Você está na página 1de 2

IV Simpósio de Ensino, Linguagens e suas Tecnologias 18 e 19 de agosto de 2017

Estudos Preliminares sobre a Memória e História das Primeiras Escolas de Educação


Básica de Municípios Brasileiros

Bernadete de Lourdes Streisky Strang (UNOPAR)


Aline Vanessa Locastre (UNOPAR)
Fabiane Luzia Menezes Santos (UNOPAR)
Patricia Graziela Gonçalves (UNOPAR)
Laura Célia S. Cabral Cava (UNOPAR)
Tatiane Romagnole Peres (UNOPAR)
Mariana Silva Franzin (UNOPAR)
Wesley Stutz (UNOPAR)
Flavio Carraro (UNOPAR)

Resumo

O Pr Estudos preliminares
sobre a memória e história das primeiras escolas de Educação Básica de municípios
brasileiros o
brasileiro, por região. A pesquisa envolverá revisão bibliográfica mediante a sistematização
de referenciais das três áreas envolvidas e pesquisa de campo, com o objetivo de responder
as perguntas propostas pelos Cursos. As respostas virão por meio das atividades propostas
no portfólio (PTG). São as seguintes as perguntas, da História: 1) qual é a escola mais antiga
da cidade ainda em funcionamento? 2) esta escola é pública ou privada? Se privada: era leiga
ou confessional e qual modalidade de ensino oferece. Somado a estas perguntas, os alunos
do curso de Arquitetura e Urbanismo irão perguntar o seguinte: 1) Como a memória das
escolas estão documentadas? Considere-se diferentes suportes de documentos gerais, tais
como registro do imóvel, Placas, monumentos, fotografias, configuração do edifício,
elementos ou técnicas construtivas especificas? 2) Existem indícios que a construção foi feita
exclusivamente para finalidade escolar? Ou se houveram adaptações que possuem evidência
para situação que está hoje. No campo do ensino de Artes, antes de direcionar uma pergunta,
será proposta a execução de fotografias externas e internas da escola. A partir dessas
fotografias, os alunos poderão pesquisar se há registros antigos da escola, em jornais,
museus ou na própria escola e se perguntar se houve mudanças significativas da escola. São
5 as fases definidas para a execução deste Fase 1: seleção dos alunos responsáveis pelo
grupo no PTG (detalhar os processos e etapas do (PTG) e gravação de vídeo apresentando
o projeto. Fase 2: Seleção dos alunos do 4º semestre do curso de História EAD, 4º semestre
de Artes Visuais e do 3º e 4º do Curso de Arquitetura e Urbanismo. Fase 3: Instrumentalizar
os alunos no sentido de definir frentes de trabalhos, por exemplo, onde devem buscar as
informações requerentes: Arquivos Públicos, Prefeitura, Núcleo Regional de Educação,
Secretaria Municipal de Educação, etc. Se for necessário, usar-se-á como recurso a História
Oral, por meio de entrevistas com pioneiros da região. Fase 4: Início do trabalho de campo;
reuniões virtuais pré-agendadas via chat com os alunos envolvidos, para acompanhar o
desenvolvimento da pesquisa. Fase 5: Consolidação e socialização dos dados. No aspecto
teórico, este Projeto será sustentado por 3 eixos: os fundamentos conceituais da Memória
Individual e Coletiva, de Maurice Halbwachs para pensar aspectos da memória social,
envolvidos na proposta do projeto, no campo da História da Educação, obras de referência
que tratem da História da Educação e das Instituições Escolares no Brasil e obras de
Fundamentos da imagem.

Palavras-chave: Memória. História. Ensino.

Caderno de Resumos - ISSN 2447-4150

Você também pode gostar