Você está na página 1de 197

1

CADERNO DE RESUMOS

O ESPIRITISMO EM
TESES E DISSERTAÇÕES
(1982-2009)
2

APRESENTAÇÃO

Este Caderno reúne teses e dissertações (TDs) sobre Espiritismo1 defendidas em diferentes
áreas do conhecimento e em diversas instituições de ensino superior no Brasil.

Ele conta com 171 trabalhos, entre os anos de 1982 e 2009, que foram localizados em
diferentes bases de dados, mas principalmente provenientes do Banco de Teses da Capes e
da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD).2

Nossa intenção é dar visibilidade às pesquisas já realizadas sobre o tema e facilitar, ao


pesquisador interessado, o acesso a elas.

As teses e dissertações foram por nós agrupadas, principalmente, de duas formas. Há os


trabalhos que centralmente abordam o tema – isto é, os que tem no Espiritismo o seu
enfoque principal; e também os que tangenciam o assunto, apresentando-o com um dos
grupos ou objetos estudados.

Elas encontram-se aqui apenas sob a forma de resumo. Quando nos foi possível localizá-las
em sua forma completa procuramos indicar os endereços para download.

Com esse levantamento não acreditamos ter localizado todas as TDs existentes sobre o
tema; procuramos, antes, dar continuidade a um primeiro mapeamento realizado por Marco
Milani Filho3, apresentando agora a reunião das informações sobre elas. Aproveitamos para
incentivar àqueles que puderem contribuir com esse trabalho de atualização e revisão das
teses e dissertações sobre Espiritismo.

Rio de Janeiro, 19 de agosto de 2010

Tiago Paz e Albuquerque

1
Por Espiritismo, refiro-me à doutrina de cunho científico-filosófico-religioso, surgida no séc. XIX e sistematizada pelo
pedagogo francês Hippolyte Denizard Rivail, conhecido pelo pseudônimo de Allan Kardec.
2
Este levantamento foi concluído no dia 2 de junho de 2010.
3
MILANI FILHO, Marco Antonio. Perfil da produção acadêmica brasileira com temática espírita (1989 a 2006). In: SAMPAIO,
J. et al. Pesquisas sobre o Espiritismo no Brasil: textos selecionados. São Paulo: CCDPE-ECM, 2009, p. 17-35.
3

SUMÁRIO

ABORDAGEM CENTRAL
MESTRADO

O mundo invisível: cosmologia, sistema ritual e noção de pessoa no espiritismo 10


Identidade e espiritismo: um estudo de caso 11
O espírito da paraliteratura: um estudo da obra psicográfica de John Wilmot Rochester 12
História das idéias sociais espíritas França-Brasil (1857-1957) 13
Imprensa espírita: o caso "Correio Fraterno do ABC" 14
O espírito da medicina: médicos e espíritas em conflito 15
Grupo espírita familiar: a religião da intimidade 16
Luiz Olympio Telles de Menezes. Os primeiros momentos da edição kardecista no Brasil 17
Trabalho, solidariedade e tolerância (A Sociedade Espírita Francisco de Assis de Amparo aos
Necessitados 1912-1989) 18
O cuidado dos mortos: os discursos e intervenções sobre o "espiritismo" e a trajetória da "Federação
Espírita Brasileira" (1890-1950) 19
A caminho da luz: estudo sobre espiritismo e modernidade em Cascavel, oeste do Paraná 20
O self perfeito e a nova era: individualismo e reflexividade em religiosidades pós-tradicionais 21
A causa dos espíritos: um estudo sobre a utilização da parapsicologia para a defesa da fé católica e
espírita no Brasil 22
Parapsicologia e religião: a importância do estudo das experiências parapsicológicas para uma
compreensão mais abrangente dos fenômenos religiosos 23
Crenças e vivências espíritas na cidade de Franca (1904-1980) 24
Pernambuco também é assombrado: autoridade, unificação e poder divino no movimento espírita
pernambucano 25
O êxtase: entre a imagem e a palavra: estabelecimento de um modelo descritivo para o estudo
antropológico das manifestações extásicas 26
A fé raciocinada: expansão do kardecismo em Fortaleza 27
Escola Espírita Joanna de Ângelis: uma experiência educacional à luz do espiritismo 28
Hereditariedade, destino e fé um estudo comparativo entre a teoria gênica das pulsões (Leopold
Szondi) e a doutrina espírita 29
Cura espiritual, uma visão integradora corpo-mente-espírito 30
A experiência terapêutica espírita 31
As representações de adoecimento e cura na Sociedade Espírita Ramatís: um estudo sócio-
antropológico 32
A doutrina põe ordem na desordem: o espírito da cura na "benzeção espírita" da Associação Espírita
Pe. Antônio Vieira 33
O feitiço não virou contra o feiticeiro: o discurso da medicina brasileira sobre as práticas de
espiritismo, magia, feitiçaria e curandeirismo no final do século XIX e início do século XX 34
Direito autoral na obra psicografada 35
4

Geografia do in(visível): o espaço do kardecismo em São Paulo 36


Preto velho: as várias faces de um personagem religioso 37
Moral e relações sociais: um estudo sobre a influência de uma instituição espírita numa comunidade
da periferia de Curitiba 38
Religião em confronto: o espiritismo em Três Rios 1922-1939 39
Psicografia e inscrições discursivas: a escrita de Chico Xavier 41
Asilo Espírita Discípulos de Jesus de Penápolis: a loucura no cotidiano de uma instituição disciplinar
(1935-1945) 42
A Stady of Reincarnation of Poe's "Ligeia" and "Morella" 43
Espiritismo, alienismo e medicina: ciência ou fé? Os saberes publicados na imprensa gaúcha da
década de 1920 44
Estudando o Invisível: William Crookes e a nova força 45
Morte no corpo, vida no espírito: o processo de luto na prática espírita da psicografia 46
A fé raciocinada na "Atenas" de Minas. Gênese e consolidação do espiritismo em Juiz de Fora e
algumas repercussões para a contemporaneidade 47
Apoio social e religião: uma forma de enfrentamento dos problemas de saúde 48
A poesia transcendente de Parnaso de Além-túmulo 49
O senso moral no ser humano como consequência da lei natural: uma leitura da ética platônica sob o
enfoque da teoria espírita. 50
Mensagens psicografadas e elaboração do luto 51
Ruptura na história da psiquiatria no Brasil: espiritismo e saúde mental (1880-1970) 52
Criação e elaboração de um livro sob encomenda: experiência de comunicação mediática sob o
prisma de um redator 53
A perspectiva do além: a história na visão do espiritismo (1938-1949) 54
Chico Xavier: imaginário religioso e representações simbólicas no interior das Minas Gerais - Uberaba,
1959/2001 55
Afinidades e distanciamentos entre os movimentos espírita e umbandista sob a perspectiva da
caridade 56
Da letra e do espírito: Humberto de Campos e a literatura psicográfica 57
A educação da alma: o trabalho voluntário na CEA-AMIC “onde está teu coração, está teu tesouro” -
um estudo de caso 58
Pensamento moral e religioso em crianças de um grupo de evangelização espírita: um estudo
preliminar 59
As fronteiras identitárias do espiritismo em Juiz de Fora 60
Que arte é essa? O teatro espírita na Fazenda Santa Maria/Minas Gerais 61
Representações sobre doenças e curas no kardecismo 62
Uso das práticas espirituais em instituição para portadores de deficiência mental 63
A Função Controladoria em Entidades Filantrópicas: Uma Contribuição para a Avaliação de
Desempenho 64
A legislação sobre o ensino religioso no Rio Grande do Sul: do período colonial de 1707 ao ano 2000
65
Educação, profissão perigo: burnout, depressão e o tratamento espiritual no espiritismo 66
5

"Conforme compadre meu Quelemém é quem diz": uma voz espírita em "Grande Sertão: Veredas" 67
Identidade e hierarquia na Sociedade Espírita Ramiro D'Ávila 68
Intenção do texto: o diabo e a guerra santa no imaginário dos pentecostais: espiritismo em confronto
69
Abrigos para a infância no Brasil: por que, quando e como os espíritas entraram nessa história? 70
Eurípedes Barsanulfo: um educador espírita na primeira república 72
Eurípedes Barsanulpho e o Collégio Allan Kardec: capítulos de história da educação e a gênese do
espiritismo nas terras do Alto Paranaíba e Triângulo Mineiro (1907/1918) 73
Análise de assunto de conto espírita por meio do percurso figurativo e do percurso temático 75
A evolução (1892-1893): uma amostra dos fatores constituintes do sistema literário 76
O mito de Chico Xavier: os usos, apropriações e seduções do simbólico em Uberaba-MG 77
Almas enclausuradas: práticas de intervenção médica, representações culturais e cotidiano no
Sanatório Espírita de Uberlândia (1932-1970) 78
Práticas educativas no movimento espírita: um estudo sobre a Casa da Vovozinha 79
Eu e o outro: uma reflexão acerca dos processos de identificação no espiritismo 80
Médicos, médiuns e mediações: um estudo etnográfico sobre médicos-espíritas 81
Opção mágica: conversão de kardecistas à umbanda na cidade de Goiânia 82
Doutor Fritz andou de disco voador: hibridações e sincretismo na terapia espiritual da Chico Monteiro
83
Potencialidades para o desenvolvimento local na comunidade espírita amor e caridade e nos postos
de assistência Centro Espírita Francisco Thiesen e Associação Espírita Anália Franco: subsídios para
política pública de assistência social no contexto local 84
O espiritismo em Ponta Grossa - PR: perspectivas de um espaço do além e para o um além do espaço
85
A construção sociocultural da sexualidade e do HIV-AIDS no espiritismo kardecista brasileiro 86
Anália Franco e a Associação Feminina Beneficente e Instrutiva :idéias e práticas educativas para a
criança e para a mulher (1870 – 1920) 87
A nova política de saúde mental: entre o precipício e paredes sem muros (Uberlândia 1984/2006) 88
“De fora do terreiro”: o discurso católico e kardecista sobre a umbanda entre 1940 e 1965 89
Espíritas enlouquecem ou espíritos curam? Uma análise das relações, conflitos, debates e diálogos
entre médicos e kardecistas na primeira metade do século XX (Juiz de Fora-MG) 90
Afinal, espiritismo é religião? A doutrina espírita na formação da diversidade religiosa brasileira 91
Psicanálise e Doutrina Espírita: o percurso de um desencontro epistemológico e a audição de vozes 92
Chico Xavier, caridade e o mundo de césar: um olhar sobre o modo de gestão da assistência social
espírita em Uberaba-MG 93
A aporia da cidadania em tempos neoliberais: estudo da instituição assistencial educacional Amélia
Rodrigues em Santo André - SP 94
As origens do espiritismo no Brasil: razão, cultura e resistência no início de uma experiência (1850-
1940) 95
Espiritismo kardecista brasileiro e cultura política: história e trajetórias recentes 96
O movimento espírita pelotense e suas raízes sócio-históricas e culturais 97
6

Educação e espiritismo: o Centro Espírita Obreiros do Senhor (CEOS) e a Instituição Assistencial


Meimei (IAM) 98
Machado de Assis e o espiritismo: diálogos machadianos com a doutrina de Allan Kardec (1865-1896)
99
Práticas de funcionamento, gestão e fundamentos da doutrina espírita em organizações do terceiro
setor 100
A emoção "maquiada" de razão: aspectos prosódicos e argumentativos de uma palestra espírita
kardecista 101
A representação social de perfeição na memória das personalidades do Espiritismo 102
Unir para difundir: o impacto das federativas no crescimento do espiritismo 103
A noção de ciência e educação no espiritismo 104
Educandário Espírita Ituiutabano: caminhos cruzados entre a ação inovadora e sua organização
conservadora. Ituiutaba, Minas Gerais (1954-1973) 105
Anália Franco e sua ação sócio-educacional na transição do império para República (1868-1919) 106
Religião e cultura local: estudo de dois grupos espíritas potiguares 107
Espiritismo e cultura letrada: uma forte valorização do estudo pela doutrina kardecista 109
Motivação para o trabalho voluntário contínuo: um estudo etnográfico no Núcleo Espírita Nosso Lar
110
A reencarnação e sua interface com a Bioética 111
Identidades (in)visíveis: um estudo de caso da cultura espírita em Santana do Ipanema-AL 112

DOUTORADO

Determinismo e utopia: um estudo sobre o pensamento de Allan Kardec 113


A natureza da dissociação: um estudo sobre experiências dissociativas associadas a práticas religiosas
114
Entre 2 mundos: o espiritismo da França e no Brasil 115
Os espíritas e as letras: um estudo antropológico sobre cultura escrita e oralidade no espiritismo
kardecista 116
Demônios e anjos (o embate entre espíritas e católicos na república brasileira até a década de 60 do
século XX) 117
Chico Xavier em comunicação: personagem, biografias, edições e psicografia 118
Pedagogia espírita: um projeto brasileiro e suas raízes histórico-filosóficas 119
Religião e poder: introdução a história do espiritismo em Pernambuco 120
Medicina e religião no espaço hospitalar 121
Voluntários: um estudo sobre a motivação de pessoas e a cultura em uma organização do terceiro
setor 122
Fenomenologia das experiências mediúnicas, perfil e psicopatologia de médiuns espíritas 123
Caridade entre os espíritas: auto-ajuda ou ajuda mútua? 124
O Lar de Velhinhos Irmão Erasto: muitas histórias para contar (o cotidiano da entidade
espírita/Florianópolis - 1956-2000) 125
Multiculturalismo, pluralismo e (in)tolerância religiosa: o relacionamento dos espíritas pernambucanos
com os adeptos de outras religiões (1990-2004) 126
7

As artes do daimon: à procura de uma poética perdida 127


Uma fábrica de loucos: psiquiatria x espiritismo no Brasil (1900-1950) 128
Segura na mão de deus e vai: tratamentos clínicos espíritas e suas condições de felicidade 129
Uma escritora na periferia do império: vida e obra de Emília Freitas (1855-1908) 130
Céu, inferno e purgatório: representações espíritas do além 131
O gabinê fluidificado e a fotografia dos espíritos no Brasil: a representação do invisível no território da
arte em diálogo com a figuração de fantasmas, aparições luminosas e fenômenos paranormais 132
De médicos e médiuns: medicina, espiritismo e loucura no Brasil da primeira metade do século XX 133
A construção da experiência espiritual e sua problematização como lugar de superação dos limites do
paradigma biomédico: uma contribuição para a reflexão sobre espiritualidade na educação médica134
O caso Humberto de Campos: autoria literária e mediunidade 136
Mineiridade, representações e lutas de poder na construção da „minas espírita‟: da União Espírita
Mineira a Francisco Cândido Xavier (1930-1960) 137
O mundo espírita virtual: navegando pelas malhas da ciência, da tecnologia e da religião 138
O centro espírita no itinerário terapêutico em situações de vida 139
Lar Escola Dr. Leocádio José Correia: história de uma proposta de formação na perspectiva
educacional espírita (1963 - 2003) 140
A plausibilidade da ordo amoris espírita no contexto da crise ética contemporânea 142
Moderno-espiritualismo e espaço público republicano: maçons, espíritas e teosofistas no Ceará 143
Educação de pais gestantes: uma pedagogia possível segundo o espiritismo como saber emergente e
educação integral do ser humano 144

ABORDAGEM TANGENCIAL
MESTRADO

O imaginário de adolescentes cristãos 146


Religião popular, festa e o sagrado: catolicismo popular e afro-brasilidade na festa do bomfim 147
Nas trincheiras da cura: as diferentes medicinas no Rio de Janeiro imperial 148
Práticas alternativas: um estudo exploratório 149
A estrutura fatorial das superstições e suas relações com tipos de raciocínio 151
Os efeitos civis do casamento religioso 152
Viver com AIDS no grupo de líderes religiosos; segredos e silêncios 154
Memória, espaço asilar e representações: um estudo sobre narrativas de idosos 155
Relaxamento mental, imagens mentais e espiritualidade na re-significação da dor simbólica da morte
de pacientes terminais 156
Crenças religiosas, atribuições causais e julgamentos de responsabilidade, culpa e punição 157
As reuniões de Dona Xzinha: trânsito religioso e espaço escondido, entre modernização e tradição 158
Religiões em família: continuidades e mudanças em tempos de "Nova Era" 159
Os filhos-ausentes e as penosas de São Sebastiaozinho - Etnografia da festa da Catingueira/PB 160
Religião e migração: revisitando uma velha questão 161
Adoção de crianças por homossexuais: crenças e formas de preconceito. 162
8

O itinerário terapêutico do adolescente com diabetes mellitus tipo 1 e seus familiares 163
A importância da experiência religiosa na recuperação de quimiodependentes 165
Os desafios da fé cristã na ressurreição de Jesus diante da crença na reencarnação, presente no
espiritismo kardecista do Brasil, nos últimos cinquenta anos 166
Cultura e sujeito: o papel das crenças na organização do pensamento humano 167
Álvaro Reis pastor, pregador e polemista: uma breve análise sobre seu discurso 168
Significados de religiosidade segundo idosos residentes na comunidade: dados do PENSA 169
Entre a macumba e o espiritismo: uma análise comparativa das estratégias de legitimação da
Umbanda durante o Estado Novo 170
“Deus e a Pátria”: Igreja e Estado no Processo de Romanização na Paraíba (1894-1930) 171
Morte: a crise ante a morte e a reconfiguração da identidade religiosa do adulto na sociedade
contemporânea 173
Técnica Apométrica: uma investigação sob bases epistemológicas 174
Deus é para todos?: travestis, inclusão social e religião 175
Vale de lágrimas: um estudo a respeito da noção de doença sob o ponto de vista de religiões
brasileiras no início do século XXI 176
A influência da fé no processo saúde doença sob a percepção de líderes religiosos cristãos 177
Imposição de mãos: um estudo de religiões comparadas. 178
Instituições para a educação infantil em Jundiaí (1880-1984) 179

DOUTORADO

Vida e Morte: o homem no labirinto da eternidade 180


Entre almas, santos e entidades outras no Rio de Janeiro: os mediadores 181
As Artes de Curar: medicina, religião, magia e positivismo na República Rio-Grandense (1889-1928)
182
As estratégias da pedagogia do assistencialismo em Belo Horizonte, 1930-1990: educação e caridade
183
Estudo sobre as práticas religiosas e sua relação com a saúde mental de idosos: um estudo na
comunidade 184
Relações raciais no protestantismo recifense 185
Pretos-velhos: oráculos, crença e magia entre os cariocas 186
As práticas religiosas atuando na recuperação de dependentes de drogas: a experiência de grupos
católicos, evangélicos e espíritas 187
Do púlpito ao baquiço: religião e laços familiares na trama da ocupação do sertão da ressaca 189
Representação social de ministros religiosos cristãos sobre a doença mental 190
O significado da religiosidade para pacientes com câncer e para profissionais de saúde 191
Recomposições identitárias na integração religiosa e cultural da Igreja Messiânica no Brasil 193

Índice de Autores 194

Índice de Áreas 197


9

RESUMOS
10

O MUNDO INVISÍVEL: COSMOLOGIA, SISTEMA RITUAL E NOÇÃO DE


PESSOA NO ESPIRITISMO

Cavalcanti, Maria Laura Viveiros de Castro


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFRJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1982 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

PALAVRAS-CHAVE:

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3673850808739906
Banco de Teses/Capes:
Download:
[LIVRO] http://www.lauracavalcanti.com.br/imgs/conteudos/arquivos/o_mundo_invisivel.pdf
11

IDENTIDADE E ESPIRITISMO: UM ESTUDO DE CASO

Glina, Débora Mirim Raab


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1988 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta pesquisa versa sobre a questão da identidade. Trata-se de um estudo de caso, a partir
do qual tenta-se uma reflexão sobre como, se dá a constituição e manutenção da identidade
dentro do espiritismo. O espiritismo é visto como um universo simbólico parcial, dentro do
universo simbólico total da sociedade mais ampla. Partiu-se do pressuposto de que existente
entre e visão espírita de mundo e a da sociedade dominante e tentou-se compreender como
se dava o processo de identidade, como era possível a convivência em mundos discordantes.
Confirmou-se o pressuposto de que um conflito entre o espiritismo e o universo da
sociedade, que fora dele teria de ser reinterpretada radicalmente para continuar existindo.
PALAVRAS-CHAVE: universo simbólico; identidade; socialização; espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3897644516119079
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1988533005010013P7
Download:
12

O ESPÍRITO DA PARALITERATURA: UM ESTUDO DA OBRA PSICOGRÁFICA


DE JOHN WILMOT ROCHESTER

Chinellato, Thais Montenegro


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COMUNICAÇÃO USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1989 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

John Wilmot Roschester, poeta satírico inglês do século XVII (1647-1680), assinou romances
psicografados pela médium russa Wera Krijanowsky, no final do século XIX. Sua obra totaliza
51 romances e seis contos, abordando temas que percorrem o Egito e o século XIX. Treze de
seus títulos estão traduzidos em português. O gênero de Rochester expande-se entre o
terror gótico, as sagas de família e o fantástico. A reconstituição histórica é uma de suas
marcas discursivas, buscando as origens míticas, os fatos inaugurais e o que ficou elidido na
história. Sua narrativa alterna o caráter documental realista com a atração romântica para
imaginação. Com psicografia, suas obras resolvem a sobrevivência do espírito: o que ele
pensou no século XVII por intuição, admitiu-o no século XIX por convicção.
PALAVRAS-CHAVE: psicografia; john wilmot rochester; paraliteratura.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19891433002010096P7
Download:
13

HISTÓRIA DAS IDÉIAS SOCIAIS ESPÍRITAS FRANÇA-BRASIL (1857-


1957)
Colombo, Cleusa Beraldi
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1991 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O espiritismo nasce na França do século XIX juntamente com a publicação do Livro dos
Espíritos por Allan Kardec, sendo este sua obra bance. Aplicando o método experimental,
Kardec observa, compara, analisa os fenômenos mediúnicos, surgidos com a moda das
mesas girantes, descobrindo atrás deles um princípio espiritual inteligente. Deduz dessas
investigações consequências no plano da filosofia e da moral. Objeto do espiritismo e o
princípio espiritual sobre o qual se constrói o seu discurso filosófico e suas ideias sociais. A
conjuntura sócio-política da França em meados do século XIX cria um clima propício para
Kardec elabo o, se alojar no meio intelectual. O mesmo acontece no Brasil quando do
surgimento dessa doutrina na corte brasileira. O espiritismo liga o Brasil e a França, mais
segue caminhos diferentes, pois é evidente que a assimilação da doutrina acontece de
maneira diversa, devido aos aspectos culturais de cada país. As ideias sociais espíritas se
desenvolve na França no séc. XIX e início do séc. XX, pois as discussões sobre esse tema
eram o assunto em destaque. Apesar da dificuldade de se encaixar as idéias sociais espíritas
dentro de uma escola de pensamento, e
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; socialismo cristão; intelectuais espíritas; educadores espíritas.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1991933005010010P8
Download:
Obs.: Resumo com problema.
14

IMPRENSA ESPÍRITA: O CASO "CORREIO FRATERNO DO ABC"

Faria, Lucio de
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COMUNICAÇÃO UMESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1992 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Análise quantitativa e de conteúdo do jornal "Correio Fraterno do ABC" no período que


compreende outubro de 1967 a dezembro de 1989. Realizou-se um estudo detalhado em
três níveis distintos: analise de conteúdo do jornal onde foi feita uma mensuração do espaço
editorial e as formas de utilização desse espaço; estudo do publico leitor e entrevistas com
editores, jornalistas e colaboradores da imprensa espírita. O objetivo desse estudo é traçar o
perfil do jornal, considerando-se a sua evolução gráfica-editorial, como também o perfil do
seu publico leitor, assim como contribuir com a prática do jornalismo espírita exercido[?]
PALAVRAS-CHAVE: imprensa espírita; análise de conteúdo; evolução gráfica.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1992533017018004P9
Download:
Obs.: Resumo com problema.
15

O ESPÍRITO DA MEDICINA: MÉDICOS E ESPÍRITAS EM CONFLITO

Gama, Cláudio Murilo Pimentel


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFRJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1992 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A pesquisa retrata um conflito histórico entre médicos e espíritas, ocorrido na primeira


metade do século XX como linha mestra, tem-se o estudo de caso de uma vertente
especifica do espiritismo, o racionalismo cristão, e suas relações com determinados médicos.
Essa doutrina foi criada no Brasil em 1910, na cidade de Santos, São Paulo. Em 1912 foi
transferida para o Rio de Janeiro, para o bairro de Vila Isabel, onde se localiza ainda hoje a
sede que originalmente recebia o nome de Centro Espírita Redentor. O centro é citado em
muitas publicações medicas e foi um dos mais perseguidos do Rio de Janeiro, sofrendo
diversos inquéritos poli[?] ambos com grande número de frequentadores, o mais próspero da
cidade.
PALAVRAS-CHAVE: espíritas; médicos; conflito; h[?].

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19921431001017020P9
Download:
Obs.: Resumo com problema.
16

GRUPO ESPÍRITA FAMILIAR: A RELIGIÃO DA INTIMIDADE

Almeida, Gloria Maria Vanderlei de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1993 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho surgiu do desejo de conhecer a dinâmica e a estrutura dos grupos espíritas
familiares. Trata-se de uma prática religiosa doméstica que se estrutura no meio familiar e se
amplia para além da família, restringindo-se, porém a um grupo restrito, cujos membros são
ligados por relações de parentesco ou amizade. Essencialmente, estes grupos se ocupam da
comunicação com espíritos através de médiuns, tendo como instrumento principal a palavra.
A intimidade e a privacidade da família possibilita a estes grupos uma independência em
relação ao controle do espiritismo institucionalizado, o que lhes permite a prática de um
pluralismo ou sincretismo religioso que aparece na manifestação das entidades que neles
aportam, destoando da ortodoxia dos centros e federações espíritas. Nossa pesquisa
fundamenta-se na observação de nove grupos em três cidades brasileiras. O relato dessas
observações permite discutir a estrutura dos grupos, a caracterização dos fiéis participantes
e as regras implícitas e explicitas do seu funcionamento. Conta ainda este trabalho com um
estudo teórico que compreende os antecedentes históricos do grupo espírita familiar, um
levantamento bibliográfico sobre conceito de morte que nos ajudasse a compreender a forma
como esse fenômeno é tratado pelos componentes dos grupos.
PALAVRAS-CHAVE: grupo espírita familiar; intimidade; privacidade; morte.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1993333005010009P0
Download:
17

LUIZ OLYMPIO TELLES DE MENEZES. OS PRIMEIROS MOMENTOS DA


EDIÇÃO KARDECISTA NO BRASIL

Fernandes, Magali Oliveira


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COMUNICAÇÃO USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1993 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Do exame das editoras espíritas no Brasil, tendo como preocupação básica a memória e o
livro, vimos a necessidade de recuperar os fatos referentes ao começo dessa produção
editorial no país. Assim, destacamos o primeiro editor espírita do Brasil, Luiz Olympio Telles
de Menezes, que, na segunda metade do século XIX, na Bahia, começou a traduzir obras de
Allan Kardec e de outros autores espíritas; escreveu textos e acabou por inaugurar o
primeiro periódico kardecista brasileiro. No decorrer de seu trabalho de divulgação, abriu-se
uma discussão pública sobre espiritismo e catolicismo, envolvendo personalidades baianas.
Nossa tarefa
PALAVRAS-CHAVE: memória do livro; produção editorial no brasil; luiz olympio telles de menezes.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7666306043313343
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19935733002010096P7
Download:
Obs.: Resumo com problema.
18

TRABALHO, SOLIDARIEDADE E TOLERÂNCIA (A SOCIEDADE ESPÍRITA


FRANCISCO DE ASSIS DE AMPARO AOS NECESSITADOS 1912-1989)
Costa, Flamarion Laba da
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UFPR, PARANÁ, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1995 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho analisa as "atividades assistenciais" da “Sociedade Espírita Francisco de Assis


de Amparo aos Necessitados", da cidade de Ponta Grossa. A pesquisa circunscreveu-se a
esta "sociedade" inserindo-se como um trabalho de micro-história, onde através de um
estudo de uma entidade espírita, procurou-se entender o pensamento e o modo de agir, bem
como a estruturação do espiritismo no Brasil. Para isto buscou-se nas chamadas "obras
básicas" do espiritismo, organizadas por Allan Kardec na França no século XIX, e que devido
a este trabalho ficou conhecido como "codificador do espiritismo". Estes princípios
"codificados" p [?] ulacao o espiritismo na condição de "consolador", prevaleceu a parte
religiosa, derivando dos seus princípios um bem estruturado, trabalho assistencial que nesta
pesquisa foi denominado de “práticas sociais” a cidade de Ponta Grossa tornou-se um centro
de grande atividade tanto doutrinais como assistenciais dos espíritas, sendo um ponto de
referência em termos de Brasil. A existência de várias organizações espíritas em Ponta
Grossa configura-se como um campo para a pesquisa das ações, discursos, publicações e a
própria questão doutrinária para a pesquisa.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4482889617788512
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19951040001016009P0
Download:
Obs.: Resumo com problema.
19

O CUIDADO DOS MORTOS: OS DISCURSOS E INTERVENÇÕES SOBRE O


"ESPIRITISMO" E A TRAJETÓRIA DA "FEDERAÇÃO ESPÍRITA
BRASILEIRA" (1890-1950)
Giumbelli, Emerson Alessandro
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFRJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1995 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O objetivo deste trabalho é aprender os estatutos conferidos ao "espiritismo" na cidade do


Rio de Janeiro entre 1890 e 1950. Período em que temos tanto a existência de grupos que se
identificam como "espíritas" quanto dispositivos legais que definem as práticas "espíritas"
como perigosas para a "saúde pública" privilegiando processos e momentos de conflito, cada
capítulo toma-os como ponto de partida para determinar, de um lado, onde se originam, que
conformação assumem e de que modo se articulam os discursos e intervenções dos vários
agentes sociais (juristas, médicos, policiais, outros aparatos estatais, jornalistas) só frente a
sociedade e aos demais "grupos espíritas"- chega-se a conclusão de que a legitimação social
do "espiritismo" não esteve ligada propriamente a uma descriminalização, mas a constituição
histórica de percepções que associavam a "caridade" a partir de contraposições a praticas e
agentes designados dela categoria "baixo espiritismo".
PALAVRAS-CHAVE: religião; espiritismo; saúde pública.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4268492948743246
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1995331001017021P5
Download:
20

A CAMINHO DA LUZ: ESTUDO SOBRE ESPIRITISMO E MODERNIDADE EM


CASCAVEL, OESTE DO PARANÁ
Silva Neto, Francisco Luiz P. da
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFRS, RIO GRANDE DO SUL, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1995 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho trata das diferentes vivências religiosas que constituem o movimento espírita
na cidade de Cascavel, Paraná. Mais especificamente, analisa a experiência dos grupos
sociais que atuam no kardecismo e os contornos que experiências sociais diferenciadas
emprestam tanto ao entendimento do dogma como ao ritual espírita. A observação parte de
um centro espírita localizado na zona central da cidade e desloca-se para os "evangelhos" –
sessões espíritas em casas particulares da periferia, onde habita a população de baixa renda
da cidade. Nesse movimento e possível perceber as relações entre os diferentes grupos
sociais [?]
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; práticas religiosas.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3744674342752194
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20017542001013034P0
Download:
Obs.: Resumo com problema.
21

O SELF PERFEITO E A NOVA ERA: INDIVIDUALISMO E REFLEXIVIDADE EM


RELIGIOSIDADES PÓS-TRADICIONAIS

D'Andrea, Anthony Albert Fischer


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA IUPERJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1996 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Trata-se da primeira dissertação brasileira sobre o movimento New Age. Trabalha a hipótese
de que a New Age é uma cosmovisão individualista e reflexivista, de consequencias
destradicionalizantes inicialmente, relaciona as transformações do campo religioso pós-
tradicional com a cultura da modernidade tardia (reflexividade, psicologização e globalização,
baseando-se em autores como Giddens, Bellah e Luckmann). Nesse sentido, procura
sistematizar teorias clássicas sobre individualismo e estudos contemporâneos sobre religião,
pessoa e reflexividade. A seguir identifica as principais características do movimento New
Age a nível internacional: ecletismo, individualismo, alternativismo, "pós-modernidade" e
reflexividade. E a nível nacional (Brasil): onde a New Age (Global) se hibridiza com o
Espiritismo e a "Cultura Psicológica", se transformando na Nova Era (local). Historicamente, a
New Age se relacional com a contracultura dos anos 60, o New Spiritualism do séc. XIX e o
movimento romântico (ainda que também inclua formações "neo-iluministas"). Socialmente,
se localiza nas classes médias-alta escolarizadas e psicologizadas. Cosmologicamente, é
racionalização que privilegia: 1) a perfectibilidade do self e traduz contemporaneamente o
ideal de auto-cultivo simmeliano (Bildung), através de representações como "auto-
conhecimento", "crescimento harmônico interno", "Deus interior" e "Eu Superior"; e, 2) uma
"nova era", através da síntese entre ciência e religião, e de um "novo paradigma"
("Cósmico", "holístico") articulado à premissa de uma "nova espiritualidade" (individualista).
A seguir apresenta etnografia de uma paraciência brasileira pós-espírita que se
internacionaliza (Projeciologia), e reproduz o campo de relações New Age-Espiritismo-Cultura
Psi. Sugere que a New Age é tanto um objeto", quanto um "processo"que tende a afetar as
religiões tradicionais, tornando-as gradualmente (e entre os segmentos sociais citados)
destradicionalizadas, individualizantes e reflexivistas ("nova-crizadas"). Uma prática é tanto
mais New Age, quanto maior a reflexividade que dispõe no indivíduo (marca de uma NOVA
religiosidade). Sugere, ainda que o tema das religiosidades pós-tradicionais, mais do que
secularização ou reencantamento, explode com o conceito de religião, suscitando uma nova
relação mística (individualista e reflexivista) com o transcendente.
PALAVRAS-CHAVE: nova era; individualismo; reflexividade.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/9292017252950849
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1996231012019001P2
Download:
22

A CAUSA DOS ESPÍRITOS: UM ESTUDO SOBRE A UTILIZAÇÃO DA


PARAPSICOLOGIA PARA A DEFESA DA FÉ CATÓLICA E ESPÍRITA NO
BRASIL
Machado, Fátima Regina
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1996 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta dissertação tem o objetivo de demonstrar e criticar a utilização da parapsicologia como


instrumento na luta pela supremacia da fé católica e espírita no Brasil. Além disso, há
também a intenção de levar ao meio acadêmico a discussão a respeito de como a
parapsicologia se desenvolve e é tratada em nosso país, uma vez que, por preconceito, as
universidades, em geral, fecham as portas a esse tema. Demonstra-se que o Pe. Oscar
Gonzales Quevedo, representante da fé católica, e o engenheiro Hernani Guimarães
Andrade, representante da fé espírita, utilizam a parapsicologia, entre outras ciências, em
prol de suas respectivas crenças. Através da apresentação da abordagem de cada um para a
parapsicologia e, mais especificamente, para o estudo de casos poltergeist, se evidencia as
manipulações realizadas por ambos para atingirem seus respectivos objetivos. As duas
abordagens são comparadas àquela adotada por William G. Roll, o pesquisador que mais se
destaca atualmente a nível internacional no que diz respeito à investigação científica desses
casos, para colocá-la como referência de procedimento científico para a realização desses
estudos e para a análise dos dados obtidos. Ao comparar as abordagens, percebe-se que
Andrade e Quevedo afastam-se sobremaneira dos pressupostos da parapsicologia. Este
trabalho vem contribuir com o estudo das ciências da religião por abrir caminho para uma
nova perspectiva de interpretação dos fenômenos religiosos e também por esclarecer quanto
a certos mecanismos utilizados para a manutenção do poder ou do espaço conseguido por
determinada religião.
PALAVRAS-CHAVE: parapsicologia; psicocinésia; poltergeist.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3757174655007805
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1996833005010009P0
Download:
23

PARAPSICOLOGIA E RELIGIÃO: A IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DAS


EXPERIÊNCIAS PARAPSICOLÓGICAS PARA UMA COMPREENSÃO MAIS
ABRANGENTE DOS FENÔMENOS RELIGIOSOS

Zangari, Wellington
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1996 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta dissertação tem como objetivo apresentar a importância da parapsicologia e do estudo


das experiências parapsicológicas para o estudo científico da religião. Tem ainda a intenção
de apresentar a parapsicologia e os dados de suas pesquisas ao meio acadêmico brasileiro,
demonstrando sua relevância científica e sua importância para a compreensão de aspectos
pouco explorados da experiência humana. Apresenta-se o estatuto científico da
parapsicologia, por meio da luta empreendida para a obtenção de um lugar entre as demais
ciências, culminado com a aceitação da 'Parapsychological Association' como membro da
'American Association for Advancement of Science', em 1969. Conclui-se que a aceitação de
uma disciplina pelo 'establisment' científico se deve mais a fatores de ordem política e
retórica do que pela capacidade da comunidade científica em avaliar objetivamente dados
que pudessem legitimar tal disciplina como pertencente ao campo científico. Revisam-se os
principais dados empíricos obtidos pela pesquisa parapsicológica experimental e de casos
espontâneos relacionados e uma das experiências parapsicológicas investigadas pela
parapsicologia, as experiências extra-sensoriais, e se os aplica à análise de fenômenos
religiosos. O espiritismo foi tomado como exemplo de objeto para tal análise. Este trabalho
representa uma contribuição ao campo de ciências da religião na medida em que demonstra
que as experiências parapsicológicas, investigadas pela parapsicologia, desempenham
importante papel na origem de idéias e crenças religiosas. Além disso, evidencia o papel
destas experiências na manutenção e legitimação de sistemas religiosos.
PALAVRAS-CHAVE: religião; parapsicologia; espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/2878702031254984
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1996633005010009P0
Download:
http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=1&id=7591
24

CRENÇAS E VIVÊNCIAS ESPÍRITAS NA CIDADE DE FRANCA (1904-1980)

Jurkevics, Vera Irene


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UNESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1998 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O trabalho objetiva estabelecer a trajetória percorrida por uma vertente do cristianismo, o


espiritismo Kardecista, na cidade de Franca-SP, desde os primórdios do atual século até o
final dos anos setenta, momento que, consideramos que tal pensamento religioso jás se
encontrava efetivamente delineado. Sua inserção ocorreu em meio a uma forte resistência
por parte de outros grupos religiosos, e de forma mais contundente, o dos católicos que,
tudo fizeram para impedir que sua hegemonia fosse abalada. Fundamentamos nossas
pesquisas em torno do movimento espírita francano, a partir de suas instituições basilares: o
Hospital Psiquiátrico allan Kardec e a Fundação Educandário Pestalozzi, o que nos permitiu
analisar essa nova expressão de religiosidade, tanto no que se refere ao seu sistema de
crenças, bem como a sua conduta, fundamentada no assistencialismo caritativo. Essa obra,
ao mesmo tempo, evangelizadora e proselitista, permitiu aos espíritas francanos a
demarcação de um "ethos" e de fronteiras sociais próprias, que resultaram na consolidação
deste pensamento religioso.
PALAVRAS-CHAVE: religião; espiritismo; assistencialismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3306333712829211
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19986733004072013P0
Download:
25

PERNAMBUCO TAMBÉM É ASSOMBRADO: AUTORIDADE, UNIFICAÇÃO E


PODER DIVINO NO MOVIMENTO ESPÍRITA PERNAMBUCANO

Lima, Glaudston Cordeiro de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFPE, PERNAMBUCO, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1998 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O objetivo deste trabalho é apreender a formação das autoridades pessoais e institucionais


no movimento espírita pernambucano a partir da comunidade de praticantes que se identifica
como "espíritas" e funciona no modelo federativo e pela codificação kardequiana. Para
cumprir esse objetivo se faz necessário estudar a constituição do campo religioso espírita em
Pernambuco, ou melhor, o tempo das origens e crescimento do Movimento Espírita
pernambucano. Neste empreendimento, segue-se o esquema adotado por Motta (1991: 38)
e Wach (1990: 30-49) que se preocupam com a doutrina ou o sistema de crenças, o culto
como "expressão sociológica" e a organização social dos grupos religiosos. Sendo assim, o
olhar está atento não só a doutrina e aos ritos da expressão religiosa espírita, mas ao
agrupamento religioso, estudando-o de forma individual, tipológica e comparativa. No uso
das noções referidas, uma certa sociologia da religião e antropologia política são os discursos
que orientam o recorte feito nesse estudo que abrange grupos, agentes ou instituições.
Foram priorizados os discursos formulados pelos agentes ou instituições propriamente
espíritas, o que pode sugerir a definição deste trabalho como exclusivamente endógeno.
Nesta ocasião, o objetivo é realizar uma série de estudos sobre os discursos escritos e
falados de pessoas que poderiam ser definidas como “intelectuais espíritas”, pois já se pode
concluir que na relação de poder o estamento intelectual associado à mediação com o
sagrado e a prática intelectual associado a mediação com o sagrado e a prática da caridade é
a expressão de legitimidade. A imbricação do sagrado e da autoridade é, nesse caso, já
incontestável.
PALAVRAS-CHAVE: movimento espírita; política; autoridades religiosas.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19987125001019013P5
Download:
26

O ÊXTASE: ENTRE A IMAGEM E A PALAVRA: ESTABELECIMENTO DE UM


MODELO DESCRITIVO PARA O ESTUDO ANTROPOLÓGICO DAS
MANIFESTAÇÕES EXTÁSICAS

Machado, Murilo José D'Almeida


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COMUNICAÇÃO UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1998 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta pesquisa apresenta uma proposta metodológica que sugere o auxílio da imagem
fotográfica para enfrentar a abordagem antropológica de certas experiências "ligadas ao
sagrado"; entre elas, as do êxtase (sair de "si mesmo"), tema principal deste trabalho. Os
procedimentos metodológicos sugeridos incluem o registro fotográfico das atividades do
grupo abordado (uma instituição espírita e filantrópica), como intuito de valorizar a "forma
de significação" do êxtase neste contexto. Incluem, ainda, a representação da "imagem
simbólica" de algumas manifestações extáticas sob a forma de imagem fotográfica. A
construção desta imagem foi realizada a partir do feedback do grupo abordado e das
possibilidades de processamento informatizado da imagem. Esta imagem foi chamada de
"imagem de síntese" e tem como objetivo propor uma "metáfora da imagem", como
estratégia da descrição antropológica. Um dos resultados desta abordagem foi a
possibilidade de apreciar o "lugar", em nível intrínseco, que as experiências extáticas
possuem no modelo de acesso ao conhecimento presente na instituição abordada, cujas
"imagens de síntese" constituíram uma forte expressão representativa
fotografia; êxtase; identidade; antropologia visual; religião; espiritismo; drogas;
PALAVRAS-CHAVE:
informática.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19981033003017044P3
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000184224
27

A FÉ RACIOCINADA: EXPANSÃO DO KARDECISMO EM FORTALEZA

Pereira, Maria Florice Raposo


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UFC, CEARÁ, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1998 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Investigação da manifestação/expansão, na cidade de Fortaleza, da doutrina Espírita,


compreendida como o conjunto de leis, princípios e normas estabelecidos na obra básica de
Allan Kardec, em meados do século passado, onde se destaca a possibilidade de
comunicação com os Espíritos e de reencarnação em sucessivas existências até que seja
atingida a perfeição espiritual. A pretensão é explicar como se insere essa Doutrina dentro do
proceso de recomposição do campo religiso nesta capital e compreender como se dá a
expansão de uma crença aparentemeente incompatível com a modernidade e a racionalidade
deste final de século.
PALAVRAS-CHAVE: fé; kardecismo; fortaleza.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/0424094476714512
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=199815722001018008P3
Download:
28

