Você está na página 1de 47

Introdução a Missão Urbana

Felipe Fulanetto
Conceituando palavras chaves
Missio Dei
Missão
Missões
Missões Transculturais

Missões Urbanas

Missional

Introdução à Missiologia Evangelismo


A PROBLEMÁTICA DA CONCEITUAÇÃO

Nenhum idioma é estático, não importa quão


primitivo ou atual ele seja. A problemática da
conceituação de palavras vai muito além da
etimologia, pois o conceito é imposto por questões
culturais, sociológicos, linguísticos e temporais.
Portanto, uma palavra pode ter um significado
linguístico, mas uma aplicação sociológica
diferente de acordo com a cultura aplicada em
cada período histórico.
MISSÃO ou MISSÕES?

A palavra “missão” deriva da palavra latina


“missio” e do verbo “mittere” (enviar) e surgiu
somente em 1598 pelos jesuítas para descrever o
envio dos seus membros para outros países. No
entanto, mais recentemente começaram a usar a
palavra Missões do que Missão. Desta forma,
historicamente missão ou missões esteve
relacionado com o envio de obreiros à contextos
transculturais, especialmente OCIDENTE para
RESTO DO MUNDO.
ENTÃO MISSÃO E MISSÕES É A MESMA
COISA?

Não! No início do século XX, o paradigma da


missão passou por um grande avanço teológico,
influenciado pelo teólogo suíço Karl Barth (1886 -
1968). O conceito de Missão começou a tomar
outra forma.
Na Conferência Missionária de Brandemburgo em
1932, Barth articulou a missão como atividade de
Deus, ou seja, a Missio Dei.
O QUE É MISSIO DEI?

Desde então, a palavra Missão é relacionado a


Missio Dei e Missões nas atividades da Igreja para
cumprir a Missão.
A Missio Dei, tem origem do latim que significa
"Missão de Deus" ou ainda como Wright defini "o
envio de Deus". Entende-se como Missão de Deus,
quando dizemos que a missão não pertence à
Igreja, mas do Deus missionário, que escolhe e
envia; que começa para e de Ele.
QUAL É A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)?
Seria a reconciliação do homem com Deus a Missio Dei? Ou será que é a expansão do
seu Reino? Ou as missões da igreja? Ou talvez a demonstração do seu amor? Ou ainda
por último, seria a santidade a missão? Nenhuma das quatro é a Missio Dei, ainda que
as mesmas estão intrínsecas nela.

"as missões existem porque não há adoração, ela sim é fundamental,


pois Deus é essencial e não o homem“ (John Piper)

John Piper Adoração é a Missão de Deus.


(1946-)

Fazer discípulos semelhantes a cristo em todas as nações


Relação de Conceitos de Missão

Missão/Missio Dei
Tudo o que Deus faz para edificar
seu Reino no mundo

Missões
O que a Igreja faz para o Reino no mundo

Igreja
O que os cristãos
fazem para edificação
do corpo de Cristo
Introdução à Missiologia
Em toda a Bíblia, o propósito da missão
de Deus pode ser visto duas direções:

Deus revela a sua glória a todas as nações


----FLUXO DE GLÓRIA-----
Para receber glória de todas as nações

As duas direções da glória de Deus


QUAL MOMENTO
REFLETE MAIS A
GLÓRIA DE DEUS?
Então
Portanto
Também disse o Senhor
recebei-vos
quando o auns
Moisés:
estrangeiro, aos que Levanta-te
outros,
não écomo
do pela
teu manhãIsrael,
também
povo cedo,
Cristo põe-te
vier nos
de
Eu
Agora
E endurecerei
olhei, a minha
e vi a alma
voz o decoração
está
muitos de
perturbada;
anjos Faraó,
e
ao que
redor e ele
direi
do eu?os
trono perseguirá;
Pai,e salva-me
dos seres
diante
recebeu,
Louvai
terras de a Faraó,
para
remotas Deus ecom
glória
por dize-lhe:
debrados
amor Deus. Assim
do (Rm
deteu diz
júbilo,
nomeo Senhor,
15:7) todas
(porqueo Deus
as terras. dosCantai
ouvirão hebreus:
doo teu
teuae
glorificar-me-ei
desta
Pois,
viventes
Deixa hora?
assim
ir eoseu
dosMas
como
meu anciãos;
povo,em
para
se ligaFaraó,
istoo
e oglória
para vim
cinto
número
que meeaaosem
esta
deles todo
hora.
lombos
sirva; o
Pai,
do
eraporque
miríades seu
homem,
destade exército;
glorifica assim
miríades;
vez enviareieue
trazei
glória
grande
Portanto,
nome. meus
do nome,
Veio,quer filhos
nome,
e da
comais
então, de
do dai
tua longe,
forte
quer
céu e
mão, em
bebais,
esta minhas
voz: e seu
do
ou
Já louvor.
filhas
teu
o braço
façais,
tenho das
Dizei
extremidades
a
estendido),
qualquer
glorificado, Deus:
outra Quão
quando
e da
coisa,
outra
saberão
liguei
o
todas número
asa a os
mim
deles
minhasegípcios
toda
era a que
casa
miríades
pragas sobre eu
de
de o sou
Israel,
miríades
teu oe Senhor.
toda
coração,e a
milhares
e [...]
casa
sobre dede
os e glorificar-
Judá,
milhares,
teus diz
servos, queoe
terra;
tremendas
vier
fazei
vez o a todo
orar
tudo são
voltado
para
glorificarei.aquele
as
para
glória tuas
que
esta
de éobras!
chamado
casa,
Deus. ouve
(Ipela
Co pelo
do grandeza
céu,
10:31) meu
lugar nome,
do teue habitação,
da tua que
poder criei
te
Senhor,
me-ei
com
sobre empara
grande
oconforme
teu povo, me
Faraó
voz serem
ee em
diziam:
para que por
todo
Dignopovo,
saibas o que e
éseu por
ofiz. nome,
exército,
Cordeiro,
não há outro e por
nos
que como louvor,
seus
foie eu e
carros
morto,
em por
dee
toda
para
lisonjeiam
eSe faze minha
alguém os glória,
fala,teus inimigos.
tudo
fale que
o
como que formei
oToda e a
estrangeiro
entregando terra ate
oráculosti adorará
clamar,
deeDeus; a te
fim cantará
de
seeaalguémque
glória;
João
receber
nos seus
alouvores;
terra. mas
12:27-29
oAgora,nãopor
poder, quiseram
cavaleiros.e riqueza,
pouco, E ouvir.
ose
teriasabedoria,
egípcios
eu estendido e força,
saberão
a mão honra,
que
e ferido eu glória,
sou
ti e aoo
todos
ministra, os eles
povos
ministre cantarão
da terra
segundo o teu
conheçamnome. o teu nome, e te temam como
eteulouvor.
povo
Senhor,
Jesus, com
quando
levantando pestilência,
osme e atuao
tiver
olhos
força
terias quesido
glorificado
céu,
Deus
disse: emconcede;
destruído
Pai, é da
Faraó,
chegada
para
terra;nos queseus
mas,
a
em
na
hora;
o
tudoteu povo
Deus Israel,
seja e saibam
glorificado que
por com pelo
meiovida, teu nome
de para é chamada
JesusteCristo, esta
Isaias
verdade,
carros
glorifica
Jeremias
43:6b-7
e para
nos
a teu
13:11 isso
seus
Filho,te hei
cavaleiros.
para mantido
que também o Filho te mostrara oquem
glorifique; meu
casa que edifiquei.
pertencem a glória
Salmos
poder, e66:1-4 para que eoo meu domínio nome para sejatodo o sempre.em
anunciado Amém.toda a terra.
João
Êxodo
IÊxodo 17:1
Apocalipse 5:11-12
14:4;17-18
(IReis 8:41-43
9:13-16
Pe 4:11)

TRAGETÓRIA DA GLÓRIA DE DEUS


QUEM É O DONO DA MISSÃO?

 A Missão começa para e de Deus. A primeira porque


tudo e todas as coisas foram feita para Deus, para a
glória de seu santo nome; e o segundo porque o dono,
realizador e o enviador é somente Ele.
 David Bosch cita, "não é a igreja que deve cumprir
uma missão de salvação no mundo; é a missão do Filho
e do Espírito mediante o Pai que inclui a igreja“
 Portanto, A Missão de Deus inclui a Trindade, a Missio
Trinitatis (Missão da Trindade).
O Pai é a origem da qual elas começam; o
Filho é o meio pelo qual elas acontecem; e o
Espírito é o executivo pelo qual elas são
realizadas ou aplicas.
Se Deus é missionário, se Jesus é missionário
e o Espírito Santo é missionário: porque não
cumprimos a Missão de Deus?
MISSÕES TRANSCULTURAIS VS MISSÕES
URBANAS?
 MISSÕES TRANSCULTURAIS: é a missão cristã acontecendo imersa em
outras culturas, isto é, cruzando qualquer fronteira que separa o
mensageiro do ouvinte. Convencionou-se pensar em transcultural como
além-mares e regiões rurais. Todavia, transcultural pode ser em uma
cidade e também dentro do Brasil, tais com: quilombola, ribeirinhos,
sertanejos, indígenas, refugiados etc.
 MISSÕES URBANAS: é a missão cristã acontecendo dentro da cidade,
respondendo as necessidades latente do mundo urbano. Normalmente é
entendido como evangelização aonde a igreja está inserido.
É IMPORTANTE ENTENDERMOS QUE MISSÕES TRANSCULTURAIS E URBANAS
NÃO SÃO ANTAGÔNICAS, PORÉM COMPLEMENTARES, POIS O MUNDO
TORNOU-SE URBANO.
Seria missão urbana evangelização na
minha cidade? Seria missão urbana
missões locais?
DEVEMOS AMPLIAR NOSSA VISÃO QUE
MISSÕES URBANAS É SOMENTE AJUDAR O
MENDIGO, FAZER IMPACTO EVANGELÍSTICO
NA RUA OU ASSISTÊNCIA AOS ADICTOS.
MISSÕES URBANAS É A IGREJA INVADINDO
AS RUAS, É O REINO EXPANDINDO EM TODAS
AS ESFERAS DA SOCIEDADE, É O CRISTÃO
INFLUENCIANDO ONDE ESTÁ PISANDO.
MINISTRA AO MUNDO EM EVANGELISMO E COMPAIXÃO
Qual é o mais importante: Evangelismo ou Compaixão? Pregação ou Ação Social?
Para a Igreja do Nazareno ambos são essenciais ao Evangelho do Reino.

