Você está na página 1de 39

Como

 elaborar  um  
projeto  de  pesquisa?  
Demétrio  de  Abreu  Sousa  
Formação  Con6nuada  
O  que  é  ciência  a8inal?  (A.F.  Chalmers)  
•  O  conhecimento  é  derivado  dos  dados  da  experiência.  
•  Conhecimento  cien@fico  é  conhecimento  provado.  
Indu%vismo  

•  Admite  que  a  observação  é  orientada  pela  teoria  e  a  pressupõe.  


Essas  teorias  devem  ser  testadas  por  observação  e  experimentação.  
Falsificacionismo   •  A  ciência  progride  por  tenta6va  e  erro,  por  conjecturas  e  refutações.  

•  O  mundo  Jsico  é  como  é  independentemente  de  nosso  


conhecimento  dele.  
Realismo  não-­‐ •  A  medida  em  que  as  teorias  são  aplicáveis  ao  mundo,  são  aplicáveis  
representa%vo   dentro  e  fora  das  situações  experimentais.  
O  Que  é  o  método  cientí8ico  e  
posso  me  libertar  dele?  
•  Feyerabend  –  Teoria  Anarquista  do  Conhecimento  
•  A  idéia  de  que  a  ciência  pode  e  deve  ser  governada  de  acordo  
com  regras  fixas  e  universais  é  simultaneamente  não-­‐realista  e  
perniciosa:  
•  Não  realista,  pois  supõe  uma  visão  por  demais  simples  dos  talentos  
do  homem  e  das  circunstâncias  que  encorajam  ou  causam  seu  
desenvolvimento.  
•  Perniciosa,  pois  a  tenta6va  de  fazer  valer  as  regras  aumentará  
forçosamente  nossas  qualificações  profissionais  à  custa  de  nossa  
humanidade.  

•  A  idéia  é  prejudicial  a  ciência,  pois  negligencia  as  complexas  


condições  8sicas  e  históricas  que  influenciam  a  mudança  
cien>fica.  
Porém….  
•  O  indivíduo  nasce  numa  sociedade  que  existe  antes  dele  e  
que,  neste  sen6do,  não  é  escolhida  livremente.  

•  O  posi6vismo  está  enraizado  em  nossa  sociedade  e,  


principalmente,  nas  universidades  brasileiras.  

•  O  método  tradicional  exige  um  molde  específico  de  projeto  


para  execução  da  pesquisa.  

•  Estamos  limitados  pela  propriedade  de  instrumentos,  a  


quan6dade  de  dinheiro  disponível,  a  capacidade  e  
comprome6mento  dos  assistentes,  polí6cas  internas  e  
externas….  
Para  tentar  romper  as  
limitações…  
•  Estabelecemos  parcerias  

•  Buscamos  soluções  

•  Submetemos  nossos  projetos  aos  órgãos  


fomentadores    
•  Estamos  sujeitos  a  direcionar  nossas  pesquisas  
visando  o  sucesso  de  aprovação  de  projetos  
Esquema  geral  da  pesquisa  
Formular a pergunta

Divulgar resultados

Interpretar
resultados

Realizar a pesquisa
Qual  o  primeiro  passo?  
•  Ter  uma  boa  ideia  –  no  sen6do  de  dar  uma  
alterna6va  que  soluciona  eficazmente  uma  
questão.  

•  Geralmente,  as  pesquisas  fazem  descrições  de  


fenômenos  parHculares  para  demonstrar  
conceitos  mais  universais  já  estabelecidos.  

Boas  ideias  nascem  da  experiência  pessoal  e  diversidade  de  leitura  


•  O Projeto de Pesquisa é um documento
que tem por finalidade antever e metodizar
as etapas operacionais de um trabalho de
pesquisa. Nele, você irá traçar os
caminhos que deverão ser trilhados para
alcançar seus objetivos.
•  O documento permitirá a avaliação da
pesquisa pela comunidade científica e será
apresentado para se obter aprovação e/ou
financiamento para sua execução ou
aprovação em seleção de mestrado/
doutorado .  
Para  que  fazer  o  projeto  de  
pesquisa  
Esquema  geral  
•  Título  provisório  
•  Tema  e  delimitação  do  estudo  
•  Problema  do  trabalho  
•  Hipóteses  ou  pressupostos   INTRODUÇÃO  
•  Jus6fica6va  
•  Obje6vos  (gerais  e  específicos)  
•  Revisão  da  literatura  
•  Metodologia  (ou  método)  
•  Cronograma  
•  Orçamento  
•  Equipe  de  trabalho  
•  Referências  
Escolha  do  tema  e  do  problema  
•  A  visão  clara  do  tema  completa-­‐se  com  a  sua  formulação  
em  termos  de  problema.  Ou  seja,  o  tema  escolhido  deve  
ser  “problema6zado”.  

