Você está na página 1de 28

Conceitos básicos de contabilidade

AULA 7
Justificativas

Regras para a distribuição de contas no Balanço Patrimonial

CONCEITO DE CURTO E LONGO PRAZOS

• Curto Prazo  até um ano (conceito geral)


• Longo Prazo  Período acima de um ano

31.12.X0 31.12.X1
X1 X2

Curto Prazo Longo Prazo

2) Grau de Liquidez: os itens de maior liquidez são classificados em


primeiro plano e os de menor liquidez aparecem em último lugar
Uma introdução didática

ATIVO PASSIVO

Circulante: recebe Circulante: paga-se


rapidamente rapidamente
Itens que já são dinheiro ou Todas as contas que serão
que serão transformados em pagas rapidamente, no
dinheiro rapidamente (Curto Curto Prazo, ou em até 1
Prazo) ano.

Não Circulante: Não Circulante:


Recebe lentamente Demora-se muito tempo
para pagar

Circulante: as contas recebidas e pagas rapidamente se renovam


constantemente (estão sempre girando), assim, foi dado o nome de
Circulante (corrente), tanto para o Ativo como para o Passivo.
Grupos de Contas do Ativo
ATIVO

CIRCULANTE
Grupo que gera dinheiro para a empresa pagar suas contas a curto
prazo.
- Disponível (Caixa e Bancos)
- Contas a receber: são valores ainda não recebidos decorrentes
de vendas ou prestação de serviços a prazo.
- Estoques: são mercadorias a serem vendidas.
- Investimento temporário: são aplicações realizadas
normalmente no mercado financeiro com excedente de caixa.
- Deduções do circulante: a parcela estimada pela empresa que
não será recebida em decorrência de maus pagadores (PDD).
ATIVO
NÃO CIRCULANTE
Realizável a Longo Prazo

Compreende itens que serão realizados em dinheiro a longo prazo


(período superior a um ano), ou de acordo com o ciclo operacional da
atividade predominante.

Os empréstimos que a empresa faz a diretores e a coligadas são


classificados neste grupo.

 Adiantamentos concedidos às sociedades coligadas ou controladas.


 Adiantamentos concedidos a diretores.
 Adiantamentos concedidos a acionistas.
ATIVO

Itens que dificilmente se transformarão em dinheiro

Investimentos
Não ligados à atividade-fim da empresa. Ex: Ações outras Cias.,
Terrenos
Imobilizado
 Totalmente correlacionado com a atividade-fim. Ex: Prédios,
Veículos, Máquinas.
Intangível
 Itens que representam bens intangíveis (incorpóreos). Ex:
marcas e patentes.
Grupos de Contas do Passivo
PASSIVO

Circulante
Conjunto de obrigações exigíveis da empresa.
Dívidas que serão reclamadas a partir da data do seu
vencimento (até um ano)

 PASSIVO EXIGÍVEL (CAPITAL DE TERCEIROS)


 Recursos de Terceiros (dinheiro);
 Capital de Terceiros; Evidencia o
 Fornecedores (de mercadorias); endividamento
 Funcionários (salários); da empresa.
 Governo (impostos);
 Bancos (empréstimos) etc.
PASSIVO

Não Circulante
Conjunto de obrigações exigíveis da empresa.

Dívidas que serão liquidadas com prazo superior a um ano

 PASSIVO EXIGÍVEL (CAPITAL DE TERCEIROS)


 Financiamentos;
 Títulos a pagar; Evidencia o
 Empréstimos bancários; endividamento
 etc. da empresa.
PASSIVO

PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Não Exigível
Total de recursos investidos pelos proprietários.
Normalmente compostos de capital e lucros retidos (parte do
lucro não distribuído aos donos mas reinvestido na empresa.
Visão sintética do balanço
CLASSIFICAÇÃO DAS CONTAS

PATRIMONIAIS RESULTADO

ATIVO O
PASSIVO R RECEITAS
O
D
R PATRIMÔNIO E
D
LIQUIDO M
E
M DESPESAS
DÉBITO CRÉDITO DÉBITO CRÉDITO
APURAÇÃO DO RESULTADO DO
EXERCICIO
• A cada exercício social (normalmente um ano)
a empresa deve apurar o resultado dos seus
negócios. Para saber se obteve lucro o
prejuízo, a contabilidade confronta a receita
(vendas) com as despesas. Se a receita foi
maior que a despesa, a empresa teve lucro. Se
a receita foi menor que a despesa, teve
prejuízo.
DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS
• A Lei das Sociedades por Ações (Lei n°
6.404/76) determina que ao final de cada
exercício social, a diretoria deve elaborar com
base na escrituração mercantil, as
demonstrações financeiras (contábeis).
Demonstrações Contábeis
•Balanço Patrimonial e
•Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)
Balanço Patrimonial
Conceito: É a demonstração contábil destinada a
evidenciar, qualitativa e quantitativamente, numa
determinada data, a posição patrimonial e financeira
de uma empresa.
 Fotografia da situação patrimonial da empresa em um
determinado momento.
 Demonstração estática;
 Não se observa a evolução das contas, mas o saldo inicial e
o saldo final de um período.
ATIVO PASSIVO
Terceiros
Bens
Obrigações
Direitos
Com os Sócios

