionados, nos termos do § 1º, REGINA DA CONCEIÇÃO RANGEL ERNESTO, Prof. Doc. I, D, ref. 9, l, mat. nº 839.072-6, período base de 12/07/99 a 11/07/2009.
inciso I, do art. 40, da Constituição Federal. mat. n° 518.954-3, “AJ”. Proc. n° E-03/10.404.243/2011. CONCEDO 06 (SEIS) MESES DE LICENÇA ESPECIAL
SELMA DO NASCIMENTO, Prof. Doc. I, nível C, ref. 4, mat. nº SONIA CAMPOS TEIXEIRA, Prof. Doc. II, C, ref. 8, mat. n° 234.703-
845.324-3. Proc. nº E-08/220.217/2012. 7, “AJ”. Proc. n° E-03/10.104.906/2010. Proc. nº E-03/10.404.033/2011-DENISE CRIVELARIO DA SILVA, Prof.
SELMA DO NASCIMENTO, Prof. Doc. I, nível C, ref. 5, mat. nº MARIZA DE CASTILHO RODRIGUES, Prof. Doc. I, D, ref. 9, mat. n° Doc. l, mat. nº 243.957-8. Concedo 09 (nove) meses de licença es-
186.022-0, “AJ”. Proc. n° E-03/10.700.556/2012. pecial relativa aos períodos base de 22/05/85 a 31/05/90 e de
826.746-0. Proc. nº E-08/220.218/2012. MARIA JOSÉ ROCHA DA VEIGA, Prof. Doc. II, B, ref. 7, mat. n° 01/06/90 a 31/05/2000.
MARIA ALICE DE CARVALHO LIMA, Prof. Doc. II, nível B, ref. 6, 73.403-8, “AJ”. Proc. n° E-03/810.360/2012.
mat. nº 291.292-1. Proc. nº E-08/220.219/2012. MARIA LUZIA RODRIGUES MANHÃES, Prof. Doc. II, B, ref. 7, mat. Proc. nº E-03/10.400.756/2012-ARENI PINTO DE CAMPOS COSTA,
MARIA ALICE DE CARVALHO LIMA, Prof. Doc. II, nível B, ref. 6, n° 253.962-5, “AJ”. Proc. n° E-03/10.300.152/2012. Prof. Doc. Ll, mat. nº 169.319-1. Concedo de 18 (dezoito) meses de
mat. nº 281.196-6. Proc. nº E-08/220.220/2012. licença especial relativa aos períodos base de 01/11/78 a 20/11/83; de
Id: 1277996 16/06/85 a 22/09/96 e de 23/09/96 a 02/12/2011.
LEYLA MARINA ROSA BARBOZA, Prof. Doc. I, nível D, ref. 6, mat.
nº 838.329-1. Proc. nº E-08/222.102/2011. Proc. nº E-03/1.703.98/95-DILMA BATISTA DOS SANTOS, Prof. Doc.
LEYLA MARINA ROSA BARBOZA, Prof. Doc. I, nível D, ref. 6, mat. DE 16/03/2012 Il, mat. nº 46.860-6. Concedo 21 (vinte e um) meses de licença es-
nº 825.537-4. Proc. nº E-08/222.103/2011. APOSENTA os servidores abaixo relacionados, no Quadro Permanen- pecial relativa aos períodos base de 15/07/76 a 13/08/81; de 14/08/81
te, nos termos do art. 6° da Emenda Constitucional n° 41/2003. a 06/09/86 e de 07/09/86 a 05/11/2011.
DENISE LEANDRO RABELLO, Prof. Doc. II, 40 horas, mat. nº
5.011.215-0. Proc. nº E-08/220.216/2012. NAZARETH SANTOS DE OLIVEIRA, Servente I, mat. n° 276.243-3, Proc. nº E-03/950.063/2006- JANUZIA GOMES DOS SANTOS SERA-
VERA LUCIA DE OLIVEIRA BRITTO, Prof. Doc. II, nível D, ref. 8, “AD”. Proc. n° E-03/10.103.591/2011. FIM, Servente l, mat. nº 5.005.368-5.
mat. nº 290.939-8. Proc. nº E-08/221.987/2011. VILMA PERES DE ALMEIDA, Servente I, mat. n° 1.203.235-5, “AD”. Proc. nº E-03/1.701.568/94-NORMA REGINA BATISTA DOS SANTOS,
Proc. n° E-03/10.700.150/2012. Servente l, mat. nº 1.204.934-2.
