Você está na página 1de 1

Poder

Legislativo
Diário da Assembleia Legislativa – 18ª Legislatura

Estado de São Paulo


Cauê Macris – Presidente Luiz Fernando T. Ferreira: 1º Secretário Analice Fernandes: 1ª Vice-Presidente
Estevam Galvão: 2º Secretário Maria Lúcia Amary: 2ª Vice-Presidente
Chico Sardelli: 3º Secretário Milton Vieira: 3º Vice-Presidente
Adilson Rossi: 4º Secretário Jooji Hato: 4º Vice-Presidente

Palácio 9 de Julho • Av. Pedro Álvares Cabral, 201 • Ibirapuera • São Paulo • CEP 04097-900 • Tel. 11 3886-6000 www.al.sp.gov.br

Volume 128 • Número 125 • São Paulo, sábado, 14 de julho de 2018 www.imprensaoficial.com.br

Especialistas discutem a integração


de lavoura, pecuária e floresta
Redação combater o gás e ev ita r as
muda nças climát icas. Só o
A Frente Parlamentar em Brasil é capaz de chegar nos
Prol do Agronegócio reuniu fóruns mundiais e dizer que
pesquisadores, produtores e há u m pla no estabelecido,
representantes do Ministério on d e s e fom e nt a pr á t i c a s
da Agricultura para debater sustentáveis na agricultura.
a integração da lavoura, da O país tem feito a sua parte
f loresta e da pecuá r ia . Os com relação a produzir uma
desaf ios, de acordo com os agricultura mais sustentável,
pa le s t r a nte s , pa s s a m p el a preser vando água, solo e o
reduç ão na qua nt id ade de meio ambiente”, disse.
agrotóxicos para diminuir o Para o deputado Adilson
processo erosivo do solo e a Rossi (PSB), que organizou
emissão dos gases. O seminário o evento, a crise econômica
foi realizado na Assembleia vivida no Brasil só não foi pior
Legislativa, no último dia 5/7. por conta do agronegócio. “Ele
Um dos principais pontos foi essencial para o país não ir à
analisados foi a redução da falência definitivamente. Hoje,
emissão de gás carbônico de Carlos Tuma Delbin, Adilson Rossi, Augusto Luis Billi, José Ricardo Pezzopane e William Marchió o Brasil é campeão na pecuária
10 para 8 milhões de toneladas. e às vezes se utiliza de espaços
Pa r a is so o M i n istér io d a Rural em Agronegócio, falou uma pesquisa para plantar 20 a t e r r e t o r n o”, e x p l i c o u . físicos que poderiam ser usados
Ag ricu ltura quer at ing ir 9 que o plantio de árvores pode espécies arbóreas do cerrado que Aug usto Lu is Bi l l i, do também para a lavoura e as
milhões de hectares de florestas ser lucrat ivo. “Não va mos podem ser plantas medicinais, Ministério da Agricu ltura, florestas. Seria tudo integrado.
em São Paulo até 2021. pla nta r f loresta s pa ra não aromáticas e condimentares Pecuá ria e Abasteci mento, Aí você resolve o problema do
O pesquisador U ba ldino serem utilizadas, vamos plantá- para dar retorno mais rápido comentou a diminuição da carbono e utiliza mais a terra,
Dantas, do Centro Nacional de las pa ra ter u ma at iv idade ao produtor rural que não pode emissão de CO2. “O plantio ou seja, explora mais o espaço
Inovação Pesquisa e Extensão econômica. Estamos fazendo esperar 7 anos para começar de f lorestas vem para que se tem”, disse.

Lei para uso de nome afetivo por


crianças e jovens adotivos é sancionada
Fonte: www.freepik.com

LÉO MARTINS designação pela qual a criança e que merece expansão para o
o adolescente se identificam ou território nacional”, disse.
Cr ia nç a s e adolescentes são socialmente reconhecidos. Registros dos sistemas de
em processo de adoção De acordo com o parlamentar, i n for maç ão, de c ad a st ros ,
conqu ista ra m o d i reito de a med id a é u m pleito d a s de programas, de ser v iços,
usar o nome afetivo – aquele associações de adoção do Estado de fichas, de formulários, de
dado pelos pais adotivos – de São Paulo, e que agora tiveram pront uá r ios , ent re out ros ,
em escolas, postos de saúde seu pedido atendido. “A medida deverão conter o c a mpo
e em outras instituições de é fundamental para amenizar o “nome afetivo” em destaque,
cultura e lazer. A Lei 16.785 tempo do processo, permitindo acompanhado do nome civil,
foi sancionada pelo governador a essas pessoas o exercício de que será utilizado apenas para
Márcio França no início do mês, sua identidade no meio social. fins administrativos internos.
e foi originada de projeto do Trata-se de uma importante A legislação já está vigente
deputado Caio França (PSB). legislação na tutela dos direitos em estados como o R io de
O nome afetivo é a da criança e do adolescente, Janeiro e Mato Grosso do Sul.

A IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SA garante a autenticidade deste documento


quando visualizado diretamente no portal www.imprensaoficial.com.br
sábado, 14 de julho de 2018 às 01:08:18.