Você está na página 1de 42
PREAMBULO O PODEMOS se apresenta como uma resposta aos anseios dos cidadaos por uma nova politica para ouvir e representar uma sociedade consciente que se mobiliza através de causas relacionadas ao seu cotidiano, organizado em um partido que defende dividir cada vez mais com a populagio as decisdes do pais. TITULO 1 - DO PARTIDO E DOS OBJETIVOS CAPITULO I - DO NOME, DA DENOMINACAO E DA SEDE Art. 1°- 0 PODEMOS, pessoa juridica de direito privado, com sede e foro na Capital da Reptiblica e atuagiio em ambito nacional, com prazo de sua duragdo indeterminado, reger- sea por este Fstatuto, definidor de seu idedrio, organizagao e funcionamento, nos termos do art. 17 da Constituigao Federal. Art. 2°- © PODEMOS é 0 novo nome do Partido Trabalhista Nacional por deliberagio de sua Convengao Nacional Extraordindria, especificamente convocada para esse fim. Paragrafo dmico: © PODEMOS utilizari o temo ‘PODE’, como denominagao abreviada, na forma do artigo 15, inciso 1, da Lei n®. 9.096/95. CAPITULO II - DO FORO, DOS PRINC{PIOS BASICOS E DOS VALORES ‘Art. 3°-O PODEMOS € uma associagiio voluntiria de cidadaos que se propdem, juntos, a lutar por maior participagio popular na condugio dos destinos do pais, idealizando um modelo de transigio para uma democracia efetiva, que sé proponha a escutar os anseios da populacdo na construcao de uma nagdio socialmente just. § 1° - O Podemos prima, em todas os suas esferas de etuagiio, conforme o presente Estatuto, seu Programa Partidério e Legisiago em vigor, pelos seguintes principios: 1 - individualidade ¢ liberdade de expresso; www.podemos.org.br . . MUDAROBRASKL II - divergéncia de ideias e pluralidade politica; IIL - ética, transparéncia ¢ eficiéncia na administragzo piblica; IV - iniciativa popular e mobilizagio social; & ‘V - inclusao digital e acesso a novas tecnologias. Art. 4°- O PODEMOS possui site oficial www.podemos.org.br. § 1° - Sites oliciais dos drgdos partidérios em suas respectivas circunscrigdes devem observar as orientagbes estipuladas em Resolugdo da Comissdo Executiva Nacional; § 2-0 PODEMOS acolherd a decisio e escolha da sociedade civil sobre causas sociais que devam constar no site do Partido para que scjam apoiedas pelo PODEMOS, permitindo também que a populago contribua financeiramente as mesmas através de ferramenta presente no proprio site. CAPITULO Hii - DOS SIMBOLOS E DO NUMERO. Art, 5°-O PODEMOS tem como simbolo a letra P estilizada. Pardgrafo tmico: Outros simbolos ou marcas poderio ser reg responsabilidade absoluta e exclusiva da Comissto Executiva Necional. Art. 6° O niimero a ser utilizado pelo PODEMOS & 0 19 (dezenove). CAPITULO IV - DA FUSAO, DA INCORPORACAO E DA EXTINCAO. Art. 7° - © PODEMOS poder fundir-se, incorporar-se @ outro partide ou ser extinto apenas por decistio da Convengdo Nacional, mediante aprovagao, por decisfio da maioria absoluta dos convencionais com direito a voto, em duas votagSes com interregno minimo de 10 dias e maximo de 30 dias. TITULO Il - DA ORGANIZACAO E DO FUNCIONAMENTO DO. PARTIDO CAPITULO I -- DA FILIACAO PARTIDARIA X: Art. 8° ~ A filiacdo partidaria no PODEMOS tem caréter permanente e validade em todo © territ6rio nacional. Art. 9" - Poderio filizr-se 20 PODEMOS eleitores que, em pleno gozo dos seus direitos www.podemos.org.br Podemos politicos, aceitarem o seu Programa e 0 seu Estatuto, obedecidas as seguinies formalidades: I-A ficha de filiagio, modelo oficial padronizado adotado pelo partido, assinada pelo proponente, serd entregue na secretaria da Comiss4o Executiva do Diretério Munici II-A ficha serd preenchida integralmente ¢ datada no campo préprio, com a data enf Que for entregue ao partido. III- Ao assinar a ficha de filiacao partidéria, 0 eleitor estar concordando expressamente com o programa e com todas as disposigdes previstas no Estatuto do PODEMOS. IV - As filiagdes poderdo ser feitas, exeepcionalmente, perante as Comissdes Executivas Estaduais e Nacional. 