MARCIA GONÇALVES FRANCO ARAUJO, Prof. Doc. II, nível C, ref. Id: 1277963 Proc. nº E-03/1.720.293/2000-ODINEA ARRUDA BENSI, Merendeira,
8, mat. nº 197.116-7. Proc. nº E-08/222.060/2011. mat. nº 5.005.677-9.
ANTONIO AUGUSTO DE BARCELLOS, Prof. Doc. I, nível C, ref. 8, DE 16/03/2012
mat. nº 2.689.-8. Proc. nº E-08/220.207/2012. INDEFIRO OS PROCESSOS
NOEMIA SANTOS DE AQUINO , Servente - CIEP, mat. nº 5.011.280- APOSENTA os servidores abaixo relacionados, do Quadro Permanen- Proc. nº E-03/10.400.791/2012-ANGELA TEREZA MENEZES CARNEI-
4. Proc. nº E-08/222.176/2011. te, nos termos do art. 3° da Emenda Constitucional nº 47/2005. RO REGO, Prof. Doc. Il, mat. nº 292.586-5.
MARIA APARECIDA DE ALMEIDA, Prof. Doc. I, D, ref. 9, mat. nº Proc. nº E-03/10.400.801/2012-JOZANGELA ALVES PESSANHA DOS
CLAURINDA FERREIRA DE SOUZA, Merendeira, nível I, mat. nº 235.202-9, “AR”. Proc. nº E-03/10.800.368/2012.
270.575-4. Proc. nº E-08/220.206/2012. SANTOS, Servente, mat. nº 205.991-3.
MARIA ANTONIETA GOMES CORREA, Prof. Doc. II, B, ref. 7, mat. Proc. nº E-03/10.400.820/2012-LEILA SANTOS HENRIQUES DE LI-
AURENIR DA SILVA GREGÓRIO, Merendeira - CIEP, mat. nº nº 185.866-1, “AR”. Proc. nº E-03/10.302.500/2011. MA, Prof. Doc. I, mat. nº 249.282-5.
5.000.822-6. Proc. nº E-08/220.257/2012. SHIRLEY ARAUJO DE SABOIA, Auxiliar Apoio Educacional I, mat. nº Proc. nº E-03/10.400.837/2012- JOSÉLIA DE FÁTIMA SILVA RIBEI-
MARIA DE FATIMA LOPES DE SOUZA, Merendeira, nível I, mat. nº 272.509-1, “AR”. Proc. nº E-03/811.955/2011. RO, Prof. Doc. ll, mat. nº 245.700-0.
270.732-1. Proc. nº E-08/220.205/2012. CELIA MARIA SILVA DE OLIVEIRA, Prof. Doc. II, C, ref. 8, mat. nº
MARIZET IGNÁCIO DE SOUSA PEREIRA, Agente Auxiliar Adminis- 187.953-5, “AR”. Proc. nº E-03/10.500.206/2012. CONCEDO DE ALTERAÇAO DE NOME
LEIA PIRES PINHEIRO, Servente I, mat. nº 1.200.467-7, “AR”. Proc. Id: 1277714
trativo, nível I, mat. nº 272.475-5. Proc. nº E-08/220.029/2012. nº E-03/10.500.232/2012.
ELISABETE PAULA ARAUJO SÃO PEDRO, Servente nível I, mat. nº MARIA DA CONCEIÇÃO MARGARIDO, Prof. Doc. II, A, ref. 6, mat. DIRETORIA DE PAGAMENTO
1.200.905-6. Proc. nº E-08/222.132/2011. nº 186.600-3, “AR”. Proc. nº E-03/10.500.247/2012.
