Você está na página 1de 5

Cópia não autorizada

C6pia impressa pelo Sistema CENWIN

DETERMINACAO DO COEFICIENTE DE CONFORMAC&O 04.002


SUPERFICIAL DE BARRAS E FIOS DE AC0 DESTINADOS
A ARMADURAS DE CONCRETO ARMADO NBR 7477

MBtodo de ensaio AGO11982

1 OBJETIVO

1.1 Esta Norma prescreve os procedimentos necessaries para a determina@o do toe


ficiente de conformaqao superficial de barras e fios de a50 destinados a armadu-
ras de concrete armado.

1.2 Este ensaio prevalece sobre a verifica+ das caracteristicas geometricas de


urn perfil.

1.3 A determinagk do caracteristico de conforma$k superficial sera feita atra-


v& de ensaio de fissura$o em tit-antes de concrete, armados corn uma unica barra
ou fio.

1.4 Cada barra ou fio devidamente identificado, sera submetido ao ensaio de tra-
$20 para determina@o de sew caracteres mecsnicos reais.

2 NORMAS EIOU DOCUMENTOS COMPLEMENTARES

Na ap1icq.k desta Norma 6 necessario consultar:

NBR 5732 - Cimento Portland comum - Especifica@z

NBR 5733 - Cimento Portland de alta resistgncia initial - ,Especifica&

NBR 5738 - Moldagem e cura de corpos de pi-ova de concrete, cilindricos ou pris


maticos - M&todo de ensaio

NBR 5739 - Ensaio de compressa de corpos de prova cilindricos de concrete-Me-


todo de ensaio

NBR 6118 - Projeto e execu@o de obras de concrete armado - Procedimento

NBR 6152 - Determinqao das propriedades mec&icas 2 tra@o de materiais mets-


licos -,Metodo de ensaio

Origem: ABNT MB-1021/1979


CB-4 - Cornit& Brasileiro de Me&ica
CE.4:14.05 - Cornis.& de Estudo de Ensaior Me&icos de Materiais Met~lima para Conaeto Armado

I
SISTEMA NACIONAL DE ABNT - ASSOCIACAO BRASILEIRA
METROLOGIA, NORMALlZA@O
DE NORMAS TECNICAS
E QUALIDADE INDUSTRIAL
a

P&was-chawbarrs - fios de aw - conaeto armad NBR 4 NORMA BRASILEIRA PROBATdRlA


caeficisnte de toler&ncia

CDU: 669.1.42:666.982 T&or os direitor mservador 5 paginas


Cópia não autorizada
C6pia impressa pelo Sistema CENWIN

2 NBR7477/1982

NBR 7211 - Agregados para concrete - Especificqk

NBR 7480 - Barra e fio de aqo destinados a armaduras para concrete armado-Es
-
pecifica@o

3 APARELHAGEM

3.1 Moikies

3.1.1 l%wntes

0s moldes dos tirantes deverao ser metilicos, de forma prismatica, corn as Se-
guintes caracteristicas (em cm):

d = lade do tirante =

4 = dismetro nominal da barra ou fio

I. = camprimento do tirante >, 15 x d

L = comprimento da barra = II + 120

3.1.2 Corpos de prow de acoqxmhmento

OS moldes para 05 corpos de prova para acompanhamento, devem estar de acordo

corn a NBR 5738.

CHAPAS Ot AC0
ESPCSSURApllmm

VISTA - A-A CllRTE-B-B

FIGURAl
Cópia não autorizada
C6pia impressa pelo Sistema CENWIN
NBR 747711982 3

3.2 Equipmentos de ensaios


0 equipamento a ser utilizado e a velocidade para o carregamento dos tirantes de-
vem estar de acoi-do corn a NBR 6152. Quando houver interesse, as abertut-as das
fissuras podem ser medidas atraves de equipamento adequado.

4.1 As barras ou’ fios a serem ensaiados devem estar nas condiqoes da uso e da-
vem preencher os requisites me&icos conforme a NBR 7480.

4.2 As amostras sao constituidas de segmentos retilineos de barra ou fro corn o


comprimento de acordo corn o indicado em 3.1.1, e devem canter as seguintes iden-
tifica+s:

a) nome do fabricante;
b) categoria do ago;
c) bitola;
d) identific@o do perfil.

5 CONFECCAO DOS CORPOS DE PROVA

5.1 ~repam& da barra ou fio


5.1.1 A barra ou fio a ser,ensaiado deve estar reto e em condi@es de utiliza-
qao conforme a NBR 7480.

5.1.2 A barra ou fio ao,ser posicionado longitudinalmente no molde, fica corn

as extremidades passando da forma a fim de permitir o carregamento.

5.2 CO~~OS~C$O do concrete


5.2.1 0 concrete para confecgao dos corpos de prova dew set- composto de:

a) agregado graiido de diametro maxim0 inferior a (d - $).L , conforme


4
a NBR 7211;

b) areia, corn dismetro m&imo igual a 4,8 mm, confoime a NBR 7211;

c) cimento Portland, conforme a NBR 573,2 ou NBR 5733;

d) agua obedecendo aos criterios da NBR 6118. OS componentes devem ser


dosados a fim de permitir uma adequada trabalhabilidade e ter a idade
do ensaio uma tensao de ruptura a compressao axial simples igual a
(250 + 25)kgf/cm2.

