Você está na página 1de 3

FACULDADE PIAUIENSE – FAP

SECRETARIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO


CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA SUPERIOR

DISCIPLINA: Antropologia e educação CARGA HORÁRIA: 30 h


PROFESSOR: Luiz Antônio de Oliveira PERÍODO: maio 2008

PLANO DE DISCIPLINA

EMENTA
Antropologia, educação e formação humana: prática profissional docente e questões de diversidade
cultural. Perspectivas históricas do pensamento antropológico: o conceito de cultura, a noção de
relativismo e o processo de socialização. A escola como espaço de interação e de diversidade. A
prática etnográfica e a prática pedagógica: diálogo entre áreas de conhecimento, observação e
pesquisa no cotidiano da educação escolar.

OBJETIVOS
Apresentar diferentes abordagens do conceito de cultura no pensamento antropológico,
focalizando os temas que relacionam antropologia e educação;
Oportunizar o debate sobre o papel da diversidade cultural na prática pedagógica;
Favorecer a compreensão crítica dos aspectos sociais, históricos, culturais, educacionais e
econômicos da comunidade onde se insere a escola.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

UNIDADE I – O trabalho do antropólogo e a formação de um olhar distanciado


A constituição do “outro” como objeto de estudo;
Do singular ao plural: gênese e desenvolvimento do conceito de cultura.

UNIDADE II – Fundamentos de um diálogo: antropologia e pedagogia


Aproximações entre a etnografia e a educação;
Diversidade como princípio educativo.

METODOLOGIA
Exposição dialogada, leituras de textos, formação de grupos de discussão, apresentação de
documentário e exercícios etnográficos em sala de aula.

AVALIAÇÃO
As verificações de aprendizagem ocorrerão por meio da observação da participação nas discussões,
em sala de aula, a respeito dos textos de referência e de apoio.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

UNIDADE I
Textos de referência
OLIVEIRA, Roberto Cardoso de. O trabalho do antropólogo. 2ed. Brasília: Paralelo 15; São
Paulo: UNESP, 2000. Cap.1: O trabalho do antropólogo: olhar, ouvir, escrever, p.17-35.
SANCHIS, Pierre. A crise de paradigmas em antropologia. In: DAYRELL, Juarez (org.). Múltiplos
olhares sobre educação e cultura. 2reimp. Belo Horizonte: UFMG, 2001. p.23-38.
Textos de apoio
BURKE, Peter. Hibridismo cultural. São Leopoldo (RS): Unisinos, 2006.
KUPER, Adam. Cultura: a visão dos antropólogos. Bauru(SP): EDUSC, 2002.
LAPLANTINE, François. Aprender antropologia. 8ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.
LÉVI-STRAUSS, Claude. Raça e história. 5ed. Lisboa: Editorial Presença, 1996.
LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. 10ed. Rio de Janeiro: Jorge
Zahar, 1995.

UNIDADE II
Textos de referência
GUSMÃO, Neusa Maria Mendes de. Antropologia e educação: origens de um diálogo. Caderno
CEDES. v.18, n.43, Campinas, dez. 1997.
SOUZA, Maurício Rodrigues de. Por uma educação antropológica: comparando as idéias de
Bronislaw Malinowski e Paulo Freire. Revista Brasileira de Educação. v.11, n.33, set/dez, 2006.
GOMES, Nilma Lino. Educação e diversidade étnico cultural. In: RAMOS, Marise Nogueira;
ADÃO, Jorge Manuel, BARROS, Graciete Maria Nascimento (org.). Diversidade na educação:
reflexões e experiências. Brasília: Secretaria de Educação Média e Tecnológica, 2003. p.67-76.

