Você está na página 1de 43

CLIENTE:

BR DISTRIBUIDORA - PETROBRAS
PROJETO:
EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS
OBRAS CIVIS E DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A
IMPLEMENTAÇÃO DE MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE
AUTOMAÇÃO DA BASE DE CAMAÇARI - BACAM
NO CONTRATO:
4600115253
REVISÃO: PÁGS. DATA
00 02 á 41 10 / 02 / 2010

TITULO

P.C.M.A.T
PROGRAMA DE
CONDIÇÕES NO
MEIO AMBIENTE
DE TRABALHO

ANÁLISE CRÍTICA /
ELABORAÇÃO: APROVAÇÃO:
RESPONSABILIDADE TÉCNICA

Cleverson Santos de Queiroz Mauricio Alcântara Macena José Bezerra de Araújo Junior
Téc. Segurança Engenheiro de Seg. do Trabalho Engenheiro
CREA – 39.890/TD - BA CREA – 33.936/D - BA CREA – 8872/D - MT
CLIENTE:
BR DISTRIBUIDORA - PETROBRAS
PROJETO:
EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS
OBRAS CIVIS E DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A
IMPLEMENTAÇÃO DE MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE
AUTOMAÇÃO DA BASE DE CAMAÇARI - BACAM
NO CONTRATO:
4600115253
REVISÃO: PÁGS. DATA
00 02 á 41 10 / 02 / 2010

SUMÁRIO Páginas

1 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 2

2 INTRODUÇÃO / OBJETIVO / COMUNICAÇÃO PRÉVIA 3

3 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIAS / COMPROMISSOS 4

4 RESPONSABILIDADES 5

5 DESCRIÇÕES DOS POSTOS DE TRABALHO – FUNÇÕES - ATIVIDADES 6

6 ESTRUTURA DO PCMAT / DESENVOLVIMENTO 7

7 ESTRATEGIAS / METODOLOGIA DE AÇÃO 8

8 MEMORIAL DESCRITIVO 11

9 ETAPAS DA OBRA / RISCOS E CONTROLES 14

10 MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS 20

11 SERVIÇOS NA ÁREA OPERACIONAL 25

12 TRABALHOS NOTURNOS / E.P.C's / E.P.I's 26

13 EXTINTORES DE INCÊNDIO / CIPA 31

14 SINALIZAÇÃO 32

15 TREINAMENTO / ORDEM E LIMPEZA 33

16 RELAÇÃO DAS FUNÇÕES 34

17 GRUPO SIMILAR DE EXPOSIÇÃO AO RISCO 35

18 PLANO ANUAL DE AÇÕES 36

19 CONCLUSÕES 37

ANEXOS

 Recomendações Uso da Serra Circular

 Medidas de Proteção Coletiva contra Quedas – Guarda - Corpo

 Medidas de Proteção Contra Queimaduras – Conj. Oxi-Corte

 Equipamentos de Proteção – Sustentação Cabo Guia Altura


Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA:

Razão Social: Selco Engenharia Ltda

CNPJ: 01.303.940/0004 – 65

Sede: Rua das Violetas nº 9999 - Planalto II - Catu- BA

Cep: 48.110-000

Código de Atividade: 42.92-8-02

Atividade: Obras de montagem industrial

Grau de Risco: 04

Telefone: 71 3652-7894

Número de Empregados: Inicialmente 40 funcionários – Pico da Obra Estimam 90 funcionários

Local de trabalho: BR DISTRIBUIDORA PETROBRAS - BASE DE CAMAÇARI – BACAM


Rua Benzeno, 1.070 – Pólo Petroquímico de Camaçari – Camaçari – BA

2
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

1. INTRODUÇÃO

A Norma Regulamentadora no 18 (NR-18), da Portaria no 3.214, de 08 de junho de 1978, contempla os


requisitos a serem seguidos para a elaboração e cumprimento do PCMAT - Programa de Condições e
Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção, onde estabelece diretrizes de ordem
administrativa, de planejamento e de organização, que objetivam a implementação de medidas de
controle e sistemas preventivos de segurança nos processos, nas condições e no meio ambiente de
trabalho na Indústria da Construção.

O sistema de segurança e higiene no trabalho é um conjunto de subsistemas que, providos de recursos


e regras mínimas, atuam em harmonia entre si e com outros sistemas e visam através planejamento e
desenvolvimento de ações, prevenir acidentes do trabalho, doenças ocupacionais e incidentes críticos
em todas as atividades de uma empresa, de modo a satisfazer as necessidades da própria empresa no
aspecto da integridade física e da qualidade de vida de seus trabalhadores.

Entretanto devemos tornar este sistema dinâmico, incrementando-o com o fluxo de informações e
dados tais que seja possível desenvolver, avaliar e controlar todo o conjunto de ações necessárias
para tornar prática e viável a atuação da segurança e higiene do trabalho, bem como planejar e
implementar providências preventivas coletivas que eliminem os riscos ocupacionais inerentes.

Somente assim é que as organizações podem realizar e garantir a gestão da higiene e segurança do
trabalho, dentro dos padrões de qualidade.

2. OBJETIVO

Tem como objetivo estabelecer os métodos de trabalho e as devidas medidas de proteção (individuais
e coletivas), para se obter a eliminação, ou a minimização dos agentes agressivos que possam causar
doenças ocupacionais e as possíveis condições de risco de acidente do trabalho.

Este trabalho foi elaborado visando atender, inicialmente a legislação de Saúde e Segurança no
Trabalho vigente, mas exatamente a NR-18 – Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da
Construção PCMAT, portaria SSST/MTB de 08/06/78. Atualizada conforme a portaria nº 04 SSST/MTB
de 07/07/95, contempla também as exigências contidas na NR-09 Programa de Prevenção de Riscos
Ambientais PPRA.

3. COMUNICAÇÃO PRÉVIA

A comunicação à Delegacia Regional do Trabalho - DRT/PR foi realizada pelo Selco através de
documento oficial protocolado na Superintendência Regional do Trabalho datado em 07/02/2011
contendo:

endereço correto da obra; dados da contratante; tipo de obra; datas previstas do início e conclusão da
obra; número máximo previsto de trabalhadores na obra.

3
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

4. DOCUMENTOS DE REFRÊNCIA

Lei 6.514 de 12 de dezembro de 1977, que alterou o capítulo V do Título II da CLT – Consolidação das
Leis do trabalho, seção I artigos 157 a 201.
Portaria 3.214 de 08 de junho de 1978:
NR-07 - PCMSO - Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional;
NR-09 - PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais;
Contrato Petrobrás Nº 4600115253
PPRA – Selco 2011

5. COMPROMISSOS

Do Empregador:

É compromisso da empresa, atender toda legislação trabalhista e previdenciária, visando à


preservação da segurança e da saúde dos seus colaboradores. Nenhum empregado deve trabalhar em
atividade que ele reconheça que não seja segura ou saudável. A DIREÇÃO da empresa deverá
proporcionar os recursos necessários e suficientes para a segurança e a saúde das pessoas. O
empregador deverá aceitar a responsabilidade de liderança do Programa de Prevenção de Riscos
Ambientais, para proporcionar proteções necessárias e assegurar condições seguras e saudáveis no
ambiente de trabalho. Deve providenciar proteções mecânicas, físicas ou medidas de natureza
coletiva, visando à prevenção de acidente do trabalho ou doenças ocupacionais. Deve realizar
inspeções periódicas nas suas instalações para reconhecer, eliminar ou controlar os riscos ambientais
que possam interferir na saúde ou na segurança dos empregados. Treinar todos os empregados para
atuarem preventivamente, visando à proteção da saúde e segurança. Fornecer gratuitamente aos
empregados os Equipamentos de Proteção Individual - EPI e instruir os mesmos para seu uso correto.
Desenvolver e executar procedimentos de saúde e segurança, exigindo que os empregados cooperem
no cumprimento dos mesmos, como condição de emprego. Investigar os acidentes, incidentes ou
doenças ocupacionais relacionados com os riscos abordados, para encontrar as causas e corrigir os
problemas, a fim de prevenir novas ocorrências.

Dos Empregados:

São responsáveis por executarem as suas tarefas obedecendo às instruções, procedimentos e normas
de segurança da empresa. O empregado tem obrigação de cumprir todas as normas pertinentes à
saúde, segurança e preservação do meio ambiente, como condição de emprego. O sucesso do
controle dos riscos ambientais depende da colaboração dos empregados na detecção de situações de
risco após e durante o controle dos mesmos. Todos os empregados deverão informar a sua liderança,
qualquer risco que não seja possível corrigir imediatamente. Participar dos treinamentos definidos pela
empresa, buscando incorporar a percepção dos riscos abordados no programa. Contribuir com
informações de situações de riscos ambientais que possa provocar uma lesão ou doença ocupacional
em si ou nos colegas de trabalho.

4
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

6. RESPONSABILIDADES

Engenheiros

Tem a responsabilidade plena pela execução do contrato / obra, dentro dos padrões mínimos de
segurança e higiene do trabalho, atendendo as exigências legais de e demais exigências contratuais.
Também são responsáveis pelo planejamento e implantação das medidas preventivas de riscos
gerados durante a execução dos serviços com o assessoramento e apoio do SEESMT.

Mestres / Encarregados / Técnicos

São diretamente responsáveis pela orientação e controle das medidas preventivas recomendadas para
execução de serviços e pela adequada utilização dos EPC e EPI pelas equipes sob sua orientação,
devendo participar de forma ativa para que os trabalhos sejam desenvolvidos satisfatoriamente com
qualidade, no prazo e sem acidentes.

Demais membros do quadro efetivo da obra

Colaborar na implantação desse programa, atendendo e aplicando as medidas de segurança


recomendados pelo Programa PCMAT e demais instruções relativas a execução das atividades de
forma segura, garantindo ainda o prazo e qualidade dos serviços.