ATIVO PASSIVO
• Circulante • Circulante
• Realizável a Longo Prazo • Exigível a Longo Prazo
• Result. de Exercícios Futuros
• Permanente
• Patrimônio Líquido
Investimentos Capital Social
Imobilizado
Intangíveis Reservas
Lucros ou Prej. Acumulados
Demonstração do
Resultado do
Exercício
DEMONSTRAÇÃO DO
RESULTADO DO EXERCÍCIO
RECEITAS
(+)
Crédito: Aumenta
DESPESAS
(-)
Débito: Aumenta

(=) LUCRO (Receitas > Despesas)


PREJUIÍZO (Receitas < Despesas)
Demonstração de
Resultados – DRE
A Demonstração de Resultados tem como
objetivo apurar a variação da riqueza da
empresa ao longo do tempo, ou seja, em
medir o fluxo de renda. Resultado
econômico.
DRE - Apresentação
RECEITAS – Valores obtidos na venda de produtos, bens ou
serviços prestados pela empresa.

(-) CUSTOS E DESPESAS – são consumos de ativos ou


aumentos de passivo que têm como objetivo produção de
receitas.

= LUCRO ou PREJUIZO – diferença entre receitas e despesas


de um determinado período.
Exemplo:
• Empresa X:
• Receita de Vendas R$ 360.000,00
• Despesas: R$ 200.000,00
• QUAL O RESULTADO?
Demonstração de Resultados Estrutura Geral
Receita Bruta de Vendas ou Serviços
(-) Impostos sobre Vendas
(-) Abatimentos, Devoluções de Vendas
= Receita Líquida de Vendas ou Serviços
(-) Custos (CMV, CPV ou CSP)
= Resultado Bruto
(-) Despesas Operacionais
Administrativas
Comerciais
Outros Resultados Operacionais
= Resultado Operacional antes de Juros (LAJIR)
(+-) Resultado Financeiro
= Resultado antes do IR (LAIR)
(-) Despesa com Imposto de Renda
= Resultado Líquido
Demonstração de Resultados Detalhamento

Receita Bruta é o faturamento


Receita Bruta de Vendas ou Serviços bruto da empresa;
(-) Impostos sobre Vendas Dela são deduzidos:
(-) Abatimentos,Cancelamento, Impostos sobre vendas ( IPI,
Devoluções de Vendas ICMS, ISS, PIS, COFINS);
= Receita Líquida de Vendas ou Descontos incondicionais;
Serviços Devoluções de vendas
(-) Custo da Mercadoria Vendida Receita líquida então é a parcela
(CMV) do faturamento que fica com a
= Resultado Bruto empresa.
(-) Despesas Operacionais
Administrativas
Comerciais
Outros Resultados
Demonstração de Resultados Detalhamento
Da receita líquida são deduzidos:
Custo da Mercadoria Vendida
Receita Bruta de Vendas ou Serviços (CMV, comércio);
(-) Impostos sobre Vendas Custo do Produto Vendido
(-) Abatimentos, Devoluções de (CPV, indústria);
Vendas Custo do Serviço Prestado
= Receita Líquida de Vendas ou (CSP, serviço).
Serviços Resultado Bruto então é o que
(-) Custo da Mercadoria Vendida sobra da receita líquida após o
(CMV) desconto dos gastos diretamente
= Resultado Bruto relacionados à aquisição da
(-) Despesas Operacionais mercadoria vendida, ao custo de
Administrativas produção do produto vendido ou
Comerciais ao custo de prestação do serviço.
Outros Resultados
Operacionais
= Resultado Operacional antes de
Demonstração de Resultados Detalhamento
Do resultado bruto são
= Resultado Bruto deduzidos:
(-) Despesas Operacionais Despesas Administrativas:
Administrativas gastos administrativos;
Comerciais Despesas Comerciais: gastos
Outros Resultados relacionados a vendas;
Operacionais Outros Resultados
= Resultado Operacional antes Operacionais: lucro ou prejuízo
de Juros (LAJIR) na venda de ativo, multas,
(+-) Resultado Financeiro vendas de sucata, etc.
= Resultado antes do IR (LAIR) Resultado Operacional antes de
(-) Despesa com Imposto de Juros mostra o que sobra da
Renda receita líquida após o desconto
tanto dos custos de produção
= Resultado Líquido
quanto das despesas
operacionais.
Do resultado operacional antes
de juros:
= Resultado Operacional antes
de Juros (LAJIR) Deduzem-se despesas
(+-) Resultado Financeiro financeiras (juros de
= Resultado antes do IR (LAIR) empréstimos tomados);
(-) Despesa com Imposto de Acrescentam-se receitas de
Renda
= Resultado Líquido aplicações financeiras.

Chega-se ao Resultado antes de


imposto de renda.
Do resultado antes de
= Resultado antes do IR (LAIR) imposto de renda
(-) Despesa com Imposto de Deduzem-se despesas com
Renda IR;
= Resultado Líquido Chega-se ao Resultado
Líquido, lucro ou prejuízo do
período.