ESCOLA ESPÍRITA JOANNA DE ÂNGELIS: UMA EXPERIÊNCIA


EDUCACIONAL À LUZ DO ESPIRITISMO

Said, Cezar Braga


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UFRJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1998 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O estudo de caso efetuado numa escola confessional espírita, sem fins lucrativos, existente
há dezoito anos, tem como objetivo demonstrar a relevância social da educação espírita,
através da apresentação de uma unidade escolar estruturada nos princípios do Espiritismo.
Para demonstração desta relevância, são apresentadas as bases teóricas deste tipo de
educação e sua operacionalização num contexto sócio-cultural repleto de privações. A
natureza das relações estabelecidas neste ambiente escolar, onde diferentes sujeitos
interagem cotidianamente, dão uma dimensão dos valores que validam estes contatos.
Alguns depoimentos de alunos egressos auxiliam na compreensão do mérito e da relevância
do trabalho escolar que objetiva desenvolver as potencialidades dos educandos, através de
relações solidárias entre si e com o mundo.
PALAVRAS-CHAVE: escola espírita; solidariedade; princípios espíritas.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/2933602085422031
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=199813531001017001P4
Download:
29

HEREDITARIEDADE, DESTINO E FÉ UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A


TEORIA GÊNICA DAS PULSÕES (LEOPOLD SZONDI) E A DOUTRINA
ESPÍRITA

Tolesano, Ercília Pereira Zilli


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1998 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O estudo comparativo entre os conceitos de hereditariedade, destino e fé na psicologia do


destino, desenvolvida por Leopold Szondi e a doutrina espírita, representada por André Luiz,
mostrou algumas diferenças básicas relacionadas à questão da reencarnação que coloca um
antes e um depois, conforme a abordagem espírita. Szondi não levanta esse aspecto em sua
obra. As convergências e a complementaridade surgem no tocante à importância da
hereditariedade, como fator imprescindível ao projeto de existência do indivíduo, o qual não
se mostra de forma consciente, constituindo-se dessa forma, em destino, conceito cujo
significado corresponde a programa ou projeto. A fé surge como ponto alto das duas
abordagens, levando o homem a estabelecer uma relação de transcendência a obras, como
forma de equilíbrio físico e mental. A convergência entre a teoria da fé szondiana e a fé,
segundo a doutrina espírita, conduziu-nos à descoberta de uma “psicologia da fé” que tem-
se revelado um método profundamente humanizador no âmbito da nossa prática clínica. O
mandamento bíblico “amar o próximo como a si mesmo” representa o verdadeiro
fundamento da existência humana. O gene a serviço do espírito torna-se a chave de
compreensão para um processo evolutivo, do qual a psicoterapia pode ser instrumento de
grande valia. O homem, ao reconhecer-se como filho de Deus, encontra na sociedade a sua
grande família, onde convivem irmãos diferentes, mas com direitos iguais.
PALAVRAS-CHAVE: psicologia; genética; espiritismo.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19983533005010009P0
Download:
30

CURA ESPIRITUAL, UMA VISÃO INTEGRADORA CORPO-MENTE-ESPÍRITO

Canhadas, Cleide Martins


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A proposta geral desta dissertação é apresentar a experiência da Cura Espiritual como


propiciadora de uma visão integradora do ser. A análise dos dados da pesquisa de campo,
realizada num grupo espírita kardecista, apresenta algumas características da população que
experenciou a cura espiritual, aspectos da sua cultura, crenças e os fatores facilitadores na
superação das doenças. O modelo teórico kardecista oferece uma explicação da cura
pautada na própria concepção da natureza espiritual do ser. Nesta concepção, o ser é
definido como um composto interdependente de corpo, espírito e perispírito. Através do
corpo perispiritual, energético e fluídico, entende-se que é possível a aplicação de passes, ou
fluídos espirituais que auxiliam no restabelecimento do equilíbrio mental, emocional e físico.
A noção de matéria como energia concentrada, presente na teoria espírita está contida no
paradigma holístico, na metáfora do holograma e da teia da vida, onde o todo e cada uma
de suas sinergias estão estruturalmente ligadas e em interação constante paradoxais. Aqui
também se apresenta o ser humano como um ser complexo, onde as dores físicas não
podem ser tratadas isoladamente dos seus precursores emocionais e espirituais, pela
interconexidade inseparável que representam. Este novo paradigma contempla a visão de
mundo e o lugar do humano presentes no grupo pesquisado, em relação a experiências de
cura espiritual. A experiência religiosa, a partir da cura espiritual, revela com grande
frequência as doenças psicossomáticas e a realidade da sincronicidade, como propõe Jung.
Relacionamos estes conceitos à noção de rede proposta por Capra e, também, com estudos
desenvolvidos por Lawrence LeShan, Larry Dossey, Ken Wilber, Pierre Weill e Jean-Yves
Leloup que sugerem ser necessária, urgente e possível uma ação integrada, transdisciplinar,
notadamente da Medicina da Psicologia e da Religião para cuidar do ser de modo pleno e
harmonioso. Caso contrário, segundo Capra, será difícil nossa sobrevivência, bem como a
obtenção de uma eficácia necessária no tratamento das dores que emergem da alma.
PALAVRAS-CHAVE: cura espiritual.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19995033005010009P0
Download:
31

A EXPERIÊNCIA TERAPÊUTICA ESPÍRITA

Cunha, Litza Andrade


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UFBA, BAHIA, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O presente trabalho parte do princípio de que a relação que se estabelece entre símbolos e
atores sociais no âmbito de uma agência terapêutica religiosa não é definida, a priori por
propriedades e significados inerentes aos símbolos, do modo como argumenta o
estruturalismo, pois essa relação se constitui no curso de eventos concretos, nos quais o
indivíduo, além de incorporar a reiterpretação acrescenta novos significados emergentes de
experiências particulares. Neste sentido, busca-se compreender como os modelos
explicativos genéricos da doença oferecidos pela agência religiosa espírita estão sendo
interpretativamente incorporados à experiência subjetiva das pessoas, são introduzidas no
cotidiano e atingem uma realidade social, guiando as pessoas na vida prática. A
transformação da experiência no âmbito da terapia espírita funda-se na apreensão de todo
um modo de compreender e agir no mundo pela via de um processo que envolve também
engajamento corporal e multisensorial, e não só intelectual. A eficiência do ritual reside na
incorporação de um novo modo de se situar no mundo, fundamentalmente corporal, e não
apenas em mudanças na maneira de perceber a enfermidade. O tratamento espírita visa
promover uma reforma íntima nos indivíduos, e esta mudança deverá estar baseada nos
princípios básicos da doutrina principalmente na busca da evolução moral pela prática da
caridade, é somente na obediência disciplinar desses princípios que os indivíduos reelaboram
e reconstroem sua visão de mundo, criando um ethos próprio do ser espírita. Para os
espíritas, a cura advém dessa aquisição de um novo comportamento frente ao mundo
rigorosamente pautado nos ensinamentos da doutrina.
PALAVRAS-CHAVE: terapia espírita.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19999928001010023P2
Download:
32

AS REPRESENTAÇÕES DE ADOECIMENTO E CURA NA SOCIEDADE


ESPÍRITA RAMATÍS: UM ESTUDO SÓCIO-ANTROPOLÓGICO
Halpern, Elisabeth Espindola
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE SAÚDE PÚBLICA/COLETIVA UERJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O propósito desta dissertação consiste no estudo de caso de uma instituição espírita da


cidade do Rio de Janeiro, denominada Sociedade Espírita Ramatís ( SER ), que se entende
como uma Fraternidade da Cruz e do Triângulo, ou seja, possuidora de duas tendências que
a influenciam, a Oriental, representada por Ramatís, e a Ocidental, inspirada por Kardec,
tanto na sua prática (tratamentos), quanto no seu saber (doutrina). De modo a tentar
compreender os fatores que contribuem para que ocorra o significativo afluxo de pessoas à
SER, a análise etnográfica levada a termo permitiu investigar as suas anatomia e fisiologia,
ou melhor, sua organização e funcionamento. Adicionalmente, a leitura sócio-antropológica
sobre esta busca desvendou a necessidade deste segmento da sociedade carioca,
frequentadora da Zona Norte, que corresponderia à classe média, por um tipo de abordagem
terapêutica que espelhasse as representações de adoecimento e cura existentes no seu
imaginário. A entidade mítica intitulada Ramatís destaca-se como um símbolo de significativo
valor, entre outros, que concorre favoravelmente para que a cura se processe, relembrando-
nos a importância do mito no processo de cura.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; cura pela fé; religião; medicina e cultura.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5701748952892973
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=199915731004016004P2
Download:
33

A DOUTRINA PÕE ORDEM NA DESORDEM: O ESPÍRITO DA CURA NA


"BENZEÇÃO ESPÍRITA" DA ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA PE. ANTÔNIO VIEIRA
Jácome, Óscar Fernando Junqueiro
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UFJF, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O autor analisa a cura "espiritual" e sua eficácia simbólica através de um estudo de caso de
uma agente social religiosa mediúnica e do seu complexo da cura na cidade de Juiz de Fora,
Minas Gerais. Como é próprio de estudos de caso, descobriu-se inesperadamente a afinidade
de duas categorias com o espiritismo: uma categoria religiosa, a dos católicos, e uma
categoria profissional, a dos médicos. Procurou-se também abordar as razões e implicações
sócio-antropológicas decorrentes destas observações. As técnicas utilizadas nesta pesquisa
qualitativa, com o objetivo de compreender melhor o objeto, foram a observação direta
participante, as entrevistas em profundidade e a análise de diferentes fontes que possam ser
cruzadas. Como resultado, identificou-se um sincretismo religioso presente na "benzeção
espírita", assim rotulada pelos seus próprios praticantes, de base espírita kardecista mas com
fortes influências do catolicismo popular e algumas características da umbanda. Verificou-se,
ainda, o reconhecimento e aceitação deste sistema de práticas religiosas por uma abundante
clientela "rotativa", além da simpatia que tem junto a fiéis católicos e a eficácia simbólica que
possui na cura religiosa, tendo como especialidade o "passe individual". Conclui-se que são
necessários estudos mais aprofundados para distinguir o verdadeiro papel de
"complementaridade" que os agentes das chamadas medicinas alternativas desempenham,
ao conseguir produzir elementos que a medicina convencional não é capaz, desta maneira
oferecendo uma referência a múltiplos doentes, principalmente àqueles abandonados dentro
do seu universo anômico. A superação da doença, numa perspectiva mais ampla, requer
tanto uma regulação técnica como uma regulação simbólica. Desta última, a medicina
ocidental alopática presente em nossa realidade social é carente, enquanto os xamãs estão
plenos de sentido.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; cura; benzeção; medicina.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19992432005016004P1
Download:
34

O FEITIÇO NÃO VIROU CONTRA O FEITICEIRO: O DISCURSO DA


MEDICINA BRASILEIRA SOBRE AS PRÁTICAS DE ESPIRITISMO, MAGIA,
FEITIÇARIA E CURANDEIRISMO NO FINAL DO SÉCULO XIX E INÍCIO DO
SÉCULO XX

Mello, Claudius Alex Teixeira de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE SAÚDE PÚBLICA/COLETIVA UERJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho analisa o discurso produzido pela medicina no final do século XIX e início do
século XX, sobre as práticas de espiritismo, magia, feitiçaria e curandeirismo. Todas
compreendidas como práticas alternativas a medicina e que promoviam a "cura mágica".
Utilizamos como fontes primárias as teses produzidas pelo grande pólo irradiador do saber
médico do período: a Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Relacionamos teses que vem
desde o ano de 1840, ano que surge a 1ª tese relevante para o desenvolvimento deste
trabalho até o ano de 1907, ano em que na instituição que pesquisamos a Academia
Nacional de Medicina, se esgotam as teses sobre o tema.
PALAVRAS-CHAVE: medicina e práticas religiosas; religião e saúde coletiva.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=199916231004016004P2
Download:
35

DIREITO AUTORAL NA OBRA PSICOGRAFADA

Mota Júnior, Eliseu Florentino da


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DIREITO UNESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Pesquisa sobre o Direito Autoral na obra psicografada. Constata a existência de vasta


produção literária escrita por médiuns vivos e atribuídas a espíritos de pessoas falecidas.
Analisa a teoria espírita para a psicografia e outras explicações para o fenômeno. Menciona
obras psicografadas no exterior e no Brasil, inclusive mensagens mediúnicas usadas como
elemento de prova em processos judiciais. Resgata as principais peças da ação declaratória
proposta pelos sucessores do escrito Humberto de Campos em face do médium Francisco
Cândido Xavier e da Federação Espírita Brasileira com análise das decisões ali proferidas, que
optaram pela carência da ação. Considera que a obra literária psicografada está protegida
legalmente independentemente da sua origem mediúnica. Entende lagunosa a legislação do
Direito Autoral quanto à autoria da obra psicografada. Pela aplicação da analogia, conclui
que o espírito é o criador intelectual na obra psicografada enquanto o médium, como
interprete do seu pensamento é titular dos direitos conexos ao de autor, cabendo-lhe a
responsabilidade perante a lei pelas obras psicografa. Dessa assertiva não resulta direitos
para o espírito ou sucessores de qualquer natureza, pois a alma não é pessoa como sujeito
de direitos e obrigações. Opina pelo emprego dos recursos materiais em obras assistenciais e
no fomento à pesquisa científica da fenomenologia mediúnica.
PALAVRAS-CHAVE: direito autoral; obra psicografada; obrigações; indenização.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19993833004072068P9
Download:
36

GEOGRAFIA DO IN(VISÍVEL): O ESPAÇO DO KARDECISMO EM SÃO PAULO

Santos, Alberto Pereira dos


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS GEOGRAFIA USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A Geografia do (in)visível é um estudo geográfico sobre o Kardecismo ou Espiritismo, no qual


busca-se analisar e explicar o processo de construção do espaço do espiritismo, sua dinâmica
e interação na sociedade brasileira, tendo como referencial a cidade de São Paulo no período
de 1994 a 1998. "Geografia do (in)visível" é uma expressão criada para simbolizar e definir o
que denominamos de espaço do espiritismo. Esta categoria tem um sentido relacional, isto é,
representa o espaço visível ("este mundo") e o espaço invisível ("outro mundo") numa
relação de complementaridade. O espaço visível se refere ao que se denomina em Geografia
de espaço geográfico ou social (constituído por territorialidade, território e população
espíritas). O espaço invisível se refere à subjetividade, às idéias, à filosofia do espiritismo que
habita a consciência da população espírita. Originado na França, a partir de 1857, o
Kardecismo (de Allan Kardec, 1804-1869) semeou-se no fértil solo da religiosidade brasileira,
começando por parte da elite intelectual (médicos, professores, advogados etc.) e se
difundiu por quase todos os meios sociais, ainda que com algumas nuanças. Para seus
adeptos, o Espiritismo representa uma tríplice doutrina- religião, filosofia e ciência. Religião,
porque tem o Cristo como modelo de perfeição espiritual e moral para a humanidade.
Filosofia, porque tem a reencarnação como princípio fundamental para a compreensão da
justiça divina. E, Ciência porque defende a lei da evolução e a lei de causa e efeito para a
explicação racional das relações entre os fenômenos visíveis (corporais) e invisíveis
(espirituais), do micro ao macro Cosmo. Embora represente uma minoria sócio-cultural no
Brasil e no mundo, o movimento espírita vem crescendo significativamente na atualidade e
tem representado, ao mesmo tempo, resistência à sociedade de consumo materialista e uma
das alternativas sócio-culturais para a humanidade. No Kardecismo, ou Espiritismo, não há a
dicotomia espírito versus matéria, mas sim imbricação, complementaridade e interação entre
ambos elementos. Contudo, essa relação é dialética e evolutiva. O princípio fundamental do
kardecismo está na relação permanente entre o mundo visível (material) e o mundo invisível
(espiritual). Cabe, portanto, à razão e ao bom senso humano discernir o bem do mal,
escolhendo o caminho para a construção da sociedade planetária a partir dos princípios
iluministas de igualdade, liberdade e fraternidade.
PALAVRAS-CHAVE: espaço visível; espaço invisível; kardecismo; espírito.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=199929433002010035P8
Download:
37

PRETO VELHO: AS VÁRIAS FACES DE UM PERSONAGEM RELIGIOSO

Santos, Eufrázia Cristina Menezes


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho tem como objetivo evidenciar a riqueza da construção simbólica em torno da
figura dos pretos velhos. Procura-se destacar o conjunto das representações sociais que
tomam parte ou estão subjacentes na sua elaboração, considerando a particularidade étnica
e racial do personagem. O folclore e a literatura são consideradas como instâncias
produtoras dos estereótipos, clichês e caricaturas que emigraram para o campo religioso e
serviram de base para sua versão religiosa. A partir do arquétipo mais tradicional do preto
velho, ocorre uma série de rearranjos e interpretações que dão origem a diferentes
modalidades de pretos velhos, em conformidade com os interesses e as representações dos
grupos religiosos nos quais registra-se a sua presença. No conjunto do trabalho privilegia-se
a análise do seu culto na religião umbandista, destacando seu perfil, características e
atributos enquanto representante de uma das categorias de espírito que compõem o seu
panteão. Na umbanda, a versão religiosa do preto velho transformou-o em símbolo nacional,
conferindo-lhe o estatuto de ancestral brasileiro. Considerando o caráter dinâmico da criação
religiosa apresenta-se o estudo de caso do Preto Velho Joaquim, enfatizando a versão
kardecista deste personagem religioso. Através dele discute-se a hipótese do
embranquecimento dos pretos velhos no kardecismo. Este processo consiste em
descaracterizar e despir a figura do preto velho dos elementos afro-brasileiros,
reinterpretando sua figura a partir de uma perspectiva reencarnacionista. Independente da
existência de diferentes versões do preto velho, processa-se sempre o reconhecimento
público da sua figura. A importância sociológica e religiosa do preto velho não é informada
somente pela sua cor mas, também, pelo conjunto de temas culturais e religiosos que ele
veicula. A riqueza da sua construção encontra-se no fato do personagem refletir em si as
várias contradições da nossa sociedade; servindo como referência para as discussões de
temas sociais como nacionalismo, relações raciais, escravidão e identidade nacional. O
estudo do preto velho revela a importância de valores e instituições como trabalho, família,
obediência, hierarquia e humildade na sociedade brasileira.
PALAVRAS-CHAVE: religião; umbanda; espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/8230718911595250
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19996733003017016P0
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000171140
38

MORAL E RELAÇÕES SOCIAIS: UM ESTUDO SOBRE A INFLUÊNCIA DE UMA


INSTITUIÇÃO ESPÍRITA NUMA COMUNIDADE DA PERIFERIA DE CURITIBA

Silveira, Andréa Fernanda


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA UFSC, SANTA CATARINA, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O presente estudo foi desenvolvido entre 1997 e 1999, com a finalidade de compreender a
repercussão do discurso dos evangelizadores da Casa de Apoio Abibe Isfer - CAAI, instituição
espírita kardecista localizada no Jardim Santos Andrade, periferia de Curitiba, sobre as
relações sociais estabelecidas entre os moradores desta comunidade, frequentadores da
instituição. Para tanto, as atividades de evangelização oferecidas pela CAAI foram
observadas, a fim de evidenciar os aspectos mais relevantes do discurso da instituição. Além
disto, foram realizadas entrevistas com algumas das frequentadoras, visando identificar a
influência destes princípios na vida de cada uma delas, enfocando o conteúdo das respostas
com o auxílio de categorias de análise. A partir disso, pode-se estabelecer uma conexão
entre os valores difundidos pela instituição e o discurso das entrevistadas, verificando-se que
o trabalho de evangelização produziu alterações significativas nas relações familiares e de
vizinhança. Foi possível, ainda, corroborar a idéia de que o estabelecimento de normas
comuns pode nortear o comportamento das pessoas, pautar suas relações interpessoais e
estabelecer uma ordem coletiva capaz de assegurar a convivência na sociedade.
PALAVRAS-CHAVE: sociedade; relações interpessoais.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/2921660413189693
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19991441001010036P4
Download:
39

RELIGIÃO EM CONFRONTO: O ESPIRITISMO EM TRÊS RIOS 1922-1939

Almeida, Angélica Aparecida Silva de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2000 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

No final do século XVIII tem início um processo de afirmação do racionalismo e do


cientificismo e de declínio da valorização da religião. Era a gestação da sociedade "moderna"
com seus princípios de liberdade, progresso, razão e igualdade. Nesse contexto, em meados
do século XIX, surgiu na França uma religião, o Espititismo, que buscava se adequar aos
novos tempos. O Espiritismo foi introduzido no Brasil no momento em que várias outras
correntes de idéias, originárias da europa, invadiam a intelectualidade nacional. A atual
cidade de Três Rios (RJ) surgiu a partir da década de 1860, quando se iniciaram os trabalhos
de contruçãp das estradas de ferro e de rodagem. Devido a sua privilegiada condição
geográfica passou a ser um importante elo de ligação entre Minas gerais e a Corte, o que
desencadeou acentuado processo de sua modernização. Nesse ambiente, em 1895, se
formou o primeiro grupo espírita em Três Rios, denominado Grupo Espírita Fé e Esperança
(GEFE). A partir de 1922, o movimento intensifica-se, liderado por um grupo de elevado nível
sociocultural e de grande influência política na região. Dado seu estreito contato com a elite
carioca, encontrava-se altamente influenciado pelos ideais de modernidade que circulavam
na Capital da República. Devido a essa influência pelos ideais de modernidade que
circulavam na Capital da República. Devido a essa influência, detectamos a frequente
colaboração dos espíritas no processo de desenvolvimento do município do início do século
XX. No campo assistencial, o GEFE fundou uma farmácia homeopática, o albergue noturno,
uma escola primária, um orfanato para meninas, uma maternidade. Para ampliar a
divulgação da doutrina, criou uma Escola de Médiuns, uma biblioteca, uma livraria, a "Feira
do Livro Espírita", o Jornal O Nosso Guia, a 4a. Mocidade Espírita do país, uma Escola de
Evangelho para crianças, além de manter um programa radiofônico e duas colunas fixas nos
jornais da cidade. A atuação do grupo, tanto na área assistencial como na doutrinária, foi
fortemente influenciada pelas diretrizes do movimento nacional. A expansão do movimento
espírita na cidade desencadeou uma série de reações por parte dos responsáveis pela Igreja
Matriz e por certos setores da sociedade. Ao sentir a necessidade de opor-se contra essa
ofensiva, a direção do GEFE organizou, em 1939, a Primeira Semana Espírita do Brasil,
contribuindo para fortalecer as bases do movimento espírita na cidade. As práticas
discursivas e o conjunto de ações acabariam levando o espiritismo a tornar-se um dos
agentes de propagação e consolidação dos novos anseios de modernidade, progresso,
ordem, liberdade de pensar e agir e de integração da sociedade, típicos do período de
transição do século XIX para o XX. A proposta de aliança entre ciência e religião, adequando-
se às novas exigências do mundo moderno e aso anseios de espiritualidade do homem,
parece ter contribuído de forma decisiva para a penetração e consolidação de uma
mentalidade espírita em nossa sociedade.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; brasil; século xx; religião; modernidade.
40

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1018216342217716
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200017433003017019P9
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000212179
41

PSICOGRAFIA E INSCRIÇÕES DISCURSIVAS: A ESCRITA DE CHICO


XAVIER
Lignani, Ângela Maria de Oliveira
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES LETRAS UFMG, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2000 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta dissertação traça as peculiaridades da escrita psicográfica de Francisco Cândido Xavier,


sob a ótica da Teoria da Literatura, procurando caracterizar esse tipo de escrita do ponto de
vista parapsicológico e do ponto de vista da Doutrina Espírita, cujo discurso científico-
doutrinário a sustenta. Ao propor uma caracterização da discursividade romanesca das
produções psicográficas de Francisco Cândido Xavier, concentramo-nos no romance "Há dois
mil anos....". Sua análise permitiu confrontrar o pensamento religioso que o constitui, com os
valores cristãos do Cristianismo primitivo, bem como situá-lo em relação ao paradigma
científico vigente. Pela abordagem realizada nesta dissertação, a escrita psicográfica se
constituiu como um fenômeno multidisciplinar. Contudo, ativemo-nos a um recorte que
abrange a recepção do primeiro livro e uma análise da confluência de discursos em "Há dois
mil anos": histórico-religioso, doutrinário-científico, orquestrados dentro da narrativa
romanesca que contextualizamos e localizamos no panorama literário. Também foi nosso
objetivo determinar em que medida a ideologia veiculada nesse texto se distancia ou se
aproxima dos valores contemporâneos e que possível contribuição pode gerar sua circulação.
PALAVRAS-CHAVE: teoria literária; psicografia; chico xavier.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7317183390467779
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20004832001010056P6
Download:
42

ASILO ESPÍRITA DISCÍPULOS DE JESUS DE PENÁPOLIS: A LOUCURA NO


COTIDIANO DE UMA INSTITUIÇÃO DISCIPLINAR (1935-1945)

Peters, Carlos Eduardo Marotta


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UNESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2000 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Neste trabalho interpretamos as práticas normalizadoras do Asilo Espírita "Discípulos de


Jesus" na cidade de Penápolis no período de 1935 a 1945. Abordamos as articulações
estabelecidas entre a instituição e o Poder Público local, com a finalidade de resolver o
problema social da loucura e outras formas de desvio. Abordamos as práticas cotidianas de
disciplinação e as diversas faces atribuidas à loucura no âmbito do asilo. Os resultados
obtidos nos permitiram concluir que a loucura, no interior do asilo, era identificada a todo
tipo de comportamento que se desviasse daqueles considerados normais, segundo os papéis
sociais delineados pela moral burguesa que se implantava no Brasil, nas primeiras décadas
do século XX. O núcleo documental do trabalho é composto pelos prontuários dos pacientes
da instituição.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; loucura; micro poder; instituição disciplinar.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1289125572084943
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200014533004048018P5
Download:
43

A STADY OF REINCARNATION OF POE'S "LIGEIA" AND "MORELLA"

Alves, Francisco de Sousa


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES LETRAS UFPB, PARAÍBA, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O propósito deste trabalho é analisar o tema da reencarnação em " Ligéia" e "Morella" de


Edgar Allan Poe associados a sua teoria crítica e escrita, e a alguns diferentes pontos de
vista. Dentre as crenças que, após a morte, um indivíduo pode renascer infinitas vezes, se
encontra aquela da reencarnação à luz do Espiritismo como doutrina; mas sem levar em
consideração tal afirmação como senso verdadeira ou falsa, o objetivo desta pesquisa é
meramente estabelecer uma interrelação entre o tema proposto e a obra de Poe. Embora o
aspecto literal seja examinado em uma seção à parte, sua parte, a sua abordagem é
unicamente literária em relação a visão do poeta sobre o que é o conto; sua prática como
senso de fato uma reafirmação da sua teoria de que o conto deve ser curto e, que deve,
pricipalmente, provocar o maior impacto no leitor. Além da abordagem literária dos dois
contos, enfatizamos também possíveis interpretações do tema central com uma análise do
renascimento de Ligéia como sendo um símbolo dos valores que Poe respeitava, e ainda,
como uma representação de algo irônico para mostrar seu possível protesto contra o
sensacionalismo popular da época. Por lado, o retorno de Morella do além, sugere uma
abordagem feminista através da condenação da misoginia. O conto abre também uma
discurssão de possível incesto, assim como do tema da continuidade do processo da vida
PALAVRAS-CHAVE: teoria crítica; reencarnação; espiritismo.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200111624001015026P7
Download:
44

ESPIRITISMO, ALIENISMO E MEDICINA: CIÊNCIA OU FÉ? OS SABERES


PUBLICADOS NA IMPRENSA GAÚCHA DA DÉCADA DE 1920

Boff, Angelica Bersch


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UFRS, RIO GRANDE DO SUL, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Nesta dissertação analiso os saberes espírita e médico sobre saúde mental, como estes são
apresentados na imprensa porto-alegrense da década de 1920. Também examino as
diferenças e aproximações existentes entre estes discursos e práticas, identificando as
identidades e formas de aceitação que são atribuídas a cada campo de saber e atuação. Com
suporte teórico em Michel Foucault, viso elucidar em que condições relacionais se instituem
tais discursos e práticas, compondo, assim, partes fundamentais da também instituída - pois
que se quer homogênea em suas descontinuidades - sociedade brasileira de então.
PALAVRAS-CHAVE: saberes; alienismo; medicina.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200116742001013043P0
Download:
45

ESTUDANDO O INVISÍVEL: WILLIAM CROOKES E A NOVA FORÇA

Ferreira, Juliana Mesquita Hidalgo


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta pesquisa investiga o envolvimento do cientista inglês William Crookes, no final do século
XIX, com fenômenos então chamados " espiritualistas " no contexto científico da época. O
cientista interpretou certos fenômenos como resultado da atuação de uma nova força, a qual
denominou " força psíquica ". Todavia, não houve boa aceitação de suas idéias na
comunidade científica. Algumas críticas se referiam aos procedimentos metodológicos
adotados por Crookes durante as investigações, enquanto outras, se dirigiam ao próprio
caráter e integridade do cientista. O presente trabalho descreve este episódio histórico e
discute as questões envolvidas nos estudos científicos sobre este tipo de fenômeno. O
objetivo principal desta dissertação é de natureza metodológica: procurar compreender até
que ponto a metodologia utilizada por Crookes no estudo de fenômenos " paranormais"
seguia os padrões de cientificidade da época, e se era possível, na época, distinguir
claramente entre as alegações de cientificidade dos estudos paranormais e a cientificidade de
outros " normais". Conclui-se que as pesquisas de Crookes sobre os fenômenos
espiritualistas seguia muitas das normas das pesquisas científicas da época, embora não
preenchesse todos os requisitos desejáveis, faltando-se , por exemplo, um controle
adequado de certas situações experimentais.
PALAVRAS-CHAVE: espiritualismo; força psíquica; fenômenos paranormais.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/2070193023615764
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20012833005010027P8
Download:
46

MORTE NO CORPO, VIDA NO ESPÍRITO: O PROCESSO DE LUTO NA


PRÁTICA ESPÍRITA DA PSICOGRAFIA

Guarnieri, Maria Cristina Mariante


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A tendência a banalização da morte e do morrer tem crescido muito. O mundo secularizado


trouxe grandes avanços para a humanidade mas, como consequência, uma dura realidade se
revela: não há lugar para as expressões de sofrimento, dor e morte. Esta realidade já é
visível nos grandes centros urbanos, onde os ritos e espaços que possibilitam a integração e
a reflexão sobre a morte, são pouco valorizados. Entrar em contato com a morte nos obriga
a encontrar um outro sentido para a vida, mas também nos leva a buscar o da morte.
Partindo da compreensão sobre morte e luto no desenvolvimento humano, baseada em
autores como Carl Gustav Jung, John Bowlby, Colin Parkes, foi possível perceber que o tema
pedia uma ampliação para abordá-lo. A sociologia do conhecimento de Peter Berger e
Thomas Luckmann, a antropologia da morte de Edgard Morin, as contribuições do historiador
Philippe Ariès, auxiliaram em uma visão mais completa deste ser humano diante da
consciência de sua mortalidade. O objetivo dessa dissertação é demonstrar a importância do
espaço religioso, especificamente o espiritísmo, como contiente a elaboração do luto e as
questões sobre a finitude humana. O espiritismo, por acreditar em uma vida após a morte,
entende que é possível se comunicar com os espíritos dos mortos. A prática da psicografia,
analisada neste trabalho, acaba sendo um meio facilitador nesta elaboração e acaba por criar
mais um espaço de acolhimento deste enlutado e de suas questões. Finalizando, foram
estudados 17 enlutados que contam sobre suas experiências de perda, fundamentando a
importância de nos abrirmos para a questão, do sentido do ser humano. Este trabalho
pretende contribuir para a compreensão da religiosidade como pertencente a psique humana
e como a existência do indivíduo é semeado\a por crenças, símbolos e atitudes religiosas que
permitem integrar a morte em sua história mas, principalmente, resgatar e valorizar a vida.
PALAVRAS-CHAVE: morte; espiritismo; luto; kardecismo; psicografia.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7462127164488279
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200110333005010009P0
Download:
http://www.sapientia.pucsp.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1663
47

A FÉ RACIOCINADA NA "ATENAS" DE MINAS. GÊNESE E CONSOLIDAÇÃO


DO ESPIRITISMO EM JUIZ DE FORA E ALGUMAS REPERCUSSÕES PARA A
CONTEMPORANEIDADE

Oliveira, Simone Geralda de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UFJF, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Na presente dissertação procuramos resgatar a trajetória histórica do Movimento Espírita em


Juiz de Fora, atentando para suas características específicas e suas proximidades com o
Movimento Espírita Brasileiro em geral, especialmente com o do Rio de Janeiro. Nossas
pesquisas iniciam-se no final do século XIX, onde encontramos a "gênese" do Espiritismo
juizforano, em seguida, enfatizamos a primeira metade do século XX, quando o Espiritismo
organiza-se e consegue estabelecer-se na cidade. Realizamos ainda algumas projeções para
a contemporaneidade. Considerando o Espiritismo como fenômeno histórico, realizamos o
seu estudo baseando-nos numa perspectiva histórica sócio-cultural. Preocupamo-nos em
entender os processos mental e social atuantes na inserção da doutrina espírita na sociedade
juizforana, identificar os fatores que lhe foram favoráveis, bem como as dificuldades
encontradas, suas estratégias de legitimação, as alianças estabelecidas com outros setores e
suas transformações ou "remodelagens", efetuadas em prol de sua afirmação enquanto nova
opção religiosa.
PALAVRAS-CHAVE: juiz de fora; espiritismo; fé; razão.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5527629148664393
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20015932005016004P1
Download:
48

APOIO SOCIAL E RELIGIÃO: UMA FORMA DE ENFRENTAMENTO DOS


PROBLEMAS DE SAÚDE

Pietrukowicz, Marcia Cristina Leal Cypriano


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE SAÚDE PÚBLICA/COLETIVA FIOCRUZ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A presente dissertação de mestrado está relacionada com a discussão teórico-metodológica


que parte da categoria de apoio social. Definimos esta categoria como um processo de
interação entre pessoas ou grupo de pessoas que, através do contato sistemático
estabelecem vínculos de amizade e de informação, recebendo apoio material, emocional,
afetivo, contribuindo para o bem estar dos indivíduos, tendo um papel positivo na prevenção
e na manutenção da saúde. Frente a uma conjuntura de crise na saúde e os problemas que
a população enfrenta, esta busca formas alternativas de resolver os seus males e
dificuldades, entre eles, os espaços religiosos procuram oferecer alívio a esses males e
sofrimentos, como também conforto, solidariedade e acolhimento. A proposta desta
investigação é de relacionar as práticas espíritas Kardecistas como sendo, em parte, uma
expressão do apoio social. Os objetivos deste trabalho são: discutir a contribuição da
categoria de apoio social no campo da saúde, verificar a representação da relevância das
práticas espíritas na saúde do indivíduo, identificar o contingente populacional que procura
esses espaços por motivos de saúde e identificar o efeito do apoio social na saúde dos
indivíduos. Os resultados confirmaram o papel do apoio social no sentimento de bem estar e
sua relação com a concepção de saúde, confirmou a adesão à doutrina espírita e à
comunidade como parte da conduta entendida como saudável e capaz de manter a saúde,
identificou como usuários a população de classe média-baixa da área atendida pelo Centro
Espírita estudado, e além disso, sinalizaram para uma concepção diferenciada de prevenção
de saúde, na qual o Centro Espírita percebe essa prevenção de forma ampliada e contínua,
através da participação nas suas atividades.
PALAVRAS-CHAVE: apoio social; serviços de saúde; saúde pública; religião.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200144531010016002P6
Download:
http://portalteses.icict.fiocruz.br/pdf/FIOCRUZ/2001/pietrukmcm/capa.pdf
49

A POESIA TRANSCENDENTE DE PARNASO DE ALÉM-TÚMULO

Rocha, Alexandre Caroli


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES LETRAS UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Com intuito de iniciar uma discussão sobre as questões literárias envolvidas pela literatura
mediúnica, esta dissertação analisa a antologia Parnaso de Além-Túmulo (1a. ed., 1932), de
Chico Xavier, o primeiro livro publicado pelo médium. De início, a obra era formada por um
conjunto de 60 poemas atribuídos a 14 poetas brasileiros e portugueses. A cada edição,
porém, o livro foi incorporando novas composições e novos poetas, até que em sua 6a.
edição (1955), estabilizou-se com 259 poemas atribuídos a 56 autores. A dissertação é
formada por três capítulos. O primeiro é composto por quatro partes, que estudam,
respectivamente, o histórico das edições de Parnaso, acompanhando a formação da versão
definitiva; os poetas apresentados como os autores espirituais; os conteúdos da antologia e
as repercussões de Parnaso no meio espírita e na imprensa em geral. O segundo capítulo é
constituído por cinco estudos que procuram verificar, a partir de algumas referências críticas,
se existem pontos em comum entre poemas de Parnaso e a obra de autores a quem são
atribuídos.
PALAVRAS-CHAVE: poesia; mediunidade; literariedade.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1023198477094559
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20011684733003017031P9
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000236698
50

O SENSO MORAL NO SER HUMANO COMO CONSEQUÊNCIA DA LEI


NATURAL: UMA LEITURA DA ÉTICA PLATÔNICA SOB O ENFOQUE DA
TEORIA ESPÍRITA.

