Você está na página 1de 28

Sumário

3 Mensagem ao Leitor

Projeto Político Pedagógico – PPP:


4 o que é?

Princípios
8 Básicos Estruturantes

O PPP
8 na Gestão Democrática

Planejamento
9 institucional

Trabalho coletivo
11 e colaborativo

Educação Integral, Cidade


12 Educadora e Território Educativo

Componentes
16 do PPP

Papéis
20 e Responsabilidades

Desafio
22 do Leitor

Mensagem
26 Final
Mensagem ao Leitor

Olá, seja bem-vindo(a)! Você já ouviu falar do Projeto Político


Pedagógico – PPP? Já ajudou a elaborar algum? Na instituição
em que você atua, como anda o PPP?

Embora seja uma obrigatoriedade nas instituições de ensino,


as Organizações da Sociedade Civil – OSCs, que também
desempenham papel educacional, precisam planejar suas ações
por meio desse documento, que funciona como um direcionador.

Pensando nisso, este conteúdo visa apresentar os conceitos


básicos, os objetivos e as características do Projeto Político
Pedagógico, além de explicitar os princípios estruturantes desse
documento. A ideia é que, a partir deste conteúdo, você tenha os
conhecimentos necessários para começar a pensar no processo
de elaboração de um PPP.

Ou, se a OSC já possui o documento, este material pode


apoiar o processo de revisão do mesmo, buscando a melhoria
contínua dele.

Boa leitura!

3
Projeto Político
Pedagógico – PPP

É um documento construído uma ferramenta de planejamento


coletivamente por todos os essencial para o aprimoramento
membros da comunidade das práticas educacionais, pois
(gestores, educadores, crianças, é ele que define todas as ações
adolescentes e suas famílias, pedagógicas e serve como
além de parceiros do território), referencial para guiar o trabalho
que visa transformar a educação de uma determinada instituição.
pública. É um guia para nortear o O documento apresenta,
desenvolvimento das atividades portanto, todos os objetivos,
idealizadas para o período que diretrizes e ações que devem
foi planejado (de dois a cinco ser implementados durante o
anos). O PPP nada mais é que processo educativo.

4
Projeto Político Pedagógico: o que é?

Reunião de propostas que visam à realização de


Projeto
uma ação durante determinado período.

Refere-se à função social das instituições que


atuam diretamente em processos educativos.
Está relacionado à possibilidade de fazer da
Político
instituição um espaço emancipatório, que atua
na formação de cidadãos ativos na construção
da sociedade.

Define o conjunto de métodos a serem


Pedagógico utilizados e as atividades necessárias ao
processo educativo.

5
A construção de um Projeto Político Pedagógico
precisa revelar tanto a realidade da instituição
como da comunidade do entorno. Além disso,
ele precisa ser discutido democraticamente
por todos os envolvidos, de forma a encaminhar
ações e soluções que contemplem o desejo da
maioria.

Logo, o PPP deve ser resultado de reflexões


e planejamentos coletivos, em que todos
participem e estejam engajados no processo.

A elaboração do projeto não pode ser


concentrada na figura de uma só pessoa,
pois isso pode representar sérios riscos ao
compromisso com o interesse de todos.

O Projeto Político Pedagógico é a


identidade de uma instituição e se
consolida no dia a dia, ou seja, a partir de
ações do cotidiano. 

É um documento em constante construção e que


necessita de um trabalho em equipe para mantê-lo vivo
e em pleno funcionamento.

6
Projeto Político Pedagógico: o que é?

O Projeto Político Pedagógico precisa


ser constantemente monitorado,
avaliado e reelaborado com vistas a
novos objetivos. 

7
O PPP na Gestão
Democrática
Uma gestão democrática é aquela que prioriza a participação do
coletivo em todas as ações e decisões. Nesse sentido, a aplicação
do Projeto Político Pedagógico deve ser garantida por uma gestão
democrática, que possibilite a participação ativa de todos na
elaboração do documento. Esse tipo de gestão descentralizada faz
de uma instituição um espaço mais aberto ao diálogo e participativo.
Por isso, é necessário que os gestores criem um ambiente que
estimule a participação de toda a comunidade externa nas decisões
importantes.