RITA CASSIA ABREU DE SOUZA, Prof. A.A.E. II, nível B, ref. 7, mat. ELIANE DE CASTRO SILVA, Servente I, mat. nº 1.004.002-0, “AR”. DESPACHOS DA DIRETORA
nº 503.074-7. Proc. nº E-08/221.991/2011. Proc. nº E-03/11.203.913/2010. DE 16/03/2012
CRISTINE PINHO ERTHAL, Prof. Doc. II, 40 horas, mat. nº ROSANGELA FERREIRA PAES AZEVEDO, Prof. A.A.E. II, C, ref. 8,
5.013.205-9. Proc. nº E-08/221.946/2011. mat. nº 153.036-9, “AR”. Proc. nº E-03/10.705.385/2011. Proc. n° E-03/200.599/2011 - ROSA MARIA SOUZA BRAGA, ex-ser-
GERALDA DA SILVA GARCIA, Servente I, mat. nº 1.201.635-8, “AR”. vidor mat. n° 846.600-5.
MARIA DAS GRAÇAS PIMENTEL ZUDIO, Prof. Doc. II, 40 horas,
Proc. nº E-03/10.300.333/2012. Proc. nº E-03/3.430/2011 - VINICIUS CARVALHO DA SILVA E SOU-
mat. nº 5.022.930-1. Proc. nº E-08/220.215/2012. MARIA CELI BARROS DA MOTTA, Prof. Doc. I, C, ref. 8, mat. nº ZA, ex-servidor mat. nº 955.502-0.
ERMELINDA OLIVEIRA AMARAL, Prof. Doc. I, nível C, ref. 7, mat. nº 232.936-5, “AR”. Proc. nº E-03/810.605/2012. Proc. nº E-03/4.924/2011 - CAROLINE MOREIRA VIEIRA, ex-servidor
831.820-6. Proc. nº E-08/222.094/2011. MARIA MORAES DE ALMEIDA, Servente I, mat. nº 1.201.391-8, mat. nº 896.351-4.
ORLANDO COUTO DA COSTA, Agente Socioeducativo - Masculino, “AR”. Proc. nº E-03/3.610.346/2006. Proc. nº E-03/10.203.359/2009 - ALEXSANDRA FERNANDES TELES,
Id: 1277982
mat. nº 817.506-9. Proc. nº E-08/220.208/2012. ex-servidor mat. nº 831.637-4.
JOSELICE SILVA SOUZA, Merendeira - CIEP, mat. nº 5.011.566-6. Proc. nº E-03/1.410.789/2008 - ANTONIO AMADO DE SOUZA, ex-
DE 19/03/2012
Proc. nº E-08/220.214/2012. servidor mat. nº 805.074-2.
JOCÉLIA SANT'ANNA DE JESUS, Merendeira, nível I, mat. nº REDUZ, em 50% (cinquenta por cento), a carga horária de trabalho Proc. nº E-03/10.401.577/2009 - ADRIANA LOPES BARRETO REBEL,
270.598-6. Proc. nº E-08/220.212/2012. dos servidores, nos termos do Decreto nº 14.870 de 01 de junho de ex-servidor mat. nº 826.008-5.
ROSIMERI DA CONCEIÇÃO SANTOS SOARES, Inspetor de Alunos, 1990 e da Resolução SEEDUC nº 3979/2008, pelo período de 12 (do- Proc. nº E-03/11.203.906/2008 - ALVIMAR ROCHA DA ROSA, ex-ser-
nível I, mat. nº 284.372-0. Proc. nº E-08/220.213/2012. ze) meses a contar da data da publicação. vidor mat. nº 831.434-6.
SHIRLEY MARINS DIAS, Servente, nível I, mat. nº 272.112-4. Proc. ISA SERPA LEITE, Prof. Doc. II, mat. nº 255.352-7. Proc. nº E- Proc. nº E-03/5.780/2010 - ADRIANA DA SILVA MARIA PEREIRA, ex-
nº E-08/220.240/2012. 03/10.800.593/2008. servidor mat. nº 5.009.812-8.