Araújo, Rodrigo Silva Rosal de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DIREITO UFPE, PERNAMBUCO, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2002 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O nosso trabalho teve por objetivo tentar descobrir a resposta de Platão à pergunta de como
surge o senso moral no espírito humano e se ele é uma consequência da lei natural. Para
isso, procuramos fazer uma comparação com a resposta dada pela teoria espírita, com o fito
de sugerir um novo paradigma do direito natural, que seria fundamentado na lei de amor,
justiça e caridade, prevista na codificação espírita. Analisamos a proposta espírita no seu
aspecto moral, como objeto de estudo filosófico, ou seja, como produto do pensamento
humano, cuja organização se deve a Allan Kardec. Desse modo, avançamos no tema da
seguinte forma: a) no primeiro capítulo, abordamos o contexto em que a pesquisa sobre a
ética surgiu na filosofia platônica, mostrando a influência socrática, e a relação entre ética e
direito; b) depois, no segundo capítulo, tratamos da noção de lei natural em Platão
relacionando-a ao surgimento do senso moral na alma humana; c) no capítulo terceiro,
estudamos a formação do direito positivo a partir da compreensão da lei natural como efeito
de uma causa inteligente, e apontamos a relevância do livre-arbítrio; d) depois, no quarto
capítulo, enfrentamos o tema propriamente do trabalho: mostrar que o senso moral é uma
necessidade da razão, e que superando o egoísmo efetivamos a justiça; e) finalizando, no
capítulo quinto, mostramos como a proposta espírita nos ajuda a formular uma outra
abordagem ao direito natural.
PALAVRAS-CHAVE: senso moral; ética platônica; teoria espírita.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200219025001019029P9
Download:
51

MENSAGENS PSICOGRAFADAS E ELABORAÇÃO DO LUTO

Dias, Vera Lucia


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2002 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Pelo presente estudo procuramos compreender qual é o significado do recebimento de


mensagens psicografadas no processo de luto de familiares que sofreram perdas
significativas. Para tal utilizamos estudos teóricos sobre apego, perdas, morte, luto,
espiritismo e o que aqui entendemos como interface entre essas experiências, a procura pelo
familiar perdido por meio da busca por estas mensagens. Em termos metodológicos,
procedemos a uma pesquisa qualitativa com utilização de entrevistas semi-estruturadas.
Valemo-nos, para a compreensão do fenômeno descrito pelos entrevistados, do ponto de
vista fenomenológico. As experiências aqui analisadas revelam confiança na autoria das
mensagens recebidas e apontam para a atribuição de significados como orientação para as
questões familiares, revisão de vida, mudança, ajuda, conforto e sobretudo alívio resultante
da sensação de se ter encontrado o familiar falecido, concretizando assim o objetivo da
procura empreendida.
PALAVRAS-CHAVE: apego; perdas; morte; luto; procura; mensagens.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200238133005010014P3
Download:
52

RUPTURA NA HISTÓRIA DA PSIQUIATRIA NO BRASIL: ESPIRITISMO E


SAÚDE MENTAL (1880-1970)

Lima, Nadia Rodrigues Alves Marcondes Luz


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UNESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2002 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho discorre sobre a investigação das condições que possibilitaram no Brasil, em
período entre 1880 a 1970, a inserção e apropriação do conceito de Higiene Pública, - no
sentido de limpeza e desinfecção sanitária da coisa pública -, ao conceito de Higiene Mental,
compreendida no sentido de profilaxia moral, instrumento político-preventivo da Medicina
Social. Em torno da Liga Brasileira de Higiene Mental, fundada no ano de 1923, reuniu-se o
mesmo grupo de médicos, entre educadores e engenheiros, que haviam fundado a Liga de
Defesa Nacional (1916), a Liga nacionalista de São Paulo (1917), a Liga Pró-Saneamento
(1918), a Sociedade Brasileira de Eugenia (1919), a Propaganda Nativista (1919), a Ação
Social Nacionalista (1920), o Departamento Nacional de Saúde (1920), o Departamento da
Criança no Brasil (1922), a Sociedade Brasileira de Higiene (1923). No decorrer deste
contexto, compreendemos que os profissionais médicos da saúde mental, envolvidos com o
higienismo, tenham optado por ocupar cargos públicos por ocasião da mudança política pós
30, provocando consequentemente uma crise de descaso pela "matéria prima" de suas
funções: o paciente portador de transtorno ou deficiência mental. Provavelmente, também
sido estas as questões centrais sócio-políticas que vieram a propiciar as condições de
instalação de instituições de terapêuticas espírita, as quais vinham desde o final do século
XIX, nos centros de estudos espíritas, espalhados por todo o Brasil, desenvolvendo o
exercício teórico - prático da desobsessão, fundamentadas nas obras codificadas pelo francês
Allan Kardec e cientificamente experimentada no Brasil, pelo médico Adolpho Bezerra de
Menezes. A loucura vista sob o prisma da obsessão, provocou uma ruptura na concepção
médica organicista, tornando-se passível de cura, justificando sob este aspecto, as fontes
documentais da Casa de Saúde Allan Kardec de Franca, onde se caracterizou desde meados
da década de 20, até a década de 70, a alta rotatividade de pacientes e o custo período de
internação. A atual expansão dos hospitais psiquiátricos espíritas no Brasil, caracterizam não
só uma peculiaridade de nossa História Cultural, como também da História das Ciências da
Saúde no Brasil.
PALAVRAS-CHAVE: psiquiatria; espiritismo; saúde mental.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/0321510338045845
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200216933004072013P0
Download:
53

CRIAÇÃO E ELABORAÇÃO DE UM LIVRO SOB ENCOMENDA: EXPERIÊNCIA


DE COMUNICAÇÃO MEDIÁTICA SOB O PRISMA DE UM REDATOR

Santos, Dalmo Duque dos


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COMUNICAÇÃO UNIP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2002 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O objetivo desta dissertação é fazer um relato de experiência sobre o trabalho de um redator


e a análise do processo de criação e elaboração de um livro empreendido em parceria com
uma determinada editora. O livro é dirigido especificamente para o público de literatura
espírita no Brasil e também no exterior, onde essa doutrina religiosa possui muitos adeptos,
geralmente imigrantes brasileiros e seus descendentes. Este relato pretende mostrar como
uma obra historiográfica foi produzida a partir de um fato gerado pela imprensa e estimulada
pelo interesse comercial de uma editora especializada no assunto. A intenção dos editores a
quem nos associamos era lançar um produto novo sobre o filósofo francês Allan Kardec,
pseudônimo de Hoplyte Léon Denizard Rivail, e o Espiritismo, doutrina fundada por ele em
meados do século 19. Trata-se de um assunto sempre desperta interesse entre o público
espírita, apesar do grande número de obras biográficas disponíveis no mercado. Pensamos
então em produzir um material diferenciado, mesclando a biografia de Kardec com a filosofia
e a história do movimento social espírita. Dessa forma estaríamos também preenchendo uma
lacuna no mercado editorial, gerada por uma polêmica lançada recentemente na imprensa
brasileira a respeito da origens e propagação do Espiritismo no Brasil. O livro teria a função
de esclarecer o público, não só sobre esses dados polêmicos, mas também evidenciar a
importância histórica dessa doutrina e os diversos efeitos sociais causados pela ocorrência
dos chamados fenômenos espíritas.
PALAVRAS-CHAVE: redator; livro; relato de experiência.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20026233063010004P6
Download:
54

A PERSPECTIVA DO ALÉM: A HISTÓRIA NA VISÃO DO ESPIRITISMO


(1938-1949)
Silva, Fábio Luiz da
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UEM, PARANÁ, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2002 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Originário da França, o Espiritismo ao chegar no Brasil, ainda no século XIX, teve de


enfrentar lutas em busca de seu espaço social. Lutas no campo religioso: com o catolicismo e
com as religiões de origem africana; no campo científico: em especial com a medicina; no
campo do Estado e internamente, no próprio movimento Espírita. Aqui está em estudo o
caso da Federação Espírita Brasileira e como ela utilizou o discurso contido no livro "Brasil,
coração do mundo pátria do evangelho" (no qual aparece uma visão de mundo, uma visão
da História) para dar conta de todos estes conflitos.
PALAVRAS-CHAVE: religião; espiritismo; catolicismo; religiões africanas.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4298105811318700
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20021340004015015P0
Download:
55

CHICO XAVIER: IMAGINÁRIO RELIGIOSO E REPRESENTAÇÕES


SIMBÓLICAS NO INTERIOR DAS MINAS GERAIS - UBERABA,
1959/2001
Silva, Raquel Marta da
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UFU, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2002 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta pesquisa tem como objetivo compreender a construção e a consolidação do imaginário


que eleva Uberaba à condição de "Capital do Espiritismo". Ao procurarmos descortinar esse
imaginário, percebemos que a presença de Francisco Cândido Xavier exerceu extrema
influência nessa consolidação, devido ao valor que sua imagem simbólica representa para
alguns setores da sociedade uberabense. Através da construção das tramas que envolveram
esse médium, o poder público, a imprensa e o movimento espírita local é que esse trabalho
foi se constituindo, numa urdidura que, também, envolveu dramas, intrigas, rompimentos e
possíveis ressentimentos. Nas constantes lutas de representações entre esses diversos
setores é que observamos a importância de Chico Xavier para esse imaginário: na sua
condição de bem simbólico, por diversas vezes foi homenageado, e ao mesmo tempo,
disputado, tendo sua imagem fortalecida e apropriada por aqueles que reconheciam o seu
valor. Apesar dessas disputas e apropriações de sua imagem partirem, na maioria das vezes,
das ações de terceiros, em muitos momentos, também, observamos que essas ações só
foram permitidas, quando pareciam convir ao médium, isto é, normalmente quando essas
contribuíam para promover e fortalecer a sua imagem.
PALAVRAS-CHAVE: história; religião; imaginário; espiritismo; chico xavier.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/2413747677146399
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20022332006012012P0
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=128952
56

AFINIDADES E DISTANCIAMENTOS ENTRE OS MOVIMENTOS ESPÍRITA E


UMBANDISTA SOB A PERSPECTIVA DA CARIDADE

Souza, Petrônio Granato de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UFJF, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2002 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Na presente dissertação tentei realizar um trabalho de análise sobre algumas relações


existentes entre a umbanda e o espiritismo, no sentido de demonstrar suas afinidades e
distanciamentos. O "recorte" utilizado para tal tarefa foi a categoria caridade, divido a sua
centralidade para ambos os movimentos religiosos. A interpretação das práticas caritativas
vivenciadas nas instituições estudadas levou-me à elaboração de dois tipos de caridade: a
"ativa" e a "passiva". A utilização destes tipos, enquanto instrumentos de análise, permitiu-
me perceber e entender alguns fenômenos importantes para uma compreensão desse campo
de estudos.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; umbanda; caridade.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20026532005016004P1
Download:
57

DA LETRA E DO ESPÍRITO: HUMBERTO DE CAMPOS E A LITERATURA


PSICOGRÁFICA

Teixeira, Luciano dos Santos


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA PUC-RIO, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2002 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O espiritismo brasileiro consagrou uma forma literária peculiar - a literatura psicográfica -,


que lhe proporcionou a conjugação de dois aspectos essenciais durante sua inserção nos
meios culturais brasileiros: as noções de autenticidade literária e de autoridade moral. Nesse
particular, as crônicas e artigos atribuídos ao Espírito do escritor Humberto de Campos e
psicografados pelo médium Chico Xavier, são de grande importância: por defenderem
publicamente a idéia de um destino histórico nacional, de fundo espiritual, associado a uma
dimensão confessional, contribuíram decisivamente na construção de uma identidade cultural
específica do espiritismo no Brasil, marcado por noções muito particulares de indivíduo e
pessoa e fundamentada na tensão entre a autoria espiritual desses textos e a crescente
autoridade moral do médium. Esse trabalho procurou delimitar e aprofundar essas noções,
contrastando-as com as categorias weberianas de racionalização e individualismo moderno,
ao mesmo tempo em que buscou elaborar ferramentas que subsidiasse uma abordagem
histórica onde fosse respeitada a especificidade desse tipo de texto literário.
PALAVRAS-CHAVE:

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/0227651924770576
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20021431005012024P0
Download:
58

A EDUCAÇÃO DA ALMA: O TRABALHO VOLUNTÁRIO NA CEA-AMIC “ONDE


ESTÁ TEU CORAÇÃO, ESTÁ TEU TESOURO” - UM ESTUDO DE CASO

Castro, Maria Lucia Caldas Santana de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2003 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A partir de 1990, cresce em todo o mundo o número de instituições 'Privadas porém Públicas
' que emergem do seio da sociedade Civíl, agregando um número significativo de
trabalhadores voluntários, que se congregam, para se ocupar especificamente, de assuntos
que até poucas décadas, eram considerados prioritariamente da responsabilidade do setor
público. Essa pesquisa, é um estudo de caso, do trabalho voluntário, como realizado em uma
dessas instituições, a Amic, orgão social da casa do Espirito Amigo-Cea. Se propõe então, a
caracterizar as particularidades agregadas ao trabalho voluntário quando praticado em uma
instituição Espirita-Kardecista, onde é praticado como Caridade, através do estudo do caso
particular da Cea-Amic.
PALAVRAS-CHAVE: auto conhecimento; caridade; cristianismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5880671132378195
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20032031633003017001P2
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000298600
59

PENSAMENTO MORAL E RELIGIOSO EM CRIANÇAS DE UM GRUPO DE


EVANGELIZAÇÃO ESPÍRITA: UM ESTUDO PRELIMINAR

Corrêa, Vanessa Roque


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA UGF, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2003 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Com o objetivo de estudar o desenvolvimento da moralidade na criança em uma perspectiva


cognitivo-evolutiva, este trabalho investiga se há correlação entre o desenvolvimento do
julgamento moral e o do pensamento religioso, buscando verificar o papel do ensino
evangelizador espírita neste processo. Para tal, foram aplicados seis instrumentos de
avaliação do julgamento moral, do pensamento religioso e do pensamento lógico em 38
crianças, na faixa etária de 5 a 10 anos, ambos os sexos, pertencentes às classes sociais
média e baixa, para verificar as hipóteses levantadas. Deste total, 19 crianças frequentam
reuniões de evangelização espírita enquanto que as outras 19 não recebem nenhum tipo de
ensino religioso. Os resultados das provas demonstram haver significativa correlação entre o
desenvolvimento do julgamento moral, o do pensamento religioso e o do pensamento lógico
na criança. Demonstram ainda haver forte influência do fator classe social, observando-se
preponderância dos níveis sócio - econômicos mais elevados. No entanto a variável
evangelização espírita não foi relevante, não apresentando influência sobre os resultados
encontrados.
PALAVRAS-CHAVE: julgamento moral; pensamento religiosos; educação espírita.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200318131006019002P2
Download:
60

AS FRONTEIRAS IDENTITÁRIAS DO ESPIRITISMO EM JUIZ DE FORA

Pavam, Daniel
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UFJF, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2003 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho discute os critérios para a definição das fronteiras e contornos do espiritismo
(kardecista) no Brasil, utilizados tanto pelos próprios espíritas quanto pelos cientistas sociais
estudiosos do fenômeno. A maioria dos estudos privilegiam o aspecto "religioso" do
espiritismo brasileiro em detrimento do aspecto "científico", atribuído ao espiritismo na
Europa; enquanto que no âmbito do movimento espírita existe, ao mesmo tempo, ênfase no
aspecto religioso e conservação dos princípios doutrinárias. Esta situação permitiu a Doutrina
chegada da Europa moldar-se e fixar-se na tradição religiosa brasileira, angariando um
considerável êxito. Nesse sentido, demonstra-se, através de pesquisa de campo que,
considerando-se o movimento espírita, é possível constatar a existência de variadas
tendências ou espiritismos dentro dele (com afinidades com o catolicismo popular e a
umbanda) sem contudo distanciar-se da matriz doutrinária com seu caráter tríplice (religião,
ciência e filosofia).
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; kardecismo; juiz de fora.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/2877883181784918
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20037632005016004P1
Download:
61

QUE ARTE É ESSA? O TEATRO ESPÍRITA NA FAZENDA SANTA


MARIA/MINAS GERAIS
Crespilho, Luciene Domenicone
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES ARTES UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho expõe os resultados de uma pesquisa sobre o teatro feito na Fazenda Santa
Maria, Sacramento, interior de Minas Gerais, e descreve esta arte realizada em palco
construído por Iola Ramos, dentro do Centro Espírita Fé e Amor, a partir da década de 1940.
A pesquisa está baseada principalmente em depoimentos de Iola Ramos, gravados em
entrevista realizada em janeiro de 2.000. Estes dados nos forneceram um material vivo e
concreto para se pensar as questões especificamente teatrais, tais como elas foram e têm
sido tratadas na Fazenda Santa Maria.
PALAVRAS-CHAVE: teatro espírita; espiritismo e arte; 1940-2004; iola ramos.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20042378733003017059P0
Download:
62

REPRESENTAÇÕES SOBRE DOENÇAS E CURAS NO KARDECISMO

Góes, Claudinei Aparecido de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UNESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O objetivo desta Dissertação consiste em oferecer uma contribuição à discussão


antropológica sobre as representações construídas sobre doenças que encontram uma
entrada privilegiada na crescente busca pela terapêutica espírita. Quero colaborar no
desenvolvimento de um campo conceptual sobre os saberes não-oficiais, no interior do qual
discuto as questões que envolvem a cura, e que envolvem a alteridade no trato à questão da
doença. Neste contexto, o Espiritismo tem papel de destaque visto que é, através de suas
práticas e de suas concepções sobre causalidades das doenças e infortúnios que uma
crescente parcela da população substitui ou complementa a oferta dos serviços de saúde
oferecidos pelos serviços médicos oficiais, num momento em que estes gozam de amplo
desenvolvimento qualitativo e quantitativo.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; biomedicina; saúde e doença; cura; dádiva.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200420433004030017P7
Download:
63

USO DAS PRÁTICAS ESPIRITUAIS EM INSTITUIÇÃO PARA PORTADORES DE


DEFICIÊNCIA MENTAL

Leão, Frederico Camelo


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Objetivo: avaliar o impacto de práticas espirituais na evolução clínica e comportamental de


pacientes portadores de deficiência mental internos em uma Instituição de saúde. Método:
ensaio controlado comparando grupo experimental submetido à prática espiritual com grupo
controle. O instrumento utilizado para obtenção dos dados foi a Escala de Observação
Interativa de Pacientes Psiquiátricos Internados - EOIPPI. Resultados: a comparação do
grupo controle (N=20) com o grupo experimental (N=20) verificou a diferença de variação
entre os grupos (p=0,045), demonstrando possíveis benefícios de tal intervenção.
Conclusões: a pesquisa apresentou resultados positivos e estimula uma série de questões a
serem desenvolvidas em futuras investigações.
PALAVRAS-CHAVE: utilização de práticas espirituais; religião e medicina; retardo mental; saúde mental.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/6997012574974495
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200415133002010073P7
Download:
http://www.hoje.org.br/site/arq/artigos/20050516-es-drfcl-teseFredericoCameloLeao.pdf
64

A FUNÇÃO CONTROLADORIA EM ENTIDADES FILANTRÓPICAS: UMA


CONTRIBUIÇÃO PARA A AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO
Milani Filho, Marco Antonio Figueiredo
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CIÊNCIAS CONTÁBEIS UPM, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este estudo é uma investigação interdisciplinar relacionada à gestão de organizações sem


fins lucrativos, particularmente de entidades filantrópicas. Foi empreendida uma revisão
analítica da literatura sobre o tema, em que se caracterizou, inicialmente, o ambiente em que
as organizações filantrópicas estão inseridas e, também, destacaram-se as características das
entidades sem fins lucrativos. Embora o Terceiro Setor seja um dos campos mais profícuos
para pesquisas acadêmicas, considerando sua crescente relevância no panorama mundial,
existe, ainda, uma significativa carência de trabalhos científicos nacionais voltados à essa
linha de pesquisa, especialmente sob a perspectiva da Controladoria. A demanda social por
transparência e prestação de contas faz com que os gestores de organizações sem fins
lucrativos aperfeiçoem, cada vez mais, os processos gerenciais. A adoção de instrumentos
para a avaliação de desempenho mostra-se fundamental nessas entidades, as quais buscam
cumprir as respectivas missões e sobreviverem num ambiente cada vez mais competitivo por
recursos. Frente a essa complexa realidade, o presente trabalho elegeu como proposta a
identificação dos aspectos fundamentais a serem considerados na avaliação de desempenho
de organizações filantrópicas, assim como o levantamento das principais características da
Controladoria que contribuem para essa avaliação. Nesse sentido, princípios gerais da gestão
de desempenho foram abordados como forma de criar um arcabouço conceitual para a
construção de um quadro geral de desempenho, formado por indicadores passíveis de
atender aos requisitos de informações orientativas do processo decisório visando à eficácia e
à eficiência. A entrada de recursos e o cumprimento da missão foram os dois pontos críticos
considerados pelas entidades e que devem direcionar a respectiva avaliação de desempenho.
A Controladoria de entidades filantrópicas considera fatores peculiares ao setor, como a
utilização de métodos, ferramentas e parâmetros específicos que contemplem objetivos
sociais, além de monitorar a satisfação dos interesses dos diferentes stakeholders, os quais
influenciam diretamente a continuidade da organização e a obtenção de certificados oficiais
que permitem benefícios fiscais. A Controladoria, baseando-se nos planos estabelecidos e
analisando os resultados obtidos, auxilia a entidade a manter-se na trajetória desejada.
Como caso para estudo selecionou-se a Casa Transitória ?Fabiano de Cristo?, na qual são
levantados elementos básicos da função Controladoria e propostos indicadores específicos de
desempenho.
PALAVRAS-CHAVE: controladoria; filantropia; avaliação de desempenho.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4651759467054939
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200438333002010086P1
Download:
65

A LEGISLAÇÃO SOBRE O ENSINO RELIGIOSO NO RIO GRANDE DO SUL:


DO PERÍODO COLONIAL DE 1707 AO ANO 2000

Oliveira, Neide Marcia Scheffer de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO EST, RIO GRANDE DO SUL, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esse trabalho apresenta um resgate da legislação sobre a disciplina escolar Ensino Religioso
no Estado do Rio Grande do Sul. Alguns documentos legais pouco conhecidos são
reproduzidos na íntegra. A dissertação discute, de forma fundamentada, essa legislação
relacionando-a, às diferentes épocas e correntes de pensamento. O primeiro capítulo aborda
a trajetória legal da disciplina do período Colonial e Imperial: 1707 à Proclamação da
República em 1889. O segundo capítulo busca mapear a história do período da República de
1889 até 2000. O terceiro capítulo apresenta a legislação federal após os anos setenta e
busca comprovar a possibilidade de tornar a lei uma realidade na escola pública. A
dissertação busca por procedimentos válidos e apropriados para buscar compreender
pedagogicamente o Ensino Religioso, após percorrer a sua trajetória evolutiva desde os
séculos passados até a sua concepção atual. Nesse sentido, a dissertação apresenta tópicos
de uma proposta elaborada da Pedagogia Espírita para que a escola deixe de receber
remendos novos em pano velho, e possa ser um local onde o diálogo aberto e respeitoso
prevaleça, onde a liberdade, a ação e o amor sejam os princípios para uma nova educação
escolar.
PALAVRAS-CHAVE: educação; ensino religioso; legislação.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200412142016010001P9
Download:
66

EDUCAÇÃO, PROFISSÃO PERIGO: BURNOUT, DEPRESSÃO E O


TRATAMENTO ESPIRITUAL NO ESPIRITISMO

Santos, Genivalda Araujo Cravo dos


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UCG, GOIÁS, CENTRO-OESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Pelo olhar das entrevistadas, dos pesquisadores e do espiritismo, buscaremos apresentar


subsídios sobre a relação entre educação, saúde e religião. A nossa metodologia científica foi
desenvolvida com base em um olhar holístico, qualitativo e fenomenológico e constatamos,
na investigação, que a educação é uma profissão perigo. A saúde das trabalhadoras em
educação entrevistadas não anda nada bem, um retrato que será evidenciado no primeiro
capítulo, no qual demonstraremos quais as alternativas buscadas pelas entrevistadas quando
em anomia por causa da síndrome de burnout e da depressão. Verificaremos que uma das
alternativas buscada é a religião, em especial por intermédio do tratamento espiritual
espírita. No segundo capítulo, analisaremos e compreenderemos o papel da religião na busca
de saúde, de nomia e de vida simbólica, e, no terceiro, será analisado um pouco da história e
da teodicéia do espiritismo e do tratamento espiritual daquela religião. Na conclusão,
demonstraremos a corroboração da nossa hipótese, esclarecendo que a religião, na busca
das pessoas pela saúde, desempenha o papel de proporcionar conforto, respostas aos
porquês das doenças e o restabelecimento da vida simbólica e da nomia; e que as
trabalhadoras em educação buscam, no espiritismo, o tratamento espiritual da síndrome de
burnout e da depressão pela crença no restabelecimento da vida simbólica e da nomia por
meio da teodicéia explicativa oferecida por esta expressão religiosa.
PALAVRAS-CHAVE: burnout; educação; saúde; religião.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5930342285944905
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20048552002012002P6
Download:
http://tede.biblioteca.ucg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=106
67

"CONFORME COMPADRE MEU QUELEMÉM É QUEM DIZ": UMA VOZ


ESPÍRITA EM "GRANDE SERTÃO: VEREDAS"

Lima, Sandra Mara Moraes


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES LETRAS UFES, ESPÍRITO SANTO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2005 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este estudo tem como objetivo analisar o discurso de Riobaldo em "Grande Sertão: Veredas",
situando a voz de Quelemém dentro do romance, trazendo a tona certos presupostos
espíritas veinculados por essa voz. Parte do princípio de que todo texto é fruto de uma
intenção de interlocução de um sujeito histórico, na perspectiva teórica adotada por Mikhail
Bakhtin, que considera a linguagem como lugar de interação, em que a palavra, o signo é
carregado de ideologia e o discurso é sempre polifônico ou plurilíngue, isto é, povoado de
vozes. Nessa direção detecta alguns princípios espíritas presentes no discurso riobaldiano,
tais como: reencarnação, lei de progresso, lei natural ou divina e influência dos Espíritos no
mundo encarnado, demonstrando que a voz de Quelemém é um fio importante no discurso
de Riobaldo.
PALAVRAS-CHAVE: discurso; polifonia; espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1759229357132295
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20058330001013013P0
Download:
68

IDENTIDADE E HIERARQUIA NA SOCIEDADE ESPÍRITA RAMIRO D'ÁVILA

Santos, Frederico Santos dos


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA PUC-RS, RIO GRANDE DO SUL, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2005 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho procura compreender como dois grupos da Sociedade Espírita Ramiro d'Ávila,
em Porto Alegre, constroem sua identidade religiosa mediante a hierarquização das
entidades umbandistas e kardecistas. O grupo Pioneiros do Amanhã, a partir do ritual de
apometria, constrói sua identidade rotulando negativamente e subjugando a umbanda e
kardecismo. Os Bonfim constroem sua identidade kardecista omitindo que em sua sessão de
desobsessão as entidades umbandistas façam parte de sua hierarquia espiritual.
PALAVRAS-CHAVE: umbanda; kardecismo; identidade; hierarquia.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/6481258231132929
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20054442005019024P0
Download:
69

INTENÇÃO DO TEXTO: O DIABO E A GUERRA SANTA NO IMAGINÁRIO DOS


PENTECOSTAIS: ESPIRITISMO EM CONFRONTO

Veríssimo, Jean Fabrício Dias


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UCG, GOIÁS, CENTRO-OESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2005 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta pesquisa se propõe a investigar o imaginário dos pentecostais. Para tanto, limitou-se a
interpretar alguns textos (intenção dos mesmos) dos porta-vozes intelectuais das igrejas
pentecostais. Esses são considerados textos arquétipos, isso possibilita o crescimento dos
pentecostais. Para justificar essa afirmação, é feito um estudo da guerra santa e do diabo,
numa perspectiva histórica, em que os mesmos foram passados de geração para geração, e
estão presentes no inconsciente coletivo. No imaginário dos pentecostais, as ofertas
simbólicas concorrentes são relacionadas com o diabo, segundo a intenção dos textos
estudados. Aqui é proposto estudar uma dessas ofertas simbólicas concorrentes, o
espiritismo. Para tanto, foi feito um estudo do kardecismo no Brasil e a relação desse com as
obras de Kardec, e por fim é exposto o espiritismo no imaginário pentecostal. O espiritismo é
uma das representações do diabo no imaginário pentecostal. Essa atitude (demonizar as
ofertas simbólicas concorrentes) teria como objetivo possibilitar a hegemonia dos
pentecostais no campo religioso.
PALAVRAS-CHAVE: imaginário; diabo; guerra santa; poder simbólico.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/2672252671825160
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200511152002012002P6
Download:
http://tede.biblioteca.ucg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=364
70

ABRIGOS PARA A INFÂNCIA NO BRASIL: POR QUE, QUANDO E COMO OS


ESPÍRITAS ENTRARAM NESSA HISTÓRIA?

Azevedo, Alexandre Ramos de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UERJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho pretende realizar uma história cultural ou “arqueologia” dos abrigos espíritas
para a infância no Brasil, construídos como verdadeiros “monumentos” da fé espírita, cuja
materialização começa a ocorrer na segunda década do século XX, a partir de algumas
iniciativas ou instituições que se tornaram pioneiras, tais como o Abrigo Thereza de Jesus,
fundado em 1919 na cidade do Rio de Janeiro. Inspirados no lema “Fora da caridade não há
salvação”, um dos pilares do aspecto religioso do Espiritismo, os espíritas entram na milenar
história das práticas de proteção à infância apenas na Idade Moderna. A doutrina espírita,
procurando estabelecer, desde o seu “nascimento”, a aliança entre Ciência e Religião, acaba
adquirindo a feição de uma “religião moderna”, reinvenção da tradição cristã em tempos de
racionalismo e cientificismo. Inclusive, apesar da ênfase doutrinária no exercício da caridade
individual e silenciosa como fundamento para a evolução espiritual, o movimento espírita
acaba ampliando este sentido inicial presente nas obras de Allan Kardec, publicadas em Paris
entre 1857 e 1869, tendo se apropriado de representações e práticas de caridade que foram
desenvolvidas histórica e culturalmente dentro da tradição cristã mais antiga. Com Foucault,
procuramos entender as continuidades e descontinuidades do processo histórico,
principalmente aquelas suscitadas pela transição entre o período medieval e a modernidade,
passando pelo que ele chamou de Idade Clássica. Além disso, o “olhar” foucaultiano, que nos
encaminhou para o campo da história cultural, possibilitou-nos, também, encarar a história
dos espíritas como a de um grupo marginal, produtor de um conhecimento próprio ou de
uma “nova” ciência, com sua “pretensão de verdade”, que deve ser compreendida como tal e
não como uma impostura ou “loucura”. Por outro lado, na companhia intelectual de Walter
Benjamin, buscamos realizar uma narrativa da experiência vivida tanto pelo pesquisador-
autor, na produção do seu objeto de pesquisa e na busca do referencial teórico-metodológico
adequado, como pelos espíritas brasileiros na construção de sua identidade e imaginário,
onde suas “obras de caridade” adquiriram especial relevo. Visamos com isso reconstituir as
trajetórias significativas destes atores no contexto histórico-cultural onde se aventuraram ou
arriscaram; uma história dos “vencidos”, dentre os quais acabamos por incluir a própria
infância enquanto conceito ou categoria de análise e os abrigos que lhes foram dedicados,
hoje solapados pela crítica severa. Além disso, com a valiosa contribuição de Philippe Àries e
de Norbert Elias pudemos acompanhar a descoberta da infância pelas práticas de
escolarização e de “caridade”, nas diferentes variantes, em constante disputa hegemônica,
do projeto civilizatório ocidental, inclusive aquela correspondente à utopia espírita
denominada por “mundo de regeneração”. São várias as histórias entrelaçadas para tecer a
complexidade que marcou o “nascimento” dos abrigos espíritas para a infância no Brasil.
PALAVRAS-CHAVE: infância; abrigos; espíritas.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/8873842374447722
71

Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20063231004016006P5
Download:
72

EURÍPEDES BARSANULFO: UM EDUCADOR ESPÍRITA NA PRIMEIRA


REPÚBLICA

Bigheto, Alessandro César


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

No contexto da educação mineira durante o período da primeira república, quando a


educação no Brasil era eminentemente privada e se iniciava o debate e a implantação da
escola pública, houve uma experiência pedagógica gratuita. Este trabalho resgata a figura do
educador mineiro Eurípedes Barsanulfo (1880-1918), fundador e diretor do Colégio Allan
Kardec (Sacramento), primeira escola espírita no Brasil. Mostra a especificidade de sua
proposta, de educação ativa, gratuita, espiritualista, analisando suas heranças, práticas,
contexto sócio-político e cultural e idéias pedagógicas do período.
PALAVRAS-CHAVE: primeira república; espiritismo; kardec.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20062725533003017001P2
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000381791
73

EURÍPEDES BARSANULPHO E O COLLÉGIO ALLAN KARDEC: CAPÍTULOS


DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO E A GÊNESE DO ESPIRITISMO NAS TERRAS
DO ALTO PARANAÍBA E TRIÂNGULO MINEIRO (1907/1918)

Brettas, Anderson Claytom Ferreira


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UFU, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

No início do Século XX, surgiu na cidade do Sacramento, pequena cidade do Alto Paranaíba
mineiro, uma escola singular e pioneira, embasada nos princípios do espiritismo francês, o
Collégio Allan Kardec, fundado e dirigido por um professor que se tornou um ícone dessa
doutrina filosófica e religiosa bem disseminada na cultura e na identidade brasileira,
Eurípedes Barsanulfo. Esta dissertação tem como objetivo central o resgate da memória
desse educandário no tempo vivido por Barsanulfo, da criação, em 1907, até a sua morte,
em 1918, analisando em que medida as representações coletivas e o imaginário da doutrina
professada e estampada na nomenclatura da instituição eram efetivamente implantadas e
vivenciadas em seu cotidiano. Nosso eixo teórico é o referencial contido na linha de pesquisa
história das instituições escolares, originada metodologicamente na importante ruptura
realizada nas reflexões historiográficas pelos estudiosos franceses da escola dos annales com
as formas tradicionais de abordagem dessa ciência, ampliando notadamente seus objetos e
fontes de investigação. A história não é fragmentária, mas totalizante, englobando a
sociedade, a economia, a cultura, a política, a educação, enfim, todas as esferas da
existência humana inter-relacionadas. Nessa perspectiva, permeamos, neste trabalho, a
busca das origens históricas, filosóficas e conceituais da doutrina espírita, bem como a
trajetória de Allan Kardec, pseudônimo adotado à época da conversão à doutrina do estudo
do mundo dos mortos por Hippolyte Léon-Denizard Rivail, eminente pedagogo com um
currículo de serviços engajados na melhoria do ensino e da educação de seu país. Este o
foco do primeiro capítulo que pontua, ainda, os alicerces contidos nos mestres antecessores
de Kardec na pedagogia espírita , Comenius, Rousseau e Pestalozzi. No segundo capítulo,
mapeamos, numa perspectiva histórica e sociológica a chegada do espiritismo ao Brasil e sua
notável disseminação que mesclou-se mesmo à identidade nacional e às representações
populares. No terceiro capítulo, tratamos da história da educação do país enfatizando as
transformações econômicas e sociais brasileiras na passagem do Império para a República,
momento em que ocorreu uma gradativa transição de uma sociedade agrária e exportadora
para urbana e industrial, fenômeno traduzido num entusiasmo pela expansão do ensino e da
educação, tendência verificada pelo discurso e pela ação de diversos atores sociais, como os
intelectuais engajados na formação de um certo pensamento nacional. Finalmente, no quarto
e no quinto capítulo, enveredamos pela busca de relevantes aspectos da história regional e
da história da educação no Triângulo Mineiro, abordando as raízes de Sacramento e da
região do Brasil Central, seu desenvolvimento social e econômico; as várias faces de atuação
do cidadão e ativista religioso Eurípedes Barsanulfo; as etapas do processo de escolarização
da cidade; e a constituição, desenvolvimento, cotidiano escolar e práticas pedagógicas do
Collégio Allan Kardec, precursor da chamada pedagogia espírita no Brasil.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; eurípedes barsanulfo; colégio allan kardec.
74

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1123425845213618
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200628932006012003P1
Download:
[PARTE I] http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1300 / [PARTE II]
http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1301
75

ANÁLISE DE ASSUNTO DE CONTO ESPÍRITA POR MEIO DO PERCURSO


FIGURATIVO E DO PERCURSO TEMÁTICO

Damazo, Alessandra Cristina


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO UNESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Em Organização da Informação, no aspecto do tratamento da informação, há uma carência


de subsídios teóricos referente à análise de documentos fictícios. Na intenção de contribuir
teoricamente com o desenvolvimento de um método que facilite a tarefa de análise de
assunto em texto narrativo, nos seus aspectos de identificação e seleção de conceitos,
buscou-se subsídios teóricos em áreas de interface com a Ciência da Informação, mais
especificamente a Linguística. Esta última proporcionou o conhecimento da estrutura textual
do texto narrativo, e a Semântica Discursiva contribuiu com o percurso temático e o percurso
figurativo utilizados como ferramentas para análise de assunto de textos narrativos.
Objetivou-se, desta forma, a elaboração de um método que facilite a tarefa de análise de
assunto, nos aspectos de identificação e seleção de conceitos, para promover a
acessibilidade do conteúdo do documento. Para tanto, optou-se pela análise de três contos
espíritas, nos quais foi inicialmente identificada, em suas estruturas, a sequência canônica e,
a partir dela, realizou-se a análise do percurso temático e do percurso figurativo, para a
identificação de conceitos. Obteve-se como resultados a identificação de temas principais e
secundários nos textos narrativos analisados. Com isso, concluiu-se que, o método
experimental de análise proposto mostrou-se eficiente para o corpus desta pesquisa, pois
possibilitou a identificação de conceitos relevantes que caracterizam os assuntos abordados
nos contos, os quais poderão posteriormente ser traduzidos para a linguagem de um sistema
de informação. Sugere-se, ainda, o desenvolvimento de um estudo para verificar e confirmar
a hipótese surgida durante a realização da presente pesquisa, de que nas fases de
Manipulação e Sanção, componentes da sequência canônica, estariam a maior concentração
de informações relevantes para a análise de assunto, o que tornaria a aplicação deste
método de análise de texto narrativo mais rápido. Uma vez que, comprovado esta hipótese,
o leitor indexador poderá dar ênfase maior na fase de Manipulação e Sanção, em detrimento
do restante do conteúdo do texto, para a realização da indexação.
análise de assunto; leitura documentária; texto narrativo; percurso temático e percurso
PALAVRAS-CHAVE:
figurativo.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2006633004110043P4
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=42731
76

A EVOLUÇÃO (1892-1893): UMA AMOSTRA DOS FATORES


CONSTITUINTES DO SISTEMA LITERÁRIO

Dias, José Roberto de Lima


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES LETRAS FURG, RIO GRANDE DO SUL, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A dissertação A Evolução (1892-1893): uma amostra dos fatores constituintes do sistema


literário espírita está vinculada à pesquisa que desenvolvemos desde 2003. Constitui-se em
um trabalho de recuperação das produções literárias e de nomes de colaboradores que
auxiliaram, por meio da imprensa espírita da região, no desenvolvimento filosófico-
doutrinário espírita da cidade de Rio Grande. O resultado desse material de pesquisa originou
o trabalho monográfico de conclusão do Curso de Especialização em História do Rio Grande
do Sul, intitulado A Evolução: instrumento cultural da imprensa espírita no final do século XIX
em Rio Grande. Esta dissertação utiliza o material do projeto de pesquisa mencionado; no
entanto, o foco “imprensa espírita” é substituído para “sistema literário espírita”, visando a
abarcar o conjunto de atividades literárias espíritas desenvolvidas no Brasil, principalmente
no extremo sul, após sua chegada da França. O presente trabalho é o resultado do resgate
de textos literários de autores que a crítica literária considera como os mais expressivos que
publicavam no jornal A Evolução, o qual circulou em Rio Grande durante os anos de 1892 e
1893, bem como de autores estrangeiros e brasileiros que marcaram a formação da
literatura no fim do século XIX. Sendo elaborado a partir da análise da construção do sistema
literário espírita e tendo por suporte teórico as idéias defendidas pelo estudioso israelense
Itamar Even-Zohar, este trabalho busca apresentar um material inédito, ao mesmo tempo
em que ajuda a preservar a memória cultural da sociedade.
PALAVRAS-CHAVE: polissistema literário; literatura e imprensa; século xix.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7619625970755869
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2006842004012010P3
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=36611
77

O MITO DE CHICO XAVIER: OS USOS, APROPRIAÇÕES E SEDUÇÕES DO


SIMBÓLICO EM UBERABA-MG

Menezes, Bethânia Alves de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS GEOGRAFIA UFU, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A pesquisa é resultado de questionamentos realizados em torno do simbolismo implícitos na


imagem do médium Chico Xavier, a partir dos espaços usados e apropriados por ele na
difusão do Espiritismo Cristão em Uberaba/MG. Tem como objetivo decifrar os conteúdos dos
espaços criados a partir da doutrina espírita, envolvendo a pessoa do médium que consistem
em compreender os processos de sacralização de espaços, mesmo após a sua morte. O
problema central da pesquisa em questão é o espaço do mito. Tomam-se como ponto
fundamental de análise alguns teóricos do espaço e desloca-se a mesma análise do espaço
social para o espaço sagrado; procedimento este compartilhado por diversas correntes das
ciências sociais. Analisadas as estruturas, as formas e os conteúdos da unidade de análise do
espaço, enfatizam-se os processos de organização social, até atingir as posições concretas
das pessoas que continuam a obra do mito e das organizações, ou seja, os espaços
apropriados como: a casa e/ou museu, a livraria, o centro espírita, o grupo assistencial e, por
fim, o mausoléu. Assim, foi possível decifrar os lugares a partir dos usos e apropriações
estabelecidas pelo médium e por seu público demonstrando as práticas sociais demandadas
na estruturação do Espiritismo. Embora seja evidente sua imagem de mito, busca-se analisar
nos legados do médium e em seus seguidores, além das formas de apropriação desses
espaços e da difusão de seus ensinamentos.
PALAVRAS-CHAVE: mito; espaços sagrados; lugares e espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5984468582244508
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20061532006012010P8
Download:
[PARTE I] http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=755
[PARTE II] http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=756
78

ALMAS ENCLAUSURADAS: PRÁTICAS DE INTERVENÇÃO MÉDICA,


REPRESENTAÇÕES CULTURAIS E COTIDIANO NO SANATÓRIO ESPÍRITA DE
UBERLÂNDIA (1932-1970)
Ribeiro, Raphael Alberto
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UFU, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A proposta deste trabalho é pensar a loucura e sua institucionalização na cidade de


Uberlândia. Esta discussão envolvendo a temática da loucura continua atual e instigante por
tudo que ela representou e ainda representa em nossa sociedade. Dúvidas têm surgido de
maneira intensa em torno da grande incógnita que envolve a loucura. Quais os indícios que
evidenciam a loucura? Mais ainda, a loucura realmente existe? Muitas outras indagações
estão colocadas, inclusive questionando o discurso médico, que antes se apresentava como
vencedor, como também suas práticas e técnicas curativas. Em contrapartida, percebemos
hoje o quanto foram importantes os debates de outros segmentos da sociedade, que, de
uma maneira ou de outra, não aceitaram a imposição do saber psiquiátrico. Este trabalho de
pesquisa nasceu a partir de uma vasta documentação encontrada no Sanatório Espírita de
Uberlândia, instituição fundada em 1942 e desativada em meados dos anos 90. São 29 livros
contendo inúmeros prontuários dos internos de 1942 a 1959. Nesta documentação
encontramos informações sobre o motivo da internação, relatado pelo responsável do
asilado, diagnóstico e prognóstico, muitos deles por psicografias, terapêuticas utilizadas,
entre outras. Tendo em vista as diversas possibilidades de análise desta documentação, o
campo de reflexão utilizado na pesquisa tem como premissa trabalhar os complexos
discursos que foram elaborados sobre a insanidade presentes na cidade de Uberlândia e,
como isto possibilitou as práticas de sua institucionalização.
PALAVRAS-CHAVE: loucura; espiritismo; obsessão; uberlândia; institucional.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/0757175117978298
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200611432006012012P0
Download:
Dissertação: http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=672
Anexo I: http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=673
Anexo II: http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=674
79

PRÁTICAS EDUCATIVAS NO MOVIMENTO ESPÍRITA: UM ESTUDO SOBRE A


CASA DA VOVOZINHA
Silva, Creusa Ribeiro da
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UFPB, PARAÍBA, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta pesquisa voltou-se para as práticas educativas desenvolvidas pela União Espírita Deus,
Amor e Caridade fundada em 1931, conhecida popularmente, a partir de 1959, como Casa
da Vovozinha. Essa investigação procurou analisar as atividades desenvolvidas por essa
instituição, as quais tivessem um caráter educativo, focalizando a relação entre corpo e
espírito. Ao longo dessa pesquisa, desenvolvemos um processo de análise, realizando
entrevistas, nas quais coletamos os dados necessários para construção desse estudo. Além
disso, confrontamos esses dados com os documentos representados pelos livros de atas e
estatutos, como também na análise de fotos, permitindo uma triangulação de fontes.
Durante a realização da pesquisa, constatamos que a União Espírita Deus, Amor e Caridade
foi fundada num momento de grave crise social, política e econômica da sociedade
paraibana, portanto, as pessoas precisavam de ajuda material, como também de outra
concepção e visão de mundo. Verificamos que todas as atividades desenvolvidas pela Casa
da Vovozinha foram consideradas educativas, compreendendo essa educação como um
processo de desabrochar das virtudes morais, inatas no ser humano, o qual pode ocorrer em
qualquer instância da vida humana e não apenas nos ambientes formais de ensino. Nessa
vivência moral, o conceito de práxis como ação-reflexão foi fundamental, para evitar
verbalismos e ativismos, ou seja, palavreados e ações desprovidas de uma ação reflexiva. Os
resultados do trabalho revelaram também que a educação do espírito sobrepunha-se à
educação do corpo, mostrando uma visão cartesiana de corpo e espírito, ou seja, elementos
constituídos diferentemente, sendo o corpo o instrumento de evolução para o espírito e este
último, representando o princípio inteligente.
PALAVRAS-CHAVE: práticas educativas; casa da vovozinha; moral; práxis; espírito.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5376470309729141
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20064624001015001P4
Download:
http://www.ce.ufpb.br/ppge/Dissertacoes/dissert06/Creusa%20Ribeiro%20da%20Silva/PR%C1TICAS%20EDUCATIVAS%20
NO%20MOVIMENTO%20ESP%CDRITA.pdf
80

EU E O OUTRO: UMA REFLEXÃO ACERCA DOS PROCESSOS DE


IDENTIFICAÇÃO NO ESPIRITISMO

Silva, Gleide Sacramento da


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UFBA, BAHIA, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Constituindo-se no bojo temático Modernidade, Religião e Identidade o propósito que


norteou todo o trabalho dissertativo refere-se à compreensão dos processos e elementos que
entram em jogo para a construção de identificações no espiritismo e prováveis reorientações
existenciais. Com a finalidade de contemplar tal objetivo foi realizado trabalho de campo
durante dois anos e meio em um centro espírita de grande porte na cidade de Salvador,
entrevistas e aplicação de quinze questionários gravados com os participantes da instituição.
Os resultados da pesquisa estão refletidos na estruturação dissertativa em quatro capítulos.
Em dois deles procuro problematizar religião, modernidade e possíveis relações entre ambos;
a emergência da Razão e do Sujeito Reflexivo; e a conformação cosmológica e histórica do
espiritismo dialogando com outras instâncias sociais modernas. No capítulo intermediário foi
abordado a estrutura organizativa e funcionamento do centro espírita levando em
consideração seus rituais e práticas; e por último, analisados os processos de identificação
contribuidores de redefinições de contextos e sujeitos em dimensões que abrangem
reflexividade, corporalidade e performance.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; corpo; processos de identificação.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/6932761398673000
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20061428001010023P2
Download:
http://www.bibliotecadigital.ufba.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=2850
81

MÉDICOS, MÉDIUNS E MEDIAÇÕES: UM ESTUDO ETNOGRÁFICO SOBRE


MÉDICOS-ESPÍRITAS

Araújo, Eveline Stella de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFPR, PARANÁ, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A hipótese que norteou esta pesquisa é a de um campo relacional entre ciência e religião,
pensado a partir da verificação de espaços nos quais se constata a atuação de médicos-
espíritas. Conforme Turner, a dialética do ciclo de desenvolvimento é um processo
relacionado às categorias liminares, como a dos médicos-espíritas. A opção por observar três
locais dessas atuações – um centro espírita, um hospital espírita e uma associação médico-
espírita – permitiu compreender as relações desses profissionais com o sistema ritual espírita
composto segundo Cavalcanti pela caridade, pela mediunidade e pelo estudo. A terapêutica
espírita, entendida como ritual, permite a elaboração de novos conhecimentos nos termos de
Geertz (1973), ao tornar inteligível pela experiência uma teoria do espírito. Esse
conhecimento permite uma reinterpretação de conceitos médicos, tais como o de saúde e
doença, incluindo a dimensão espiritual tanto na causalidade das doenças como na escolha
do tratamento. A mediação entre ciência e religião é realizada nestes termos pelas
características do sistema ritual, e a eficácia desta mediação na hipótese desta pesquisa está
relacionada ao domínio dos dois códigos – o médico e o espírita – por parte do profissional
médico espírita. A organização em associações e a constituição de um movimento médico-
espírita permite a essa categoria um diálogo com seus pares e a sociedade mais ampla,
conseguindo legitimar gradativamente através de pesquisas e inserções no campo científico,
os fundamentos que norteiam a sua prática.
PALAVRAS-CHAVE: medicina; religião; espiritismo; antropologia; ética.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5190919705191937
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2007540001016027P9
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=131277
82

OPÇÃO MÁGICA: CONVERSÃO DE KARDECISTAS À UMBANDA NA CIDADE


DE GOIÂNIA

Belmont, Rafael Neves Flôres


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UFG, GOIÁS, CENTRO-OESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A Umbanda nasce da relação de cultos populares africanos com o kardecismo e com o