Transformar a OSC
em uma instituição
democrática é
compartilhar as
decisões, as conquistas
e os fracassos; é integrar
todos os membros da
comunidade em torno de
um projeto coletivo, que
apoia o desenvolvimento
integral dos sujeitos que
ali estão.

8
Princípios Básicos Estruturantes

A gestão democrática precisa


permear o trabalho das OSCs que
atuam na educação. É por meio dela
que a comunidade é inserida nas
tomadas de decisão e acompanha de
perto os problemas enfrentados no
dia a dia, assim como a instituição
também acompanha as dificuldades
enfrentadas pela comunidade. É a
partir desse diálogo que a instituição
pode planejar ações contextualizadas,
que tenham relevância e pertinência
para os sujeitos e para o território onde
ela está inserida.

Planejamento institucional

Um dos princípios básicos a tomada de decisão e mobilizar a


estruturantes para uma gestão comunidade interna e externa de uma
educacional democrática eficaz instituição para atingir os resultados
é o planejamento institucional. almejados.

Planejar é essencial para se O planejamento pode ser realizado


colocar em prática uma gestão por uma pessoa física (em
democrática que realmente seja âmbito pessoal) ou uma pessoa
efetiva. Além disso, é um método jurídica (nesse caso, de forma
gerencial capaz de incorporar as institucionalizada).
mudanças do ambiente, orientar

9
Planejar significa organizar
as ações para o futuro com
vistas a uma transformação
desejada. Essa transformação Missão
Propósito ou razão de ser de
pode incluir ou retirar
uma instituição.
condições, ou ainda promover
correções para que se obtenha
melhores resultados conforme
os objetivos estabelecidos.

O planejamento institucional
Valores
deve ser orientado por três Convicções, crenças, aquilo em
princípios princípios (veja que a maioria das pessoas da
ao lado). instituição acredita.

O Projeto Político Pedagógico


precisa ser alinhado com o
planejamento institucional, a
missão, os valores e a visão de
futuro da instituição para que Visão de Futuro
as ações sejam coerentes, ou Descrição da posição futura
desejada pela instituição.
seja, não conflitem entre si.

10
Princípios Básicos Estruturantes

Trabalho coletivo e colaborativo

Para que a gestão educacional O trabalho só é coletivo


seja democrática de fato, ela quando, além de possibilitar a
precisa ser implementada por participação da coletividade
meio de um trabalho coletivo e na elaboração e execução de
colaborativo. Esse trabalho, na propostas, propicia também a
OSC, é aquele concretizado por oportunidade de participação na
um grupo de pessoas diversas tomada de decisão.
(comunidade, voluntários,
alunos, coordenadores, entre Sendo assim, alguns fatores são
outros) com um objetivo importantes no mecanismo de
comum. Consiste em um atuação da equipe, como respeito,
grupo de pessoas dispostas a empatia e assertividade.
atuar em conjunto.

11
1
Educação Integral,
Cidade Educadora e
Território Educativo

Educação integral é uma e social). Nesse sentido, o Projeto


concepção de educação Político Pedagógico é o grande
que coloca o indivíduo no alicerce para que a instituição
centro do processo e busca faça as conexões e articulações
o desenvolvimento dele em necessárias para compreender
todas as dimensões (física, o indivíduo em toda a
emocional, intelectual, cultural sua complexidade.

12
Princípios Básicos Estruturantes

Educação integral X Escola em tempo integral

É fundamental diferenciar a equidade, contemporaneidade,


educação integral da educação inclusão e sustentabilidade, a
em tempo integral. educação integral reconhece o
papel que outras instituições,
A primeira deve ser em parceria com a escola,
compreendida como um desempenham na formação de
processo formativo, que tem crianças e adolescentes.
como foco os sujeitos que
aprendem – suas histórias, Já a educação em tempo
culturas, identidades, desejos integral diz respeito à ampliação
e anseios – e que se volta da jornada dos estudantes na
para o desenvolvimento deles escola, em uma configuração
nas dimensões física, social, que assume diferentes
intelectual, cultural e emocional. formatos nas redes de educação
Orientada pelos princípios da do Brasil.