•  É  original?  
•  É  relevante?  
•  Ainda  que  seja  interessante,  é  adequado  para  mim?  
•  Tenho  hoje  possibilidades  reais  para  executar  tal  
estudo?  
•  Existem  recursos  financeiros  para  a  inves6gação  do  
tema?  
•  Terei  tempo  suficiente  para  inves6gar  tal  questão?  
•  Um  problema  decorre  de  um  aprofundamento  
do  tema  (por  isso  orientadores,  em  geral,  
apresentam  sugestões  de  problemas  mais  
elaborados  do  que  seus  orientados)  
•  O  problema  deve  ser  claro  e  preciso.  Pergunta  
muito  vasta  pode  ser  dificil  de  ser  respondida.  
•  Liste  os  assuntos  de  interesse  e  determine  quais  
estão  relacionados  à  pergunta  de  problema  que  
você  formulou.  
Formulação  de  hipóteses  
•  São  respostas  provisórias  sobre  as  possíveis  soluções  do  
problema  formulado  
•  É  posi6vista  acreditar  que  as  respostas  sempre  serão  
obje6vas  
•  Pode  ter  uma  ou  mais  hipóteses  
•  São  elaboradas  a  par6r  de  fontes  diversas:  observação,  
resultados  de  outras  pesquisas,  teorias,  costumes.  
•  Devem  ter  conceitos  claros  
•  Devem  ser  específicas  
•  Não  deve  se  basear  em  valores  morais  –  mas  pode  ser  
formulada  a  par6r  de  costumes,  cultura  ou  prá6cas  
sociais  
•  Deve  ter  como  base  uma  teoria  que  a  sustente  
Justi8icativa  
• Argumentos  em  defesa  de  seu  trabalho  

• Por  que  seu  trabalho  é  relevante?  

• Quais  as  contribuições  trará  a  pesquisa?  

• Deve  indicar  a  importância  geral  do  tema;  


importância  do  tema  no  contexto  
específico.  
Justi8icativa  
• Pode  criar  indicadores  de  produção  para  o  
assunto  estudado.  

• A  forma  de  jus6ficar  em  pesquisa  que  


produz  maior  impacto  é  aquela  que  
ar6cula  a  relevância  intelectual  e  prá6ca  
do  problema  inves6gado  à  experiência  do  
inves0gador  
Objetivos  
• Todo  projeto  deve  a%ngir  o  obje%vo.  E  o  
obje6vo  de  qualquer  projeto  cien@fico  é  
basicamente:  descrever  algo  ou  testar  
alguma  hipótese.  

• O  obje6vo  deve  estar  em  consonância  com  


a  metodologia  de  estudo,  PORÉM  não  
transformados  em  ro6nas  de  conduta  
técnica,  metodológica.  
Objetivos  geral  e  especí8icos  
• Obje6vo  geral  –  variaveis  teóricas  
•  Exemplo:  aprendizagem  

• Obje6vos  específicos  –  variáveis  


operacionais  
•  Exemplo:  notas  em  prova,  respostas  
corretas  em  classe,  soluções  de  problemas  
prá6cos  
Exemplos  de  Objetivos  a  serem  
evitados  
• Elaborar  um  ques6onário  para  avaliação  
da  condição  socioeconômica  das  famílias.  

• Aplicar  provas  de  várias  disciplinas  para  


saber  o  desempenho  escolar  do  aluno.  

• Quan6ficar  o  número  de  eletrodomés6cos  


na  casa  de  cada  família  da  amostra  
Revisão  da  literatura  
Coletar  
informações  

Funções  
essenciais  
da  revisão  

Construir  
Testar  o  grau  de   conhecimento  
originalidade   original  
Onde  fazer  a  revisão…  

Web  of   • www.webonnowledge.com  


• Nem  todos  os  arquivos  estão  disponíveis  
Science   mesmo  pelo  portal  Capes  

• hpp://www.sciencedirect.com  
ScienceDirect   • Vários  livros  também  estão  disponíveis  

• hpp://www.scielo.br  
SciELO   • Disponibilidade  gratuita  
• Também  possui  indicadores  de  acessibilidade  
Dicas  para  a  revisão  
• Busque  as  palavras-­‐chave  que  estejam  
relacionadas  com  seus  obje6vos  e  6po  de  
pesquisa.  

