Você está na página 1de 40

ColetâneaLivro Digital

de Provas
Resolvidas
USNCO – 2018
ITA/IME 2020

Professor Thiago Cardoso


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Apresentação da Aula
A Olimpíada Norte-Americana de Química foi uma das provas que identifiquei apresenta mais
similaridade com as provas do ITA.
Eu considero muito interessante que, caso você queira mais algumas questões para treinar
para o ITA, que você faça também alguns anos dessa prova.
Certamente, o seu foco principal deve ser as questões do ITA. Porém, você encontrará muitas
questões interessantes nesse material.

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 2


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Lista de Questões Propostas


CONSTANTES

Constante de Avogadro (NA) = 6,02 x 1023 mol-1

Constante de Faraday (F) = 9,65 x 104 °C mol-1 = 9,65 x 104 A s mol-1 = 9,65 x 104 J V-1 mol-1

Volume molar de gás ideal = 22,4 L (CNTP)

Carga elementar = 1,602 x 10-19 C

Constante dos gases (R) = 8,21 x 10-2 atm L K-1 mol-1 = 8,31 J K-1 mol-1 = 1,98 cal K-1 mol-1

Constante gravitacional (g) = 9,81 m s-2

Constante de Planck (h) = 6,626 x 10-34 m2 kg s-1

Velocidade da luz no vácuo = 3,0 x 108 m s-1

Número de Euler (e) = 2,72

DEFINIÇÕES
Presão: 1 atm = 760 mmHg = 1,01325 x 105 N m-2 = 760 Torr = 1,01325 bar
Energia: 1 J = 1 N m = 1 kg m2 s-2
Condições normais de temperatura e pressão (CNTP): 0°C e 760 mmHg
Condições ambientes: 25 °C e 1 atm
Condições padrão: 1 bar; concentração das soluções = 1 mol L-1 (rigorosamente: atividade unitária
das espécies); sólido com estrutura cristalina mais estável nas condições de pressão e temperatura
em questão
(s) = sólido. (l) = líquido. (g) = gás. (aq) = aquoso. (CM) = circuito metálico. (conc) = concentrado.
(ua) = unidades arbitrárias. [X] = concentração da espécie química em mol L-1

MASSAS MOLARES

Elemento Número Massa Molar Elemento Número Massa Molar


Químico Atômico (g mol-1) Químico Atômico (g mol-1)

H 1 1,01 Mn 25 54,94

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 3


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Elemento Número Massa Molar Elemento Número Massa Molar


Químico Atômico (g mol-1) Químico Atômico (g mol-1)

Li 3 6,94 Fe 26 55,85

C 6 12,01 Co 27 58,93

N 7 14,01 Cu 29 63,55

O 8 16,00 Zn 30 65,39

F 9 19,00 As 33 74,92

Ne 10 20,18 Br 35 79,90

Na 11 22,99 Mo 42 95,94

Mg 12 24,30 Sb 51 121,76

Al 13 26,98 I 53 126,90

Si 14 28,08 Ba 56 137,33

S 16 32,07 Pt 78 195,08

Cl 17 35,45 Au 79 196,97

Ca 20 40,08 Hg 80 200,59

1. (USNCO-2018-Part I)
Quantos átomos de oxigênio existem em 225 g de O2?
a) 4,23.1024
b) 6,84.1024
c) 8,47.1024
d) 1,69.1025
2. (USNCO-2018-Part I)
Prepara-se uma solução 0,300 M de HCl adicionando cerca de 1,50 M de HCl a um balão
volumétrico de 500 mL e diluindo até a marca com água deionizada. Qual volume de HC l 1,50 M
deve ser adicionado?
a) 100 mL

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 4


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

b) 150 mL
c) 225 mL
d) 250 mL
3. (USNCO-2018-Part I)
O óxido de cobre (I), Cu2O, é reduzido a cobre metálico por aquecimento em uma corrente de gás
hidrogênio. Que massa de água é produzida quando se formam 10,00 g de cobre?
a) 1,259 g
b) 1,417 g
c) 2,835 g
d) 5,670 g
4. (USNCO-2018-Part I)
O mineral enargita é composto por 48,41% Cu, 19,02% As e 32,57% S em massa. Qual é a fórmula
empírica do enargite?
a) CuAsS
b) Cu2AsS2
c) Cu3AsS4
d) Cu4AsS3
5. (USNCO-2018-Part I)
Uma amostra de 5,0 g de nitrato de cálcio (Ca(NO3)2 , M = 164) contaminada com sílica (SiO2, M =
60,1) contém 1,0 g de cálcio. Qual é a percentagem de pureza do nitrato de cálcio na amostra?
a) 20%
b) 24%
c) 73%
d) 82%
6. (USNCO-2018-Part I)
Uma solução de 20,0 g de qual sal hidratado dissolvido em 200 g H2O terá o menor ponto de
congelamento?
e) CuSO4 • 5 H2O (M = 250)
f) NiSO4 • 6 H2O (M = 263)
g) MgSO4 • 7 H2O (M = 246)
h) Na2SO4 • 10 H2O (M = 286)
7. (USNCO-2018-Part I)
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 5
www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Adição de HC 6 M a que a substância NÃO resultará a formação de um gás?


e) A
f) Zn
g) K2CO3
h) NaNO3
8. (USNCO-2018-Part I)
Qual seria o mais adequado para medir 2,7 mL de etanol para adição a uma reação com dicromato
acidificado?
a) Cilindro graduado de 10 mL
b) Balão volumétrico de 10 mL
c) Pipeta volumétrica de 10 mL
d) Béquer de 10 mL
9. (USNCO-2018-Part I)
A qual estado da matéria corresponde a imagem abaixo:

a) Gasoso
b) Líquido
c) Sólido Amorfo
d) Sólido Cristalino
10. (USNCO-2018-Part I)
O ponto de ebulição normal do 2-propanol, (CH3)2CHOH, é de 83 ºC, enquanto o da acetona,
(CH3)2C=O, é de 56 ºC. Qual é a principal razão para o maior ponto de ebulição do 2-propanol?
a) A ligação O-H no 2-propanol é mais forte que as ligações C – H em acetona.
b) O 2-Propanol possui maiores forças de dispersão de London do que a acetona.
c) O 2-Propanol possui interações dipolo-dipolo mais fortes que a acetona.
d) O 2-Propanol possui ligação de hidrogênio mais forte que a acetona.

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 6


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

11. (USNCO-2018-Part I)
Considere os quatro gases CO2, N2, CC4 e He. Qual é a ordem correta da velocidade molecular
média a 100 ºC?
a) He < N2 < CO2 < CC4
b) CC4 < CO2 < N2 < He
c) He < CO2 < N2 < CC4
d) CC4 < N2 < CO2 < He
12. (USNCO-2018-Part I)
Em que condições o comportamento de um gás real melhor se aproxima do comportamento de um
gás ideal?
I. Altas temperaturas
II. Alta pressão
a) Apenas I
b) Apenas II
c) Ambas
d) Nenhuma
13. (USNCO-2018-Part I)
Um sólido tem um ponto de fusão de 1710 ° C, é solúvel em água e não conduz eletricidade no
estado sólido. Qual é a natureza mais provável da ligação neste sólido?
a) Molecular
b) Covalente
c) Iônico
d) Metálico
14. (USNCO-2018-Part I)
Para 100,0 g de água a 25,00 ºC em um recipiente bem isolado é adicionado um bloco de alumínio
inicialmente a 100,0 ºC. A temperatura da água quando o sistema atinge o equilíbrio térmico é de
28,00 ºC. Qual é a massa do bloco de alumínio?
(A capacidade específica de calor do Aé de 0,900 J.g-1.K–1)
a) 4,17 g
b) 18,6 g
c) 19,4 g
d) 130 g