5.3 Mistura do concrete

5.3.1 OS constituintes do concrete devem ser misturados mecanicamente, de pre-


ferencia em betoneira do tipo de eixo vertical.

5.3.2 0 tempo de mistura deve ser de 3 min a 5 min para OS constituintes secos,
e de 3 min ap& a igua ter sido adicionada.
Cópia não autorizada
C6pia impressa pelo Sistema CENWIN
4 NBR 747711982

5.4 Moldagem dos corpos de prova

5.4.1 OS tirantes devem ser moldados em posisk horizontal, ap& as formas te-
rem sido untadas internamente corn oleo mineral. 0 concrete deve ser colocado de
prefercncia, corn auxilio de vibragao aplicada por meio de mesa vibratoria, e de
-
pois alisado corn espatula ou colher.

5.4.2 OS corpos de prova cilindricos, em nirmero minimo de tr;s para cada beto-
nada, serlao moldados conforme a NBR 5738, ao mesmo tempo que os tirantes.

5.5 Desmo%gem e cura dos corpos de p-ova

5.5.1 Ap& OS moldes serem preenchidos, devem ser cobertos corn uma folha de

plsstico, ou sacos de aniagem periodicamente umedecidos, a fim de permitir a e-


vapora$o da sgua e a conseqlente retrasao por secagem. Debem permanecer cober-

tos ate a remosao dos corpos de prova de seus moldes, que se dara ap& urn perio -
do nao inferior a 3 dias.

5.5.2 OS corpos de ppova, desmoldados, devem obedecer 5s condi@es de cura in-


dicadas na NBR 5738, ate a idade do ensaio.

5.5.3 A desmoldagem das laterais e transporte dos corpos de prova sobre a pla-
ca de base, deve ser feita sem zolavancos, nao se permitindo qualquer movimen-
to relative capaz de destruir ou afetar a liga@o concrete-aso.

6 ENSAIO

6.1 Idade dos oorpos de prova

Ds corpos de prova sao ensaiados, normalmgnte, 2 idade de 28 dias. Havendo ur-


g&cia na obten& dos resultados, OS ensaios podem ser executados a partir da
idade de 7 dias, atendendo entretanto a se$ao 5.2.

6.2 Execupiio do ensaio

6.2.1 OS corpos de prova cilindricos, para controle, ,devem ser ensaiados con-
forme a NBR 5739.

6.2.2 As vksperas do ensaio, OS tirantes devem ser retirados da base e pin-


tados corn sgua de Cal, a fim de melhor se observar o aparecimento das fissuras.

6.2.3 OS tirantes devem ser cuidadosamente fixados ao sistema de carregamento,


atraves de garras aplicadas as extremidades livres das barras ou fios.

6.2.4 Aplicando-se o carregamento 5 velocidade indicada em 3.2, devem ser


feitas observa@es quanta ao aparecimento de fissuras, no minim0 a cinco inter-
vales de carga.

6.2.5 D carregamento se processara ate atingir-se 80% da carga correspondente


5 tensso de escoamento da barra ou fio submetido ao presente ensaio conforme es
pescificado em 1.4.
Cópia não autorizada
C6pia impressa pelo Sistema CENWIN
NBR 747711982 5

6.2.6 Ap& a aplicagao do carregamento maxima, as distancias entre as fissuras


serao medidas, no eixo longitudinal, nas quatro faces do tirante.

6.2.7 SO devem ser considerados OS tirantes que apresentarem mais do que cin-
co fissuras, em toda a segao transversal, regularmente espaGadas ao longo da pe-

4a.

6.3 Kimero de ensaios

Devem ser efetuados, no minimo, nave ensaios para cada tipo de perfil e bitola.

7 CALCULO DO COEFICIENTE DE CONFORMACfiO SUPERFlClAL

o coeficiente de conforma@o superficial deve ser calculado pela expressSo:

2,25 x d
n =
A9. media

Onde:

n = coeficiente de conforma$ao superficial;


d = lado da segao do tirante;
AL = distsncia media entre fissuras, considerando as quatro faces.

8 RELATdRlO

0 laboratorio deve emitir urn relatorio contendo:


a) nome do interessado;
b) nome do fabricante do ago;
c) categoria do aso;

d) bitola;
e) tipo do perfil da barra ou fio;
f) caracteristicas do aGo;
g) idade do corpo de prova na data do ensaio;
h) tabela corn OS valores das distsncias entre fissuras, e o coeficiente de
conforma~Z0 superficial;
i) coeficiente de conformagao superficial media dos tirantes, coma sendo a
media dos coeficientes de conformagao superficial determinados;
j) coeficiente de variagao;
k) fotografias ou esquemas das superficies das pegas ensaiadas;
1) caracteristicas do concrete utilizado.

FIGURAZ

IMPRESSA NA ABNT - S+fO PAUL0