13
13
Sabemos que a escola não
consegue responder sozinha
por toda a complexidade que
envolve o desenvolvimento
integral do ser humano. Por
isso, associa-se a concepção
de educação integral à proposta
de uma cidade educadora. Ou
seja, à noção de que o território
desempenha um papel formativo
na vida das pessoas e que é
preciso, portanto, que exista
uma rede de aprendizagem que
se corresponsabilize e apoie a
escola nesse processo.

Saber que toda a cidade educa


faz com que estejamos atentos
para aproveitar as oportunidades
educativas presentes nos
territórios, seja nas organizações
sociais, nos equipamentos de
cultura, saúde e assistência, e
até mesmo na rua, nos parques e
nas praças!

14
Princípios Básicos Estruturantes

Saiba mais!

O movimento das cidades


educadoras, iniciado
na década de 1990, em
Barcelona, despertou a
consciência de que as
pessoas que moram em
cidade são educadas:

Pelo modo como as


ruas, vielas e praças são
estruturadas e usadas.

Pelos serviços públicos


que a cidade possui e
como eles são oferecidos.

Pelas diferentes formas


como os moradores
habitam, trabalham,
locomovem-se e se
comunicam.

15
O documento que apresenta o
Projeto Político Pedagógico deve
ser claro, objetivo e ter como
aspiração garantir que todos –
de dentro e de fora da instituição
– possam compreender os
elementos que orientam a sua
atuação.

É importante ressaltar que não


existe uma forma certa ou única
de estruturar o PPP e que os
elementos a seguir são uma
sugestão construída a partir de
boas práticas:

16
Componentes do PPP

17
7
1
Instituição
Nome, endereço completo e CNPJ da instituição.

Modelo de Governança
Pode ser informado por meio de um organograma.

Condições de Infraestrutura
Listagem de instalações, equipamentos e veículos,
além da origem dos recursos para manter o
funcionamento da OSC.

Quadro Completo de Colaboradores


Equipe administrativa e financeira, gestores,
assistente social, psicólogos, terapeuta ocupacional,
fonoaudiólogos, educadores, equipe de apoio,
voluntários, entre outros.

Breve Descrição da História da OSC


Contexto de fundação da OSC, demandas encontradas
no momento histórico da fundação e motivação para
a escolha da missão.

18
Componentes do PPP

Missão, Visão e Valores


Informar esses três elementos justifica o trabalho
proposto pela instituição e contribui para que ele tenha
sentido.

Marcos Legais e
Documentos Orientadores
Fundamentação teórica e bases legais da atuação da
instituição.

Contexto (Território e Público)


Informações sobre a comunidade, o bairro e o
município onde a OSC está inserida, além de dados
sobre as características do público atendido (faixa
etária, condição socioeconômica, escolaridade, meios
de transporte etc.).

Diretrizes e Práticas Pedagógicas


Reconhecimento, levantamento e sistematização das
atividades pedagógicas presentes na instituição.

Plano de Ação
Informar todos os objetivos e metas priorizados para
os próximos dois anos, descrevendo a duração, os
responsáveis e as etapas de cada um.

19
A construção do PPP deve ser realizada de forma
colaborativa, envolvendo todos os interessados e
contemplados pela atuação da instituição.

Confira, a seguir, os principais envolvidos.

Educandos: crianças, adolescentes,


jovens e adultos, sujeitos principais
do processo educativo da OSC.

Educadores: educadores,
profissionais da manutenção,
da cozinha e do atendimento
multidisciplinar (nutricionista,
assistente social, psicólogos etc.).

Equipe gestora: os responsáveis pela


gestão pedagógica e administrativa
da OSC.

20
Papéis e Responsabilidades

Famílias: mães, pais ou responsáveis.

