Você está na página 1de 5

Direito Constitucional

Direitos e Garantias Fundamentais – Fauth


Divisão dos capítulos do Título II
 Direitos e Deveres Individuais e Coletivos – Art. 5
 Direitos Sociais – Art. 6 ao 11
 Direitos de Nacionalidade – Art. 12 e 13
 Direitos Políticos – Art. 14 ao 16
 Partidos Políticos – Art. 17

Gerações/ Dimensões dos Direitos


1ª geração:
 Direitos Civis
 Direitos Políticos
 Esses direitos referem-se a liberdade
o Negativo
o Liberdade Negativa
o Não fazer do Estado
o *Direitos Individuais
**Revoluções Liberais XVIII : Dec. Americana 1776 / Dec. Francesa 1789

2ª geração:

 Direitos Sociais
 Direitos Econômicos
 Direitos Culturais
 Esses direitos referem-se a igualdade material
o Positivo
o Liberdade Positiva
o Caráter Prestacional
o O fazer do Estado
**Revoluções Trabalhistas/ Industrial/ Êxodo Rural/ Guerras Mundiais : Constituição
Mexicana 1917/ Constituição Weimar - 1919

3ª geração:

 Direitos Difusos
 Direitos Transindividuais
 Esses direitos referem-se a solidariedade/fraternidade
 Exemplos: Direito ao Meio Ambiente/ Direito do Consumidor/ Direito da
Autodeterminação dos Povos/ Direito a Paz (doutrina diverge)
4ªgeração:
 Direito de Patrimônio Genético/ Bioética/ Biomedicina
 Direito de Globalização Política

5ª geração: **Para a doutrina moderna

 Direito a Paz

Principais Características dos Direitos Fundamentais


 Historicidade – construção histórica e está em constante evolução
 Universalidade
 Limitabilidade/ Relatividade – não são absolutos, encontrando limites no texto da
própria Constituição Federal; em Emendas Constitucionais; nas Leis; ou por Juiz, por
meio de ponderação entre máxima efetividade e mínima restrição.
o Teoria do Limite dos Limites: não pode atingir o núcleo essencial (teoria absoluta e
teoria relativa: o caso concreto *adotamos a teoria relativa)
 Irrenunciabilidade – não renuncia mas pode deixar de exercer. Ex.: BBB
 Inalienabilidade – não podem ser vendidos/ trocados
 Imprescritibilidade – não se perde com o decurso do tempo
 Proibição do retrocesso
 Não taxatividade – rol exemplificativo/ podem ser encontrados também em
princípios e tratados internacionais, o que chamamos de cláusula de abertura
material

Direitos x Garantias
Direitos: Caráter declaratório
Garantias: Caráter assecuratório
 Principais garantias são os remédios constitucionais
**Toda garantia também é um direito, mas nem todo direito se manifesta como uma
garantia.

Titulares/ destinatários
 Brasileiros Natos/ Naturalizados
 Estrangeiros residentes
 Estrangeiros em trânsito no país (turistas)
 Pessoas jurídicas de direito público e de direito privado
 Apátridas
 Exemplo:
Só estrangeiros: proibição de extradição por crime político ou opinião
Só Pessoas Jurídicas: associações no direito de representação/ os partidos políticos
Claúsulas Pétreas ( Art. 60 §4º )
 Direitos/ Garantias Individuais
 Mas para STF/ Bancas: os direitos fundamentais

Tribunal Penal Internacional – TPI


 Não integra Poder Judiciário
 Julga por exemplo: crimes de genocídio/ de guerra
 Princípio da complementariedade, invocado quando ‘a casa’ não dar conta do
processo.
 Viola a soberania nacional? NÃO, há transferência em um determinado momento

Tratados Internacionais DH
 Direitos Humanos x Fundamentais = mesma coisa, diferem apenas em onde
podemos encontrar
 Direitos Humanos: documentos internacionais
 Direitos Fundamentais: documento CF
Os tratados internacionais de direitos humanos se aprovado pelas 2 casas do Conselho
Nacional em 2 turnos, com votação de 3/5 dos membros: terá valor/status de emenda
constitucional, desde de o ano de 2004 ( são os tratados: pessoas com deficiência e
marraquesh); ou de norma supralegal (acima das leis, abaixo da CF). E se é outro tema
terá valor/status de lei ordinária.

Aplicabilidade das Normas Constitucionais ( Art. 5 §4º )


 Aplicação Imediata: os direitos e das garantias fundamentais
 Para Aplicabilidade:
o Eficácia Jurídica ou Negativa: direta/ imediata/ vinculante  Todas as normas
o Eficácia Social ou Positiva: plena/ contida/ limitada

Plena Contida Limitada


Autoaplicáveis Autoaplicáveis Não são Autoaplicáveis
Forma: DIRETA Forma: DIRETA Forma: INDIRETA
Forma: IMEDIATA Forma: IMEDIATA Forma: MEDIATA
Forma: INTEGRAL Forma: PODE NÃO SER INTEGRAL Forma: DIFERIDAS/REDUZIDAS

** As normas de eficácias limitadas têm 2 espécies: programáticas e princípios institutivos


e se não houver regulamentações usa-se do remédio constitucional: mandado de
injunção.
Dimensão das Eficácias
Objetiva: eficácia irradiante

Subjetiva: indivíduo

o 4 status Jellinek
 Positivo: exigir prestações do Estado
 Negativo: abstenções do Estado, exigir liberdades
 Ativo: direitos políticos
 Passivo: deveres fundamentais
Eficácia Vertical: relação entre Estado e Particular
Eficácia Horizontal: Particular e Particular
Eficácia Diagonal: se desequilíbrio entre particulares. Ex.: trabalhadores e chefes

Direitos e deveres individuais e coletivos ( Art. 5º )


 Vida
 Igualdade
 Liberdade
 Propriedade
 Segurança  **Jurídica

Direito à vida
 Perspectiva negativa: sobreviver/ viver
o Proibições: de Pena de morte, exceto em caso de guerra declarada externa
 Perspectiva positiva: dignidade
o Proibições: de tortura, degradantes/ desumanos, cruéis
o Súmula Vinculante: uso de algemas – em casos de perigo, resistência ou fuga da
pessoa ou terceiros, o agente terá de justificar posteriormente por escrito os motivos
aos quais necessitou o uso de algemas.
 Relativização
o Pena de morte
o Aborto
 Necessário
 Sentimental
 STF: Feto anencéfalo (erga omnes)  se em caso de proteção usa-se o HABEAS
CORPUS
 STF: 1º trimestre de gestação (inter partes)
o Célula tronco/ embrionárias  não violam o direito à vida

Direitos Sociais ( Art. 6 )


EDUcação
MORAdia
LAzer
SAUde
TRABALHo
ALImentação
ASSIStência aos desamparados
PROteção maternidade/ infância
SEGurança ( **Pública)
TRANSPorte
PREvidência SOcial