Você está na página 1de 12

22/05/2012

CENTRO UNIVERSITÁRIO FILADÉLFIA DE LONDRINA


GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL

ENGC 1023 – Materiais da Indústria da Construção Civil II

Traços para Concreto:


Representação e Proporcionamento
NOTAS DE AULA

Prof. Dr. Paulo Sérgio Bardella

Definição

TRAÇO

Relação entre o cimento e os diferentes


constituintes do concreto

(cimento, areia e agregados)

1
22/05/2012

Definição

Relação entre constituintes do concreto:


cimento, areia e agregados

Relação - em massa
mista
em volume

Definição
Relação entre constituintes

Traço em massa:
Mais preciso – laboratórios e usinas de concreto.

Traço misto:
Cimento em massa e agregados em volume - obra.

Traço em volume:
Impreciso - cimento bastante adensável - pouco usado

2
22/05/2012

Definição
Para trabalhar com os traços é preciso conhecer as características físicas
dos aglomerantes e dos agregados

Características físicas do aglomerantes e agregados

Característica Cimento Agregado miúdo Agregado graúdo


Massa específica (γγ) Frasco de Le Frasco de Chapman Balança hidrostática
Chatelier
Massa específica Recipiente Recipiente Recipiente
aparente (δ
δ) paralelepipédico paralelepipédico paralelepipédico

Teor de umidade (h) ______ Frasco de Chapman ______

Inchamento (I) ______ Recipiente ______


paralelepipédico e
Frasco de Chapman

Notação

Aglomerante : agregado miúdo : agregado graúdo : relação água/cimento

1 a p x

1 : a : p : x

Aglomerante – é sempre a unidade


a – quantidade de areia no traço
p – quantidade de pedras no traço
x – relação água/cimento

3
22/05/2012

Traço em massa para 1 kg de cimento


1 : a : p : x

1 = 1 kg de cimento
a = quantidade de areia para 1 kg de cimento
p = quantidade de pedras para 1 kg de cimento
x = quantidade de água para 1 kg de cimento

Ex.: 1:2:3:0,60 1 kg de cimento


2 kg de areia
3 kg de pedras
0,60 kg de água

Traço em massa para 1 saco de cimento


Traço em massa - 1 : a : p : x

1 = 1 saco de cimento = 50 kg
a = quantidade de areia para 1 saco de cimento
p = quantidade de pedras para 1 saco de cimento
x = quantidade de água para 1 saco de cimento

50 : 50a : 50p : 50x

x50
Ex.: 1:2:3:0,60 1 saco de cimento = 50 kg
100 kg de areia
150 kg de pedras
30 kg de água

4
22/05/2012

Traço misto para 1 kg de cimento


Traço em massa - 1 : a : p : x

a p
1: : :x
δa δp
Onde,
δa – massa específica aparente da areia (massa unitária) = 1,50 kg/l
δp – massa específica aparente da brita (massa unitária) = 1,45 kg/l

Ex.: 1:2:3:0,60 cimento – 1 kg areia –


brita – água – 0,60 kg

Traço misto para 1 saco de cimento


Traço em massa - 1 : a : p : x

a p a p
1: : :x 50 : 50 : 50 : 50x
δa δp δa δp

Ex.: 1:2:3:0,60 cimento – 1 kg = 50 kg


areia – 2,0 kg x50 = 100 kg
brita – 3,0 kg = 150 kg
água – 0,60 kg = 30 kg

5
22/05/2012

Traço em volume
Traço em massa - 1 : a : p : x

a p
1: δc : δ c : xδ c
δa δp
δc – massa específica aparente do cimento (massa unitária) = 1,00 kg/l

Ex.: 1:2:3:0,60 cimento – 1 kg = 1 l


areia – 2,0 kg =
brita – 3,0 kg =
água – 0,60 kg = 0,60 l

Consumo de cimento
Consumo de materiais (cimento, areia, brita e água):
em relação a 1m3 de concreto

Traço em massa - 1 : a : p : x

Considerações:

Volume de concreto = Vol. Cimento + Vol. Areia + Vol. brita + Vol. água

Desprezar os vazios existentes entre grãos.