Textos de apoio
MONTERO, Paula. Diversidade cultural: inclusão, exclusão e sincretismo. In: DAYRELL, Juarez
(org.). Múltiplos olhares sobre educação e cultura. 2reimp. Belo Horizonte: UFMG, 2001, p.39-
61.
NASCIMENTO, Rita Gomes do. Ritual e performance: a escola Índios Tapeba e a ressemantização
dos símbolos de preconceito. In: GRACINDO, Regina Vinhaes (org.). Educação como exercício
de diversidade: estudos em campo de desigualdades sócio-educacionais. Brasília: Líber Livro,
2007. Parte 4: Educação escolar indígena, cap.19, p.171-91.
VALENTE, Ana Lúcia. Diversidade étnico-cultural e educação: perspectivas e desafios. In:
RAMOS, Marise Nogueira; ADÃO, Jorge Manuel, BARROS, Graciete Maria Nascimento (org.).
Diversidade na educação: reflexões e experiências. Brasília: Secretaria de Educação Média e
Tecnológica, 2003. p.51-65.
DAUSTER, Tânia. Construindo pontes – a prática etnográfica no campo da educação. In:
DAYRELL, Juarez (org.). Múltiplos olhares sobre educação e cultura. 2reimp. Belo Horizonte:
UFMG, 2001, p.39-61.
Cronograma de atividades
Antropologia e Educação
Sessão Data Hora Conteúdo
09/05 Apresentação do programa. Metodologia, avaliações, regras e procedimentos da disciplina
I UNIDADE
01 09/05 4 Texto 1: OLIVEIRA, Roberto Cardoso de. O trabalho do antropólogo. 2ed. Brasília:
Paralelo 15; São Paulo: UNESP, 2000. Cap.1: O trabalho do antropólogo: olhar, ouvir,
escrever, p.17-35.
Conteúdo: A abordagem antropológica e a constituição do “outro” como objeto de estudo
02 10/05 4 Texto 2: SANCHIS, Pierre. A crise de paradigmas em antropologia. In: DAYRELL, Juarez
(org.). Múltiplos olhares sobre educação e cultura. 2reimp. Belo Horizonte: UFMG, 2001.
p.23-38.
Conteúdo: Antropologia e história do pensamento antropológico
03 10/05 4 Continuação
Apresentação de documentário: O povo Brasileiro: programa matriz tupi 26’
Grupos de discussão: Cultura e sociedade
Textos de apoio: BURKE, Peter. Hibridismo cultural. São Leopoldo (RS): Unisinos, 2006.
KUPER, Adam. Cultura: a visão dos antropólogos. Bauru(SP): EDUSC, 2002.
LAPLANTINE, François. Aprender antropologia. 8ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.
LÉVI-STRAUSS, Claude. Raça e história. 5ed. Lisboa: Editorial Presença, 1996.
LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. 10ed. Rio de Janeiro: Jorge
Zahar, 1995.
10/05 Atividade prática: Exercício de observação em sala de aula
II UNIDADE
04 16/05 4 Texto 3: GUSMÃO, Neusa Maria Mendes de. Antropologia e educação: origens de um
diálogo. Caderno CEDES. v.18, n.43, Campinas, dez. 1997.
Conteúdo: fundamentos do diálogo entre a antropologia e a educação
05 17/05 4 Texto 4: SOUZA, Maurício Rodrigues de. Por uma educação antropológica: comparando as
idéias de Bronislaw Malinowski e Paulo Freire. Revista Brasileira de Educação. v.11, n.33,
set/dez, 2006.
Conteúdo: diálogos e aproximações entre a antropologia e a educação
06 17/05 4 Texto 5: GOMES, Nilma Lino. Educação e diversidade étnico cultural. In: RAMOS, Marise
Nogueira; ADÃO, Jorge Manuel, BARROS, Graciete Maria Nascimento (org.). Diversidade
na educação: reflexões e experiências. Brasília: Secretaria de Educação Média e
Tecnológica, 2003. p.67-76.
Conteúdo: As diferentes presenças na escola e os desafios atuais da educação
Grupos de discussão: O desafio da diversidade na escola
Textos de apoio: MONTERO, Paula. Diversidade cultural: inclusão, exclusão e sincretismo.
In: DAYRELL, Juarez (org.). Múltiplos olhares sobre educação e cultura. 2reimp. Belo
Horizonte: UFMG, 2001, p.39-61.
NASCIMENTO, Rita Gomes do. Ritual e performance: a escola Índios Tapeba e a
ressemantização dos símbolos de preconceito. In: GRACINDO, Regina Vinhaes (org.).
Educação como exercício de diversidade: estudos em campo de desigualdades sócio-
educacionais. Brasília: Líber Livro, 2007. Parte 4: Educação escolar indígena, cap.19,
p.171-91.
VALENTE, Ana Lúcia. Diversidade étnico-cultural e educação: perspectivas e desafios. In:
RAMOS, Marise Nogueira; ADÃO, Jorge Manuel, BARROS, Graciete Maria Nascimento
(org.). Diversidade na educação: reflexões e experiências. Brasília: Secretaria de
Educação Média e Tecnológica, 2003. p.51-65.
DAUSTER, Tânia. Construindo pontes – a prática etnográfica no campo da educação. In:
DAYRELL, Juarez (org.). Múltiplos olhares sobre educação e cultura. 2reimp. Belo
Horizonte: UFMG, 2001, p.39-61.
Atividade prática: Elaboração de painel sobre o papel da diversidade étnico-cultural na
educação.

Você também pode gostar