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 7


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

15. (USNCO-2018-Part I)
A entalpia padrão de formação, ∆Hºf, do composto MgO(s) é igual à variação de entalpia padrão
para qual reação?
a) Mg(s) + ½ O2 (g) → MgO (s)
b) 2 Mg (s) + O2 (g) → 2 MgO (s)
c) Mg (g) + O (g) → MgO (s)
d) Mg2+ (aq) + O2- (aq) → MgO(s)
16. (USNCO-2018-Part I)
O ponto triplo da amônia é 195,40 K e 0,006 bar, enquanto seu ponto de fusão é 195,42 K a pressão
de 1 bar. Qual afirmação sobre a amônia está correta?
(A) Amônia sólida é mais densa que a amônia líquida a 195,42 K
(B) O vapor de amônia não pode coexistir em equilíbrio com amônia líquida em equilíbrio a 195,5
K.
(C) O vapor de amônia não pode coexistir em equilíbrio com amônia líquida em equilíbrio a 195,3
K.
(D) Amônia sólida e amônia líquida não podem coexistir em equilíbrio a 195,5 K.
17. (USNCO-2018-Part I)
Acetona, C3H6O, tem pressão de vapor de 0,307 bar a 25 °C. Uma amostra de 0,100 mol de acetona
é adicionada a um container que contém 1,00 L de gás argônio a pressão de 1,00 bar e 25 °C. O
volume do container é, então, aumentado para 4,00 L com a temperatura mantida constante. Qual
a pressão no container após a expansão?
(A) 0,250 bar
(B) 0,307 bar
(C) 0,557 bar
(D) 0,870 bar
18. (USNCO-2018-Part I)
Qual é a fórmula do óxido, cuja célula unitária é mostrada a seguir?

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 8


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

(A) Ce7O4
(B) CeO
(C) Ce2O3
(D) CeO2
19. (USNCO-2018-Part I)
Uma reação química espontânea e endotérmica acontece a pressão e volume constantes em um
container isolado. À medida que a reação prossegue, o que acontece com a temperatura do
sistema e com a energia interna dos reagentes à medida que eles se transformam nos produtos?
(A) Tanto a temperatura quanto a energia interna dos reagentes aumentam.
(B) A temperatura aumenta, mas a energia interna diminui.
(C) A temperatura diminui, mas a energia interna aumenta
(D) Tanto a temperatura quanto a energia interna dos reagentes diminuem.
20. (USNCO-2018-Part I)
Qual é o calor de formação padrão (∆Hf0) do eteno gasoso, C2H4 (g)?
H2 (g) + ½ O2 (g) → H2O (g) ∆H0 = – 242 kJ mol–1
2 C (s, grafite) + 3H2(g) + ½ O2 (g) → C2H5OH ∆H0 = – 278 kJ mol–1
C2H4(g) + H2O (g) → C2H5OH () ∆H0 = – 88 kJ mol–1
21. (USNCO-2018-Part I)
A entalpia de formação de XeF2 (g) é –108 kJ mol–1 e a entalpia de dissociação de ligação da ligação
F–F é de 155 kJ mol– 1. Qual é a entalpia de dissociação de ligação média de uma ligação Xe-F?
a) 47 kJ mol-1
b) 54 kJ mol-1
c) 132 kJ mol-1
d) 263 kJ mol-1

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 9


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

22. (USNCO-2018-Part I)
Qual é a energia livre de Gibbs padrão de formação, ∆𝐺𝑓°, do NH3 (g) a 298K?

a) -104 kJ mol-1
b) -16 kJ mol-1
c) -7 kJ mol-1
d) 13 kJ mol-1
23. (USNCO-2018-Part I)
A vaporização de um líquido a uma determinada temperatura e pressão é espontânea. Para esse
processo, qual das desigualdades em relação à energia livre de Gibbs G e à energia interna E estão
corretas?
I. ∆G < 0
II. ∆E < ∆H
a) Apenas I
b) Apenas II
c) I e II
d) Nenhuma
24. (USNCO-2018-Part I)
Qual das seguintes reações ocorre com um aumento na entropia sob condições padrão?
a) NH4+ (aq) + CH3COO– (aq) → NH3(aq) + CH3COOH (aq)
b) CaO (s) + CO2 (g) → CaCO3 (s)
c) NH3 (g) + HC (g) → NH4+ (aq) + C – (aq)
d) C2H4 (g) + Br2 () → C2H4Br2 ()
25. (USNCO-2018-Part I)
O tetracloreto de carbono é produzido a partir de cloreto de metila e cloro, de acordo com a
seguinte equação:
CH3C (g) + 3 C2 (g) → CCl4 (g) + 3 HC (g)
Se a taxa de formação de CCl4 for medida em 0,063 M.min -1, qual é a taxa de desaparecimento de
C2?

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 10


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

a) 0,021 M.min–1
b) 0,063 M.min–1
c) 0,13 M.min–1
d) 0,19 M.min–1
26. (USNCO-2018-Part I)
O iodo-131 decai com uma meia-vida de 8,02 d. Em uma amostra contendo inicialmente 5,00 mg
de 131I, qual massa permanece após 6,01 d?
a) 1,13 mg
b) 1,87 mg
c) 2,97 mg
d) 3,13 mg
27. (USNCO-2018-Part I)
Para uma reação irreversível A → Produtos, o gráfico de 1/[A] em função do tempo é linear. Qual é
a ordem da reação em relação a A?
a) Ordem Zero
b) Primeira ordem
c) Segunda ordem
d) A ordem não pode ser determinada baseada nos dados fornecidos
28. (USNCO-2018-Part I)
Comparando duas reações, a reação que tiver a maior energia de ativação sempre
a) será mais lenta
b) será mais rápida
c) terá uma velocidade que varia menos com a temperatura
d) terá uma velocidade que varia mais com a temperatura
29. (USNCO-2018-Part I)
A formação do NOBr,
2 NO (g) + Br2(g) → 2 NOBr (g)
Foi estudada, e o seguinte mecanismo foi proposto:
NO (g) + Br2(g) ⇌ NOBr2 (g) (equilíbrio rápido)
NO (g) + NOBr2(g) → 2 NOBr (g) (lenta)
Qual é a lei de velocidade prevista por esse mecanismo?

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 11


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

a) v = k[NO][Br2]
b) v = k[NO]²[Br2]
c) v = k[NO][Br2]²
d) v = k[NO]²
30. (USNCO-2018-Part I)
A formação do NOBr,
2 NO (g) + Br2(g) → 2 NOBr (g)
Foi estudada, e o seguinte mecanismo foi proposto:
NO (g) + Br2(g) ⇌ NOBr2 (g) (equilíbrio rápido)
NO (g) + NOBr2(g) → 2 NOBr (g) (lenta)
Nessa reação, NOBr2 (g) é melhor descrito como
a) um intermediário
b) um produto
c) um catalisador homogêneo
d) um catalisador heterogêneo

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 12


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Gabarito
1. C 16. A
2. A 17. C
3. B 18. D
4. C 19. C
5. D 20. B
6. D 21. C
7. D 22. B
8. A 23. C
9. A 24. A
10. D 25. D
11. B 26. C
12. A 27. C
13. C 28. D
14. C 29. B
15. A 30. A

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 13


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

– Exercícios comentados de Química USNCO – 2018 – Part 1

1. (USNCO-2018-Part I)
Quantos átomos de oxigênio existem em 225 g de O2?
a) 4,23.1024
b) 6,84.1024
c) 8,47.1024
d) 1,69.1025