Comunidade externa: a comunidade


do entorno do espaço educativo;
pessoas e entidades que podem estar
envolvidas direta ou indiretamente no
processo educativo da instituição;
parceiros.

Em um PPP orientado pela educação integral, to-


dos os colaboradores da instituição são conside-
rados educadores, ainda que tenham atribuições
ligadas à manutenção do espaço ou aos proces-
sos administrativos.

21
Desafio ao Leitor

22
Agora que você já sabe o que é o Projeto Político
Pedagógico e os principais conceitos e princípios que
envolvem esse documento, analise as afirmativas abaixo
considerando se são verdadeiras ou falsas. Depois,
avance para ver as respostas.
O Projeto Político Pedagógico é um documento constru-
ído individualmente por cada um dos membros da co-
munidade.

A gestão democrática faz da instituição um espaço mais


aberto ao diálogo e participativo.

Educação integral é a concepção de educação que colo-


ca o educador no centro do processo e busca o desen-
volvimento dos estudantes.

O trabalho só é coletivo quando possibilita a participa-


ção da coletividade na elaboração e execução de pro-
postas e na tomada de decisão.

Os três princípios que orientam o planejamento institu-


cional são missão, valores e visão de futuro.

É comum associar as ideias de educação integral e cida-


de educadora, pois a educação integral pressupõe que a
cidade, como um todo, é uma grande sala de aula.

O desenvolvimento integral das cinco dimensões (física,


emocional, intelectual, cultural e social) dos estudantes
é responsabilidade unicamente dos espaços dedicados
à educação.

23
Desafio ao Leitor

Justificativas

O Projeto Político Pedagógico é um documento cons-


F truído individualmente por cada um dos membros
da comunidade.

O PPP é um documento construído coletivamente por


todos os membros da comunidade.

A gestão democrática faz da instituição um espaço mais


V aberto ao diálogo e participativo.

É por meio dela que a comunidade passa a ser inserida


nas tomadas de decisão e acompanha de perto os pro-
blemas enfrentados pela instituição.

Educação integral é a concepção de educação que colo-


F ca o educador no centro do processo e busca o desen-
volvimento dos estudantes.

Educação integral é a concepção de educação que co-


loca o indivíduo no centro do processo e busca o de-
senvolvimento dele em todas as dimensões (física,
emocional, intelectual, cultural e social).

24
O trabalho só é coletivo quando possibilita a participação
V
da coletividade na elaboração e execução de propostas e
na tomada de decisão.

Uma das definições de coletivo é pertencente a muitas


pessoas. Ou seja, para o trabalho ser coletivo, ele tem
que ser feito a várias mãos.

Os três princípios que orientam o planejamento institu-


V cional são missão, valores e visão de futuro.

O planejamento é orientado pela missão, pelos valores e


pela visão de futuro da instituição.

É comum associar as ideias de educação integral e cida-


V de educadora, pois a educação integral pressupõe que a
cidade, como um todo, é uma grande sala de aula.

Todas as cidades educam e, por isso, devem ser aprovei-


tadas as oportunidades educativas presentes no entor-
no da instituição.

O desenvolvimento integral das cinco dimensões (física,


F emocional, intelectual, cultural e social) dos estudantes é
responsabilidade unicamente dos espaços dedicados à
educação.

O desenvolvimento integral dos estudantes não é de res-


ponsabilidade exclusiva dos espaços dedicados à edu-
cação, mas também da comunidade externa.

25
Como foi visto, o Projeto Político Pedagógico é um
importante instrumento para indicar caminhos
e soluções para mudar a realidade na qual a
instituição está inserida.

É importante ter em mente que ele deve ser


pensado e elaborado com a participação de
todos, sendo que cada um tem um papel e uma
responsabilidade a cumprir. Além disso, é um
projeto vivo, ou seja, ele deve ser constantemente
acompanhado e revisto.

26
26
Mensagem Final

Então, que tal rever


aquele PPP que
está desatualizado
ou inacabado? Ou
melhor: que tal
começar um
do zero?

27