5
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

7. DESCRIÇÃO DO POSTO DE TRABALHO / FUNÇÕES / ATIVIDADES

DESCRIÇÃO DO
POSTO DE DESCRIÇÃO DAS
SETOR FUNÇÕES EXISTENTES
TRABALHO/ ATIVIDADES
LOCALIZAÇÃO
ENGENHARIA/

Sala climatizada,
iluminação artificial, bom Engenheiro Gerenciamento da Obra
layout, limpeza e higiene.
ADMINISTRATIVO

Assistente Administrativo, Técnico


Sala climatizada, em Segurança, Técnico
Todos os serviços administrativos
iluminação artificial, bom Planejamento, Aux. de
relacionados a obra,
layout, limpeza e higiene Suprimentos, Aux. Planejamento,
Apontador.
MONTAGEM, PINTURA

Encarregado de tubulação e
Atividades em galpão e
caldeiraria, Soldador RX,
pipe shop com ventilação Montagem tanques e tubulações,
E CIVIL

Soldador TIG, Ajudante prático,


natural, iluminação manutenção e pintura em
Ajudante comum, Encanador,
artificial e natural e estruturas metálicas e tubulações
Lixador, Maçariqueiro, Pintor,
atividades em campo enterradas e aéreas.
Caldeireiro, Montador de
aberto.
Andaime, Pintor.
MOVIMENTAÇÃO
DE CARGA

Atividades na área Motorista, Motorista de caminhão Conduzir carros leves e pesados,


campo aberto. munck. operar caminhão munck, etc.

Executa atividades
CIVIL

relacionadas a pequenas Encarregado de civil, Carpinteiro,


Obras Civis em Geral
obras com escopo civil Armador, Pedreiro, Ajudantes.
Campo Aberto
ELÉTRICA

Eletricista, Instrumentista,
Atividades em campo
Encarregado, Eletricista
aberto, Oficinas e Instalações Elétricas
Montador, Eletricista de Força,
Estações
Instrumentista,

6
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

8. ESTRUTURA DO PCMAT

9. DESENVOLVIMENTO

O Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (PCMAT), foi


elaborado e implementado por profissional qualificado, visando estabelecer os riscos de acidentes e de
doenças ocupacionais e suas respectivas medidas preventivo e de controle, nas condições e no meio
ambiente de trabalho das atividades e operações de construção, conforme estabelecido no item 18.3
da NR 18.

O PCMAT contempla nesta fase da obra as evidências, os registros do cumprimento das exigências
básicas contidas na NR-18 Programa de Programa de Condições no Meio Ambiente de Trabalho,
sendo desenvolvido com a participação dos trabalhadores.

7
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

10. ESTRATEGIAS

Para o desenvolvimento e aplicação do PCMAT deverá ser observado:

Coletar informações sobre o ambiente de trabalho, suas atividades e condições que possam gerar
efeitos adversos a saúde.

Avaliar qualitativa e quantitativamente os agentes agressivos, suas propriedades físico-químicas e


limites de tolerância aplicáveis.

Contemplar informações contidas no mapa de riscos, quando estas forem pertinentes.

Coletar junto aos funcionários, quando for possível, sugestão de medidas preventiva quanto aos riscos
ambientais.

Considerar as informações do PCMSO.

11. METODOLOGIA DE AÇÃO

As ações do PCMAT serão gerenciadas pelo Gerente do Contrato com o apoio do SESMT.

Mensalmente, serão realizadas reuniões para avaliação da evolução da aplicação das condições
exigidas no PCMAT.

Para o desenvolvimento do PCMAT serão observadas as seguintes etapas:

Antecipação dos Riscos

Todos os projetos de novas instalações, métodos ou processos de trabalho, ou de modificações nos


processos já existentes, deverão ser analisados, antes da sua implantação, visando identificar os riscos
potenciais e a introduzir medidas de proteção para a sua redução ou eliminação.

Reconhecimento dos Riscos

Mediante a realização de inspeções, auditorias e laudos de análise ambiental quando for o caso, será
realizado o reconhecimento dos riscos potenciais. O reconhecimento contemplará a avaliação
quantitativa e qualitativa:

Avaliação Qualitativa

O reconhecimento dos riscos ambientais contém os seguintes itens:

A sua identificação, principalmente através de inspeções mensais nos ambientes;

A determinação e localização das possíveis fontes geradoras do risco;

A identificação das funções e determinação do número de funcionários expostos;

8
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

A caracterização das atividades, a freqüência da realização e do tipo de exposição;

A obtenção de dados existentes na empresa, indicativos de comprometimento da saúde decorrente do


trabalho, principalmente junto ao PCMSO E PPRA;

Os possíveis danos à saúde relacionados aos riscos identificados, disponíveis na literatura técnica;

A descrição das medidas de controle existentes.

Avaliação Quantitativa

Será realizada sempre que necessário para:

Comprovar o controle da exposição ou a inexistência dos riscos identificados na etapa reconhecimento;

Dimensionar a exposição dos funcionários;

Subsidiar o correto equacionamento das medidas de controle.

Estabelecimento de Prioridades e Metas de Avaliação e Controle

As prioridades serão definidas com base nos efeitos dos agentes de risco, na freqüência de exposição,
na quantidade de funcionários expostos e nos dispositivos de proteção existentes, observando-se as
prescrições da NR-15.

Depois de identificados os riscos ambientais serão feitos as avaliações quantitativas ou qualitativas e


as respectivas recomendações de medidas de controle a serem adotadas, quando necessário.

Avaliação dos riscos e da exposição dos funcionários

Para a realização das avaliações quantitativas serão utilizadas metodologias reconhecidas nacionais
ou internacionalmente.

Para a avaliação dos agentes físicos, serão usadas metodologias específicas definidas pela
Fundacentro (NHT’s). Para os agentes químicos, devido a inexistência de metodologias nacionais,
serão usadas as do NIOSH - National Institut for Ocupational Safety and Health ou da OSHA.

A avaliação quantitativa dos riscos ambientais e das exposições dos funcionários será realizada
através de medições nos ambientes de trabalho comparadas com os limites de tolerância
estabelecidos pela legislação em vigor laudadas no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais –
PPRA seguindo o seu cronograma.

Implantação das Medidas de Controle e Avaliação da sua Eficácia

As medidas de controle recomendadas, em função da avaliação dos riscos existentes, serão


implantadas pelo Gerente do Contrato.

9
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

Medidas de Proteção Coletiva

O estudo, desenvolvimento e implantação das medidas de proteção coletiva obedecerão à seguinte


hierarquia:

a) Medidas que eliminem ou reduzam a utilização ou formação de agentes prejudiciais à saúde;

b) Medidas que previnam a liberação ou disseminação desses agentes no ambiente de trabalho;

c) Medidas que reduzam os níveis ou a concentração desses agentes no ambiente de trabalho.

A implantação de medidas de controle coletivo deverá ser acompanhada de treinamento dos


funcionários quanto aos procedimentos que assegurem a sua eficiência e de informação sobre as
eventuais limitações de proteção que ofereçam.

Quando comprovado a inviabilidade técnica da adoção de medidas de proteção coletiva ou quando


estas não forem suficientes ou encontrar-se em fase de estudo, planejamento ou implantação, ou ainda
em caráter complementar ou emergencial, deverão ser adotados outras medidas, obedecendo-se a
seguinte hierarquia:

a) Medidas de caráter administrativo ou organização de trabalho;

b) Utilização de Equipamento de Proteção Individual

A utilização do EPI envolverá no mínimo:

a) Seleção do EPI adequado tecnicamente ao risco ao qual o funcionário será exposto e à atividade
exercida, considerando-se a eficiência necessária para o controle da exposição ao risco e o conforto
oferecido segundo avaliação do funcionário usuário;

b) Programa de treinamento dos funcionários quanto a sua correta utilização e orientação sobre as
limitações de proteção que o EPI oferece;

c) Estabelecimento de normas ou procedimentos para promover o fornecimento, o uso, a guarda, a


higienização, a conservação, a manutenção e a reposição do EPI, visando garantir as condições de
proteção originalmente estabelecidas;

d) Caracterização das funções ou atividades dos funcionários, com a respectiva identificação dos EPI’s
utilizados para os riscos ambientais.

Monitoramento da Exposição aos Riscos

O monitoramento da exposição aos riscos será efetuado mensalmente através de inspeções de SMS e
Auditórias Comportamentais realizadas pelo SESMT. Em função dos resultados poderão ser
introduzidas ou modificadas as medidas de controle.

Registro, manutenção e divulgação dos dados

Será mantido na obra, o arquivo dos dados relativos ao desenvolvimento do PCMAT. Concluída a obra
esse arquivo será enviado ao arquivo inativo e onde será guardado por 20 anos.

O arquivo será disponibilizado aos funcionários para consulta, sempre que estes assim o requisitarem.
10
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

12. MEMORIAL DESCRITIVO

Canteiros - Instalações Administrativa Layout

Instalações Operacionais Layout

Construído atendendo aos requisitos de construções definidos pela NR-18 e 24.

11
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

DIMENSIONAMENTO DOS SANITÁRIOS, REFEITÓRIO E ÁREA DE VIVÊNCIA:

VESTIÁRIOS DEVEM SER COMPOSTOS POR:

05 Gabinetes sanitários – Conforme Item 18.4.2


Nº. de colaboradores
> 40 04 Chuveiros – Conforme Item 18.4.2.8
90 <
09 Lavatórios – Conforme Item 18.4.2.5

05 Wc´s – Conforme Item 18.4.2.6

Instalações sanitárias

Entende-se como instalação sanitária o local destinado ao asseio corporal e/ou ao atendimento das
necessidades fisiológicas de excreção.

É proibida a utilização das instalações sanitárias para outros fins que não aqueles previstos no
subitem.