'V ~ Os elcitores poderdo sc filiar pelo site do Partido, ou por outro meio cletrénico, na forma da Lei e de Resolugiio editada pela Comissaio Executiva Nacional. Art, 10° - As listagens de filiados devem ser entregues pelas ComissOes Executivas Municipais, a Justiga Eleitoral, nas datas previstas na legislagdo, com cépia para a respectiva Comisstio Executiva Estadual e Nacional. § 1° - Podera ser negada a filiagdo caso a conduta pessoal do pretendente seja considerada incompativel com os idesis e principios do PODEMOS ou inadequada aos dirigentes & liderangas do PODEMOS, mediante pedido de impugnagdo de filiagdo feito por qualquer filiado, dirigido & Comissio Executiva respectiva, onde se processa o pedido, no prazo de trés dias corridos, contados 2 partir da data em que for dada publicidade do pedido de filiagao, garantida a ampla defesa do impugnado no mesmo prazo. §2° - Decorrido 0 prazo para contestaglo, haverd decistio em dez dias cg ‘cabendo recurso. CAPITULO II - DA DESFILIACAO PARTIDARIA Art. LL - O cancelamento da filiagio se dard através de simples comunicado eserito, necessariamente a0 Partido e ao juiz da respectiva Zona eleitoral, ou imediatamente nos casos de: 1- Morte; h II - Expulsio; e www.podemos.org.br III - Perda dos direitos politicos por sentenga judicial transitada em julgado. EAL PASAT] 754 I CAPITULO Ill - DOS DIREITOS E DEVERES DOS FILIADOS Art. 12—Podera se filiar a0 PODEMOS qualquer cidadéo, a partir de 16 (dezesseis) anos, que manifeste concordancia com este Estatuto e com os demais documentos bésicos nacionais do Panido. Art, 13 - S30 Direitos do filiado PODEMOS: I- Participagdo integral nas atividades partidarias, inclusive postular cargos ¢ fungdes nos seus drgios de deliberagao, diregdo, ago, apoio e cooperagio, bem como se candidatar a cargos eletivos, observadas as disposigdes contidas neste Estatuto. IL - Ser indicado para ocupar os cargos e flungdes de confianga, na administragao publica onde o PODEMOS esteja governando ou participando do govemo, observadas as norms, interes e exigéneias do partido, considerando, ainda, a disponibilidade da administragio piiblica e avaliago técnica do filiado. III - Dirigir-se a qualquer Grgao paridério, para manifestar sua opinido, solicitar informagées sobre assuntos do interesse do Partido ou denunciar irregularidade: IV - Ser tratado com urbanidade e ter respeitada a sua situac2o socioeconémica ¢ suas condigdes de género, cor, raga, idade, estado © capacidade civil, de pessoa com deficigneia, bem como sua opgio de credo religioso ¢ livre orientagilo sexual. ‘Transparéncia _criados e mantidos pelo PODEMOS. Art, 14 - Sao deveres dos filiados PODEMOS: campanha e votar nos candidatos escolhidos em convenco pelo PODEMOS, abservado. © cumprimento das diretrizes partidarias para aquela eleiga0; IL — Combaier todas as manifestagSes de discriminag&o em relagio 4 etnia, as pessoas com daficiéncia, aos idosos, assim como qualquer outra forma de discriminag2o social, de género, de orientagao sexual, de cor ou raga, idade ou religiao; A www.podemes.org.br MUDAROE a, IL - Manter conduta compativel com os principios éticos do Partido; IV — Respeitar, acatar, cumprir e fazer cumprir 0 Manifesto, Programa, Estatuto, Diretrizes, Resolugées, Decisbes e Deliberagdes do PODEMOS: ne TE V—Contribuir financeiramemte nos termos deste Estatuto e participar das campanhg8 de 75 acrecadagio de fundos do Partido; swe ‘VI—Manter conduta ética, proba e moral condizente com as suas responsabilidades nos 6rgdos partidérios e no exercicio de mandato eletivo, cargo de confianga ou fungao piblica; Vil - Comparecer, quando convocado, para elucidar fatos em procedimentos ddisciplinares; VIII - Emitir voto sobre questées submetidas & consulta partidéria pelas instdncias de diregio partidaria; IX —Renunciar imediatamente ao mandato eletivo no caso de desligamento