Comentários
A massa molar do átomo de oxigênio é 16 g. Isso indica que, em uma amostra de 16 g de
oxigênio, haverá 1 mol de átomos de oxigênio. Dessa forma, em uma amostra de 225 g de O2, temos
que:
𝑚
𝑛 =
𝑀
225
𝑛 = ≅ 14,0625 𝑚𝑜𝑙 𝑑𝑒 á𝑡𝑜𝑚𝑜𝑠 𝑑𝑒 𝑂
16
No entanto, o que a questão quer é a quantidade de átomos. Portanto, basta multiplicar pelo
número de Avogrado.
𝑁 = 𝑁𝐴 ⋅ 𝑛
𝑁 = 6,02 ∙ 1023 ⋅ 14,0625
𝑁 = 8,47 ∙ 1024 á𝑡𝑜𝑚𝑜𝑠 𝑑𝑒 𝑂
Gabarito: C

2. (USNCO-2018-Part I)
Prepara-se uma solução 0,300 M de HCl adicionando cerca de 1,50 M de HCl a um balão
volumétrico de 500 mL e diluindo até a marca com água deionizada. Qual volume de HCl 1,50
M deve ser adicionado?
a) 100 mL
b) 150 mL
c) 225 mL
d) 250 mL

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 14


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Comentários
A solução de 0,300 M de HCl será preparada no balão volumétrico de 500 mL conforme o
enunciado. Portanto, o número de mol de HCl da solução final será dado por: 𝑛 = 𝑀. 𝑉
Sabendo que M = 0,300 mol/L e que V = 500 mL = 0,5 L, vem:
𝑛 = 0,300.0,5 = 0,15 𝑚𝑜𝑙
De posse desse dado, podemos abordar o outro lado da questão. Para isso, perceba que em
uma diluição, a concentração e o volume da solução podem variar, porém a quantidade do soluto
(número de mol) permanecerá constante. Em outras palavras, na solução de 1,5 M de HC, haverá
0,15 mol de HC.
𝑛 = 𝑀. 𝑉
0,15
0,15 = 1,5𝑉 ∴ 𝑉 = = 0,1 𝐿 = 100 𝑚𝐿
1,5
Gabarito: A

3. (USNCO-2018-Part I)
O óxido de cobre (I), Cu2O, é reduzido a cobre metálico por aquecimento em uma corrente de
gás hidrogênio. Que massa de água é produzida quando se formam 10,00 g de cobre?
a) 1,259 g
b) 1,417 g
c) 2,835 g
d) 5,670 g

Comentários
A equação que descreve a reação química descrita no enunciado é:
𝐶𝑢2 𝑂 + 𝐻2 → 2 𝐶𝑢 + 𝐻2 𝑂
A partir dela, percebe-se que a proporção entre a produção de Cu e H2O é de 2:1, ou seja, o
número de mol de cobre produzido será o dobro do de água. Dessa forma, temos ue:
𝑚 10,00
𝑛𝐶𝑢 = =
𝑀 63,55
𝑛𝐶𝑢 5,00
𝑛𝐻2 𝑂 = =
2 63,55
Portanto, a massa de água formada será:

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 15


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

5,00
𝑚𝐻2𝑂 = 𝑛. 𝑀 = . 18 = 1,417 𝑔
63,55
Gabarito: B

4. (USNCO-2018-Part I)
O mineral enargita é composto por 48,41% Cu, 19,02% As e 32,57% S em massa. Qual é a
fórmula empírica do enargite?
a) CuAsS
b) Cu2AsS2
c) Cu3AsS4
d) Cu4AsS3

Comentários
Esse tipo de questão (sobre composição de substâncias) é bastante comum no ITA e no IME
e, por isso, é importantíssimo conhecer o mecanismo de resolução.
Basicamente seguirá esses 3 passos:
1. Pegar uma amostra de 100 g do material. Dessa forma, a porcentagem de cada átomo
será equivalente a massa do átomo naquela amostra.
2. Dividir cada uma das massas dos átomos pela respectiva massa molar, determinando,
assim, o número de mol de cada espécie química na amostra.
3. Manipular os valores encontrados para que se transformem, simultaneamente, nos
menores valores inteiros. Dessa forma, será obtida a fórmula mínima do composto em
questão.
Aplicando essas etapas, obtemos:
1. 𝑚𝐶𝑢 = 48,41 𝑔 ; 𝑚𝐴𝑠 = 19,02 𝑔 ; 𝑚𝑆 = 32,57 𝑔
48,41
2. 𝑛𝐶𝑢 = = 0,7618 𝑚𝑜𝑙
63,55
19,02
𝑛𝐴𝑠 = = 0,2539 𝑚𝑜𝑙
74,92
32,57
𝑛𝑆 = = 1,0156 𝑚𝑜𝑙
32,07

Dividindo todos pelo menor (0,2539) obtém-se os seguintes resultados:


0,7618
3. 𝑛𝐶𝑢 = ≅ 3 𝑚𝑜𝑙
0,2539
0,2539
𝑛𝐴𝑠 = = 1 𝑚𝑜𝑙
0,2539

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 16


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

1,0156
𝑛𝑆 = = 4 𝑚𝑜𝑙
0,2539

Dessa forma, o composto será Cu3AsS4


Gabarito: C

5. (USNCO-2018-Part I)
Uma amostra de 5,0 g de nitrato de cálcio (Ca(NO 3)2 , M = 164) contaminada com sílica (SiO2,
M = 60,1) contém 1,0 g de cálcio. Qual é a percentagem de pureza do nitrato de cálcio na
amostra?
a) 20%
b) 24%
c) 73%
d) 82%

Comentários
Uma interpretação que se pode ter quando uma questão se referir à pureza de uma
substância é de que a massa fornecida na verdade é um pouco superior a massa real da substância
naquela amostra. Em outras palavras, a massa de nitrato de cálcio é, na verdade, um pouco inferior
a 5,0 g. E o valor real pode ser obtido multiplicando a massa fornecida pela pureza.
Dessa forma, basta montarmos uma regra de 3, em que na primeira linha teremos os dados
para 1 mol da substância, e na segunda linha, os dados do enunciado.
Massa de Nitrato de Cálcio Massa de Cálcio
164 40
5xP 1,0
Resolvendo a regra de 3 acima, vem:
164
200𝑃 = 164 ∴ 𝑃 = = 82%
200

Gabarito: D

6. (USNCO-2018-Part I)
Uma solução de 20,0 g de qual sal hidratado dissolvido em 200 g H 2O terá o menor ponto de
congelamento?
e) CuSO4 • 5 H2O (M = 250)

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 17


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

f) NiSO4 • 6 H2O (M = 263)