As instalações sanitárias devem:

a) ser mantidas em perfeito estado de conservação e higiene;

b) ter portas de acesso que impeçam o devassamento e ser construídas de modo a manter o
resguardo conveniente;

c) ter paredes de material resistente e lavável, podendo ser de madeira;

d) ter pisos impermeáveis, laváveis e de acabamento antiderrapante;

e) não se ligar diretamente com os locais destinados às refeições;

f) ser independente para homens e mulheres, quando necessário;

g) ter ventilação e iluminação adequadas;

12
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

h) ter instalações elétricas adequadamente protegidas;

i) ter pé-direito mínimo de 2,50m (dois metros e cinqüenta centímetros), ou respeitando-se o que
determina o Código de Obras do Município da obra;

j) estar situadas em locais de fácil e seguro acesso, não sendo permitido um deslocamento superior a
150 (cento e cinqüenta) metros do posto de trabalho aos gabinetes sanitários e lavatórios.

A instalação sanitária deve ser constituída de lavatório, vaso sanitário e mictório, na proporção de 1
(um) conjunto para cada grupo de 20 (vinte) trabalhadores ou fração, bem como de chuveiro, na
proporção de 1 (uma) unidade para cada grupo de 10 (dez) trabalhadores ou fração.

Lavatórios

Os lavatórios devem:

a) ser individual ou coletivo tipo calha;

b) possuir torneira de metal ou de plástico;

c) ficar a uma altura de 0,90m (noventa centímetros);

d) ser ligados diretamente à rede de esgoto, quando houver;

e) ter revestimento interno de material liso, impermeável e lavável;

f) ter espaçamento mínimo entre as torneiras de 0,60m (sessenta centímetros), quando coletivos;

g) dispor de recipiente para coleta de papéis usados.

Vasos sanitários

O local destinado ao vaso sanitário (gabinete sanitário) deve:

a) ter área mínima de 1,00m2 (um metro quadrado);

b) ser provido de porta com trinco interno e borda inferior de, no máximo, 0,15m (quinze centímetros)
de altura;

c) ter divisórias com altura mínima de 1,80m (um metro e oitenta centímetros);

d) ter recipiente com tampa, para depósito de papéis usados, sendo obrigatório o fornecimento de
papel higiênico.

Os vasos sanitários devem:

a) ser do tipo bacia turca ou sifonado;

b) ter caixa de descarga ou válvula automática;

c) ser ligado à rede geral de esgotos ou à fossa séptica, com interposição de sifões hidráulicos.

13
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

Água Potável

Disponibilizar água potável, filtrada ou mineral e fresca para os trabalhadores na proporção de 01 ponto
para cada 25 trabalhadores. Armazenar em local adequado. Dispor de suprimento de água potável e
fresca em quantidade superior a 1/4 (um quarto) de litro (250 ml) por hora/homem trabalho.

Vestiário

Não será permitida a guarda de bebida alcoólica nem armas de qualquer natureza.

Manutenção de Iluminação natural e artificial.

Armários individuais dotados de fechadura ou dispositivo com cadeado.

Bancos em número para atender os usuários com largura mínima de 0,30 metros.

13. ETAPAS DA OBRA / RISCOS E CONTROLES

A seguir a relação dos possíveis riscos à integridade física dos trabalhadores e terceiros, que podem
acontecer durante os diversos serviços da obra, e as correspondentes medidas de eliminação ou
neutralização e controle por meio de Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC’s) e ou medidas
administrativas de correção e finalmente por Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s).

ESCAVAÇÃO
ATIVIDADES E EPC’S
PRINCIPAIS RISCOS EPI’S
OPERAÇÕES Prevenção / Cuidados
Pranchões (escorados horizontalmente
se necessário em talude superior a
1,20m).
Risco de desabamento.
Escadas de saída de emergência.
Utilização de EPI's, Bota, Muros, edificações vizinhas e todas as
Quedas em nível e em
Capacete, Máscara para estruturas adjacentes devem ser
diferença de nível.
Escavação manual Poeiras, Luvas de Raspa escoradas.
ou com máquina. e Vaqueta, Óculos de O material retirado deve ficar a distância
Inalação de poeiras.
Segurança e Protetor superior à metade da profundidade,
Auricular. medida a partir da borda do talude.
Verificar a existência de cabos elétricos
Risco de choque elétrico.
subterrâneos e desligar os mesmos.
Não permitir a entrada de pessoas não
autorizadas a este local de trabalho.

14
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

ESTRUTURA (FORMA)
ATIVIDADES E EPC’S
PRINCIPAIS RISCOS EPI’S
OPERAÇÕES Prevenção / Cuidados
Utilização de EPI's, Bota,
Capacete, Máscara para
Seguir Procedimento especifico
Contusões nas mãos Poeiras, Luvas de Raspa,
Proteções no disco da serra,
(martelo), cortes severos Vaqueta e Algodão
proteções frontais e posterior
nas mãos, partículas aos Pigmentada, Óculos de
Confecção das formas da mesa (Biombos), extintor do
olhos, barulho pela serra Segurança e Protetor
tipo PQS e Água Pressurizada.
circular, posição Auricular.Cinto de
Não confeccionar cunhas com
inadequada. segurança tipo
madeiras menores de 30 cm.
pára-quedas e Protetor
facial.
Utilização de EPI's, Bota,
Capacete, Máscara para
Manter o local organizado e
Risco de ferimentos por Poeiras, Luvas de Raspa e
livre de entulhos.
pregos das madeiras. Vaqueta, Óculos de
Desmontagem das formas Retirar ou rebater pregos das
Contusões nas mãos. Segurança e Protetor
madeiras da desforma.
Detritos nos olhos. Auricular.Cinto de
segurança tipo
pára-quedas.

ARMADURAS
ATIVIDADES E EPC’S
PRINCIPAIS RISCOS EPI’S
OPERAÇÕES Prevenção / Cuidados
Atentar para pontas de
Utilização de EPI's, Bota, vergalhão, arames e seu
Capacete, Máscara para transporte.
Confecção e montagem: Ferimento nas mãos,
Poeiras, Luvas de Raspa Proteções no policorte, coifa e
Armação de ferro, disco de Detritos nos olhos, poeiras,
e Vaqueta, Óculos de partes móveis. Deve ficar
corte Quedas em nível.
Segurança e Protetor instalado a Policorte sob
Auricular. cobertura. (Quando
Necessário).
Utilização de EPI's, Bota,
Problemas de postura, Capacete, Máscara para Colocação de pranchas de
Transporte: da bancada ao
principalmente transporte Poeiras, Luvas de Raspa madeira firmemente apoiadas
local de montagem ou
nos ombros das armaduras e Vaqueta, Óculos de sobre as armações nas formas,
colocação definitiva.
prontas, quedas. Segurança e Protetor para a circulação de operários.
Auricular.
Utilização de EPI's, Bota,
Capacete, Máscara para
Ponto de Ancoragem, Guarda
Montagem na Laje: Trabalhos Poeiras, Luvas de Raspa
– Corpo, Acesso Adequado,
em periferia de laje, com Queda em diferença de e Vaqueta, Óculos de
Inspeção, DDS, PT, APR,
altura superior a 2 metros do nível. Segurança e Protetor
Acompanhamento da
nível do solo Auricular.Cinto de
Atividade.
segurança tipo
pára-quedas.

15
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

CONCRETAGEM
ATIVIDADES E EPC’S
PRINCIPAIS RISCOS EPI’S
OPERAÇÕES Prevenção / Cuidados
Utilização de EPI's, Bota Verificar acopladeira nos
de PVC, Capacete, mangotes Afastar-se da
Concretagem geral, Queda estouro do mangote, Máscara para Poeiras, atividade pessoas não
ponta do mangote, respingos do concreto, Luvas de Raspa e envolvidas, Isolar interferências
adensamento do concreto e choque elétrico. Vaqueta, Óculos de no circuito da concretagem
Segurança e Protetor revezamento de equipe
Auricular.. (Ergonomia).
Descarga elétrica; Utilização de EPI's, Bota,
Local de trabalho claramente
Agarramento pelas partes Capacete, Máscara para
delimitado;
Operação com Betoneira móveis; Poeiras, Luvas de Raspa
Correta conservação da
Estacionaria Tombamento, batidas e e Vaqueta, Óculos de
alimentação elétrica;
atropelamento quando da Segurança e Protetor
Aterramento elétrico.
sua movimentação. Auricular.
Utilização de EPI's, Bota,
Atenção redobrada com
Risco de atropelamento, Capacete, Máscara para
terceiros. As áreas de acesso
Operações de bombeamento, durante as operações de Poeiras, Luvas de Raspa
desde a descarga do concreto
e manobra da Betoneira estacionamento, descarga e Vaqueta, Óculos de
até o destino estarão
e saída doa betoneira. Segurança e Protetor
desobstruídas e regularizadas.
Auricular.
Utilização de EPI's, Bota,
Capacete, Máscara para
Procedimento Transporte
Transporte de concreto por Poeiras, Luvas de Raspa
Queda Manual de Carga,
carrinhos de mão e Vaqueta, Óculos de
Treinamentos
Segurança e Protetor
Auricular.

ALVENARIA
ATIVIDADES E EPC’S
PRINCIPAIS RISCOS EPI’S
OPERAÇÕES Prevenção / Cuidados
Utilização de EPI's, Bota,
Irritação nos olhos,
Capacete, Máscara para
respingos no rosto,
Preparo de massa Poeiras, Luvas de látex, **
problemas pulmonares em
Óculos de Segurança e
funcionários propensos
Protetor Auricular.
Queda das paredes
Utilização de EPI's, Bota,
levantadas (principalmente
Capacete, Máscara para As paredes levantadas devem
Assentamento dos blocos quando recém concluídas).
Poeiras, Luvas de látex, ser fixadas firmemente por
(tijolos). Pode acontecer reação
Óculos de Segurança e meio de dispositivos escoras.
alérgica dermatológica pelo
Protetor Auricular.
uso da massa.