do Partido. TITULO Ill - DAS INSTANCIAS PARTIDARIAS NAS ESFERAS FEDERATIVAS CAPITULO I - DOS ORGAOS DE DIRECAO E ADMINISTRACAO PARTIDARIA Art. 15 — S20 Orgaos do PODEMOS na esfera federal: 1- A Convengao Nacional, suprema instncia do Partido, é constituida dos Diretério Nacional, pelo Presidente da Repiiblica, pelos Presidentes Regionais das unidades da Federagao e pelos Governadores de Estados da Federagdo ¢ do Distrito Federal, bem como pelos lideres da bancada do Partido na Camara dos Deputados © Senado Federal, desde que filiados a0 Partido. II - Diretorio Nacional: drgdo de diregdo politica nacional, composto por no minimo sessenta ¢ no maximo setenta € cinco, mais um teryo como suplentes, eleitos pela Convengdo Nacional, sem necessidade de ser participe da Convengio que os eleger ou qualquer outro requisito além da regular filiapo partidéria, para um mandato de quatro QW anos, prorrogavel por igual periodo, por decisfo de maioria absoluta de seus membros com direito 2 voto, desde que sejam emitidos pareceres favordveis dos Conselhos Nacionais de Etica, Fiscal ¢ Politico. ‘www.podemos.org.br 7 Podemos HII - Comissdo Executiva Nacional: 6rggo de deliberacdo, diregao, ado, execugao e administrag0 nacional do PODEMOS, composta por dezessete membros, escolhidos dentre 0s membros do Diretério Nacional, podendo ser composta por até dezenove membros na hipétese de existéncia de Iideres do Partido na Camara dos Deputados ena Senado Federal, eleita pelo Diretério Nacional, para um mandato de quatro finds, prorrogavel por igual periodo, por decisdo de maioria absoluia de seus membrostom 7>© direito a voto, desde que sejam emitidos pareceres favoraveis dos Conselhos Nacibasis St de Erica, Fiscal e Politico, assim constituida: a) um Presidente; b) um Primeiro Vice-Presidente; ©) um Segundo Vice-Presidente; 4) um Terveiro Vice-Presidente; ©) um Secretdrio Geral: f) um Primeiro Secretirio; ) um Segundo Secretirio; h) um Terveiro Secretério; i) um Quarto Secretirios i) um Quinto Secretario; k) um Tesoureiro Geral; D um Tesoureiro Adjunto; m) o Lider da Camara dos Deputados n) 0 Lider do Senado Federal; 0) um Primeiro Vogal; p) um Segundo Vogal; www.podemos.org.br q) um Terceiro Vogal; 1) um Quarto Vogal; s) um Quinto Vogal; Corea IV - Conselho Cidaddo: orgdo de participacdo direta da sociedade civil que auxilfara a Comissao Exccutiva Nacional através de sugestées nas esferas de atuago partidarife de 757 administragZo piblica. oxise a- A criagdo € formas de procedimento serio emitidas por Resolugo da Comissio Executiva Nacional { § 1° — No caso de vacneia de membros da Comissfio Executiva Nacional por desfiliagdo de qualquer de seus integrantes, abandono, expulsio ou por qualquer outro motive ou no caso de licenga temporaria destes, os lugares serdo preenchidos por decisio e critério da propria Comisséo Executiva Nacional, dentre os membros eleitos do respectivo Diretorio Nacional, nos termos deste Estatuto. § 2° —Perderé o mandato membros do Diretério ou da respectiva Comissio Executiva que faitar a 3 (trés) reuni6es seguidas ou 5 (cinco) intercaladas, sem apresentar a devida justificativa em até 48 (quarenta ¢ oito) horas apés a auséncia nos termos deste Estatuto. §3°— A Comissfio Executiva Nacional, a seu critério, podera escolher uma personalidade importante no cenério politico do PODEMOS para ocupar 0 cargo de Presidente de Honra, com direito a voz e voto na Convengio Nacional ¢ Diretério Nacional. V - A Comissio Executiva Nacional, por decisio favorivel de dois tergos de seus membros com direito a voto, poder assegurar a criagio e funcionamento de movimentos no dmbito do PODEMOS, como érgéos de apoio, sendo obrigatéria a criagao dos Conselhos de Erica, Fiscal ¢ Politico, Art 16 - Sao atribuigdes da Comissdo Executiva Nacional: I - Dirigir, no ambito Nacional, as atividades partidarias em toda a sua plenit\ Il - Criar ¢ designar outros drgios de apoio