Candomblé, e é estabelecida no âmbito das grandes cidades. Por um lado, há a tentativa de
"embranquecer", ou "civilizar" esses cultos aproximando-os da doutrina kardecista. Por outro
lado, essa mesma doutrina buscou nas fontes africanas raízes ritualísticas e de possessão,
num movimento de "empretecimento". Dessa forma, fazendo parte desses dois movimentos,
surge a umbanda, que hoje no Brasil não pode ser vista como um todo homogêneo, mas
como um complexo ritualístico e doutrinário que, apesar das diferenças, mantém entre si
uma linha ritual e mediúnica. Em outras palavras, o todo disforme que denominamos
"Umbanda" estabelece como forma de identidade um "continuum mediúnico". Nas
extremidades desse "continuum" estão, de um lado, o Candomblé, do outro, o kardecismo.
Nesse sentido, falar da conversão de kardecistas para a Umbanda é falar de uma mudança
de localização no "continuum" mediúnico. Analisar tal conversão requer, portanto, o
entendimento de como essa mudança se dá na prática, como quais elementos doutrinários e
ritualísticos a influenciam e de que maneira. Assim sendo, observou-se que o ritual é o ponto
de discordância entre as duas religiões em questão, kardecismo e Umbanda. É na diferença
entre esses rituais, seu código doutrinário, e principalmente na forma como as pessoas deles
participam, que a conversão se assentará e se solidificará.
PALAVRAS-CHAVE: kardecismo; candomblé; umbanda; continuum mediúnico; ritual.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20071352001016020P8
Download:
83

DOUTOR FRITZ ANDOU DE DISCO VOADOR: HIBRIDAÇÕES E


SINCRETISMO NA TERAPIA ESPIRITUAL DA CHICO MONTEIRO

Cruz, Inácio Manuel Neves Frade da


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UFJF, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Em meados da década de oitenta do século passado, o médium Chico Monteiro iniciava um


trabalho feito com materialização de instrumentos cirúrgicos e tratamento com vibração das
mãos. Inaugurava-se o processo de cura com a entidade espiritual, Doutor Adolfo Fritz,
através de Monteiro e sua equipe. Essa terapêutica está inserida em um processo amplo de
tratamento espiritual comumente verificável no campo religioso brasileiro. O presente estudo
tem o propósito de fazer uma reflexão sobre a atualidade do Espiritismo Kardecista, das
possibilidades de apropriações/resignificações na tessitura social, com base na observação da
experiência de vida do paranormal. Partimos de uma noção de experiência que não se
encerra no modelo dicotômico que contrapõe sujeito e objeto. Isso nos leva a considerar o
corpo como condição de nossa inserção no mundo. Acreditamos estar diante de um processo
de reestruturação de pactos entre indivíduos e pertenças que altera a vivência dos próprios
indivíduos, ao contrário de uma espécie de retorno à cultura de origem. Nossa pesquisa
fecha o foco em uma possível nova conformação terapêutico-religiosa a partir do espiritismo,
algo que faz conviver o ideário de Allan Kardec com seres extraterrestres. Em suma, um
espiritismo à la Chico Monteiro.
PALAVRAS-CHAVE: chico monteiro; espiritismo; terapia espiritual; crenças religiosas.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/8669649635166502
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20071232005016004P1
Download:
http://www.bdtd.ufjf.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=49
84

POTENCIALIDADES PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL NA COMUNIDADE


ESPÍRITA AMOR E CARIDADE E NOS POSTOS DE ASSISTÊNCIA CENTRO
ESPÍRITA FRANCISCO THIESEN E ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA ANÁLIA
FRANCO: SUBSÍDIOS PARA POLÍTICA PÚBLICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
NO CONTEXTO LOCAL

Garcia, Edilene Xavier Rocha


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

UCDB, MATO GROSSO DO SUL,


MULTIDISCIPLINAR DESENVOLVIMENTO LOCAL
CENTRO-OESTE
ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A presente dissertação traz o diálogo entre Desenvolvimento Local, Política Pública de


Assistência Social e Religião. Desenvolvimento Local é um tipo de desenvolvimento que
prioriza, respeita e aproveita peculiaridades das comunidades. Cultura é essência da
existência humana, expressa o estilo de vida dos grupos sociais. Religião, um traço
humanamente universal que sintetiza o caráter de um povo, capaz de fortalecer e empoderar
coletividades. Assistência Social salta de benesse para Política Pública, com aporte legal na
Constituição Federal de 1988, posteriormente regulamentada por Leis e Políticas afins. Com
o passar do tempo, percebe-se a necessidade de territorializar suas ações, considerando a
cultura local. Os objetivos deste trabalho são: enfatizar a dimensão religiosa na análise
cultural do território; observar como se dá a interação cotidiana entre o político e o religioso;
verificar se os elementos religiosos, identificados no território estudado, são facilitadores ou
dificultadores na territorialização das ações da Assistência Social. Este estudo tem por
finalidade subsidiar o exercício da Política Pública de Assistência Social por território,
delimitando a cultura religiosa como potencialidade do lugar. Os resultados demonstraram
que as comunidades religiosas pesquisadas configuram espaços facilitadores de diálogo entre
a comunidade e a Política Pública de Assistência Social e que a cultura religiosa fomenta o
empoderamento individual e coletivo. Os dados aqui levantados apontam para a
possibilidade de efetivação do Desenvolvimento Local.
PALAVRAS-CHAVE: desenvolvimento local; cultura; religião; política pública de assistência social.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1343991271590125
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20072051002019003P0
Download:
http://www.tede.ucdb.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=304
85

O ESPIRITISMO EM PONTA GROSSA - PR: PERSPECTIVAS DE UM ESPAÇO


DO ALÉM E PARA O UM ALÉM DO ESPAÇO

Godoy, Marino Luis Michilin


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS GEOGRAFIA UFPR, PARANÁ, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O Espiritismo é um movimento social e religioso de destaque no espaço brasileiro. Porém,


poucos estudos, sobretudo por parte da Geografia, o evidenciam neste contexto. Portanto, o
presente trabalho intenta avaliar a relevância do Espiritismo como uma manifestação da vida
urbana de Ponta Grossa – PR. O arcabouço teórico-prático da Doutrina Espírita se sustenta
em três pilares de complexa conciliação, da religiosidade, da filosofia e de uma suposta
“ciência”, deste modo, abrange uma percepção de mundo além de uma simples religião e de
uma interpretação meramente científica. Para tanto, consideram-se três instâncias de análise
principais com fins de se compreender o espaço do fenômeno espírita, a entender: a
Espacialidade Narrativa, a qual busca compreender as relações estabelecidas entre o plano
terreno e o “espiritual”, esta uma concepção geográfica da própria doutrina; a Espacialidade
Prática, evidenciando as práticas e relações estabelecidas entre seus adeptos em diferentes
lugares, esta uma concepção da geografia social; e a Espacialidade Institucional, que visa
explicitar a geograficidade da organização espírita e entender a lógica da sua distribuição,
esta parte da geografia política. A maioria das religiões caracteriza-se por um forte
simbolismo, que separa semioticamente os espaços narrativos da vida cotidiana dos seus
adeptos, uma intensa ritualização separando o espaço sacralizado do espaço profano, e uma
territorialidade contígua e hierárquica. Mostra-se, nesta pesquisa, que o Espiritismo, tenta
superar estas três divisões nas três dimensões, procurando uma permanente interligação
entre o espaço do “Além” e o espaço mundano, promovendo uma integração entre as três
dimensões.
PALAVRAS-CHAVE: geografia da religião; espaço religioso; espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5192473602715255
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20071440001016035P1
Download:
http://dspace.c3sl.ufpr.br/dspace/bitstream/1884/10361/1/O%20ESPIRITISMO%20EM%20PONTA%20GROSSA%20-
%20PERSPECTIVAS%20DE%20UM%20ESPA%C3%87O%20DO%20AL%C3%89M%20E%20PARA%20UM%20AL%C3%89M
%20DO%20ESPA%C3%87O.pdf
86

A CONSTRUÇÃO SOCIOCULTURAL DA SEXUALIDADE E DO HIV-AIDS NO


ESPIRITISMO KARDECISTA BRASILEIRO

Marmolejo, Javier Gutierrez


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFSC, SANTA CATARINA, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta dissertação visa estudar a construção sociocultural da sexualidade e do HIV-Aids no


espiritismo kardecista brasileiro, através da literatura espírita sobre o tema, dos saberes e
das experiências recolhidas em entrevistas em profundidade e das informações observadas
em cursos e palestras em um centro espírita da zona leste de São Paulo e na Federação
Espírita do Estado de São Paulo. Serão revisados os discursos espíritas relacionados à
sexualidade, ao corpo, à saúde e à doença que delimitam e carregaram de sentido o HIV-
Aids, contextualizando-se a produção de tais discursos em um processo ativo de adaptação
às mudanças históricas e políticas do Brasil moderno e contemporâneo. Observar-se-á o
processo saúde-doença espírita, assim como as tensões e os conflitos que, ao redor dos
significados da sexualidade e do HIV-Aids, existem entre os espíritas kardecistas. As práticas
terapêuticas espíritas direcionadas aos portadores do HIV também serão revisadas nesta
dissertação.
PALAVRAS-CHAVE: aids; enfermagem; cuidado; itinerário terapêutico.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2007741001010017P0
Download:
http://www.tede.ufsc.br/teses/PNFR0497.pdf
87

ANÁLIA FRANCO E A ASSOCIAÇÃO FEMININA BENEFICENTE E


INSTRUTIVA :IDÉIAS E PRÁTICAS EDUCATIVAS PARA A CRIANÇA E PARA A
MULHER (1870 – 1920)

Oliveira, Eliane de Christo


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO USF, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho pretende discutir as práticas sociais e educativas na obra de Anália Franco,
relacionado à educação da criança e das mulheres pobres, em São Paulo, no final do século
XIX e início do XX, assim como se propõe a contribuir para análises sobre a circulação das
idéias, das políticas, das iniciativas e práticas educativas, bem como dos materiais didáticos e
pedagógicos que pensavam a educação das crianças neste período. A análise enfoca desde
os fatores sociais que sensibilizaram Anália Franco, para a causa da criança pobre,
perpassando sua formação no magistério e atuação na imprensa feminina, até a fundação da
Associação Feminina Beneficente e Instrutiva (AFBI), no ano de 1901, em São Paulo, que
teria disseminado pelo estado, cerca de 110 entidades, entre escolas maternais, asilos e
creches, liceus e escolas noturnas, tanto para crianças abandonadas e órfãs, quanto para
mulheres desamparadas e mães solteiras, sem distinção de credos e raças. O material
didático, utilizado nas entidades, ligadas à AFBI, eram elaborados por Anália e impressos em
tipografia, implementada pela Associação. Parte deste material, como o Manual das Escolas
Maternaes, Revista Álbum das Meninas e Relatórios da AFBI, fazem parte das fontes de
pesquisa, que analisamos neste trabalho, assim como fotografias registradas na época.
PALAVRAS-CHAVE: infância; educação; emancipação feminina; instituição.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2007833050015004P1
Download:
http://www.saofrancisco.edu.br/itatiba/mestrado/educacao/uploadAddress/An%C3%A1lia%20Franco%20e%20a%20Associ
a%C3%A7%C3%A3o%20Feminina%20Beneficente%20e%20Instrutiva[1557].pdf
88

A NOVA POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL: ENTRE O PRECIPÍCIO E PAREDES


SEM MUROS (UBERLÂNDIA 1984/2006)

Pombo, Riciele Majorí Reis


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UFU, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta pesquisa compreende o processo de implantação de uma nova política de saúde mental
na cidade de Uberlândia, a partir de 1984 até os dias de hoje, entrevendo suas
particularidades e consonâncias com o projeto nacional de reforma psiquiátrica. Para tanto,
destacamos elementos primordiais que possibilitaram a modificação do tratamento da
loucura na cidade, entre elas as políticas públicas municipais, a partir da gestão do prefeito
Zaire Rezende, quando se elaborou um plano de atendimento em saúde mental segundo
novos moldes, mudando a estrutura psiquiátrica vigente na época, que contava com o
Sanatório Espírita de Uberlândia e a Ala Psiquiátrica do Hospital de Clínicas da Universidade
Federal de Uberlândia. Ressalta-se a criação da Clínica Jesus de Nazaré no ano de 1994,
idealizada por um grupo espírita da cidade, que mesmo com viés assistencialista de
atendimento à loucura adequa-se à nova legislação de saúde mental sem, todavia,
abandonar suas terapias e crenças espíritas no cuidados com a loucura por eles entendida,
em muitos casos, como obsessão. Destaca-se nesta perspectiva o diálogo com sujeitos
diversos e o contato com documentação referente a projetos do poder público e da Clínica
Jesus de Nazaré, assim como documentação referente a denúncias de negligência e maus-
tratos aos usuários dos serviços de saúde mental, desvelando o preconceito e a necessidade
de mudança na percepção da loucura, trilhas que devem ser percorridas para a garantia do
respeito às diferenças destes sujeitos. Neste contexto, o trabalho busca compreender qual a
consonância do projeto de reorganização dos serviços de saúde mental na cidade de
Uberlândia e a política proposta nacionalmente; quais seus avanços e retrocessos e quais as
reais modificações promovidas no cuidado às pessoas que sofrem de transtorno mental.
usuários de serviços de saúde mental; saúde mental; historia; uberlândia; reorganização;
PALAVRAS-CHAVE:
política de saúde.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/0507726978005967
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2007532006012012P0
Download:
[PARTE I] http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1091
[PARTE II] http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1092
[PARTE III] http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1093
[PARTE VI] http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1094
89

“DE FORA DO TERREIRO”: O DISCURSO CATÓLICO E KARDECISTA SOBRE


A UMBANDA ENTRE 1940 E 1965

Sampaio, Dilaine Soares


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UFJF, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O objetivo dessa dissertação é analisar a umbanda no discurso católico e kardecista em Juiz


de Fora no período de 1940 a 1965, e a partir disso, compreender a inserção da religião
umbandista na sociedade juizforana a partir do momento em que a religião ganha maior
visibilidade na cidade. Perceber até que ponto o discurso católico e kardecista influenciaram
o modo em que a umbanda se configurou no campo religioso juizforano ao longo do tempo.
Tentar recuperar parte da história da religião umbandista na cidade, haja vista que os
discursos produzidos acerca dela e a forma como se apresenta no espaço religioso são duas
faces de um mesmo processo. Como um apontamento para os dias atuais, a hipótese central
deste trabalho é que não só os discursos, como as práticas advindas destes, por parte da
igreja católica, religião hegemônica na cidade e por parte do espiritismo kardecista, religião
de grande prestígio em Juiz de Fora, pelo menos desde a década de 50, tenham influenciado
diretamente o caráter “escondido” e a “vitalidade subterrânea” da umbanda em Juiz de Fora
PALAVRAS-CHAVE: kardecismo; umbanda.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3798077841438858
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2007732005016004P1
Download:
http://www.bdtd.ufjf.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=196
90

ESPÍRITAS ENLOUQUECEM OU ESPÍRITOS CURAM? UMA ANÁLISE DAS


RELAÇÕES, CONFLITOS, DEBATES E DIÁLOGOS ENTRE MÉDICOS E
KARDECISTAS NA PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XX (JUIZ DE FORA-
MG)
Scoton, Roberta Muller Scafuto
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UFJF, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Nesta dissertação, analisamos como se deu o processo de difusão, acolhida e debate de


idéias e concepções tanto médicas quanto espíritas kardecistas por estes dois grupos na
cidade de Juiz de Fora, na primeira metade do século XX. Identificamos as principais idéias e
argumentos de ambos os grupos, os principais momentos, motivos e focos de discussão.
Além disso, estabelecemos a relação dos acontecimentos e produções locais com o que
estava em voga nos demais centros urbanos brasileiros, destacadamente as cidades de Rio
de Janeiro (capital nacional da época) e São Paulo. Através da análise das principais idéias
defendidas e debatidas pelos médicos e espíritas locais estabelecemos uma comparação com
o que ocorria nestes dois pólos. Demos destaque ao movimento de repressão ao exercício
ilegal da medicina e qual a penetração, influência e uso das idéias psiquiátricas e médicas
sobre o espiritismo entre médicos e pelos próprios espíritas. Com isso, enfatizam-se as
estratégias de ambos os grupos para se colocar no espaço público como grupos com
credibilidade, já que ambos possuíam visibilidade pública. Vemos que não houve um
confronto sistemático entre os grupos nos moldes do que ocorrera no Rio de Janeiro, por
exemplo. Destacamos o fato de estes conflitos terem ocorrido esporadicamente,
principalmente através da imprensa laica, através de cartas publicadas nos jornais e suas
respectivas respostas, também publicadas. Além disso, o fato de ter sido uma “guerra entre
iguais”, em que ambos os lados eram membros da elite intelectual, política e cultural da
cidade.
PALAVRAS-CHAVE: espíritas; kardecistas.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/6411530089425837
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20071532005016004P1
Download:
http://www.bdtd.ufjf.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=59
91

AFINAL, ESPIRITISMO É RELIGIÃO? A DOUTRINA ESPÍRITA NA


FORMAÇÃO DA DIVERSIDADE RELIGIOSA BRASILEIRA

Arribas, Célia da Graça


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Pretendeu-se analisar o processo de formação da heterogeneidade formal do campo religioso


brasileiro tomando por objeto empírico o desenvolvimento de parte da produção intelectual
religiosa durante as últimas décadas do século XIX. Examinando sociologicamente a
emergência do espiritismo religioso, almejou-se entender e explicitar em sua lógica própria o
processo de constituição de um mercado competitivo de bens de salvação caracterizado pela
perda do monopólio religioso da igreja católica e pela ascensão da legitimidade institucional
das outras religiões. Relacionando a idéia weberiana de racionalização das esferas de valor
no caso a religiosa e as noções de trabalho e de divisão do trabalho religioso de Pierre
Bourdieu, propôs-se uma análise das lutas dos grupos de agentes cujos interesses materiais
e simbólicos tornam o campo religioso um terreno de operação para as lutas entre diferentes
empresas de salvação.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; intelectuais da religião; sociologia da religião.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4202304467511821
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2008633002010028P1
Download:
http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-05012009-171347/
92

PSICANÁLISE E DOUTRINA ESPÍRITA: O PERCURSO DE UM


DESENCONTRO EPISTEMOLÓGICO E A AUDIÇÃO DE VOZES

Cabral, Elisandra Barbosa


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES LETRAS UFSC, SANTA CATARINA, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

PALAVRAS-CHAVE: psicanálise; doutrina espírita; vozes.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20081941001010014P0
Download:
http://www.tede.ufsc.br/teses/PLLG0435-D.pdf
93

CHICO XAVIER, CARIDADE E O MUNDO DE CÉSAR: UM OLHAR SOBRE O


MODO DE GESTÃO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL ESPÍRITA EM UBERABA-MG

Carisio, Camila Mendonça


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS ADMINISTRAÇÃO UFU, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Uberaba passou a ser foco das atenções públicas em função da presença do famoso médium
Chico Xavier, a partir de 1959, quintuplicando o número de centros espíritas e reforçando as
práticas assistenciais ali realizadas. Dentro do universo doutrinário do Espiritismo, a caridade
ocupa um lugar privilegiado, pois é essencial para a evolução espiritual e, por esse motivo,
todos os centros espíritas realizam atividades de assistência social como meio de se praticar
a caridade. O objetivo de pesquisa foi identificar e compreender o modo de gestão da
Assistência Social Espírita em Uberaba- MG. Entende-se modo de gestão como um conjunto
de práticas administrativas executadas pela organização visando a atingir os seus objetivos
(CHANLAT, 1996). O trabalho foi guiado pelos princípios da Grounded Theory (GLASER;
STRAUS, 1967), método de pesquisa qualitativa em que existe um estreito relacionamento
entre a coleta e análise de dados e a teoria, substantiva, que se desenvolve como
consequência. A entrevista em profundidade foi o principal instrumento de coleta de dados,
assim como gravação de palestras. Foram pesquisados, também, documentos das
organizações espíritas. A técnica de análise e interpretação de dados utilizada foi a Análise
de Conteúdo (BAUER, 2002) com auxílio do software Atlas/TI, que possibilitaram encontrar
aos poucos as categorias de análise mais apropriadas: Chico Xavier, Uberaba e a
espontaneidade, Fora da caridade não há salvação e Relações com o mundo de César. Como
resultado dessa análise, percebeu-se que, no caso uberabense, o tradicionalismo, ligado à
figura de Chico Xavier, prevalece e se tem como princípio a espontaneidade, estando esta no
cerne de um constante confronto entre dicotomias livre arbítrio e determinismo, espiritual e
material, humano e divino que povoam o universo espírita de Uberaba. Reforça-se a
confiança nos bons espíritos, ou guias espirituais, ou espíritos superiores, ou espiritualidade,
que são orientadores, norteadores dos trabalhos assistenciais. Contraditoriamente, portanto,
à qualidade de espontâneo, pois as ações humanas são fruto de deliberada influência
espiritual. De qualquer forma, os dirigentes espíritas uberabenses afirmam e reafirmam o
caráter espontâneo da gestão da assistência social espírita e há uma nítida resistência em
assimilar os ditames do Mundo de César leis, regras, normas dos homens por acreditarem
que os preceitos divinos são suficientemente bons.
centros espíritas; espiritismo; chico xavier; associações sem fins lucrativos -
PALAVRAS-CHAVE: administração; assistência social espírita; terceiro setor; modo de gestão; uberaba;
administração.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5560065386907321
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20081432006012020P3
Download:
http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=2247
94

A APORIA DA CIDADANIA EM TEMPOS NEOLIBERAIS: ESTUDO DA


INSTITUIÇÃO ASSISTENCIAL EDUCACIONAL AMÉLIA RODRIGUES EM
SANTO ANDRÉ - SP
Debei, Audrey
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O principal objetivo desta pesquisa centrou-se na Instituição Assistencial Educacional Amélia


Rodrigues, localizada no município de Santo André - SP. O contexto da pesquisa abrange o
período que vai de 1989 a 2002, e refere-se às políticas sociais mais amplas desenvolvidas
no município, visto que as mesmas constituem-se em um ponto de inflexão importante tanto
para a abordagem das questões sociais, quanto para a reflexão sobre a reconstrução da
identidade no município por intermédio do Plano Estratégico Regional. Procurou-se ver,
nestes programas, a ênfase dada à questão do voluntariado no interior de uma perspectiva
crítica sobre o papel das Organizações Não-Governamentais (ONGs) na implementação das
políticas neoliberais. Fundada em 1979, através dos desdobramentos das atividades
promovidas pelo departamento de Assistência Social do "Centro Espírita Dr. Bezerra de
Menezes", emerge como uma entidade exemplar que rompeu o limiar entre a "filantropia
tradicional" e o "empreendedorismo social", sobretudo nos anos que vão de 1980 a 1990. Ao
se reestruturar ao padrão de gestão do chamado "terceiro setor", alinha-se ao planejamento
estratégico municipal. Nesta trajetória, é possível detectar ~ma aporia entre um discurso
voltado para a cidadania, ao mesmo tempo em que seu foco na gestão social constitui-se em
obstáculo aos beneficiários de seus programas e atividades, no sentido de ultrapassarem os
limites de suas carências sociais, esmaecendo o horizonte da emancipação social
instituição assistencial educacional amélia rodrigues; gestão social; terceiro setor;
PALAVRAS-CHAVE:
associações sem fins lucrativos; cidadania; sociologia; santo andré; sp - política social.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1228497996677735
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20087433005010006P0
Download:
http://www.sapientia.pucsp.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=8343
95

AS ORIGENS DO ESPIRITISMO NO BRASIL: RAZÃO, CULTURA E


RESISTÊNCIA NO INÍCIO DE UMA EXPERIÊNCIA (1850-1940)

Fernandes, Paulo C. C.
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

UNB, DISTRITO FEDERAL, CENTRO-


CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA
OESTE
ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O espiritismo é uma doutrina surgida na França durante o século XIX. Seus principais
postulados são: a imortalidade da alma, a possibilidade de nos comunicarmos com os mortos
e a reencarnação. Foi exposta pela primeira vez por Allan Kardec, pseudônimo do pedagogo
lionês Hippolyte-Léon Denizard Rivail, que seria o principal responsável por sua divulgação e
também autor de obras sobre o tema. Depois de uma história conturbada em solo europeu,
devido ao caráter controverso de seus conceitos, o espiritismo chegou ao nosso país e aqui
se fixou em rápida propagação. O objetivo desta pesquisa é entender a relação entre essa
doutrina e o Brasil expressa no conjunto de algumas consequências sócioculturais que
emanaram das origens desse contato. Procura-se compreender também o espiritismo qua
talis, suas influências, sua história e principais conceitos. Busca-se assim responder algumas
perguntas, que orientam este trabalho, como: O que é o espiritismo, qual é a sua história?
Por que e por quem o espiritismo foi aqui recebido? Quais mudanças o espiritismo
experimentou ao vir para cá, e ele contribuiu ou contribui de alguma forma para a cultura
(religiosa) de nossa terra? Concluiu-se que ambos, o Brasil e o Espiritismo, acabaram por se
influenciar mutuamente. Em alguns momentos, tais trocas não vieram de forma pacífica, e
cada lado procurou apresentar suas resistências em meio ao diálogo que se estabelecia.
Todavia, uma síntese se impôs, e o resultado é um espiritismo mais brasileiro e um Brasil
que aprendeu a aceitar o espiritismo, em um processo que começou durante o século XIX,
mas que se mostra presente até os nossos dias.
sociologia; história; sociologia da religião; sociologia da cultura; sociologia do
PALAVRAS-CHAVE:
conhecimento; espiritismo; espiritismo no brasil.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4359319387007788
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2008853001010009P0
Download:
http://bdtd.bce.unb.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=4068
96

ESPIRITISMO KARDECISTA BRASILEIRO E CULTURA POLÍTICA: HISTÓRIA


E TRAJETÓRIAS RECENTES

Ferreira, Fernanda Flávia Martins


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIA POLÍTICA UFMG, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

No primeiro capítulo tratamos das raízes doutrinárias do espiritismo kardecista no século XIX.
Verificamos fortes identificações do Espiritismo corno os princípios iluministas e liberais
europeus, especialmente da França nos enunciados de Jean Jacques Rousseau, Montesquieu,
Alexis de Tocqueville e do inglês John Stuart Mill. Constatação importante, na medida em
que sua manifestação brasileira entre os séculos XIX e XX encontra entraves seja durante o
Império, seja após a proclamação da república, tanto da Igreja Católica em particular,
quanto dos antiliberais de um modo em geral. No segundo capítulo trataremos de mapear os
momentos de tensão entre segmentação e união no campo espírita, seu relacionamento com
a hegemonia católica, e, finalmente, o surgimento de novas matrizes a partir do declínio
dessa hegemonia. No terceiro capítulo faremos uma incursão no universo associativo
espírita, sua organização interna não-sacerdotal e baseada em formas de representação,
voto, e discussão, enfim na adesão de regras democráticas de condução dos processos
decisórios. No capítulo quatro aprofundaremos na matriz do Terceiro Setor e da cidadania.
Veremos também o que essa organização tem a ver com o Novo Associativismo que surge no
Brasil após a redemocratização na década de 1980. Aprofundaremos a análise de sua
modernização e crescente identificação com o Terceiro Setor, bem corno de que modo se dá
a apropriação do termo "cidadania" a sua linguagem. E por fim, na conclusão, veremos no
que a elaboração política original do kardecismo se coaduna com a face pública do campo
espírita atual, bem como sua contribuição para a democratização social.
PALAVRAS-CHAVE: kardecista brasileiro; cultura política.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20081032001010011P2
Download:
97

O MOVIMENTO ESPÍRITA PELOTENSE E SUAS RAÍZES SÓCIO-HISTÓRICAS


E CULTURAIS

Gil, Marcelo Freitas


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UFPEL, RIO GRANDE DO SUL, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Segundo os dados do censo de 2000, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e


Estatística, Pelotas é a segunda cidade do Rio Grande do Sul com o maior número de
pessoas que se declara espírita. Enquanto a média de espíritas do Estado é de 1,8% da
população, nessa cidade esse número sobe para 5,86% dos entrevistados. Este trabalho
procura compreender o que fez de Pelotas uma cidade com tão expressivo número de
pessoas que se identificam como espíritas. Não se trata de uma pesquisa quantitativa com
vistas a comprovar se Pelotas de fato tem um número maior de espíritas do que outras
cidades do RS, mas sim de uma investigação qualitativa através da qual se buscou entender
o processo de formação do Movimento Espírita Pelotense e de uma identidade espírita na
cidade de Pelotas. Nesse sentido, foi feita uma reconstituição histórica desde o surgimento
da doutrina espírita na França, sua inserção na sociedade brasileira e sua penetração em
Pelotas durante o último quartel do século XIX, buscando-se compreender como se constituiu
um movimento espírita na cidade e como se formou a identidade social das pessoas que se
identificam como espíritas. Além de uma pesquisa com base em documentos e entrevistas
através da qual se constituiu um movimento espírita na cidade e como se formou a
identidade social das pessoas que se identificam como espíritas. Além de uma pesquisa com
base em documentos e entrevistas através da qual se procurou entender o processo histórico
de estruturação e desenvolvimento do Movimento Espírita Pelotense, foi realizado também
um trabalho de campo no qual se buscou determinar os elementos constitutivos de uma
identidade espírita nessa cidade e de um ethos e ela associado, na perspectiva de se explicar
o que determinou essa associação de uma parcela tão significativa da população pelotense
com o espiritismo.
PALAVRAS-CHAVE: religião; espiritismo; identidade; pelotas.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3299720686646479
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2008742003016024P8
Download:
http://www.ufpel.edu.br/tede/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=525
98

EDUCAÇÃO E ESPIRITISMO: O CENTRO ESPÍRITA OBREIROS DO SENHOR


(CEOS) E A INSTITUIÇÃO ASSISTENCIAL MEIMEI (IAM)
Gonçalves, Nádia Luciane Pereira
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UNIMARCO, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Em meados do século XIX, na França, originou-se o Espiritismo codificado por Allan Kardec,
lançando-se ao mundo como ciência, filosofia e religião, tendo chegado ao Brasil na segunda
metade do século XIX. Foi com traços e características do catolicismo expressivo, na
liderança de Chico Xavier, que o espiritismo se expandiu e se configurou como religião no
Brasil. Fazem parte das práticas espíritas: a palestra e o passe, vistos como assistência
espiritual, e a caridade que consiste na assistência social. O Centro Espírita Obreiros do
Senhor (CEOS) é um exemplo de centro espírita que tece as experiências do espiritismo,
embasado na figura de Chico Xavier, em São Bernardo do Campo; pratica a caridade
espiritual por meio das palestras, passes e outros atendimentos, por intermédio de seus
programas destinados à reabilitação social do indivíduo, através da Instituição Assistencial
Meimei (IAM).
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; religião; centro espírita; cultura brasileira.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20083033049017003P0
Download:
99

MACHADO DE ASSIS E O ESPIRITISMO: DIÁLOGOS MACHADIANOS COM A


DOUTRINA DE ALLAN KARDEC (1865-1896)

Maldonado, Elaine Cristina


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UNESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho tem por objetivo analisar a trajetória do espiritismo no Rio de Janeiro a partir
da visão do escritor Machado de Assis, através de seu trabalho nos jornais cariocas da
segunda metade do século XIX. Tomando como ponto de partida suas crônicas e contos,
buscou-se analisar os acontecimentos no meio espírita no mesmo período, estabelecendo, ou
não, uma relação entre eles. O material encontrado foi publicado entre 1865 e 1896,
totalizando, portanto, 31 anos de escritos referentes ao espiritismo na obra machadiana,
dado que não pode ser menosprezado, visto se tratar precisamente do período em que a
doutrina espírita chega ao Brasil, conquista adeptos, levanta discussões e suscita polêmicas,
conseguindo, ao final do século XIX, sua institucionalização com a criação da Federação
Espírita Brasileira em 1884 e a perseguição por parte dos órgãos oficiais após a inclusão do
termo espiritismo em três artigos do Código Penal de 1890, fato que culminou numa longa
campanha de legitimação da doutrina por parte de seus seguidores. A intenção deste
trabalho foi verificar as ressonâncias desse movimento de difusão e legitimação da doutrina
espírita nas páginas de Machado de Assis.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; machado de assis; história religiosa; brasil - século xix.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4103676507238594
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2008933004048018P5
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=120003
100

PRÁTICAS DE FUNCIONAMENTO, GESTÃO E FUNDAMENTOS DA DOUTRINA


ESPÍRITA EM ORGANIZAÇÕES DO TERCEIRO SETOR

Silva, Daniella Francisca Soares e


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS ADMINISTRAÇÃO FEAD, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O presente trabalho, desenvolvido nas organizações do terceiro setor ligadas às casas


espíritas de uma cidade da região metropolitana de Belo Horizonte, objetivou caracterizar o
funcionamento dessas organizações e avaliar a influência dos fundamentos da doutrina
espírita em sua gestão. Para atender a esse objetivo foi desenvolvida uma pesquisa
qualitativa, descritiva, constituída de três etapas: entrevista com o Presidente da Associação
Municipal Espírita; sondagem realizada junto a 12 casas espíritas da cidade e às quatro
organizações de fins sociais a elas ligadas; e um estudo de caso em profundidade em uma
dessas organizações de fins sociais. Os resultados da pesquisa apontam para a inexistência
de uniformidade das atividades sociais desenvolvidas pelas casas espíritas, e aponta também
para a influência dos princípios da doutrina espírita no funcionamento e gestão das
organizações de fins sociais a elas ligadas. Isso é viabilizado através de seus dirigentes, que
devem ter vínculo com as casas espíritas, e através da influência do grupo gestor da casa
espírita nas decisões estratégicas da organização de fins sociais. Percebem-se, nas
organizações de fins sociais ligadas às casas espíritas, práticas que concretizam a codificação
kardequiana, sobretudo no que tange às Leis do Trabalho, Sociedade, Amor, Justiça e
Caridade e Liberdade. O poder e a influência das casas espíritas sobre as organizações não
se atrela, dessa forma, ao aporte de recursos financeiros, que são obtidos, na maioria dos
casos, através de parcerias com o poder público, perante às quais as organizações defendem
autonomia.
PALAVRAS-CHAVE: o poder e as influências das casas espíritas.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20082632064012001P7
Download:
101

A EMOÇÃO "MAQUIADA" DE RAZÃO: ASPECTOS PROSÓDICOS E


ARGUMENTATIVOS DE UMA PALESTRA ESPÍRITA KARDECISTA

Silva, Rosana Cláudia da


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES LETRAS UNIFRAN, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta dissertação estuda a atuação dos elementos prosódicos na palestra espírita kardecista,
um discurso religioso de ordem doutrinária, procurando conhecer como a velocidade da fala
e o volume, elementos prosódicos, operam argumentativamente corroborando para que se
efetue a persuasão. O corpus deste trabalho é composto pela gravação em áudio de uma
palestra realizada por Divaldo Franco: Provas Científicas da Existência de Deus. São
analisados os aspectos orais do discurso religioso que toma forma de palestra em sua
constituição argumentativa, para verificar a relação entre a prosódia e a argumentação com
objetivo de persuadir. A pesquisa levou em conta os elementos verbais do discurso para a
produção dos efeitos de sentido em um discurso cuja pretensão é induzir a crença com base
em raciocínios que se pautam pela razão, mas que, no entanto, apresenta uma gama de
elementos do plano da emoção. Para realizar a ação proposta, a análise fundamentou-se na
Fonética e na Fonologia, na Nova Retórica e Argumentação e na Análise da Conversação. O
estudo permitiu verificar que a morosidade e a entoação monocórdica são traços
constitutivos da palestra analisada. Comprovou também que, os elementos prosódicos, em
especial, volume e velocidade, agregam a palestra uma maior dinamicidade. Fato que se
mostra com mais evidência nos momentos em que o orador manifesta construções
discursivas ligadas mais ao ethos e ao pathos do que ao logos. A análise revelou ainda, que
os elementos prosódicos e argumentativos articulados conjuntamente no discurso proferido
pelo orador emprestam à palestra um aspecto mais emocional do que racional em oposição
ao que defende no plano semântico. Deste modo, espera-se que a pesquisa contribua com
os estudos já realizados sobre o assunto, despertando o interesse por novas pesquisas.
PALAVRAS-CHAVE: prosódia; oralidade; argumentação; palestra espírita.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/0860113385140057
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20082233093016005P4
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=109791
102

A REPRESENTAÇÃO SOCIAL DE PERFEIÇÃO NA MEMÓRIA DAS


PERSONALIDADES DO ESPIRITISMO

Albuquerque, Tiago Paz e


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA UERJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho aproxima as contribuições da teoria das representações sociais e dos estudos
em memória social para a compreensão do campo religioso, especificamente o Espiritismo,
reconhecendo a importância da recordação de personalidades para a dinâmica religiosa. Esta
pesquisa objetiva analisar o conteúdo da representação social de perfeição, o conteúdo e
estrutura da memória de personalidades do Espiritismo e a relação entre ambos. Trata-se de
estudo descritivo, desenvolvido em duas etapas. Participaram 75 participantes auto-
declarados espíritas - 38 na primeira etapa e 37 na segunda, sendo entrevistados 24 desses.
Os participantes, em média, possuíam 37,3 anos de idade e 16,7 anos como espíritas. Na
primeira fase aplicou-se, através da Internet, a técnica de evocações livres com o termo
indutor “espíritos superiores”, na qual os participantes respondiam que pessoas se
associavam ao termo. Na segunda, prosseguiu-se com as evocações livres e questionário,
para caracterização dos participantes. A partir das doze personalidades mais lembradas,
realizou-se entrevista semi-estruturada, com questões sobre características, virtudes,
lembranças, hierarquia das personalidades, e questões sobre o significado da perfeição e
como alcançá-la. Os dados das evocações foram analisados através das técnicas do quadro
de quatro casas e construção de árvore máxima de similitude. As entrevistas foram
analisadas mediante análise categorial temática. Assim, verificou-se que as personalidades
mais recordadas foram: Chico Xavier, Jesus, Allan Kardec, Emmanuel, Bezerra de Menezes,
Madre Teresa de Calcutá, Joanna de Ângelis, Gandhi, André Luiz, Francisco de Assis, Maria
de Nazaré e Divaldo P. Franco. A representação social de perfeição foi expressa, de modo
simplificado, na sentença: um caminho, difícil e longo, em que o ser humano sai da sua
condição de inferioridade para a perfeição, através do conhecimento (proveniente do
trabalho, do estudo e do auto-conhecimento), livrando-se do seu egoísmo e expressando o
amor, tal como demonstrado e vivido por Jesus. Verificou-se, ainda, que essas memórias se
organizam, principalmente, em dois modelos de valores complementares no Espiritismo: 1)
conhecimento, inteligência, razão, estudo, livro e 2) amor, vivência, fé, trabalho, exemplo.
Eles se constituem nas duas condições essenciais para se alcançar essa perfeição. O primeiro
modelo está principalmente personificado na figura de Allan Kardec e o segundo, em Jesus.
Nesse sentido, o Espiritismo opera na mente dos fiéis, uma síntese entre ambos os modelos,
tendo em Chico Xavier a personificação dessa síntese, constituindo-se como tipo ideal de
espírita.
PALAVRAS-CHAVE: memória social; representações sociais; espiritismo.

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9814411412881480


Banco de Teses/Capes:
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=136299
103

UNIR PARA DIFUNDIR: O IMPACTO DAS FEDERATIVAS NO CRESCIMENTO


DO ESPIRITISMO

Betarello, Jeferson
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A presente pesquisa analisa o impacto no crescimento do contingente espírita formal,


causado pelos posicionamentos institucionais de suas lideranças, concretizadas nos órgãos
federativos espíritas – as federações espíritas. Identifica os elementos que contribuem para a
crença, por parte das federativas e em especial da Federação Espírita Brasileira (FEB), de
que o contingente espírita formal seja muito superior ao apontado pelo Censo IBGE/2000.
Por meio de levantamentos históricos sobre a institucionalização do Espiritismo, aponta
ambiguidades desde sua origem na França e outras que surgiram durante o processo de
consolidação do Espiritismo como uma religião no Brasil. Para interpretar os impactos, tanto
negativos quanto positivos, das federativas no crescimento do contingente, utilizamos o
aparato teórico da Teoria da Escolha Racional, especialmente os conceitos que contribuem
para analisar o sucesso de uma religião em termos de adesão formal. A partir da análise dos
dados obtidos dos censos do IBGE, dos cadastros federativos e de uma pesquisa na cidade
de Franca-SP, chegamos nas seguintes conclusões: as federativas espíritas impactaram
positivamente o crescimento do contingente por atuarem para a consolidação do Espiritismo
como uma importante religião no Brasil, adaptando-o ao contexto brasileiro sem deixar de
fundamentá-lo nas obras de Kardec, diferenciando-o de outras religiões mediúnicas; as
federativas espíritas impactam negativamente o crescimento do contingente espírita por
enviarem mensagens ambíguas para o Movimento Espírita, principalmente aquelas
relacionadas à dicotomia ciência-religião, tais mensagens afetam a ação dos centros
espíritas, transformando-os em prestadores de serviços que estimulam a frequência e não a
adesão; por não reconhecerem os dados censitários oficiais e não produzirem dados sobre o
seu contingente, as federativas não subsidiam o Movimento Espírita com informações
estratégicas, que permitiriam uma maior presença e melhor distribuição geográfica dos
centros espíritas em relação a outros grupos religiosos, em consequência disto, as
federativas afetam negativamente o crescimento do contingente espírita formal. Entretanto,
registramos uma exceção em Franca-SP, onde a federativa USE representa um modelo de
impacto positivo no crescimento do contingente espírita formal.
PALAVRAS-CHAVE: kardecismo; federativas espíritas; movimento espírita.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/2495529773016325
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20091333005010009P0
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=161010
104

A NOÇÃO DE CIÊNCIA E EDUCAÇÃO NO ESPIRITISMO

Costa, Celma Laurinda Freitas


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO PUC-GO, GOIÁS, CENTRO-OESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O trabalho “A noção de ciência e educação no Espiritismo” estuda o Espiritismo, doutrina de


teor científico, filosófico e religioso codificada por Allan Kardec no século XIX (Allan Kardec é
pseudônimo de Hippolyte Léon Denizard Rivail, cientista, pensador e educador francês da
linha pestalozziana e seguidor do Catolicismo), apresentando os princípios da doutrina e
também analisando a sua viabilidade como programa didático-pedagógico. Trata-se de uma
pesquisa teórico-bibliográfica com foco principal nas obras de Kardec. O Espiritismo traz
ensinamentos sobre o homem, a natureza, a origem e o destino do mundo, as esferas
material e espiritual, Deus e princípios religiosos cristãos, ditados pelos Espíritos por meio
dos médiuns. Com ênfase no aspecto da educação moral, enfoca as pessoas como Espíritos
imortais em constante evolução através das vidas sucessivas (reencarnações). O Espiritismo
surgiu dentro de um amplo movimento espiritualista da época, que abrangia experiências em
magnetismo e hipnotismo. Kardec declara ter realizado suas pesquisas pelos moldes da
ciência positivista então predominante, com observações empíricas e experimentais, dentro
do raciocínio indutivo-dedutivo, portanto, sob o terceiro estado do conhecimento proposto
por Comte (teoria dos três estados). Como todo o conteúdo do Espiritismo foi ditado pelos
Espíritos manifestantes, diz-se que é uma doutrina dos Espíritos e não de Allan Kardec. O
Brasil, o maior país espírita do mundo, recepcionou o Espiritismo principalmente como
religião, realizando ainda, de modo isolado, nos séculos XIX e XX, algumas experiências na
área da educação escolar. Estas, produzidas por alguns espíritas mais dedicados, não
lograram o efeito duradouro pretendido, tendo sido frustradas também pela falta de recursos
financeiros e humanos. Hoje, alguns pensadores espíritas brasileiros tentam elaborar uma
proposta educativa espírita, falando em Pedagogia Espírita. No entanto esses pensamentos,
como estão expostos, parecem inviáveis, mormente em razão de proporem uma educação
escolar humanista religiosa para o ensino público brasileiro, que é laico e passa por todo tipo
de dificuldades, principalmente financeiras, tendo sua própria política direcionada pelo
Ministério da Educação e Cultura. Além disso, o Espiritismo, em si, não aborda a educação
escolar, mas sim a educação do Espírito, do homem individual, do ser imortal, cuja meta é,
em vidas sucessivas, formar-se moralmente e atingir a perfeição, indo ao encontro de Deus.
Portanto um projeto de Pedagogia Espírita para a rede escolar pública brasileira carece de
estudos, análise, financiamento e principalmente de experiências práticas e concretas que
venham a configurar o Espiritismo como uma práxis efetiva viável no âmbito didáticoescolar.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; filosofia; religião; ciência.