16
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

DEMOLIÇÃO
ATIVIDADES E EPC’S
PRINCIPAIS RISCOS EPI’S
OPERAÇÕES Prevenção / Cuidados
Pranchões (escorados horizontalmente
se necessário em talude superior a
1,20m).
Risco de desabamento.
Escadas de saída de emergência.
Utilização de EPI's, Bota, Muros, edificações vizinhas e todas as
Quedas em nível e em
Capacete, Máscara para estruturas adjacentes devem ser
diferença de nível.
Escavação manual Poeiras, Óculos de escoradas.
ou com máquina. Segurança, Luva de O material retirado deve ficar a distância
Inalação de poeiras.
raspa e vaqueta e superior à metade da profundidade,
Protetor Auricular medida a partir da borda do talude.
Verificar a existência de cabos elétricos
Risco de choque elétrico.
subterrâneos e desligar os mesmos.
Não permitir a entrada de pessoas não
autorizadas a este local de trabalho.

MECÂNICA TANQUE

ATIVIDADES E EPC’S
PRINCIPAIS RISCOS EPI’S
OPERAÇÕES Prevenção / Cuidados
Seguir Procedimento Espaço
Confinado/Trabalho em Altura,
APR/AST, PET, PT,
Treinamento, Controle de
Acesso em espaço
Acesso, PPR, PCA,
confinado
Monitoramento constante das
Ruído
condições atmosféricas no
Realização de tarefas em
interior do equipamento,
ambiente fechado
Disponibilização de observador
Contaminação por produtos Utilização de EPI's, Bota,
para acompanhamento dos
químicos Capacete, Cinto de
Atividade: limpeza interna, serviços,
Inalação de fumos de solda Segurança, Máscara para
reparos em soldas, Verificação de todos as
e gases Fumos Metálicos,
modificações de projeto, ferramentas e equipamentos
Movimentação de Mascara p/ soldador,
instalação de bocais, a serem utilizados,
ferramentas, equipamentos Óculos de Segurança
montagem do Jet mixer, Inspeção periódica de cabos e
e materiais para dentro de ,Luva de raspa e vaqueta,
montagem das serpentinas, painéis elétricos,
equipamentos. Protetores facial e
coluna, tubulação e Verificação do estado de
Esforço excessivo Auricular, perneira, Cinto
acessórios dentro do tanque. conservação de escadas e
Queda de altura de Segurança, avental de
plataformas - sendo que as
Quedas de passarelas e raspa.
sem condições deverão ser
escadas com processo
sinalizadas e isoladas
adiantado de corrosão.
impedindo o transito de
Choque elétrico
pessoal pelas mesmas.
Queimadura por contato em
Sinalização de advertência
superfícies quentes
Aferição Pressão Arterial.
Treinamento da equipe
PT's e PET's
Realização de DDS.

17
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

MONTAGEM MECÂNICA TUBULAÇÃO


ATIVIDADES E EPC’S
PRINCIPAIS RISCOS EPI’S
OPERAÇÕES Prevenção / Cuidados
Seguir Procedimento
Especifico, APR/AST, PET,
PT, Treinamento, Controle de
Acesso, PPR, PCA,
Verificação periódica dos
dispositivos (cabos, manilhas,
engates e etc.).
Colocação de extintores nas
frentes de serviço a quente e
Queda de peças e
compressores.
Materiais.
Isolamento e sinalização das
Queda de Altura
linhas existentes com
Queimaduras devido a alta
potencial de risco de
temperatura da solda e
Vazamento e das áreas de
tubulações em operação.
movimentação de carga.
Ruído proveniente das •Utilização de EPI's, Bota,
Treinamento da equipe antes
máquinas, ferramentas e do Capacete, Máscara para
do inicio das atividades.
processo industrial. Fumos Metálicos, Óculos
Movimentação, Cumprir as recomendações
Vazamentos. Inalação de de Segurança, Mascara
acoplamento, soldagem e existentes no documento de
produto p/ soldador, Luva de
ensaios não destrutivos de área liberada.
Incêndio e explosão raspa e vaqueta,
toda tubulação. Análise Preliminar de Risco
Doenças ocupacionais Protetores facial e
Verificação periódica de
provenientes do processo Auricular, perneira,
painéis, cabos e instalações
industrial avental de raspa.
elétricas.
Choque elétrico
Colocação de manta
Acidentes provocados pelo
antichama no local de
manuseio de materiais
soldagem
(perfis, tubulações,
Sinalizar vias de circulação de
válvulas, etc.).
veículos
Queda de cilindros.
Realizar chek-list antes de
iniciar as atividades.
Recolher os cilindros vazios.
Os cilindros devem
permanecer amarrados com
corrente nos carrinhos.
Exames médicos e
complementares correlatos à
atividade.
Procedimentos de Serviços
Desatenção da equipe
Elétricos c/ interface serviços
Choque Óculos de Segurança,
mecânicos, Habilitação,
elétrico/queimaduras EPI´s (capacete de seg.,
Treinamento, NR 10,
Instalação de Bombas Rompimento de cabos luvas borracha e isolante
APR/AST, Acompanhamento
Elétricas elétricos até 500 volts, protetor
Atividade, DDS, Sinalização,
Projeção de partículas auricular, botina de seg.
Isolamento, PT, Instruções
Cortes, Quedas, Lombalgia, sem bico de aço).
Ergonômicas, Inspeção e
Prensamento,
Recomendações Específicas.

18
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

SERVIÇOS ELÉTRICOS
ATIVIDADES E EPC’S
PRINCIPAIS RISCOS EPI’S
OPERAÇÕES Prevenção / Cuidados
Ligação/desligamento de
painéis elétricos, geradores a Desatenção da equipe
Procedimentos de Serviços
diesel, compressores, Choque EPI´s (capacete de seg.,
Elétricos, Habilitação,
maquinas de solda, elétrico/queimaduras, luvas de vaqueta, Óculos
Treinamento, NR 10,
passagem e retirada de Interferências, Rompimento de Segurança, protetor
APR/AST, Acompanhamento
cabos para ligações, ligações de cabos Elétricos, auricular, bota de seg.
Atividade, DDS, Sinalização,
de refletores, manutenção Incêndio, projeção de sem bico de aço, óculos
Isolamento, PT, Instruções
elétrica em equipamentos, Partículas, Cortes, de segurança, Protetor
Ergonômicas, Inspeção e
troca de lâmpadas e Ferimentos, Quedas, Auricular).
Recomendações Específicas.
instalações elétricas em Lombalgia e Prensamento
geral.
Procedimentos de Serviços
Elétricos, Habilitação, Treinamento,
NR 10, APR/AST,
Acompanhamento Atividade, DDS,
Sinalização, Isolamento, PT,
Instruções Ergonômicas, Inspeção
e Recomendações Específicas.
EPI´s (capacete de seg.,
Somente pessoas habilitadas e
luvas de borracha com autorizadas acompanhadas de um
cobertura de vaqueta supervisor poderão executar
para alta tensão 17.000 serviços dentro das subestações;
Choque Elétrico,
Trabalhos dentro da volts, Óculos de A subestação deverá estar
Queimaduras, Incêndios, desenergizadas e a linha de alta
Subestação Segurança, protetor
Explosão e Morte Súbita. tensão aterrada;
auricular, botina de seg.
sem bico de aço, Protetor A chave geral deverá estar
bloqueada com etiqueta de
Auricular, Vestimenta
bloqueio, conforme normas da
Contra Arco Voltaico. PETROBRAS, e somente poderá
ser retirada pelo responsável após
o termino do serviço
Para serviços em subestação
obrigatórios teste com bastões
para verificar a inexistência de
tensão.

PINTURA
ATIVIDADES E EPC’S
PRINCIPAIS RISCOS EPI’S
OPERAÇÕES Prevenção / Cuidados
Utilização de EPI's, Bota,
Desatenção da equipe Capacete, Máscara para
Cabos rompidos e Poeira, Óculos de Seguir Procedimento Pintura,
Tratamento com uso de
equipamentos defeituosos. Segurança, Luva de APR/AST, PT, Treinamento,
lixadeira (escova rotativa)
Queda do material. vaqueta, Protetores facial DDS, Inspeção, Sinalização.
Batida Contra. e Auricular, perneira,
avental de raspa.
Utilização de EPI's, Bota,
Capacete, Máscara para
Incêndio, Poeiras e
Vapores, Luva Nitrílica e Seguir Procedimento Pintura,
inalação de gases tóxicos
Pintura das Superfícies vaqueta, Óculos de APR/AST, PT, Treinamento,
(solvente e tinta), Queda de
Tratadas Segurança, Protetores DDS, Inspeção, Sinalização,
nível diferente,
facial e Auricular, PPR, PGR.
Contaminação do solo
perneira, avental de
raspa.

19
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

14. MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

A operação de máquinas e equipamentos que exponham o operador ou terceiros a riscos só pode ser
feita por trabalhador qualificado e identificado por crachá.

As máquinas e equipamentos de grande porte devem proteger adequadamente o operador contra a


incidência de raios solares e intempéries.

As inspeções de máquinas e equipamentos devem ser registradas em documento específico,


constando as datas e falhas observadas, as medidas corretivas adotadas e a indicação de pessoa,
técnico ou empresa habilitada que as realizou.

"ver cronograma de inspeções"

Nas operações com equipamentos pesados (Retroescavadeiras e Guindautos), devem ser


observadas as seguintes medidas de segurança:

a) para encher/esvaziar pneus, não se posicionar de frente para eles, mas atrás da banda de rodagem,
usando uma conexão de autofixação para encher o pneu. O enchimento só deve ser feito por
trabalhadores qualificados, de modo gradativo e com medições sucessivas da pressão;

b) em caso de superaquecimento de pneus e sistema de freio, devem ser tomadas precauções


especiais, prevenindo-se de possíveis explosões ou incêndios;

c) antes de iniciar a movimentação ou dar partida no motor é preciso certificar-se de que não há
ninguém trabalhando sobre, debaixo ou perto dos mesmos;

d) os equipamentos que operam em marcha-ré devem possuir alarme sonoro acoplado ao sistema de
câmbio e retrovisores em bom estado;

e) o transporte de acessórios e materiais por içamento deve ser feito o mais próximo possível do piso,
tomando-se as devidas precauções de isolamento da área de circulação, transporte de materiais e de
pessoas;

f) as máquinas não devem ser operadas em posição que comprometa sua estabilidade;

g) é proibido manter sustentação de equipamentos e máquinas somente pelos cilindros hidráulicos,


quando em manutenção;

h) devem ser tomadas precauções especiais quando da movimentação de máquinas e equipamentos


próximos a redes elétricas.