g) MgSO4 • 7 H2O (M = 246)
h) Na2SO4 • 10 H2O (M = 286)
Comentários
A solução que terá o menor ponto de congelamento é aquela que tiver o menor número de
partículas em solução, pois lembremos que é justamente disso que se trata a crioscopia:
abaixamento da temperatura de fusão em decorrência da adição de um soluto não volátil.
Outra linha de raciocínio seria pensar na fórmula em si:
Δ𝑇 = 𝐾𝑐 . 𝑊. 𝑖
Em que Kc é uma constante que depende apenas do solvente; W é a molalidade do soluto e i
é o fator de van't Hoff.
Para obtermos a quantidade de partículas em solução, basta que encontremos o número de
mols que há em 20,0 g do sal e multiplicar pela quantidade de íons que estará em solução quando o
sal for dissolvido. Então analisar cada uma das alternativas.
É importante ressaltar que a água de cristalização não exerce nenhuma influência no ponto
de congelamento, pois ela não é um soluto. Em vez disso, ela se misturará ao solvente da solução.
a) 𝐶𝑢𝑆𝑂4 (𝑎𝑞) → 𝐶𝑢2+ (𝑎𝑞) + 𝑆𝑂42−
Portanto, o fator de van’t Hoff para o Sulfato de Cobre é 2, uma vez que
2 partículas são formadas quando o sal é dissolvido.
𝑚 20,0
𝑛= = = 0,08 𝑚𝑜𝑙 𝑑𝑜 𝑠𝑎𝑙
𝑀 250
Dessa forma, o número de partículas será:
𝑁 = 𝑖. 𝑛 = 2.0,08 = 0,16 𝑚𝑜𝑙 𝑑𝑒 𝑝𝑎𝑟𝑡í𝑐𝑢𝑙𝑎𝑠
b) Analogamente, ao item anterior:
𝑁𝑖𝑆𝑂4 (𝑎𝑞) → 𝑁𝑖 2+ (𝑎𝑞) + 𝑆𝑂42−
𝑖=2
20,0
𝑛= = 0,076 ∴ 𝑁 = 𝑖. 𝑛 = 2.0,076 = 0,152 𝑚𝑜𝑙 𝑑𝑒 𝑝𝑎𝑟𝑡í𝑐𝑢𝑙𝑎𝑠
263
c) 𝑀𝑔𝑆𝑂4 (𝑎𝑞) → 𝑀𝑔2+ (𝑎𝑞) + 𝑆𝑂42−
𝑖=2
20,0
𝑛= = 0,081 ∴ 𝑁 = 𝑖. 𝑛 = 2.0,081 = 0,162 𝑚𝑜𝑙 𝑑𝑒 𝑝𝑎𝑟𝑡í𝑐𝑢𝑙𝑎𝑠
246
d) 𝑁𝑎2 𝑆𝑂4 (𝑎𝑞) → 2 𝑁𝑎 + (𝑎𝑞) + 𝑆𝑂42−
𝑖=3

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 18


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

20,0
𝑛= = 0,07 ∴ 𝑁 = 𝑖. 𝑛 = 3.0,07 = 0,21 𝑚𝑜𝑙 𝑑𝑒 𝑝𝑎𝑟𝑡í𝑐𝑢𝑙𝑎𝑠
286
Portanto, temos que o sal que terá o menor ponto de congelamento será o Sulfato de Sódio.

Gabarito: D

7. (USNCO-2018-Part I)
Adição de HC 6 M a que a substância NÃO resultará a formação de um gás?
e) A
f) Zn
g) K2CO3
h) NaNO3

Comentários
Essa é uma questão sobre reações químicas. Para um bom entendimento deve-se ter um
conhecimento sobre o NOX das substâncias além de outros conhecimentos mais gerais sobre
reatividade e reações particulares.
a) 2 𝐴𝑙 (𝑠) + 6 𝐻𝐶𝑙 (𝑎𝑞) → 2 𝐴𝑙𝐶𝑙3 (𝑎𝑞) + 3 𝐻2 (𝑔)
b) 𝑍𝑛 (𝑠) + 2 𝐻𝐶𝑙 (𝑎𝑞) → 𝑍𝑛𝐶𝑙2 (𝑎𝑞) + 𝐻2 (𝑔)
c) 𝐾2 𝐶𝑂3 (𝑠) + 2 𝐻𝐶𝑙 (𝑎𝑞) → 2 𝐾𝐶𝑙 (𝑎𝑞) + 𝐻2 𝑂 (𝑙) + 𝐶𝑂2 (𝑔)
d) 𝑁𝑎𝑁𝑂3 (𝑠) + 𝐻𝐶𝑙 (𝑎𝑞) → 𝑁𝑎𝐶𝑙 (𝑎𝑞) + 𝐻𝑁𝑂3 (𝑎𝑞)
Os dois primeiros itens exigem o conhecimento sobre reação de deslocamento (ou simples
troca), mais precisamente sobre a reatividade dos metais em comparação com o hidrogênio:

Metais Alcalinos e Metais Nobres


> Metais Comuns > 𝐻 >
Alcalinos Terrosos (Cu, Hg, Ag, Pd, Pt, Au)
As duas alternativas seguintes são reações de dupla troca. E uma das informações
importantes é que o H2CO3 é um ácido instável, isto é, se decompõe com facilidade por meio da
seguinte equação:
𝐻2 𝐶𝑂3 (𝑎𝑞) → 𝐻2 𝑂 (𝑙) + 𝐶𝑂2 (𝑔)

Gabarito: D

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 19


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

8. (USNCO-2018-Part I)
Qual seria o mais adequado para medir 2,7 mL de etanol para adição a uma reação com
dicromato acidificado?
a) Cilindro graduado de 10 mL
b) Balão volumétrico de 10 mL
c) Pipeta volumétrica de 10 mL
d) Béquer de 10 mL

Comentários
Cilindro Graduado (ou Proveta) - sua principal característica é a presença de medidas em toda
a sua extensão. É utilizada para medição de volumes de líquidos, com relativa precisão.
Balão Volumétrico - é um frasco utilizado na preparação e diluição de soluções com volumes
precisos e pré-fixados.
Pipeta Volumétrica - a principal função da pipeta é transportar quantidades precisas de
material líquido. Existem diversos tipos de pipetas, mas a volumétrica possui a característica de que
é possível transportar apenas uma determinada quantidade de volume já pré-fixada.
Béquer - Seu uso é recomendado para experimentos e misturas, pois apesar de ter graduação,
oferece medidas pouco precisas.
Dessa forma, a alternativa correta é a letra A, uma vez que as alternativas B e C seriam eficazes
para exatamente 10 mL e a alternativa D não é usada para transferir volumes com precisão.

Gabarito: A

9. (USNCO-2018-Part I)
A qual estado da matéria corresponde a imagem abaixo:

a) Gasoso

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 20


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

b) Líquido
c) Sólido Amorfo
d) Sólido Cristalino

Comentários

Estado Físico Características Macroscópicas Características Microscópicas


Predominam as forças de Tem forma e volumes
coesão, e por isso, suas definidos
Sólido partículas encontram-se
bastante próximas e
organizadas (compactadas).
As forças de atração são Possui volume definido,
menos intensas, o que porém, forma variável, já que
Líquido permite maior movimento das assume o formato do
partículas e menor recipiente que o contém.
organização.
Predominam as forças de Não tem forma, nem volume
repulsão, portanto, as definidos, uma vez que
partículas possuem grande assumirá o formato do
Gasoso liberdade de movimento, recipiente e ocupará todo o
ficam distantes umas das espaço fornecido. Sofre
outras e bastante compressão e expansão
desorganizadas. facilmente.
Sólido Amorfo é a designação dada à estrutura que não têm ordenação espacial a longa
distância (em termos atómicos), como os sólidos regulares. Um exemplo bastante comum no dia a
dia são os vidros.
Dessa forma, percebe-se, pela imagem, que as moléculas estão com alto grau de agitação e
movimentando-se de forma desorganizada. Então, o estado físico delas é o gasoso.
Gabarito: A

10. (USNCO-2018-Part I)
O ponto de ebulição normal do 2-propanol, (CH3)2CHOH, é de 83 ºC, enquanto o da acetona,
(CH3)2C=O, é de 56 ºC. Qual é a principal razão para o maior ponto de ebulição do 2-propanol?
a) A ligação O-H no 2-propanol é mais forte que as ligações C – H em acetona.