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/8535890492517646


Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20091152002012004P9
Download: http://tede.biblioteca.ucg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=659
105

EDUCANDÁRIO ESPÍRITA ITUIUTABANO: CAMINHOS CRUZADOS ENTRE A


AÇÃO INOVADORA E SUA ORGANIZAÇÃO CONSERVADORA. ITUIUTABA,
MINAS GERAIS (1954-1973)
Frattari Neto, Nicola José
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UFU, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho propõe uma investigação de uma instituição escolar, o Educandário


Ituiutabano, instalado em Ituiutaba, Minas Gerais. A escola foi construída e mantida pela
União da Mocidade Espírita de Ituiutaba (UMEI), por meio de campanhas. A UMEI constatou
que, até 1954, não havia ensino ginasial gratuito na cidade, e 57% da população era
analfabeta. Os marcos temporais foram delimitados entre 1954, início da construção do
Educandário − por ser um momento cercado por lutas políticas e religiosas o de sua
instalação − e 1973, por ser o ano do afastamento de seu segundo diretor, o professor Paulo
dos Santos − figura central do desenvolvimento da instituição. Como a escola foi declarada
leiga na imprensa local, na data de sua inauguração, objetiva-se encontrar vestígios que
possam comprovar suas características religiosas ou não, principalmente pela forma com que
foi instalada, mantida e dirigida. Segue a proposta da pesquisa histórica, focada em questões
como temporalidade, globalidade, método e fontes. Foi utilizada documentação escolar,
como atas, relatórios anuais e o processo de abertura; atas da Câmara dos Vereadores;
imprensa local; fotos e entrevistas com ex-funcionários, ex-professores, ex-alunos, familiares
de Paulo dos Santos e ainda aqueles que se opunham à escola. A movimentação entre o
lastro teórico e as fontes permitiu a (re)construção do momento histórico pesquisado,
encontrando-se vestígios do que se pretende, numa perspectiva crítica. Foi constatado que a
escola se assemelhou a outras experiências educativas espíritas, sobretudo no Brasil. Apesar
de propor, como objetivo principal, sanar uma carência educacional na cidade de Ituiutaba,
apresentou, em sua proposta educativa, uma filosofia espírita, focada em conceitos de
formação de homem integral e em postulados assistenciais, que fundamentou o trabalho da
UMEI. Encontrou, também, em Paulo dos Santos, a figura central, capaz de articular um
ensino nos moldes do Espiritismo: sem proselitismo, aberto a todos, voltado à formação
moral do ser e fundamentado em práticas de caridade e assistência.
educandário ituiutabano; allan kardec; educação; ensino ginasial; ituiutaba; práticas
PALAVRAS-CHAVE: educativas; união da mocidade espírita de ituiutaba; instituições educativas espíritas;
professor paulo dos santos; espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4277765153073025
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20093032006012003P1
Download:
http://www.bdtd.ufu.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=2565
106

ANÁLIA FRANCO E SUA AÇÃO SÓCIO-EDUCACIONAL NA TRANSIÇÃO DO


IMPÉRIO PARA REPÚBLICA (1868-1919)

Lodi-Corrêa, Samantha
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A dissertação Anália Franco e sua ação sócio-educacional na transição do Império para


República (1868-1919) apresenta um estudo histórico-biográfico sobre a educação brasileira
Anália Franco (1853-1919). Em 1868 já atuava como professora auxiliar na província de São
Paulo. Sua atuação como educadora foi marcada por uma convicta preocupação social,
levando-a posicionamentos políticos em um período em que as mulheres tinham pouco
espaço na vida pública. Após 1871, com a Lei do Ventre Livre, começa sua primeira atividade
sócio-educacional educando crianças negras abandonadas e posicionando-se como
abolicionista. Em 1901 Anália fundou a Associação Feminina Beneficiente e Instrutiva de São
Paulo que criou escolas maternais, creches, liceus, escolas noturnas, oficinas
profissionalizantes e asilos na capital paulista e em outras espalhadas pelo estado. Sua
atividade estava voltada para a mulher trabalhadora, pobre ou marginalizada pela sociedade,
bem como para suas crianças e órfãos. Anália trabalhou intensamente pela educação dos
mais pobres até seu falecimento em 1919, quando foi vítima de gripe espanhola.
PALAVRAS-CHAVE: história; educação; anália franco; ativismo sócio-educacional.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/2412651380425591
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20093357133003017001P2
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000449107
107

RELIGIÃO E CULTURA LOCAL: ESTUDO DE DOIS GRUPOS ESPÍRITAS


POTIGUARES

Oliveira, Fabio Fidelis de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

UFRN, RIO GRANDE DO NORTE,


CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA
NORDESTE
ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

A presente pesquisa tem como objeto de estudo o campo religioso espírita em suas conexões
com perspectivas culturais locais. Toma por base a análise de dois grupamentos espíritas
estabelecidos em Natal/RN: O Grupo Espírita Evangelho no Lar e o Centro Espírita
Garimpeiros da luz. Estes grupos representam um ponto de convergência de variados setores
desta religião, seja través de sua inserção na esfera local ou no contato com líderes de
grande influência nacional como, por exemplo, os médiuns Chico Xavier e Divaldo Franco.
Tem como objetivo, portanto, abordar as especificidades potiguares em suas vivências do
espiritismo, buscando a análise de possíveis conexões entre valores e temas culturais locais
com o espiritismo amplamente desenvolvido no Brasil. Assim, pretende atuar na delimitação
de influências, referências, representações e práticas de adaptação a um contexto local e
que assinalem vivências específicas. As abordagens até então desenvolvidas apenas se
referem à vivência de um espiritismo brasileiro perfeitamente aclimatado e desenvolvido em
contato com o substrato católico, contudo, permanece a lacuna de uma observação local que
graça sob peculiaridades que esta pesquisa pretende desvendar. A opção por uma
abordagem qualitativa, em perfeita consonância com a natureza das indagações formuladas,
foi considerada como caminho apropriado para nortear o estudo. Para tanto, será realizada
uma etnografia dos grupos em comento, tanto no emprego de entrevistas abertas com seus
membros quanto no contato e observação de suas atuações religiosas, quais sejam: reuniões
de estudos doutrinários, reuniões mediúnicas, palestras públicas, atendimento ao público.
Como resultados obtidos na pesquisa, citamos a delimitação de inegáveis referências
culturais locais no que diz respeito à identificação de personalidades do Rio Grande do Norte
reputadas como espíritos coordenadores ou atuantes nos trabalhos desenvolvidos pelos
grupos. Assim, Auta de Souza, poetisa emotiva e religiosa, Augusto Severo de Albuquerque
Maranhão, mártir da viação aeronáutica, Pe. João Maria, objeto de devoção popular, e
Abdias Antônio de Oliveira, ex-presidente da Federação Espírita do Rio Grande do Norte,
apresentam-se como presenças espirituais que conduzem vínculos de adaptabilidade ao
contexto local. Neste processo, merece destaque a atuação de médiuns que, dotados de
específico carisma, interagiram com os grupos no estabelecimento destas pontes culturais já
realizadas em seus próprios contextos (em nível nacional) através de vivências igualmente
possíveis de serem reproduzidas localmente. Estes e outros fatos apontam perspectivas de
circularidade cultural inclusive no que se refere a um maior engajamento com camadas
subalternas em verdadeira zona de convergência e circulação entre um espiritismo erudito e
outro bem mais voltado para a incorporação de elementos populares e locais.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; religião; cultura; sociologia.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7193338478790856
108

Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20093123001011004P0
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cp112819.pdf
109

ESPIRITISMO E CULTURA LETRADA: UMA FORTE VALORIZAÇÃO DO


ESTUDO PELA DOUTRINA KARDECISTA

Paiva, Alessandra Viana de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UFJF, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

O presente trabalho tem por intenção abordar o Espiritismo brasileiro como doutrina tal e
qual a doutrina originada na França, ou seja, com sua característica tripla de ciência, filosofia
e religião, sem que haja o entendimento de que no Brasil o aspecto religioso tenha tomado
maiores proporções em detrimento do aspecto científico. Esse estudo vai tentar perceber que
ao chegar ao Brasil, no século XIX, a Doutrina Espírita certamente foi influenciada pela
formação cultural do país e que o aspecto religioso, de fato, recebeu um maior destaque, o
que não significou, necessariamente, um afastamento de sua formação original francesa. O
trabalho se deterá com maior afinco a uma característica significativa do espiritismo que é a
forte valorização do estudo, o que nos mostra que seu lado científico está, assim como os
outros, a todo instante presente no universo espírita. A intenção é perceber que no
Espiritismo os aspectos de ciência, filosofia e religião coexistem de maneira complementar
uma vez que seu sistema ritual é formado pelo estudo, caridade e mediunidade. No estudo
destaca-se a intelectualidade dessa religião, a valorização da investigação racional e da
pesquisa experimental. Na caridade, o destaque é ao caráter cristão e, na mediunidade
destaca-se a relação entre homens e espíritos. Esses pólos estão interligados já que a
mediunidade engloba também a caridade e o estudo. O estudo e a caridade, por sua vez,
como formas de relação com o mundo espiritual são também mediunidade. Tudo isso nos
mostra que essa tríade (ciência, filosofia e religião) se apresenta, efetivamente, como o fio
condutor da doutrina de Allan Kardec também aqui no Brasil.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; doutrina; estudo; caridade; mediunidade.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20091432005016004P1
Download:
110

MOTIVAÇÃO PARA O TRABALHO VOLUNTÁRIO CONTÍNUO: UM ESTUDO


ETNOGRÁFICO NO NÚCLEO ESPÍRITA NOSSO LAR

Piccoli, Pedro
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS ADMINISTRAÇÃO UNIVALI, SANTA CATARINA, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Esta dissertação de mestrado tem por objetivo compreender os motivos que influenciam o
processo motivacional para o trabalho voluntário contínuo no Núcleo Espírita Nosso Lar,
organização localizada na Grande Florianópolis. Para fundamentar este trabalho foi revisada
a literatura sobre motivação para o trabalho e motivação para o trabalho voluntário, e
identificou-se um modelo conceitual desenvolvido pelo pesquisador e psicólogo norte
americano Louis A. Penner em 2002. Esse modelo serviu como base para nortear a presente
pesquisa. O estudo foi conduzido através do método qualitativo, com a utilização da
estratégia da pesquisa etnográfica. A forma de coleta do material empírico deu-se através de
entrevistas em profundidade e observação do pesquisador no campo por um período de oito
meses, além da obtenção de dados secundários pela consulta a documentos e informações
dos dirigentes. Para a análise do material empírico, utilizaram-se as variáveis/categorias
fornecidas pelo modelo de Penner (2002) e os respectivos fatores foram atribuídos pelo
pesquisador. O modelo utilizado como base para análise do presente estudo foi confirmado
em parte. A conclusão constatou que as características demográficas não influenciam o
voluntariado contínuo na organização estudada. No entanto, as categorias disposicionais –
crenças e valores pessoais, personalidade pró-social e motivos relacionados a voluntariado –
denotam influenciar o voluntariado contínuo. Quanto às categorias organizacionais, concluiu-
se que os atributos e práticas organizacionais também influenciam o voluntariado contínuo.
Não ficou evidenciado se a categoria organizacional – relacionamento com a organização –
influencia o voluntariado contínuo, por ser uma categoria da motivação extrínseca. A
identidade do papel voluntário, responsável direta pelo voluntariado contínuo na organização
estudada, é formada por três categorias disposicionais e uma organizacional, que interagem
entre si. Uma característica particular observada nos voluntários entrevistados, não abordada
no modelo de Penner, foi o fato de eles próprios ou familiares seus terem sido antes
pacientes na organização. Tal fato evidencia ter sido o responsável pela decisão de
tornarem-se voluntários.
PALAVRAS-CHAVE: motivação; trabalho-voluntário; etnografia.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/6139701408983409
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2009841005015005P3
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=153721
111

A REENCARNAÇÃO E SUA INTERFACE COM A BIOÉTICA

Ribeiro, Angélica Bogatzky


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

MULTIDISCIPLINAR BIOÉTICA CUSC, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

Partindo do pressuposto de que a Bioética é um movimento essencialmente pluralista, que


respeita linhas diversas de pensamentos na busca da melhor conduta frente aos avanços da
ciência, foi objetivo desse trabalho questionar se a Reencarnação, seja em sua essência
doutrinária ou filosófica, ou em sua figuração como hipótese científica de uma lei biológica,
poderia ou não ser modelo para reflexões bioéticas. Para isso, partindo-se do estudo
sistemático, analítico e crítico de obras literárias franca ou conceitualmente
reencarnacionistas, houve a preocupação de investigar a essência ética das principais
doutrinas que tratam da Reencarnação: Civilização do Antigo Egito; Hinduísmo; Budismo;
Taoísmo; Gnosticismo Cristão; Filosofia Pitagórica e Platônica da Grécia Antiga; Filosofia de
Leibniz e Espiritismo de Kardec na Idade Moderna. Estabelecida a relação entre a essência
do pensamento reencarnacionista e a ética, baseada, sobretudo, na crença da Imortalidade
das Almas, na Pluralidade das Existências e na lei cármica de causa e efeito, segundo a
Justiça Divina, houve o cuidado de levantarem-se pesquisas científicas sobre fatos e
fenômenos inexplicáveis pela ciência vigente, que suscitaram utilizar-se da hipótese de
Reencarnação ou Imortalidade das Almas para explicação conveniente dos resultados
encontrados, como Lembranças de Vida Passada, Experiência de Quase Morte e Fatos
Espíritas. A partir daí, o trabalho verteu pela Bioética, na busca de pontos de possível
interface entre a Reencarnação e os Princípios e Referenciais Bioéticos. Concluiu-se que a
Reencarnação oferece uma base filosófica, científica e doutrinária sustentável, com vistas a
um possível e eventual reconhecimento conceitual e prático pela Bioética.
PALAVRAS-CHAVE: bioética; reencarnação; ética; ciência.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20091133028010002P8
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=158934
112

IDENTIDADES (IN)VISÍVEIS: UM ESTUDO DE CASO DA CULTURA ESPÍRITA


EM SANTANA DO IPANEMA-AL

Vasconcelos, Daniel Arthur Lisboa de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UFAL, ALAGOAS, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO CENTRAL

RESUMO

PALAVRAS-CHAVE: cultura espírita; espiritismo em alagoas.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/0631131330512728
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2009226001012013P8
Download:
113

DETERMINISMO E UTOPIA: UM ESTUDO SOBRE O PENSAMENTO DE ALLAN


KARDEC
Medina, Ceres de Carvalho
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1998 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Este estudo é uma reflexão sobre o pensamento de Allan Kardec, cuja obra científica e
filosófica que se constitui na base do espiritismo no Brasil, onde a doutrina é vivenciada
como religião. Tendo como pressuposto que as construções intelectuais não obedecem
apenas elaborações lógicas. Contextualizamos e localizamos matrizes do conhecimento e
fontes teóricas que influenciaram aquele pensamento. Esta perspectiva distanciou o trabalho
das demais abordagens acadêmicas sobre o espiritismo, que o entendem fundamentalmente
como campo mediúnico e religioso, e permitiu que interpretassem o pensamento de Allan
Kardec, não como uma abordagem insular ao espírito, mas que pensando-o articulado ao
repouso de vida, morte e reencarnação refere-se ao homem na sua totalidade.
PALAVRAS-CHAVE: individualidade; livre arbítrio; espírito; revolução.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5901784797657009
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=199821933005010006P0
Download:
114

A NATUREZA DA DISSOCIAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE EXPERIÊNCIAS


DISSOCIATIVAS ASSOCIADAS A PRÁTICAS RELIGIOSAS

Negro Júnior, Paulo Jácomo


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Cento e dez indivíduos em um Centro Kardecista proeminente em São Paulo foram avaliados
com vários questionários e escalas que incluíram escalas de adaptação social, religiosidade,
felicidade, comportamento religioso geral, comportamento mediúnico (que inclui
comportamento dissociativo relacionado a práticas religiosas), a Tridimensional Personality
Questionnaire (TPQ), e a Escala de Experiências Dissociativas (DES). Resultados:
Comportamentos dissociativos podem existir em uma população não patológica sem história
de abuso infantil e que tais comportamentos podem ser socialmente controlados. A
demografia dos indivíduos com dissociação patológica sugere uma subpopulação coexistente,
porém distinta. Os resultados apenas parcialmente apóiam a teoria sóciocognitiva de
dissociação.
PALAVRAS-CHAVE: transtornos dissociativos; espiritualismo; comportam[?]; ritual.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19996533002010073P7
Download:
115

ENTRE 2 MUNDOS: O ESPIRITISMO DA FRANÇA E NO BRASIL

Stoll, Sandra Jacqueline


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Religião da modernidade, o Espiritismo quando surgiu, em meados do século XIX, foi


definido por Allan Kardec como sendo, ao mesmo tempo, ciência, filosofia e religião. Mas, no
Brasil, onde rapidamente se difundiu, adquiriu feição predominantemente religiosa. Essa
versão é consensual na literatura sobre o tema. Retomo-a com o objetivo de discutir a
questão da reinterpretação cultural: em lugar de "distorção" ou "desvio" em relação ao
modelo original francês, considero a versão brasileira como produto de um ato criativo. Isto
é, como particularização cultural e histórica de idéias e práticas com escopo de
universalidade. Outra questão considerada diz respeito às relações estabelecidas pelo
Espiritismo no campo religioso brasileiro. A literatura sobre o tema tende a enfatizar as
relações consolidadas entre o Espiritismo e as religiões afro-brasileiras. Enfoque que deixa
em segundo plano as relações mantidas com a religião ainda hoje dominante e hegemônica
no país: o catolicismo. Estas relações, conforme se pretende demonstrar nesse trabalho, são
fundamentais na medida em que definem o modo de expressão do Espiritismo consolidado
no Brasil. Este modo de expressão, arraigadamente católico, consolidou-se em tomo dos
anos 50. Porém, vem sendo nos últimos. anos objeto de crítica por parte de lideranças e
grupos que pretendem a renovação do movimento espírita no país. Esse movimento,
contudo, tem merecido pouca atenção dos estudos sobre o tema. O objetivo básico desse
trabalho, portanto, é investigar como se deu a produção do que chamo de estilo brasileiro de
ser espírita e investigar uma história do espiritismo, apresento estas questões por meio de
cortes sincrônicos, focalizando três personagens - Allan Kardec e dos médiuns brasileiros,
Francisco Cândido Xavier e Luiz Gasparetto. Esta estratégia permitiu-se constituir e
confrontar três versões, que os personagens em questão sintetizam. No contexto brasileiro
especificamente, salienta-se ainda a constituição de duas éticas: a da santidade, que tem na
figura de Chico Xavier o modelo exemplar, e a da prosperidade, que te Luiz Gasparetto como
propagador.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; kardec; chico xavier; gasparetto.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3459649093889272
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=199910133002010029P8
Download:
116

OS ESPÍRITAS E AS LETRAS: UM ESTUDO ANTROPOLÓGICO SOBRE


CULTURA ESCRITA E ORALIDADE NO ESPIRITISMO KARDECISTA

Lewgoy, Bernardo
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2000 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

O presente trabalho, feito com base em pesquisa etnográfica e análise de literatura, analisa o
modo como cultura escrita, oralidade e narrativas relacionam-se no espiritismo kardecista no
Brasil, tendo em vista a especificidade de uma religião que, ao se pretender cristã,
racionalista e erudita, legitima a autoridade de seu referencial doutrinário, cosmológico e
ritual por meio de práticas culturais letradas, que necessariamente envolvem a escrita e a
leitura em sua realização. Ao estabelecer um sistema de referências erudito, cuja base
divide-se entre, de um lado, orientações reveladas através do transe mediúnico e a discussão
grupal dessas orientações, o espiritismo atualiza não apenas um sistema religioso de
crenças, práticas e valores, mas toda uma cultura bibliográfica por meio de um conjunto de
performances de estudo e leitura, citação e comentário, oratória, doutrinação e prece, cujo
domínio constitui a condição de participação efetiva na religião, aliás práticas vinculadas a
uma socialização prévia no mundo escolar e erudito da sociedade. Investigou-se também
aspectos estruturais e temáticos da literatura espírita, composta principalmente de
dissertações e de narrativas, por constatar a sua centralidade na conversão, socialização e
reprodução de identidades no interior deste sistema religioso contemporâneo. Todas essas
questões foram articuladas ao trabalho de campo por meio de uma etnografia da leitura e da
fala, bem como por intermédio de uma descrição e análise de aspectos orais e escritos da
desobsessão. O caso Chico Xavier também é aqui analisado não somente por sua
importância no espiritismo brasileiro, mas também por condensar toda a gama de questões
abarcada neste trabalho.
PALAVRAS-CHAVE: kardec; espiritismo; antropologia da religião; cultura escrita; sociedade.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3088318037496321
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200012233002010029P8
Download:
http://hdl.handle.net/10183/16244
117

DEMÔNIOS E ANJOS (O EMBATE ENTRE ESPÍRITAS E CATÓLICOS NA


REPÚBLICA BRASILEIRA ATÉ A DÉCADA DE 60 DO SÉCULO XX)

Costa, Flamarion Laba da


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UFPR, PARANÁ, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

O estudo das religiões, mais especificamente Espiritismo e Catolicismo, abordado neste


trabalho, vem despertando nas últimas décadas grande interesse por parte de historiadores,
sociólogos e antropólogos. Foram analisados os discursos produzidos pelos espíritas e
católicos em território brasileiro, durante o período republicano, até a metade da década de
60 do século XX. A produção desses discursos caracteriza um embate entre os dirigentes e
os profitentes das duas religiões, demonstrando um acirrado confronto pela conquista de
espaço e poder na sociedade brasileira. Observa-se que o acirramento do confronto
acompanhou as transformações políticas e, consequentemente, transformações sócio-
econômicos que ocorreram a partir do final do século XIX, com a proclamação da República
em 1889. Essas tranformações se ampliaram no século XX, a partir da década de 30, com
nova agitação política e a subida ao poder de Getúlio Vargas, e as convocações para as
Assembléias Constituintes e processos eleitorais advindos desas constituintes. Para esta
análise foram adotados como base teórica os conceitos de carisma, urbanismo, racionalismo
e sofrimento de Max Weber, que consubstanciados e ampliados por Pierre Bourdieu, nos
forneceram a base teórica para esta análise. Acrescente-se, em termos de análise de
discurso, Michel Foucault e Eni Pulcinelli Orlandi, que proporcionaram uma maior clareza na
abordagem da produção de textos espíritas e católicos. Os discursos apresentados por essas
religiões (Espiritismo e Catolicismo) demonstram que seus dirigentes e profitentes
acompanharam os porcessos políticos e sociais que ocorreram no Brasil e neles se
envolveram, buscando cada grupo ampliar seu espaço, o que lhe garantiria maior
credibilidade, preponderância e poder.
PALAVRAS-CHAVE: religião; espiritismo; catolicismo; história.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4482889617788512
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200113640001016009P0
Download:
http://www.casadocaminhosc.org/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=15&Itemid=60
118

CHICO XAVIER EM COMUNICAÇÃO: PERSONAGEM, BIOGRAFIAS, EDIÇÕES


E PSICOGRAFIA

Fernandes, Magali Oliveira


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COMUNICAÇÃO PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho estuda o fenômeno Chico Xavier, um dos autores mais lidos no país e,
também, uma das personagens mais presentes e fortes de que se tem notícia nos últimos
tempos no Brasil. Escreveu 412 livros, desde 1932, produzidos, segundo o espiritismo, pelo
processo psicográfico - comunicação entre "espírito" e "médium", por meio da escrita. A lista
de escritores do além compõe-se de nomes tanto de personalidades consagrada no mundo
literário como de pessoas comuns. Sem exceção, vê-se divulgada nas mensagens a
existência da vida após a morte, na forma de: poemas, ensaios-doutrinários, romances,
cartas, aconselhamentos, interpretações bíblicas, aforismos, tec. O primeiro capítulo
apresenta um levantamento de informações que buscam demonstrar como é que Chico
Xavier se torna notícia, ao longo dos quase 70 anos de produção de seus livros - de 1932 a
2001 -, começando a atuar na esfera pública, para além do ideário kardecista. O segundo
capítulo analisa narrativas biográficas realizadas em torno de Chico Xavier, com base no
estudo de Propp, em seu exercício lógico a respeito dos contos de encantamento e da figura
do herói. O terceiro capítulo se concentra na averiguação de um caderno de recortes e
colagem de Chico Xavier, datado de 1924, como uma referência de fundamental importância,
no que diz respeito ao seu repertório de leitura e vivência pessoal em relação ao processo de
criação psicográfica como um todo.
PALAVRAS-CHAVE: chico xavier; espiritismo; edição; biografias.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7666306043313343
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200149233005010021P0
Download:
119

PEDAGOGIA ESPÍRITA: UM PROJETO BRASILEIRO E SUAS RAÍZES


HISTÓRICO-FILOSÓFICAS

Incontri, Dora
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Esta tese apresenta a Pedagogia Espírita, como uma proposta nascida no Brasil, atualmente
o país com maior número de adeptos do Espiritismo no mundo, mas cujas raízes remontam a
Sócrates e Platão, passando por interpretações não-ortodoxas do Cristianismo e por
pedagogos, como Comenius, Rousseau e Pestalozzi, que influenciaram Kardec, educador
francês e codificador da doutrina espírita. A primeira parte da tese discute as bases
epistemológicas do Espiritismo, que se pretende ciência, filosofia e religião, e defende o que
se chama neste trabalho de "o paradigma do espírito". Contextualizada a doutrina de Kardec,
primeiro no século XIX, em que surgiu, e depois no século XX, estabelecem-se paralelos e
confrontos com vertentes atuantes nesses períodos. Nesse diálogo, faz-se uma leitura crítica
de alguns elementos do pós-moderno, a partir da visão espírita, propondo-se o paradigma do
espírito como alternativa às perplexidades epistemológicas e existenciais que o homem
contemporâneo enfrenta. A segunda parte da tese examina as heranças e abordagens do
Espiritismo e suas consequências pedagógicas, buscando evidenciar que o paradigma do
espírito vinha sendo constituído desde os gregos e, com isso, faz-se uma releitura da
tradição ocidental. Descrevendo-se especificamente as contribuições de Sócrates e Platão,
Comenius, Rousseau e Pestalozzi, encerra-se esta parte com a abordagem proposta por
Kardec. Na terceira parte, faz-se um estudo exploratório da teoria e da prática de uma
Pedagogia Espírita emergente no Brasil, desde princípios do século XX, dando voz a
educadores e pensadores espíritas, até agora ignorados no contexto da cultura brasileira. Os
que fazem parte desta análise, pela contribuição original que deram à construção da
Pedagogia Espírita são: Eurípedes Barsanulfo (1880-1918), Anália Franco (1853-1919),
Tomás Novelino (1901-2000), Ney Lobo (1919- ) Pedro de Camargo (Vinicius) (1878-1966) e
J.Herculano Pires (1914-1979). A terceira parte termina com a apresentação de uma
proposta de Pedagogia Espírita, com seus fundamentos filosóficos, princípios gerais e
aplicações práticas. Conclui-se a tese, com a inserção da proposta pedagógica espírita num
projeto de educação brasileira, como elemento de influência para fazer validar a dimensão
espiritual do [?]
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; pedagogia espírita; cristianismo; pós moderno.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1348065394136777
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200161533002010001P6
Download:
http://www.espirito.org.br/portal/download/pdf/pedagogia-espirita.pdf
Obs.: Resumo com problema.
120

RELIGIÃO E PODER: INTRODUÇÃO A HISTÓRIA DO ESPIRITISMO EM


PERNAMBUCO
Sá, Vera Borges de
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UFPE, PERNAMBUCO, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

O eixo central de nossas investigações é o entendimento dos conflitos entre os modelos


eclesiais do Concílio de Trento e o do Concílio do Vaticano II, através das suas decorrências
para a formação dos respectivos ministros. Elegemos como palco para a análise, o Regional
Nordeste II da CNBB, no período de 1965 a 1990. Para atingir tal objetivo, analisamos as
mudanças ocorridas tanto na Igreja quanto na sociedade civil que levaram a um novo
modelo eclesial. A partir dele, examinamos o processo no qual o Seminário Regional do
Nordeste II (SERENE II) foi reestruturado de forma a corresponder às exigências então
postas, bem como alguns aspectos da dinâmica de seu funcionamento. No bojo da nova
estrutura do Seminário, estudamos o surgimento e nuances da atuação do Instituto de
Teologia do Recife (ITER). Percebemos o quanto em decorrência do conceito que a Igreja
apresenta de si mesma em cada modelo: sociedade perfeita, hierárquica e segregada, para
Trento, e povo de Deus, para o Vaticano II, no caso desse último, foi o Departamento de
Pesquisa e Assessoria (DEPA), também analisado, quem buscou ser a possibilidade de
formação para todos os segmentos enfatizados na nova concepção eclesial. A percepção de
que as novas formas de encarar a formação pressupunham alterações de fato, não ocorridas
na Igreja, levou-nos a considerar que a continuidade das instituições estudadas só teria sido
viável com uma correspondente mudança na atuação do conjunto dos Bispos e na forma
como estes percebiam a Igreja e as relações desta com outras organizações da sociedade
civil. A documentação examinada e os depoimentos orais gravados permitiram-nos atrelar o
início e a finalização daquelas experiências de formação aos dois modelos em conflito e ao
papel neles desempenhados pelo episcopado.
PALAVRAS-CHAVE: religião; espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3776943719534145
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200114325001019015P8
Download:
121

MEDICINA E RELIGIÃO NO ESPAÇO HOSPITALAR

Puttini, Rodolfo Franco


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE SAÚDE PÚBLICA/COLETIVA UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Com o propósito inicial de identificar e analisar as características e a emergência de


instituições hospitalares administradas por religiosos do espiritismo, o objetivo deste trabalho
é compreender as relações entre diferentes agentes terapêuticos, que utilizam
simultaneamente terapias religiosas e médicas no espaço médico. Escolhemos apenas uma
organização hospitalar que oferece assistência médica e espiritual às pessoas portadoras de
deficiências múltiplas. Utilizamos a metodologia de Pierre Bourdieu (praxiologia), elaboramos
entrevistas estruturadas e as aplicamos a agentes religiosos e profissionais da saúde com
roteiros específicos. Depois de interpretarmos a literatura espírita (Allan Kardec, Bezerra de
Menezes, André Luiz e médicos espíritas), analisamos as relações de forças entre quatro
tipos de agentes: agentes religiosos espíritas, agentes espíritas dirigentes, agentes religiosos
híbridos, agentes profissionais da saúde e agentes profissionais da saúde híbridos. Nesse
contexto, identificamos um caso de cura híbrida, espiritual e biomédica. Concluímos a
respeito de um campo de lutas simbólicas entre agentes. Nesse espaço hospitalar de
natureza híbrida, que favorece a compreensão das relações entre agentes que utilizam
práticas terapêuticas simultaneamente médica e religiosa, destacamos: o mercado de bens
espirituais, as estratégias utilizadas no processo de produção e distribuição dos serviços
terapêuticos espíritas e a circulação de bens de salvação dentro do campo religioso
PALAVRAS-CHAVE: instituições religiosas e eclesiásticas; hospitais - aspectos sociológicos; espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1019846359374592
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20042192633003017058P4
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000353669
122

VOLUNTÁRIOS: UM ESTUDO SOBRE A MOTIVAÇÃO DE PESSOAS E A


CULTURA EM UMA ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR

Sampaio, Jáder dos Reis


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS ADMINISTRAÇÃO USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Para este trabalho realizou-se um estudo de caso em uma creche visando a identificar novas
categorias de análise de cultura organizacional e motivação de voluntários em organizações
de Terceiro Setor. O Terceiro Setor é concebido como o conjunto de organizações sem fins
lucrativos, autogerenciadas, integrantes da sociedade civil, com finalidade pública ou
coletiva. Foram revistas as teorias de motivação de Abraham Maslow, David McClelland,
Joseph Nuttin, a partir das quais se desenvolveu um modelo complexo para o estudo deste
fenômeno, que contempla necessidades fisiológicas, tendências e schematas, além dos
próprios motivos. Os motivos são concebidos como projetos de ação baseados em relações
exigidas entre indivíduo e ambiente. Após a revisão das teorias de cultura organizacional de
Hofstede, Schein e Fleury, adotou-se o modelo de cultura organizacional de Fleury, acrescido
da análise de ethos e visão de mundo (oriundas dos trabalhos de Clifford Geertz) de
movimentos politicos, religiosos ou sociais subjacentes à organização. O estudo de caso
contou com o recurso de triangulação de dados, a partir de múltiplas técnicas de pesquisa:
observação participante, análise de documentos, história de vida e descrição de atividades.
Na análise do movimento religioso subjacente à creche, encontra-se uma proposta de ethos
e visão do mundo do Espiritismo desprendidos da leitura da obra de Allan Kardec e da
revisão bibliográfica de estudos antropológicos em organizações espíritas brasileiras. A
análise da história da organização mostrou existir um conflito entre um projeto de promoção
social, idealizado pelo fundador, e uma obra social preocupada com o desenvolvimento
pessoal e a oportunidade de realização de atividades humanitárias pelo voluntário, própria do
movimento espírita, assim como convênio com o poder público municipal, que
descaracterizou as atividades de creche como espaço de ação voluntária
PALAVRAS-CHAVE: terceiro setor; cultura organizacional.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7526330319008315
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200448933002010085P5
Download:
http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-24052007-160054/
123

FENOMENOLOGIA DAS EXPERIÊNCIAS MEDIÚNICAS, PERFIL E


PSICOPATOLOGIA DE MÉDIUNS ESPÍRITAS

Almeida, Alexander Moreira de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2005 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Para definir a fenomenologia das experiências mediúnicas, perfil e psicopatologia em


médiuns espíritas foram selecionados aleatoriamente 115 médiuns em centros espíritas e
utilizadas entrevistas estruturadas e qualitativas. A amostra tinha uma média de 48,1 ± 10,7
anos, sendo 76,5% mulheres, 46,5% com escolaridade superior e possuíam em média 3,5
tipos de mediunidade (incorporação 72%; vidência 63%; audiência 32%; psicografia 23%).
Houve baixa prevalência de transtornos mentais, boa adequação social e uma média de 4
sintomas schneiderianos de primeira ordem. Os médiuns diferiam em diversas características
de portadores do transtorno de identidade dissociativa
PALAVRAS-CHAVE: transtornos dissociativos; religião; psicologia.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/9072644751174322
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200516333002010073P7
Download:
http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5142/tde-12042005-160501/
124

CARIDADE ENTRE OS ESPÍRITAS: AUTO-AJUDA OU AJUDA MÚTUA?

Pereira, Maria Florice Raposo


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UFC, CEARÁ, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2005 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

A presente investigação parte do pressuposto que a caridade, entre os espíritas de Fortaleza,


enquanto realiza assistência material e espiritual a pobres desta capital, satisfaz
prioritariamente aos interesses dos caridosos que, através de sua ação, se organizam em
grupos e estabelecem relações de amizade, de afetividade, de troca, que enriquecem e dão
sentido às suas existências. Dá continuidade à investigação sobre o movimento espírita em
Fortaleza, realizada em dissertação de mestrado, optando pela pesquisa acerca da caridade
por entendê-la como o eixo no qual se sustenta a religiosidade espírita nesta cidade. Utiliza
como referencial teórico, em especial, a teoria de Marcel Mauss que considera a dádiva
fundante da sociedade. A pesquisa de campo desenvolveu-se nos centros espíritas
denominados Sociedade Espírita de Fortaleza (SEF) e Grupo Espírita Paulo e Estevão (GEPE).
As entrevistas com os caridosos e os beneficiários buscaram compreender como os mesmos
se avaliam e se percebem nessas condições. Aborda a política nacional que estimula a
difusão de Organizações Não-Governamentais (ONGs) e de práticas em geral que podem ser
agrupadas sob o título de ações solidárias ou solidariedade, nas quais se inclui a caridade
espírita. Investigou, a título de compreensão geral do tema, com a pobreza e as práticas
caritativas se difundiram no mundo ocidental e como alguns pensadores entenderam a
relação de trocas dadivosas entre os homens, em especial a que se intitula caridade. A
investigação concluiu que o volume intenso de ações caritativas em Fortaleza tem
contribuído para assegurar a sobrevivência de pobres de diversas denominações religiosas,
excepcionalmente espíritas, já que estes estão principalmente na classe média. A prática da
caridade, passando por uma tentativa de modernização e assumindo um caráter de
qualificação dos assistidos, não tem sido capaz de incluí-los na sociedade, como indivíduos
suscetíveis de proverem a sua própria existência ao mesmo tempo em que contribui para
desenvolver entre eles valores, comportamentos e expectativas que podem ser agrupadas
sob a designação de cultura do benefício. A caridade gera grupos assistenciais, dá origem a
centros espíritas, cria e fortalece elos entre os seus participantes e, sobretudo, dá visibilidade
e credibilidade ao espiritismo em Fortaleza.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; caridade; religião.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/0424094476714512
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200533822001018008P3
Download:
125

O LAR DE VELHINHOS IRMÃO ERASTO: MUITAS HISTÓRIAS PARA


CONTAR (O COTIDIANO DA ENTIDADE ESPÍRITA/FLORIANÓPOLIS -
1956-2000)
Schmitt, Jaqueline Aparecida Martins Zarbato
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UFSC, SANTA CATARINA, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2005 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Em 1956, no norte da Ilha de Santa Catarina começou a funcionar o Lar de Velhinhos Irmão
Erasto que faz parte da Sociedade Espírita Recuperação, Trabalho e Educação. Esse lugar
seria responsável pelo cuidado e tratamento de muitos idosos, seguindo o encaminhamento
do saber científico e da doutrina espírita. A análise do cotidiano da entidade permite o
desvelamento das experiências singulares de pessoas que vivem ali, com regras, disciplina,
horários. É a história desse lugar e de todos aqueles que estão envolvidos em seu cotidiano
que analisarei nesta tese.
PALAVRAS-CHAVE: velhos; espiritismo; cotidiano; lar irmão erasto.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1215217319481353
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200531941001010004P5
Download:
126

MULTICULTURALISMO, PLURALISMO E (IN)TOLERÂNCIA RELIGIOSA: O


RELACIONAMENTO DOS ESPÍRITAS PERNAMBUCANOS COM OS ADEPTOS
DE OUTRAS RELIGIÕES (1990-2004)

Oliveira, Aurenea Maria de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UFPE, PERNAMBUCO, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Nesta tese o que pretendemos analisar são as relações de tolerância/intolerância religiosa


que se dão entre os adeptos do Espiritismo kardecista e os adeptos de outras religiões, isto a
partir da admissão da existência de um cenário multicultural que, estimulado por uma era
globalizada, promove encontros e misturas de vários tipos de povos que se fazem
acompanhar pela emergência de demandas cada vez mais plurais, que reclamam a
convivência com o Outro, diferente/semelhante de/a nós. Desse modo foi que procuramos
examinar essas relações buscando especificamente entender na esfera de um pluralismo
religioso, como os kardecistas se posicionam dentro desse atual contexto, contexto este que
os obriga a lidar com a questão da diversidade e competitividade entre religiões tendo em
vista que, a quebra da hegemonia da religião católica que se vem dando no mundo, e
também no Brasil, tem se realizado de modo a fazer emergir culturas e subculturas religiosas
que lutam entre si pela conquista de adeptos. Neste sentido, é que acreditamos ser relevante
compreender como este segmento religioso tem vivenciado/se portado ante esse conflito,
isto é, o conflito entre a prática da tolerância e/ou intolerância com membros de outras
religiões por um lado, e a busca de expansão do Espiritismo por outro.
PALAVRAS-CHAVE: multiculturalismo; tolerância; intolerância; religião.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/8610442220256282
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20062125001019012P9
Download:
http://www.bdtd.ufpe.br/tedeSimplificado//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=7
127

AS ARTES DO DAIMON: À PROCURA DE UMA POÉTICA PERDIDA

Rangel Junior, Vicente Marins


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES LETRAS UFRJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

A partir da hipótese da existência, no ser humano, de uma contraparte não-material que


recebe a denominação de espírito (pneuma) ou alma (psyché), e da consequente
pressuposição de sua sobrevivência à morte dos corpos densos - idéia fundamentada em
antigas e modernas concepções filosóficas, científicas e religiosas formuladas pela
humanidade - , o presente estudo visa a investigar a atuação desse elemento (também
conhecido na cultura grega antiga sob o nome enigmático e polissêmico de daimon) na pro-
dução de obras de arte, quer no apelo ao "inconsciente" (entendido como repositório de
conhecimentos localizados no psiquismo do próprio artista), quer na incidência de influências
externas (oriundas de personalidades estranhas a este mesmo psiquismo). Tal atuação, que
se presentifica na história da poiesis como inspiração, foi classificada em dois tipos
principais: o endógeno, no primeiro caso, e o exógeno, no segundo. São reportados, no de-
curso da arte ocidental, vários exemplos que atestam a ocorrência concreta do fenômeno
inspirativo ou intuitivo no campo da gênese artística. Em torno desta constatação, resultante
da investigação empreendida, procede-se então a um protesto veemente contra a
redução/compressão das dimensões da realidade - fato verificado na histórica e sistemática
negação do fator espiritual na procedência das obras de arte - , seguido de uma provocadora
sugestão de alargamento daquelas mesmas dimensões configurativas do real, a partir da
possibilidade concreta de vigência de um outro nível de realidade, paralelo ao nível tangível,
cujos contornos abrem novas possibilidades interpretativas do fenômeno "poiético",
entendido como fruto das relações entre os mecanismos psíquicos do artista criador e a
correspondente praxis criativa. Levantando elementos conceituais oriundos de sistemas
espiritualistas de abordagem do real, mais especificamente o corpus doutrinário do
Espiritismo, no qual se baseiam explicações e categorizações aqui presentes, o texto se dis-
põe na interseção de disciplinas literárias, estéticas, filosóficas, psicológicas, científicas e
religiosas, realizando na prática uma interdisciplinaridade cujo objetivo é o aclaramento de
uma origem específica da obra de arte - o que nos permite considerá-lo, na medida em que
propõe uma di-ferente descrição do processo criativo em sua proveniência imediata, um
trabalho de caráter "genético", no qual se estabelecem os fundamentos de uma vertente
pneumática ou mediúnica na pro-dução de obras de arte.
PALAVRAS-CHAVE: poética; arte; espírito; inspiração; daimon; mediunidade.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200639431001017071P2
Download:
http://www.letras.ufrj.br/ciencialit/trabalhos/2006/vicentemarins_asartes.pdf
128

UMA FÁBRICA DE LOUCOS: PSIQUIATRIA X ESPIRITISMO NO BRASIL


(1900-1950)
Almeida, Angélica Aparecida Silva de
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