20
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

Serra Circular de Bancada

A serra circular de bancada é um equipamento montado no próprio canteiro de obra e que, sem os
devidos cuidados pode ocasionar acidentes gravíssimos.

Consulta: Procedimento de Serra Circular

"ver anexo Nº 01"

Operação em máquinas e equipamentos

Para operação de máquinas e equipamentos, deve o operador receber orientação específica sobre o
trabalho que irá realizar, através de treinamento visando a segurança da operação.

Ferramentas

O almoxarifado disporá adequadamente de todas as ferramentas necessárias a etapa da obra. Antes


de sua saída será verificado o seu perfeito funcionamento, não sendo permitidas gambiarras
principalmente nos cabos elétricos. Serão periodicamente as cabeças das entalhadoras, cabos de
ferramentas diversas e orientado para não utilização das ferramentas para outros fins que não os
destinados.

Devem estar em boas condições de trabalho.

Devem ser usada apenas por trabalhadores qualificados.

RECOMENDAÇÃO: É PROIBIDO MODIFICAR FERRAMENTAS OU SUAS PROTEÇÕES.

Equipamentos Elétricos Rotativos

Quantos aos trabalhadores com lixadeira, esmeril e desbaste em Pipe-Shop, oficina mecânica e frente
de trabalho na montagem é recomendado:

a) É obrigatório o uso de blusão de raspa, luva de raspa, cano longo, óculos de segurança com protetor
lateral, protetor facial e abafador de ruído.

b) É obrigatório o uso de luva de raspa cano curto/longo para proteção das mãos, para manuseio de
peças durante a montagem

Quanto à ruptura e projeção do disco de corte/desbaste

a) Avaliar as condições do disco antes de instalá-lo.

b) Instalar o disco adequado para o trabalho a ser executado; disco de corte para cortar e de desbaste
para desbastar.

c) Ajustar o disco se excesso de folga e nem de aperto.

d) Verificar as condições do disco em uso e sempre que desligar a lixadeira observar seu desgaste.

e) Nunca neutralizar a proteção do disco (coifa).

21
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

Para prevenir explosão /incêndio

a) Nunca iniciar o trabalho sem antes fazer uma inspeção e limpeza no local, a fim de retirar possíveis
combustíveis e resíduos estocados nas proximidades que tornem a atmosfera explosiva.

b) Usar biombos para conter fagulhas incandescidas.

c) Realizar corte e/ou esmerilhamento com proteção tipo cabana com lonas anti-chama.

Corte com o uso de oxi-acetileno

a) As canetas de corte devem possuir válvulas de segurança para evitar o retrocesso de chama.

b) O cilindro de acetileno deve possuir válvula corta chama na entrada da válvula principal, para evitar
explosões.

c) Não trabalhar com mangueira amarrada ao conjunto de oxi-corte.

d) Manter o conjunto de cilindros afastado de local de serviço, com a mangueira toda desenrolada e em
ambiente ventilado.

e) Manter os cilindros limpos e jamais estocar próximo a eles, óleos e graxas.

f) Fazer inspeções periódicas em todo o equipamento (cilindro, válvulas, mangueiras, conexões e


canetas de cortes).

g) Manter próximo do local de trabalho, um extintor de pó químico ou CO2.

h) Usar óculos de proteção de maçariqueiros com lentes apropriadas (filtros), blusão de raspa luva de
raspa cano longo, avental de raspa, perneira de raspa e protetor facial.

i) As áreas de corte e lixamento e solda, devem ser isoladas das demais, através de biombos no pipe
shop e cabanas de proteção na área de produção.

"ver anexo Nº 03"

Solda Elétrica

a) É obrigatório o uso de mascaras de proteção facial em celeron ou material similar, com lentes
apropriadas (vidro incolor e filtro), blusão de raspa, luva de raspa cano longo e perneira de raspa.

b) Antes de iniciar os trabalhos, o soldador e/ou ajudante deve verificar o estado da máquina de solda
principalmente, o seu aterramento, cabos, terminais, e se o tanque de combustível esta devidamente
abastecida.

c) Manter próximo a área de soldagem, um extintor do tipo de pó químico ou CO2 com medida de
prevenção á combate a incêndio

d) Realizar soldagem com proteção tipo cabana com lonas anti-chama.

22
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

Instalações Elétricas

Os responsáveis pelo devido cumprimento das recomendações de segurança desse Programa deverão
inspecionar e garantir a manutenção do aterramento do quadro geral bem como as identificações dos
disjuntores das instalações de apoio, iluminação do canteiro, máquinas e equipamentos. As extensões
e todos os equipamentos e instalações elétricas devem ser inspecionados regularmente, sempre antes
do inicio das atividades. Os operadores de maquinas e equipamentos elétricos devem ser profissionais
qualificados e identificados. Os serviços em eletricidade devem atender a NR-10.

A Selco só utilizará equipamentos leves para execução de serviços elétricos, minimizando os riscos de
acidentes com a ausência de diversos equipamentos, entre eles: Vibradores, compressores, máquinas
pesadas para escavação, serra circular e outros. Os serviços serão procedidos com o sistema elétrico
desenergizado por esse motivo segue detalhados os cuidados com trabalho elétricos.

a) Instalações elétricas temporárias serão vistoriadas previamente e aprovadas pela Manutenção


Elétrica da EMPRESA.

b) Todo equipamento elétrico que não estiver sendo utilizado deverá ser desligado.

c) Máquinas e equipamentos em geral devem ser ligados por intermédio de conjunto plug - tomada.

d) Fios elétricos não deverão conter emendas e cada extensão da seção ser um segmento único.

e) As ligações e interrupções de energia deverão ser feitas assegurando-se de que não haverá riscos
de acidentes com pessoas desavisadas, devendo ser utilizados cartões de bloqueio e/ou sinalização
adequada.

f) Além destas recomendações, a NR 18, Item 18.12; NR 10 e NBR 5410 deverão ser atendidas.

Andaimes

a) É obrigatória a instalação de guarda-corpo e rodapé.

b) Travar todos os pés rolantes antes de usá-los, e nunca movê-los quando houver alguém em cima.

c) Ter travamentos diagonais e nos montantes.

d) Executar travamento cruzado caso as placas estejam a dois metros de altura.

e) Sempre usar uma escada para ter acesso a algum lugar no andaime, nunca subir escalando o esmo.

f) Toda a forração do andaime deve ser completa e travada nas extremidades.

g) As madeiras utilizadas na forração devem ser de boa qualidade, sem nós e rachaduras, devendo
verificar periodicamente o estado das tábuas utilizadas sobre o mesmo.

h) É obrigatório o uso do cinto de segurança tipo pára-quedista com dois talabartes, para trabalhos
acima de 2,00 m (dois metros) de altura.

i) Colocação de andaimes que excedam a 5,00 m (cinco metros), a partir das placas da base, deve ser
ancorado à torre, os equipamentos estaiados e ter trava-quedas, se possível.

23
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

Todos os andaimes devem ser montados retos e firmes, em bases sólidas e uniformes.

j) Ter sapata, guarda-corpo e rodapé em toda extensão do andaime inclusive na cabeceira.

l) Deve dispor também das placas de LIBERADO e NÃO LIBERADO.

m) Devendo passar por uma inspeção para liberação.

"ver anexo Nº 02"

Escadas

a) As escadas retas ou prolongamentos devem ser presos corretamente, evitando risco de acidentes
desnecessários pela improvisação.

b) Inspecionar as escadas antes de usá-las.

c) Não se devem pintar as escadas, exceto o número.

d) Não usar escadas como escoras, extensão ou bancada de trabalho, ou qualquer outro uso que não
for o próprio.

e) Ao subir ou descer as escadas, não carregar nada nas mãos que impeça o apoio com as mãos.

f) Escadas de abrir (com ângulo para apoio) devem ficar completamente abertas e niveladas.

g) Ter sapatas de borracha e limitador de abertura.

h) Não permaneça no último degrau da escada do tipo ângulo.

i) Sempre trabalhar de frente para a escada com os dois pés apoiados no degrau

RECOMENDAÇÕES PARA TRABALHO EM ALTURA

a) Analisar atentamente o local de trabalho, antes de iniciar o serviço.

b) Sob chuva ou ventos fortes, suspender imediatamente o serviço.

c) Nunca andar diretamente sobre materiais frágeis (telhas, ripas estuques); instalar uma prancha
móvel.

d) Usar cinto de segurança ancorado em local adequado.

e) Não amontoar ou guardar coisa alguma sobre o telhado.

f) É proibido arremessar material para o solo, deve ser utilizado equipamento adequado (cordas ou
cestas especiais), caso não seja possível, a área destinada para jogar o material deve ser cercada,
sinalizada e com a devida autorização do SESMT.

g) Usar equipamento adequado (cordas ou cestas especiais) para erguer materiais e ferramentas.

24
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

h) Instalações elétricas provisórias devem ser realizadas exclusivamente por eletricistas autorizados.

i) A retirada de telhas deve ser feita sempre simetricamente, de um lado e de outro e no sentido de
cima para baixo.

j) Imobilizar a escada ou providenciar para que alguém se posicione na base para calçá-la e sinalizar o
local em sua volta.

l) Ao descer ou subir escadas, faça com calma e devagar.

m) Não Improvisar.

15. SERVIÇOS NA AREA OPERACIONAL

Deverá ser verificado a existência de resíduos líquidos, gases ou vapores provenientes dos
equipamentos existentes na unidade e que serão reaproveitados na obra.