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 21


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

b) O 2-Propanol possui maiores forças de dispersão de London do que a acetona.


c) O 2-Propanol possui interações dipolo-dipolo mais fortes que a acetona.
d) O 2-Propanol possui ligação de hidrogênio mais forte que a acetona.
Comentários
O ponto de ebulição é uma propriedade das substâncias que depende das interações
intermoleculares (entre moléculas vizinhas). Quanto maior forem as interações, mais fortemente as
moléculas estarão ligadas e, dessa forma, mais difícil será para elas passarem para o estado gasoso.
Nesse contexto, convém analisar a intensidade dos tipos de ligações intermoleculares:
𝐷𝑖𝑠𝑝𝑒𝑟çã𝑜 𝑑𝑒 𝐿𝑜𝑛𝑑𝑜𝑛
Ligações de
> 𝐷𝑖𝑝𝑜𝑙𝑜 − 𝑑𝑖𝑝𝑜𝑙𝑜 > (𝐷𝑖𝑝𝑜𝑙𝑜 𝐼𝑛𝑑𝑢𝑧𝑖𝑑𝑜
Hidrogênio
− 𝐷𝑖𝑝𝑜𝑙𝑜 𝐼𝑛𝑑𝑢𝑧𝑖𝑑𝑜)
Dessa forma, percebe-se que no 2-Propanol haverá pontes de hidrogênio. Já na acetona, a
princípio não há. Contudo, devido ao processo de tautomerização, algumas acetonas se
transformarão em enóis, surgindo algumas ligações de hidrogênio, que embora ajudem, não supera
as do 2-propanol.
Portanto, a alternativa correta é a D.
Gabarito: D

11. (USNCO-2018-Part I)
Considere os quatro gases CO2, N2, CC4 e He. Qual é a ordem correta da velocidade molecular
média a 100 ºC?
a) He < N2 < CO2 < CC4
b) CC4 < CO2 < N2 < He
c) He < CO2 < N2 < CC4
d) CC4 < N2 < CO2 < He
Comentários
Pelo Lei de Graham, a velocidade de difusão e de efusão de um gás é inversamente
proporcional à raiz quadrada de sua massa molar. Matematicamente, podemos expressar da
seguinte forma:

𝑣1 𝑀2
= √
𝑣2 𝑀1

Dessa forma, basta que sabemos a massa molar de cada um dos quatro gases:

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 22


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

𝑀𝐶𝑂2 = 44 𝑔/𝑚𝑜𝑙
𝑀𝑁2 = 28 𝑔/𝑚𝑜𝑙
𝑀𝐶𝐶𝑙4 = 154 𝑔/𝑚𝑜𝑙
𝑀𝐻𝑒 = 4 𝑔/𝑚𝑜𝑙
Portanto, temos que a ordem correta das velocidades médias é a que consta na alternativa
B.
Gabarito: B

12. (USNCO-2018-Part I)
Em que condições o comportamento de um gás real melhor se aproxima do comportamento
de um gás ideal?
I. Altas temperaturas
II. Alta pressão
a) Apenas I
b) Apenas II
c) Ambas
d) Nenhuma

Comentários
A teoria cinética dos gases estabelece que as moléculas do gás ideal ou perfeito:
1º) movem-se desordenadamente (caos molecular) e apresentam velocidades variáveis, cuja média
está relacionada com a temperatura do gás.
2º) não exercem ação mútua, isto é, não interagem, exceto durante as colisões.
3º) chocam-se elasticamente entre si e com as paredes do recipiente, não havendo, portanto, perda
energética nessas colisões.
4º) apresentam volume próprio total desprezível, em comparação com o volume ocupado pelo gás.
Todavia, sabe-se que nos gases reais as interações entre as moléculas (atração e repulsão)
não podem ser ignoradas.
Dessa forma, o comportamento dos gases reais se aproxima do previsto para o modelo ideal
quando essas interações entre as moléculas forem minimizadas, o que ocorre em altas
temperaturas e baixas pressões.
À primeira vista, pode parecer estranho que um gás, em alta temperatura (alto grau de
agitação molecular), exerça baixa pressão, de acordo com a condição estabelecida para que o gás
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 23
www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

real tenha comportamento próximo do ideal. No entanto, a baixa pressão é possível desde que a
quantidade de moléculas no recipiente seja pequena.
Em outros termos, podemos dizer que a referida condição exige que se tenha um gás real
rarefeito em alta temperatura. O gás real nessa situação se comporta de modo aproximado como
ideal porque, havendo poucas moléculas em temperatura elevada, a distância média entre as
moléculas é muito grande, sendo pequena a intensidade das forças de ação entre elas. A quantidade
pequena de moléculas faz com que o volume próprio delas seja desprezível quando comparado com
o volume total ocupado pelo gás.
Portanto, apenas a afirmativa I (altas temperaturas) está certa.
Gabarito: A

13. (USNCO-2018-Part I)
Um sólido tem um ponto de fusão de 1710 ° C, é solúvel em água e não conduz eletricidade no
estado sólido. Qual é a natureza mais provável da ligação neste sólido?
a) Molecular
b) Covalente
c) Iônico
d) Metálico

Comentários
Vamos relembrar as propriedades dos tipos de sólidos.
• Sólidos Moleculares: não conduzem o calor nem a eletricidade; apresentam um ponto de
fusão baixo (quando comparados com os sólidos iônicos).
• Sólidos Covalentes: São duros; não se deformam nem se laminam; apresentam ponto de
fusão e ebulição elevados; são maus condutores de corrente elétrica e calor.
• Sólidos Iônicos: Maus condutores no estado sólido, porém, quando dissolvidos em água,
tornam-se bons condutores; apresentam elevados pontos de fusão;
• Sólidos Metálicos: Bons condutores de calor e eletricidade; tendem a ter altos pontos de
fusão (apesar de exceções, como o mercúrio).
Como o sólido apresenta alto ponto de fusão, isso elimina as possibilidades de ele ser
molecular. Como ele é solúvel em água, isso elimina as possibilidades de ser metal ou covalente.
Como não é condutor no estado sólido, elimina a possibilidade de ser metal.
Portanto, só sobrou a opção de sólido iônico. Realmente, o alto ponto de fusão, a solubilidade
em água e a ausência de condutividade elétrica no estado sólido
Portanto, a alternativa que mais se encaixa as informações contidas no enunciado é a letra C,
isto é, sólido iônico.
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 24
www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Gabarito: C

14. (USNCO-2018-Part I)
Para 100,0 g de água a 25,00 ºC em um recipiente bem isolado é adicionado um bloco de
alumínio inicialmente a 100,0 ºC. A temperatura da água quando o sistema atinge o equilíbrio
térmico é de 28,00 ºC. Qual é a massa do bloco de alumínio?
(A capacidade específica de calor do Aé de 0,900 J.g-1.K–1)
a) 4,17 g
b) 18,6 g
c) 19,4 g
d) 130 g

Comentários
Pela conservação da energia, o calor absorvido por uma substância deve ser igual ao cedido
por outro.
𝑄𝑎𝑏𝑠𝑜𝑟𝑣𝑖𝑑𝑜 = 𝑄𝑐𝑒𝑑𝑖𝑑𝑜
𝑚𝐻2𝑂 . 𝑐𝐻2𝑂 Δ𝑇1 = 𝑚𝐴𝑙 . 𝑐𝐴𝑙 . Δ𝑇2
Substituindo os dados do enunciado, temos que:
100,00 ⋅ 4,184 ∙ (28,00 − 25,00) = 𝑚𝐴𝑙 ⋅ 0,900 ⋅ (100 − 28,00)
1255,2 = 𝑚𝐴𝑙 ⋅ 64,8
1255,2
𝑚𝐴𝑙 = ∴ 𝑚𝐴𝑙 ≅ 19,4 𝑔
64,8
Gabarito: C

15. (USNCO-2018-Part I)
A entalpia padrão de formação, ∆Hºf, do composto MgO(s) é igual à variação de entalpia padrão
para qual reação?
a) Mg(s) + ½ O2 (g) → MgO (s)
b) 2 Mg (s) + O2 (g) → 2 MgO (s)
c) Mg (g) + O (g) → MgO (s)
d) Mg2+ (aq) + O2- (aq) → MgO(s)