O objetivo foi investigar o processo de construção da representação da mediiunidade


enquanto loucura, definida como "loucura espírita". Houve um conflito entre dois grupos
(psiquiatras e espíritas) com visões e abordagens diferentes sobre a mente e a loucura,
disputando um mesmo espaço no campo científico. Os médicos publicaram livros, teses e
artigos combatendo o Espiritismo. Os espíritas publicaram livros, escreveram artigos,
produziram uma tese em medicina e fundaram hospitais psiquiátricos espíritas. A resollução
desse conflito se relaciona com o alcance de inserção e legitimação social pelos dois grupos,
mas em campos diferentes. A Psiquiatria conquistou o seu espaço majoritariamente no meio
médico acadêmico, enquanto o Espiritismo se legitimou basicamnte no campo religioso.
Entretanto, as representações sobre a doença mental junto à sociedade brasileira
apresentam influências dos dois grupos. Esta disputa simbólica entre representações
colaborou na constituição da Psiquiatria e do Espiritismo como os entendemos hoje no Brasil.
PALAVRAS-CHAVE: brasil; religião; século xx; espiritismo; psiquiatria.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1018216342217716
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20071133003017019P9
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000404162
129

SEGURA NA MÃO DE DEUS E VAI: TRATAMENTOS CLÍNICOS ESPÍRITAS E


SUAS CONDIÇÕES DE FELICIDADE

Garcia, Simone Ribeiro


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

UNB, DISTRITO FEDERAL, CENTRO-


CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA
OESTE
ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

O presente trabalho tem como objeto os tratamentos clínicos realizados em instituições


espíritas ou por médiuns curadores autônomos. Seu objetivo central é analisar em que
condições os tratamentos são avaliados, por aqueles que se tratam, como processos
bemsucedidos. Com o enfoque etnográfico, foram observadas cinco diferentes práticas
clínicas e ainda entrevistadas dezoito pessoas que se submeteram aos tratamentos,
resultando em vinte e dois casos clínicos. Os dados foram analisados sob a perspectiva da
Filosofia da Linguagem Ordinária, mais especificamente com a teoria dos atos de fala de
Austin sobre condições de felicidade dos performativos, e ainda com elementos da teoria de
Searle e de Grice. Os dados apontaram para uma estrutura clínica, que muito se assemelha à
encontrada em outros tipos de tratamentos, que são entendidas como traços gerais que
servem de base para o fazer clínico. Foram identificadas três diferentes posturas em relação
ao tratamento, por parte das pessoas atendidas, que estão de diferentes formas relacionadas
à felicidade ou à infelicidade dos processos. Os aspectos sagrados dos atendimentos, mesmo
configurando-se uma promessa inflada de cura, não garantem isoladamente sua felicidade,
dependendo esta, principalmente, das seguintes condições: manutenção e legitimação da
autoridade do agente de cura, pedido genuíno de ajuda e presença de infortúnio grave ou
crônico.
curas espirituais; valentim; psicologia; tratamentos espíritas; joão de abadiânia; condições
PALAVRAS-CHAVE:
de felicidade; comunhão espírita.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/8339812525994239
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20071853001010064P1
Download:
http://bdtd.bce.unb.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=2744
130

UMA ESCRITORA NA PERIFERIA DO IMPÉRIO: VIDA E OBRA DE EMÍLIA


FREITAS (1855-1908)
Oliveira, Alcilene Cavalcante de
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES LETRAS UFMG, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Esse estudo sobre a trajetória de vida e obra da escritora cearense Emília Freitas (1855-
1908) configura trabalho de biografia literária, no qual se realiza abordagem interdisciplinar,
especialmente de Literatura e de História, inscrevendo-se na perspectiva das pesquisas de
recuperação de autoria feminina. Trata-se de uma escritora abolicionista, republicana e
espírita que despendeu um espaço significativo de sua produção intelectual para essas
questões, além de desenvolver uma atmosfera gótica e fantástica em sua ficção, e discorrer
sobre questões de gênero, como a violência contra mulheres. Emília Freitas residiu em
Fortaleza, Belém e Manaus; publicou tanto romances como poesias; elaborou artigos sobre
as referidas temáticas, publicando-os em diferentes jornais das cidades em que viveu.
PALAVRAS-CHAVE: escritora; abolição; espiritismo; gênero; gótico; fantástico.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/0849650918660622
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20076432001010056P6
Download:
http://hdl.handle.net/1843/ECAP-73BHB7
131

CÉU, INFERNO E PURGATÓRIO: REPRESENTAÇÕES ESPÍRITAS DO ALÉM

Silva, Fábio Luiz da


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UNESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

A crença na existência da vida após a morte é uma das mais fundamentais da humanidade.
Ao longo da história, várias representações desse além foram difundidas pelas mais diversas
religiões. A modernidade fez pensar que tal crença fosse típica apenas das sociedades
mergulhadas no religioso e que a sociedade contemporânea tivesse reduzido o além a uma
metáfora qualquer. Não foi isso que aconteceu. Apesar de o céu ter se tornado profano,
lugar para a ciência, o céu religioso sobrevive. Para demonstrar isto, analisamos as
representações espíritas do além, principalmente a partir da obra “Nosso Lar”, de Francisco
Cândido Xavier. A pesquisa se inicia com a constatação da transformação do céu sagrado em
céu profano, na visão de Allan Kardec sobre o mundo dos mortos, e concluímos ela ser
menos estruturada que a versão brasileira. Em seguida, reafirmamos o que outros estudiosos
já haviam percebido: o Espiritismo brasileiro enfatizou muito mais o aspecto religioso da
doutrina, reproduzindo em forma de conflito entre grupos, a contradição básica formulada
pela proposta de Kardec de conciliar religião e ciência. Assim, defendemos que houve desde
o início da sua história, a assimilação de elementos do universo católico, propiciando uma
doutrina bem familiar à cultura brasileira, o que colaborou para a legitimação do Espiritismo
no Brasil. Essa característica é bem visível nas narrações e descrições do além contidas nas
obras de Chico Xavier, o que lhe garantiu a identificação com público a quem esses livros se
destinam. A cidade espiritual “Nosso Lar”, descrita no livro de mesmo nome, foi o centro de
nosso trabalho. Um estudo atento dessa obra revelou diversos símbolos tradicionais ligados
ao mundo religioso cristão que já compunham o imaginário do além e também o acréscimo
de novas imagens próprias do momento histórico em que foi produzida. Concluímos que
“Nosso Lar” pode ser considerada uma utopia, uma espécie de paraíso cristão relido pela
mentalidade espírita brasileira datada da primeira metade do século XX. Nesse sentido,
“Nosso Lar” é tanto a “Jerusalém Celeste” quanto o inverso da cidade terrestre, no caso, o
Rio de Janeiro da década de 40, sobre a qual “Nosso Lar” se localizaria. Ao final, percebemos
que as descrições e narrativas dos mortos podem nos revelar muito sobre como é, e como
gostaríamos que fosse o mundo dos vivos e isto pode explicar as leituras realizadas do
“Nosso Lar” pelo público nacional desde a década de 40.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; além; religião; chico xavier.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4298105811318700
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2007233004048018P5
Download:
132

O GABINÊ FLUIDIFICADO E A FOTOGRAFIA DOS ESPÍRITOS NO BRASIL: A


REPRESENTAÇÃO DO INVISÍVEL NO TERRITÓRIO DA ARTE EM DIÁLOGO
COM A FIGURAÇÃO DE FANTASMAS, APARIÇÕES LUMINOSAS E
FENÔMENOS PARANORMAIS

Andrade, Mário Celso Ramiro de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES ARTES USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Esta tese foi desenvolvida a partir de duas frentes de trabalho distintas, porém
complementares: a primeira procura rastrear o surgimento e identificar a produção da
chamada Fotografia dos Espíritos no Brasil, um acervo de imagens com características
próprias, encontradas a partir do início do séc. XX no país, que registram as supostas
manifestações espirituais e paranormais ocorridas em várias localidades brasileiras, ao longo
de quase um século. São imagens que pretendem demonstrar a ocorrência de determinados
fenômenos, sob determinadas condições, em determinados ambientes e, invariavelmente, na
presença de testemunhas oculares e suas câmeras fotográficas. Numa outra frente, este
trabalho propõe uma leitura da produção artística do autor, em diálogo com vários
pressupostos da fotografia dos espíritos; dando continuidade ao trabalho que foi tema da
dissertação de mestrado em poéticas visuais, defendida na Escola Superior de Arte e Mídia
de Colônia (Kunsthochschule fur Medien Köln), na Alemanha, em 1997. Ao associar essas
duas frentes de trabalho, torna-se possível identificar várias zonas de intersecção entre a
prática fotográfica espiritual e a produção artística aqui enfocada, revelando que objetos do
conhecimento aparentemente distintos mostram-se intimamente implicados, quando
analisados sob a perspectiva da arte.
ectoplasmia; fotografia dos espíritos; fotografia espírita; fotografia; aparições
PALAVRAS-CHAVE: fantasmáticas; arte; fotografia do invisível; fotografia de materializações; fotografia
paranormal.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/8752834572712717
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20081833002010198P4
Download:
http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27159/tde-13072009-190522/
133

DE MÉDICOS E MÉDIUNS: MEDICINA, ESPIRITISMO E LOUCURA NO


BRASIL DA PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XX
Jabert, Alexander
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA FIOCRUZ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Este estudo tem como objetivo investigar como foi construída, no Brasil, uma forma de
terapêutica e de saber de orientação kardecista sobre a loucura, tomando também como
aspecto a ser investigado a percepção e o posicionamento da classe médico-psiquiátrica
diante desse saber, que era, e ainda é, embora de forma menos contundente, seu
concorrente pela hegemonia do tratamento da loucura e do louco. Destaco, neste estudo, os
pontos de aproximação e de afastamento que podem existir entre as estratégias de atuação
dessas duas propostas de intervenção sobre este mesmo objeto. Nesse sentido, este
trabalho se propõe a investigar o modelo espírita de definição e tratamento da loucura e os
efeitos que esta produção conceitual produziu no interior da própria classe médica. Também
pretendo analisar como se deu o estabelecimento de instituições destinadas à internação de
alienados, dirigidas por associações de doutrina espírita e possuidoras de um modelo próprio
de tratamento. Ao propor a investigação do problema social gerado pela loucura e pelo
louco, pretendo enfatizar o seu aspecto multidimensional, isto é, enquanto fato social capaz
de criar diferentes análises e soluções conceituais por grupos heterogêneos de atores sociais
que irão inscrevê-la dentro de seus sistemas próprios de significação e de entendimento.
Mesmo possuindo modelos explicativos diferenciados, estes grupos apresentam uma mesma
capacidade de produzir intervenções, desenvolver políticas, administrar instituições de
internamento e tratamento, mobilizar vários setores da sociedade e estabelecer alianças com
o poder público.
PALAVRAS-CHAVE: saúde mental; psiquiatria; religião; espiritismo; história; brasil.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7070028951605028
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2008231010016006P1
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=114622
134

A CONSTRUÇÃO DA EXPERIÊNCIA ESPIRITUAL E SUA PROBLEMATIZAÇÃO


COMO LUGAR DE SUPERAÇÃO DOS LIMITES DO PARADIGMA BIOMÉDICO:
UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A REFLEXÃO SOBRE ESPIRITUALIDADE NA
EDUCAÇÃO MÉDICA

Oliveira, Eliane Silva de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UFC, CEARÁ, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Esta tese apresenta uma pesquisa qualitativa sobre a construção da experiência espiritual e
sua problematização como lugar de superação dos limites do paradigma biomédico e se
propõe a contribuir para a reflexão obre espiritualidade na educação médica em três
cenários: no contexto em que as mães recorrem a explicações transcendentais quando na
enfermaria Mãe-Canguru na Maternidade Escola Assis Chateaubriand; junto aos sujeitos que
buscam os rezadores no Programa de Saúde da Família Novo Iracema , em Maranguape; e
através das narrativas de sujeitos que vivenciaram experiência de quase-morte (EQM) e
experiência de quase-morte símile (desdobramento). A pesquisa tem como metodologia a
história oral temática (método de pesquisa antropológico – ciência do individuo), utilizando
entrevistas semi-estruturadas , com uma abordagem transdisciplinar, numa perspectivas
multirreferencial, ou seja, uma leitura plural utilizando sistemas de referencias distintos;
vividos nos processos de adoecimento e cura; com o objetivo de estudar o que essas
experiências apontam como perspectivas de superação dos limites do paradigma biomédico.
As narrativas foram gravadas, transcritas em seguida foi realizada a análise, cojetando com
referencial teórico desta tese: ciência da educação, ciência médica e o pensamento espírita
em seu aspecto religioso, filosófico e cientifico. A análise no corpo deste estudo, levou à
compreensão: da necessidade de uma conceituação do sujeito humano (como ser espiritual);
da necessidade de se considerar as produções simbólicas que remetem a dimensão
transcendente, considerando os fenômenos da ordem espiritual, como fenômenos que
devem ser considerados em medicina; as experiências de quase-morte e os desdobramentos
sugerem a existência de uma individualidade extracorpórea, consciente, com identidade,
inteligência, memória, dotado de faculdades transcendentes, capazes de vivenciar
experiências como seres espirituais, as quais devem ser levadas em consideração na prática
médica, principalmente na relação médico-paciente com sujeitos em coma e no momento do
processo de morte e repensar o tempo de reanimação e os critérios utilizados para
determinação do sucesso dessas manobras; de que estudos multirreferenciais utilizando o
pensamento espírita, na perspectiva religiosa, filosófica e cientifica deverão ser realizados
desenvolvendo o paradigma médico-espírita, como contribuição relevante para a medicina.
experiência espiritual; espiritualidade; experiência de quase morte; história oral;
PALAVRAS-CHAVE:
multirreferencial; espiritismo; educação médica.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20083122001018001P9
Download:
135
136

O CASO HUMBERTO DE CAMPOS: AUTORIA LITERÁRIA E MEDIUNIDADE

Rocha, Alexandre Caroli


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES LETRAS UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Entre 1937 e 1969, publicaram-se 12 livros que o médium Francisco Cândido Xavier atribuiu
ao escritor Humberto de Campos e a Irmão X. O objetivo desta tese é estudar o
funcionamento autoral desses textos. Ela foi dividida em cinco capítulos: uma apresentação
de Humberto de Campos; um breve histórico da mencionada atribuição de autoria; uma
análise da construção de um autor espiritual; uma leitura de cinco textos do conjunto
mediúnico; e uma interpretação das noções autorais despertadas por tais livros
PALAVRAS-CHAVE: literatura brasileira; autoria; espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1023198477094559
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20083151033003017031P9
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000443434
137

MINEIRIDADE, REPRESENTAÇÕES E LUTAS DE PODER NA CONSTRUÇÃO


DA „MINAS ESPÍRITA‟: DA UNIÃO ESPÍRITA MINEIRA A FRANCISCO
CÂNDIDO XAVIER (1930-1960)
Silva, Raquel Marta da
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UFSC, SANTA CATARINA, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Este trabalho tem como objetivo compreender a prática discursiva adotada pelos líderes da
União Espírita Mineira (Instituição fundada em Belo Horizonte, no início do século XX e que
arrogava para si o posto de liderança do movimento espírita no estado), especialmente,
entre os anos 40 e 50. Nesta época, estes líderes procuravam divulgar a idéia de que este
estado servia de modelo para os demais movimentos espíritas estaduais. Ou melhor,
procuravam construir representações que gravitavam em torno da idéia de hegemonia do
movimento mineiro perante o movimento espírita nacional. Observou-se que, a princípio,
esses líderes apropriavam-se das representações da mineiridade para justificar tal
hegemonia. Mas, com o tempo, passaram a justificá-la e a relacioná-la à presença do
médium Francisco Cândido Xavier no estado. Ao supervalorizarem tal presença,
redimensionaram o valor simbólico que esse médium poderia ter para esta instituição e para
o prestígio do movimento que lideravam. Dentre as representações, passaram a defender
que Chico Xavier era a “Usina de Luz” de Pedro Leopoldo e de Minais Gerais. Em pouco
tempo, o próprio estado de Minas também ganhou esse status, ou seja, líderes da União
passaram a divulgar a representação que elevava Minas à condição de “Usina de Luz” do país
e do mundo.
PALAVRAS-CHAVE: representações; movimento espírita mineiro; francisco cândido xavier.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/2413747677146399
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20083741001010004P5
Download:
http://www.tede.ufsc.br/teses/PHST0332-T.pdf
138

O MUNDO ESPÍRITA VIRTUAL: NAVEGANDO PELAS MALHAS DA CIÊNCIA,


DA TECNOLOGIA E DA RELIGIÃO

Elias Junior, Alberto Calil


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UERJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Um dos produtos mais visíveis da chamada era digital, a internet vem despertando o
interesse da parte da população brasileira. De inovação tecnológica a um lugar por onde vai
passar toda a cultura dos próximos anos, este novo espaço de sociabilidade cada vez mais se
imiscui em nosso cotidiano servindo de arena privilegiada para toda uma gama de
acontecimentos que ganham corpo e vida no ciberespaço. Neste aspecto, chama atenção a
crescente presença de grupos religiosos espalhados por estes ambientes. Dentre estes, os
espíritas estiveram na vanguarda. A ocupação que os espíritas vêm realizando do
ciberespaço se apresenta como um caso bom para pensar sobre o espiritismo brasileiro, em
particular sobre as relações entre ciência e religião, bem como as formas de apropriação
dessas categorias pelos espíritas. A literatura sócio-antropólogica sobre o espiritismo é
unânime em apontar estas duas categorias como essenciais para a compreensão das práticas
espíritas e, em relação aos participantes do mundo espírita virtual estas mesmas categorias
surgem como referências constantes tanto no discurso quanto no cotidiano. A partir da
circulação de um grupo de adeptos pelo mundo espírita virtual este trabalho tem por objetivo
analisar as práticas e relações construídas pelos espíritas nos ambientes virtuais bem como
discutir as formas através das quais as citadas categorias vêm se constituindo menos como
uma zona de diálogos do que como um campo de tensões, o que sinaliza para a existência
de distintos programas de verdade em circulação pelo mundo espírita virtual. Discutir as
implicações daí advindas se coloca como um dos objetivos desta investigação.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo ciberespaço antropologia da religião.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/9490009776453579
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20091031004016020P8
Download:
139

O CENTRO ESPÍRITA NO ITINERÁRIO TERAPÊUTICO EM SITUAÇÕES DE


VIDA

Fenili, Rosangela Maria


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE ENFERMAGEM UFSC, SANTA CATARINA, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Esse estudo teve como objetivo compreender o significado da busca de um Centro Espírita
como parte do itinerário terapêutico no processo de cuidado em situações de vida. Foi
desenvolvido à luz do modelo de Sistema de Cuidados à Saúde de Arthur Kleinman e do
pensamento interpretativista de Clifford Geertz. Estudo de abordagem qualitativa, tipo
exploratória descritiva, com a coleta de dados inspirada pelo método da observação
participante e entrevista semi-estruturada. Participaram do estudo onze informantes que
buscaram as práticas terapêuticas desenvolvidas em um Centro Espírita de orientação
kardecista situado em uma capital da Região Sul. Os dados foram tratados a partir da análise
de conteúdo de Bardin, resultando na construção do eixo temático: a busca pelo cuidado e
tratamento para as situações de vida. Este estudo procurou mostrar a busca das pessoas por
práticas terapêuticas para o cuidado e tratamento em suas situações de vida, possibilitando
uma compreensão da inserção em seu itinerário, e uma aproximação com o seu universo
sociocultural. Os sujeitos referiram que o acolhimento recebido, o autoconhecimento que
oportunizou refletirem sobre suas vidas e o conhecimento que gerou a compreensão de
experiências que vivenciavam, contribuíram para amenizar e ou resolver seus sofrimentos e
adoecimentos. Ao desenvolver sua prática, mesmo com o embasamento da Doutrina Espírita,
o Centro Espírita tem-se apropriado de uma estrutura organizada, sugerindo uma
medicalização do cuidado dentro desse espaço de atendimento. O estudo traz contribuições
incitando singular discussão e reflexão quanto à importância da abertura para outras formas
de cuidado, permitindo-nos o diálogo entre as diferentes áreas de conhecimento e saberes e
concretizando um cuidado mais sensível nas diferentes situações de vida das pessoas. Abre
novas perspectivas para que outros pesquisadores possam aprofundar as questões aqui
levantadas.
PALAVRAS-CHAVE: sistema de cuidado à saúde; itinerário terapêutico; centro espírita.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1031778190820117
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20092141001010009P7
Download:
http://www.tede.ufsc.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1252
140

LAR ESCOLA DR. LEOCÁDIO JOSÉ CORREIA: HISTÓRIA DE UMA


PROPOSTA DE FORMAÇÃO NA PERSPECTIVA EDUCACIONAL ESPÍRITA
(1963 - 2003)
Fuckner, Cleusa Maria
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UFPR, PARANÁ, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

O objetivo norteador deste estudo foi constituir aspectos da trajetória histórica do Lar Escola
Dr.Leocádio José Correia, no período entre 1963 e 2003. Esta escola fundada na cidade de
Curitiba, pelo professor e médium Maury Rodrigues da Cruz, é vinculada à SBEE (Sociedade
Brasileira de Estudos Espíritas), que é uma Instituição filantrópica e beneficente, que tem por
objetivo estudar as manifestações espíritas, divulgar os princípios da doutrina dos espíritos e
proporcionar assistência social às famílias carentes. Através de doações da comunidade foi
construída a sede atual, ampla e com espaços diferenciados para a educação infantil. Ao
longo de sua trajetória a escola passou por práticas diferenciadas, atendendo meninos
órfãos, educação especial e ensino fundamental. A partir de 1998 a escola centralizou seu
trabalho na Educação Infantil. Desde o início das atividades desenvolvidas por essa
Instituição, o objetivo maior, segundo o seu estatuto, foi o de “educar para a liberdade
consciente”. Atualmente a Instituição é também a mantenedora da Faculdade Dr. Leocádio
José Correia, que desenvolve entre outros, os cursos de Administração de Empresas,
Pedagogia e Teologia Espírita, objetivando formar profissionais na área educacional e com o
referencial da doutrina espírita. Este trabalho está dividido em duas partes na primeira
intitulada: Espiritismo e Educação: uma construção histórica, a nossa proposta é analisar
antecedentes do pensamento educacional espírita, bem como as obras didáticas de Hippolyte
Léon Denizard Rivail (Allan Kardec), intelectual da educação francesa e depois autor das
obras de codificação da doutrina espírita; Investigamos também na primeira parte o
espiritismo no seu processo histórico de consolidação e a relação com a educação,
compreendendo o movimento espírita na cidade de Curitiba. Na segunda parte que
chamamos Da Teoria à Vivência na Prática procuramos compreender a figura de Leocádio
José Correia, o patrono e mentor intelectual da Instituição a partir da sua ação enquanto
Inspetor Paroquial das Escolas de Paranaguá no período de 1885- 1886, bem como suas
ideias e permanências na Instituição que hoje leva seu nome. Trabalhamos com as fontes
escritas e orais da Instituição no sentido de construir uma análise fundamentada nas fontes
da trajetória da escola como proposta e prática de uma educação espírita a partir da
categoria cultura escolar. Este trabalho se fundamentou na História Cultural enquanto olhar
investigativo de uma determinada realidade e concepção de mundo. Refletimos nosso objeto
a partir da fundamentação de Pesavento, Chartier e autores da História Cultural que nos
ajudaram a compreender as fontes constituídas pelo arquivo da escola, da SBEE, além das
fontes da Igreja e da imprensa.
PALAVRAS-CHAVE: instituição espírita; educação; história; memória.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4092611317969516
141

Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20092940001016001P0
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=182267
142

A PLAUSIBILIDADE DA ORDO AMORIS ESPÍRITA NO CONTEXTO DA CRISE


ÉTICA CONTEMPORÂNEA

Pereira, André Andrade


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UFJF, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Diante da crise mundial da ética na contemporaneidade esta tese busca equacionar em que
medida o Espiritismo, religião que nasce em 1856 na Europa e hoje tem sua maioria de
adeptos no Brasil, propõe alternativas plausíveis capazes de alimentar a esperança de uma
outra globalização possível. Com ênfase na ética do amor, o espiritismo tem uma visão de
sociedade que se contrapõe ao atual estágio do capitalismo mundial e a ideologia
materialista que o legitima e idolatra novos deuses: a tecno-ciência, o sistema de mercado e
o dinheiro. Além disso, como herdeiro de Comenius, Pestalozzi e Rousseau, Allan Kardec
desenvolveu uma visão pluralista das religiões e legou um verdadeiro campo aberto ao
diálogo entre as diferentes tradições espirituais da humanidade. Esta tese faz um exercício
de diálogo entre a mensagem de Buda e a de Jesus, no âmbito do espiritismo, e avalia em
que medida o amor seria uma resposta ecumênica aos desafios éticos da globalização. Quem
ama dialoga, e só quem dialoga é capaz de amar. O diálogo entre as religiões surge como
uma alternativa de sobrevivência humana a partir da valorização das diferenças e do
combate aos fundamentalismos de todo tipo
PALAVRAS-CHAVE: budismo; ética; espiritismo; amor; globalização; teologia; diálogo inter-religioso.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/8496116061962924
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2009632005016004P1
Download:
http://www.bdtd.ufjf.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=499
143

MODERNO-ESPIRITUALISMO E ESPAÇO PÚBLICO REPUBLICANO:


MAÇONS, ESPÍRITAS E TEOSOFISTAS NO CEARÁ

Silva, Marcos José Diniz


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UFC, CEARÁ, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

Analisa a atuação de maçons, espíritas e teosofistas no espaço público cearense da primeira


metade do século XX, enquanto componentes de uma configuração moderno-espiritualista,
aqui definida como vertente espiritualista influenciada pelo racionalismo, cientificismo-
positivista e guardando elementos das tradições esotéricas e ocultistas. As ideias moderno-
espiritualistas de evolução espiritual através da reencarnação, de evolução planetária e
cósmica, de comunicabilidade entre os vivos e os mortos (Espíritos), de fraternidade e
unidade essencial de todas as crenças religiosas; será perceptível nos discursos e práticas
sociais dos seus adeptos, através da formulação de proposições alternativas de caráter
religioso, social, político. Em seu processo de inserção e difusão, aqui percebido entre as
décadas de 10 e 30, do século passado, confrontam-se essas novas ideias com o catolicismo
dominante, em reorganização institucional após a secularização republicana e o
estabelecimento da liberdade religiosa (Constituição de 1891). Na percepção dessa disputa,
opta-se por entendê-los enquanto componentes de duas configurações: a moderno-
espiritualista (maçons, espíritas, teosofistas) e a católica, representada pelo clero e seu
laicato; à medida que guardam relações de interdependência, em função dos laços de
afinidade positiva presentes na primeira composição, e dos laços de afinidade negativa desta
com a segunda. Disto resulta uma relação conflituosa no espaço público (imprensa,
associações operárias, cívicas, literárias, filantrópicas) quando da difusão das concepções
moderno-espiritualistas de homem, sociedade e humanidade, tais como liberdade e
igualdade religiosas; Estado laico; questão social como problema moral-espiritual; aliança
entre a religião e a ciência; e a caridade e fraternidade universal entre povos, crenças e
raças, como condição para a evolução planetária. No polo oposto colocava-se a Igreja
Católica acusando-os de vícios da modernidade, adeptos do ateísmo, liberalismo dissolvente,
culto diabólico e movimento conspiratório. Assim, a atuação de maçons, espíritas,
teosofistas, como corrente espiritualista diversa do espiritualismo tradicional, constituiu-se
alternativa ideológica original; concorrendo com o catolicismo e as organizações partidárias e
sindicais de esquerda, nos embates religiosos e sociopolíticos no Ceará da Primeira e
Segunda Repúblicas
maçonaria; igreja católica; moderno espiritualismo; espiritismo; teosofia; sociologia; séc.
PALAVRAS-CHAVE:
xx; ceará; política e governo; aspectos religiosos; liberdade religiosa; espaço público.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3213076465617551
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200021122001018008P3
Download:
http://www.teses.ufc.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=3126
144

EDUCAÇÃO DE PAIS GESTANTES: UMA PEDAGOGIA POSSÍVEL SEGUNDO O


ESPIRITISMO COMO SABER EMERGENTE E EDUCAÇÃO INTEGRAL DO SER
HUMANO

Teixeira, Cicero Marcos


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UFRS, RIO GRANDE DO SUL, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 DOUTORADO CENTRAL

RESUMO

A presente tese se apoiou num Projeto de Pesquisa em Ação, realizada entre os anos de
2003 a 2009, objetivando investigar a possibilidade de ocorrência de uma percepção
sensorial e paranormal, e de intercomunicação materno-paterno-fetal durante a gestação.
Constou de um estudo investigativo, qualitativo-quantitativo, com levantamento exploratório
sobre a possibilidade ou não de ocorrência de percepção sensorial-motora e alguma
percepção paranormal durante o período gestacional. O estudo contou com a participação
voluntária de quatro grupos específicos: Grupo Educação de Pais Gestantes da Sociedade
Beneficente Espírita Bezerra de Menezes em Porto Alegre; grupo participante através de meu
site na Internet; grupo da Creche da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; e grupo de
mulheres gestantes ou que já gestaram, moradoras de vilas populares da periferia de Porto
Alegre. Os instrumentos de pesquisa foram: entrevistas individuais; questionários; e um
Roteiro de Procedimentos para Pesquisa sobre Intercomunicação Materno-Paterno-Fetal. O
aporte teórico se fundamentou na abordagem sistêmica, apoiada na epistemologia genética
em uma perspectiva filosófico-científica, antropológica, geopolíticosociocultural, admitindo-se
o processo histórico-dialético como fonte geradora da emergência de novos saberes.
Apresento o Espiritismo como "SABER EMERGENTE" e "Fonte de SABER", contribuindo para a
gênese de uma Filosofia de Educação Espírita, matriz geradora da Pedagogia Espírita e de
uma POSSÍVEL Pedagogia de Educação de Pais Gestantes, propiciando a reeducação e
preparação de pais gestantes ou candidatos à gestação, para o exercício vivencial da
maternidadepaternidade com lucidez, autonomia e participação responsável, para a
realização de uma Educação Integral, sem fundamentalismos excludentes. Os resultados da
pesquisa fizeram-me constatar a possibilidade de ocorrência não só de uma percepção
sensorial-motora, como também de uma percepção paranormal dos pais gestantes, em
especial em relação às mães, indicando a ocorrência de uma possível "Intercomunicação
Paranormal Materno-Paterno-Fetal", durante o período de gestação. O resultado parcial
significativo encorajou-me a sugerir a realização de novos projetos de pesquisa que possam
comprovar a Intercomunicação Paranormal Materno-Paterno- Fetal durante o processo de
gestação, com as múltiplas implicações para o conhecimento da realidade psicobiofísica e
espiritual do ser humano, relacionadas com a complexidade inerente à Educação Integral e
suas profundas repercussões no processo dialético, histórico, filosófico-científico,
antropológico, geopolíticosociocultural, ético e bioético, em permanente dinamismo cíclico e
onto-epistemológicogenético.
PALAVRAS-CHAVE: espiritismo; educação integral; pedagogia; epistemologia genética.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3822734859694947
145

Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20099442001013001P5
Download:
http://hdl.handle.net/10183/17248
146

O IMAGINÁRIO DE ADOLESCENTES CRISTÃOS

Mourão, Bernadete de L. Alexandre


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA UFRJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1992 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Este trabalho efetua uma análise comparativa do imaginário de adolescentes católicos,


protestantes e kardecistas acerca dos temas: origem, evolução e destino da humanidade e
do planeta. A metodologia empregada fundamentou-se em entrevistas gravadas a partir de
um questionário através do qual foram pesquisados paradigmas imaginários referentes à
biologia, escatologia e história. A transcrição das entrevistas possibilitou a categorização dos
paradigmas apurados em cada relato e consequentemente, uma análise comparativa em
termos inter-grupais. Os resultados encontrados a partir de tal procedimento permitiram a
confirmação das cie humana e 3) ao rumo da historia. A finalidade proposta foi averiguar a
influência da concepção religiosa adotada sobre a percepção de relações entre o
ordenamento teleológico do mundo e a responsabilidade atribuída ao homem frente ao rumo
da historia. Como fundamento destas hipóteses aqui estabelecidas admitiu-se a perspectiva
teleológica na compreensão da história da humanidade retiraria a responsabilidade central do
homem em relação ao destino do planeta. Positivou-se assim, a importância de uma melhor
compreensão desta visão para educação ambiental.
PALAVRAS-CHAVE: religião comparada; educação ambiental; religião.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1992631001017098P8
Download:
Obs.: Resumo com problema.
147

RELIGIÃO POPULAR, FESTA E O SAGRADO: CATOLICISMO POPULAR E


AFRO-BRASILIDADE NA FESTA DO BOMFIM

Guimarães, Eduardo Alfredo Morais


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UFBA, BAHIA, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1994 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

A dissertação tem por objetivo o estudo de uma manifestação do catolicismo popular na


cidade do Salvador: a devoção dos baianos ao senhor Bom Jesus do Bomfim. A pesquisa
coloca em evidência relações entre homens através de símbolos religiosos. Os dados
levantados apontam para o caráter ecumênico do catolicismo, religião de todos, ou quase
todos, na cidade, vividas por sujeitos religiosos, praticantes de diferentes religiões:
candomblé, umbanda, espiritismo e catolicismo.
PALAVRAS-CHAVE: religião religiosidade brasileira antropologia.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1994328001010023P2
Download:
148

NAS TRINCHEIRAS DA CURA: AS DIFERENTES MEDICINAS NO RIO DE


JANEIRO IMPERIAL
Sampaio, Gabriela dos Reis
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1995 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

O trabalho pretende analisar a relação entre a medicina oficial do império e as várias outras
artes de cura existentes no Rio de Janeiro daquele período, e também como as autoridades
da corte se relacionavam com as medicinas não oficiais em outras localidades afastadas da
capital. Assim, através da leitura dos jornais do período, de publicações médicas, e de
diversos documentos relativos à saúde publica, é possível compreender os problemas no
interior da corporação médica, dificuldades enfrentadas pelos doutores e a forte presença de
diversos tipos de medicina, concorrentes a medicina científica. Por mais que o discurso me[?]
império e início da republica. As crises no interior da classe médica, a desconfiança bastante
generalizada entre diferentes setores sociais com relação aos procedimentos da medicina
européia científica, e a forte presença de diferentes artes de cura - médicos não habilitados
por faculdades de medicina, boticários receitistas, curandeiros, ervateiros, espíritas, e até
mesmo homeopatas - mostram que os vários agentes de cura disputavam em pé de
igualdade a preferência dos diferentes pacientes.
PALAVRAS-CHAVE: medicina; rio de janeiro imperial; charlatanismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/6050013705102457
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1995433003017019P9
Download:
Obs.: Resumo com problema.
149

PRÁTICAS ALTERNATIVAS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO

Bonifacino, Hector Omar Ardans


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1996 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Este trabalho propõe uma aproximação exploratória ao polêmico tema das "práticas
alternativas" pela via de um estudo do apelo do indivíduo para as mesmas. Este apelo
guarda, em si mesmo, o segredo do fascínio e do poder que essas práticas exercem sobre o
indivíduo (Benjamin). De outro lado, o apelo origina-se em crises e pontos críticos (Heller)
enfrentados pelos indivíduos no decorrer de suas vidas. A pesquisa situa-se no horizonte
teórico que caracteriza as relações entre misticismo e sociedade como "paradoxo criador"
(Scholem), paradoxo que permite abordar a dimensão do indivíduo como produtor da
sociedade e não apenas como produto desta. No contexto dessas relações paradoxais, os
conceitos de metamorfose (Ciampa, Canetti), experiência mística (Scholem), iluminação.
profana (Benjamin) e conhecimento (Benjamin, Scholem) confluem para delimitar o terreno
no qual se propõe que aquele apelo deva ser enxergado. Os conceitos de utopia e redenção
na perspectiva da reconciliação (Adorno) contribuem para completar o quadro teórico. O
material colhido esta constituído por apontamentos, depoimentos e fragmentos de história
de vida de indivíduos que apelam ou apelaram para "práticas alternativas". Prevenindo-se
contra o preconceito de que só pessoas ignorantes apelam para "essas coisas", os sujeitos
da pesquisa foram selecionados seguindo o critério de que, além de apelar para as práticas
em questão, possuam formação universitária, particularmente nas áreas - assim chamadas -
da "saúde", mas não exclusivamente. Desta maneira, depoimentos de médicos (homeopatas,
espíritas, astrólogos), psicólogos (tarólogos, floralistas) e de um historiador-astrólogo
formam o fundamental do material. Referência a parte deve ser feita ao caso de Rosa,
psicóloga antroposófica, cuja narrativa foi considerada exemplar para a pesquisa, material
incluído na sua totalidade. A análise crítica realizada confirma a relação estabelecida entre
crise e apelo ao misticismo. Entretanto, não necessariamente se conclui que o apelo para
práticas alternativas é caminho para a experiência mística ou iluminação profana, vias régias
para a relação entre experiência e conhecimento. Pelo contrário, o material recolhido permite
concluir que há casos -e muitos- em que se trata de uma falsa-reconciliação que mascara as
frestas abertas pelas crises, prenche de conteúdos imaginários o horizonte da utopia e
afasta, pela ausência de crítica, as energias da redenção. Finalmente o trabalho oferece
algumas reflexões, sem caráter conclusivo, a respeito das práticas alternativas e das suas
relações com o tema da identidade pessoal, a partir da utilização do conceito de afinidades
eletivas (Lowy) e de raízes emocionais do pensamento (Scholem). O trabalho pretende,
ainda, sensibilizar para a necessidade de que o tema seja objeto de pesquisas a nível
universitário, de preferência através de núcleos de pesquisa interdisciplinares, para eliminar
um vazio na pesquisa e se contrapor à tendencia, quer de profissionais quer de grupos
religiosos ou pseudo-religiosos, a se apropriarem daquilo para o qual as práticas apontam,
ampliando dessa maneira, o campo da psicologia pela recuperação como objeto de estudo
do marginalizado, do reprimido do excluído e/ou negado por escolas psicológicas dominantes
150

astrologia; homeopatia; antropologia; práticas alternativas - pesquisa social; psicologia


PALAVRAS-CHAVE:
social.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4329829851022890
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19961433005010013P7
Download:
http://www.sapientia.pucsp.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=9707
151

A ESTRUTURA FATORIAL DAS SUPERSTIÇÕES E SUAS RELAÇÕES COM


TIPOS DE RACIOCÍNIO

Santos, Sheila Malta


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

UNB, DISTRITO FEDERAL, CENTRO-


CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA
OESTE
ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1997 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Este trabalho teve por objetivos: (1) investigar a existência de uma possível estrutura
fatorial, subjacente a um conjunto de crenças supersticiosas; e (2) investigar as associações
dessa estrutura fatorial com caraterísticas demográficas e tipos de processamento de
informação. Resultados da análise fatorial revelaram três fatores de primeira ordem e um
fator de segunda ordem, subjacentes às quarenta e nove crenças estudadas. O fator 1
(crenças relacionadas à sorte) e o fator 3 (crenças ligadas ao azar) apresentaram alta
correlação entre si, unindo-se em um único fator de segunda ordem. O fator 2 de primeira
ordem referiu-se a um temor mais profundo de consequências negativas advindas de
comportamentos específicos. Correlações e comparações entre médias revelaram que as
pessoas mais crédulas, nas suas respostas aos fatores 1 e 3, também relataram maior
habilidade e preferência pelo pensamento experiencial que pelo pensamento racional.
Nenhuma associação foi encontrada com relação ao fator 2. Resultados adicionais também
revelaram que as mulheres foram significativamente mais crédulas, quanto a superstições
associadas à sorte e ao azar, bem como apresentaram uma maior habilidade e preferência
pelo processamente experiencial que os homens. Estudantes das ciências exatas foram
menos supersticiosos e mais racionais que os estudantes das ciências médicas/biológicas e
das ciências humanas/sociais. Por último, o grupo de estudantes protestantes revelou-se
menos supersticioso e mais racional, que os grupos católicos, espíritas e sem religião. Em
geral, os resultados permitem uma melhor compreensão da natureza das crenças
supersticiosas e sugerem a eliminação do confronto racionalidade vs. irracionalidade no
estudo dessas crenças.
PALAVRAS-CHAVE: crenças; raciocínio; superstições.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19975753001010013P8
Download:
152

OS EFEITOS CIVIS DO CASAMENTO RELIGIOSO

Galbiati, Glória de Fátima Manuel


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DIREITO USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1999 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

[Resumo - Site USP] A finalidade desse trabalho é o estudo do casamento e dos efeitos que
produz, seja realizado de acordo com o ordenamento civil ou sob a base de ensinamentos
religiosos ou mesmo para-religiosos. Apresenta-se a evolução do casamento ao longo dos
casamentos romano, cristão, cristão oriental e medieval. No Direito Nacional, da colonização
até a atualidade, de acordo com a mudança legislativa. Tratam-se os efeitos dos casamentos
católico, judaico, islâmico, budista, espírita Kardecista e os casamentos maçônico e rosacruz,
ao lado dos efeitos civis do casamento religioso inscrito no registro civil. Analisam-se, quanto
aos efeitos do casamento, as legislações de Portugal, Espanha, Itália, França e Argentina.
Demonstra-se que, independentemente da inscrição do ato religioso, deve-se considerar
realizado o casamento, se presentes o consenso e a intenção de permanecerem unidos os
cônjuges. Deve-se também considerar que todas as ordens religiosas e para-religiosas
disciplinam os efeitos dessa união, da mesma forma ou com maior comprometimento pessoal
que o ordenamento legal. Tratam-se os efeitos pessoais e patrimoniais que a lei confere ao
concubinato e as uniões estáveis, em relação aos conviventes e à prole. Pelo fato de a união
conjugal tratar-se de um fato social, que merece ser disciplinado quanto aos seus efeitos,
não se justifica mais que seja possível sua realização somente como ato civil : entende-se a
necessidade de mudança legislativa. Dessa feita, foi elaborada a proposta legislativa que visa
à mudança da lei para permitir que seja realizado o casamento religioso ou para-religioso,
com efitos civis, sem que para isso se obrigue a inscrição do ato no registro civil. A par do
casamento civil, deve-se considerar casamento para a produção de todos os efeitos civis,
sejam pessoais ou patrimoniais, também aquele realizado diante do ministro religioso ou do
ministro de ordem para-religiosa, seja registrada e a celebração matrimonial seja pública [?].
/// [Resumo - CAPES] A dissertação tem por objetivo traçar um contorno geral do
casamento, sob seus aspectos histórico e religioso, realçando os efeitos de direito civil que
dele derivam. Prioriza a abordagem das uniões iniciadas por formas que não a civil, mas que
geram o estabelecimento de situações de fato que em tudo se identificam ao casamento,
especialmente em razão do tratamento recíproco de seus componentes, mas ao qual falta o
status legal de casamento. Atinge seu objetivo a partir de uma análise histórica detalhada da
instituição do casamento, sua progressiva absorção pelas religiões e, posteriormente, a
migração política da disciplina do instituto para o direito civil secular. Em complementação,
são considerados os requisitos, formas de celebração e efeitos outorgados ao casamento por
diversas religiões e por instituições para-religiosas, além de estudo de direito comparado.
Procede-se, também, à avaliação da evolução doutrinaria, jurisprudencial e legal a respeito
do concubinato e das uniões estáveis. Delineados os limites contemporâneos do casamento,
a dissertação analisa o instituto do casamento religioso sob dois aspectos distintos: aqueles
que podem gerar efeitos civis, de acordo com a Lei de Registros Públicos vigente, mediante
inscrição em Serviço de Registro próprio; e, os efeitos civis que decorrem dos casamentos
153

celebrados exclusivamente sob a forma religiosa.