Prever a desgaseificação e limpeza de tubulações que poderão ser reaproveitadas ou que podem
sofrer intervenção de serviços de corte e solda. Deve ser verificado antes do inicio das atividades se as
linhas encontram-se raqueteadas, lavadas e se houve medições de explosividade.

Verificar serviços que serão realizados próximos ao limite de bateria das unidades em operação, onde
deverá ser envolvido o setor operacional destas unidades na liberação dos serviços. O local deve ser
sinalizado e isolado por meio de tapume ou telas.

Serviços dentro de equipamentos serão tratados tal como - SERVIÇOS EM ESPAÇO CONFINADO.

Deverão ser tomados cuidados no acesso a equipamentos verificando o estado de conservação e grau
de corrosão de escadas comuns, de marinheiro, passarelas e plataformas. Antes do inicio dos serviços
será feito uma avaliação por um inspetor de equipamento e criar sistema de acesso seguro para os
trabalhadores.

Para serviços de interligação ou intervenção em unidades em operação deverá ser emitida uma APR –
Análise Preliminar de Risco envolvendo todos os setores.

Nos serviços de corte e solda próximos a canaletas, caixas de passagem, drenagem pluvial,
tubulações deverão ser tomados cuidados adicionais visando a eliminação dos riscos de incêndio ou
explosão devido a presença de resíduos inflamáveis.

Locais com piso irregular, placas de concreto e caixas de passagem deverão ser isolados e sinalizados
para se evitar quedas e outros acidentes.

Linhas pressurizadas ou de alta temperatura próximas a locais em manutenção deverão ser sinalizadas
e protegidas contra contatos pessoais acidentais ou danos físicos.

No local deverão ser instaladas placas de sinalização indicativa de rotas de fuga que deverão ser
previamente estudadas junto à área operacional.

Os empregados deverão conhecer o código de alarmes e plano de emergência em caso de


emergência dentro da área industrial.

25
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

16. TRABALHOS NOTURNOS

Os trabalhos a serem realizados durante o turno da noite deverão ter acompanhamento de Técnico de
Segurança, dispor de iluminação adequada e que possa dar aos executantes diretamente e
indiretamente envolvidos com as tarefas uma perfeita visibilidade. O planejamento, comunicação e
autorização são elementos fundamentais para a execução.

17. EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA – EPC’S

Equipamento de Proteção Coletiva, diz respeito ao coletivo, ao grupo a ser protegido.

Quando há risco de acidente ou doença relacionada ao trabalho, a empresa deve providenciar EPC,
visando eliminar o risco no ambiente de trabalho.

Devido a maior partes dos serviços a serem executados no campo, serão adotadas os seguintes
cuidados, visando a proteção coletiva da equipe.

Estes são os EPC’s mínimos a serem utilizados durante a construção da obra:

Plataformas de proteção;
Guarda-corpo;
Corrimão;
Placas de Sinalização;
Proteção de aberturas no piso;
Cabanas de Lona Anti-Chama;
Proteção de escavações;
Proteção de pontas de vergalhões;
Cabo Guia;
Proteções de partes móveis de máquinas e equipamentos;
Tapumes e Biombos;
Passarelas;
Rampas;
Extintores;

18. EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

Os Equipamentos de Proteção Individual – EPI, só devem ser adotados, quando comprovadamente


esteja caracterizada a inviabilidade técnica da adoção de medidas de proteção coletiva, ou quando
estas não forem suficientes ou encontrarem – se em fase de estudo, planejamento ou implantação, ou
ainda em caráter complementar ou emergencial.

A sua implantação (a NR 6 determina o fornecimento gratuito) para produzir efeitos satisfatórios,


deverá respeitar os procedimentos mínimos, que são:

26
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

a) Só utilizar equipamentos avalizados por Certificado de Aprovação – CA, Certificado de Registro do


Fabricante – CRF ou Certificado de Registro de Importação – CRI controlando suas respectivas
validades

b) Treinar o trabalhador quanto ao uso, higienização e conservação.

c) Estabelecer normas quanto à obrigatoriedade da utilização.

d) Determinar procedimentos quanto à aquisição e troca.

e) Controlar em ficha conforme modelo anexo

f) Sinalizar as áreas e atividades indicando os equipamentos específicos

E.P.I’s INDICADOS RISCO DE ACIDENTES E DOENÇAS


Avental em PVC Respingos de Produtos químicos
Avental em Raspa Respingos de Solda, metais incandescentes e fagulhas.
Bota de Borracha Circulação em local alagado
Cadeira suspensa Trabalhos em Altura
Capa em PVC Intempéries
Capacete Quedas de objetos e batidas contra a cabeça
Calçado de Segurança Cortes, contusões e outras lesões nos pés.
Cinto de Segurança Trabalhos em altura superior a 2 metros
Creme Prot. P/ Mão Contato manual com óleos e graxas minerais
Blusão de Raspa Proteção contra partículas de lixamento e respingos de solda
Luvas em PVC Contato manual c/ produtos químicos
Luvas Nitrílica / Neoprene Contato manual c/ produtos químicos
Luvas em Raspa Contato manual c/ superfícies cortantes, abrasivas etc.
Luvas de Vaqueta Contato manual c/ superfícies cortantes, abrasivas, quentes etc.
Luvas Pigmentada Contato manual c/ superfícies menos agressivas / Boa Pega
Macacão em PVC Respingos de prod. químicos em todo o corpo
Mangote em Raspa Respingos de solda, Metais incandescentes e fagulhas.
Máscara p/ solda Radiações não Ionizantes
Óculos de Segurança Corpo estranho nos olhos e outras lesões
Óculos Ampla Visão Contra Respingos de Produtos Diversos
Perneira em Raspa Respingos de solda, metais incandescentes e picada de cobras.
Protetor Facial Fragmentos arremessados contra a face
Abafador de Ruído Proteção contra ruídos
Respiradores c/ Filtros Inalação de produtos químicos
Trava Quedas Ancoragem do cinto de Segurança

Todos os EPI’s existentes a disposição da mão de obra, deverão ser caracterizado com a real
finalidade e aplicação controlando a sua entrega através de evidencias e monitorando o período de
validade dos seus respectivos CA’s em formulários próprios.

CARACTERÍSTICAS, UTILIZAÇÃO E GUARDA DOS EPI´S


27
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

Protetor Facial:

Equipamento destinado à proteção do rosto dos colaboradores.

Utilização: Deverá ser utilizado em serviços com riscos de projeções de quaisquer tipos de partículas
sobre o rosto do funcionário.

Conservação: Manter sempre limpo para boa visibilidade. Utilizar apenas pano macio, água e sabão
neutro para limpeza. Nunca solventes e/ou álcool.

Abafador de Ruído:

Equipamento destinado à proteção das pessoas que trabalham em locais com ruído elevado e acima
dos limites de tolerância.

Utilização: Deverá ser utilizada pelos funcionários que trabalham nos marteletes, operação da
máquina, corte de materiais por disco, esmerilhadeiras, lixamento de peças metálicas e outras onde o
ruído for alto.

Conservação: Manter sempre limpo para boa higiene e conforto. Solicitar a substituição para
higienização mensal ou de acordo com a periodicidade de utilização.

Capacete:

Equipamento destinado a proteger a cabeça contra impactos contundentes.

Utilização: Deverá ser utilizado pelos colaboradores dos setores de produção constantemente e sua
conservação é guarda é de responsabilidade do empregado.

Conservação: Manter limpo e evitar danos no casco e na carneira.

Luvas de raspa de couro, vaqueta (ou equivalente):

Equipamento utilizado para a proteção das mãos e punhos, contra riscos de ferimentos por corte,
lacerações etc.

Utilização: Deverá ser utilizada nos serviços de levantamento e transporte de materiais, corte e solda e
em todos aqueles que tragam riscos às mãos dos funcionários da área de produção.

Manutenção: Deverá ser solicitado um equipamento novo, quando o mesmo não apresentar condições
de uso. Não deve ser submetido à umidade.

Luva Pigmentada:

Equipamento utilizado para a proteção das mãos, contra riscos de mau pega, quinas vivas de
madeiras.

Utilização: Deverá ser utilizada nos serviços manuseio e transporte de madeiras.

28
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

Manutenção: Deverá ser solicitado um equipamento novo, quando o mesmo não apresentar condições
de uso. Não deve ser submetido à umidade.

Luva Nitrílica / Neoprene:

Equipamento utilizado para a proteção das mãos, contra riscos de ataque químico por solventes,
ácidos, tintas, derivados de hidrocarboneto entre outros produtos químicos.

Utilização: Deverá ser utilizada nos serviços onde exista contato direto do produto com as mãos.

Manutenção: Deverá ser solicitado um equipamento novo, quando o mesmo não apresentar condições
de uso. Não deve ser submetido à resistência mecânica intensa, calor e produto não especificado.

Vestimenta de Trabalho:

Roupa para trabalho destinada a proteger o corpo do funcionário do contato com as partículas em
suspensão (poeiras). Recomenda-se roupa em tecido resistente, porem leve e confortável com mangas
compridas e do tipo macacão.

Utilização: Deverá ser usado durante os trabalhos na produção, observando que a barra da calça deve
ficar sempre por cima do calçado de segurança.

Manutenção: O funcionário deve providenciar sua limpeza e manutenção. Somente será entregue uma
nova muda contra a entrega da anterior.

Cinto de Segurança:

Equipamento destinado a limitar uma possível queda durante a execução de um trabalho que esteja
sendo realizado a mais de dois metros de altura do piso.

Utilização: Deverá ser utilizado em trabalhos superiores a dois metros de altura, principalmente durante
a manutenção ou reparos de coberturas ou outros. O cinto deve ser o tipo pára-quedista.

Manutenção: Evitar o contato com materiais cortantes e químicos. Revisar, antes do uso, as condições
das costuras, das partes metálicas, das conexões, do rabicho (não utilizar se o cabo tiver suas fibras
soltas) e do mosquetão, assim como o deve ser revisado o cabo auxiliar de segurança, seu estado e
sua correta fixação.