"a atividade social é uma consequência da evangelização [...] tal como


vemos no ministério público de Jesus: são como as duas lâminas da
tesoura para cortar ou as duas asas de um pássaro.”

A tradição teológica e histórica da Igreja do Nazareno aponta para


Samuel Escobar
(1934-)
uma evangelização cheio de compaixão social.

Fazer discípulos semelhantes a cristo em todas as nações


NAZARENOS, UM POVO COM COMPAIXÃO
PELOS POBRES

De acordo com Mckenna "ter o espírito de compaixão pelo


pobre" foi à forma como eram "conhecidos os wesleyanos".
A santidade de Deus é acompanhada pela justiça social,
ela é a santidade de Deus em ação.

“a Igreja do Nazareno [tem] o objetivo declarado de


David L. pregar santidade, e levar o evangelho aos pobres”
Mckenna
(1929-) (Phineas Bresee – fundador da Igreja do Nazareno)
“OS POBRES SERÃO RICOS, E OS
QUEBRANTADOS SE REGOZIJARÃO!”

Dr. Phineas F. Bresee, certa vez exclamou uma bela oração:

"não pedimos nem desejamos, templos caros.


Desejamos a manifestação do poder, a glória e a
presença divina. Regozijamo-nos no Senhor. Neste
simples templo os pobres serão ricos, e os quebrantados
se regozijarão. O céu nos encontrará aqui e encherá
Dr. Phineas F. nossas almas“
Bresee
(1838-1915)
“NÃO CONHEÇO OUTRA SANTIDADE, SE NÃO
A SANTIDADE SOCIAL”

Em uma penetrante declaração, John Wesley afirma


que "o evangelho de Cristo não conhece outra
religião, se não a social; nem outra santidade, se
não a santidade social". Mckenna chega à
conclusão afirmando que "toda separação entre a
santidade pessoal e a social é antibíblica", se uma é
desconectada da outra, logo "nenhuma tem
John Wesley sentido".
(1703-1791)
PORQUE SOMOS CHAMADOS DE NAZARENOS?

Porque a Igreja do Nazareno tem esse nome?

Os fundadores ao escolherem o nome, desejavam representar a


humanidade de Cristo e sua paixão pelos pobres. Viram, então, no nome
“Nazareno” uma forma de relacionar a sua origem geográfica
(humanidade) e identificação com a simplicidade (paixão pelos pobres).

Nós, nazarenos, somos um povo com paixão evangelística e


de compaixão cheio de evangelismo.
O EVANGELHO TODO, PARA O HOMEM TODO,
PARA TODOS OS HOMENS

alma sem corpo é fantasma e corpo sem alma é defunto

I Tessalonicenses 5:23 define o homem como: "Deus de paz vos santifique


completamente; e o vosso (1) espírito, e (2) alma e (3) corpo".

A igreja é a única instituição no mundo que pode atuar em todas as esferas


do homem. As ONG’s podem ajudar a sociedade na área do corpo; o
psicólogo pode cuidar da alma; porém somente a Igreja pode atingir a
esfera do espírito e ao mesmo tempo, atuar nas demais áreas
simultaneamente.
COMO DEVEMOS ATUAR?

1. A ação social não deve ser simplesmente uma "ponte" ou


"meio" de se fazer evangelização;
2. amor de Cristo vai além de simplesmente querer uma
troca, de um proselitismo camuflado de ação social; o
amor dEle é verdadeiro e real.
3. Jamais devemos deixar de anunciar a Cristo, que é a única
forma de transformação eterna.
4. Assistência Social e Promoção social
MISSIONAL

Missional descreve não uma atividade específica da igreja, mas a própria essência
e identidade da igreja à medida que ela assume seu papel na história de Deus no
contexto de sua cultura e participa na missão de Deus para o mundo.