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 25


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Comentários
A entalpia de formação, também denominada de calor de formação, entalpia padrão de
formação e ΔH de formação, é a variação da entalpia, isto é, o calor que foi liberado ou absorvido
na reação de formação de 1,0 mol de determinada substância a partir de seus elementos
constituintes (substâncias simples), no estado padrão.
Vale salientar que o estado padrão corresponde à forma alotrópica mais estável da substância
simples, sob pressão de 1,0 atm, temperatura de 25 °C e concentração de 1,0 mol/L para as soluções.
Para essas substâncias, convencionou-se que o valor da entalpia padrão, simbolizado por H0, é igual
a zero.
Portanto, as substâncias simples que formam o monóxido de magnésio são o magnésio
metálico e o gás oxigênio (O2).
Então a equação química correspondente é a da alternativa A.
Gabarito: A

16. (USNCO-2018-Part I)
O ponto triplo da amônia é 195,40 K e 0,006 bar, enquanto seu ponto de fusão é 195,42 K a
pressão de 1 bar. Qual afirmação sobre a amônia está correta?
(A) Amônia sólida é mais densa que a amônia líquida a 195,4 K
(B) O vapor de amônia não pode coexistir em equilíbrio com amônia líquida em equilíbrio a
195,5 K.
(C) O vapor de amônia não pode coexistir em equilíbrio com amônia sólida em equilíbrio a
195,3 K.
(D) Amônia sólida e amônia líquida não podem coexistir em equilíbrio a 195,5 K.

Comentários
Façamos um esboço do diagrama de fases da amônia.

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 26


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

(A) Como a curva de fusão está ligeiramente inclinada para a direita, a fase líquida é mais
densa que a fase sólida, assim como acontece com a água. Afirmação correta.
Para as demais alternativas, vamos marcar em laranja pontos correspondentes às
temperaturas citadas, em que temos:
• Equilíbrio entre líquido e vapor 195,5 K
• Equilíbrio sólido e vapor a 195,3 K
• Equilíbrio entre sólido e líquido a 195,5 K

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 27


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Gabarito: A

17. (USNCO-2018-Part I)
Acetona, C3H6O, tem pressão de vapor de 0,307 bar a 25 °C. Uma amostra de 0,100 mol de
acetona é adicionada a um container que contém 1,00 L de gás argônio a pressão de 1,00 bar
e 25 °C. O volume do container é, então, aumentado para 4,00 L com a temperatura mantida
constante. Qual a pressão no container após a expansão?
(A) 0,250 bar
(B) 0,307 bar
(C) 0,557 bar
(D) 0,870 bar

Comentários
Questão bem interessante. Quando ocorre expansão, a pressão do argônio é reduzida
seguindo a Lei de Boyle.
𝑃2𝐴𝑟 𝑉2 = 𝑃1𝐴𝑟 𝑉1
1
𝑃2𝐴𝑟 . 4 = 1.1 ∴ 𝑃2𝐴𝑟 =
= 0,25 𝑏𝑎𝑟
2
Além do argônio, o gás conterá o vapor de acetona, cuja pressão é sempre igual a 0,307 bar,
independentemente do volume do recipiente. Portanto, a pressão total será a soma das duas
pressões parciais:
𝑃2 = 𝑃2𝐴𝑟 + 𝑃2𝐴𝑐𝑒𝑡𝑜𝑛𝑎 = 0,25 + 0,307 = 0,557 𝑏𝑎𝑟

Gabarito: C

18. (USNCO-2018-Part I)
Qual é a fórmula do óxido, cuja célula unitária é mostrada a seguir?

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 28


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

(A) Ce7O4
(B) CeO
(C) Ce2O3
(D) CeO2

Comentários
Na célula unitária, podemos observar 14 átomos de cério e 8 átomos de oxigênio. Porém, eles
não pertencem integralmente a uma única célula unitária. Devemos notar que:
• Um plano divide uma esfera em duas partes;
• Dois planos dividem uma esfera em quatro pedaços;
• Três planos dividem uma esfera em oito pedaços.
Com base nisso, temos que:
• Os átomos que se localizam nos vértices do cubo mostrado na figura são comuns a oito células
unitárias. São 8 átomos de cério nessa situação;
• Os átomos localizados nas arestas do cubo são comuns a quatro células unitárias. Não há
nenhum átomo nessa situação;
• Os átomos localizados nos centros das faces são comuns a duas células unitárias. São 6
átomos de cério nessa situação
• Os átomos localizados no interior da célula unitária pertencem unicamente a uma célula
unitária. São 8 átomos de oxigênio nessa situação.
Agora, vamos ponderar o número de átomos de cada elemento pel
1 1
𝐶𝑒: ⋅ 8 + ⋅ 6 = 1 + 3 = 4
8 2
𝑂: 8
A célula unitária contém, portanto, 4 átomos de cério e 8 átomos de oxigênio. Logo, a fórmula
mínima do cristal é CeO2.

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 29


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Gabarito: D

19. (USNCO-2018-Part I)
Uma reação química espontânea e endotérmica acontece a pressão e volume constantes em
um container isolado. À medida que a reação prossegue, o que acontece com a temperatura
do sistema e com a energia interna dos reagentes à medida que eles se transformam nos
produtos?
(A) Tanto a temperatura quanto a energia interna dos reagentes aumentam.
(B) A temperatura aumenta, mas a energia interna diminui.
(C) A temperatura diminui, mas a energia interna aumenta.
(D) Tanto a temperatura quanto a energia interna dos reagentes diminuem.

Comentários
Vamos tomar como exemplo a decomposição do N2O4.
𝑁2 𝑂4 (𝑔) → 2 𝑁𝑂2 (𝑔)
Essa reação é endotérmica, porque acontece com aumento do número de mols de gás.
Como a reação é endotérmica, ela provocará absorção de calor. Portanto, a temperatura do
sistema reduzirá. Esse calor será absorvido pelos gases, na forma de energia interna. Logo, aumenta
a energia interna dos reagentes.
A energia interna aumenta, porque o número de mols de gás no sistema aumenta. Pense, por
exemplo, na expressão da energia para gases monoatômicos.
3
𝑈= 𝑛𝑅𝑇
2
Gabarito: C

20. (USNCO-2018-Part I)
Qual é o calor de formação padrão (∆Hf0) do eteno gasoso, C2H4 (g)?
H2 (g) + ½ O2 (g) → H2O (g) ∆H0 = – 242 kJ mol–1
2 C (s, grafite) + 3H2(g) + ½ O2 (g) → C2H5OH ∆H0 = – 278 kJ mol–1
C2H4(g) + H2O (g) → C2H5OH () ∆H0 = – 88 kJ mol–1
a) 16 kJ mol–1
b) 52 kJ mol–1

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 30


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

c) 83 kJ mol–1
d) 285 kJ mol–1

Comentários
Na última reação, podemos escrever que a entalpia da reação é igual à entalpia dos produtos
menos a entalpia dos reagentes.
Δ𝐻 = 𝐻𝐶2 𝐻5 𝑂𝐻 − [𝐻𝐶2𝐻4 + 𝐻𝐻2𝑂 ]
As reações de formação do etanol e da água foram fornecidas no enunciado. Como a entalpia
de uma substância é igual ao seu calor de formação, temos:
−88 = −278 − [𝐻𝐶2 𝐻4 − 242]
−88 = −278 + 242 − [𝐻𝐶2 𝐻4 ]
𝐻𝐶2 𝐻4 = 278 − 242 − 88 = −52 𝑘𝐽/𝑚𝑜𝑙