e cooperago, extinguindo-os, quando necessirio, Ill - Promover o registro do Estatuto, do Cédigo de Fitica e do Programa do PODEMOS, bem como das normas dos érgiios partidarios, nos limites da lei e deste Estatuto, 1V - Baixar atos resolutivos estabelecendo normas gerais ¢ especificas do Partido, para ® Vigéncia localizada ou em todo territério Nacional. www.podemos.org.br V-- Administrar o patriménio social, adquirir, alienar ou hipotecar bens. VI- Manter atualizada a sua escrituragdo contabil, promovendo os registros em livres ou processamento de dados, prestendo contas de cada exerefeio nas detas proprias. campanhas eleitorais. VIII - Exercer ago disciplinar, nos termos deste Estatuto, perante os Diret6rios Estaduais, bem como perante os demais orgaos partidérios. IX - Apurar ¢ promover a responsabilidade dos Diretérios Estaduais ¢, ne omissio destes ou no interesse partidirio, dos Municipais, bem como de todos os demais érgios partidérios, decidindo diretamente sobre sua dissolugdo ou intervengio. X-- Julgar os recursos que Ihe forem interpostos de atos e decisdes dos Srgaos Estaduais, bem como dos demais érgdos partidérios, inclusive quanto a punigdes disciplinares impostas aos filiados. XI- Captar, cobrar ¢ administrar os valores das contribuigdes dos Diretérios Estaduais ¢ dos filiados que ccupam cargo ou fungio publica eletiva ou nomeada, na forma deste Estatuto. XII - Adotar providéncias para o fiel cumprimento do Estatuto € do Cédigo de Etica Partidérios, bem como para execugdio do Programa do Partido. XIII - Decidir sobre questdes omissas deste Estatuto. XV = Convocar e presidir as Convengées Estaduais @ Municipais, na omisso ou impossibilidade da Comissto Executiva competente. XVI - Fixar o Calendario das Conveng6es ordinarias Municipais, Estaduais e Nacional e marcar as datas das ConvengSes Estaduais Extraordinarias. XVII - Anular Convengées ja realizadas © cancelar ou suspender a realizagdo de quaisquer Convenges, ordinérias ou extmordindrias, Estaduais ou Municipais, nos termos da Lei e deste Estatuto. XVIII - Adminisirar ¢ repassar os recursos do Fundo Partidério segundo livre wunw.podemos.org.br entendimento do valor e direito. XIX - Definir 0 Projeto Politico do Partido © estabelecer as metas das Comisses Exceutivas Estaduais. ; Pa : aa SPREE XX - Contratar, rescindir e aditar contratos, como parcerias, empréstimos € negociaoes. oso XXI- Crier os comités eleitorais ¢ outros érgios auxiliares, designando os seus memk XXII - Deeidir sobre o exame das prestagdes de contas dos drgios partidérios, inclusive ' as das campanhas eleitorais dos érgaos estaduais e municipais, tomando as providéncias, quando necessérias. XXIII - Designar Comissées Provisérias ¢ Interventoras Estaduais e, na omisstio dos Orgdos Executivos Estaduais, ou no interesse partiddrio, designar as Comissoes Provisbrias ¢ Interventores Municipzis. Parigrafo Unico - A Comissio Executiva Nacional pode intervir nas atividades e decisdes administrativas dos érgaos partidarios que julgar inadequadas ou contrérias as Orientagdes, Decisoes, Deliberacdes, Resolucdes, Manifesto, Codigo de Et ou Estatuto do PODEMOS. Art, 17 - S30 drgos do PODEMOS na esfera estadual: 1 - Convengo Estadual: érgdo de deliberagdio maxima no ambito estadval, constituida pelos membros do DiretSrio Estadual eleitos em convengio, pelo Presidente da Repiiblica, pelo Governador de Estado, pelos Deputados Federais e Senadotes, desde que, todos, sejam filiados 20 Partido e com domicilio eleitoral no respectivo Estado; pelo Lider da bancada do Partido na respectiva Assembleia Legislativa ¢ pelos Presidentes dos Dirctérios Municipais circunscritos. Il — Diretério Estadual: érgao de dirego politica nos estados, composto por no minimo trinta e trés eno maximo cinquenta e sete membros efetivos, mais um tergo como suplentes, eleitos pela Convengio Estadual, sem necessidade de ser participe da Convengo que