PALAVRAS-CHAVE: efeitos; casamento; religioso.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200018433002010119P7
Download:
http://143.107.73.17/F/BC1YNKNA64X26YMQXVP5CD7D9MGNC2V38MQ6QMHI7IFYHM7XFY-07957?func=full-set-
set&set_number=028165&set_entry=000018&format=999
154

VIVER COM AIDS NO GRUPO DE LÍDERES RELIGIOSOS; SEGREDOS E


SILÊNCIOS

Carvalho, Clarissa Andrade


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFPE, PERNAMBUCO, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2000 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

A pesquisa que dá origem a esta dissertação foi sobre o "viver com AIDS"e teve por objetivo
conhecer os significados que as pessoas com AIDS de diferentes religiosidades - catolicismo,
protestantismo, kardecismo e afro-brasileira - atribuem ao "estar doente". estas não somente
revelam como interpretam o adoecer, mas explicitam o sentido que dão ao liame entre a vida
e a morte. A vida cotidiana é organizada a partir da (re)ligação com o divino, do reencontro
com a espiritualidade. A hsitória de vida foi a ferramenta medotológica utilizada para
apreensão do viver com AIDS. A análise da etnografia, realizada a aprtir da mitocrítica
(Gilbert Durand) e da construção de metáforas (Edgard Morin), permitiu identificar o tema
que se impôs com maior força nos relatos: a vida. Uma vida que se (re)ordena a partir do
despertar da consciência da finitude e se prolonga para o além-morte. Esta é a estratégia
que as pessoas com AIDS adotaram para driblar a morte, criar suas trajetórias em busca da
imortalidade. Olhar a AIDS a partir da experiência daquele que adoece permite compreender
que a epidemia HIV/AIDS não é apenas um fenômeno biofisiológico, mas um acontecimento
urdido numa trama simbólica que revela valores de ordem cultural, social e até metafísica,
na medida em que coloca em debate o viver e o morrer na sociedade contemporânea.
PALAVRAS-CHAVE: aids; religião; vida.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/9318104885510254
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20009325001019013P5
Download:
155

MEMÓRIA, ESPAÇO ASILAR E REPRESENTAÇÕES: UM ESTUDO SOBRE


NARRATIVAS DE IDOSOS

Rocha, Irlandia Maria Serra Negra Coelho


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

MULTIDISCIPLINAR MEMÓRIA SOCIAL UNIRIO, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2000 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

O Albergue Nosso Lar, instituição asilar destinada ao abrigo de idosos desamparados,


existente em Vitória da Conquista desde a década de 60, é mantido e administrado pela
União Espírita dessa cidade. O presente estudo tem por objetivos apreender, compreender e
analisar as representações que os idosos constróem sobre o espaço asilar, sobre si mesmo,
bem como sua inserção nesse mundo semi-fechado e distante da família, do trabalho e dos
hábitos adquiridos durante a vida produtiva. Ao darmos voz a esta comunidade de destino, é
também de nosso interesse propiciar sua saída do anonimato, trazendo à luz fragmentos de
memória construídos no dia a dia do albergue, interrompido nos momentos em que falam de
si e do outro, enquanto guardiães de crenças, valores e comportamentos. Os resultados
indicam que o referido Albergue, embora se denomine como uma instituição destinada ao
abrigo da velhice desamparada, não se trata de um asilo para velhos mas de uma instituição
de acolhimento. Sua preocupação maior não é a obediência aos critérios de velhice, mas a
predominância dos ideais cristãos expressos pelo kardecismo (doutrina de Allan Kardec); por
outro lado, as representações dos idosos, ricas e heterogêneas, sobre esse espaço revelam
que lhes dá segurança para viver a velhice, algo que possivelmente não teriam no mundo
externo. O contraponto dessa representação está no fato de que cada um, ao mesmo tempo
em que confirma a importância da instituição à própria sobrevivência, se nega a ser
simplesmente um número a mais, buscando driblar as normas institucionais através de
diversos mecanismos, mantendo assim sua singularidade e a própria identidade.
PALAVRAS-CHAVE: história oral; memória institucional; memória de velhos.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5099887146498507
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200015531021018002P4
Download:
156

RELAXAMENTO MENTAL, IMAGENS MENTAIS E ESPIRITUALIDADE NA RE-


SIGNIFICAÇÃO DA DOR SIMBÓLICA DA MORTE DE PACIENTES TERMINAIS

Elias, Ana Catarina de Araújo


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Esta pesquisa, com base na visão biopsicossocial e espiritual do ser humano, estudou
qualitativamente a eficácia de intervenção psicoterapêutica, construída através da integração
das técnicas de Relaxamento Mental e Visualização de Imagens Mentais com o conceito de
Espiritualidade, re-significar a Dor Simbólica da Morte, (Dor Psíquica e Dor Espiritual), de
pacientes terminais. Participaram do estudo cinco pacientes, mulheres com câncer, fora de
possibilidades de cura. O método desenvolvido foi Estudo de Caso Clínico Longitudinal,
utilizando-se para coleta de dados a Entrevista Semi-Estruturada. Observamos, frente aos
resultados, que a Dor Psíquica e a Dor Espiritual no período inicial e intermediário da fase
Fora de Possibilidades de Cura apresentam-se equiparadas e no período final e óbito, a Dor
Espiritual é prevalente em relação à Dor Psíquica. A re-significação apenas da Dor Espiritual,
frente à iminência da morte, é aspecto suficiente para que o paciente possa ter uma boa
Qualidade de Morte. Concluímos que esta intervenção psicoterapêutica é eficaz para re-
significar a Dor Simbólica da Morte, proporcionando Qualidade de Vida no processo de
morrer e morte serena. A estrutura para aplicação dessa intervenção psicoterapêutica foi
delineada, para que outros profissionais da área da saúde possam utilizá-la com seus
pacientes.
PALAVRAS-CHAVE: cuidados paliativos; relaxamento mental; espiritualidade.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200113333003017023P6
Download:
http://www.rsbcancer.com.br/rsbc/16_Pg14.asp?nrev=N%C2%BA16&Pag=14%20
157

CRENÇAS RELIGIOSAS, ATRIBUIÇÕES CAUSAIS E JULGAMENTOS DE


RESPONSABILIDADE, CULPA E PUNIÇÃO

Andrade, Denise Mostacatto Sampaio de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA UGF, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2002 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Este estudo teve por objetivo: (a) verificar se os praticantes de crenças religiosas que
diferem em seus princípios básico tendem a fazer atribuições diferenciais de causalidade,
culpabilidade, responsabilidade e punição às transgressões cometidas por outros; (b)
investigar se o tipo de transgressão - social, ética, legal - interfere na atribuição causal e no
julgamento de responsabilidade, culpa e punição. Como referencial teórico foi adotado o
modelo atribuicional de Bernard Weiner, que apesar de ter sido inspirado na teoria de
atribuição de Fritz Heider, se destacou por sua proposta de uma taxonomia de dimensões
causais (locus, estabilidade e controlabilidade) e de relação entre estas e determinadas
emoções e comportamentos. Weiner enfoca a relação supracitada nos julgamentos de
responsabilidade. A amostra foi composta de 200 sujeitos, subdivididos em quatros grupos
de cinquenta voluntários de acordo com as crenças religiosas, objeto desta pesquisa:
catolicismo, kardecismo, messianismo e protestantismo. Para coleta de dados, foi utilizado
um instrumento composto de um conjunto de três histórias que envolveram transgressões
sociais, éticas e legais, respectivamente. Os participantes foram solicitados a julgar os três
tipos de transgressões e a assinalar sua posição pessoal em escalas de sete pontos,
ancoradas nas extremidades pela indicação de predominantemente interno/ predominante
externo; sob seu controle/ fora de seu controle; nada responsável/ muito responsável;
nenhuma culpa/ muita culpa para cada um dos três casos. Para avaliar o grau de punição
foram utilizadas cinco escalas de sete pontos, variando-se a gravidade da punição. Os
resultados evidenciaram, em primeiro lugar, que a religião e a natureza do ato anti-
normativo contribuem para determinar variações nas avaliações que as pessoas fazem sobre
as condutas dos demais. Verificou-se que internalidade, controlabilidade, responsabilidade e
culpa foram afetadas de acordo com o tipo de crença religiosa, o que não ocorreu em
relação a punição. Em segundo lugar, observou-se que a natureza do ato anti-normativo
interferiu nessas atribuições e julgamentos, em todas as cinco variáveis dependentes,
inclusive na punição.
PALAVRAS-CHAVE: crenças religiosas; atribuição causal.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200215331006019002P2
Download:
158

AS REUNIÕES DE DONA XZINHA: TRÂNSITO RELIGIOSO E ESPAÇO


ESCONDIDO, ENTRE MODERNIZAÇÃO E TRADIÇÃO

Floriano, Maria da Graça


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UFJF, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2002 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Este trabalho tem por objetivo interpretar reuniões mediúnicas, de caráter escondido,
realizadas em Juiz de Fora. Entre os seus participantes, encontram-se membros atuantes de
Centros Kardecistas, de uma Igreja Batista, de Terreiros de Candomblé e de Umbanda,
adeptos de terapias e técnicas do movimento New Age, aqueles que se dizem sem religião e
os católicos como sua líder, D.Xzinha, diz ser. Buscando o significado, para os participantes,
do caráter escondido, do trânsito religioso e da lógica destas reuniões, esta dissertação as
considerou como um paradigma do campo religioso brasileiro. Constatou que o escondido,
estratégia tradicional para lidar com a discriminação contra as religiões afro-brasileiras,
possibilitou aos participantes das reuniões, transitar, livremente, entre tradições e
modernidade e criar um espaço híbrido, no qual as lógicas da pureza e da mistura, presentes
no campo religioso brasileiro, são rearticuladas. A autonomia deste espaço permitiu a
elaboração de um ritual performático, que incorporou elementos, reinterpretados, segundo
seus interesses, das religiões com que, tiveram contato ao longo de suas trajetórias
religiosas. As reuniões, no entanto, não se constituíram, nestas trajetórias, como um ponto
de chegada único e definitivo para todos. Para uns, sem abandoná-las, foi um ponto de
partida para novas experiências religiosas.
PALAVRAS-CHAVE: trânsito religioso; modernidade; tradição.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20027032005016004P1
Download:
159

RELIGIÕES EM FAMÍLIA: CONTINUIDADES E MUDANÇAS EM TEMPOS DE


"NOVA ERA"
Santos, Elen Barbosa dos
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFRJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2002 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Esta dissertação aborda a diversidade de crenças religiosas no seio de uma mesma família de
classe média baixa do Rio de Janeiro ao longo de quatro gerações. Partindo da configuração
do campo religioso das décadas de 50 e 60, o estudo enfoca suas transformações nas
décadas seguintes até os dias atuais, através as trajetórias religiosas dos membros da
segunda e da terceira gerações. Nesta família que reúne trinta e seis pessoas encontramos a
presença de sete opções religiosas diferentes: Catolicismo, Budismo, Evangélica, Messiânica,
Espírita, Ecumênico e ainda há os que se definem como "sem religião". Nota-se que, embora
o pano e fundo para a sociabilidade entre os indivíduos seja dado fundamentalmente pelo
Catolicismo, que exerce o papel de mediador das reuniões familiares, as religiões orientais
ganham adesões e produzem mudanças de estilos de vida. Por outro lado, as evidências
empíricas reunidas neste trabalho apontam para um habitual desvio de embates religiosos no
seio a família e, também, para a busca ecumênica da reunião de "seus deuses" para
interferir a favor da saúde e da vida em momentos e crise familiar. Em tempos e "Nova Era",
para além das conhecias relações entre Catolicismo e religiões afro-brasileiras, podemos
notar novas modalidades de sincretismo e convivência inter-religiosa produzida a partir de
novos elementos e múltiplas combinações condizentes com o espírito da época.
PALAVRAS-CHAVE: religião; família.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200213431001017020P9
Download:
160

OS FILHOS-AUSENTES E AS PENOSAS DE SÃO SEBASTIAOZINHO -


ETNOGRAFIA DA FESTA DA CATINGUEIRA/PB
Pires, Flávia Ferreira
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFRJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2003 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

[Resumo - CAPES] A volta dos filhos-ausentes à sua terra natal pode ser pensada sob o título
de "turismo afetivo" onde o que mais conta, para além mas justamente com a fé no Santo
pequenino, é a relação de amor que se estabeleceu, desde a necessidade de emigrar, com a
cidade. Relação esta, intrinsicamente ligada aos laços de parentesco. Para os moradores da
cidade a Festa é importante por que traz o de fora, em grande medida, a razão de ser dos
de dentro. Para o de fora a festa é o momento de encontrar o de dentro. dentro e fora,
categorias que incluem mas não se resumem aos indivíduos, estão numa relação hierárquica,
onde a inversão de status é passível de ocorrência. / [Resumo no Trabalho] Esta dissertação
tem como tema a Festa de São Sebastião, na pequena cidade de Catingueira, situada no
sertão da Paraíba. O santo é o padroeiro da cidade e a ele são prestadas várias homenagens.
Uma delas é o leilão de penosas. A galinha arrematada, que tanto pode ser saborosa ou
ruim, é arrematada a altos preços e aqui os pobres, geralmente os moradores da cidade, não
participam. Este é o território dos filhos-ausentes (categoria amplamente discutida) e dos
fazendeiros ricos da região, ou seja, o território dos “de fora”. A galinha arrematada
representa a própria sociedade catingueirense, que se vê e é vista, de um lado, como um
lugar de onde se deve ir embora (galinha ruim), ou de outro lado, a representação do
próprio paraíso (galinha saborosa). Durante a festa a cidade se vê cheia de gente de fora,
dentre turistas e filhos-ausentes. Estes são catingueirenses que emigraram para grandes
cidades em busca de melhores condições de vida. Como foram bem sucedidos no
empreendimento voltam a cidade em busca das suas “raízes”. Os filhos-ausentes estão
inseridos em um grande movimento que privilegia o de fora em detrimento do que é local.
Mas ao mesmo tempo, há momentos em que é o local que assume posição hierarquicamente
superior. Este paradoxo está expresso no leilão das penosas. O conceito de hierarquia nos
ajuda a compreender como se pode ao mesmo tempo amar e odiar a mesma cidade. A
dissertação também fala do universo religioso da cidade, que conforme digo, conta com uma
predominância católica, apesar das três igrejas evangélicas e do centro espírita.
PALAVRAS-CHAVE: parentesco; relação hierárquica; religião.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/6989436256176648
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200314331001017021P5
Download:
http://teses.ufrj.br/ppgas_m/FlaviaFerreiraPires.pdf
161

RELIGIÃO E MIGRAÇÃO: REVISITANDO UMA VELHA QUESTÃO

Assunção, Luiza Maria de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Nesse estudo buscamos uma nova forma de relacionar religião e migração, visto que as
análises realizadas sobre este tema não se adequam mais à realidade atual. Não estamos
centrados em fatores externos como o fez a escola funcionalista, por isso a preocupação aqui
não é com o crescimento de denominações religiosas na relação direta com o fluxo
migratório. Ao contrário, partimos para uma reflexão tomando a esfera religiosa em si e a
ação dos sujeitos que dela fazem parte (compartilhando dessa forma da perspectiva
Weberiana) e a partir daí procuramos perceber se existem diferenças ou semelhanças no que
concerne a dois grupos de sujeitos: os mutantes religiosos/migrantes e os mutantes
religiosos/não migrantes. Entendemos por mutante religioso o indivíduo que mudou ao
menos uma vez de tronco religioso - no caso brasileiro consideramos os seguintes troncos
religiosos: católico; protestante; afro-brasileiro; espírita; outros. Incluímos nessa categoria
aqueles que, a partir de uma origem religiosa exclusiva, assumiram uma condição religiosa
dúplice ou mesmo multíplice. Por migrante tratamos aquele sujeito que, a partir [?] no
mínimo - da adolescência, se deslocou ao menos uma vez do lugar onde nasceu. A hipótese
da qual partimos é a de que a mudança religiosa pode relacionar-se à migração/não
migração, na medida em que estas podem ter fabricado dois tipos distintos de mutantes
religiosos com perfis característicos das suas próprias condições sociais. Direcionamos nossa
atenção [?] através de entrevistas gravadas com 36 (trinta e seis) informantes - aos
percursos religiosos desses dois grupos, e a partir deles foi possível notar que, de acordo
com a hipótese levantada inicialmente, a mudança religiosa tem relação com a migração
(associada à diversidade de ofertas religiosas presentes na metrópole).
PALAVRAS-CHAVE: migração; religião; diversidade religiosa; percursos religiosos.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200442533002010028P1
Download:
Obs.: Resumo com problema.
162

ADOÇÃO DE CRIANÇAS POR HOMOSSEXUAIS: CRENÇAS E FORMAS DE


PRECONCEITO.

Falcão, Luciene Campos


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA UCG, GOIÁS, CENTRO-OESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Este trabalho procurou entender o posicionamento dos estudantes universitários goianos


sobre a adoção de crianças por homossexuais, ancorando esse posicionamento numa rede
de representações sociais sobre a homossexualidade, sobre a melhor forma de educar as
crianças e sobre a influência da relação homossexual na criação dos filhos. Teve também
como objetivo, verificar como estudantes expressam seu preconceito contra homossexuais,
sobretudo nos índices de rejeição à intimidade e expressão de emoções negativas e
positivas. No primeiro estudo (n=288) constatou-se que os estudantes tinham atitudes
diferentes sobre a adoção de crianças por homossexuais dependendo de como eles
representavam a homossexualidade e de suas pertenças sociais. No segundo estudo (n=134)
verificou-se que as pertenças religiosas são preponderantes para entender a posição dos
estudantes em relação ao casamento homossexual, sendo que a maior parte dos evangélicos
não concorda com o casamento homossexual por acreditar que vai contra os princípios
formulados por Deus. No terceiro estudo (n=297) contatou-se que os universitários espíritas
que concordam com o casamento homossexual são favoráveis à adoção de crianças por
homossexuais. Por outro lado, os estudantes que explicam a homossexualidade em termos
de comportamentos imoral ou ligada a problemas hereditários e os estudantes de psicologia
são aqueles que consideram errado a adoção por casais homossexuais. Os resultados
permitiriam classificar os estudantes em três grupos de indivíduos: preconceituosos
flagrantes, preconceituosos sutis e não preconceituosos. O grupo mais representativo era
composto por preconceituosos flagrantes, corroborando com o fato do Brasil apresentar altos
índices de homofobia (Mott, 2003). Esses resultados apontam a necessidade de discutir a
tolerância em relação às minorias sociais na educação popular e pretende subsidiar
cientificamente o debate sobre a adoção por casais homossexuais
homossexual; discriminação sexual; psicologia; preconceito; casamento homossexual;
PALAVRAS-CHAVE:
adoção de criança; homofobia.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1602355750630120
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20047652002012001P0
Download:
http://tede.biblioteca.ucg.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=244
163

O ITINERÁRIO TERAPÊUTICO DO ADOLESCENTE COM DIABETES MELLITUS


TIPO 1 E SEUS FAMILIARES

Mattosinho, Mariza Maria Serafim


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE ENFERMAGEM UFSC, SANTA CATARINA, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Este é um estudo de natureza qualitativa, do tipo convergente assistencial, que teve como
objetivo compreender o itinerário terapêutico de um grupo de adolescentes com diabetes
mellitus tipo 1 e seus familiares, vinculados a um Hospital Geral de Florianópolis. Neste
estudo, o itinerário terapêutico foi compreendido como o percurso realizado pelos
adolescentes e familiares na busca por cuidados e tratamentos para a sua condição de
saúde. Utilizei, como marco de referência, o Sistema de Cuidado a Saúde, composto pelos
subsistemas Profissional, Popular e Familiar, desenvolvido por Arthur Kleinman. Participaram
deste estudo vinte pessoas, entre adolescentes e familiares de cinco famílias. Seus domicílios
foram o cenário principal da coleta de dados, realizada através de entrevistas em
profundidade. Na análise dos dados evidenciou-se duas categorias. A primeira, Decisões e
negociações sobre a saúde, os cuidados e os tratamentos apresenta o itinerário terapêutico a
partir da compreensão dos sujeitos do estudo. Através da análise dos dados, observou-se
que o percurso não é linear, mas sim, constituído por um processo complexo, composto de
vários momentos: algo não está bem; a descoberta da doença; o diabetes veio para mudar
minha vida; o viver com DM; a avaliação dos tratamentos e cuidados realizados e a
participação da família. Na busca por cuidados e tratamentos, esperam encontrar explicação,
diagnóstico e cura da doença. A segunda categoria, o percurso nos três subsistemas de
saúde, representa onde os sujeitos do estudo realizaram seus cuidados e tratamentos. Aqui,
observa-se que a busca por cuidados e tratamentos parte do subsistema familiar, depois
simultaneamente do popular e do profissional, com prevalência de um ou de outro em
determinados momentos. Porém, o subsistema familiar está sempre presente na hora das
decisões, avaliações e realizações de algum outro cuidado. Entre os cuidados realizados no
subsistema familiar, os integrantes do estudo referiram: fé, reza e suporte familiar. No
subsistema profissional realizam: dieta, exercício, insulina e homeopatia; e, no subsistema
popular, que aparece como mais um recurso que se sobrepõe aos demais, encontra-se: o
uso de chás, garrafadas, idas a benzedeiras e a centros espíritas. Vários fatores contribuem
para a entrada e a saída de um subsistema de saúde, tais como: acessibilidade,
custo/benefício, eficácia, experiências anteriores, valores e crenças e a maneira como são
ouvidos pelas pessoas que integram cada um dos subsistemas. A compreensão do itinerário
terapêutico vem mostrar que o conhecimento dos profissionais de saúde não é o único,
havendo diferentes saberes em saúde. Portando, compreender o itinerário de adolescentes
com diabetes mellitus tipo 1 e seus familiares contribuiu na elucidação da maneira pela qual
eles se orientam em seu mundo, nos permitindo uma atuação profissional mais convergente
à situação vivenciada por estas pessoas.
PALAVRAS-CHAVE: diabetes mellitus; itinerário terapêutico; adolescente.

Currículo Lattes:
164

Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200448641001010009P7
Download:
165

A IMPORTÂNCIA DA EXPERIÊNCIA RELIGIOSA NA RECUPERAÇÃO DE


QUIMIODEPENDENTES

Barbieri, Cibele Aparecida Pejan


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UPM, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2005 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Pesquisa desenvolvida a partir de entrevistas realizadas com cinco indivíduos, reconstituindo


as vivências de cada um pelo método biográfico de história oral de vida. Os sujeitos têm
entre vinte e oito e quarenta e três anos, sexo masculino e ex-dependentes de substâncias
psicotrópicas, tendo em comum a experiência religiosa como fator preponderante, na
recuperação da toxicodependencia. São membros das denominações religiosas: Kardecista,
Presbiteriana, Metodista, Pentecostal Deus é Amor e Católica. Objetiva-se descrever e
identificar a importância das experiências religiosas vivenciadas, seus antecedentes e
consequências, além da situação de quimiodependência de cada entrevistado. O
conhecimento do mito de Dionísio, os estudos da psicologia referentes à dependência e a
experiência religiosa nortearão a execução deste trabalho. Nos casos analisados, o uso de
drogas surgiu inicialmente com o intuito recreativo de obter prazer ou aliviar a tensão,
passando posteriormente ao uso desmesurado e consequentemente na impossibilidade de
não consumi-la, impossibilidade restaurada ou substituída pelo exercício da devoção,
religiosidade.
PALAVRAS-CHAVE: religião; tóxico dependência; experiência religiosa.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7200642995297729
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20051933024014021P3
Download:
166

OS DESAFIOS DA FÉ CRISTÃ NA RESSURREIÇÃO DE JESUS DIANTE DA


CRENÇA NA REENCARNAÇÃO, PRESENTE NO ESPIRITISMO KARDECISTA
DO BRASIL, NOS ÚLTIMOS CINQUENTA ANOS

Venturini, Vilson
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO PUC-RS, RIO GRANDE DO SUL, SUL


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2005 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

O tema de ressurreição de Jesus é, além do fundamento da fé cristã em Jesus Cristo, um dos


mais discutidos e estudados dos últimos cinquenta anos, de modo especial, após o Concílio
Ecumênico Vaticano II. É, além disso, o tema que possui maior dificuldade de compreensão
por parte dos cristãos, sobretudo pela forma com que foi transmitido na formação, pregação,
catequese e testemunho, diante do conflito gerado no ser humano pela angústia da certeza
da morte. E, concretamente, na realidade dos cristãos do Brasil, desafiados constantemente
pela divulgação da doutrina espírita kardecista fundamentada na reencarnação da alma,
proposta que encanta e responde ao anseio das pessoas em ter uma resposta concreta sobre
o futuro, o além da realidade desta vida e, sobretudo, porque este além é apresentado como
um retorno a uma nova existência, oportunidade de purificação dos pecados, que gera
expectativa de se libertar do juízo final. Apresenta-se, num primeiro momento, os
fundamentos da fé cristã na ressurreição de Jesus, onde se procura tornar claro o processo
que se deu a compreensão de que Jesus é o Cristo, o Salvador da humanidade. Após, busca-
se compreender os fundamentos da doutrina reencarnacionista, presente no espiritismo
kardecista brasileiro e que, nos últimos cinquenta anos, influenciou profundamente o
testemunho dos cristãos. Por fim, buscou-se uma compreensão das diferenças entre a fé na
ressurreição de Jesus e a reencarnação e de razões que levam muitos cristãos aceitar a
reencarnação, naturalmente e, para concluir, procurou-se levantar os grandes desafios para
a evangelização no Brasil e propostas de ação pastoral, sem entrar discussão apologética,
mas que podem colaborar para a superação desta tentação.
PALAVRAS-CHAVE: ressurreição; reencarnação; pastoral.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20058442005019012P2
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=23401
167

CULTURA E SUJEITO: O PAPEL DAS CRENÇAS NA ORGANIZAÇÃO DO


PENSAMENTO HUMANO

Pátaro, Cristina Satiê de Oliveira


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Embasado na Teoria dos Modelos Organizadores do Pensamento, o trabalho teve como


objetivo foi investigar em que medida as crenças religiosas influenciam nos modelos
organizadores aplicados pelos sujeitos diante de temáticas de sexualidade, em vista de
estudar até que ponto os elementos culturais influenciam no funcionamento psíquico e
mental do ser humano. Para a pesquisa, foram entrevistados 100 sujeitos, divididos em 4
grupos: católicos, adventistas, espíritas e estudantes universitários sem levar em conta a
religião. O questionário empregado versava sobre temáticas de sexualidade diante das quais
o sujeito deveria colocar seu posicionamento pessoal e, em seguida, a postura de sua
religião. Os resultados gerais demonstraram que os modelos organizadores aplicados
incorporaram elementos relativos às crenças religiosas, indicando que estas de fato
influenciam na organização do pensamento. Entretanto, verificamos que embora exerçam
sua parcela de influência, as crenças religiosas, na organização do pensamento, atuam em
conjunto a outras variáveis.
PALAVRAS-CHAVE: crenças; modelos organizadores; internalização da cultura.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/6663293423459196
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20062625133003017001P2
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000383506
168

ÁLVARO REIS PASTOR, PREGADOR E POLEMISTA: UMA BREVE ANÁLISE


SOBRE SEU DISCURSO

Ribeiro, Ademir
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UPM, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Este trabalho tem como objetivo fazer uma breve análise do discurso polêmico, de parte de
uma das obras de Álvaro Reis, intitulada, As Origens Caldaicas da Bíblia, obra originária de
um debate polêmico travado com José de Campos Novaes, erudito da época. O objetivo é
analisar o primeiro capítulo que trata da autenticidade dos cinco primeiros livros da Bíblia,
conhecidos como Pentateuco. Como esta análise tem a Bíblia como objeto de base do
discurso e seu contexto ligado ao Protestantismo, para atingir o objetivo foi necessário
construir um capítulo sobre como e quando o Protestantismo foi inserido no País, e em que
contexto cultural, político e religioso a Igreja Presbiteriana se estabeleceu no Brasil. E
também se fez necessário um capítulo sobre a vida de Álvaro Reis, foi feito uma pesquisa de
como exerceu sua função de pastor e pregador da Igreja Presbiteriana do Brasil, e por meio
de estudo e pesquisa em duas de suas obras, uma citada acima e a outra denominada
Espiritismo, resultado de seus discursos polêmicos, verificou-se como desenvolveu sua
função de polemista e como realizava suas refutações.
PALAVRAS-CHAVE: teologia; álvaro reis; pentateuco; bíblia; igreja presbiteriana; análise de discurso.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4116997598723634
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2006333024014021P3
Download:
http://mx.mackenzie.com.br/tede/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=3
169

SIGNIFICADOS DE RELIGIOSIDADE SEGUNDO IDOSOS RESIDENTES NA


COMUNIDADE: DADOS DO PENSA

Santana, Marcelo Cardoso de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Objetivo: Foi conduzido um estudo de levantamento envolvendo idosos residentes na


comunidade, com 65 a 103 anos de idade, investigando sua crença religiosa e a importância
e os significados por eles atribuídos à religiosidade. Método: Os dados pertenciam ao banco
de dados de uma pesquisa sobre condições de velhice bem-sucedida desenvolvido numa
cidade brasileira de médio porte. Entre os 956 idosos da amostra, 361 (71% mulheres; idade
média = 71,6 anos e DP=8,3) responderam questões sobre sua crença religiosa, e sobre a
importância e os significados atribuídos à religiosidade. Os principais temas derivados da
análise de conteúdo foram submetidos à análise estatística comparando-os às outras
variáveis. Resultados: A maioria eram católicos e atribuíram alto valor à religiosidade em
suas vidas. Os principais temas associados à religiosidade foram: fonte de significado
existencial, expressão de tradição cultural, regulador moral, e estratégia de enfrentamento.
Não foram observadas diferenças estatisticamente significativas devidas a gênero e à idade,
com exceção de religião como estratégia de enfrentamento, mais frequente entre as
mulheres, e de religião como expressão de tradição cultural, mais citado pelos católicos. As
principais associações apontadas pela análise de correspondência foram: ser católico, ser
mulher, ter mais de 70 anos, alta frequência de menções à religiosidade como fonte de
significado e expressão de tradição cultural e baixa em religiosidade como fonte de
transcendência; não ser religioso, ser homem, ter menos de 70 anos e enfatizar a
religiosidade como regulador moral e fonte de desenvolvimento pessoal; ser espírita e
enfatizar a religiosidade como busca de transcendência.
PALAVRAS-CHAVE: idosos; religiosidade; significado existencial; atitudes; enfrentamento.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20062838633003017069P6
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000413508
170

ENTRE A MACUMBA E O ESPIRITISMO: UMA ANÁLISE COMPARATIVA DAS


ESTRATÉGIAS DE LEGITIMAÇÃO DA UMBANDA DURANTE O ESTADO NOVO

Oliveira, José Henrique Motta de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UFRJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Esta dissertação tem como objetivo percorrer os caminhos históricos do Movimento


Umbandista durante a primeira metade do século XX, especialmente, durante o período do
Estado Novo, no qual a Umbanda foi elevada à condição de uma religião nacional. Neste
sentido, identificam-se duas ações nodais para o processo de legitimação da nova religião:
primeiro, a fundação da Federação Espírita de Umbanda (1939), cujo objetivo era servir de
interlocutor entre os templos filiados, o Estado e a sociedade; e segundo, a realização do
Primeiro Congresso Brasileiro de Umbanda (1941), cuja finalidade era unificar as práticas
rituais a partir de uma doutrina mínima. Assim, para atingir o objetivo proposto, o trabalho
divide-se em três capítulos: o primeiro, a título introdutório, apresenta o encontro das
culturas ameríndias, européias e africanas no território brasileiro, cujas religiosidades se
amalgamaram ao longo de quatro séculos de colonização e ofereceram os elementos
necessários para o desabrochar de uma nova religiosidade que refletisse a mesma
mestiçagem da população que a professava. O segundo capítulo apresenta o contexto
histórico em que se deu o desenvolvimento do Movimento Umbandista, ressaltando que a
identidade do povo brasileiro ganhou contornos mais definidos no período Vargas,
especialmente durante o Estado Novo. Por fim, no último capítulo, a partir da "anunciação"
da Umbanda - que se deu pela manifestação do Caboclo das Sete Encruzilhadas, no médium
Zélio de Moraes, no dia 15 de Novembro de 1908 -, verifica-se a inserção de elementos da
classe média urbana na macumba carioca e a contribuição destes no processo de legitimação
da Umbanda como uma religião aceita pela sociedade. De antemão, destacamos que a
legitimidade da religião umbandista nasceu do diálogo entre os líderes do movimento e o
Estado, estabelecido pela única via disponível naquele período histórico: a via institucional,
no qual o teor do discurso reconhecia o caráter evolucionista na formação da população e o
papel civilizador da elite brasileira.
PALAVRAS-CHAVE: estado novo; religiões brasileiras; umbanda.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2007331001017119P5
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=59856
171

“DEUS E A PÁTRIA”: IGREJA E ESTADO NO PROCESSO DE ROMANIZAÇÃO


NA PARAÍBA (1894-1930)

Dias, Roberto Barros


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UFPB, PARAÍBA, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Com a separação do Estado, em 1889, a Igreja passou a usar estratégias específicas para
aumentar sua influência, garantir suas estruturas e seus bens e fazer valer sua doutrina
frente aos embates e acordos político-ideológicos que se deram entre o poder eclesial e
poder governamental, desde o século XVII até as primeiras décadas da República. Por isso
se busca, ao longo desse estudo, contextualizar a separação da Igreja com o Estado,
mostrando como os bispos do Brasil, em comunhão com a Santa Sé de Roma, se
organizaram e reagiram às posturas secularizantes do Estado. A temática central desse
trabalho, portanto, é a relação entre Igreja e Estado no processo de romanização. O objetivo
é analisar o grau e formas de convergência e conflito entre Igreja e Estado marcados pelas
mudanças ocorridas durante a República e explicitar o contexto histórico que define a
necessidade de implementação de um novo modelo de inserção da Igreja na sociedade
brasileira, que desencadeou um processo de transição do Padroado para Romanização. A
Diocese da Paraíba é o espaço privilegiado da problematização do tema em foco. A análise
da implementação e impacto da Romanização no Brasil e na Paraíba, suas estratégias, seus
objetivos, organizações e suas concepções doutrinárias e ideológicas tem como fonte de
pesquisa documentos episcopais, em especial as cartas pastorais de Dom Adauto (1894-
1930), por terem grande relevância na reestruturação e na afirmação da Igreja frente ao
Estado. Dom Adauto assumiu a Diocese da Paraíba, como o primeiro Bispo em 1894. Foi
nomeado como o primeiro Arcebispo da Arquidiocese Paraíba em 1914 e ficou a frente da
Igreja, nessa arquidiocese, até 1935. Mas o corte temporal dessa dissertação vai de 1894,
ano de posse de Dom Adauto, até 1930, quando a romanização é consolidada no Brasil e na
Paraíba. Devido à especificidade da forma de relação entre Igreja e Estado Republicano na
Paraíba, o movimento reformador gerenciado por Dom Adauto consolidou três posturas da
Igreja local que passaram a caracterizá-la: transferiu para a Paraíba um modelo de formação
para o clero elaborada na Europa; modificou a prática da religião por meio da acentuação do
caráter clerical da Igreja, proporcionando a centralidade da ação eclesial sob a
responsabilidade do clero; e foi intransigente para com o que era diverso à Igreja Católica
romanizada e romanizante como a imprensa não católica, os protestantes, os maçons, os
espíritas, e as comissões de festas de padroeiros e os presidentes de irmandades. Enfim,
essas modificações ocorridas nas práticas religiosas entre os anos 1894 a 1930, afirmam a
ortodoxia romana na Paraíba e situam Dom Adauto na categoria dos bispos reformadores
inseridos no processo de Romanização da Igreja no Brasil, contemplando todas as
consequências que isso trouxe. Entre essas consequências está a legitimidade e
sustentabilidade de um Estado que, em 1930, aliado a Igreja, se configurava, ao modo
brasileiro e paraibano, em uma República Católica na qual a afinidade entre poder político
civil e poder religioso foi benéfica a ambos.
PALAVRAS-CHAVE: igreja católica; estado; romanização; paraíba.
172

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1037072419443526
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20081124001015045P1
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=133045
173

MORTE: A CRISE ANTE A MORTE E A RECONFIGURAÇÃO DA IDENTIDADE


RELIGIOSA DO ADULTO NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

Silva, Vânia Maria Ferreira


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UNICAP, PERNAMBUCO, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

A presente dissertação tem como objetivo geral identificar pensamentos e sentimentos das
pessoas ante a morte, buscando compreender como esta crise interfere na identidade
religiosa do adulto. O trabalho visa identificar como a crise ante a morte interfere na
reconfiguração da identidade religiosa dos adultos pesquisados bem como averiguar se
dentre os sentimentos elencados surgem medos relacionados à morte e a situação pós-
morte. Esta pesquisa usa a abordagem qualitativa dos dados, sobretudo po r não se
pretender generalizar resultados. A partir desta perspectiva, utiliza-se o método
fenomenológico, com o propósito de identificar os significados dos sentimentos vividos pelos
adultos, diante da crise ante a morte. Para alcançar os objetivos propostos, o instrumento da
coleta de dados é a entrevista semi-estruturada, baseando-se em duas perguntas
norteadoras. A amostra consta de doze sujeitos com idade entre cinquenta e quatro e
noventa anos que se declaram pertencendo à religião católica, espírita, evangélica, sem
religião definida e alguns que se auto-atribuíram denominações religiosas novas, criadas no
momento da própria entrevista. Com os dados em mãos, faz-se a análise qualitativa das
vivências e representações, buscando delimitar e descrever fenomenologicamente o
conteúdo das entrevistas em unidades de significados, confrontando-as com as teorias
embasadoras. Os resultados das análises demonstram que os adultos que vivenciam uma
situação de crise ante a morte, tendem a questionar os seus valores religiosos,
desenvolvendo algumas atitudes que se refletem em um movimento de reconfiguração de
suas identidades religiosas: uns retraindo-se, distanciando-se ou rompendo completamente
com os laços afetivos que os ligam as instituições religiosas de origem, outros, de modo
contrário, aproximam-se e intensificam as suas relações com suas instituições ou grupos
religiosos. E ainda outros, afastando-se fazem do seu lar, um lugar sagrado e passam de um
tipo de fé herdada, para um tipo de fé pessoal, íntima, que se reflete no seu cotidiano,
donde se pode concluir que o confronto com a morte, ocasiona uma crise de natureza
psicoespiritual
PALAVRAS-CHAVE: identidade religiosa; envelhecimento; morte; crise.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2008525002015004P2
Download:
http://www.unicap.br/tede/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=423
174

TÉCNICA APOMÉTRICA: UMA INVESTIGAÇÃO SOB BASES


EPISTEMOLÓGICAS

Bastos, Verioni Ribeiro


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UFPB, PARAÍBA, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

A história, em todos os campos disciplinares, é celeiro de fenômenos presentes nas culturas


e religiões, distantes no tempo e no espaço, cujas conjecturas da ciência, enquanto
propulsora do saber, não poderiam furtar-se a estabelecer suas sobreposições. Dessa feita, a
investigação epistemológica aqui presente versa sobre a Técnica Apométrica ou Apometria.
Surgida na década de 1960, em Porto Alegre RS, o termo foi cunhado pelo médico José
Lacerda de Azevedo (1999) do grego: apó além de, separação, afastamento e metron:
medida, ou seja, o homem além da medida é utilizada nos tratamentos espirituais realizados
no Grupo Espírita Os Cirineus do Caminho sito Cajazeiras - PB, Brasil, desde 1997.
Caracteriza-se pela presença de médiuns que, em êxtase, penetram no mundo cósmico para
tratar, a distância, as almas das pessoas pacientes-assistidos que os procuram. Diante da
grande procura pelos os atendimentos, decidimos investigar procurando descrever a técnica
apométrica a partir da atuação do sujet médium-apometra como elemento da manifestação
da espiritualidade enquanto fato religioso para analisar comparativamente com a técnica
arcaica do êxtase, encontrada nas culturas xamânica, e a teoria presente na Codificação
Espírita, como também, apresentar aspectos destes itinerários terapêuticos que passaram a
ser objeto de estudo e de experimentos científicos, em laboratório, envolvendo o construto
espiritualidade. Para isso nos utilizamos do fluxo técnico antropológico realizando uma
análise documental, um questionário semi-estruturado versando sobre a fenomenologia
vivenciada pelos médiuns-apometras e a fisiologia do tratamento espiritual a distância com o
uso da técnica apométrica e, como pupilos do Funcionalismo não-reducionista, do registro da
observação participativa constituído em um diário de campo, que figura como pedra angular,
salientando que os entrevistados estão com suas identidades protegidas sob pseudônimos,
oriundos do panteão védico. Assim, o estudo tornou-se eficiente para apresentar o objeto de
pesquisa como uma Técnica hodierna do êxtase sendo pertinente aos estudos histórico-
antropológicos, cujas faculdades dos xamãs e médiuns foram identificadas com
características pesquisadas experimentalmente, em laboratórios, e apresenta-se sobre as
bases de um novo paradigma onde a subjetividade do sujet é considerada. Nessa direção,
esse posicionamento subsidia as pesquisas na linha de espiritualidade e saúde presente no
campo disciplinar Ciências das Religiões da Universidade Federal da Paraíba.
PALAVRAS-CHAVE: ciências humanas; saúde; epistemologia; apometria; xamanismo; espiritismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5939211925301310
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2009624001015050P5
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=157309
175

DEUS É PARA TODOS?: TRAVESTIS, INCLUSÃO SOCIAL E RELIGIÃO

Ribeiro, Luiz Alberto Faria


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SERVIÇO SOCIAL PUC-RIO, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

O presente estudo tem como objetivo pesquisar a relação entre travestis moradores do Rio
de Janeiro e as religiões cristãs, umbanda, candomblé, budista, espírita e wicca. Para isto,
foram entrevistadas travestis de diversas idades. Esta pesquisa também procura confirmar
quais formas de violência e exclusão são vítimas; além de quais locais e redes sociais estão
inseridas, além da pista, pois nesta também sofrem violência física e, em alguns casos,
encontram a morte. Este estudo tenta averiguar se o espaço religioso pode ser uma
possibilidade em que haja a inclusão das travestis, podendo possibilitar um aumento em sua
autoestima.
PALAVRAS-CHAVE: travesti; religião; inclusão social.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/8987119491332135
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2009131005012021P0
Download:
http://www.maxwell.lambda.ele.puc-rio.br/Busca_etds.php?strSecao=resultado&nrSeq=15055@1
176

VALE DE LÁGRIMAS: UM ESTUDO A RESPEITO DA NOÇÃO DE DOENÇA SOB


O PONTO DE VISTA DE RELIGIÕES BRASILEIRAS NO INÍCIO DO SÉCULO
XXI
Silva, Glayton Alexandre da
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

O presente estudo tem como objetivo analisar a concepção de doença em religiões


brasileiras. Sob a perspectiva da teoria das Representações Sociais, busca-se a identificação
das interpretações da causalidade dos processos mórbidos sob o ponto de vista de católicos,
evangélicos, espíritas e praticantes dos cultos afro-brasileiros (umbanda e candomblé). Com
esse intuito, é proposta uma discussão para a definição dos termos doença e religião, além
de uma análise da relação dessa última com a medicina. Os modelos etiológicos e as
concepções populares sobre a doença revelam a importância de se conhecer as
representações de saúde/doença enquanto balizadoras de comportamentos sociais de
proteção, exclusão e assistência aos indivíduos enfermos. A história das representações de
saúde/doença foram sempre pautadas pela inter-relação dos seres humanos e seus corpos
com diversos elementos naturais, sociais e sobrenaturais. Em decorrência da função
terapêutica desempenhada pelas religiões ao longo dos séculos, crenças religiosas permeiam
essas representações e levaram, inevitavelmente, a uma moralização das enfermidades. Essa
constatação acaba mostrando que quando se trata de representações sociais da doença
observa-se mais permanências do que mudanças no decorrer dos anos. A moralização das
doenças aliada à elevação da saúde ao estatuto de "ideal social" pela medicina moderna e
pelas religiões no geral influem na maneira como os agentes sociais afetados pela doença, e
os grupos religiosos aos quais pertencem, lidam com o sofrimento. As questões sobre a
razão das doenças desloca-se do como? para o por que? e a doença, antes concebida como
uma mera alteração fisiológica, tem seus domínios estendidos para além do corpo.
PALAVRAS-CHAVE: representação social; doença; saúde; religiões brasileiras.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/6542096953927290
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=2009933005010009P0
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=137362
177

A INFLUÊNCIA DA FÉ NO PROCESSO SAÚDE DOENÇA SOB A PERCEPÇÃO DE


LÍDERES RELIGIOSOS CRISTÃOS

Souza, Marcus Antônio de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE ENFERMAGEM UFG, GOIÁS, CENTRO-OESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Manifestações de fé, reverências a Divindades, movimentos religiosos, sempre fizeram parte


da história da humanidade, influenciando ao longo do tempo as organizações sociais,
políticas e culturais das civilizações. Essas práticas também influenciaram nos modos de
entender e cuidar da saúde. O ser humano, em seu contexto de saúde e doença se apropria
de todos os recursos e saberes disponíveis na busca de alívio e cura de doenças. O objetivo
geral deste estudo foi investigar a influência da fé do indivíduo no processo saúde-doença, a
partir do ponto de vista de líderes religiosos. Foram investigadas as percepções de líderes
religiosos católicos, protestantes e espíritas sobre os conceitos de saúde e de doença; sobre
a influência da fé no processo saúde-doença e sobre os recursos e práticas por eles adotadas
quando são procurados por pessoas que buscam ajuda para problemas de saúde. Estudo
com abordagem qualitativa desenvolvido no município de Trindade – GO, do qual
participaram padres, pastores e dirigentes de casas espíritas Kardecistas. A entrevista
individual foi utilizada para a coleta dos dados e as falas foram gravadas, transcritas e
posteriormente analisadas usando-se o método de Interpretação de Sentidos. O trabalho foi
aprovado por um Comitê de Ética, tal como recomenda a Resolução 196/96 do Conselho
Nacional de Saúde. Os dados foram organizados em quatro categorias: a) Os entendimentos
sobre ser humano e saúde, na qual se discutiu a integralidade da pessoa e a harmonia entre
os aspectos biopsicosociais e espirituais para se ter saúde. b) Percepções multidimensionais
sobre doença, onde foram abordadas diferentes percepções quanto à origem e formas de
manifestação das doenças, as desigualdades sociais e o consenso quanto à negligência em
relação aos cuidados com o corpo c) Recursos e práticas utilizadas em benefício da saúde,
onde foram detectados como recursos a oração, o óleo, a água, o sal e como práticas
adotadas pelos líderes, o acolhimento, as orientações, encaminhamentos e bênçãos; d) A
influência do líder religioso e da fé no contexto saúde-doença da pessoa, evidenciou que as
pessoas que buscam o meio religioso para conforto espiritual e saúde encontram atenção,
fraternidade, carinho e amor. O líder instiga a esperança e a fé em Deus. Concluiu-se entre
outros aspectos, que a fé da pessoa em situação de sofrimento influencia de maneira
importante no seu processo de recuperação e cura, bem como na manutenção da saúde. A
ciência precisa se aproximar da religião de modo a ampliar os conhecimentos e as formas de
entender e cuidar do ser humano.
PALAVRAS-CHAVE: cura pela fé; religião; enfermagem holística.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20092452001016023P7
Download:
178

IMPOSIÇÃO DE MÃOS: UM ESTUDO DE RELIGIÕES COMPARADAS.