Gabarito: B

21. (USNCO-2018-Part I)
A entalpia de formação de XeF2 (g) é –108 kJ mol–1 e a entalpia de dissociação de ligação da
ligação F–F é de 155 kJ mol– 1. Qual é a entalpia de dissociação de ligação média de uma ligação
Xe-F?
a) 47 kJ mol-1
b) 54 kJ mol-1
c) 132 kJ mol-1
d) 263 kJ mol-1

Comentários
A equação que representa a formação do XeF2 é:
𝑋𝑒 (𝑔) + 𝐹 2 (𝑔) → 𝑋𝑒𝐹2 (𝑔)
A entalpia dessa reação pode ser calculada tendo em vista as ligações químicas que são
formadas e quebradas.
Δ𝐻𝑓 = 𝐻𝐹−𝐹 − 2 ∙ 𝐻𝑋𝑒−𝐹
Substituindo os dados do enunciado, vem:

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 31


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

−108 = 155 − 2 ∙ 𝐻𝑋𝑒−𝐹 ∴ −2 ∙ 𝐻𝑋𝑒−𝐹 = −263


2 ∙ 𝐻𝑋𝑒−𝐹 = 263 ∴ 𝐻𝑋𝑒−𝐹 = 131,5 𝑘𝐽 𝑚𝑜𝑙−1
Arredondando o resultado obtido, obtém-se como resposta a alternativa C.
Convém observar que só se pode usar as energias de ligações para o cálculo da entalpia
quando as moléculas estão todas no estado gasoso, uma vez que nos demais estados haverá uma
energia associada a ligação entre as moléculas que não poderá ser desprezada.
Gabarito: C

22. (USNCO-2018-Part I)
Qual é a energia livre de Gibbs padrão de formação, ∆𝐺𝑓 °, do NH3 (g) a 298K?

a) -104 kJ mol-1
b) -16 kJ mol-1
c) -7 kJ mol-1
d) 13 kJ mol-1

Comentários
A equação que descreve a formação da amônia é:
3 1
𝐻2 (𝑔) + 𝑁2 (𝑔) → 𝑁𝐻3 (𝑔)
2 2
A fórmula da energia livre de Gibbs é dada por:
Δ𝐺 = Δ𝐻 − 𝑇 ⋅ Δ𝑆
Então primeiro vamos determinar a entalpia da reação com base nos dados da tabela.
Δ𝐻𝑓 = Δ𝐻𝑁𝐻3 ∴ Δ𝐻𝑓 = −46 𝑘𝐽 𝑚𝑜𝑙−1
Em seguida, calculando a variação da entropia da reação obtemos:
3 1
Δ𝑆 = Δ𝑆𝑁𝐻3 − Δ𝑆𝐻2 − Δ𝑆𝑁2
2 2
3 1
Δ𝑆 = 193 − ⋅ 131 − ⋅ 192 ∴ Δ𝑆 = −99,5 𝐽 𝑚𝑜𝑙 −1 𝐾 −1
2 2
Δ𝑆 = −0,0995 𝑘𝐽 𝑚𝑜𝑙−1 𝐾 −1
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 32
www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Substituindo na fórmula da energia de Gibbs, vem:


Δ𝐺 = −46 − 298 ⋅ (−0,0995) ∴ Δ𝐺 ≅ −16 𝑘𝐽 𝑚𝑜𝑙 −1

Gabarito: B

23. (USNCO-2018-Part I)
A vaporização de um líquido a uma determinada temperatura e pressão é espontânea. Para
esse processo, qual das desigualdades em relação à energia livre de Gibbs G e à energia interna
E estão corretas?
I. ∆G < 0
II. ∆E < ∆H

a) Apenas I
b) Apenas II
c) I e II
d) Nenhuma

Comentários
Como o processo é espontâneo, temos que a energia de Gibbs é negativa. Dessa forma a
afirmativa I é verdadeira.
Quanto à energia interna, basta lembrarmos que numa reação química, a relação entre a
entalpia H e a energia interna E é dada por:
Δ𝐻 = Δ𝐸 + Δ𝑛𝑅𝑇
Em que Δ𝑛 é a variação do número de mols de moléculas gasosas. Como se trata de uma
vaporização, essa variação é igual a +1. Como exemplo, podemos considerar uma substância
hipotética A. A equação que descreve a sua vaporização é:
𝐴 (𝑙) → 𝐴 (𝑔)
Dessa forma, retornando para a equação que relaciona a entalpia e a energia interna, e tendo
em vista que a variação do número de mol de moléculas gasosas é positiva, vem:
Δ𝐻 − 1 ⋅ 𝑅𝑇 = Δ𝐸 ∴ Δ𝐸 < Δ𝐻
Logo, a afirmativa II também é verdadeira.
Gabarito: C

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 33


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

24. (USNCO-2018-Part I)
Qual das seguintes reações ocorre com um aumento na entropia sob condições padrão?
a) NH4+ (aq) + CH3COO– (aq) → NH3(aq) + CH3COOH (aq)
b) CaO (s) + CO2 (g) → CaCO3 (s)
c) NH3 (g) + HC (g) → NH4+ (aq) + C – (aq)
d) C2H4 (g) + Br2 () → C2H4Br2 ()

Comentários
Uma maneira simples de definir entropia é como sendo uma grandeza que mensura o grau
de desordem de um sistema. Dessa forma, quanto mais desorganizado for um sistema maior será
sua entropia.
Uma maneira prática e rápida para julgar se dada reação ocorrerá com o aumento ou
diminuição de entropia é analisar a variação do número de mols de moléculas gasosas. Esse método
é válido, pois o estado gasoso é o que apresenta maior desordem, isto é, as moléculas no estado
gasoso se movem com uma liberdade bem superior aos demais estados, além disso, conforme a
teoria cinética, o movimento pode ser considerado caótico (uma indicação clara de desordem).
Analisando as alternativas pelo critério acima, percebemos que as letras B, C e D apresentarão
decréscimo de entropia. Restando a alternativa A, que é o gabarito.
Todavia, justificar o porquê da letra A estar correta é um pouco mais complexo, haja vista que
o critério acima não ajuda. Aí uma análise que pode ser feita é perceber que a base e o ácido
formados são fracos e, portanto, tendem a prevalecer na forma molecular favorecendo o sentido
direto da reação.

Gabarito: A

25. (USNCO-2018-Part I)
O tetracloreto de carbono é produzido a partir de cloreto de metila e cloro, de acordo com a
seguinte equação:
CH3C (g) + 3 C2 (g) → CCl4 (g) + 3 HC (g)
Se a taxa de formação de CCl4 for medida em 0,063 M.min-1, qual é a taxa de desaparecimento
de C2?
a) 0,021 M.min–1

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 34


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

b) 0,063 M.min–1
c) 0,13 M.min–1
d) 0,19 M.min–1

Comentários
Para resolver essa questão, basta observar a proporção estequiométrica.
Observando a equação química do enunciado, nota-se que a proporção entre Cl2 e CCl4 é de
3:1. O que isso significa? Que a cada 3 moléculas de Cl 2 que “desaparecem” 1 molécula de CCl4 é
formada.
A teoria sobre cinética química nos permite escrever que:
1 1 1 1
⋅ 𝑣𝐶𝐻3 𝐶𝑙 = ⋅ 𝑣𝐶𝑙2 = ⋅ 𝑣𝐶𝐶𝑙4 = ⋅ 𝑣𝐻𝐶𝑙
1 3 1 3
Dessa forma, usando a segunda igualdade e substituindo os valores do enunciado, obtemos:
1 1
⋅ 𝑣𝐶𝑙2 = ⋅ 0,063 ∴ 𝑣𝐶𝑙2 = 3 ⋅ 0,063 ∴ 𝑣𝐶𝑙2 ≅ 0,19 M. 𝑚𝑖𝑛−1
3 1
Portanto, o gabarito é a alternativa D.
Gabarito: D