Descrever uma igreja missional significa definir a comunidade cristã inteira como
um corpo enviado ao mundo e que existe não para si mesmo, mas para levar as
boas-novas ao mundo.

MISSIONÁRIO VS MISSIONAL
MISSIONAL

“O grande desafio da Igreja é ser missional e missionária ao


mesmo tempo, conforme já apontava o teólogo Newbigin
na década de 70. Uma igreja missional é uma igreja
envolvida com missão. Ela é sal da terra e luz do mundo na
localidade em que está inserida. E uma igreja missionária é
aquela que envia, que investe longe. É a igreja que tem
um olhar atento para onde o Evangelho ainda não foi
pregado” – Ronaldo Lidório
“Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado
para apóstolo, separado para o evangelho
de Deus. O qual antes prometeu pelos
seus profetas nas santas escrituras,
Acerca de seu Filho, que nasceu da
Uma mensagem/boas novas?
descendência de Davi segundo a carne,
Um currículo/requisitos para ser salvo?
Declarado Filho de Deus em poder,
A história da redenção humana?
segundo o Espírito de santificação, pela
A Bíblia?
ressurreição dentre os mortos, Jesus
A Igreja?
Cristo, nosso Senhor”
O Reino de Deus?
Romanos 1:1-4

O EVANGELHO
Portanto, JESUS é o Evangelho
O QUE É EVANGELIZAÇÃO?
“Evangelização é a proclamação “Evangelização é a difusão por
de Jesus Cristo como Senhor e
todo e qualquer meio das boas
Salvador, por cuja obra o homem
novas de Jesus crucificado,
se liberta tanto da culpa como do
ressurreto e agora reinando.”
poder do pecado, e se integra nos
planos de Deus, a fim de que todas John Stott
as coisas se coloquem sob a
soberania de Cristo.” MENSAGEM
René Padilla
CRISTOCÊNTRICA
“Evangelização é a tarefa de “Evangelização é o ato de falar
compartilhar Cristo a toda e aos outros do evangelho da
qualquer pessoa com a qual nos salvação em Jesus, com o alvo de
encontramos.” que eles possam arrepender-se,
crer e encontrar vida nova nele.”
Joni Tada
Robin Keeley
“portanto ide, fazei
discípulos de todas as “E disse-lhes: Ide por todo o
nações, batizando-os em mundo, pregai o evangelho a
nome do pai, e do filho, e do toda criatura”
espírito santo” (Marcos 16:15)
(Mateus 28:19)

“Mas vos sois a geração eleita, “Porque não nos pregamos a


o sacerdócio real, a nação nós mesmos, mas a Cristo
santa, o povo adquirido, para Jesus, o Senhor; e nós
que anuncieis as virtudes mesmos somos vossos servos
daquele que vos chamou das por amor de Jesus.”
trevas para a sua maravilhosa (2 Coríntios 4:5)
luz;”
(1 Pedro 2:9)
“Quão formosos são, sobre os
“Porque, se anuncio o montes, os pés do que
evangelho, não tenho de que anuncia as boas novas, que
me gloriar, pois me é imposta faz ouvir a paz, do que
essa obrigação; e ai de mim, se anuncia o bem, que faz ouvir
não anunciar o evangelho!” a salvação, do que diz a Sião:
(1 Coríntios 9:16) O teu Deus reina!”
(Isaias 52:7)
“A fé pertence somente à minha
vida íntima e para mais ninguém.”

SECULARISMO: a religião renegada para o privado


“Não existe uma religião superior,
na verdade, todas estão certas e
erradas.”

RELATIVISMO: não há uma religião certa ou errada


“O importante é amar a Deus e não
a religião, pois no final todos
estaremos juntos.”

UNIVERSALISMO: todos os caminhos levam a Deus


“O mais importante é ter encontro
com Deus, as demais coisas são
secundárias.”

MISTICISMO: abandono da preocupação humana e busca


excessiva do espiritual
“No final, o que quero saber é
quantas pessoas eu dei de que
comer e vestir.”

REDUCIONISMO: redução do evangelho a ajuda


humanitária suprimindo a pessoa de Jesus
“Aqui tem Deus. Aqui se prega o
evangelho verdadeiro. Aqui tem
homem de Deus!

PERSONALISMO: centralidade da pregação em uma pessoa


ou instituição
O Evangelho é*:
1. supracultural, pois define e explica a cultura, não o contrário;
2. cultural, por ter sido revelado à humanidade em seu próprio contexto e
história;
3. intercultural, por juntar ao redor de Jesus pessoas de todos os povos;
4. multicultural, ao ser destinado a todos os povos e línguas;
5. transcultural, quando transmitido de uma cultura a outra; e
6. contracultural, pois sempre confronta o homem em sua própria cultura
* Ronaldo Lidório