Teixeira, Francisca Niédja Barros


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UNICAP, PERNAMBUCO, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Este estudo tem como objetivo realizar uma análise comparativa da técnica
terapêuticoreligiosa da bênção através da Imposição das Mãos em três entidades filosófico-
religiosas, procurando descobrir as suas distinções contextuais e as possíveis estruturas
desse fenômeno. Utilizam-se como fontes, além da bibliografia atinente, também entrevistas
com os adeptos das tradições que vivenciam tal modo de prece. Serão situadas
historicamente e contextualizadas dentro da comum tradição oriental inculturada em suas
derivações brasileiras, as práticas do passe no Espiritismo, do johrei na Igreja Messiânica e
do Reiki no movimento de mesmo nome. Em seguida, pela análise comparativa dos
depoimentos dos praticantes, será esboçada uma morfologia do sagrado que transparece
nessas vivências terapêuticas da Imposição das Mãos, que realizam variações em torno da
binômia saúde e salvação.
PALAVRAS-CHAVE: imposição das mãos; religiões; teologia; fenomenologia.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/6012284980522876
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20091325002015004P2
Download:
http://www.unicap.br/tede//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=210
179

INSTITUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL EM JUNDIAÍ (1880-1984)

Vinagre, Elizabeth da Silva Galastri


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO USF, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 MESTRADO TANGENCIAL

RESUMO

Esta dissertação trata da busca por iniciativas educacionais destinadas às crianças pequenas
na cidade de Jundiaí, no período histórico compreendido entre os anos de 1880 e 1984,
quando surge a primeira escola étnica na cidade. Perpassa a década de 1910, momento em
que é criada a “Sociedade Humanitária Protectora da Infância Desvalida Asylo-Creche” (Lar
Anália Franco) e a criação da Creche Argos em 1945, ambas tendo origem a partir de
iniciativas particulares. Aborda também a criação dos Parques Infantis, considerados como a
primeira iniciativa púbica de atendimento à criança pequena na cidade, concluindo no ano de
1984, ano em que os parques passam a ser denominados Escolas Municipais de Educação
Infantil. Pontua fatos importantes do contexto histórico da cidade, com o objetivo de delinear
alguns caminhos percorridos na história da educação da infância do município,
demonstrando os processos de evolução pelos quais passaram as instituições educacionais,
influenciadas pelas transformações econômicas, sociais e políticas.
PALAVRAS-CHAVE: educação da infância; escola étnica; parque infantil.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3200213210585970
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20093033050015004P1
Download:
http://www.saofrancisco.edu.br/itatiba/mestrado/educacao/uploadAddress/ELIZABETH%20VINAGRE[11919].pdf
180

VIDA E MORTE: O HOMEM NO LABIRINTO DA ETERNIDADE

Silva, Eliane Moura


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1993 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

A morte é um acontecimento gerador de diferentes sentimentos. O que acontece após este


fenômeno tem gerado diferentes crenças, doutrinas e religiões. A partir do século XIX,
ciência e fé colocam diante da morte e da sobrevivência espiritual. O objetivo desta tese é
historiar, no campo do conhecimento científico e religioso-filosófica, as diferentes condutas e
atitudes diante do fato da morte.
PALAVRAS-CHAVE: morte - aspectos religiosos; vida espiritual; imortalidade.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/8497038112226658
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=1993433003017019P9
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000065241
181

ENTRE ALMAS, SANTOS E ENTIDADES OUTRAS NO RIO DE JANEIRO: OS


MEDIADORES

Medeiros, Bartolomeu Figueiroa de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFRJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1995 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

As relações sincréticas inter-religiosas entre o catolicismo, as religiões afrobrasileiras e o


espiritismo kardecista acontecem dentro do conjunto de reciprocidades diversificadas no
Brasil de hoje: diferentes tipos de hierarquias, de situações marcadas pelo igualitarismo e
pela imbricação entre os dois. Por isso, as formas relacionais exibem aspectos às vezes de
cunho agnóstico e paradoxais. Esta base sociológica, transposta ao plano simbólico,
possibilitou analisar nosso universo relacional. Propiciou abordagens dinâmicas e processuais,
abrindo o horizonte conceitual para a construção de passagens dos mediadores cultua
determinados ethos grupais que oportunizam e reforçam certas ligações religiosas
especificas.
PALAVRAS-CHAVE: relacional; catolicismo; sincretismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7211673860027901
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19951431001017021P5
Download:
182

AS ARTES DE CURAR: MEDICINA, RELIGIÃO, MAGIA E POSITIVISMO NA


REPÚBLICA RIO-GRANDENSE (1889-1928)
Weber, Beatriz Teixeira
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS HISTÓRIA UNICAMP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

1997 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

No início da República do Rio Grande do Sul, diversas práticas de cura mantiveram-se


atuantes, disputando espaços num Estado onde os princípios de liberdade profissional e
religiosa eram assegurados pela Constituição positivista. Médicos formados tentaram
organizar-se como grupo profissional e regulamentar o exercício de sua atividade e houve
tensão permanente com o governo estadual e com as inúmeras outras práticas consideradas
"supersticiosas". Entretanto, mesmo os médicos formados apresentavam comportamentos
orientados por diversas concepções religiosas e políticas, não havendo uma visão "científica"
unívoca. Na principal instituição de assistência à população de Porto Alegre, a Santa Casa de
Misericórdia, conviveram irmãs de caridade, leigos e médicos que procuraram transformar
uma entidade predominantemente asilar em um hospital de combate e controle de doença, o
que só ocorreu durante a década de 1920. Concomitantemente, benzedores, curandeiros,
homeopatas, parteiras, espíritas e outras práticas de cura organizaram formas de tratar as
dificuldades cotidianas da população. Esses grupos consideravam a saúde mais do que só o
bem-estar físico. Eram também conforto, consolo, socialização, proteção e explicação dos
seus problemas através de um universo reconhecível. As diversas formas de organização
para a cura intercambiaram elementos entre as concepções, incluindo concepções
"científicas". Os diversos grupos sociais participantes desse processo construíram
perspectivas próprias, muitas vezes ambíguas e contraditórias, mas que correspondiam às
suas necessidades naquele momento histórico em que a República não atendia seus anseios
PALAVRAS-CHAVE: medicina; condições sociais; positivismo; saúde pública.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4212765481348270
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=19978033003017019P9
Download:
http://libdigi.unicamp.br/document/?code=000115316
183

AS ESTRATÉGIAS DA PEDAGOGIA DO ASSISTENCIALISMO EM BELO


HORIZONTE, 1930-1990: EDUCAÇÃO E CARIDADE
Souza, Marco Antônio de
GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS EDUCAÇÃO UFMG, MINAS GERAIS, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2001 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

Este trabalho analisa as práticas da pedagogia do assistencialismo em três instituições de


caridade que atenderam à família e à infância pobre na cidade de Belo Horizonte, entre
1930-1990. Foram investigados a Cidade Ozanam, obra assistencial da Sociedade de São
Vicente de Paulo, o Lar dos Meninos Dom Oorione, administrado pela Congregação dos
Orionitas e o Abrigo Jesus, de orientação espírita kardecista. Atenção especial foi dispensada
às diferentes orientações religiosas e ideários assistenciais, disseminados nas práticas dessas
instituições que se organizaram procurando isolar e educar os pobres. A partir de diferentes
concepções educativas e suas práticas, essas instituições revelaram trabalho missionário de
catequese para educar os pobres, com o objetivo de discipliná-los, transformando-os em
trabalhadores e cidadãos. A pesquisa documental revelou o seguinte material: jornais,
revistas, atas, relatórios, fichas de internamento e fotografias. A análise se orientou por
marcos teórico-metodológicos presentes nos seguintes autores: Michel Foucault, Giovanna
Procacci, Bronislaw Geremek, Pierre Bourdieu, Catherine Rollet-Echalier, André Petitat, Roger
Chartier, Gertrude Himmelfarb, Marion Aubrée, François Laplatine, Marcos Cezar Freitas,
Maria Luiza Marcílio, Moisés Kuhlmann Jr., Cynnthia Greive Veiga e Luciano Mendes de Faria
Filho.
PALAVRAS-CHAVE: educação; assistência; caridade.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200118132001010001P7
Download:
http://hdl.handle.net/1843/FAEC-86PMYU
184

ESTUDO SOBRE AS PRÁTICAS RELIGIOSAS E SUA RELAÇÃO COM A SAÚDE


MENTAL DE IDOSOS: UM ESTUDO NA COMUNIDADE

Baptista, Adriana Said Daher


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA UNIFESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2004 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

Objetivo: explorar os dados referentes aos hábitos religiosos e, à saúde mental de idosos
que vivem em comunidade, para verificar a influência da pratica religiosa na saúde mental
desta população. Método: trata-se de um estudo em corte transversal realizado na
comunidade. Teve como participantes 6.961 pessoas com 60 anos ou mais, não
institucionalizados, ambos os sexos, vivendo em área urbana, residentes no Estado do Rio
Grande do Sul. Os dados foram coletados, por entrevistadores treinados que realizaram uma
entrevista estruturada face a face, composta por questões fechadas e agrupadas em blocos
temáticos. Além dos dados de saúde mental utilizando o Short Psychiatric Evaluation
Schedule, foram coletadas informações demográficas el sócio-culturais ligadas aos hábitos
religiosos' através dei um questionário. Resultados: os dados, encontrados foram: 75,7 por
cento da amostra pertencentes à religião católica, seguida dos evangélicos (15,5 por cento);
48,9 por cento dos sujeitos examinados não mudaram o comportamento religioso com o
passar dos anos; 71,5 por cento dos sujeitos referem praticar sua religião; o passar dos anos
não interfere no comportamento religioso dos sujeitos; os idosos, analfabetos e alfabetizados
fora da escola, de baixa renda, mulheres, desquitados e evangélicos, referiram ter se
tornados mais religiosos com o passar dos anos; idosos que se tornaram mais ou menos
religiosos com o passar dos anos apresentam um menor risco de ter problemas mentais, e
idosos praticantes da fé espírita ou evangélica são mais expostos ao risco de morbidade
psiquiátrica quando comparados á outros grupos religiosos. Conclusão: a saúde mental é um
fenômeno complexo que sofre a influência de múltiplas variáveis sendo elas biológicas,
psicológicas e sociais. A religiosidade parece ser um fator psicológico/social de extrema
importância quando relacionado à saúde mental. Novas pesquisas. são necessárias para o
estudo das estruturas subjacentes a essas associações.
PALAVRAS-CHAVE: religião e medicina; saúde mental; idoso; epidemiologia.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/5615265264574853
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200413033009015032P3
Download:
185

RELAÇÕES RACIAIS NO PROTESTANTISMO RECIFENSE

Aquino, Rosa Maria de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS ANTROPOLOGIA UFPE, PERNAMBUCO, NORDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

Identificar discriminação racial nas relações sociais de três igrejas protestantes


representantes das categorias histórica, pentecostal e neo-pentecostal, na cidade do Recife,
constituiu o objetivo inicial desta pesquisa. Ao longo do trabalho fixei-me especialmente na
igreja de caráter neo-pentecostal, a Igreja Internacional da Graça de Deus. No fenótipo que
se observa entre os fiéis partícipes ou não da hierarquia dessa Igreja caracteriza-se primeiro
por uma hegemônica pardização, depois por uma presença marcante de negros e por último
por uma ínfima quantidade de brancos. Entre os interlocutores com quem mantive contatos,
nega-se ora com vigor ora com indiferença, a existência de qualquer ação discriminatória.
Percebi, apesar disso, a sutil presença de um comportamento que indica a preocupação com
aspectos discriminatórios, fruto de um construto social que não se fixa necessariamente nos
fenótipos. Quero com isso dizer que não me passam despercebidas frases como a de uma
Obreira que disse Sou negra e linda e onde piso, não deixo rastro e nem os cabelos
artificialmente alisados de algumas Obreiras para se adaptarem ao padrão estético
estabelecido pela igreja. Nota-se que isto aparentemente não se configura um problema para
o cotidiano daquelas pessoas. Pelo contrário, sentem-se completamente integradas à sua
igreja e afirmam que hoje se acham mais bonitas por serem filhas do Rei. Não obstante, o
que constato com mais vigor é outro tipo de discriminação. Ele se refere às origens religiosas
dos integrantes dessa igreja que são oriundos direta ou indiretamente das religiões afro-
brasileiras: xangô, umbanda, jurema. Ou do espiritismo. Todos que assim se identificam,
abominam essa fase de sua vida. Associam-na a momento de trevas, de erros, de pecados.
Por outro lado, as prédicas pastorais reforçam essa recusa. Nelas os Pastores
frequentemente recorrem ao exorcismo, principalmente daquilo que consideram ameaçador
e que intitulam de inimigo, capeta, tranca-ruas, pomba-gira, Exu, omulu etc. Expressam,
assim, algumas afinidades eletivas com entidades presentes no panteão ou no imaginário das
religiões afro-brasileiras
afinidades eletivas; antropologia; protestantismo; pardização; religiões afro-brasileiras;
PALAVRAS-CHAVE:
relações raciais; neo-pentecostalismo.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7663893470581900
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20062125001019013P5
Download:
http://www.bdtd.ufpe.br/tedeSimplificado//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1572
186

PRETOS-VELHOS: ORÁCULOS, CRENÇA E MAGIA ENTRE OS CARIOCAS

Pereira, Mônica Dias Gualda


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA UFRJ, RIO DE JANEIRO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

Esta tese parte da seguinte pergunta: O significa a divinização de escravos nos ritos
contemporâneos em que se cultuam os pretos-velhos? Para compreender por que motivo os
escravos são divinizados na contemporaneidade em ritos públicos e privados, além de
detalhada etnografia de rituais que praticam a devoção aos pretos-velhos, foi também feita
uma análise das representações dos participantes desses rituais. O culto aos pretos-velhos
remete a narrativas contemporâneas do cativeiro, sendo símbolo que sustenta múltiplos
entendimentos sobre a escravidão brasileira e atualiza seus significados através de rituais
religiosos. Os pretos-velhos são reconhecidos como "espíritos de escravos" e entidades
cultuadas na umbanda. O culto faz parte da cultura popular religiosa brasileira, estando
presente em diferentes religiões do campo espírita. Por esse motivo, observei rituais na
barquinha, em casas de candomblé, na umbanda, em grupos que seguem a doutrina de
Allan Kardec e na arca. A presença dos pretos-velhos não está restrita ao universo religioso
público, é cultuado em ritos privados, sendo este um aspecto que demonstra o vigor da
prática umbandista e das modelações religiosas, que apresentam novas faces deste culto.
Sua presença neste âmbito privado reforça o sentido de familiaridade que tais entidades
representam, pois são nominadas pelos evocativos de "pai", "tio", "tia", "avó", expressando
vínculos de consanguinidade que fortalecem os laços entre o ente e seu devoto. Neste
trabalho constatamos que a devoção aos pretos-velhos reflete a construção social da
identidade nacional, implicada na pertinência de resgatar a afinidade como o cativeiro.
Finalmente, pergunta-se em que medida esta identidade – construída nesse campo e que
afeta pessoas de todas as classes –, está sendo substituída por outra concepção de
escravidão, de negro e de nação. Esta última questão certamente demandará trabalhos
futuros para ser melhor respondida.
PALAVRAS-CHAVE: arca; barquinha; escravidão; preto velho; ritos religiosos.

Currículo Lattes:
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=200623831001017020P9
Download:
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=92240
187

AS PRÁTICAS RELIGIOSAS ATUANDO NA RECUPERAÇÃO DE DEPENDENTES


DE DROGAS: A EXPERIÊNCIA DE GRUPOS CATÓLICOS, EVANGÉLICOS E
ESPÍRITAS

Sanchez, Zila Van Der Meer


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA UNIFESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2006 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

Objetivo: Compreender e elucidar procedimentos dos diversos tratamentos para dependência


de drogas realizados por grupos religiosos, que não seguem os padrões médicos
convencionais. Métodos: Utilizou-se de método qualitativo, empregando-se técnicas de
entrevistas semi-estruturadas e observação participante, considerando a visão do fenômeno
que têm os indivíduos que se submeteram a essas práticas religiosas. Registrou-se a
percepção dos entrevistados sobre o tratamento religioso, uma vez que eram fonte rica de
informação de um fenômeno por eles vivido intensamente. Resultados: Foram visitadas 21
instituições religiosas dos segmentos católico, protestante e espírita, nas quais foram
contatados informantes-chave que permitiram a entrada e acesso à cultura e a 85 ex-
usuários de drogas, submetidos a práticas religiosas no tratamento da dependência de
drogas, que foram entrevistados em profundidade. Observou-se que a crise é o maior motivo
de busca de tratamento, nos três grupos, sendo representada pela perda de família,
emprego e sujeição a fortes humilhações. Os evangélicos foram os que mais utilizaram o
recurso religioso como forma exclusiva de tratamento, apresentando forte repulsa ao papel
do médico e qualquer tipo de tratamento farmacológico. Também foram os que descreveram
maior intensidade da crise vivida, relacionada especialmente a drogas ilícitas. Os espíritas
foram os que buscaram mais apoio terapêutico à dependência de drogas lícitas,
simultaneamente a um tratamento convencional, justificado inclusive por serem o grupo de
maior poder aquisitivo. Os católicos afirmaram terem buscado apoio no que já lhes era
conhecido, já que todos foram educados nesta religião. O que há de comum em todos os
tratamentos é a importância dada à oração, conversa com Deus, como método de controle
da fissura da droga, atuando como forte ansiolítico. Para evangélicos e católicos, a confissão
e o perdão, através da conversão (fé) ou das penitências, respectivamente, exercem forte
apelo à reestruturação da vida e aumento da auto-estima. Apesar de todos os entrevistados
terem se vinculado a um tratamento religioso para dependência de drogas, a fé não foi o
móvel inicial desta busca. Na realidade ela foi desenvolvida numa etapa posterior do
tratamento, sendo uma decorrência dos sucessos observados em terceiros ou em sua própria
recuperação paulatina. O que os manteve na instituição religiosa foi a admiração pelo
acolhimento recebido, a pressão positiva do grupo e a oferta de reestruturação da vida com
apoio incondicional dos líderes religiosos. Além disso, a religião lhes oferece condições de
refazer seus vínculos de amizade, através de diversas atividades ocupacionais voluntárias e,
assim, facilitando o afastamento da droga e dos companheiros vinculados a ela. Conclusões:
O tratamento religioso para dependência de drogas ganha espaço na saúde pública brasileira
e compartilha responsabilidade com o serviço de saúde convencional. Tais intervenções são
consideradas eficazes pelos indivíduos submetidos a elas e despertam a atenção destes pela
forma humana e respeitosa pela qual são tratados. A maior potencialidade destes
188

tratamentos está no suporte social do grupo que os recebe, no tratamento de igual para
igual e no acolhimento imediato e sem julgamentos, mostrando que o sucesso destas ações
não se esgota num possível aspecto “sobrenatural”, como poder-se-ia supor, mas sim, em
especial, na dedicação incondicional do ser - humano por seu semelhante.
PALAVRAS-CHAVE: dependência de drogas; religião; metodologia qualitativa.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/9110200572507368
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20061433009015033P0
Download:
http://www.amebrasil.org.br/html/tese_zila_PhD.pdf
189

DO PÚLPITO AO BAQUIÇO: RELIGIÃO E LAÇOS FAMILIARES NA TRAMA DA


OCUPAÇÃO DO SERTÃO DA RESSACA

Aguiar, Itamar Pereira de


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS SOCIOLOGIA PUC-SP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2007 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

Esta tese trata do processo cultural e das tradições religiosas existentes em Vitória da
Conquista, município localizado no Sudoeste da Bahia, área identificada como Sertão da
Ressaca e onde viviam os índios Botocudos, Pataxós e Mongoiós que interagiram,
destacadamente, com portugueses, italianos, espanhóis e africanos, em sua maioria
congoleses e angolanos. Durante aproximadamente dois séculos, a agricultura e a pecuária
foram atividades preponderantes na região e o boi aparece como elemento importante na
vida da sociedade; talvez por isso, povoe o imaginário coletivo na condição de mito
fundador. Não obstante a Cidade estar inserida num contexto mais amplo, criou-se aí uma
cultura peculiar, um dentre os modos de viver e ser brasileiro. Da segunda metade do século
XVIII até a penúltima década do século XIX, ao que tudo indica, apenas a religião católica e
as tradições afro-indígenas se faziam presentes na Região. A partir dos anos 1890, surgiram
o espiritismo kardecista e a Igreja Batista; nos anos 1930, detecta-se a presença de terreiros
de Candomblé de Caboclos devidamente organizados. Desde então surgiram outras religiões.
Objetiva identificar a presença, a diversidade das tradições e como as famílias ditas
tradicionais, endogamicamente organizadas, distribuíram-se entre as diversas religiões.
Enfoca a Igreja Batista nas suas relações com as demais, especialmente com o povo de
santo. Aborda a ocupação do Sertão da Ressaca e a organização social, política, econômica e
cultural local, até a Proclamação da República. A partir daí, divide a história da Cidade em
três períodos: a) de 1900 até 1930; b) 1930 até 1970; c) 1970 até 2006. Elaborando um
quadro dos intendentes e prefeitos, e outro, contendo o número de templos das diversas
religiões por bairros, confecciona um mapa religioso. Os fiéis da Igreja Batista, de início, são
de famílias tradicionais. Depois, a Igreja perde as características de igreja familiar e se
assume como fundamentalista, indo buscar adeptos nos seguimentos populares. Do ano
1900 até 1930, aconteceram conflitos entre esta e a Igreja Católica, e movimentação de fiéis
entre estas religiões. Nas relações entre batistas e o povo de santo, deslocaram-se fiéis entre
as duas religiões, ocorrendo utilização de serviços mágicos das tradições afro-brasileiras
pelos batistas
ciências sociais aplicadas; tradições religiosas; cultos afro brasileiros; vitoria da conquista;
PALAVRAS-CHAVE:
bahia - usos e costumes; bahia - religião; batistas.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7852781430169188
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20071033005010006P0
Download:
http://www.sapientia.pucsp.br//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5515
190

REPRESENTAÇÃO SOCIAL DE MINISTROS RELIGIOSOS CRISTÃOS SOBRE A


DOENÇA MENTAL

Gussi, Maria Aparecida


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

UNB, DISTRITO FEDERAL, CENTRO-


CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA
OESTE
ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2008 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

Este estudo buscou identificar as concepções que ministros religiosos cristãos têm sobre a
doença mental, ao revelarem as próprias experiências no atendimento de doentes mentais
e/ou familiares desses, ancorado na Teoria das Representações Sociais. A escolha de
ministros religiosos cristãos foi em razão de que no exercício da função de ministro religioso,
portam e disseminam uma forma de pensar que exerce grande influência no grupo adjunto.
Adicionalmente, observa-se na prática psiquiátrica que um número significativo de pacientes
e seus familiares buscam na religião respostas ou soluções para o sofrimento vivenciado;
este processo se traduz em atitudes que transitam tanto nos espaços pertinentes à
psiquiatria, quanto nos pertinentes à religião. Foram entrevistados 19 ministros religiosos das
denominações católica, evangélicas e espírita. O conteúdo das entrevistas foi submetido ao
software ALCESTE que evidenciou dois eixos temáticos. O primeiro eixo estabelece a
concepção de doença mental como uma doença da alma e foi dividido em duas classes: na
relação obsediado e obsessor, a porta aberta para a doença mental; e doença mental versus
possessão demoníaca: dois discursos paradoxais. O segundo eixo temático sustenta que na
crença do bem e do mal é que se dá a organização do exercício ministerial, e foi dividido em
três classes: concessão de autoridade para enfrentar o demônio; o bem e o mal são faces de
uma mesma moeda; e nos sonhos e nos desejos o atalho para a opção ministerial. O produto
deste trabalho possibilita subsidiar a sistematização de um conhecimento que possa ser
utilizado como mais uma ferramenta de trabalho nas intervenções feitas em situações de
sofrimento psíquico.
doença mental; representações sociais; saúde mental; religião; psiquiatria; ciências da
PALAVRAS-CHAVE:
saúde.

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3561491363073584
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20082453001010047P0
Download:
http://bdtd.bce.unb.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=4498
191

O SIGNIFICADO DA RELIGIOSIDADE PARA PACIENTES COM CÂNCER E


PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Espíndula, Joelma Ana


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS DA SAÚDE ENFERMAGEM USP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

Os objetivos do estudo são compreender como pacientes com câncer vivenciam o fenômeno
da religiosidade e da fé, e como profissionais de saúde significam a religiosidade e a fé dos
pacientes em tratamento de câncer e como vivenciam esse fenômeno. O tema religiosidade é
considerado atual e importante para a época onde ainda falta uma atenção a esse aspecto
aos pacientes com doenças graves. Trata-se de uma pesquisa qualitativa-descritiva, sob o
referencial de análise fenomenológica em Stein (1999b) e Ales Bello (2006a), um modo de
compreender e analisar o ser humano na sua totalidade - física, psíquica e espiritual, que
possibilita um aprofundamento e uma correlação entre sua interioridade e exterioridade que
se mostram nos desdobramentos das análises desenvolvidas. É no sentido das falas dos
colaboradores onde se apóia a análise fenomenológica, enquanto descrição que quer
conhecer intuitiva e imediatamente o que há \"por trás\" dessas falas. No presente estudo
revelou que os pacientes com câncer mostram pertencer a uma diversidade de religiões: a
maioria é de Evangélicos e Espíritas, a minoria são de Católicos. Os pacientes significam a
religião como um meio de suporte e sustento fundamental nos momentos de dor e
sofrimento causados pelo câncer e por seu tratamento. Eles percebem a comunidade
religiosa como um apoio espiritual, com a qual eles podem compartilhar os seus sentimentos,
os seus conflitos, as suas dores e serem acolhidos, como são, na sua finitude. Alguns
mostram que puderam viver na vida transformações de valores que ainda não tinham sido
vividos e nem experimentados, e passam a agir através destes. Nesse estudo, apresento
também a experiência tal como vivida pelos profissionais de saúde a partir de seus relatos a
maioria deles não frequenta nenhuma igreja. Dois dizem Católicos praticantes e um Católico
não praticante. A maioria dos profissionais diz Espiritualista, um médico se diz Budista e uma
Espírita. Esses acreditam que a religião é inerente a todo ser humano. Eles confiam nos
valores humanos e experienciam uma \"religião pessoal\". Eles expressam nas religiões os
valores positivos que recebem os seus fiéis e estes procuram aprender vivê-los. A religião
pode se viver individualmente (sozinho), ou seja, ser autônomo nos seus atos, sem influência
do pastor, do padre que seja para orientar a seguir a estrada da vida. Os que são convictos
de suas religiões (menos da metade) dos profissionais acreditam na proteção divina. Têm na
Palavra de Deus e em Nossa Senhora o sustento para suas ações, tem uma disposição e
motivação diferente para tratar com os doentes. A religião é vivenciada por elas de um modo
humano e verdadeiro. Elas mostram vivê-lo com amor, ao se aproximar e se \"jogar\" por
inteiro na relação com os pacientes e com os outros profissionais da equipe. No geral, os
profissionais significam a importância da religiosidade para o paciente e sua família, mas
estas devem vir como sustento e proteção para enfrentar a situação; eles esperam que esses
enfermos vivam a sua fé com prudência e sempre aderindo à realidade.
PALAVRAS-CHAVE: câncer; psico-oncologia; religiosidade; espiritualidade; profissionais de saúde.
192

Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4827583489990217
Banco de Teses/Capes:
http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20091433002029016P9
Download:
http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-08012010-123832/
193

RECOMPOSIÇÕES IDENTITÁRIAS NA INTEGRAÇÃO RELIGIOSA E


CULTURAL DA IGREJA MESSIÂNICA NO BRASIL

Tomita, Andréa Gomes Santiago


GRANDE ÁREA: ÁREA: LOCALIZAÇÃO (IES, UF, REGIÃO):

CIÊNCIAS HUMANAS CIÊNCIAS DA RELIGIÃO UMESP, SÃO PAULO, SUDESTE


ANO DE DEFESA: NÍVEL ACADÊMICO: ABORDAGEM QUANTO AO ESPIRITISMO:

2009 DOUTORADO TANGENCIAL

RESUMO

Esta pesquisa fundamenta-se na análise da integração religiosa e cultural da Igreja


Messiânica Mundial (IMM) no Brasil e suas recomposições identitárias. A exploração do seu
universo simbólico é tida como uma das chaves para a compreensão da identidade
messiânica. O emblema da igreja é símbolo da cultura cruzada e harmonia entre diferentes.
No Brasil, em especial, o Solo Sagrado de Guarapiranga é expressão do Paraíso Terrestre,
próposito maior da mensagem messiânica da IMM. Devido à sua peculiaridade como religião
de origem japonesa pouco familiar ao público brasileiro, são apresentadas algumas
tendências constituintes (autóctones, xamânicas, de crenças populares, xintoístas,
confucionistas e hindu-budistas) e conceitos messiânicos tendo em vista sua relevância no
processo de construção da identidade messiânica brasileira. Conforme a natureza dos
conceitos, optou-se por uma visão comparada entre a Igreja Messiânica e outras novas
religiões japonesas (NRJ) como a Mahikari, Perfeita Liberdade, Seicho-no-Ie e Tenrikyo. No
concernente à reencarnação, em especial, a visão comparada com o Espiritismo possibilitou
aproximações com a religiosidade brasileira. A partir da contextualização histórica e
compreensão da adoção da nomenclatura messiânica, foram abordadas as concepções de
espírito da palavra, ultra-religião, purificação e doença, benefícios materiais, autocultivo bem
como as várias dimensões da experiência religiosa brasileira: ecológica, inter-religiosa,
artística e messiânica no sentido estrito do termo. A concepção de ultra-religião de Meishu-
Sama (nome religioso de Mokiti Okada, 1882-1955), sobretudo, necessita ser compreendida
à luz da trajetória de consolidação da religião em um contexto peculiar do Japão do início do
século XX. Antes de fundar a religião messiânica, Okada transitou no mundo das artes, dos
negócios, editorial, e por fim ideológico-religioso em seu contato com a religião Oomoto e
outras expressões religiosas que pululavam no Japão no período de entre-guerras. O
processo dinâmico de interação de tendências diversas, característico das NRJ, em contato
com a religiosidade brasileira impulsiona uma série de ressignificações sincréticas nipo-
brasileira marcada por processos criativos singulares. A ênfase na figura do Messias Meishu-
Sama, a prática do sonen e a criação da teologia messiânica são alguns dos elementos
fundamentais da mais recente recomposição identitária da religião no país. Diante das
sucessivas transformações das abordagens institucionais e da introdução de múltiplas
dimensões da vivência messiânica, a construção identitária da IMM, que abrange aspectos
religiosos e ultra-religiosos, torna-se cada vez mais complexa e multifacetada.(AU)
símbolo; integração; ressignificação sincrética; identidade; igreja messiânica; ciências
PALAVRAS-CHAVE:
humanas; ultra religião.

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5943301102302636


Banco de Teses/Capes: http://capesdw.capes.gov.br/capesdw/resumo.html?idtese=20091133017018001P0
Download: http://ibict.metodista.br/tedeSimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=2010
194

ÍNDICE DE AUTORES

Aguiar, Itamar Pereira de 189 Cavalcanti, Maria Laura Viveiros de Castro 10

Albuquerque, Tiago Paz e 102 Chinellato, Thais Montenegro 12

Almeida, Alexander Moreira de 123 Colombo, Cleusa Beraldi 13

Almeida, Angélica Aparecida Silva de 39 Corrêa, Vanessa Roque 59

Almeida, Angélica Aparecida Silva de 128 Costa, Celma Laurinda Freitas 104

Almeida, Gloria Maria Vanderlei de 16 Costa, Flamarion Laba da 18, 117

Alves, Francisco de Sousa 43 Crespilho, Luciene Domenicone 61

Andrade, Denise Mostacatto Sampaio de 157 Cruz, Inácio Manuel Neves Frade da 83

Andrade, Mário Celso Ramiro de 132 Cunha, Litza Andrade 31

Aquino, Rosa Maria de 185 Damazo, Alessandra Cristina 75

Araújo, Eveline Stella de 81 D'Andrea, Anthony Albert Fischer 21

Araújo, Rodrigo Silva Rosal de 50 Debei, Audrey 94

Arribas, Célia da Graça 91 Dias, José Roberto de Lima 76

Assunção, Luiza Maria de 161 Dias, Roberto Barros 171

Azevedo, Alexandre Ramos de 70 Dias, Vera Lucia 51

Baptista, Adriana Said Daher 184 Elias Junior, Alberto Calil 138

Barbieri, Cibele Aparecida Pejan 165 Elias, Ana Catarina de Araújo 156

Bastos, Verioni Ribeiro 174 Espíndula, Joelma Ana 191

Belmont, Rafael Neves Flôres 82 Falcão, Luciene Campos 162

Betarello, Jeferson 103 Faria, Lucio de 14

Bigheto, Alessandro César 72 Fenili, Rosangela Maria 139

Boff, Angelica Bersch 44 Fernandes, Magali Oliveira 17, 118

Bonifacino, Hector Omar Ardans 149 Fernandes, Paulo C. C. 95

Brettas, Anderson Claytom Ferreira 73 Ferreira, Fernanda Flávia Martins 96

Cabral, Elisandra Barbosa 92 Ferreira, Juliana Mesquita Hidalgo 45

Canhadas, Cleide Martins 30 Floriano, Maria da Graça 158

Carisio, Camila Mendonça 93 Frattari Neto, Nicola José 105

Carvalho, Clarissa Andrade 154 Fuckner, Cleusa Maria 140

Castro, Maria Lucia Caldas Santana de 58 Galbiati, Glória de Fátima Manuel 152
195

Gama, Cláudio Murilo Pimentel 15 Mello, Claudius Alex Teixeira de 34

Garcia, Edilene Xavier Rocha 84 Menezes, Bethânia Alves de 77

Garcia, Simone Ribeiro 129 Milani Filho, Marco Antonio Figueiredo 64

Gil, Marcelo Freitas 97 Mota Júnior, Eliseu Florentino da 35

Giumbelli, Emerson Alessandro 19 Mourão, Bernadete de L. Alexandre 146

Glina, Débora Mirim Raab 11 Negro Júnior, Paulo Jácomo 114

Godoy, Marino Luis Michilin 85 Oliveira, Alcilene Cavalcante de 130

Góes, Claudinei Aparecido de 62 Oliveira, Aurenea Maria de 126

Gonçalves, Nádia Luciane Pereira 98 Oliveira, Eliane de Christo 87

Guarnieri, Maria Cristina Mariante 46 Oliveira, Eliane Silva de 134

Guimarães, Eduardo Alfredo Morais 147 Oliveira, Fabio Fidelis de 107

Gussi, Maria Aparecida 190 Oliveira, José Henrique Motta de 170

Halpern, Elisabeth Espindola 32 Oliveira, Neide Marcia Scheffer de 65

Incontri, Dora 119 Oliveira, Simone Geralda de 47

Jabert, Alexander 133 Paiva, Alessandra Viana de 109

Jácome, Óscar Fernando Junqueiro 33 Pátaro, Cristina Satiê de Oliveira 167

Jurkevics, Vera Irene 24 Pavam, Daniel 60

Leão, Frederico Camelo 63 Pereira, André Andrade 142

Lewgoy, Bernardo 116 Pereira, Maria Florice Raposo 27, 124

Lignani, Ângela Maria de Oliveira 41 Pereira, Mônica Dias Gualda 186

Lima, Glaudston Cordeiro de 25 Peters, Carlos Eduardo Marotta 42

Lima, Nadia Rodrigues Alves Marcondes Luz Piccoli, Pedro 110


52
Pietrukowicz, Marcia Cristina Leal Cypriano 48
Lima, Sandra Mara Moraes 67
Pires, Flávia Ferreira 160
Lodi-Corrêa, Samantha 106
Pombo, Riciele Majorí Reis 88
Machado, Fátima Regina 22
Puttini, Rodolfo Franco 121
Machado, Murilo José D'Almeida 26
Rangel Junior, Vicente Marins 127
Maldonado, Elaine Cristina 99
Ribeiro, Ademir 168
Marmolejo, Javier Gutierrez 86
Ribeiro, Angélica Bogatzky 111
Mattosinho, Mariza Maria Serafim 163
Ribeiro, Luiz Alberto Faria 175
Medeiros, Bartolomeu Figueiroa de 181
Ribeiro, Raphael Alberto 78
Medina, Ceres de Carvalho 113
Rocha, Alexandre Caroli 49, 136
196

Rocha, Irlandia Maria Serra Negra Coelho 155 Silva, Glayton Alexandre da 176

Sá, Vera Borges de 120 Silva, Gleide Sacramento da 80

Said, Cezar Braga 28 Silva, Marcos José Diniz 143

Sampaio, Dilaine Soares 89 Silva, Raquel Marta da 55, 137

Sampaio, Gabriela dos Reis 148 Silva, Rosana Cláudia da 101

Sampaio, Jáder dos Reis 122 Silva, Vânia Maria Ferreira 173

Sanchez, Zila Van Der Meer 187 Silveira, Andréa Fernanda 38

Santana, Marcelo Cardoso de 169 Souza, Marco Antônio de 183

Santos, Alberto Pereira dos 36 Souza, Marcus Antônio de 177

Santos, Dalmo Duque dos 53 Souza, Petrônio Granato de 56

Santos, Elen Barbosa dos 159 Stoll, Sandra Jacqueline 115

Santos, Eufrázia Cristina Menezes 37 Teixeira, Cicero Marcos 144

Santos, Frederico Santos dos 68 Teixeira, Francisca Niédja Barros 178

Santos, Genivalda Araujo Cravo dos 66 Teixeira, Luciano dos Santos 57

Santos, Sheila Malta 151 Tolesano, Ercília Pereira Zilli 29

Schmitt, Jaqueline Aparecida Martins Zarbato Tomita, Andréa Gomes Santiago 193
125
Vasconcelos, Daniel Arthur Lisboa de 112
Scoton, Roberta Muller Scafuto 90
Venturini, Vilson 166
Silva Neto, Francisco Luiz P. da 20
Veríssimo, Jean Fabrício Dias 69
Silva, Creusa Ribeiro da 79
Vinagre, Elizabeth da Silva Galastri 179
Silva, Daniella Francisca Soares e 100
Weber, Beatriz Teixeira 182
Silva, Eliane Moura 180
Zangari, Wellington 23
Silva, Fábio Luiz da 54, 131
197

ÍNDICE DE ÁREAS

Administração
93, 100, 110, 122 Letras
41, 43, 49, 67, 76, 92, 101, 127, 130,
Antropologia 136
10, 15, 19, 20, 25, 37, 81, 86, 115,
116, 138, 154, 159, 160, 181, 185 Medicina
63, 114, 123, 156, 169, 184, 187, 190
Artes
61, 132 Memória Social
155
Bioética
111 Psicologia
11, 38, 51, 59, 102, 129, 146, 149,
Ciência da Informação 151, 157, 162
75
Saúde Pública/Coletiva
Ciência Política 32, 34, 48, 121
96
Serviço Social
Ciências Contábeis 175
64
Sociologia
Ciências da Religião 21, 27, 31, 62, 68, 80, 82, 91, 94, 95,
16, 22, 23, 29, 30, 33, 46, 47, 56, 60, 97, 107, 112, 113, 124, 126, 143, 147, 161,
65, 66, 69, 83, 89, 90, 103, 109, 142, 158, 186, 189
165, 166, 168, 173, 174, 176, 178, 193

Comunicação
12, 14, 17, 26, 53, 118

Desenvolvimento Local
84

Direito
35, 50, 152

Educação
28, 58, 70, 72, 73, 79, 87, 98, 104,
105, 106, 119, 134, 140, 144, 167, 179, 183

Enfermagem
139, 163, 177, 191

Geografia
36, 77, 85

História
13, 18, 24, 39, 42, 44, 45, 52, 54, 55,
57, 78, 88, 99, 117, 120, 125, 128, 131, 133,
137, 148, 170, 171, 180, 182