os eleger ou qualquer outro requisito além da regular filiaglo partidéria na circunscrigo, para um mandato de quatro anos, prorrogivel por igual periodo, por deciséo de maioria absoluta de seus membros com direito a voto, desde que sejam emitidos pareceres favoraveis dos Conselhos Nacional e Estaduais de Etica, Fiscal € Politico, ¢ que nao haja objegiio da Comissio Executiva Nacional; Ill - Comissio Executiva Estadual: Orgio de deliberacdo, diregdo, agdo, execuedo e : administrag’o do PODEMOS nos estados, composta por treze membros, escolhides www.podemes.org.br % a MUDAROBRASE denire os membros do Diretério Estadual, podendo ser composta por quatorze membros na hipotese de existéncia de lideres do Partido na Assembleia Legislativa, eleita pelo Diretrio Estadual para um mandato de quatro anos, prorrogavel por igual periodo, por decisdio de maioria absoluta de seus membros com direito a voto, desde que sejam emitidos pareceres favordveis dos Conselhos Nacional e Estaduais de Erica, Fise Politico, e que nao haja objegao da Comissdo Executiva Nacional, assim constitui a) um Presidente; b) um Primeiro Vice-Presidente; ©) um Segundo Vice-President; 4) um Terceito Vice-Presidente; ©) um Secretirio Geral; 4) um Primeiro Seeretério; 2) um Segundo Secretério; h) um Terceiro Secretério; i) um Tesoureiro Geral; j) um Tesoureizo Adjunto; k) 0 Lider do Partido na Assembleia Legislativa; 1) um Primeiro Vogal: m) um Segundo Vogal; ¢ 1a) um Tereeiro Vogal. V - Assembleia Cidada: rg de participagao direta da sociedade civil que auxiliard a Comissio Executiva Estadual através de sugestbes nas esleras de atuagdo partidéria e de administragio piblica. a A criagdo e formas de procedimento serdo emitidas por Resolugdo da Comissio Executiva Necional. Art. 18 - Salvo disposig6es em conirério neste Estatuto, competem as Comissdes Executivas Estaduais es mesmas atribuigdes da Comisséo Executiva Nacional no ambito www.pedemos.org. br e simetria de suas respectivas circunscricdes, exceto as disposicdes estabelecidas nos incisos Ill, VII, XI, XIV, XVI € XXIV do artigo 16°, deste capitulo, que correspondem privativamente & Comissio Executiva Nacional. Art. 19 - Sao drgio do PODEMOS na esfera municipal: 1 ~Convengao Municipal: drgao de deliberagdo maior nos municipios, constitu membros do Diretério Municipal eleitos em convengéo, bem como pelo Presid Repiiblica, pelo Govemador de Estado, pelos Deputados Federsis e Senadores, pelos Deputados Estaduais, pelo lider da bancada do Partido na Camara de Vereadores, pelo Prefeito Municipal, desde que, todos, sejam filiados ao Partido e com domicilio eleitoral no respectivo municipio, observando, ainda, a excegdo do §1°do Art.45%e deste Estatuto. Il = Diretério Municipal: érgo de direg%o politica nos municipios, composto por no minimo vinte ¢ um e no maximo tinta e wés membros efetivos, mais um tergo como suplentes eleitos em convengdo municipal, pelos filiados com domicilio na circunserig para um mandato de quatro anos, prorrogave! por igual periodo, por decistio de maioria absoluta de seus membros com direito a voto, desde que sejam emitidos pareceres favoraveis dos Conselhos Estaduais de Etica, Fiscal ¢ Politico, e que nao haja objegao da Comissio Executiva Estadual ou Necional. Ul - Comissio Executiva Municipal: érgo de dirego, ago, execug0, organizagio administragao do PODEMOS nos municipios, composta por sete membros, escolhidos dentre os membros do Diretério Municipal, podendo ser composta por até oito membros na hipotese de existtncia de lider do Partido na Camara de Vereadores, cleita pelo Diretério Municipal para um mandato de quatro anos, promogivel por igual periodo, por decisfo de maioria absoluta de seus membros com direito a voto, desde que sejam emitidos pareceres favoriveis dos Consethos Estaduais de Etica, Fiscal e Politico, e que nao haja objego da Comissio Executiva Estadual ou Nacional, assim constituida: a) um