• Se  cadastre  na  base  de  dados  para  poder  


criar  alertas  de  pesquisa  semanal.  

• Refine  a  busca  com  termos  AND,  OR  e  


NOT.  
Dicas  para  a  revisão  
• Indicar  exclusivamente  as  obras  que  terão  
influência  na  coleta  e  análise  de  dados  e  
aquelas  que  ajudarão  a  dar  sustentação  ao  
problema  e  às  hipóteses  levantadas.  

• Fazer  uso  de  “tabelão”  de  sumário  da  


literatura  
Metodologia  ou  Método?  
•  Opnião  pessoal  –  é  a  parte  mais  importante  do  
projeto  

•  Você  mostrará  como  será  executada  a  pesquisa  


e  o  desenho  metodológico  que  se  pretende  
adotar:  será  do  6po  quan6ta6va,  qualita6va,  
descri6va,  dialé6ca,  explica6va  ou  exploratória.  
Será  um  levantamento,  um  estudo  de  caso,  uma  
pesquisa  experimental,  etc.  
Principais  elementos  da  
metodologia  
• Definição  da  amostragem  

• Coleta  dos  dados  

• Organização  e  análise  dos  dados  


Metodologia  ou  método?  
•  Defina  em  que  população  (universo)  será  
aplicada  a  pesquisa.  Explique  como  será  
selecionada  a  amostra  e  o  quanto  esta  
corresponde  percentualmente  em  relação  à  
população  estudada.    

•  Indique  como  pretende  coletar  os  dados  e  que  


instrumentos  de  pesquisa  pretende  usar:  
observação,  ques6onário,  formulário,  
entrevistas.  Elabore  o  instrumento  de  pesquisa  e  
anexe  ao  projeto.  
Metodologia  ou  método?  
• Indique como irá tabular os dados e
como tais dados serão analisados.

• Indique os passos de desenvolvimento


do modelo ou produto se a dissertação
ou tese estiver direcionada para tal
finalidade.
Custos  ou  orçamentos  
•  Item  obrigatório  em  projetos  que  pleitam  
financimento  para  sua  realização  

•   Prever  possiblidade  e  custo  de  frete  

•  Os  gastos  são  agrupados  em  categorias,  


exemplo:  
•  Material  de  consumo  
•  Material  permanente  
•  Diárias  
Cronograma  
Título  e  Introdução  
•  Por  que  falar  do  @tulo  e  da  introdução  só  
agora???  

•  Título  
•  Altamente  importante  
•  É  o  que  vai  mo6var  o  avaliador  a  con6nuar  a  
ler  seu  projeto  
•  Deve  ser  uma  síntese  precisa  da  proposta  
•  Sempre  deve  procurar  o  aspecto  mais  
específico  do  assunto,  não  o  mais  geral  
•  Introdução  
•  Serão  apresentados  o  tema  de  pesquisa,  o  problema  a  
ser  pesquisado  e  a  jus6fica6va.  
•  Contextualize,  abordando  o  tema  de  forma  a  
iden6ficar  os  mo6vos  ou  o  contexto  no  qual  o  
problema  ou  a(s)  questão(ões)  de  pesquisa  foram  
iden6ficados.  
•  Permita  que  se  tenha  uma  visualização  situacional  do  
problema.  Restrinja  sua  abordagem  apresentando  a(s)  
questão(ões)  que  fizeram  você  propor  esta  pesquisa.  
Referências  
• ABNT  vigente  
• EndNote  web  
 
 
O  pesquisador  também  é  
empreendedor  
•  Espírito  cria6vo  e  pesquisador  
•  Inicia6va  
•  Corre  riscos  calculados  
•  Exigência  de  qualidade  e  eficiência  
•  Paixão  pelo  que  faz  
•  Foco  
•  Persistência  
•  Aprendizado  constante  
•  Imagina-­‐se  vencedor  
•  Autoconfiança  
•  Visão  de  vários  cenários  
•  É  proa6vo  
Referências  
•  VOLPATO,  G.  Ciência:  da  filosofia  à  publicação.  São  Paulo:  
Cultura  Acadêmica,  2013.  377  p.  
•  MINAYO,  C.  S.  et  al.  Pesquisa  social:  teoria,  método  e  
cria%vidade.  Petrópolis:  Vozes,  1994.  80  p.  
•  CHALMERS,  A.  F.  O  que  é  ciência  afinal?  São  Paulo:  
Brasiliense,  1993.  225  p.  
A.  F.  Chalmers  

“Nós  começamos  confusos,  e  terminamos  


confusos  num  nível  mais  elevado”