Então, para 1 m3 (1000 litros): Vc + Va + Vp + Vág = 1000

6
22/05/2012

Consumo de cimento
Consumo de cimento = C

Quantidade de cimento para produzir 1m³ de concreto.

Traço em massa - 1 : a : p : x

xC

1C : aC : pC : xC

Consumo de cimento
Volume de cimento = Vc 1
Vc = C
γc
γc = massa específica do cimento

Volume de areia = Va a
Va = C
γa
γa = massa específica da areia

Volume de brita = Vp p
Vp = C
γp
γp = massa específica da brita

7
22/05/2012

Consumo de cimento
Volume real:

C a p
:C :C : Cx
γc γa γp

1 m³ = 1000 litros

C a p
+C +C + Cx = 1000
γc γa γp

Consumo de cimento
Volume real:
 1 a p 
C  + + + x  = 1000
γc γa γp 
 
Resulta na fórmula do consumo de cimento (kg por m³de concreto):

1000
C=
1 a p
+ + +x
γc γa γp

8
22/05/2012

Consumo de cimento
1000
C=
1 a p
+ + +x
γc γa γp
Simplificações:
m = a + p
1000
γa = γp = 2,65 C=
γc = 3,15
m
0,32 + +x
2,65

Consumo de cimento
1000
C=
1 a p
+ + +x
γc γa γp

Quantidade de cimento para cada m³ de concreto = C


Quantidade de areia para cada m³ de concreto = Ca.
Quantidade de pedra para cada m³ de concreto = Cp.
Quantidade de água para cada m³ de concreto = Cx.

Obs.: quantidades em massa transformação em volume (compra)


Teor de umidade e inchamento areia (correção)

9
22/05/2012

Porcentagem de argamassa no traço (A)


cimento + areia
A(%) = .100
cimento + areia + brita

Traço em massa - 1 : a : p : x

1+ a
A(%) = .100
1+ a + p

m = a + p

1+ a
A(%) = .100
1+m

Teor de água/materiais secos (H)


massa de água
H(%) = .100
massa de materiais secos

Traço em massa - 1 : a : p : x

x
H% = .100
1+ a + p

m = a + p
x
H% = .100
1+ m

10
22/05/2012

Teor de água/materiais secos


Valores práticos de H

DMC Adensamento
concreto
(mm) Manual Vibratório Vibratório
moderado enérgico
9,5 11 10 9

19 10 9 8

25 9,5 8,5 7,5

38 9 8 7

50 8,5 7,5 6,5

Exercícios
1. Seja o traço de concreto: 1:4:6:0,60, em massa.

a) Calcular o traço misto para cada saco de cimento.

b) Calcular as quantidades dos materiais para cada saco de cimento,


sabendo-se que a areia está com 4,0% de umidade.

c) Calcular as quantidades dos materiais para produzir 3 m³ de concreto.

Dimensionar as caixas de agregados (padiolas) para cada saco de cimento.

11
22/05/2012

Exercícios
2. O concreto do piso de uma indústria foi produzido com:
- 1 saco de cimento
- 5,5 latas de areia úmida (h = 5,5%)
- 7 latas de britas
- 30 litros de água
Pede-se para calcular:
a) Calcular o traço em massa.

b) Calcular as quantidades dos materiais para produzir 18 m³ de


concreto.

Obs.: 1 lata = 20 litros.

Exercícios
Dados: Material Massa específica Massa unitária
(g/cm³) (Kg/l)
Cimento 3,15

Areia 2,63 1,50

Brita 2,90 1,40

Areia:
Umidade crítica = 3,0%
Coeficiente médio de inchamento = 30%
Padiolas:
Peso máximo = 60 kg
Dimensões da base = entre 35 e 45 cm

12