Presidente: b) um Vice-Presidente; ©) um Segundo Vice-Presidente: 4) um Secretitio Geral; ¢) um Primeiro Secretério; f)um Tesoureiro; www.podemos.org.br Podemos g) 0 Lider na Camara dos Vereadores; e rasie-DI Rea eietceale 438503 h) um Vogel. IV - Conselho Cidadao: érgio de participagdo direta da sociedade civil que auxil} Comissdo Executiva Nacional através de sugestdes nas esferas de atuagdo partidar administragdo publica. a- A ctiagdo e formas de procedimento sertio emitidas por Resolugio da Confissdousico Executiva Nacional V—Nos municipios com mais de duzentos mil eleitores, os diretérios e suas respectivas Comissdes Executives terfo composicao correspondente ao mesmo niimero de membros ¢ cargos dos diretérios estaduais e suas comissdes executivas. Art. 20 - Salvo disposigdes em contrério neste Estatuto, competem as Comissdes Executives Municipais, as mesmas atribuigSes da Comissiio Executiva Estadual, no Ambito e simetria de suas respectivas circunscrigdes, exceto as disposigdes estabelecidas nas segdes IX, XI, XV, XVIII e XXIII do artigo 16°, deste capitulo, que comrespondem privativamente & Comissio Executive Estadual, com as resselvas referente és atribuigdes exclusivas da Comissao Executive Nacional. Art, 21 - No Distrito Federal, para efeito de organizagao e funcionamento, o PODEMOS serd constituido epenas pelo 6rgio de competéncia na esfera estadual, com similitude de atribuigSes, no que couber, na mesma forma prevista pelo artigo 17° deste Estatuto, Art. 22 - Compete ao Presidente da Comissio Executiva: I - Representar 0 PODEMOS em juizo ou fora dele nos atos ¢ contratos de qualquer natureza ou finalidade, podendo advogar pelo Partido, se habilitado, ou constituir procurador: 1 —Credenciar os delegados para representar o PODEMOS peramte a Justica Eleitoral de sua circunscrigio; IIL - Assinar conjuntamente com 0 Tesoureiro ou por seu procurador especificamente constituidos para esta finalidade cheques, movimentagio de contas bancérias ¢ movimentagio financeira; IV - Autorizar contratos, despesas e seu respective pagamento; wa V- Admitir e demitir pessoal necessario aos servigos; www.podemos.org.br V1 - Dirigir-se as autoridades pulicas para solicitar providéncias de qualquer natureza; VII - Convocer ¢ presidir as convengdes, reunides ordin: Comissio Executiva e do Diretério; jas © extraordindrias da VIII - Exigir dos dirigentes partidérios e parlamemtares o fiel cumprimento di fungdes; IX - Convocar, na ordem de eleigao, os suplentes, em caso de vacéncia, impedimento ou auséncia de membros efetivos dos orgios partidarios; X - Deci Executivas ir, excepcionalmente, ¢ em cariter emergencial ad referendum da Comissio XI = Dirigir 0 PODEMOS de acordo com o Manifesto, Cédigo de Etie Diretrizes, Resolugdes e Deliberagdes dos seus drgios; ¢ Estatuto, XII - Zelar pessoalmente com a ajuda do Seeretério Geral, podendo indicar preposto, para que enderego do partido na Intemet traduza fielmente as propostas politicas, ideolégicas, programaticas ¢ doutrindrias do PODEMOS. § 1°—-Serd o Presidente, nas suas faltas, impedimentos, licenga ou vacdincia, substituido, sucessivamente, por um dos Vice-Presidentes, em ordem de eleigdo, que estard, para todos os fins ¢ efeitos legais e deste Estatuto, como Presidente em exercicio, com todas suas prerrogativas ¢ extensdes do cargo, até o retorno do titular, ou, em se tratando de vacincia definitiva, até o final do mandato constituido da respectiva Comissio Executiva. Art. 23 — Compete ao Secretario-Geral I — Substituir o Presidente ausente quando também ausentes os Vice-President I = Manter sob sua guarda os livros de atas das convengdes e reunides do Partido na circunscrigao. III - Organizar as convengdes, redigir suas atas e submeté-las a ratificagiio e assinatura do Presidente, para que este as registre. IY ~ Organizar 0 acervo, divulgar as atividades partidérias ¢ publicar os atos oficiais do PODEMOS. V- Coordenar