26. (USNCO-2018-Part I)
O iodo-131 decai com uma meia-vida de 8,02 d. Em uma amostra contendo inicialmente 5,00
mg de 131I, qual massa permanece após 6,01 d?
a) 1,13 mg
b) 1,87 mg
c) 2,97 mg
d) 3,13 mg

Comentários
O decaimento radioativo apresenta uma cinética de 1ª ordem, que obedece a seguinte
fórmula:
𝑚 𝑚
𝑚 = 𝑚0 ⋅ 𝑒 −𝑘𝑡 ∴ = 𝑒 −𝑘𝑡 ∴ ln = −𝑘𝑡
𝑚0 𝑚0
Em que k é a constante de velocidade, que é dada por:

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 35


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

ln 2 ln 2
𝑘= = = 0,086 𝑑 −1
𝑡1⁄ 8,02
2

Substituindo o resultado acima e os dados do enunciado na primeira equação, vem:


𝑚 𝑚 𝑚
ln = −0,086 ⋅ 6,01 ∴ ln = −0,52 ∴ = 𝑒 −0,52 = 0,594
𝑚0 𝑚0 𝑚0
∴ 𝑚 = 5,00 ⋅ 0,594 ∴ 𝑚 = 2,97 𝑚𝑔
Portanto, o gabarito é a letra C

Gabarito: C

27. (USNCO-2018-Part I)
Para uma reação irreversível A → Produtos, o gráfico de 1/[A] em função do tempo é linear.
Qual é a ordem da reação em relação a A?
a) Ordem Zero
b) Primeira ordem
c) Segunda ordem
d) A ordem não pode ser determinada baseada nos dados fornecidos

Comentários
De acordo com o que foi visto na teoria de cinética química, podemos construir a seguinte
tabela:
Ordem da reação Fórmula
Ordem zero [𝐴] = [𝐴0 ] − 𝑘𝑡
Primeira ordem [𝐴] = [𝐴0 ] ⋅ 𝑒 −𝑘𝑡
1 1
Segunda ordem = + 𝑘𝑡
[𝐴] [𝐴0 ]
Portanto, conforme consta no enunciado, 1/[A] é uma função linear do tempo. Sendo assim,
a ordem da reação que satisfaz essa informação é a cinética de segunda ordem. Então, o gabarito é
letra C.
Gabarito: C

28. (USNCO-2018-Part I)

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 36


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Comparando duas reações, a reação que tiver a maior energia de ativação sempre
a) será mais lenta
b) será mais rápida
c) terá uma velocidade que varia menos com a temperatura
d) terá uma velocidade que varia mais com a temperatura

Comentários
Para resolver essa questão, basta lembrarmos da equação de Arrhenius:
𝐸𝑎 1
ln 𝑘 = ln 𝐴 −

𝑅 𝑇
Dessa forma, como R é uma constante, quanto maior for o módulo da energia de ativação,
maior será a influência da temperatura na constante de velocidade k.
É válido observar que apesar de ser comum considerarmos como verdadeiro, uma maior
energia de ativação não implica, necessariamente, em uma velocidade menor, haja vista que há uma
parcela correspondente ao fator pré-exponencial (ln A).
Portanto, a alternativa correta é a D

Gabarito: D

29. (USNCO-2018-Part I)
A formação do NOBr,
2 NO (g) + Br2(g) → 2 NOBr (g)
Foi estudada, e o seguinte mecanismo foi proposto:
NO (g) + Br2(g) ⇌ NOBr2 (g) (equilíbrio rápido)
NO (g) + NOBr2(g) → 2 NOBr (g) (lenta)

Qual é a lei de velocidade prevista por esse mecanismo?


a) v = k[NO][Br2]
b) v = k[NO]²[Br2]
c) v = k[NO][Br2]²
d) v = k[NO]²

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 37


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Comentários
A velocidade de uma reação é caracterizada pela velocidade da etapa lenta. Logo, para a
reação em questão, a velocidade será dada por:
𝑣 = 𝑘2 [𝑁𝑂][𝑁𝑂𝐵𝑟2 ]
Todavia, analisando a equação global, percebe-se que o NOBr2 é um intermediário e, dessa
forma, convém não deixar a lei de velocidade em função da concentração dessa espécie química. A
fim de resolver esse problema, precisamos ir para a primeira equação, que se trata de um equilíbrio.
𝑘1
𝑣𝑑 = 𝑣𝑖 ∴ 𝑘1 [𝑁𝑂][𝐵𝑟2 ] = 𝑘−1 [𝑁𝑂𝐵𝑟2 ] ∴ [𝑁𝑂𝐵𝑟2 ] = [𝑁𝑂][𝐵𝑟2 ]
𝑘−1
Substituindo o resultado obtido na primeira equação, obtém-se:
𝑘1 𝑘 𝑘
𝑣 = 𝑘2 [𝑁𝑂] ⋅ [𝑁𝑂][𝐵𝑟2 ] ∴ 𝑣 = 2 1 ⋅ [𝑁𝑂]2 [𝐵𝑟2 ] ∴ 𝑣 = 𝑘 [𝑁𝑂]2 [𝐵𝑟2 ]
𝑘−1 𝑘−1
Dessa forma, a alternativa correta é a B.
Gabarito: B

30. (USNCO-2018-Part I)
A formação do NOBr,
2 NO (g) + Br2(g) → 2 NOBr (g)
Foi estudada, e o seguinte mecanismo foi proposto:
NO (g) + Br2(g) ⇌ NOBr2 (g) (equilíbrio rápido)
NO (g) + NOBr2(g) → 2 NOBr (g) (lenta)

Nessa reação, NOBr2 (g) é melhor descrito como


a) um intermediário
b) um produto
c) um catalisador homogêneo
d) um catalisador heterogêneo

Comentários

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 38


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Perceba que a espécie química NOBr2 aparece apenas no mecanismo da reação, sendo o
produto da primeira etapa e o reagente da segunda etapa. Portanto o NOBr 2 atua como um
intermediário.
Não pode ser um produto, pois o produto aparece na reação global sendo formado (lado
direito da seta).
Não pode ser um catalisador, porque o catalisador atua primeiro como um reagente em
alguma etapa do mecanismo e posteriormente será formado, para que, dessa forma, não apareça
na equação global.
Obs.: Perceba que de maneira prática, a diferença entre um intermediário e um catalisador
se dá pela ordem e o local em que aparecem no mecanismo da reação:
Espécie Química Antes Depois
Intermediário Aparece nos produtos Aparece nos reagentes
Catalisador Aparece nos reagentes Aparece nos produtos

Gabarito: A

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 39


www.estrategiavestibulares.com.br 40


Professor Thiago Cardoso
Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO – 2018

Considerações Finais

Chegamos ao final de mais uma aula.


Terminamos o estudo da Química Orgânica. Foi um estudo bastante intenso. A parte de
Polímeros é algo que os alunos não costumam gostar, porém, é necessário saber, tendo em vista que
são cobrados com muita frequência.
Não hesite em entrar em contato pelo Fórum de Dúvidas. Suas dúvidas são muito importantes
não só para você, mas também para mim, pois elas me ajudam a melhorar esse material.
Também se sinta livre para falar sobre o que você gostou desse curso e o que você não gostou,
pois nós buscaremos melhorar.
Bons estudos para você e até a nossa próxima aula.
Continue devorando esse material. Seu esforço valerá a pena.

Coletânea de Provas Resolvidas – USNCO - 2018 40


www.estrategiavestibulares.com.br 40