Avental de raspa:

Equipamento destinado à proteção do tronco e parte das pernas do trabalhador, quando da execução
de serviços de solda, manipulação de peças com rebarbas e outros.

Utilização: Deverá ser utilizado quando da execução de serviços de solda, peças cortantes, proteção
contra fagulhas (ex. no esmeril).

Máscara contra poeiras:

Equipamento destinado à proteção respiratória dos trabalhadores contra poeiras incômodas, como o
poeiras, cimento, fumos metálicos, vapores orgânicos.

29
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

Utilização: Deverá ser utilizada quando no ambiente de trabalho houver poeiras inertes, cuja
concentração seja desconfortável para o trabalho.

Conservação: Após o uso deve ser limpo e guardado em local seco, ventilado, evitando umidade e a
exposição a contaminantes. Deverá ser trocado sempre que se encontrar saturada, perfurada, rasgada
ou com falta de vedação. (As mascaras semi-faciais descartáveis não sofrem manutenção sendo assim
quando saturadas e desgastadas substituí-las.

Calçado de Segurança:

Calçado destinado à proteção dos pés do trabalhador.

Utilização: Deve ser utilizado em todos os locais de produção da empresa, durante toda a jornada de
trabalho.

Manutenção: O calçado deve ser periodicamente limpo e engraxado para manter o couro macio. Não
deve ser submetido a locais com excesso de umidade, para tal deve ser utilizada bota de borracha.

Óculos Segurança / Ampla Visão:

Equipamento destinado a proteger os olhos dos trabalhadores contra partículas e poeiras em


suspensão e produtos químicos.

Utilização: Deverá ser utilizados durante atividades que proponham riscos de projeção de partículas,
assim como no manuseio de produtos químicos, lixamento, pintura e similares.

Conservação: Devem ser mantidos sempre limpos. Utilizar pano macio, água e sabão neutro.

Eventuais necessários: Quando da ocorrência de fatos novos (condições esporádicas e não comuns),
deve ser utilizado o EPI adequado à nova condição, consultando o Técnico de Segurança.

Obs.: todos os EPI´S devem possuir CA (certificado de aprovação do ministério do trabalho e


emprego).

Cabe à empresa cumprir e fazer cumprir as normas de segurança e medicina do trabalho, instruindo os
empregados através de avisos, memorandos ou circulares, quanto às precauções a tomar no sentido
de evitar acidentes do trabalho ou doenças profissionais.

Cabe ao empregado observar as normas de segurança e medicina do trabalho, constituindo ato faltoso
a recusa injustificada à observância das instruções de segurança expedidas pelo empregador e ao uso
dos equipamentos de proteção individual fornecidos pela empresa. Este documento ficará disponível
para a consulta de qualquer interessado.

30
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

19. EXTINTORES DE INCÊNDIO

O canteiro de obras deve possuir obrigatoriamente proteção contra incêndio, através de extintores
conforme especificação abaixo:
 Escritórios de administração.
 Extintor tipo CO2 (gás carbônico)
 Almoxarifado e Oficinas.
 Extintor tipo CO2 (gás Carbônico) de PQS (Pó químico seco) e Água Presurizada.
 Máquinas e equipamentos, central de resíduos e paiol de produtos químicos.
 Extintor tipo CO2 de PQS a uma distância máxima de 20 metros.
 Frentes de Serviço a Quente
 Extintor tipo CO2 de PQS a uma distância máxima de 05 metros

Os extintores serão inspecionados periodicamente, verificando-se o aspecto geral e as condições de


funcionamento.

Os extintores devem ser instalados a uma altura de 1.60 m (um metro e sessenta centímetros) de sua
parte superior do piso.

É obrigatório manter no escritório da obra a relação dos extintores, com controle do prazo de validade
da carga, localização, número e responsável pela conservação conforme modelo em anexo a este
plano.

Os locais destinados aos extintores de incêndio devem ser assinalados por um círculo vermelho ou por
uma seta, com bordas amarelas.

O almoxarifado disporá de todas as ferramentas necessárias a cada etapa da obra. O responsável pelo
almoxarifado deverá zelar pela entrega de ferramentas em perfeito estado de conservação. Antes da
utilização da ferramenta o usuário deverá verificar o seu perfeito funcionamento, não sendo permitidas
gambiarras principalmente nos cabos elétricos.
"ver Controle de Extintores Selco"

20. CIPA – COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES

Será constituído CIPA, convencional por canteiro, de acordo com enquadramento da NR – 05


atendendo as exigências contratuais e por período de obra verificar NR 18 ou caso do não
enquadramento um designado deve ser oficializado.

31
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

21. SINALIZAÇÃO

Os locais sob a responsabilidade da Selco serão sinalizados com o objetivo:

 Identificar os locais de apoio;


 Identificar as saídas por meio de dizeres ou setas;
 Manter comunicação através de avisos.
 Advertir contra perigo de contato ou acionamento acidental com partes móveis das
máquinas e equipamentos;
 Advertir quanto a riscos existentes;
 Alertar quanto ao isolamento das áreas de transporte e circulação de materiais por
guindautos e retroescavadeiras;
 Identificar acessos, circulação de veículos e equipamentos na obra;
 Advertir contra risco de passagem de trabalhadores onde o pé-direito for inferior a 1,80m;
 Restrição a locais, entre outras que se mostrar necessário.

A sinalização aplicada será vertical (Placas, Piquetes, Fitas Zebradas (quando necessário), Tela
Tapume e Cones, caso haja necessidade e aplicação de sinalização horizontal aplicaremos dentro dos
padrões e condições oferecidas.

32
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

22. TREINAMENTO

Todos os novos funcionários da empresa, logo após aprovados no exame médico passarão pelo
treinamento realizado na empresa.
Antes do início de qualquer uma das atividades os funcionários receberão instruções e medidas de
segurança a serem adotadas, assim como serão informados sobre os diversos EPC's que farão
parte da fase e os EPI's necessários a função.
 Educação preventiva
Todos os trabalhadores desta obra irão receber treinamento admissional e periódico, assim como
treinamentos de APR's e AST's, visando garantir a execução de suas atividades com segurança.
 Treinamento Admissional

Todo funcionário recém chegado à obra, quer seja ele transferido de outra unidade ou recém
admitido, passará por um treinamento inicial específico em segurança do trabalho, antes do inicio
de suas atividades, com carga horária de 06 horas e contendo informativo:

Descrição do ambiente de trabalho;


Medidas de orientações que fazem parte a função / atividade dos funcionários / empreiteiros;
Medidas de proteções coletivas;
Riscos de acidentes do trabalho e suas medidas preventivas;
Utilização de equipamentos de proteção individual;
 Treinamento Periódico

Quando se tornar necessário.


Treinamento especifico por função
Treinamento de segurança em diversas funções especificas com duração e conteúdo do
programa variado e treinamentos de manutenção periódica.
Operação e manutenção de máquinas (retro escavadeira, dumper e etc.)
Operação de serra circular, betoneira.
Riscos Elétricos

"ver Cronograma de Treinamentos"

23. ORDEM E LIMPEZA

 Os Locais de trabalhos devem apresentar-se organizados, limpos e desimpedidos,


notadamente nas vias de circulação, passagens e escadarias.
 Qualquer sobra de materiais devem ser regularmente coletados e removidos. Por ocasião de
sua remoção, devem ser tomados cuidados especiais, de forma a evitar poeira excessiva e
eventuais riscos.
 Quando houver diferença de nível, a remoção de sobras de materiais deve ser realizada por
meio de equipamentos mecânica quando se mostrar necessário.
 É proibida a queima de lixo ou qualquer outro material no interior dos Locais de trabalhos.
 È proibido manter lixo acumulado ou exposto em locais inadequados dos Locais de trabalhos.

33
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

24. RELAÇÃO DE FUNÇÕES

1. AJUDANTE
2. ALMOXARIFE
3. APONTADOR
4. AJUDANTE DE BETONEIRA
5. ARMADOR
6. ASSIST. ADMINISTRATIVO
7. AUX. ADMINISTRATIVO
8. AUX. ALMOXARIFE
9. AUX. DE PLANEJAMENTO
10. AUX. SUPRIMENTO
11. AUX. OP. MACACOS
12. AUX. SEGURANÇA
13. CALDEIREIRO
14. CARPINTEIRO
15. ELETRICISTA
16. ENCANADOR
17. ENCARREGADO CALDEIRARIA
18. ENCARREGADO CIVIL
19. ENCARREGADO ELÉTRICA
20. ENCARREGADO MONTAGEM
21. ENCARREGADO SOLDA
22. ENCARREGADO TUBULAÇAO
23. ENCARREGADO DE PINTURA
24. ENGENHEIRO
25. INSPETOR SOLDA/LP
26. INSPETOR DE PINTURA
27. LIXADOR
28. MAÇARIQUEIRO
29. MESTRE DE OBRA
30. MONTADOR
31. MONTADOR DE ANDAIME
32. MOTORISTA
33. OBSERVADOR DE SEGURANÇA
34. OPERADOR DE BETONEIRA
35. OPERADOR DE RETROESCAVADEIRA
36. OPERADOR DE MUNCK
37. PEDREIRO
38. PINTOR
39. SOLDADOR
40. TECNICA ENFERMAGEM
41. TÉCNICO DE PLANEJAMENTO
42. TÉCNICO DE SEGURANÇA

34
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

25. GRUPO SIMILAR DE EXPOSIÇÃO AO RISCO

Conforme análise de Riscos Ambientais realizada no PPRA, foram constituídos os seguintes


Grupos Similares de Exposição:

GSE FUNÇÕES EXPOSIÇÃO CONTROLE

Animais Peçonhentos
TODAS AS Exposta ao Agente de Forma Habitual,
01 Utilizar EPI e Perneiras / Alertas / Asseio
FUNÇÕES na jornada de trabalho
Posturas Inadequadas
TODAS AS Exposta ao Agente de Forma Habitual, Treinamento / Supervisão / Analise Ergonômica da
02
FUNÇÕES na jornada de trabalho Atividade
Calor
13, 16, 17, 19,
Exposta ao Agente de Forma Habitual,
03 21, 22, 25, 28, Adotar Dieta Hídrica / Revezamento ao longo da jornada
na jornada de trabalho
30, 38, 39 e 42
Radiação Não Ionizante
13, 17, 21, 22, Exposta ao Agente de Forma Habitual,
04 Utilizar Mascara de Solda
25, 30 e 38 na jornada de trabalho
Ruído
02, 05, 06, 11,
13, 14, 15, 16,
17, 18, 19, 20,
Exposta ao Agente de Forma Habitual, Treinamento / Utilizar EPI Abafador de Ruído / Treinamento
05 21, 22, 24, 25,
na jornada de trabalho / PCA
27, 28, 29, 30,
32, 35, 37, 38,
39, 40 e 42
Cimento
Exposta ao Agente de Forma Habitual, Treinamento Utilizar EPI Luvas de Látex Respirador PFF1 /
06 01, 04, 34 e 37
na jornada de trabalho PPR
Fumos Metálicos
13, 16, 17, 20,
Exposta ao Agente de Forma Habitual, Treinamento / Utilizar EPI
07 21, 22, 25, 28,
na jornada de trabalho Respirador PFF2 / PPR
30 e 39
Poeira
01, 13, 14, 18,
Exposta ao Agente de Forma Habitual, Treinamento / Utilizar EPI
08 21, 22, 25, 27,
na jornada de trabalho Respirador PFF1
29, 30, 39 e 42
Tintas e Solventes
Exposta ao Agente de Forma Habitual, Utilizar EPI
09 23, 26 e 38
na jornada de trabalho Respirador PFF2 / Mascara Semi-Facial para VO / PPR
Fonte: PPRA Selco - 2011

35
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

26. PLANO ANUAL DE AÇÕES

CRONOGRAMA DE AÇÕES DO PPRA

REALIZAÇÃO
EVENTOS: MEDIDAS DE CONTROLE
Fev 11 Mar 11 Abr 11 Mai 11 Jun 11 Jul 11
ELABORAR E IMPLEMENTAR O
PCMAT
Atendimento item contratual ►
Revisão do P.C.M.A.T e Eficácia das
REALIZAR REVISÃO DO PCMAT suas ações. ►
Conhecimento dos Riscos envolvidos
DIVULGAÇÃO DO PCMAT nas atividades conseqüentemente ►
precauções e controle.
Monitorar a eficácia e aplicação das
IMPLANTAÇÃO DE MEDIDAS DE
PROTEÇÃO COLETIVA
medidas preventivas para cada ►
atividade.
IMPLANTAÇÃO DE
Monitorar a eficácia, aplicação e
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO
resposta ao uso correto de EPI's.

INDIVIDUAL
Monitorar a eficácia e aplicação das
IMPLANTAÇÃO DE MEDIDAS
PREVENTIVAS DO PCMAT
medidas preventivas para cada ►
atividade.
Realizar Treinamentos de Integração a
TREINAMENTO ADMISSIONAL obra atendendo ao item 18.28.1 NR ►
18.
Atender Cronograma de Treinamentos
TREINAMENTO ESPECIFICOS da Obra. ►

TREINAMENTOS CRONOGRAMA Atender item 21 PCMAT Selco. ►


Levantamento de Dados, Analise de
Desvios, Analise das Correções,
SUPERVISÃO DAS ATIVIDADES Atendimento ao item 10 PCMAT ►
Selco.
Verificar situações que possam
comprometer o bom funcionamento de
INSPEÇÕES equipamentos, ferramentas, ►
instalações
Verificar a eficácia das medidas
ANÁLISE EFICÁCIA PCMAT preventivas do PCMAT ►

36
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

27. CONCLUSÕES

O principal objetivo deste trabalho é fornecer dados sobre os mais variados riscos abrangendo todas as
etapas contempláveis da obra a que estão sujeitos os colaboradores da Selco, servindo também como
base estrutural para implementação do Sistema de Gestão de SMS – P.D.C.A Selco e monitorações
posterior.

A responsabilidade técnica do presente documento, que foi elaborado restringe-se exclusivamente às


avaliações e recomendações mencionadas com base nos dispositivos que compõem o processo
produtivo da Selco, onde foram extraídos de Programas Anteriores e outras analises, ficando sob
inteira responsabilidade da Empresa e Gerente do Contrato, a implantação e acompanhamento das
medidas de controle/correção.

Esperamos que este seja útil para a finalidade a que se destina, que as dúvidas sejam encaminhadas
aos responsáveis pela elaboração, para os devidos esclarecimentos, e que possíveis sugestões sejam
apresentadas para o aperfeiçoamento.

Lembramos que este trabalho deverá ser reavaliado sempre que modificarem o processo de produção,
bem como características predominantes na composição deste programa.

Procuramos em nossos trabalhos optar pela parceria, justificando os resultados e conclusões com a
legislação vigente.

Ao final, o que esperamos é satisfação de nossos clientes e que o trabalho seja simples e objetivo, ao
alcance de qualquer intelecto, porém, correto na linguagem, isento de textos sem significado prático e
atendendo em sua plenitude ao propósito a que se destina: Preservar a Vida!

São Francisco do Conde, 10 de fevereiro de 2010.

__________________________________
Mauricio Alcântara Macena
ANÁLISE CRÍTICA / RESPONSABILIDADE TÉCNICA

__________________________________
José Bezerra de Araujo Junior
GERENTE DO CONTRATO
TÉC. SEGURANÇA DO TRABALHO

ANEXO 01

37
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

PROTEÇÃO DA SERRA CIRCULAR


Equipamento de Proteção: contra riscos de corte na lamina do disco da serra-circular.
Descrição Especificações
Ser dotada de mesa estável, com fechamento de suas
faces inferiores, anterior e posterior, construída em
madeira resistente e de primeira qualidade, material
metálico ou similar de resistência equivalente, sem
irregularidades, com dimensionamento suficiente para a
execução das tarefas;
Ter a carcaça do motor aterrada eletricamente;
O disco deve ser mantido afiado e travado, devendo ser
substituído quando apresentar trincas, dentes quebrados
ou empenamentos;
As transmissões de força mecânica devem estar
protegidas obrigatoriamente por anteparos fixos e
resistentes, não podendo ser removidos, em hipótese
alguma, durante a execução dos trabalhos;
Ser provida de coifa protetora do disco e cutelo divisor,
com identificação do fabricante e ainda coletor de
serragem;
Nas operações de corte de madeira devem ser utilizados
dispositivos empurrador e guia de alinhamento;
As lâmpadas de iluminação da carpintaria devem estar
protegidas contra impactos provenientes da projeção de
partículas;
A carpintaria deve ter piso resistente, nivelado e
antiderrapante, com cobertura capaz de proteger os
trabalhadores contra quedas de materiais e intempéries.

ANEXO 02
38
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

GUARDA CORPOS
Equipamento de Proteção: Medidas de Proteção contra Quedas de Andaime, Cavaletes e
Estruturas Elevadas
Descrição Especificações

Devem ser tomadas precauções especiais quando da


montagem dos andaimes junto a rede elétrica; É
obrigatório o uso do cinto de segurança tipo pára-quedista
para trabalho nos andaimes acima de 2,00 metros;
Os materiais a serem utilizados na montagem dos
andaimes devem ser de boa qualidade;
Não se deve retirar ou anular a ação de qualquer
dispositivo de segurança do andaime;
Os acessos devem ser feitos através de escadas
devidamente fixadas nos andaimes;
Os andaimes devem ser dimensionados e construídos de
modo a suportar, com segurança, as cargas de trabalho a
que estão sujeitos;
Deve possuir guarda-corpo e rodapé; É obrigatório o uso
do cinto de segurança tipo pára-que dista para trabalho
nos andaimes acima de 2,00m.

ANEXO 03
39
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

CONJUNTO OXI-CORTE
Equipamento de Proteção: Medidas de Proteção contra Queimaduras, Incêndios e Explosões
Descrição Especificações

Informações Gerais
Nunca use óleo ou graxa, nem lubrifique, em
qualquer parte de um regulador;
Procure tratar seu regulador com se fosse um
instrumento de precisão;
Não exponha o conjunto de solda oxi-acetilênica
diretamente ao sol;
Nunca deite o conjunto de cilindros pois pode haver
explosões;
Transporte os cilindros com muito cuidado, quando
vazios colocar o capacete protetor;
Acetileno é um gás combustível;
Fechar as válvulas dos cilindros após sua utilização;
Os cilindros vazios deverão retornar imediatamente
ao fornecedor;
Os cilindros devem ser armazenados em locais
seguros e adequados para esta finalidade;
Apenas os profissionais qualificados podem realizar o
serviço;
Nunca procure soldar recipientes vazios e fechados,
este poderá explodir por efeito de aumento de
pressão do ar por excesso de calor.

40
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

ANEXO 04

AFASTADOR/SUSENTAÇÃO
Equipamento de Proteção: Cabo Guia Atracação
Descrição

ESPECIFICAÇÃO

Projeto Mecânico Elementar ao Projeto Mecânico especifico para montagem dos andaimes suspensos – Afastador móvel
com giro de 360º atendendo toda periferia do tanque horizontalmente e verticalmente com plena segurança.

41
Revisão:
P.C.M.A.T
PROGRAMA DE CONDIÇÕES NO MEIO 00
AMBIENTE DE TRABALHO
Cliente: Projeto: Contrato Nº:

BR DISTRIBUIDORA EXECUÇÃO DA COMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO EXECUTIVO DAS OBRAS CIVIS E


PETROBRAS
DA MONTAGEM ELETROMECÂNICA, BEM COMO A IMPLEMENTAÇÃO DE 4600115253
MELHORIAS OPERACIONAIS NO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO - BACAM

42

Você também pode gostar