as atividades administrativas do PODEMOS, assegurando 0 cumprimento de suas decisdes. www.podemos.org.br A ae Podemes VI - Organizar ¢ manter os cadastros de filiados, membros de diretorios, comissbes ‘exeeutivas, convencionsis, parlamentares ¢ demais autoridades do PODEMOS no exercicio de mandatos executives ou ocupantes de cargos em comissio ne administracio pliblica. VIL- Manier os érgaos partidérios superiores informados sobre 0 cenirio politico [Bcal¢ 74 © posicionamento do partido na circunscrig&o, na forme ¢ nos termos de Rest editada pela Comissio Executiva Nacional do Partido. Pardgrafo dnico — Nas suas faltas ou impedimentos seri o Secrevirio-Geral substituido pelo 1°, 2°, 3%, 4° ou 5° Secretério, em ordem de eleigdo, se houver, ou ainda pelo Vogal, na auséneia daqueles. Art, 24 — Compete ao Tesoureiro-Ger as importincias e valores do PODEMOS. II - Bfetuar os pagamentos devidamente autorizados pelo Presidente, Il - Assinar juntamente com 0 Presidente ou por seu procurador esp. constituido para esta finalidade, toda a movimentagio bancdria ¢ financeira do PODEMOS. IV — Manter eseriturag%io contabil do PODEMOS, sob responsabilidade de profissional habilitado em contabilidade, de forma a permitir a aferigao da origem de suas receitas ea destinagao de suas despesas, bem como a aferieao de sua situacdo patrimonial. V_—Prestar contas junto com o Presidente & Justiga Eleitoral referentes ao exercieio findo, no prazo fixado pela lei eleitoral e partidéria. VI — Remeter a Justiga Eleitoral, nos anos em que ocorrerem eleigdes, na forma estabelecida na legislagdo cleitoral e partidéria, balancetes de verificaydo referentes a0 periodo legal, de acordo com a legislago em vigor. VII- Manter em dia 0 cadastro dos membros do PODEMOS, para fins de contribuigao partidaria. Pardgrafo tinico ~ Na sua falta e impedimento ser substituido pelo ‘Tesoureiro Adjunto, ena auséncia deste, pelo Vogal. x \ www.podemos.org.br MUDAROBRASI. Art. 25 — Compete aos Vogais participar das reuniées do orgo de sua circunscrigao com direito a voz e voto nas decisdes a serem tomadas. Parigrafo Unico - Os vogais sfio membros titulares da Comissiio Executiva e substituem os membros ausentes, na forma deste Estatuto. Art. 26 — As atribuigdes acima serdo praticadas, no que couber, em suas res circunscriges: Nacional, Estadual e Municipal. Art. 27 - E penmitida a acumulagio de cargos ¢ reeleigdo dos membros de qualquer dos Orgaos do PODEMOS. CAPITULO It - DA FORMACAO DOS DIRETORIOS E DAS CONVENCOES, REUNIOES E DELIBERAGOES DO PODEMOS Art. 28- Compete, exclusivamente, & Comissfo Executiva Nacional, através de Resolucdo, aprovada pela maioria de seus membros, fixar 0 calendério com as datas linicas ¢ as normas para realizagao da convengio nacional, das convengdes municipais ¢ estaduais em todo Pais, assim como estabelecer 0 nimero de membros efetives & suplentes a serem eleitos, para os respectivos diretérios. § I¢ - Além das normas a serem fixadas pela Comissdo Executiva Nacional. convengdes pera eleigiio de diretério municipal e sua respectiva comissdio (SxS devem preencher os seguintes requisitos: 1—Comprovar a filiago a0 PODEMOS, de no minimo 1% (um por cento) dos \ié com domicilio nos Municipios, através das listagens encaminhadas & Justiga Eleitoral. Il = Ter alcancado desempento eleitoral considerado razodvel pelo érgao partidario imediatamente superior na altima eleigao pera Camara dos Deputados ¢ para a Camara de Vereadores, III — Possuir sdlida capacidade de organizago administrativa e financeira, capaz de suportar as despesas minimas com a manutengdo da sede e dos servigos essenciais do PODEMOS. IV = Comprovar que as prestages de contas do PODEMOS foram prestadas a Justiga Eleitoral, V- Comprover que 0 érgio diretivo esté em dia com suas contribuigdes partidaiss. § 2° - No mesmo sentido, as convengdes para eleig¢io de diretério estadual devem ‘www.podemos.org.br